WCC – Capítulo 24 – Fortaleza Deernook



No que o festival da colheita chegou a um fim, Zeshald estava minunciosamente se banhando em atenção que o tesouro sagrado que foi supostamente concedido a ele pela rainha estava trazendo para ele.
Desde o anúncio da formação do [Espelho d’Água] no primeiro dia do mês de fogo de Zalnar, Zeshald esteve trabalhando quase sem folgas. Por causa da posição deles, alguns membros de trupes de elite secretamente vieram visitar ele sob o véu da noite para expressar seu interesse em virar um membro. Então, ele tinha que lidar com os visitantes independentemente se era dia ou noite.

Ainda assim, a aura de artes divinas que Zeshald tinha ao redor dele emitia o poder do tesouro sagrado. O artefato também acalmou ele no que ele acelerou o processo de recuperação do corpo, então Zeshald sentiu parte do poder do item com seu próprio corpo.

Apesar que, esses efeitos eram além do que Zeshald havia esperado do artefato, e o velho homem usou eles como parte de sua propaganda que, pouco a pouco, se espalhou entre os membros do [Espelho d’Água] e o povo comum igualmente. Esta inveja e admiração era uma boa ferramenta para aumentar a influência da rainha.

“Hmm, então a construção da Fortaleza Deernook começou renovada.” (Zeshald)

“Parece que Yuusuke-kun também está agindo.” (Reifold)

“É mesmo… nós criamos uma bela organização deste lado. A facção de Izapnar parece estar lentamente se preparando para algo.” (Zeshald)

“Eles estão agindo mais rápido do que eu antecipei. Isso tem que ser devido ao efeito do festival…” (Reifold)

Reifold, trazendo os últimos relatos de Fonclanc recebeu o relatório de Zeshald e seguiu em direção do templo de Shalnar onde rainha Rishause estava residindo.
Por se comunicar entre os ex-realistas e trabalhando como um mensageiro para a Rainha, Reifold também estava ativamente contribuindo para a ascensão ao poder da facção da rainha.

***

~Sanc Adiet, Palácio de Volance~

Na área de estacionamento no primeiro andar do palácio, as carruagens das corps de cavaleiros estavam alinhadas e prontas para partirem. Próximo da fila dessas carruagens estavam dois homens, um vestindo um uniforme de cavaleiro do palácio preto, o outro vestindo um vermelho.
Esses homens eram o comandante da corps da escuridão, Yuusuke, e um membro da corps de fogo, Hivodir. Desta vez, como um caso especial, Hivodir recebeu a posição de um comandante de esquadrão. Apesar da razão real da seleção dele estar, claro, relacionada com sua posição como candidato a noivo da princesa Violet.

Caso Yuusuke obtenha ainda outra conquista desta vez, ele seria capaz de ascender a uma posição social que permitiria que ele ficasse ao lado da princesa como um candidato a noivo. Precavido sobre isto, os candidatos a noivo ergueram suas vozes de preocupação durante um de seus encontros, chamando por um deles também participar nesta missão. Tristemente, não haviam voluntários.

Apesar dos cavaleiros do palácio serem poderosos usuários de artes divinas e terem a posição social dos elites, a verdade era que, além de treinos de combate simulado, eles não tinham experiência de luta real.
No que o lugar para onde eles seriam despachados era próximo da borda do país e provavelmente se tornaria a frente da batalha, não era estranho para eles hesitarem. No que o silêncio pesado descendeu na sala de reunião, Hivodir se voluntariou, dizendo “nesse caso, vocês me deixariam ir?”.

“Eu não esperava que você realmente viesse junto conosco.” (Yuusuke)

“Uhuh, eu também sou o candidato a noivo de sua majestade. Eu pensei que eu deveria me distinguir em serviço.” (Hivodir)

“Eu espero que nada realmente aconteça.” (Yuusuke)

“Hahaha. Seria legal se tivessem apenas inimigos o suficiente para ganhar minha conquista. Eu não ligo sobre mais nada depois disso.” (Hivodir)

Depois de trocar esta animada conversa, os dois caras subiram em suas respectivas carruagens. A corps do deus da escuridão deixou a área de estacionamento primeiro, acompanhada pelos cavaleiros que foram colocados sob o comando de Yuusuke pela duração desta missão. Ao todo, o grupo de Yuusuke era composto de vinte pessoas. O grupo de Hivodir, composto de trinta membros no que era acompanhado por servos e outros funcionários, deixaram a área de estacionamento após Yuusuke.

Dez carruagens, viajando separadamente em direção da Fortaleza Deernook, foram vistas partindo por um monte de pessoas no que elas estavam deixando a cidade mais tarde do que as forças de guarnição.

***

Um destacamento de olheiros usuários de vento de Blue Garden, estacionados próximo da borda do país no lado da rodovia até Paula reportou que Fonclanc está juntando tropas próximo da borda nacional e construindo algum tipo de fortificação. Uma larga quantia de matéria bruta também foi vista sendo trazida. Depois de fazerem seu relato, os olheiros estavam observando o local desde alguns dias atrás.
No que esta informação foi providenciada pelos olheiros no território inimigo, parecia que o plano para construir uma nova fortaleza com uma guarnição de soldados estava a caminho.

“Outro grupo novo chegou, certo?” (Tadeu)

“Ah, será que aqueles caras estão seriamente pensando sobre uma invasão!” (Bóris) (NT: Parando para pensar, devo só nomear os caras de ‘Olheiro A’ da vida ou nome aleatório não tem problema?)

O oficial comandante estava inspecionando a massa de tropas de Fonclanc através de um telescópio. Ele inintencionalmente ergueu sua voz em direção de seu subordinado no que ele estava observando as recém chegadas tropas que estavam saindo de suas carruagens.

“Aquele cara! Aquele cara preto, não é a corps da escuridão?” (Bóris) (NT: Sim, ele é o líder.)

“Aquele cara é o herói de Gearhawk!?” (Tadeu)

Seu subordinado, que estava próximo de seu capitão, confirmou Yuusuke através de um telescópio similar. Como eles tinham certeza que eles não se enganaram, eles chamaram pelo oficial de comunicações para passar essa informação para o quartel-general em Paula. No que os membros da corps do deus de fogo, os guardas reais de Fonclanc, também estavam presentes, algo grande estava obviamente acontecendo ali.

“Há rumores que este cara tem uma arte divina especial que permite que ele crie uma torre enorme em um dia.” (Bóris)

“Eu ouvi um número de rumores sobre isso eu mesmo. Alguns deles até mencionaram um poder monstruoso que ergueu uma torre num piscar de olhos.” (Tadeu)

Os boatos da torre de Yuusuke também alcançaram Blue Garden, apesar da parte de ‘ergueu instantaneamente’ ter sido tratada como um exagero ou figura de linguagem. Era pensado que descrevia uma composição de uma nova habilidade de construção e um tipo especial de arte divina para rapidamente realizar construção.

Enquanto seu subordinado estava falando com o oficial de comunicações, o líder dos olheiros estava continuando a monitorar o acampamento de Fonclanc em que o herói de Gearhawk havia acabado de chegar. Ele encarou em descrença no que as tendas foram repentinamente dobradas uma a uma.

Eles estão relocando? Eles não podem estar marchando adiante deste jeito, podem?, pensou o líder dos olheiros no que ele imaginou se a chegada do herói era um gatilho para algo.

“O que?!” (Bóris)

“Há quaisquer movimentos novos, senhor?” (Tadeu)

Dizendo para o oficial de comunicações esperar, o olheiro usou seu telescópio, que estava instalado próximo de seu líder, e inclinou sua cabeça de um jeito similar. Todas as tendas haviam sido removidas e a área estava vaga. Uma pessoa, vestida em roupas pretas, ficou sozinha no campo, suas mãos esticadas em frente no que o chão começou a brilhar, envolvida por um fenômeno misterioso.

“O que diabos eles estão fazendo ali?” (Tadeu)

“Eu não sei…” (Bóris)

O oficial de comunicação se agachou atrás dos dois olheiros cochichando no que ele cerrou seus olhos para ser capaz de ver as sombras das pessoas na distância.

***

“Bom, eu gosto como a parte do porão parece agora.” (Yuusuke)

“Você vai construir a fortaleza no topo disto? Eu não tenho a menor ideia de como suas artes divinas funcionam.” (Hivodir)

“Me deixa em paz!” (Yuusuke)

“A propósito, você criou alguns alojamentos de comandante apropriados?” (Hivodir)

Yuusuke primeiro criou as passagens e os quartos para o porão que serviriam como a fundação da fortaleza. Soldados estavam maravilhados pela vista no que eles encararam na vasta porção subterrânea da fortaleza, aparecendo diante deles. Aqueles que haviam visto a construção da torre de observação na praça tremeram, esperando pela construção da fortaleza em si.

“Okay, eu vou colocar a parte de cima. Apenas por precaução, todo mundo por favor vá para trás.” (Yuusuke)

Ao usar a referência do design da Fortaleza Gearhawk na janela de dados de item de mapa de seu menu de customização, Yuusuke realizou as checagens finais no menu para a construção da Fortaleza Deernook.

“Executar!” (Yuusuke)

Acima da fundação da fortaleza, uma enorme parede se esticou até o céu, envolvida por efeitos de luzes. Simultaneamente, as matérias-primas na área foram envolvidas pela mesma luz, e desapareceram. Antes de tarde os efeitos de luzes sumiram e uma enorme fortaleza ficou diante do exército em toda sua glória.
Os cento e vinte cavaleiros e pessoal de serviço que foram enviados para serem estacionados na fortaleza Deernook comemoraram barulhentamente, testemunhando a aparição de sua nova “casa”.

***

“Que diabos!?” (Bóris)

O olheiro líder gritou no que ele se levantou por puro reflexo após testemunhar tal vista. Esqueça sobre o telescópio, ele podia confirmar isso a olho nu, a fortaleza estava claramente lá.

“Então… não era… só um rumor?” (Bóris)

“Lí-líder! Por favor olhe lá, mais prédios apareceram.” (Tadeu)

Eles foram capazes de ver o canto direito da frente da fortaleza pelo ponto vantajoso deles. Assim como a fortaleza apareceu, muitas paredes de luz brotaram em sucessão ao redor da fortaleza. Alguns deles pareciam ter se tornado estábulos, enquanto outros viraram em algum outro tipo de instalações.
Finalmente, uma torre de observação de pedra surgiu acima da fortaleza e a área inteira foi envolvida com um fosso defensivo, e com isso o fenômeno misterioso acabou. Os cavaleiros de Fonclanc, que estavam dentre as premissas novamente saltaram ao trabalho.

“E-eles conseguiram construir uma fortaleza enorme…” (Tadeu)

“Me dá uma folga…” (Bóris)

O olheiro líder começou a suar no que ele ficou ciente de que ele estava de pé no aberto, indefeso, e apressadamente se escondeu entre uma formação de rochas. Contudo, ele ainda estava se sentindo desconfortável como se a fortaleza em si encarasse através das rochas diretamente nele. Ele teria certamente se sentido reassegurado se uma fortaleza dessas pertencesse aos seus aliados.
A fortaleza que só podia ser construída por seis a doze meses no ritmo mais rápido, foi erguida num instante. Mas, como ela foi construída no território inimigo, não havia nada para se ficar entusiasmado. (NT: Para fazer uma fortaleza assim leva um ano? Do zero? Os pedreiros lá são bem rápidos)

“Informe o quartel-general disto imediatamente. Nós continuaremos nossa vigilância por aqui.” (Bóris)

“Afirmativo!” (Jaime)

“Oh, parece que uma ponte levadiça acabou de aparecer.” (Tadeu)

Deixando a passagem de inteligência para o oficial de comunicações, os dois olheiros resumiram seu dever de vigilância. O céu que estava claro até ontem começou a escurecem com nuvens de chuva cinzas que estavam começando a conquistar a extensão azul.

***

Tendo construído a fortaleza e suas instalações, Yuusuke estava coçando fora enquanto a preparação do interior da fortaleza estava prosseguindo. Depois de guiar os cavalos até os estábulos e estacionar as carruagens nos galpões, Hivodir, por alguma razão, subiu a torre de observação e estava sobre-vendo seus arredores. A torre não tinha outro propósito senão observação.
Membros da corps do deus da escuridão começaram a se reunir ao redor de Yuusuke. Como Hivodir esteve ao redor de Yuusuke por um tempo, eles pareciam estar tendo problemas se aproximando de seu capitão.

“Muito obrigado, capitão.” (Vermeer)

“Eu não vi os poderes do capitão por algum tempo. Eles são fortes demais mesmo.” (Shaheed)

“Realmente, não importa como você olhe para isso.” (Fonke)

“É verdadeiramente ótimo que você é nosso aliado, capitão.” (Aisha)

Todos deram seus agradecimentos para Yuusuke. No que Yuusuke estava embaraçado por todos os elogios, Isotta repentinamente ficou de boca aberta no que ela notou algo, e uma expressão preocupada apareceu no rosto dela.

“Hmm,  o que aconteceu, Isotta?” (Yuusuke)

“Ah… Não, é só que… desde algum tempo atrás,a alguém esteve continuamente nos espionando.” (Isotta)

“É aquele lixo de Blue Garden. Eles provavelmente tem um posto de vigilância por perto.” (Fonke)

Isotta sentiu a presença do inimigo, que não era uma surpresa, dada a proximidade da borda nacional, então não havia tensão na resposta de Fonke. Isotta só estava surpresa que a sensação que ela sentiu não era as artes de vento usuais de observação mas a sensação de que [alguém estava observando ela].

“Hmm…” (Yuusuke)

“Mesmo que isso seja verdade, eu acho que nós estamos seguros dentro da fortaleza.” (Vermeer)

“Se você quiser, você pode dividir um quarto com o capitão.” (Fonke)

“Eh? Es-esse tipo de coisa! … É-é rude… Vo-você não pode fazer isso!” (Isotta)

Isotta gaguejou, assustada pela provocação de Fonke, enquanto Yuusuke estava inspecionando seus arredores, pensando se ele podia ou não criar algumas melhorias adicionais úteis.


Tradução: Thyros



Fontes
Cores