WCC – Capítulo 89 – As Ações Ocultas da Princesa Cantora?



Em acordo com o pedido de Fonclanc, os oficiais da Borda de Vento original que foram escoltados de Trent Rietta chegaram na cidade de Sanc Adiet, a data da reunião de emergência estava para ser feita 5 dias depois. Seguindo Valerie está Benefost, que era antigamente encarregada dos ex-oficiais militares de feras mágicas e subordinados.

Yuusuke havia apelado à Rei Esvobus, através de Violet, para conceder perdão à Benefost sobre o incidente de Trent Rietta.

O carisma dela dentro da organização era alto, logo foi determinado que seria melhor mantê-la viva. Atualmente, os ex-membros da organização foram sentenciados à trabalhos forçados nas minas enquanto Benefost agia como uma mediadora.

Valerie, que estava sob prisão domiciliar, teve que deixar para trás seus dois atendentes na casa de Elfdras localizada em Rinwaal. O ponto de ter ela vindo junto com Benefost era para servir como uma refém. Apesar de ter sido uma constrição desnecessária, era parte do preparativo deliberado para o cauteloso Rei Cliffzard.

Incidentalmente, o Oficial de Assuntos Gerais, Fortress, foi MEA, enquanto o Oficial Financeiro Airzah ainda estava DEA. (NT: Morto Em Ação; Desaparecido Em Ação)

“Yo, a quanto tempo.” (Yuusuke)

Valerie e Benefost pareciam estar nervosas sobre a reunião com o Capitão do Deus da Escuridão na instalação de detenção que acomodava aqueles de alto status, contudo depois que elas viram a atitude inalterada de Yuusuke, elas se sentiram aliviadas.

Seres humanos que tinham mudado sua personalidade radicalmente dentro e fora não são incomuns, ainda mais para aqueles considerados sendo heróis. Até uma pessoa cabeça fria que se banhou em conquistas gloriosas podia ter um lado brutal também.

Entre os rumores circulando sobre o Herói de Fonclanc, alguns deles eram perturbadores.

“Você está vivo e indo bem, estou impressionada, muito impressionada.” (Valerie)

“Hehe, vocês também parecem estar indo bem também.” (Yuusuke)

“Parece que sua sinceridade não mudou.” (Valerie)

“Bem, eu não sou bom com esses tipos de formalidades.” (Yuusuke)

Os oficiais de interrogatório e guardas de segurança estavam intrigados pela situação quando eles viram os cumprimentos amigáveis entre o Capitão do Deus da Escuridão e as testemunhas da Borda de Vento. Mas, isso também satisfez o pensamento “bem, é porque é o Capitão do Deus da Escuridão”. Parece que o jeito de Yuusuke de fazer as coisas se tornou algo conhecido entre os soldados.

***

Um rumor estranho concernente ao Capitão Yuusuke do Deus da Escuridão havia chego à casa do Marquês Vordat da família Ivors que era localizada oposta à casa da família Volace pelo através do palácio. Isto era sobre a identidade do Capitão Yuusuke do Deus da Escuridão.

Esta informação veio de um espião que havia infiltrado Gazzeta, haviam cochichos sobre um plausível deus vivo dentre Gazzeta e suas feições pareciam combinar com a aparência do Capitão do Deus da Escuridão.

Qualquer um pode ignorar isto se fosse apenas fofoca trivial nos bares, contudo a anedota amarrando o Capitão do Deus da Escuridão com o Deus Maligno que estava conectando aos eventos no país de Fonclanc e Blue Garden, até se estendendo para Trent Rietta e a destruição de Nossentes, então esta besteira não pode ser ignorada.

“A batalha na grande parede de Paula, a cidade subterrânea de Fonclanc, o Parlamento Divino de Nossentes, até a instalação de Feras Mágicas…” (Vordat)

A informação do Parlamento Divino de Nossentes relacionada com o Deus Maligno havia sido resumida em detalhe, contudo essa informação não havia sido solta publicamente, o que era mais provavelmente mantida sob panos por Rei Esvobus. Ao saber dos conteúdos internos, o Marquês reconheceu que o julgamento do Rei estava certo.

“Contudo, ainda há algum uso na informação.” (Vordat)

O Marquês considerou que a informação não devia ser usada descuidadamente até haverem mais detalhes sobre ela, logo ele instruiu a continuação da reunião de informação sobre o Deus Maligno.

***

Depois de receber as especificações das feras mágicas modificadas do grupo de Valerie e analisando o relato de investigação de Trent Rietta sobre a questão, o fato porque as feras mágicas modificadas não foram afetadas pela flauta mágica foi revelado. A razão era simples, essas eram feras mágicas que não passaram pelo treinamento.

As feras mágicas que foram criadas na instalação de feras mágicas eram sujeitas à treinamento implícito para seguirem instruções da flauta mágica para que elas fossem capazes de agir como unidades de feras mágicas. Contudo, quando o acidente ocorreu na instalação, dentre as feras mágicas que escaparam, um número dessas feras ainda tinha que passar por este treinamento.

Nascidas com alta resistência à artes divinas, criadas das feras mágicas modificadas treinadas que possuíam habilidade anti-artes divinas, esses monstros de 2ª geração que tinham esse tipo de habilidade estavam aumentando, esta era a informação que Trent Rietta e Fonclanc ganharam de sua pesquisa.

Diferente do estilo de entidades de lobo solitário que essas feras mágicas foram uma vez, esse tipo de 2ª geração foram criadas em um bando juntas desde o nascimento. Isto havia resultado nos frequentes ataques por feras mágicas modificadas que foram supostamente feitos por causa de comida para suas crias.

“Elas estão envolvidas com as pessoas que haviam escapado junto com as unidades de feras mágicas?” (Yuusuke)

“O paradeiro do oficial financeiro é desconhecido, até agora não houveram quaisquer testemunhas de um usuário de feras mágicas entre as hordas de feras mágicas. Mais provavelmente não há quaisquer conexões.” (Valerie)

Quando o Oficial Financeiro Airzah escapou de Rinwaal, ele havia levado uma dúzia de feras demônio junto, logo é conhecido que ele teria 1 ou 2 usuários de feras mágicas. Mas agora foi confirmado que essas hordas não estavam sob influência humana, as flautas mágicas eram inúteis desde o começo.

“Isso… possivelmente quer dizer desaparecido para sempre?” (Yuusuke)

“Parece ser assim para o lado de Trent Rietta.” (Valerie)

O grupo do oficial financeiro parecia estar seguindo em direção da colônia da organização, logo eles teriam que passar através da área de instalações de feras mágicas.

Isso deveria ser tão simples quanto só reunir aquelas feras mágicas juntas e atacar eles de uma vez só, facilitado pelo fato que as feras mágicas escondidas iriam se reunir quando elas ouvirem a flauta mágica. Contudo, a realidade era diferente, não se sabe se eles haviam virado comida para as feras mágicas quando eles chegaram na floresta.

Em qualquer caso, a subjugação das feras mágicas se tornou muito mais difícil. Medidas além disso teriam que ser consideradas em seus planos.

“Como eu esperava, eu não posso pular pela criação de armadura.” (Yuusuke)

Olhando para a situação atual, Marquês Vordat não agirá até um pedido formal ser feito. Pensando em polir sua ideia em segurança, Yuusuke seguiu de volta ao palácio da instalação de detenção.

***

No que Valerie seguiu de volta para sua terra natal, um anúncio foi feito que Fonclanc e Trent Rietta trabalharão juntos contra o desastre de feras mágicas de Kaltsio, e com a aprovação da ativação do negócio de veículos motorizados no distrito dos plebeus, Yuusuke começou a recrutar funcionários e ganhar publicidade.

O protótipo de trem seguiria uma rota dedicada, seu exterior terminado havia sido instalado com uma variedade de anexos. Decretando a política de contratar funcionários era para ajudar os soldados à lidarem com os problemas na cidade.

Por outro lado, alguns dos membros das corpos acreditavam que o Capitão do Deus da Escuridão havia deliberadamente dado flautas mágicas defeituosas no que ele havia sabido que as forças especiais estavam sob as facções da oposição, contudo a maioria dos soldados acreditavam que isto era um rumor falso.

Isso foi devido ao recrutamento de funcionários sob os membros da Corps do Deus da Escuridão incluindo Vermeer, que esteve espalhando a atitude da Corps do Deus da Escuridão, logo a personalidade de Yuusuke havia sido transmitida pelo tabuleiro. Se foi por acidente ou não, o plano anterior de Violet definitivamente se pagou.

Até entre as corps do palácio, o herdeiro da distinguida família de Volace, Hivodir, era próximo de Yuusuke, haviam rumores céticos dos anéis de artes divinas.

Esses rumores perturbantes estavam sendo espalhados pela facção Anti-Corps do Deus da Escuridão, para poder fazer uma razão para interrogar o Capitão do Deus da Escuridão, contudo haviam poucos que concordaram em começar até uma pequena sessão de interrogação.

Mas para poder ter uma desculpa plausível para se ter um interrogatório, era necessário continuamente erguer suspeitas contra o Capitão do Deus da Escuridão, logo a necessidade de espalhar boatos.

Se tratando desses tipos de passos, Yuusuke não ligou com quaisquer ações particulares que ele não sabia como lidar. Ao invés disso, ele continuaria à ligar para o conselho do povo que ele reuniu ao seu redor enquanto continuava com sua rotina diária.

Dentro da facção Anti-Deus da Escuridão, aqueles que estavam aliados com a família Ivors, nem todos concordavam com as ideias do Marquês Vordat.

Haviam aqueles que eram endividados com a a família Ivors, aqueles com razões comerciais, aqueles que eram invejosos de Yuusuke que tinha a atenção de Rasanasha, que sentiram que essa era uma chance para explorar isto.

No que o Deus da Escuridão continuou com sua rotina normal, eles estavam armando uma armadilha contra a facção Anti-Corps do Deus da Escuridão no escuro.

Os movimentos internos da facção do Marquês Vordat estavam todos nas palmas de Rasanasha, no que ela tinha a permissão de Yuusuke e Violet para nivelar a facção Anti-Deus da Escuridão.

“Isso não será muito perigoso?” (Yuusuke)

“Ufufu, eu sei.” (Rasanasha)

Enquanto Yuusuke estava preocupado, Rasanasha havia pisado na mansão de um aristocrata localizada no distrito médio.

***

14º dia do mês de vento de Fyolnar~~

Alguns dias após a chegada do calendário da Escuridão à terra de Kaltsio. Na cidade de Sanc Adiet, fogueiras estavam acesas por toda parte, do amanhecer ao entardecer. A praça da torre de observação estava mais lotada do que o de costume, quase o dobro de sua população. (NT: Essa escuridão deve ser por ficar escuro, não o mesmo da Corps do Deus da Escuridão… acho)

A Corps do Deus da Escuridão havia mantido o tópico do veículo motorizado um segredo enquanto realizava as corridas teste, e havia finalmente começado à operar comercialmente.

“Como eu esperava, a primeira pessoa à andar sou eu!” (Violet)

“Bem, isso também é para publicidade.” (Yuusuke)

2 veículos foram preparados para serem usados. O trem começaria da torre de observação onde iria através de metade da cidade e seguiria em direção de onde o rancho ficava, o veículo pararia temporariamente em cada ponto de parada enquanto uma checagem seria realizada para ver se não havia qualquer problema. Isto serviria tanto como uma forma de garantir a manutenção adequada e determinar o que precisava ser melhorado no futuro.

Lâmpadas Rin foram usadas como os faróis, vozes de admiração podiam ser ouvidas dos espectadores. Este veículo motorizado tinha um tipo único de iluminação para a noite, criando um tipo completamente novo de atmosfera.

“Você vai andar nele, Yuusuke?” (Violet)

“Eu tenho que ir resumir um relatório para a transmissão.” (Yuusuke)

“Hmm, nesse caso eu curtirei ele com Sun então.” (Violet)

“Se cuide, Yuusuke-san.” (Sun)

“Ah, eu irei~” (Yuusuke)

As escoltas de Violet incluíam Sun, Kreivol, alguns membros da Corps de Fogo e os subordinados de Isotta como transmissores, eles ocuparam o primeiro carro que começou sua viagem ao rancho. Seguindo atrás estava o segundo carro, que estava cheio com grandes pessoas e o público geral, no que viajou até o 1º ponto de parada.

As luzes das chamas do veículo motorizado e a fogueira na praça da torre de observação se misturaram. Enquanto via eles partirem com uma emoção profunda, Razsha estava de pé ao lado de Yuusuke com o bracelete preto como um testamento de seu status de escrava.

“A condição da lâmpada rin está ótima, certo.” (Razsha)

“Não está mal, mas não exagere.” (Yuusuke)

“Não se preocupe, eu estou muito bem com isso.” (Razsha)

A lâmpada rin que foi usada como a iluminação do veículo requeria musgo solar, de algum modo eles haviam conseguido seu cultivo.

Este foi o resultado de Razsha trabalhando duro no laboratório todo dia. Os contêineres que foram usados para transportar o musgo solar também preveniam ele de secar e foram previamente pedidos de Trent Rietta.

“Eu acredito que aqueles que são pegos dentro de 10 minutos podem ser usados para o veículo motorizado, se não houver o suficiente nós podemos importar mais de Trent Rietta.” (Razsha)

“É.” (Yuusuke)

Os dois tiveram uma conversa amigável. Nesta hora, Yuusuke não estava ciente que uma fina camada de lágrimas havia aparecido nos olhos de Razsha.

Isso não era devido à sonolência ou tristeza. A ela de meio ano atrás não podia nem imaginar a vida que ela estava vivendo agora. Sem perceber, ela havia ganho um trabalho recompensante, logo ela estava feliz. Essas eram lágrimas de gratidão.

“Obrigada, Yuusuke…” (Razsha)

“Ng?” (Yuusuke)

“Sim? O que aconteceu?” (Yuusuke) (NT: … eu odeio essas quebras de linha…)

“Nada, é só o gás…” (Razsha)

Razsha começou a olhar estranhamente para a aparência de Yuusuke no que ele inclinou sua cabeça em confusão.

***

No que o negócio que o Capitão do Deus da Escuridão havia começado foi bem recebido pelo público geral e soldados comuns, Marquês Vordat começou a ficar inquieto no que os rumores infundados que ele criou não estavam espalhando. Esta noite o Marquês seguiu para a sala usual no palácio, onde a reunião de pessoas costumam começar o tópico em questão.

“Há alguns rostos faltando, ainda não é a hora da reunião?” (Vordat)

“Não, isto é tudo que há. Aqueles que não estavam aqui haviam enviado anteriormente seus seguidores como representantes, eles em si saíram…” (Brandon)

“Não me diga que eles desertaram para o outro lado.” (Christopher)

“É o que parece… eu acho que você pode dizer isso.” (Vordat)

Aqueles soldados que estavam encarregados de administrar e os mercadores envolvidos em comércio eram aqueles que estavam faltando.

A política de Rasanasha de deixar a operação da administração dos veículos aos soldados encarregados de administração e a administração do negócio aos mercadores foi um sucesso.

Para poder assumir o controle, um número de pessoas era requerido com os vários departamentos do palácio, logo ela havia mirado naqueles nobres inferiores na hierarquia, especialmente aqueles que eram alinhados com a facção Ivor do Marquês Vordat.

Apesar de estar na facção Ivor ter seus próprios benefícios, o negócio que a Corps do Deus da Escuridão trouxe à eles mais riqueza. O veículo motorizado, não importa de onde você suba, custa 1 shouka verde por pessoa, o que é barato o suficiente para o público geral poder usar sem pensar muito. (NT: Ele fala “usar de coração leve”, que eu não lembro de nenhuma expressão agora que signifique isso)

Devido ao grande sucesso da inauguração, a caixa para colocar a tarifa foi preenchida em menos de meio dia, o que causou algum problema no que precisou ser substituída durante o meio do caminho.

Depois que as lojas de rua fecharam durante as horas noturnas, o número de clientes andando não cessou, a conveniência de andar no veículo motorizado era intimamente conectada com as vidas das pessoas dentro da cidade para ir e vir de suas casas para seus locais de trabalho todo dia, logo ele continuaria à se desenvolver no futuro para realizar a resposta.

Devido à esta razão, eles haviam determinado os prospectos do Capitão do Deus da Escuridão e escolheram não atender quaisquer reuniões da facção Anti-Deus da Escuridão.

“Aquele negócio de transporte motorizado é um negócio tão lucrativo assim.” (Brandon)

“No fim, é só uma empolgação da plebe, visando o lucro à curto prazo.” (Richard)

“Aquelas pessoas ingratas que haviam esquecido todos os favores que nós demos até agora.” (Christopher)

“Bem, nós só temos que continuar observando a situação sem deixar quaisquer detalhes de fora.” (Vordat)

Aqueles que haviam se reunido aqui recitaram o slogan da facção Anti-Deus da Escuridão depois de soltarem sua raiva acumulada, eles começaram suas próximas atividades debatendo sobre os planos futuros.


Tradução: Thyros



Fontes
Cores