RI – Capítulo 08 – Pérola de Pedra


Tie Zhu estava pálido, ele levantou e olhou ao redor. Ele descobriu que ele estava em uma pequena caverna natural. A luz do sol estreitava através da entrada da caverna, revelando o chão coberto com ossos de pássaros e animais.

Na parede atrás dele tinha um buraco preto do tamanho de um punho. Ele não podia dizer quão profundo esse pequeno buraco era, mas em uma inspeção de perto, um mistério foi resolvido. A força de tração que o sugou para a caverna anteriormente veio desse buraco. Os animais a quem os ossos espalhados pertenciam, foram sugados assim como ele foi.

A sucção do buraco deve ser espontânea. O momento que ele apareceu em frente dessa caverna durante sua queda, o misterioso buraco puxou ele e salvou sua vida. Tie Zhu, suportando a agonia de seu braço direito, estava prestes a andar para fora da caverna quando os ossos no chão repentinamente começaram a se mover para o buraco. Ele rapidamente rolou para o canto da caverna sem demora enquanto ele sentiu o vento atrás dele.

A inconcebível força de sucção repentinamente veio do pequeno buraco. Todos os ossos chacoalharam quando eles voaram para o buraco. Alguns dos ossos maiores estavam presos na parede, bloqueando o pequeno buraco.

Nesse momento, um pássaro foi sugado enquanto voando pela entrada da caverna. Sibilou através do ar até bater contra a parede da caverna.

Depois de quase uma hora, a força parou de puxar. Wang Lin encarou em terror para os corpos dos pássaros mortos recentemente. Ele não moveu seu corpo, apenas sentado, enquanto calculando o tempo.

Metade de uma hora depois, a sucção começou de novo. Isso repetiu várias vezes. Wang Lin compreendeu o tempo do estranho buraco de sucção. Começaria a sucção a cada trinta minutos por uma duração de sessenta minutos.

Tomando vantagem da lacuna de tempo entre as sucções, Wang Lin dolorosamente rastejou para a entrada da caverna. Quando ele olhou abaixo, ele não podia deixar de revelar um sorriso amargo. Abaixo dele era uma selva e o chão pouco visível estava coberto com pedras. O penhasco era muito íngreme, não havia nem uma maneira para ele descer com seu braço quebrado. A distância do chão media mais que algumas dezenas de metros. Se ele tentasse pular, definitivamente seria o fim.

O saco cheio com comidas foi deixado no topo da montanha, sem jeito para ele recuperá-lo. Agora comida era o problema mais importante que ele precisava resolver. Enquanto ele estava ponderando, ele repentinamente lembrou-se do tempo de sucção e correu de volta para o canto da caverna.

O tempo no lado de fora parecia passar rapidamente. Wang Lin podia sentir seu corpo ficar mais e mais fraco. Ele não tinha nenhuma sensibilidade em seu braço, estava completamente entorpecido. Ele sorriu amargamente e disse para si mesmo: “Estar preso aqui significa uma morte lenta, mas pulando seria uma morte instantânea.”

Ele olhou para o corpo sangrento do pássaro que foi sugado mais cedo. Com um pouco de hesitação, ele andou, pegou e relutantemente mordeu. O sabor era espantoso. Ele exalou enquanto a carne crua em sua boca inundou seus sentidos, mas então continuou a comê-lo.

Ele mastigou pouco a carne, optando apenas por engolir quase toda. Tie Zhu sentiu calor entrar em seu estômago conforme ele se agitava. Ele comeu o pássaro rapidamente em grandes mordidas, então se levantou e suspirou profundamente para evitar de vomitar tudo para fora.

Ele jogou o restante do pássaro para o lado e sentou contra a parede da caverna. Sua mente vagueou, um momento pensando sobre seus pais, um momento pensando no seu quarto tio, um momento pensando sobre os rostos zombeteiros de seus parentes e um momento ele até mesmo pensou sobre os olhos frios do homem de meia idade vestido de preto da Seita Heng Yue.

Em um transe, Wang Lin olhou para o corpo metade comido do pássaro. Sem bater um olho, ele pegou o corpo para uma inspeção mais próxima. Ele viu que dentro do corpo do pássaro havia uma pérola vermelha do tamanho do punho de um bebê. Ele estava muito surpreso enquanto ele a tirava da carcaça.

Porque havia uma pérola no corpo do pássaro? O coração de Wang Lin estava ponderando quando ele pensou em um livro que o professor em sua vila lhe tinha mostrado uma vez. Alguns animais vivem para serem muito mais velhos e que algo chamado dantian se formará dentro de seus corpos.

Se alguém fosse comer um dantian, sua vida seria prolongada e sua força aumentaria. Mesmo membros que foram cortados cresceriam de volta.

Quando ele viu essa descrição, ele não acreditou e, secretamente zombou dela, mas agora ele não podia deixar de acreditar em mitos e lendas um pouco mais depois de encontrar imortais.

O coração de Wang Lin estava batendo forte o suficiente para voar para fora do seu peito. Se essa pérola fosse realmente o dantian descrevido no livro, então não só curaria seus ferimentos rapidamente, mas também faria mais fácil sair desse lugar. Até mesmo passando o teste para entrar na Seita Heng Yue devia ser possível, no mínimo ele seria capaz de passar no teste de perseverança.

Mas a pérola era muito dura. Não parecia comestível. Ele usou alguma das roupas rasgadas em seu corpo para limpá-la, restaurando sua cor original.

Uma pérola cinza, com cinco nuvens gravadas nela, foi revelada. Parecia muito velha. Wang Lin estava muito desapontado, não disposto a desistir, ele mordeu ela, então silenciosamente riu para si mesmo. “Tie Zhu, você está muito delirante. Como poderia algum pássaro aleatório que apenas estava voando ter um dantian?”

Wang Lin suspirou. Já estava escuro lá fora. Ele se sentiu cansado e dormiu com a pérola ao seu lado e os ossos de animais cobrindo o chão.

Já que era noite agora, a temperatura caiu muito rapidamente, especialmente na área da montanha. O ar frio entrou no corpo de Wang Lin. Ele se encolheu e a noite passou rapidamente.

Na manhã seguinte, a luz do sol estreitou no lado de fora da caverna enquanto o sol subiu. Algumas gotas de orvalho brilhantes secretaram da pérola pelo lado de Wang Lin. Enquanto o orvalho acumulava, ele gotejou nos ossos próximos.

Depois de um tempo, Wang Lin acordou. Não só seu braço ainda estava inchado, sua condição parecia ter piorado. Wang Lin sentou no chão, se sentindo muito depressivo.

Wang Ling murmurou para si mesmo: “Eu vou ficar preso aqui minha vida inteira?” Ele lentamente se virou e percebeu o orvalho que acumulou nos ossos. Desde que ele estava sedento, ele cuidadosamente pegou alguns ossos e lambeu o orvalho deles.

A doçura do orvalho era muito boa. Ele não podia dizer se ele estava imaginando, mas seu corpo inteiro pareceu quente e confortável depois de tomar um pouco.

Especialmente o ferimento no seu braço. Havia uma sensação de conforto e formigamento enquanto o inchaço diminuiu. Wang Ling esfregou seus olhos e olhou de perto para seu braço. O inchaço tinha de fato diminuído. Ele rapidamente olhou para os ossos em volta dele, mas ele não era mais capaz de encontrar o orvalho neles.

Nesse momento, ele repentinamente percebeu a pérola e viu gotas de orvalho nela. Ele se lembrou que todos os ossos que tinham orvalho neles estavam próximos a pérola. Ele levemente pegou a pérola, com seu coração socando, ele rolou a pérola no seu braço, uniformemente espalhando o orvalho.

Ondas de sentimentos frios e refrescantes vieram do braço. Wang Lin olhou para seu braço sem piscar. Depois de um tempo seus olhos se iluminaram. O inchaço do braço tinha diminuído. Ele tentou balançar seu braço. Enquanto ainda havia alguma dor, não era um grande problema.

“Essa pérola de pedra deve ser um tesouro!” Wang Lin estava agradavelmente surpreso.


Tradutor: DivineMelody  | Revisor: Circulo Redondo

Editor: Ana Paula



Fontes
Cores