Capa da novel Rei do Campo de Batalha

Rei do Campo de Batalha

Webnovel

KotB, RCB, The King of the Battlefield, 전장의 화신

Autor: Onhu Status: Pausado

Sinopse

A humanidade estava à beira da destruição. Muyoung, um assassino da Floresta da Morte, caiu de joelhos. Havia cadáveres em sua volta. Durante anos, trabalhou para a Floresta da Morte e, finalmente, conseguiu erradicá-la. Agora, ele mesmo, estava prestes a morrer. Fechando seus olhos, sentia seu coração parar.

Repentinamente, Muyoung abriu os seus olhos mais uma vez. E, por algum milagre, ainda estava vivo. Então, percebeu que, na verdade, havia voltado 40 anos no tempo. Junte-se a ele conforme decide corrigir os erros passados da humanidade e combater os 72 Deus Demônios do Submundo.
 

Notas

Detalhes Importantes:

"Rei do Campo de Batalha" está em processo de reestruturação — por isso o status de pausado — no entanto, não se preocupe em ver mudança de formatação de um capítulo específico. Por exemplo, no começo, o travessão (—) é o sinal indicativo de diálogo, mas no capítulo seguinte passa a ser apenas aspas duplas para diálogos (“”). Por agora, tenha noção que a maioria dos capítulos está em aspas, porém, o padrão listado nas dicas de leitura, logo abaixo, listarão a formatação final do projeto.

Dicas de Leitura:

  • Textos com travessão (—) representam diálogos orais de personagens.
  • Textos em aspas duplas (“”) representam pensamentos do personagem em questão.
  • Textos em itálico (exemplo) representam onomatopeias e conversas espirituais, mentais ou até mesmo avisos do "sistema", que não são nem pensamento e nem por voz, na obra.
  • Por fim, não esqueça de ler as notas e colocar a leitura escura, para uma imersão maior.

Outras Obras:

O autor de "Rei do Campo de Batalha", Onhu, também escreveu "Dungeon Hunter" e "God Hunter", porém, nenhum traduzido para português, até o atual momento.

Vale comentar que em "Rei do Campo de Batalha" reutilizou algumas ideias implementadas em "Dungeon Hunter", mas ambas obras não tem qualquer ligação, exceto essas ideias reutilizadas.

Créditos:

Imagem de fundo foi criada pelo artista Manthos Lappas.