SRVF – Volume 1 – Capítulo 16



As flores da academia estavam desabrochando, tingindo os arredores com cores vívidas, enquanto a face dos alunos estava cada vez mais pálida com o cansaço. Eu mesmo estava cansado, mas acho que ainda tinha alguma cor.

Me pergunto como diabos esse povo se preparou para o exame físico? Parece que as suas almas foram drenadas até a última gota.

Aqueles que acabaram de chegar de suas viagens até a academia e aqueles que ainda não se acostumaram com o ambiente à volta, pareciam especialmente esgotados pela fadiga.

Não havia escolha se não aceitar que suas habilidades estavam apenas nesse nível.

O resultado dos exames já seria anunciado, mas as aulas começariam apenas em cinco dias. Alguns usariam esse tempo para recuperar as forças. Outros aproveitariam para conhecer o terreno da escola ou preparar qualquer outra coisa, em antecipação aos dias que estavam por vir.

Na entrada do edifício principal da escola, uma longa faixa foi colocada. Nela, estava escrito: “Resultado das Aptidões Físicas dos Novos Estudantes”, com o nome de cada um e sua pontuação desde o primeiro ao último.

O exame acadêmico foi realizado um dia após o exame físico. Este durou o dia inteiro, sendo os resultados expostos no dia seguinte. Acho que foi difícil até para os professores.

#1: Arc Kudan 500 pontos.

#2: Iris Palala 500 pontos.

#3: Eliza Deauville 499 pontos.

#4: Rail Rain 498 pontos.

#5: Kururi Helan 497 pontos.

#6: Thomas Esojin 496 pontos.

#67: Vaine Lotte 379 pontos.

#114: Crossy Ammirale 311 pontos.

Iris derrotou Eliza. Bem, não havia nada que eu pudesse fazer sobre isso. Ela tinha talento suficiente para chegar a um lugar como esse, mesmo sendo uma plebeia, sem perder qualquer ponto em todos os quatro temas do testes: Conhecimentos Gerais; Aritmética; Contabilidade; Ciência Mágica Simples. Foi bom que Eliza tenha ganho pelo menos a maratona.

Mas a Iris realmente fez uma pontuação perfeita? Estou impressionado. Ela não trapaceou né? Até onde sei, não.

O quarto lugar foi tomado por Rail. Isso foi algo que eu já esperava. Ele ficou a apenas 2 pontos do primeiro lugar, então pareceu que realmente almejava vencer.

O quinto lugar foi meu. Que bom que aprendi tantas coisas do velho Moran! Embora perder esses três pontos em Conhecimentos Gerais tenha sido bem doloroso.

Uma das questões foi especialmente difícil. Ela dizia: ‘Qual o nome oficial para a Vitamina C?’ — Como diabos o nome da Vitamina C poderia ser um conhecimento geral…? Mas, acho que a culpa é apenas daqueles que não conseguiram responder de forma correta.

Vaine e Crossy vieram juntos ver os resultados e agiram da mesma forma. Ele ficou sem expressão, como sempre, mas que bom para você meu amigo, fiquei muito feliz.

Parecia que ele conseguiu se classificar para a Classe A, onde apenas os estudantes com maiores aptidões físicas conseguiram entrar. Isso era ótimo.

Quanto ao Crossy, ele parecia que ia desabar em lágrimas a qualquer hora.

— SENSEI, ME PERDOE! EU SOU UMA FALHA COMO DISCÍPULO!

No exame físico, Crossy acabou sendo o número 122. Podia dizer pela sua voz que estava nada feliz com isso e provavelmente seria colocado na Classe C.

Então o Crossy frequentará uma classe diferente… — Seria ótimo se pudéssemos ficar juntos na mesma sala.

Incapaz de se controlar, ele caiu no choro. Com tantas garotas lindas à volta, seu estado atual transmitiu um sentimento ainda mais lamentável. Mas eu não podia dizer isso.

— Não se preocupe, eu mesmo tive apenas um pouco de sorte. Foi só isso. — Tentei encorajá-lo um pouco.

— Xim, nguu, prochiima vex vou dar meux melhor por sensei! — Ele rapidamente limpou as lágrimas.

Acho que minhas preocupações eram infundadas. Uma pessoa que pedia para ser um discípulo em prol de seu autodesenvolvimento, devia ter uma tremenda força de vontade. Embora possa haver outras razões.

— Apenas crianças choram tão facilmente. Kururi pode te ajudar com os estudos, enquanto eu posso treinar seu corpo. — Vaine abriu sua boca e disse isso.

Por alguma razão, ele era sempre falante quando se tratava do Crossy.

— CRIANÇA? CRIANÇA?! COMO OUSA FALAR ASSIM COMIGO, SUA BESTA!

— Você é um pirralho que só come vegetais o dia todo, estamos indo para o quarto de Kururi, venha correndo atrás de mim.

— NÃO ME DÊ ORDENS! — Crossy deu um grito enquanto corria.

Hã? Ei, espera! Como assim, vocês vão para o meu quarto?!

— Bem, este é o melhor lugar para se estudar. Seu quarto, quero dizer. — Quando estava assistindo aqueles dois correndo ao redor, do nada uma voz sussurrou em minha orelha.

Quando me virei, Rail estava alí, com aquele sorriso horripilante na cara. De alguma forma, tive a impressão de que ele estava planejando fazer isso o tempo inteiro… foi um pouco assustador.

— Bem, eu…

— Acho que isso significa que venci o Kururi-kun nos estudos. — Ele sorriu enquanto mudava de posição.

De alguma forma, senti que ele estava me observando.

— … No teste físico também, você inclusive sabia meu nome.

— Isso porque Kururi-kun é bastante famoso, afinal.

Sério? Eu tinha certeza de que estava sendo bem discreto. — Você é… Rail-san, correto? Prazer em conhecê-lo. — É claro que eu o conheço, mas vamos fingir que não.

Rail não me respondeu de imediato, fazendo uma pequena pausa. Ele começou a andar como se tivesse visto através de mim.

Por acaso está realmente lendo a minha mente?? Essa pessoa é assustadora!!!

— … Bem, prazer em conhecê-lo Kururi-kun.

— Ah, sim. —  Eu peguei sua mão estendida.

E, com um sorriso no rosto de cada, cumprimentamos um ao outro.

— Te vejo em breve, Kururi-kun. Eu adoraria conversar mais com você. — Ele deu meia volta e retornou ao seu grupo original, ao lado do Príncipe Arc, então acho que tudo deu certo.

Embora tivesse um sorriso gentil em sua face, não consegui parar de pensar nele como uma pessoa assustadora. Apesar da forma como agia, na verdade, Rail era de uma família de fazendeiros.

Este fato não era de conhecimento público, mas Iris acabou descobrindo isso no jogo e se viu obrigada a manter segredo.

Veja, Rail era alguém que perdeu sua família quando criança. Ele acabou conhecendo o Príncipe na casa de seu avô e, tendo uma personalidade amigável, logo percebeu o bom coração do Príncipe. Eles acabaram se tornando amigos muito próximos.

Após a morte de seu avô, ambos, o Príncipe Arc e seu atendente Rail, foram juntos para a Capital Real. Ele tinha um cabelo azul brilhante e boas feições, que rivalizavam com as de um aristocrata, sendo excepcional nos estudos e rapidamente se tornou bem versado com as regras da sociedade, assim como cortesia e tradição, ninguém seria capaz de adivinhar que ele saiu de uma família rural.

Ah, me desculpe, já conheço o segredo que possibilitará sua amizade com a Iris. Realmente lamento. Mas não se preocupe, vou levar isso comigo para o túmulo.

Durante a minha contemplação, Iris veio acenando para mim.

— E aí.

— Ei, eu consegui o primeiro lugar. — Ela parecia bastante feliz.

O seu sorriso era tão lindo que faria qualquer um querer elogiá-la assim que a visse. Me senti um pouco culpado por ter torcido pela Eliza durante a maratona, então iria ao menos fazer um elogio aqui.

— Eu sabia que você conseguiria. Tenho certeza de que fará grande sucesso no futuro, então irei aguardar um agradecimento imenso da sua parte.

— Sim! Vou me lembrar disso — Ela respondeu sorrindo.

Uma vez que terminamos de conversar, Iris foi para a biblioteca. Bem, eu tinha que ir logo checar o Vaine, antes que ele destruísse o meu quarto, e ver o que estava fazendo com o Crossy.

Mas, antes disso, ainda havia uma pessoa que precisava ir ver. Sem sombra de dúvidas era a Eliza.

Sem piscar uma única vez, ela estava de pé, fixa na frente da faixa de resultados, com seus braços cruzados. Outros estudantes também queriam ver os seus resultados, mas estavam com muito medo dela para se aproximarem.

Você está causando problemas! Preste atenção nos outros, Eliza! — … Foi o que disse em minha mente, mas eu não poderia falar isso em voz alta. Por que, infelizmente, ela me assustava também. Apenas um pouco. Bem, se ninguém fosse dizer, eu deveria fazê-lo.

Meu corpo começou a se mover sozinho, carregado por minhas emoções, como se estivesse rumo a uma missão. Quando me aproximei, uma dos Quatro Reis¹ Celestiais, as seguidoras de Eliza, me parou.

Hmm? Há outra garota no lugar da menina serviçal. Por acaso há um sistema de rotação ou coisa assim? Estou um pouco interessado em como sua organização funciona.

A coisa era, os olhos dessa mulher à minha frente estavam, tipo, gritando — É melhor você sair de minha visão dentro de 3 segundos, Serviçal! —, ou foi a impressão que tive.

Não, sério, não estou mentindo. Isso pode não ter sido dito em palavras, mas com certeza seus olhos estavam falando isso. Eu não estava assustado. Então dei outro passo em direção a Eliza.

No outro dia, nós estávamos um pouco apressados devido ao exame e, também, nós, ainda—não nos conhecíamos—, (embora eu sim) até aquele momento. Mas, dessa vez, nós já éramos conhecidos, então elas não iriam causar qualquer confusão que pudesse chamar atenção.

— Ei, Eliza, você parece um pouco cabisbaixa. Aconteceu alguma coisa? — Se eu fosse direto ao ponto ela não teria tempo para desabafar.

Houve um pequeno silêncio. Então uma resposta inesperada veio.

— B-bem, mesmo que não seja um score perfeito, ser capaz de conseguir 499 pontos é incrível, não é? — Eu pude sentir que a atmosfera ao redor mergulhou em estranheza.

— … Eu não sabia… — Eliza começou a murmurar alguma coisa para si.

Mesmo a curta distância, não consegui entender bem. Acho que ela disse alguma coisa sobre um desafio?

— COMO DIABOS EU SABERIA O NOME DA VITAMINA CCCCCCC?!! — Ela, do nada, soltou um grito.

Todos viraram seus olhos para longe, com medo de que ela os encarasse. Então com um—hmph!, Eliza saiu como se nada houvesse acontecido. Os Quatro Reis Celestiais foram logo atrás dela.

Então Eliza cometeu um erro, hein? Como imaginei, isso não é um “Conhecimento Geral”.

… Mais tarde eu procurei apenas por curiosidade. Parece que o nome oficial da Vitamina C é “Ácido Ascórbico”.

 


Tradutor: Rudeus Greyrat | Revisor: Fefe & Ma-chan


♥ Se você gostou deste capítulo, CLIQUE AQUI, solucione o Captcha e aguarde ♥

por 5 segundos, assim estará apoiando o tradutor e a equipe de revisores!



1 – No Japão, não existe um equivalente feminino para “Rei”, então as mulheres também são chamadas assim. ⤴


Fontes
Cores