WCC – Capítulo 61 – O que vem Depois de uma Nuvem de Melancolia



No lugar da rodovia, pequenos grupos de mercenários estavam reunidos, uma confirmação da área de busca estava sendo realizada. Uma pequena fortaleza que se misturava no cenário ao redor foi construída neste local inatural e estava sendo usada como a base frontal para a busca, água e comida eram trazidas ao lugar.

“Bem, nós vamos voltar primeiro.” (Yuusuke)

“Obrigado pelo seu trabalho duro! Deixe o resto conosco.” (Berenice) (NT: Eu não acho que tenha sido uma mulher, mas eu falei que ia usar esse nome e… bem, usei.)

Depois do dever de busca da Corps do Deus da Escuridão foi assumido pela tropa mercenária, eles tomaram a carruagem de volta pela estrada noturna para a cidade de transmissão. O grupo aventureiro que ainda estava no local continuou suas atividades. Parecia que a recuperação e o transporte dos corpos das vítimas terminará amanhã ou no dia seguinte.

“Sun foi dormir?” (Yuusuke)

“Sim, mais provavelmente ela está cansada de toda essa tensão.” (Aisha)

Yuusuke se sentiu aliviado depois de espiar e ver que Sun estava quietamente dormindo no colo de Aisha. No que ela continuou a deixar ela dormir até eles terem alcançado a cidade enquanto gentilmente acariciava a franja dela.

“Ah, erm, você gostaria de trocar…?” (Aisha)

“Não não não, está tudo bem. De qualquer jeito, ficará embaraçoso.” (Yuusuke)

Yuusuke brincou sobre isso no que ele viu Sun deitada no colo dela. Enquanto Isotta, que estava sentada diretamente oposta começou a encarar o colo de Yuusuke sem ele notar.

***

Logo antes da meia-noite, Yuusuke ainda estava acordado na cidade de transmissão planejando pela viagem de volta para Sanc Adiet amanhã de manhã, ao mesmo tempo ele estava comendo seu jantar tardio dentro dos alojamentos da filial da associação de comércio.

“Eu acredito que Sun foi bem.” (Yuusuke)

“Eu concordo, foi um trabalho até que bem feito.” (Shaheed)

“Só um tiro dela e a situação mudou.” (Vermeer)

“Ahm, muito obrigada.” (Sun)

Sun estava ficando embaraçada por todos os elogios que ela recebeu de todos. Para testemunhar uma cena assombrosa, sem mencionar um encontro com uma fera mágica em sua primeira missão, uma que era uma mutação feita para batalha, por alguma razão que parecia similar mas diferente à Yuusuke.

“Contudo, aquela fera… eu imagino quem havia controlado ela?” (Vermeer)

“Apesar de não parecer normal, o jeito que ela se movia parecia que alguém estava a controlando.” (Shaheed)

O tópico sobre as feras mágicas surgiu. Shaheed e Vermeer começaram a discutir o ninho artificial da fera mágica e sua habilidade única que podia obstruir artes divinas em si, o tópico havia se desenvolvido para que as feras mágicas possam ser treinadas militarmente já que seus movimentos pareciam sistemáticos.

“Há a fera mágica usada pelo exército…” (Vermeer)

“No pior caso, é a fera mágica que nós encontramos desta vez.” (Shaheed)

“No fim, para supor daquela vez, ambos lados podiam ter tido sucesso.” (Vermeer)

Em outras palavras, os pensamentos iniciais de Vermeer eram “obter a fera mágica” e “lidar com aquele controlando ela”, apesar de Yuusuke ter apontado que “a fera mágica tinha uma habilidade que obstruía artes divinas”, até agora ninguém havia sequer pensado sobre este tipo de situação.

Mas, quando se trata do uso de objetivos estratégicos, se ela podia ou não distinguir entre amigos e aliados, logo é difícil empregá-las. Mesmo que os espiões de Blue Garden tenham as usado para atacar os ranchos de Fonclanc, o quanto de controle eles tinham é desconhecido. (NT: Eu não lembro de comentarem algo sobre terem usado aquelas criaturas antes, mas é o que está escrito… ¯\_(ツ)_/¯)

Em outras palavras, mesmo que isso estivesse resolvido, seria difícil de lidar com elas como um forte recurso militar.

“Então a pessoa realizando este experimento pode estar em Trent Rietta.” (Yuusuke)

Em qualquer caso, agora eles tem que deixar para os superiores decidirem, no que Yuusuke já havia alcançado o objetivo de sua missão.

***

12º dia, mês de vento de Zalnar, noite ~~

Um grande número de refugiados que haviam fugido da destruição de Nossentes haviam começado a aparecer, enquanto Gazzeta não havia mostrado quaisquer sinais de grande movimento até agora. Depois de retornar seguramente para Sanc Adiet e reportando o término de sua missão. Os membros da Corps do Deus da Escuridão entraram em modo de standby, depois de deixar Sun na mansão, Yuusuke seguiu para seu quarto privado no palácio para mexer com a ferramenta que ele comprou na cidade de transmissão.

“Sun! Yuusuke! Ng? Onde está Sun?” (Violet)

Depois de fugir de seus estudos, Violet havia vindo para o quarto imediatamente no que ela viu que a Corps da Escuridão retornou.

“Ela parecia estar muito cansada, então eu deixei ela na mansão mais cedo.” (Yuusuke)

“Fumu, entendo… obrigada pelo seu trabalho duro.” (Violet)

Violet estava coçando sua bochecha enquanto olhava para Yuusuke brincar com as ferramentas. Parecia um cilindro com um guarda-chuva quadrado no topo cobrindo uma lâmpada suspensa em forma de parênteses. (NT: Ele comprou a porra de um lampião. É a desgraça de um lampião e o autor quer descrever de maneira fresca.)

Por fora parecia com uma ordinária lanterna comum, contudo quando as luzes eram ligadas, ela emitia uma misteriosa e pálida luz azul e verde.

“Lâmpada Rin, o que você vai fazer com isso?” (Violet)

“Oh, então isto é uma Lâmpada Rin.” (Yuusuke)

“O que? É possível que você comprou ela sem saber?” (Violet)

“Ah, porque parece divertido.” (Yuusuke)

É uma lâmpada geral que é comumente usada em cidades de Trent Rietta. É feita de um musgo chamado “musgo solar” que adere na pele do casco de uma árvore particular com um minério chamado “pedra d’água”, permitindo ela emitir luz. Isso dito, uma vez a cada 10 dias há uma necessidade de encher com água ao invés de óleo.

O musgo solar era uma fonte de luz que se pendurava em árvores, e só podai ser achado em partes do Mar de Árvores de Trent Rietta. Porquê a árvore requeria ambiente especial para crescer, isso tinha limitado o local de colheita do musgo.

Em adição, ao contrário de seu nome, o musgo solar era muito fraco à desidratação e secava facilmente. Diferente de outros países, há um clima úmido natural ao redor de Trent Rietta, logo era difícil de exportar isso.

Violet explicou que devido à essas razões, apesar da lâmpada Rin ser uma conveniente e segura ferramenta para uma fonte de luz estável, sem o uso de fogo, ela não era amplamente espalhada, só dentro da região de Trent Rietta.

Violet tinha um hobby de gostar de coisas inusuais, aparentemente ela havia anteriormente ordenado por correio uma delas, depois de obter uma com dificuldade, devido à claridade do quarto, ela não funcionou.

“Nós temos alguns pesquisadores que tentaram cultivar o musgo, mas não está realmente funcionando.” (Violet)

“Hmm, o musgo solar?” (Yuusuke)

Como a cidade de transmissão era a cidade de Trent Rietta mais próxima da estrada, a lâmpada que era usada é normalmente fácil de se encontrar. Mas, devido ao clima árido de Fonclanc, para usar e manter um certo número de musgos seria difícil.

Incidentalmente, a pedra d’água é facilmente disponível. Como não há outros usos para ela além da lâmpada Rin, apenas uma loja de ferramenta de entusiastas lida com ela.

“Vamos cultivar ela sob meu porão. Eu terei Razsha que tem tempo livre para cuidar delas na mansão.” (Yuusuke)

“Hohoho, isso é bem interessante.” (Violet)

Seria bom aliviador para ela que não está indo muito para fora, isto também pode ser capaz de ser usado para pesquisa química, no que Yuusuke viu o musgo solar através de um cilindro apagado que emite uma luz baixa.

Uma caixa de cultivação customizada seria necessária para poder preparar um ambiente adequado. Para fazer uso total da função de artifício, seria permitir a temperatura e umidade ficar constante e isso não deve ser difícil.

Se a cultivação tiver êxito, ela podia substituir a iluminação de uma árvore de óleo com esta conveniente fonte de luz.

“Eu gostaria de ir para Trent Rietta para examinar a ecologia do Musgo Solar.” (Yuusuke)

“Isso é verdade… mas o timing agora é ruim, espere até a situação se acalmar antes de ir.” (Violet)

“Ah é, tinha o incidente da fera mágica.” (Yuusuke)

“Uuu, umm.” (Violet)

Do começo de uma missão normal, que se tornou um extermínio de fera, mas acabou tudo bem no que Yuusuke murmurou. Mas primeiro o sucesso de Sun na missão deve ser relatado, para poder completar o primeiro passo do plano que Kreivol havia bolado.

“Eu tenho pena daqueles aventureiros que viraram vítimas…” (Violet)

“… Violet?” (Yuusuke)

Vendo Violet mostrando sua consideração para as vítimas do incidente, Yuusuke sentiu um pouco de desconforto. Anteriormente, quando Yuusuke havia sobrevivido a Fortaleza Gearhawk, Violet havia causado alguma fricção entre eles quando sentimentos de discordância haviam ocorrido, logo devido à isso ela começou a pensar sobre coisas.

A missão desta vez foi recomendada devido à sua segurança, mas ela acabou sendo uma missão bem perigosa. Devido à isso, Yuusuke estava confuso sobre a situação que havia tomado forma. Mas logo o suficiente, o ar começou a fluir entre essas duas pessoas.

<… isso não é como você.>

Yuusuke começou a mudar o tópico para poder mudar a atmosfera.

“Ah, erm Violet.” (Yuusuke)

“? O que foi?” (Violet)

“Logo aquela coisa entrará em produção.” (Yuusuke)

O novo protótipo do motor de artifício que foi confiado à Sorzak para P&D em breve ficará pronto, a essência principal era montar um contêiner nele. E isso dito, o kart pessoal de Violet entrará em produção.

“OHHH! Finalmente a coisa está no estágio completo, está pronto?” (Violet)

Yuusuke relembrou da hora que ele testou o sofá experimental de corrida livre, os olhos brilhantes de uma Violet excitada. No que não era uma boa ideia correr descontroladamente pelo corredor do palácio, eles começaram a discutir planos de fazer os experimentos em lugares como o campo de treinamento.

“Está indo de acordo com a previsão e atualmente está por volta da velocidade de jogging.” (Yuusuke) (NT: Meio termo entre caminhar e correr)

“Ohhh~~! Eu não posso esperar por isso.” (Violet)

A atmosfera fria anterior havia desaparecido.


Tradução: Thyros



Fontes
Cores