WCC – Capítulo 73 – Estratégia de Controle da Instalação



Depois de passar uma noite inteira guiando o grupo de investigação pela passagem subterrânea, a Corps do Deus da Escuridão havia chego na instalação de fera mágica. No andar superior do Palácio de Volance, dentro dos alojamentos privados do rei, Rei Esvobus estava tendo uma reunião secreta com Reifold.

“Parece que os subordinados dele entenderam errado a situação dele.” (Reifold)

A observação havia começado desde o encontro entre Yuusuke e Reifold perto da floresta de Rufk, esta resposta foi entregue no outro dia através de Reifold durante o incidente de Driadria. Yuusuke, que era meramente um plebeu que havia recebido esses “poderes”. Das velhas histórias que estavam sendo passadas de vários lugares, o “Deus Maligno” sempre faria uso e entenderia seu “poder”.

“Sobre aquela coisa~~” (Reifold)

“Eh, eu não falei com ninguém ainda. Mas… eu acredito que eles já tenham conseguido o poder requerido.” (Esvobus)

“Gazzeta, é…” (Reifold)

“Também a Rainha de Blue Garden. Originalmente, o poder que ela está manejando deveria ter sido quebrado e drenado embora.” (Esvobus)

Rei Esvobus soltou um suspiro no que ele começou a entender as ditas ações deles. Reifold usando sua técnica de ilusão não era particularmente a instrução do Rei.

A aceitação para a missão do bloqueio das instalações era ultimamente numa forma de persuasão de assunção. Reifold estava pessoalmente curioso sobre a existência do deus maligno, então ele tentou fazer um teste simples.

Sendo invocado de algum outro mundo, Yuusuke era visto como um plebeu que possuía o “poder do deus maligno”. Zeshald, enquanto preocupado sobre o “despertar do Deus Maligno”, escolheu não vocalizar suas preocupações já que ele não tinha informação o suficiente.

Rei Esvobus lembrou Reifold de não fazer mais nenhum interferimento imprudente e aumentar a vigilância ao redor de Yuusuke como uma forma de guarda-costas.

O selamento das passagens secretas da mansão de Yuusuke estava quase pronto. Soldados, cujos únicos deveres eram monitorar a mansão, foram adicionados nisso sem cerimônias.

“Se ele fosse ser tomado e sofresse lavagem cerebral por Gazzeta, isso se tornaria um grande problema.” (Rishause) (NT: Sim, aparentemente mudou a conversa)

“… esse seria o pior caso em muitos jeitos diferentes.” (Esvobus)

“A história de Kaltsio foi construída nos Deuses competindo, usando peças de Deus para supremacia, você não é uma exceção no ato.” (Rishause)

“Desejar ou não, é… não dependa de Zeshald agora.” (Esvobus)

A verdade religiosa sobre os 4 deuses que Rainha Risha havia dito. Volnar – deus do fogo, Shalnar – deus d’água, Zalnar – deus da terra, Fyolnar – deus do vento.

Cada um dos símbolos das diferentes artes divinas são representados por usuários de artes divinas antes da fé divina ter sido criada. Os ancestrais dos conselhos Divinos de Nossentes, aqueles que haviam fundado a fé dos 4 grandes deuses, eles criaram o conceito de poderes abençoados às pessoas de artes divinas e assassinaram a existência do deus maligno Bruxo, e sob sua liderança, eles crianças a fé dos 4 grandes deuses para guiar as pessoas.

Ao usar o poder do deus maligno, alguém podia se tornar o governante supremo daquela era. Isso como um inimigo, um aliado, um ponto de término, um ponto de começo, um objeto de proteção, um alvo à ser derrotado, a era será moldada por aquele deus maligno com os vários jeitos que ele sabe.

“Que tipo de existência é Yuusuke, ele é um avatar do Deus Maligno?” (Esvobus) (NT: Eu também não faço ideia de quem está falando, onde eles estão nem nada… para ser sincero, faz uns 2 capítulos que eu cheguei onde tinha parado de ler antes, então também não sei como a história se desenrolará)

***

Meio-dia, um dos grupos investigando que chegou na instalação de fera mágica parecia estar em solos de preparação para a busca pela instalação. Para poder assegurar e estabelecer uma base de operações dentro da segurança da instalação, eles limparam o caminho de mato próximo da entrada para assegurar seu lugar de descanso.

No que Yuusuke chegou, ele imediatamente entendeu a escala bruta da instalação. Uma caverna natural havia sido usada para guardar a base, com muitas passagens subterrâneas sendo feitas por homens, usando o menu de customização, ele podia ver o mapa da estrutura inteira da instalação, de quartos à passagens.

“Capitão, os preparativos da Corps estão todos feitos.” (Vermeer)

“Entendido. Eu abrirei a pista de entrada, informe o primeiro grupo.” (Yuusuke)

Para os procedimentos de captura, ele usou o menu de customização para bloquear todas as outras entradas. Depois de bloquear um certo alcance da instalação, eles começaram a forçar adiante uma busca. Sem saber o que poderia acontecer além de conectar o objeto feito por homens, eles começaram a confiar no grupo de Shinra nesse aspecto.

Primeiro eles começaram sua exploração ao delimitar as passagens do primeiro andar, que se estendiam da entrada aos corredores interiores, de lá elas se estenderiam até a passagem horizontalmente e criam uma parede para um bloqueio. Depois de assegurar as passagens, eles iriam então começar a buscar os quartos individuais.

Porque eles não podiam entrar todos de uma vez, cada grupo fez um ciclo de rotação e seus membros tomarão turnos para serem responsáveis. Os grupos menores seguirão para a segurança e assegurarão quartos para caçar pelo que remanesceu, medidas estavam sendo tomadas para que não houvesse qualquer grupo que se moveria sem permissão.

“A passagem do primeiro andar foi assegurado com segurança, por favor confirme.” (Shinra)

“Ngh, devo abrir estes quartos laterais?” (Yuusuke)

“A segurança está confirmada~, de algum modo há um lugar de descanso de guardas, isso não é uma coisa boa ~ espere garoto, por que você está reclamando.” (Ayuukas)

“Haha, bem, próximo.” (Yuusuke)

A Corps do Deus da Escuridão estava comandando as tropas na superfície, enquanto Yuusuke estava armando a região bloqueada dentro da instalação, para poder controlar a situação, Vermeer e Fonke tiveram que fazer viagens de ida e volta do local à superfície como mensageiros.

Devido à presença do Deus Maligno, as feras mágicas não pareciam estar se aproximando, ninguém entendeu o que estava acontecendo. Mas, eles ainda estavam sendo vigilantes como é a fundação básica.

E nesse ritmo, a maioria dos quartos diante da passagem do primeiro andar estavam sendo revistados e explorados sem encontrar qualquer problema. Assim que o primeiro andar foi completamente explorado, eles começaram preparações para a exploração do porão da instalação como a próxima localidade.

“Capitão, de algum modo parecem ter duas feras mágicas lá na frente e atrás do corredor direito.” (Isotta)

“O corredor direito, huh… esse não é o lugar mais próximo que é conectado com as escadas descendo?” (Yuusuke)

Pelo bem da segurança, ele primeiro havia colocado uma parede de bloqueio no corredor direito. Depois de afirmar a segurança do corredor esquerdo, ele empregaria as tropas. Depois de empregar as tropas na frente do corredor, depois ele iria abrir o corredor direito e subjugar as feras mágicas.

“Você não acha que se nós fossemos assumir não seria mais rápido?” (Shinra)

“Não seja precipitado…” (Yuusuke)

Yuusuke recusou a proposta de Shinra para ajudar, no que ele não queria se destacar. Apesar deles terem concordado em cooperar com Gazzeta, eles nunca estiveram numa posição confortável porque em sua terra natal, Gazzeta é vista como um grupo hostil. E eles não querem estímulo demais.

O grupo de Shinra seguiu de volta para a superfície para o dever de tocaia, no que a maioria concordava com isso.

“Isso dito, no caso de um em mil de ficar perigoso, nós gostaríamos que vocês ao menos fiquem em espera na entrada da passagem.” (Yuusuke)

“Fue, tudo bem.” (Shinra)

***

Diante da parede em direção do corredor direito, o grupo explorador se reunião para sua primeiríssima batalha anti-fera mágica, eles começaram a se reunir e preparar, especialmente aqueles com experiência. Como eles haviam visto o grupo de Yuusuke seguindo para a instalação, a força de ataque estavam tomando preparações para apoiar em qualquer situação, se alguma tivesse ocorrido.

Assim como planejado, eles empregaram os atacantes de artes divinas no corredor esquerdo para um ataque simultâneo. Mesmo que a fera não seja morta por ataques à distância, considerável dano terá sido feito e a vanguarda seria capaz de completar a subjugação da fera enfraquecida.

“O posicionamento do grupo de ataque está completo.” (Vermeer)

“Okay, eu abrirei o bloqueio.” (Yuusuke)

Com o sinal de Yuusuke, a parede começou a brilhar e desapareceu junto com as pequenas partículas de luz. Da escuridão do corredor direito, o resmungo da fera mágica podia ser ouvido. Depois de confirmar a localização do alvo, os primeiros ataques de artes de chama foram soltos.

Depois de 2 ondas de balas de chamas serem disparadas, as lâminas de vento vieram e seguida, por último, porém não menos importante, pedaços de gelo que foram formados ao congelar bolas d’água estavam sendo disparados.

“Está vindo!” (Isotta)

“Tomem cuidado com a coisa atrás dela!” (Francejo)

Duas feras mágicas neste corredor pequeno. Devido ao seu corpo enorme, a maioria dos ataques surpresas haviam atingido a fera mágica da frente, enquanto aquela atrás estava praticamente ilesa e correu em direção dos atacantes. As vanguardas usaram artes divinas de fortalecimento e ergueram suas armas para receberem o assalto, enquanto a segunda onde de ataques veio voando por cima de trás.

A fera se aproximando puxou suas garras do chão e abaixou sua pose para evitar as balas de chama e lâminas de vento vindo, no que ela saltou no ar.

“oOOOOOO!” (Flufi)

“Oy, Bourem, não mergulhe tão irracionalmente!” (Francejo)

O antigo aventureiro saltou do corredor esquerdo à passagem principal para encarar a fera mágica de frente. (NT: Nilton se chamava Bourem? Ele ganhou um nome!?)

Sacudindo seu companheiro que tentou pará-lo, ele cortou no flanco da fera mágica. Contudo, devido ao seu enorme corpo e pelo robusto, sua espada só infligiu um leve corte no que sofreu rebote. Então, a fera que foi ferida pela primeira salva de ataques começou a se aproximar.

“Se abaixem rápido! Se vocês estão aí, nós não podemos atacar usando artes divinas!” (Francejo)

“Uoooo!” (Doge)

“Droga… vamos ir e apoiar! Restrinjam o ferido.” (Francejo)

No momento que a fera vigorosa e ilesa aterrissou, ela mudou seu alvo para as presas sem poder. Seus caros membros do grupo estavam tentando cobrir Bouremzap, o antigo aventureiro ousado que havia inconsequentemente surtado, no que ele tentou restringir a fera mágica. (NT: O nome dele é pior, é Bouremzap… que caralhos…)

O pequeno espaço aberto no corredor repentinamente virou um combate corporal~~

“Shinra!” (Yuusuke)

“Hou.” (Shinra)

Shinra e seus guerreiros artless imediatamente responderam ao chamado de Yuusuke. O guerreiro artless tomou a oportunidade e usou seu escudo para bater na narina da fera mágica enquanto acertava a coroa de sua cabeça com sua espada, no que os mercenários conjuravam suas artes divinas e usavam suas lanças para espetarem a fera mágica e selar seus movimentos.

Devido àquele poderoso acerto, isso fez a fera mágica cair de costas em sua bunda, como se estivesse numa posição sentada.

“Agora!” (Shinra)

Sem um momento de atraso, o guerreiro artless recuou no que o multi-fogo de artes divinas foi liberado na fera presa para finalizá-la.

Do outro lado, a fera mágica que foi cortada por Bouremzap usou suas garras e bateu na espada. Ela então adotou uma postura baixa com suas presas prontas para atacar à qualquer momento, mas repentinamente saltou para trás, como que sabendo que havia perigo.

“Oh, esse camarada está se adaptando.” (Shinra) (NT: Eu não sei se era um ‘pensamento’ ou uma “fala”, porque começou ‘assim e terminou assim”, vou chutar fala)

Shinra, que estava segurando sua espada branca veio cortando, enquanto julgava que esta fera mágica havia experiência de batalha com humanos devido aos seus movimentos ágeis.

Ferramentas foram criadas por humanos, já que nós somos animais que tem corpos vulneráveis que precisam de proteção, para ir contra esta falta de poder, nós tivemos que ganhar força poderosa para lutar contra feras mágicas. Mas ainda assim, para usar uma lâmina contra o couro de ferro e os dentes perfurantes de uma fera com um corpo humano que é frágil e facilmente quebrado.

Shinra sacou de volta sua espada que havia afundado no chão e começou a armar sua postura, no que a fera mágica recuou lentamente enquanto resmungava.

Imaginando de onde este frágil humano que vestia uma armadura de couro escarpado e não tinha qualquer presença que se meteu na luta. No que ela acreditava que a luta acabaria com ela mastigando ele em mil pedaços. Este era o olhar que estava representando atualmente os pensamentos da fera mágica.

“Uoooo~~” (Flufi) (NT: Eu nem sei qual é qual agora…)

Mudando seu alvo de morte de Shinra para Bouremzap, no que a fera mágica esquivou ao saltar de para trás longe de Shinra, que havia usado sua habilidade com espada nela. Bouremzap havia sido jogado de lado pela fera no que ela esquivou o golpe de Shinra, seus caros membros de grupo correram até ele. Ao mesmo tempo, a fera mágica chutou o chão e saltou até Shinra.

“Ngg!” (Shinra)

Buo~o~tsu, o som do vento sendo cortado pela greatsword que foi erguida acima da cabeça dele, no que Shinra aproveitou a oportunidade para acertar em direção do teto com toda sua força na fera mágica que estava atualmente no ar. O conceito de “exceção” dos humanos sem poder, não existe na mente da fera mágica.

Perplexa ao dano desconhecido que havia sido jogado em sua direção, a fera mágica estava se esforçando para tentar e se balancear da queda. E então, a greatsword que foi balançada com força total foi levada até ela. Zushin, o som do impacto, a fera mágica foi empalada no chão.

Meramente 2 golpes de espada. Se Bouremzap não tivesse atacado inconsequentemente, eles não teriam descoberto a força do guerreiro artless, aqueles que tratavam Gazzeta como hostis começaram a ter uma expressão tensa.

Ser hostil à Gazzeta, iguala confrontar os guerreiros artless. ‘Vocês tem a coragem?’.

“Oy! Porquê você pegou minha presa!” (Bouremzap)

“Pare, Bourem! Se acalme.” (Francejo)

O silêncio foi quebrado pelo membro mercenário que reclamou com uma voz brava. Bouremzap estava atualmente num estado de agitação devido à aparição do grupo de Shinra que apoiou e finalizou a fera mágica, enquanto os outros grupos mercenários e de aventureiros tinham vozes duvidosas de ser insensível.

Percebendo que isso resultaria numa morte inevitável, o caro companheiro de Bouremzap imobilizou ele e cochichou algo em seus ouvidos antes dele alcançar Shinra, o que fez seu rosto enrijecer. Num instante ficou silencioso. Dentro do ar cheio de tensão, Shinra e sua comitiva seguiram de volta para a entrada da passagem.

“Obrigado pelo trabalho duro… espera, você disse alguma coisa?” (Yuusuke)

“Fácil, este tipo de padrão não é algo difícil… mas, para empregar esse tipo de aliado, ele não é bruto?” (Shinra)

“Ng~ bem, essa foi certamente uma atmosfera perigosa.” (Yuusuke)

De algum modo parecia que Bouremzap havia se acalmado, no que Yuusuke olhou em direção do grupo mercenário e deu um passo para trás.

Os outros membros da Corps do Deus da Escuridão mais ou menos sabem sobre a situação dele, enquanto arriscar todo o resto à perigo, é difícil de culpar quem estava errado aqui.

***

Em seguida, os corpos mortos das feras mágicas foram processados e o primeiro andar assegurado foi reestruturado como uma base de operações para a exploração do porão. Enquanto Yuusuke estava delegando um quarto para cada um dos grupos, o líder do grupo mercenário à que Bouremzap pertencia veio para se desculpar.

“Eu sinto muito mesmo. Eu prevenirei ações inconsequentes de acontecer em batalhas futuras, por favor não nos exclua do time de exploração.” (Francejo)

De acordo com o líder do grupo mercenário, ele uma vez esteve num lugar perigoso, devido à isso ele treinou para aumentar suas habilidades como um aventureiro e se tornou um pilar do grupo, até agora ele esteve fechando um olho para suas ações inconsequentes.

Esta foi a primeira vez sendo inconsequente ao surtar, logo os outros membros estavam embasbacados.

“Bem, não é irracional.” (Yuusuke)

“Deste jeito, mais cedo ou mais tarde ele poderá ser morto numa luta com a fera mágica.” (Francejo)

O líder mercenário prometeu que Bouremzap viria pessoalmente se desculpar e ele seguiu de volta para seu grupo. E então, Yuusuke explicou e resumiu ao antigo aventureiro Bouremzap que a gangue de Shinra havia vindo investigar a situação na mata.

“Eu entendo sua resolução. Mas mais do que se colocar diante da batalha, claro que deve também haver timing apropriado para se separar de seus caros companheiros.” (Yuusuke)

“Ng~, eu pensei que não haveria qualquer problema por uma pequena separada.” (Shinra)

Yuusuke resmungou pelas palavras meio impiedosas de Shinra que vieram de sua boca depois de algum pensamento seco. Ayuukas suspirou enquanto ouvia o argumento dos dois.

“Não é fácil se acostumar à perder amigos próximos e pessoas amadas. Para poder não ser levado à insanidade, a pessoa precisa enganar seu coração.” (Ayuukas)

Este é o destino daquela que tinha que viver pela eternidade. Uma repetição sem fim de separação. Como alguém que sabia sua dor, as palavras dela tinham peso.

“Em qualquer caso, eu estou me sentindo com fome. O jantar está pronto?” (Yuusuke)

“…” (Shinra)

“…” (Ayuukas)


Tradução: Thyros



Fontes
Cores