Super Gene Chinesa

Tradução: Pumpkin

Revisão: Pumpkin


Volume 3

Capítulo 269: Viajando com uma besta

Sentado nas costas do Leão Dourado, Han Sen ficou muito aborrecido. Ele pensou que acabaria tendo uma oportunidade de sair de perto do leão, mas acabou sendo ingênuo.

O Leão Dourado era enorme e tinha uma velocidade incrível. A revoada de pássaros seguia o Leão Dourado para todos os lugares, tratando o mesmo como uma fonte de comida estável. As sobras das refeições do leão sempre acabavam no estômago dos pássaros.

O que incomodou Han Sen foi que os pássaros eram todos Criaturas Mutantes. Com esse tamanho e força, milhares juntos era algo assustador demais.

O pior foi que, entre eles, tinham dois Reis Pássaros com a envergadura superior a 15 metros. Han Sen tinha certeza que eram Criaturas de Linhagem Sagrada. Eles eram bem parecidos com o pássaro prateado que quase o matou, e tinha dois deles.

Han Sen não sabia o que fazer. Ele ficou preso nesse leão enorme. Enquanto ele não se afastasse do Leão, os pássaros não ousariam se aproximar, então ele acabou num dilema.

O lado bom era que, quando o Leão Dourado estava se alimentando, ele podia usar uma flecha amarrada por um fio para arrastar até si um pouco de carne, que eram todas carnes mutantes. Depois de alguns dias, seus pontos de Gene Mutante aumentando um pouco.

Vários dias depois, o Leão Dourado se aprofundou nas Cordilheiras do Dragão de Jade. Embora o Leão não viajasse o tempo todo, era incrivelmente rápido. Han Sen não tinha certeza de onde ele estava.

Ao seu redor, tinham as mesmas montanhas escuras. Felizmente, o Leão Dourado não mudou de direção, então Han Sen sabia como sair.

No entanto, a caminho de cá, ele tinha visto inúmeras criaturas aterrorizantes vagando pelas cordilheiras. Ele podia ficar seguro ao seguir o Leão Dourado, pois nenhuma criatura conseguia derrotar o leão. No entanto, Han Sen não tinha um método para sair.

'Por que diabos eu larguei minha humildade?' Han Sen lamentou tanto que seu orgulho o levou às Cordilheiras do Dragão de Jade. Mas acabou percebendo que o Primeiro Santuário de Deus era muito mais perigoso do que ele pensava.

Ele acreditava que, com base em sua capacidade, ele podia ir a qualquer lugar que quisesse no Primeiro Santuário Santuário. Porém, ele descobriu que estava muito errado depois de entrar nas Cordilheiras do Dragão de Jade.

Han Sen ficou preso no leão por mais de um mês e não teve chance de fugir. Os pássaros eram como lacaios seguindo o Leão Dourado por toda parte.

O Leão Dourado saiu das Cordilheiras do Dragão de Jade e entrou em uma planície, depois em um rio largo. Han Sen se perguntou para aonde ele estava indo.

Em mais de um mês, Han Sen tinha visto incontáveis criaturas assustadoras sendo despedaçadas pelo Leão Dourado. Uma vez, ele usou uma flecha com fio para pegar um pedaço de carne de uma cobra gigante e ouviu a voz dizendo que ele ganhou um Ponto de Gene Sagrado, o que o deixou estarrecido. Acontece que algumas das presas do Leão Dourado eram de Linhagem Sagrada.

Depois de viajar pelas montanhas e rios, o Leão Dourado acabou chegando em um oceano, o que também não conseguiu detê-lo.

Han Sen ficou completamente sem palavras. Ele não sabia para aonde o Leão Dourado estava indo, mas uma coisa era certa, ele não sabia como voltar. Até mesmos se ele se lembrasse do caminho de volta, com base no que viu até chegar aqui, ele não conseguiria voltar em segurança sozinho.

Han Sen pensou em pular no oceano, mas as figuras gigantes nadando no fundo do mar o fizeram desistir de ideia.

Uma coisa era muito estranha. O leão enorme sempre atraía milhares de criaturas que davam suas vidas e viraram comida.

Depois de observar por um tempo, Han Sen descobriu que não era uma coincidência. As criaturas não estavam cometendo suicídio, mas sim foram atraídas pelos pássaros.

Os pássaros conseguiam produzir um som semelhante ao choro de bebês. Por algum motivo, quando as criaturas ouviam esse barulho, elas eram atraídas de forma frenética e acabavam mortas sob a pata do leão.

Han Sen entendeu que o porquê dos pássaros poderem seguir o Leão Dourado, não era porque o leão não podia matar todos eles, mas sim que porque ele queria que os pássaros ficassem por perto.

Talvez os pássaros fossem mesmo algo como o que Han Sen pensou, os lacaios do Leão Dourado, atraindo as presas para o Leão e aproveitando as sobras.

Até mesmo as criaturas no oceano não resistiam ao som dos pássaros. Elas costumavam aparecer, e quando o leão precisava se alimentar, a água ao redor ficava vermelha.

Embora Han Sen pensasse que o Santuário de Deus era quase sem fim, ele ainda ficou boquiaberto com o que viu nas costas do leão. Agora ele entendeu o porquê dos humanos não conseguirem descobrir todo o primeiro Santuário de Deus.

Han Sen se beneficiou muito com a sobra de carne ao seguir o leão. Nesse ponto, seus Pontos de Gene Sagrado aumentaram para 61 e os Pontos de Gene Mutante para 84.

Han Sen não sabia se devia ficar feliz ou triste. Nesse ritmo, embora não conseguisse comer a Criatura de Linhagem Sagrada que ele estava alimentando com o Cristal Preto, seu progresso ainda não era lento.

O que fez Han Sen se desesperar foi que mais dois pássaros da revoada evoluíram para Criatura de Linhagem Sagrada recentemente. Com quatro Pássaros de Linhagem Sagrada seguindo o leão, Han Sen sentiu que realmente não tinha como sair de perto dele.

Quando ele estava prestes a desistir, os pássaros de repente se dispersaram e desapareceram.

Han Sen pensou que eles voltariam, mas nunca mais viu os pássaros.

Um dia depois, Han Sen viu uma ilha dourada aparecendo no horizonte. 

Na ilha tinha uma montanha dourada que alcançava os céus. As nuvens cercavam o meio da montanha e o o ponto máximo estava coberto de neve. Tinha um mar de flores vermelhas no pé da montanha. Toda a ilha estava coberta por algum tipo de flor, com exceção da montanha. As cores douradas e vermelhas juntas formavam uma paisagem deslumbrante.

Quando Han Sen saiu do seu estado de surpresa, o Leão Dourado pisou na ilha.



Comentários