WCC – Capítulo 34 – A Curta Paz



“O que? No fim os rumores do fantasma eram apenas um pesquisador e feitos de crianças?” (Violet)

“Funcionou bem enquanto durou. Esta é a identidade de tais rumores.” (Yuusuke)

“Chato~~ Mas ainda é bem interessante ter uma cidade subterrânea, devemos ir tentar explorar o porão do palácio agora?” (Violet)

“O porão do palácio, huh…” (Yuusuke)

Alguns dias depois de resolver a comoção do espectro, Yuusuke estava atualmente enfiado em seu quarto depois que ele havia terminado seus deveres de patrulha no distrito da plebe. Ele começou a experimentar com a especificação da função de artifício em alguns itens merda, pelo propósito de testá-los. Violet estava atualmente passando o tempo no quarto dele, no que ela calmamente curtia seu tempo de conversa boba.

O local da mansão de Yuusuke foi decidido, e tudo que faltava era ela ser construída. Apesar de Yuusuke poder ter construído ela ele mesmo, devido à várias circunstâncias ele deixou os arquitetos artistas de terra trabalharem duro nisso.

As conversas entre a Rainha Risha de Blue Garden e Rei Esvobus haviam sido planejadas para serem realizadas daqui 2 ou 3 dias na Fortaleza Deernook. Os oficiais que atenderam a reunião perceberam que eles haviam julgado errado o poder de Yuusuke, devido ao puro tamanho e profundidade da Fortaleza Deernook.

Eles começaram a aconselhar o Rei à colocar em Yuusuke o peso e responsabilidade de um posto no ramo de expansão e desenvolvimento da cidade. Esses burocratas que haviam subestimado a presença de Yuusuke desde o começo do estabelecimento da Corps do Deus da Escuridão, eles não sentem vergonha de sequer agir depois de tanto tempo, mesmo quando era difícil, no que Violet é uma parede que conterá eles.

Os candidatos à noivo que não fizeram muito de um papel ativo na atividade de Yuusuke, queriam controlar ele com sucesso com a cooperação de Hivodir. Como a posição de Yuusuke não mudou mesmo, logo ele segue fazendo sua paz diária, como ir no distrito da plebe para se misturar e providenciar companhia para Violet.

É também uma das razões que ele queria construir sua própria casa. Com Violet querendo egoistamente monopolizar e manter Yuusuke sendo a causa principal.

“Hey Yuusuke, você é capaz de fazer uma versão de larga escala disto?” (Violet)

Violet estava brincando e se divertindo com figuras experimentais que foram feitas para se mexer. Ela podia ser vista puxando e segurando o fio que estava preso à figura experimental favorita dela. Sua favorita era uma “Nave Voadora”. No meio de um corpo em forma de disco haviam 4 buracos de abertura, dentro das aberturas foram construídas asas que rotacionam.

O Avião de Controle Remoto estava entre as coisas que Yuusuke havia visto em seu mundo original, então ele tentou reproduzir isso numa nave em forma de disco que era capaz de planar no meio do ar. Logo dizendo isso, ela esteve balançando para esquerda e direita enquanto flutuava no ar.

Violet que havia tomado gosto por esta nave inusual que estava flutuando no ar, colocou um fio nela e trouxe ela por aí. Era também bem refrescante no que flutuava acima da cabeça dela.

“Eu não acho que é possível. Apesar que é impossível andar em algo assim? Há vários perigos desconhecidos.” (Yuusuke)

“Fuee, que tal aquela coisa ali, com rodas que estão girando sem algo puxando?” (Violet) (NT: FUEEEEEEE!)

“Atualmente, isso é uma pesquisa em andamento, está nas fases de teste para bagagens.” (Yuusuke)

“Whoa! Como isso funciona? Ele consegue carregar uma pessoa?” (Violet)

Apesar das rodas do carro de carga estarem se movendo através da função de artifício, ele fica preso no momento que uma bagagem era colocada nele. Pelo que parece, movimento só pode ser concedido como uma função de artifício desde o começo, e quando uma carga extensiva era aplicada nele, ele pararia.

Logo, ao adicionar o peso de um objeto pesado antes de conceder o movimento de rotação para poder fornecer força o suficiente para as rodas, isso permitia à habilidade conceder resistência o suficiente ao peso para o movimento da roda em si, depois disso, removendo o limite de peso permitirá um aumento em poder.

“É um procedimento problemático, contudo o reverso tem uma segurança maior.” (Yuusuke)

Não importa a causa, deve ter um método de pará-lo não importa o que, no caso de causar um acidente trágico.

“Um acidente que poderia ser causado por uma carruagem fugitiva?” (Violet)

“Bem, por exemplo… ter um cabelo preso na rotação da hélice~~” (Yuusuke)

Depois de apontar que acidentes com cabelo de pé podiam acontecer, Violet começou a se preocupar desnecessariamente sobre a coisa acima da cabeça dela.

“Isso é uma coisa assustadora de se dizer.” (Violet)

“Bem, primeiro eu preciso achar um método para usar seguramente eles sem um risco de tais acidentes ocorrerem.” (Yuusuke)

Enquanto provocava jocosa e levemente Violet, Yuusuke colocou o mini kart automático completo no chão.

O comprimento inteiro era cerca de 50 cm, a largura era cerca de 40 cm e as quatro rodas tinham volta de 30 cm de diâmetro. Ele começou a aplicar o movimento de rotação nos pesos traseiros com uma carga de peso adicionada, no kart havia uma alavanca em forma de bastão que era um interruptor de ON/OFF.

“Então agora, ele se moverá?” (Yuusuke)

Yuusuke subiu no mini kart automático e sentou numa posição de pernas cruzadas, depois do que ele começou o movimento de ligar ele enquanto Violet estava assistindo em antecipação. A vibração de uma tentativa de rotação foi transmitida para a bunda dele.

“…”

“…”

O kart que estava carregando Yuusuke nem se moveu. (NT: Ele fala carro, toda vez, mas a ideia é brincar de kart, então eu deixei assim….)

“Nada aconteceu, certo?” (Violet)

“Hmmm.” (Yuusuke)

Percebendo que seu experimento tinha falhado devido ao peso de seu corpo, Yuusuke tentou sair do veículo, e no momento que o peso foi reduzido para o de uma perna dele, o mini kart começou a se mover para frente. Era uma vista divertida no que ele imediatamente tropeçou e caiu enquanto falhava em descer ao chão, então ele alcançou para a posição OFF no interruptor de movimento.

“Então a resistência de carga para as rodas não é suficiente…” (Yuusuke)

“Agora, me deixe andar nisso também.” (Violet)

Yuusuke começou a pensar que ele pode se mover levemente se uma pessoa fosse um pouco mais leve que ele. Enquanto dizia isso, Violet alegremente subiu no mini kart automático. Ele ensinou à ela como dirigir e ligou o interruptor de movimento no ON.

“OHH!” (Violet)

“Ah, era realmente por causa do peso.” (Yuusuke)

“Goro Goro” era o som que as rodas de madeira se movendo pelo chão de pedra. O mini kart estava se movendo num passo de uma pessoa normal andando lentamente com Violet nele. Violet, que estava animada, tentou se mover em direção da porta do quarto aberta e foi imediatamente para por Yuusuke.

“Espere um minuto, você está tentando ir para o corredor assim.” (Yuusuke)

“Eh, não me pare Yuusuke, eu quero ir pelo corredor assim.” (Violet)

Como era um kart pequeno e ela não estava sentada de perna cruzada, a calcinha dela estava plenamente visível de frente.

“Ainda que você seja uma princesa molecona, saindo assim você certamente achará seu guarda e treinador dedicado, Kreivol, virar um furacão de encheção.” (Yuusuke)

“Uuu… não há escolha então.” (Violet)

Relutantemente, Violet aceitou dirigir em círculos pelo quarto. Recentemente, Yuusuke ficou mais mole com ela.

“De qualquer jeito, eu fiz um tipo de motor. Veja aqui, é um tipo de mecanismo de transmissão de marchas que eu fiz apressadamente.” (Yuusuke)

“Hmm, eu não tenho ideia do que você disse… enquanto for necessário é bom, só faça com que seja o mais rápido possível.” (Violet) (NT: Violet vida loka)

Um item que era exibido demais foi feito, no que o prospecto inicial disso era ser usado como uma força para suprimir a luta em Paula, mas agora era tarde demais para isso virar uma força. Para poder esquivar da especulação burocrática, ele decidiu deixar a arquitetura da estrutura para outra pessoa, então permitindo Yuusuke ter reino livre em fazer qualquer coisa em seu próprio tempo.

Esta é a primeira criação, cálculos serão necessários para ser feito da imagem do veículo para a quantia necessária requirida para criar um veículo completo.

“Primeiro eu pensarei se isso deve ser criado de acordo com um nível de kart de parque de diversão.” (Yuusuke) (NT: Agora é realmente kart, mas foda-se)

Itens estilo balões que são cheios com hélio, com fios presos neles que flutuarão maciamente como a “nave voadora”. Yuusuke imaginou a visão pacífica em sua mente no que ele murmurou enquanto assistia Violet se divertindo andando no mini kart automático.

***

— Uma das vilas [Artless] em Fonclanc foi destruída —

Foi por volta da noite quando a mensagem urgente veio correndo ao palácio.

Num certo estande de comida onde usuários de artes divinas frequentam, seus investimentos que foram colocados em administrar a coleta da colheita da vila foi perdida, e parece que a maioria dos aldeões foram assassinados.

Pelos testemunhos dos sobreviventes, eles disseram que soldados clamando serem do exército de Gazzeta começaram o massacre dos aldeões depois de disser “aqueles [Artless] cuja lealdade não está com Gazzeta são todos inimigos”.

Imediatamente um grupo de times de investigação foi despachado, e assim que os burocratas e cavaleiros reais ouviram sobre isso, eles voltaram para casa para checarem seus fundos pessoais das vilas [Artless] que eles possuíam ao entrar em contato com aqueles que gerem elas por eles. Logo, o palácio repentinamente ficou barulhento.

O encontro com Blue Garden foi segurado, no que Rei Esvobus era cuidadoso sobre a informação ser ou não vazada, logo eles estavam aguardando pelo relato to time de investigação. As tropas de inteligência que estavam na cidade estavam reunindo os rumores se destacando entre o povo e sendo vigilantes.

“Sério! … a paz não dura muito.” (Yuusuke)

***

Yuusuke estava atualmente esperando na porta de carruagens do palácio com os membros da corps do Deus da Escuridão, para partir para a Vila Rufk numa pressa para buscar Sun. No ue a maioria das carruagens foram enviadas, Violet havia arranjado uma carruagem real que era para o uso oficial.

“Obrigado por dar uma mão, Violet.” (Yuusuke)

“Isto não é muito, vá rapidamente buscar Sun.” (Violet)

“Preparativos para assistência de movimento completos!” (Fonke)

“Capitão, nós podemos sair agora.” (Vermeer)

Comparado com carruagens normais, ela podia trazer sistemas completos de suporte de artes de vento e d’água. Vermeer estava iluminando o caminho, e sentado ao lado dele estava Shaheed com as rédeas como o cocheiro. Fonke estava envolvendo a carruagem com um filme de vento, enquanto Aisha estava continuamente recuperando a força do cavalo.

Isotta estava atualmente de reserva para quaisquer contatos de emergência da informação saindo do palácio, Yuusuke por outro lado estava relaxando enquanto confiava a jornada à eles.

“Soldados de Gazzeta… isso é a instigação de Shinra…?” (Yuusuke)

A carruagem real que estava carregando a Corps do Deus da Escuridão correu pela noite na única rodovia que levava para a Vila Rufk.


Tradução: Thyros



Nota do Autor: Este capítulo foi encurtado, mas ele representa uma abertura de um novo palco/arco.


Fontes
Cores