RI – Capítulo 10 – Entrando na Seita


O velho homem de rosto vermelho franziu com insatisfação e disse: “Élder Li, nossa Seita Heng Yue realmente está se rebaixando tanto? Para fazer uma exceção para a vida e morte de um mortal?”

Élder Li abriu seus olhos e disse com uma voz fria: “Élder Ma, o patriarca me disse para lidar com esse assunto. Se não for lidado propriamente e esse pedaço de lixo tentar suicídio uma segunda vez e seus pais espalharem que nós forçamos sua criança a se suicidar, isso não é mais embaraçante? se você estiver disposto a levar responsabilidade nesse assunto, então deixarei você lidar com isso.”

O homem de meia idade rapidamente tentou apaziguar e disse: “Não há necessidade de discutir. Porque não deixamos ele tornar-se um discípulo primeiro, então depois de oito ou dez anos, quando ele falhar em continuar cultivando, podemos enviá-lo de volta e não haveria problema.”

O velho homem no manto respondeu: “Se outros jovens seguirem o fato, o que nós faremos?”

O homem de meia idade riu e disse: “Isso é uma tarefa simples. Depois disso, nós aprendemos nossa lição. Quando nós falharmos para as pessoas no futuro, nós deveríamos instilar a ideia de não se suicidar e isso resolveria esse problema. Quanto para esse Wang Lin, desde que o assunto já está tão grande, vamos levá-lo como um discípulo. Um discípulo extra não importa.”

Além do Élder Li, dois outros Élderes olharam atentamente para o homem de meia idade, não dizendo uma palavra.

O homem de meia idade sorriu e pensou, “Oh Wang Lin, Wang Lin. Eu fiz tudo que eu pude. Eu peguei você pelo pedaço de metal que seu quarto tio me deu. Eu realmente estou curioso como um mortal consegue obter esse tipo de material.”

O que o homem de meia idade não sabia era que o quarto tio de Wang Lin tinha comprado isso de um ferreiro. Ele tinha visto muitas coisas e, assim que ele viu isso, ele sabia que não era normal. Dessa vez, para deixar Tie Zhu entrar na Seita Heng Yue, ele trouxe isso para fora. Quanto para o que o metal era usado, ele não sabia.

Um pedaço de metal mudou o destino de Wang Lin. Quando as notícias chegaram a Wang Lin, ele não podia acreditar. Ele de alguma maneira foi aceito como um discípulo sem razão aparente.

Dois dias depois, ele viu seus pais fora da Seita Heng Yue. Depois de ver a alegria nos rostos dos seus pais, ele decidiu cultivar seriamente aqui.

No entanto, seu modo de pensar foi mudado depois que seus pais saíram. Ele foi secretamente chamado para o local onde os discípulos conseguem seus trabalhos atribuídos e viu um jovem parecendo manhoso. O rosto do jovem estava cheio de desdém. Ele olhou para ele e riu. “Então você é Wang Lin, a criança que conseguiu ser um discípulo por suicídio?”

Wang Lin silenciosamente olhou para o jovem desafiando-o. O jovem zombou: “Garoto, começando amanhã de manhã, você vem a mim por trabalho. Seu trabalho é buscar água, não menos que dez tanques por dia. Se você não puder terminar o trabalho, então sem comida para você e se continuar por sete dias então eu contarei aos Élderes para lhe chutar para fora da seita. Essas são suas roupas. Lembre-se, discípulos honorários só podem vestir cinza. Uma vez que você for um verdadeiro discípulo, será atribuído a você outras cores.” depois que ele terminou de falar, ele lançou as roupas para Wang Lin e fechou seus olhos.

Wang Lin pegou suas roupas e perguntou: “Onde eu moro?”

O jovem nem mesmo abriu seus olhos e casualmente disse: “Vá ao norte até você ver uma linha de casas. Dê seu crachá para o discípulo de lá e eles lhe darão um quarto.”

Wang Lin saiu e se dirigiu ao norte para as casas. O jovem abriu seus olhos e disse, com desdém: “Para depender de suicídio para entrar, ele realmente é um lixo!”

Enquanto andava na Seita Heng Yue, Wang Lin viu muitos discípulos vestindo uniformes cinzas com rostos pálidos e frios com pressa. Alguns tinham ferramentas em suas mãos e eles estavam todos correndo.

Depois de andar em linha reta por um tempo, ele viu uma linha de casas. Havia muito mais discípulos de cinza aqui, mas eles dificilmente falavam uns com os outros.

Depois que ele deu seu crachá para o discípulo vestido de amarelo que estava no comando, o jovem impacientemente apontou para o quarto.

Wang Lin já tinha se acostumado com as expressões de todas as pessoas aqui. Ele chegou ao seu quarto e abriu a porta. Era um quarto grande com duas camas de madeira, uma mesa e duas cadeiras. Elas estavam todas muito limpas e estavam quase tão novas como a mobília em sua casa.

Ele pegou a cama que parecia vaga. Ele colocou sua bagagem para baixo e deitou em sua cama. Embora ele tinha entrado na Seita Heng Yue, não era o que ele estava esperando. Ele pensou que ele estava indo a aprender técnicas imortais, mas parecia que seu trabalho era buscar água.

Pensando sobre isso, ele suspirou e tocou na pérola de pedra na frente do seu peito. Isso era o tesouro que ele tinha adquirido. Wang Lin tinha lido muitos livros e ele sabia o perigo de expô-la, como muitas pessoas visariam por esse tesouro.

Um curto tempo depois, a noite caiu e um jovem extremamente cansado de cinza abriu a porta e entrou. Ele estava atordoado quando ele viu Wang Lin, então prosseguiu a desmaiar em sua cama sem dizer uma palavra.

Wang Lin não se importou. Ele sabia que ele tinha que acordar cedo. Ele tocou seu estômago, então tirou algumas batatas-doces. Seus pais trouxeram elas para ele comer quando eles saíram a procura por ele e desde que ele foi aceito, seus pais deram todo o restante de comida para ele.

A batata-doce era muito doce. Enquanto Wang Lin estava comendo, o jovem acordou e olhou a batata-doce. Enquanto sua boca salivava, ele disse em voz baixa: “Eu posso ter um pedaço?”

Wang Lin tirou alguns pedaços e disse: “Eu tenho bastante aqui. Se você quiser, tenho algumas mais.”

O jovem rapidamente pegou a comida e comeu vorazmente, então foi para a mesa e serviu-se um copo d’água. Ele exclamou: “Droga! Eu não tenho comido nada em dois dias. Então qual é seu nome?”

Wang Lin disse seu nome. O jovem repentinamente riu e disse: “Então você é Wang Lin, o lixo que entrou na Seita Heng Yue por tentativa de suicídio…” Ele repentinamente percebeu que ele tinha feito e disse: “Irmão, meu nome é Zhang Hu. Para dizer a verdade, não há ninguém na seita que não saiba sobre você, então por favor não me culpe pelo que disse antes. De fato, eu lhe admiro por ser capaz de entrar na seita desse jeito.”

Wang Lin riu amargamente. Ele não tentou explicar e passou mais alguns pedaços de batata-doce.

Zhan Hu rapidamente aceitou e deu algumas mordidas, então disse: “Wang Lin, é melhor você deixar algumas para si mesmo. Você é novo aqui. Quem sabe quais coisas malignas que o doninha de amarelo tentará fazer. Droga, ele nem mesmo nos trata como humanos.”


Tradutor: DivineMelody  | Revisor: Circulo Redondo

Editor: Ana Paula



Fontes
Cores