ALdI — Capítulo 16 — A criatura de fogo



Xia estava ajoelhada ao chão, enquanto olhava para a criatura de fogo em sua frente. O grito da criatura estava fazendo o peito dela doer, a forçando a levar sua mão até ele. A dor era tanta que ela se curvou ao mesmo tempo em que gemia de dor.

Yago correu para a frente dela se preparando para lutar contra a criatura. Com a movimentação súbita de Yago a criatura parou de gritar e se virou para ele. A criatura o encarou e com um pisar tomou um impulso em direção a Yago.

A velocidade da criatura superou o esperado e, num instante, ele estava na frente do Yago. Com um movimento rápido a criatura move sua mão para acertar um soco em Yago. O soco não tinha nenhuma técnica, era apenas um movimento com a intenção de matar que foi em direção ao peito do Yago.

Sem tempo para escapar do ataque ele apenas cruzou os braços como um escudo para se proteger.

Boooommm!

O som do impacto do soco parecia uma explosão, quando atingiu a defesa de Yago e ele foi lançado alguns metros para trás. Em seu braço uma marca negra apareceu e o cheiro de carne queimada espalhava-se pelo ar com a fumaça.

Yago estreitou seus olhos e viu a criatura o encarando. Ele estava ao lado da Xia e, então olhou para ela ajoelhada no chão. O braço da criatura se moveu em direção a ela.

— Não deixem ele a tocar. Ele queima tudo que toca.

Yago gritou alertando a todos na ponte. No instante todos tinham sua atenção para a criatura.

— Ponha-se no seu lugar criatura porque eu sou a rainha do fogo!

O grito ressoou dos céus e uma bola de fogo caiu na direção da criatura, dentro da bola de fogo podia se ver a forma da boneca de kimono.

A criatura olhou para a bola de fogo e não se moveu. A boneca de kimono acertou um chute em seu peito e o empurrou para trás. Com o impacto, a boneca foi forçada a recuar alguns metros.

— Um ser tão insignificante como você não pode se chamar de rainha das chamas. — A criatura falou. Ela tinha uma voz demoníaca e fez o coração de todos tremer.

A boneca de kimono extinguiu as chamas ao seu redor. Se equilibrando em apenas uma perna, a boneca estava em pé parada, apesar de ser uma boneca sua expressão não era muito boa. A perna que acertou a criatura tinha sido derretida.

Henry olhou a criatura e seu rosto ficou amargo. Ele encostou o dedo indicador em seu ouvido direito.

— Marco o que é essa criatura?

— O garoto do hospital. Na ambulância ele disse alguma coisa e começou a queimar. — Marco estava longe da criatura e relatou.

Henry olhou novamente para a criatura e olhou para Susan. Seus olhares se encontraram por um momento, durante a troca de olhares eles podiam conversar sem dizer uma palavra. Depois dessa troca Susan se afastou deles, seguida por Henry que também se afastou.

— Isso não é mais problema nosso. Marco pega o garoto e saia daí. — Henry deu as ordens.

— O garoto queimou. — As palavras do Marco saíram com tristeza.

Depois de uma pausa Henry falou. — Me encontre no local combinado.

— Sim senhor.

Sr. Hayama estava em cima da torre e observou tudo que acontecia. Ele viu Henry e seu grupo saindo da ponte. O esboço de um sorriso apareceu no seu  rosto. Mas sua atenção voltou para a criatura quando ela voltou a falar.

— Vocês, humanos, são seres miseráveis. Indignos de estarem ao lado do meu mestre. Foram vocês que causaram a queda dele, então eu eliminarei a todos, e com seus corpos hei de pavimentar um caminho para seu retorno. Eu sou o mais leal. Fui eu que estava lá no início. Eu estarei no fim. E eu… — A criatura fez uma pausa e abriu seus braços olhando para o céu. — Glorificarei seu retorno para criar um novo mundo.

A voz demoníaca da criatura ressoou novamente e uma onda de intenção assassina se espalhou. A criatura olhou para o grupo do Yago que estava na ponte e abriu sua boca. Dentro dela uma luz vermelha começou a brilhar, em volta dela chamas se comprimiam. A criatura, então cuspiu a bola na direção do Yago.

Bolas de fogo voavam pelo ar, em sua volta uma distorção podia ser vista devido a temperatura. Yago pegou uma estaca que estava em sua cintura e começou a cantar uma magia:

— Deuses do norte e do sul eu ro…

— Não bloqueie, esquive!

O grito do Sr. Hayama fez com que Yago interrompesse o canto e se esquivar com um pulo  da bola de fogo. A bola de fogo passou por ele acertando uma das torres da ponte.

— Isso é… magia de alto nível?

Os olhos daqueles na ponte estreitaram-se quando viram a bola de fogo acertar a torre. A torre ficou vermelha e uma parte de quase três metros começou a derreter.

— Esse é o poder da fênix? Ele usou magia de alto nível sem precisar cantar. — Yago falou assustado, sua esquiva não foi perfeita, quando ele olhou pra perna uma mancha vermelha estava nela. Ele tentou se levantar mas sua perna cambaleou e cedeu.

A situação do grupo na ponte não era boa. Eles seriam derrotados se a batalha continuasse. Com a lesão do Yago, a última pessoa que estava em condições de lutar não podia mais se manter em pé.

Mylle tinha gastado uma grande parte de sua energia usando três bonecas. Gooruma e Owen acabaram com alguns ferimentos causados por Henry. De cima da torre Sr. Hayama era o único que ainda podia fazer algo.

— Yago dê a ordem para recuar! — Sr. Hayam gritou quando ele pulou da ponte para o rio.

Ouvindo o grito do Sr. Hayama o grupo se preparou para recuar.

— Mylle! — Yago gritou para a pequena garota agir.

— Kasumi faça uma cortina de fumaça.

Sob a ordem da Mylle a boneca que estava no lado dela pegou várias pequenas esferas da bolsa e as jogou espalhando pela ponte. As esperas explodiram no ar e uma fumaça se espalhou envolvendo a todos.

A criatura estava no meio da fumaça olhando fixamente, onde se encontrava o grupo do Yago, seus olhos se estreitaram quando a boca dele se curvou num sorriso. Pisando pesadamente no chão um buraco apareceu quando ele impulsionou indo até uma garota que estava agachada no chão paralisada.

Perfurando pela fumaça numa alta velocidade, a criatura acertou em algo que saiu voando. Quando a criatura parou, suas asas bateram e um vento forte percorreu a ponte afastando a fumaça.

Enquanto a fumaça se dissipou as figuras do grupo do Yago apareciam. O grupo não esperava que a criatura fosse avançar desse jeito antes que pudessem recuar totalmente.

— Ele viu através da fumaça? Gooruma que estava ajudando Yago a escapar estava surpreso.

— Impossível! — Mylle que já estava longe junto do Ursarin exclamou. — Essa fumaça pode nos esconder até mesmo de bestas superiores. Como ela foi dissipada com um bater de asas?

— Senhorita? — Kasumi chamou.

Mylle que encarava a criatura virou sua atenção para Kasumi. A boneca vestida de ninja tinha sofrido um grande dano, ela tinha perdido o braço direito junto com metade do peito. O ataque da criatura a tinha acertado quando ela tentou pegar Xia para fugir.

A boneca de kimono tinha avançado para atacar pelo flanco a criatura mas ela parou quando a criatura avançou pela fumaça. A criatura tinha passado pela Xia e agora estava entre o grupo do Yago e ela. Nesse momento a boneca de kimono era quem estava mais perto para pegar Xia e fugir.

— Humanos tolos! Esses simples truques não servem de nada contra mim. — A criatura falou enquanto encarava o grupo.

Mylle rangeu os dentes. A criatura tinha um grande poder e podia ver entre a cortina de fumaça que ela criou. Quando o Sr. Hayama pulou na água foi o sinal do início da técnica dele. Eles estavam ficando sem tempo, se ainda estivessem ali quando o Sr. Hayama usar sua técnica eles seriam pegos no fogo cruzado.

— Kasumi e Ursarin ataquem com tudo. Ysara, você será o terceiro ponto. — Mylle comandou.

— Sim senhorita — Os três responderam.

— Gooruma sai logo daí. — Mylle gritou irritada — E cadê aquele inútil?

— Você fica tão fofa quando se irrita minha princesinha. — Owen falou enquanto aparecia do lado da Mylle.

— Cala a boca. Eu vou precisar de você.

— Tudo bem minha querida.

Sob os pés da Ysara, a boneca de kimono, chamas surgiram. Ela pisou forte no chão para impulsionar e dar um grande salto.

Kasumi e Ursarin correram em direção a criatura quando seus corpos começaram a brilhar. Em um instante eles chegaram perto da criatura, os dois moveram suas mãos em direção ao peito da criatura.

A criatura esticou as mãos e segurou os dois ataques. Enquanto sua atenção estava nos dois a sua frente, a criatura não percebeu Ysara que estava atrás dele. Num movimento rápido ela pegou Xia e a jogou para Mylle, logo depois foi até a criatura. Do corpo da Ysara um brilho surgiu e junto com os outros dois ela gritou:

— Três Elementos: Explosão!

Com o grito, o brilho neles se intensificou e sob o olhar de todos uma grande explosão aconteceu. Uma onda de calor se espalhou, a fumaça negra da explosão cobria a criatura. Mas com um balançar das asas a fumaça sumiu revelando o seu corpo intacto.

Owen que tinha pego Xia estava correndo para fugir junto com os outros. A criatura viu eles saindo e gritou:  

Roaaaarrrrr!!!

A criatura se moveu para ir atrás dele mas ele, de repente, parou olhando para cima ele viu uma mão gigante feita de água vindo em sua direção. Os braços da criatura levantaram para bloquear o ataque. Os joelhos da criatura curvaram com o peso da mão que chegava a dez metros de comprimento. Se esforçando para segurar o ataque, a criatura olhou para além da mão e viu um gigante feito de água. Sob o ombro do gigante ele podia ver uma pessoa, em pé, o encarando.


Autor: Kanino   |   Revisor: Zezin   | QC: Ana Paula



Fontes
Cores