WCC – Capítulo 97 – Decisão e Pregação


CAPÍTULO ANTERIOR

Palácio de Volance, o quarto privado do Rei. Kreivol e Yuusuke estavam acompanhando Violet para uma audiência com o Rei Esvobus sobre a sugestão de Yuusuke.

“Pai, você poderia por favor confiar em mim e Yuusuke.” (Violet)

“Não mas, isso é muito…” (Esvobus)

Para enviar a Corps do Deus da Escuridão como um embaixador de boa fé para Gazzeta nesta hora de inquietude. Rumores do Capitão do Deus da Escuridão tendo uma conexão com Gazeta, a estagnação do comércio devido ao desastre de feras mágicas, as massas da cidade já estavam ficando inquietas.

Esta inquietude já havia alcançado um ponto onde houve uma tentativa de assassinato no Capitão do Deus da Escuridão. Por ora, uma ordem de silêncio foi passada, informação sobre esse incidente estava sendo contida, com apenas os oficiais do palácio responsáveis por investigar sabendo disso.

Com a atual inquietação entre os soldados em mente, esta não parece ser uma grande hora para enviar a Corps do Deus da Escuridão para Gazzeta.

“Yuusuke, por que você iria querer ir para Gazzeta neste momento?” (Esvobus)

“Não me diga que só por causa deste pequeno desconforto ele quer buscar asilo em Gazzeta”, Rei Esvobus começou a tentar descobrir o verdadeiro motivo por trás da proposta dele.

Para ir até o ponto de acompanhar Violet para encontrar o Rei. Isto poderia ser inferido como sua forte vontade em fazer o plano dele ocorrer.

“Uma das razões principais é auto-proteção.” (Yuusuke)

Percebendo que ele não havia medido suas palavras, Violet acertou as costas da cabeça de Yuusuke. Isso sendo dito, Yuusuke não liga sobre os jeitos de falar de um nobre, acreditando que ir direto ao ponto era mais honesto.

“É, independentemente -ja, você pode ser um pouco mais legal!” (Violet)

“Não tem motivo falar em círculos, é melhor ir direto ao ponto.” (Yuusuke)

“Princesa, Yuusuke-dono, vocês estão na presença do Rei.” (Kreivol)

Kreivol, que havia seguido com um protesto teve que recuar no que o Rei viu a inocência de Violet e respondeu com “está tudo bem, está tudo bem”. Depois de se recompor, Yuusuke começou a explicar o motivo dele ter proposto sua viagem para Gazzeta.

“A outra razão, mais como a razão principal para ir para lá é persuadir Shinra à adotar o ideal das 5 raças iguais.” (Yuusuke)

“Ho…” (Esvobus)

Rei Esvobus cerrou seus olhos e encarou o Capitão do Deus da Escuridão. No que Yuusuke continuou à explicar seu raciocínio, o Rei ouviu atentamente para poder ver se haviam mentiras em sua voz. A outra resposta pertencia ao auto-proclamado homem da tribo da floresta que estava atualmente invisível.

Pelos conteúdos da mensagem secreta que foi enviada da Rainha Risha através de pombos correio, Rei Shinra de Gazzeta só iria comprometer em meio termo sobre o ideal das 5 raças iguais.

Apesar do Capitão do Deus da Escuridão não estar ciente disso, contudo se este “Deus Maligno” fosse pessoalmente advogar pela cooperação dos ideais das 5 raças iguais~~

(Rei Shinra pode até consentir em participar neste ideal~~)

***

Terceiro dia do mês d’água de Volnar~~

“Que raios o Rei está pensando!” (Vordat)

“Eu não esperava que fosse chegar nesta decisão…” (Brandon)

Em uma sala do andar superior do palácio. Onde a facção anti-corps da escuridão está, uma reunião de emergência estava sendo feita, Marquês Vordat que raramente fala começou a bater contra a mesa. O resto dos participantes na sala tinham uma expressão inacreditável no que eles se viraram e encararam ele com sinais de confusão.

~~ A Corps do Deus da Escuridão visitará Gazzeta como uma comitiva. Este era o tópico da discussão ao redor de Sanc Adiet depois do anúncio oficial do Palácio na manhã. No que a maioria dos oficiais do palácio não haviam ouvido nada sobre isto até agora, houve um monte de informação conflitante, causando caos durante o começo da tarde.

Quando Rei Esvobus aceitou a proposta de Violet, dentro da hora mais rápida do mesmo dia, um pombo mensageiro foi enviado para Blue Garden para notificá-los sobre o embaixador de boa vontade que será despachado para Gazzeta, logo antes de Marquês Vordat ter recebido informação sobre isso.

Depois de receber a carta de Rei Esvobus, Rainha Risha imediatamente enviou sua carta escrita por sua mão por pombo mensageiro para o Rei de Gazzeta, Shinra, no dia seguinte. Dentre os conteúdos da carta também estavam os resultados de uma decisão de deixar a Corps do Deus da Escuridão seguir para Gazzeta 2 dias depois.

Com a situação atual de declínio em Gazzeta para Shinra, que estava em necessidade do poder de Yuusuke, esta carta não poderia ter vindo em uma hora melhor. Ao estar muito apressado para responder a mensagem, ele não notou os rabiscos que Ayuukas havia escrito nela.

No dia em que a decisão havia sido feita que Yuusuke ia liderar a viagem da Corps do Deus da Escuridão para Gazzeta. Eles haviam apressadamente terminado seus preparativos, durante a noite e pela hora que o sol havia se posto eles estavam prontos para partir de Sanc Adiet. Somente 3 pessoas haviam visto eles partirem, Violet, Kreivol e Hivodir, que estavam de pé diante do palácio~~.

“A Corps do Deus da Escuridão partiu antes do anúncio ter sido feito.” (Brandon)

“Se nós fossemos enviar os assassinos agora, será que eles alcançarão…” (Christopher)

“Para começar, não é uma direção onde você pode apenas enviar assassinos.” (Brandon)

Sobre a conexão do Deus Maligno e Gazzeta, nós pensamos que seria impossível que a Corps do Deus da Escuridão iria ser enviada para fora para Gazzeta para uma visita oficial. Com a intenção oficial do Rei de fazer amizade com Gazzeta sendo publicada, o criticismo do plano do Deus Maligno se tornou mais difícil.

“… o ideal de unidade das cinco raças.” (Vordat)

“Marquês Vordat?” (Brandon)

“Esta é uma iniciativa para avançar os planos. O Rei decidiu enviar o Capitão do Deus da Escuridão para fora para Gazzeta para persuadir-los.” (Vordat)

“Ainda assim nós precisamos parar a Corps do Deus da Escuridão não importa o que!” (Christopher)

Apesar deles terem tido uma reunião de emergência, já foi um dia depois do anúncio e 2 dias depois que a Corps do Deus da Escuridão deixou a cidade. Eles estavam mais provavelmente na cidade portuária cruzando o lago espelho de lua em direção da península de Trent Rietta.

“Seria impossível alcançar agora… nós devemos manter uma anti-atitude contra Gazzeta.” (Vordat)

“Que tal tentar armar um desafio contra eles? Por exemplo queimar as ruas artless para agitar a inimizade de Gazzeta…” (Christopher)

“Você é estúpido… você só está dando para eles uma razão para justificar guerra. E também, queimar os artless causará a moral daqui cair.” (Brandon)

“Este é o Capitão do Deus da Escuridão que dá tratamento especial para os artless, que não está do lado de ninguém. O Herói que tem muitos méritos militares.” (Vordat)

Depois de apontar isso, sabendo que há uma alta chance de se tornar o inimigo da Corps do Deus da Escuridão, a compleição de todos ficou escura. O objetivo original deles era derrubar a posição do Capitão do Deus da Escuridão do centro de poder.

Todo mundo aqui sabia em seus corações o grande número de benefícios que o Capitão do Deus da Escuridão havia trazido à Fonclanc. Contudo, ele estava subindo rápido demais. De conhecer o ex-instrutor à virar o favorito da princesa, um amigo próximo do herdeiro de um duque e encantar uma princesa cantora que era uma das ex-agentes de inteligência de Nossentes.

Os regulamentos de proteção para os cidadãos Artless, a ascensão de Gazzeta, se todas essas coisas estivessem sendo planejadas seria uma crise, sem esquecer a revolta de uma das velhas famílias de Trent Rietta.

Sem mencionar que a chefe da família antiga, Valerie, havia conseguido ser trazida para o exército da liberdade, até ganhando contra o exército da Borda de Vento e obtido uma grande vitória.

“… de agora em diante há uma necessidade de pensar minuciosamente no futuro.” (Vordat)

“Por que você diz isso?” (Brandon)

“Se a persuasão de Gazzeta fosse dar certo e o plano das 5 raças for publicamente anunciado, haverá um confronto entre os apoiadores e opositores.” (Vordat)

De lá nós podemos considerar que a Corps do Deus da Escuridão iria querer uma eliminação rápida de todos opositores. Logo para armar a base para a crise por vir, preparações como um exército estavam afirmadas nas palavras do Marquês, no que as pessoas ao redor começaram a perceber que eles podem já ter se tornado os mentores intelectuais por trás da “guerra civil” por vir, e seus rostos ficaram verdes.

Marquês Vordat, que percebeu a mudança na atmosfera, imediatamente falou para eles não saltarem em conclusões e prestarem atenção.

“Pode não haver uma necessidade para uma guerra civil, talvez nem um golpe de estado. Nós devemos estar preparados para defender as reivindicações de nossos direitos.” (Vordat)

Na premissa que o regime do Rei pertence à Rei Esvobus. Diferente de Trent Rietta, o Rei de Fonclanc não podia mudar o país como ele bem quisesse. Surpreendentemente, não haviam muitas pessoas ambiciosas, além daqueles com habilidades. (NT: eu acho que é o contrário, mas é assim que está escrito… Fonclanc deveria ser mais monarquia absolutista…)

Em qualquer caso, se Gazzeta fosse mirar em se tornar a soberana de Kaltsio e invadir, sua única oposição seriam os usuários de artes divinas de Fonclanc. Se alguém fosse pensar sobre isso, o ideal de unidade das cinco raças seria um jeito de se comprometer com Gazzeta, fazendo eles se tornarem dóceis, permitindo a continuação deste atual período pacífico.

“Nossas atividades futuras são para encorajar o progresso da unidade das 5 raças, isto nos permitirá manter nosso status quo atual.” (Vordat)

O objetivo principal da facção do Marquês era a queda do Capitão do Deus da Escuridão ao usar de uma facção anti-deus maligno para prevenir o plano de união das 5 raças, contudo agora com a realização do ideal de unidade das 5 raças, eles mudaram suas atividades para manterem sua influência política.

***

Junto da península de Trent Rietta, no lago espelho de lua onde metade dele atualmente pertencia à Gazzeta, uma nova cidade está sendo construída diretamente oposta à cidade portuária de Fonclanc.

Este era o lugar onde a Corps do Deus da Escuridão anteriormente colocou suas formas e se encontrou com Rei Shinra e sua cavalaria da espada branca. Apenas em uma distância estava o local das tendas de acampamento. No futuro, as enormes rochas e mato na área ao redor seriam removidas para dar espaço para um armazém de materiais.

“Muito bem em vir aqui, Yuusuke. Gazzeta lhe recebe.” (Shinra)

“Whoa, eu não esperava ser cumprimentado num lugar desses.” (Yuusuke)

“Hey Shin-boya, sério, para cumprimentar o diplomata mesmo antes de declarar amizade!” (Ayuukas)

“Olá, Ayuukas-chan.” (Yuusuke)

Isto era sobre o Rei com alguns elites escolhidos à mão vindo até o local de chegada para cumprimentar a Corps do Deus da Escuridão que estavam aqui numa missão de Comitiva de Gazzeta. As ações pelo Rei de Gazzeta espantaram a Corps do Deus da Escuridão. Pelas palavras de Ayuukas, parece que ele era uma “criança inquieta”.

“Aqui, esta é a carta escrita de nosso rei. Este não é o território de Trent Rietta?” (Yuusuke)

“Hmm, é, nós pegamos ele. Foi durante a guerra civil anterior, nós pegamos metade dele.” (Shinra)

Depois de entregar a carta escrita à mão sem qualquer seriedade, Yuusuke começou a perguntar sobre a reclamação por perto e as atividades de Gazzeta, depois de uma curta pausa Shinra começou a respondê-lo. No que esta região estava intocada e abandonada, Gazzeta tomou a iniciativa para fazer uso dela.

“… falando nisso, naquela vez nós havíamos encontrado Valerie e seu grupo na cidade portuária, a cavalaria da lâmina branca estava se aproximando do lado oposto da margem.” (Yuusuke)

Pensando sobre isso, foi naquela hora que Shinra veio como o embaixador de Gazzeta para tentá-lo.

Ele nunca imaginou que ele se tornaria um embaixador de boa fé oficial quando a facção anti-deus da escuridão estava espalhando rumores sobre ele tendo laços com Gazzeta, ele apenas chegou nesta ideia no que ele estava entrando em pânico.

“Na verdade, eu preciso de um favor seu, Yuusuke.” (Shinra)

“Ah, eu também preciso de um favor seu, Shinra.” (Yuusuke)

“Shin-boya, Yuusuke também, vocês dois estão seriamente começando uma conversa aqui?” (Ayuukas)

Eles haviam começado a conversa no lugar onde a Corps do Deus da Escuridão havia desembarcado, no cabo da península que estava sobre-vendo o lago. Shinra e Yuusuke são do tipo que não ligam muito sobre formalidades, e estavam sendo lembrados por Ayuukas sobre suas posições como um rei e um embaixador.

Apesar de Ayuukas em si ser mente aberta quando se trata de etiqueta, ela também é muito exigente sobre o local e começou a encher eles.

“Especialmente o Deus Maligno Yuusuke, você não consideraria a nobreza do rei de um país e pensaria sobre a posição dele?” (Ayuukas)

“Uu…” (Yuusuke)

“Eu sei que você pode achar que é um saco fazer tais coisas, mas~~” (Ayuukas)

Respeitar o outro lado é uma forma de educação. Yuusuke que sabe que ele havia feito algo errado pendurou sua cabeça baixa.

“Subordinados do Yuusuke, vocês deviam estar avisando ele toda vez que ele fizer algo errado.” (Ayuukas)

Sabendo que Yuusuke havia vindo de um tipo completamente de mundo, os membros da Corps do Deus da Escuridão perceberam que a culpa foi repentinamente direcionada à eles. Apesar dela parecer uma criança de 12 anos por fora, ela havia vivido por mais de 3000 anos, logo a fala dela tinha uma presença formidável.

“Oba, Obaa-san, por favor deixe isso assim. Ele ainda é o embaixador de Fonclanc.” (Shinra)

Shinra é normalmente fraco contra a pregação de Ayuukas e estava coçando sua cabeça enquanto tentava acalmar ela. Como a miko, ela esteve observando os vários reis de Gazzeta, desde que ele era jovem ele foi disciplinado por Ayuukas, logo ele não subirá pela cabeça dela. (NT: Miko é aquelas garotas de templo; eu não entendi se quer dizer irritar ou simplesmente ganhar em raciocínio, mas é isso mesmo, subir pela cabeça…)

“Shin-boy, você também deve agir mais como um Rei. Se você realmente quer ir adiante com o Plano da Rainha Risha.” (Ayuukas)

“… Eu sei.” (Shinra)

“Plano da Rainha Risha…? É?” (Yuusuke)

“O plano da Rainha Risha, a unidade das 5 raças. Vocês não vieram aqui para convencer Shinra sobre isso?” (Ayuukas)

Depois de soprar o furacão da educação, um sorriso surgiu no rosto dela, e a Corps do Deus da Escuridão foi levada para a grande tenda no meio do acampamento.

Shinra entregou o trabalho de escoltá-los para Ayuukas no que ele foi aos seus subordinados para preparar a recepção.

“Você está bem? Yuusuke-san?” (Sun)

“Ahh, a sensação de vergonha depois de levar bronca de alguém mais velho depois de um longo tempo.” (Yuusuke)

Yuusuke respondeu com um sorriso esquisito no que Sun tinha uma expressão preocupada. Apesar de como as coisas chegaram nisto, eles ainda representavam seu país e vieram se encontrar com o Rei de Gazzeta para conduzir negociações importantes. Certamente eles tinham que refletir em suas ações.

Ele precisaria rever como ele deve agir ao redor das pessoas dentro do país, especialmente aquelas pessoas no palácio.

“Não~, eu só estava pensando em como aparências podem enganar…” (Sun)

“Trabalhando tão duro com um corpo tão pequeno.” (Yuusuke)

“Há um ditado, é o que está dentro que conta.” (Sun)

“Waha, isso é verdade. Shinra também foi ignorado facilmente, é melhor nós nos prepararmos.” (Yuusuke)

As conversas de boa fé entre o Rei de Gazzeta e o embaixador de Fonclanc foram feitas na tenda da cavalaria da lâmina branca nas margens do Lago Espelho de Lua.

***

“Ah, eu acabei de lembrar. Shinra, o que isto significa? Nem nosso rei conseguia decifrar isto?” (Yuusuke)

Era algum tipo de código? No que Yuusuke tirou o papel que Rei Esvobus havia passado para ele. Era um pedaço de papel que veio junto com a resposta à recepção do embaixador de boa fé. Era uma foto de uma garota com uma criatura estilo cachorro, de pé numa vasta pastagem verde cheia com flores de múltiplas cores.

“Isso é…” (Shinra)

“Ng? O que está escrito nisso–! Por quê você tem isso!” (Ayuukas)

Ayuukas que estava espiando, ficou vermelha no que ela gritou alto.

“Eh? Ayuukas-san, você conhece isto?” (Yuusuke)

“Si, sim… isto é…” (Ayuukas)

“São os rascunhos aleatórios da Obaa-san.” (Shinra)

“Awa~~ wa~~ não diga isso assim!” (Ayuukas)

O que se pensou uma vez sendo um código misterioso era na verdade o desenho de Ayuukas. A bruxa de Gazzeta que havia vivido por uma eternidade tinha uma cara de “eu sou um fracasso” no que ela cobriu seu rosto com suas mãos e recuou em velocidade total.

“… eh, eu deveria ter dito que era uma bela pintura ao invés disso?” (Shinra)

“É melhor parar de dizer qualquer coisa…” (Yuusuke)


Tradução: Thyros


Fontes
Cores