Super Gene Chinesa

Tradução: Pumpkin

Revisão: Marina


Volume 1

Capítulo 4: A Velha Casa

— O presidente Zhao Yalong do Grupo Yate completou a terceira evolução e entrou no Quarto Santuário de Deus, tornando-se o octogésimo terceiro humano na história a entrar no Quarto Santuário de Deus. Sua vida útil atingiu quinhentos anos e ganhou o status de semideus…

— Lange, o prodígio da Galáxia Raikot entrou no Segundo Santuário de Deus com 100 pontos de gene mutante. Sua vida útil atingiu 300 anos e ganhou status de Evoluído…

— Hemingway, o porta-voz da Câmara de Deputados matou uma criatura Estrela do Oceano Semideus ontem, e foi o primeiro a realizar tal façanha…

— De acordo com os especialistas competentes, em dez anos, alguém completará a quarta evolução pela primeira vez e avançará para o Quinto Santuário de Deus…

— …

Han Sen havia acabado de se teletransportar para o Abrigo Blindado de Aço e as notícias estavam soando como em uma tela virtual.

— Evoluído, Transcendente e Semideus. Com o cristal preto, poderei fazer tudo isso e ir ainda mais longe. — Han Sen sacudiu o punho, então se afastou da estação de teletransporte e pegou o Trem de Levitação Magnética para casa.

Antes de entrar no quintal, Han Sen ouviu uma voz áspera e feminina.

— Luo Sulan, você quer tomar a casa velha dos Han? Esta casa era dos nossos pais, e meus irmãos e eu temos cada um uma parte. Agora que meu irmão mais velho faleceu. Nós não te prejudicaremos, visto que você é uma viúva e deixará a sua participação. Mas se quiser levar tudo, nós nunca concordaremos.

— Isso mesmo! — A voz de um homem de meia idade contribuiu com a conversa. “A casa velha foi a herança de nossos pais. Todos nós temos direitos sobre ela e você não pode pegar para você. Sua família morou aqui por mais de vinte anos, então você já se aproveitou muito de nós. É hora de dividir a herança.”

— Meu irmão disse isso. — Continuou uma voz masculina e branda. —Você morou aqui por mais de vinte anos. Não vamos cobrar o aluguel, mas essa casa velha é nossa herança e tem de ser dividida.

A voz de uma jovem mulher pôde ser ouvida dizendo: “Nós temos uma estimativa de um advogado, e essa casa velha agora vale mais de três milhões. Somos três membros da família, então devemos obter um milhão cada. Você pode dar um milhão a cada um de nós e possuir essa casa velha, ou vender a casa, e então todos dividiram o dinheiro. Concordaremos com qualquer uma dessas opções que você escolher.”

— Exatamente, agora que nosso irmão mais velho se foi, não vamos prejudicar a viúva e os filhos. Você pode nos dar o dinheiro ou vender a casa, como desejar. — A primeira voz áspera começou novamente.

— Irmão e irmã, não tem necessidade de me forçar. Você conhece nossa situação. Não temos dois milhões. — Uma mulher disse com tristeza.

— Então coloque a casa à venda. — Disse a mulher de voz áspera imediatamente.

— Onde viveríamos sem uma casa? Han Sen acabou de se graduar e Han Yan está prestes a ir à escola. — Disse a mulher triste.

— Cunhada, isso não é razoável. Você acha que é a única com problemas? Seus filhos, Han Sen e Han Yan, estão apenas matriculados na educação obrigatória e integrada, enquanto Han Hao vai para uma escola particular. As despesas me deixam com cabelos grisalhos todos os anos.

— Irmã, você tem razão. Estamos todos passando por um momento difícil e precisamos de dinheiro. Por que não vendemos a casa? Todos nós poderíamos ganhar com isso, e você poderia pagar a educação de Han Yan. — Disse a voz afeminada.

— De qualquer forma, você nos dá o dinheiro ou vende a casa. Sua escolha. — Disse a jovem com frieza.

De fora da casa, Han Sen ficou furioso enquanto ouvia. Ele abriu a porta e viu a sua mãe derramando lágrimas, enquanto segurava sua irmã, Han Yan. A menina de cinco anos enrolou-se nos braços da mãe, seus grandes olhos estavam cheios de medo. Ao lado deles, dois homens e duas mulheres estavam sorrindo com indiferença.

— Como você se atreve a vir aqui e pedir a casa velha? — Han Sen apontou para mulher gorda com aparência feroz e exclamou com raiva. “Tia, você costumava ser uma contadora de empresa e arrumou dezenas de milhões em dívidas duvidosas. Meu pai não lhe ajudou depois que implorou para ele?”

— Han Sen, pare de falar asneiras. Quem arrumou dívidas duvidosas? Pare de mentir. — Gritou o homem magro com a voz afeminada, apontando para Han Sen.

— Tio, você desviou os fundos públicos da empresa para investir e perdeu alguns milhões. — Han Sen apontou para o homem magro. —Você não veio à minha casa e se ajoelhou para pedir ajuda ao meu pai?

— E você, tio, devia tantas dívidas de jogos de azar, que quase foi forçado a cometer suicídio. Quem o ajudou? Quando você foi quase espancado até a morte, quem salvou a sua vida? Han Sen apontou para o homem gordo de meia idade.

— O Grupo Estrelado queria adquirir o negócio da família. Se meu pai não tivesse representado todos vocês e então não tivesse rompido relações com o Grupo Estrelado, ele teria morrido de forma tão sombria? — Han Sen rangeu os dentes olhando para os quatro. — Mas vocês não foram ao funeral do meu pai e venderam a empresa ao Grupo Estrelado depois da morte dele. Vocês nos deram algum dinheiro que conseguiram ao vender a empresa? Além disso, quem pagou por SUAS casas, quando se casaram? Essas casas foram mais baratas do que a casa velha? Vocês cuidaram de seus pais algum dia, quando eles ainda estavam vivos? Como vocês ousam vir aqui para pedir por uma parte da casa velha?

— Chega! Seu pai só fez o que queria fazer. A empresa pertencia ao seu pai e todos nós temos ações. Você não decide por nós. E, sem dúvidas, podemos gastar o dinheiro da empresa. — Tio Han Lei disse descaradamente.

— Isso é verdade. Seu pai era um ditador e nós só estamos recuperando o nosso dinheiro. Não importa o que você diz. Dê o dinheiro ou venda a casa, caso contrário, nós nos veremos no tribunal. Perderão o caso onde quer que vá. — Tia Han Yumei gritou.

— É tudo culpa do seu pai…— Eles começaram a acusar o pai falecido de Han Sen.

Han Sen ficou tremendo de raiva e sentiu injustiça por seu pai. Quando seu pai assumiu a empresa, era apenas uma pequena empresa, que valia um ou dois milhões. Ele gastou tanto esforço para a empresa florescer e teve que cuidar de sua família e compensar por seus erros. Algumas vezes, a empresa ficou à beira da falência devido aos problemas de liquidez. E ele até mesmo morreu pela empresa. No entanto, depois de sua morte, sua esposa e filhos foram prejudicados pelos parentes que ele costumava ajudar.

Quando o pai de Han Sen estava vivo, ele sempre disse que eles eram da família e não tinha necessidade de argumentar. E que ironia isso se tornou agora!

Se eles realmente precisassem do dinheiro e tivessem passando por momentos difíceis. Han Sen simplesmente concordaria. Mas todos os aviões particulares, que eles pilotaram até aqui, valiam mais de um milhão. E receberam, pelo menos, dez milhões na venda da empresa, que caíram em seus bolsos, e nada foi dado à família de Han Sen. Era simplesmente impossível, que eles não tivessem mesmo um milhão.



Comentários