TYN – Capítulo 42 – A Vila da Peste



Nós estávamos acampando fora naquele dia.

“Nós fomos capazes de algum jeito nos livrar daquele monte ridiculamente grande de comida por um preço alto.” (Naofumi)

Como a fomo do sul já foi resolvida, nós viemos para o norte e vendemos.
Apesar de que ainda tem uma carroça de comida sobrando, é para aquele pássaro absurdamente guloso.

“Comida~~!” (Firo)

O pássaro enfia sua cabeça na carroça e começa a devorar.

“Delicioso~!” (Firo)

Eu já ouvi a frase irritante em algum outro lugar.
Apesar do crescimento dessa camarada ter acabado, ela ainda é uma gulosa. Todo dia custos com comida não são nada que dê para desprezar. Por outro lado, nós viajamos incrivelmente rápido.
Contudo, a carruagem sofreu por vários abusos devido à várias ações que foram feitas sem cuidado. Os custos de reparam também são meio altinhos…

“O que eu devo fazer?” (Naofumi)

Nesse caso, talvez a carruagem devesse ser feita de metal em vez de madeira.
Firo também estava reclamando quão leve ela é e considerando a maior durabilidade.
Raphtalia superou sua doença de movimento, mas a força-g da velocidade de puxada da Firo é ridícula.
Meu dinheiro tem acumulado legal. Estou ansioso para encontrar o Oyaji da loja de armas.
A loja de armas no centro da cidade do castelo vende as melhores armas. Eu não sei onde os outros heróis compram suas armas e armaduras, mas eu não achei uma loja que vendesse melhor equipamento que a loja de armas do Oyaji.

“Mestre~” (Firo)

Squish… Firo me abraçou e apertou suas penas na minha cara.
É o norte, então é um pouco frio. Logo, as penas da Firo que tem a temperatura do corpo dela são quentes e confortáveis.

“Ehehe~” (Firo)
“Muu….” (Raphtalia)

Por algum motivo, depois que eu sentei, Raphtalia também se pendurou em mim.

“Hehehe, todo mundo está quente e confortável juntos.” (Firo)
“Está ficando meio quente para mim…” (Naofumi)

Apesar que, eu não queria sair dessa posição porque está meio fresco.

“Firo, saia. A temperatura vai ficar ideal depois disso.” (Raphtalia)
“Não~, se alguém tem que sair, é a Raphtalia Onee-chan. Para de monopolizar o Mestre!” (Firo)
“Eu não estou monopolizando nada!” (Raphtalia)

Barulhento!

“As duas, vão dormir!” (Naofumi)
“Mas…” (Raphtalia)
“Mestre~ vamos dormir juntos~!” (Firo)
“Eu preciso preparar remédios antes de nós chegarmos na área leste.” (Naofumi)

Em resposta à larga quantia de ervas medicinais que eu consegui, eu comecei a misturar medicina para tratamentos prendadamente.
Apesar que você nunca sabe se você vai ter ou não o suficiente… Essas são as dificuldades de viajar e vender.

“Boo…” (Firo)

Firo partiu de mim e ficou de manha até dormir.
Ao mesmo tempo, Raphtalia entrou na carruagem. Não por ser confortável, mas é mais preferível do que dormir no chão.

“Então vamos lá.” (Naofumi)

Eu continuei trabalhando nos remédios enquanto cuidava do fogo.

“Naofumi-sama.” (Raphtalia)
“Hm?” (Naofumi)

Eu ouvi a voz da Raphtalia vindo da carruagem.
Então eu vi Raphtalia me chamando para a carruagem.

“Qual o problema?” (Naofumi)
“… Nós podemos dormir juntos?” (Raphtalia)
“Você também…? Honestamente…” (Naofumi)

Apesar delas parecerem adultas, elas ainda são crianças. Se sentirem sozinhas é de praxe.

“Que tal você dormir com a Firo na forma humana dela.” (Naofumi)
“Eu não estou me sentindo sozinha… é só que…” (Raphtalia)

Raphtalia olhou para baixo envergonhada e inquieta.
Isso me lembra do tempo dela chorando sem parar de noite… Uma quantia considerável de tempo se passou desde então.

“Naofumi-sama… tem alguém que você goste…? No seu mundo original?” (Raphtalia)
“Huh? Não, não realmente.” (Naofumi)

Por que ela iria querer falar sobre a Terra?
Eu não entendo as intenções dela. (NT: Eu chamaria ele de lerdo, mas se bobear, eu devo ser nesse nível também)

“O que você tem?” (Naofumi)
“Un… eu só estava imaginando o que Naofumi-sama pensa de mim.” (Raphtalia)

O que?
Hmm… aquela porra daquela mulher apareceu na minha mente, mas não tem motivo para ficar bravo com a Raphtalia.
Já pelo motivo que aquela porra daquela mulher está na minha mente, eu não tenho ideia.

“Nesse momento, ‘Escrava’ não é uma posição que combina muito com você.” (Naofumi)
“Então… tem mais alguma coisa?” (Raphtalia)
“Alguma outra coisa?” (Naofumi)

Enquanto eu viro meu pescoço em dúvida, Raphtalia tem uma expressão muito delicada.

“Você confia em mim. Então eu confio e te valorizo também…” (Naofumi)
“O-okay!…hmm?” (Raphtalia)

Raphtalia acenou com um sorriso, e voltou para a cama na carruagem com um rosto pensativo.

“Então vamos lá…” (Naofumi)

Eu continuei trabalhando para nossa viagem de vendas.
A propósito, nossos levels respectivos pelas lutas que aconteciam ocasionalmente são:

Eu Lv 37
Raphtalia Lv 39
Firo Lv 38

Eu estou abaixo até da Firo. É por que eu preciso de mais Exp para upar?
Não, essas duas são atacantes. Especialmente Firo, que é mais agressiva e ágil comparada com Raphtalia, e dilacera inimigos num piscar de olhos. Então ela ganha experiência mais rápido.
Os ataques da Raphtalia estão gradualmente ficando mais rápidos e são muito confiáveis.
Nós chegamos na área mais leste do país.
O que eu posso dizer? As árvores por perto estão todas mortas e o ar está pesado. Apesar que, não é particularmente frio por aqui.
Eu observo o solo e é negro o suficiente para ser comparado à preto.
Quando eu olho para o céu, as nuvens são carregadas e a grande cordilheira lentamente cresce.
Que sentimento premonitório.

“Umm.” (Naofumi)

Eu tive que checar o mapa de novo porque a estrada estava rachada.

“Firo, vá para as montanhas.” (Naofumi)
“Okay~!” (Firo)
“E também, vocês duas, tenham certeza de tampar suas bocas com um pano. Uma epidemia parece estar se espalhando por essa vizinhança.” (Naofumi)
“Okay.” (Raphtalia)

Antes de nós chegarmos em uma vila de fazendas, eu também cobri minha boca para uma quantia mínima de defesa.

“…Aquela pessoa está… vendendo? Desculpe, mas nesta vila uma peste está se espalhando *tosse*… por favor evacue.” (Aldeão)

Um aldeão nos explicou enquanto estava tendo um ataque doloroso de tosse.

“Eu sei. É por isso que eu vim vender medicina para tratamentos.” (Naofumi)
“É-é sério!? Nós estamos salvos!” (Aldeão)

O aldeão começou a correr e reportar que um vendedor com remédios chegou.
… A situação parece ter se tornado consideravelmente tensa. Tem um alguma ansiedade sobre a quantia que eu tenho.
Minha ansiedade se concretiza; parece que a vila toda precisa de remédios.

“É-é a carruagem do famoso pássaro sagrado! A vila está salva!” (Aldeão)

Uwaaa…. Que expectativas altas.
Se o remédio não for efetivo, minha confiança adquirida por muito esforço vai afundar.
Não tem o que fazer.

“Onde estão os camaradas que precisam de remédio?” (Naofumi)

Eu devo usar o método mais eficiente de dar o remédio para eles pessoalmente.

“Aqui, Santo-sama.” (Aldeão)
Apesar de eu ter sido chamado de santo por um tempo, isso me parece meio fora de lugar.
Só que ainda é muito melhor que ser olhado com desgosto como o Herói do Escudo.
Nós fomos guiados para um prédio onde as pessoas com os sintomas mais sérios foram juntados.
Essa provavelmente é uma instalação de isolamento. Tem um cemitério no fundo e várias lápides novas em folha podiam ser vistas.
… Não é a toa que esse lugar cheira à morte. Eu tenho certeza que esse é uma atmosfera desconfortável exclusiva para cemitérios e hospitais.
Eu não estou confiante que isso irá ser resolvido só com remédios. Eu não devo ficar confiante só porque eu decifrei uma mera receita de classe intermediária. Ainda mais, se o remédio não for efetivo então nós estaremos ferrados, apesar de que se o remédio funcionar, nós faremos uma larga soma de dinheiro.
Ainda… é desconcertante. Mesmo que decifrar foi difícil, os efeitos podem não ser necessariamente muito melhores.
Da próxima vez que eu parar pela Farmácia, eu vou pedir por um livro de Receitas de Classe Alta.

“Eu gostaria de ver sua esposa!” (Naofumi)
“Okay.” (Aldeão)

Eu acordei uma mulher que não parava de tossir e dei o remédio de pouco em pouco.
Pah… luz se espalhou em volta da mulher.
Foi efetivo? Cor retornou para a face da mulher. Isso é ótimo. Parece ter funcionado.

“Próximo!” (Naofumi)

Quando olhei para cima, todos os aldeões estavam me encarando com os olhos arregalados em surpresa.

“Qual o problema?” (Naofumi)
“Uh-Uhmmm….” (Aldeão)

A criança que estava deitada ao lado da mulher foi apontada. Um tempo atrás, ela estava tossindo tão ruim quanto a mulher.
Hm?
Ela está mora….?
Eu confirmei a respiração da criança.
Que alívio, ela ainda está viva. Contudo, ela estava tendo um ataque de tosse.
Por que isso estabilizou?

“O que aconteceu?” (Naofumi)
“Quando o santo deu o remédio para minha esposa, a respiração da criança ao lado dela também pareceu ter melhorado.” (Aldeão)

Hm… Isso é devido ao Efeito de Expansão do Alcance dos Medicamentos (Pequeno)? Se o alcance aumentar, isso será ainda mais útil.
Parece produzir um efeito parecido ao do remédio dentro de um alcance de um metro de seus arredores.
Mas só quanto potencial está escondido nesse escudo?
Mas com esse alcance, será dificilmente útil em batalha. Eu estou considerando amontar pessoas dentro de 1 metro, à não ser que o efeito diminua.

“Eu explico a história depois! O remédio tem um alcance efetivo de 1 metro quando bebido. Se juntem!” (Naofumi)
“O-okay!” (Aldeões)

Por causa da força humana ser insuficiente, os pacientes foram carregados para a proximidade pela Firo e Raphtalia.
Isso vai economizar remédio, e o tratamento da instalação de isolamento será finalizado meio cedo, mas isso só suprime os sintomas. Eu sou incapaz de curar completamente a doença.

“Esse é o limite da medicina de tratamento…?” (Naofumi)
“Muito obrigado!” (Aldeão)

Mesmo que eu fui agradecido por arrumar a situação, eu não me sinto satisfeito.
O risco de ser infectado se torna aparente e eu não consegui exterminar a doença.

“Isso me lembra, de onde essa doença surgiu? Teve alguma epidemia ou algo assim? Isso não é uma doença ordinária.” (Naofumi)

Essa doença é bem formidável para o remédio só ser efetivo assim.
Tem também um risco de nós termos sido infectados.
Nós podemos ter que fugir o mais rápido possível.

“Umm… parece que o mestre de tratamento achou que a causa é de um demônio que vive nas montanhas.” (Aldeão)
“Me dê os detalhes.” (Naofumi)
“Então, ele…” (Aldeão)

Um mestre de tratamento é uma ocupação que é proficiente em magia de cura e remédios, bem parecido com um doutor no meu mundo.
O mestre de tratamento estava compondo remédio para combater a doença e veio para a instalação de isolamento para ajudar.

“Você, você pode fazer remédios de Alto Nível?” (Naofumi)
“Sim. Eu estou trabalhando nisso agora. Devido à sua ajuda com o remédio santo, eu posso voltar a trabalhar nela.” (Mestre de Tratamento)
“Vai logo, o tratamento ainda não está completo. Eles vai recair mais cedo ou mais tarde.” (Naofumi)
“O-okay!” (Mestre de Tratamento)
“Espere.” (Naofumi)

Eu parei o mestre de tratamento que estava para sair correndo.

“Eu ouvi você explicar que a causa dessa doença é das montanhas. Explique.” (Naofumi)
“Ah, sim. Cerca de um mês atrás, o Herói da Espada-sama se livrou de um grande dragão no território das cordilheiras.

Falando nisso, eu também ouvi esse boato.

“Dragões normalmente fazem uma base em áreas rurais. Mas esse dragão era um nômade e fez seu ninho perto desa vila.” (Mestre de Tratamento)
“O que isso tem haver com qualquer coisa?” (Naofumi)
“Em um momento, os aldeões se juntaram para assistir o feito do Herói. Então os aventureiros subiram a montanha e trouxeram de volta os materiais do dragão que o Herói-sama derrotou.” (Mestre de Tratamento)

Parece que excelentes armas ou armaduras podem ser feitas com materiais de um dragão…
Meio invejável.

“Então?” (Naofumi)
“Aqui está o ponto principal. Todo o material foi levado e essa vila deserta ficou viva de novo graças à isso. Contudo, o corpo do dragão começou a apodrecer e um problema aparecer. Os aventureiros que foram para ver o corpo ficaram doentes.” (Mestre de Tratamento)
“… Entendido. O corpo é a causa dessa doença?” (Naofumi)
“Muito provavelmente…” (Mestre de Tratamento)

Apesar de todos os materiais do dragão terem sido levados, o corpo foi deixado. A carne. Se o dragão apodrece então o que será afetado é a vizinhança.
Alguns gourmets podem querem isso, mas aventureiros não tem uso para carne apodrecida. Apesar de eu não ter ideia de como carne de dragão é tratada nesse mundo. Ela pode ser deliciosa mas nós não sabemos.
As entranhas deixadas para trás, especialmente o fígado vai apodrecer facilmente.
Ren, aquele bastardo parecia estar atrás de materiais, então as entranhas são descartadas. Também tem o coração… Provavelmente funciona muito bem com magia.

“Já que a causa é conhecida, vocês deviam se livrar dela rapidamente.” (Naofumi)
“Remoção é impossível para os fazendeiros dessa região… A cordilheira está infestada por demônios malignos.” (Mestre de Tratamento)
“Então peça para alguns aventureiros.” (Naofumi)
“Pela hora que nós notamos, o ecossistema das montanhas mudaram dramaticamente e veneno foi misturado no ar. Qualquer aventureiro comum fica doente imediatamente. Ainda mais, aventureiros foram avisados para não se aproximar devido à epidemia.” (Mestre de Tratamento)

Sigh…
Ren, aquele cara, se livre propriamente do corpo.
Ren é o herói mais jovem. Eu não sabia que as coisas apodreciam até eu ser um estudante do ensino médio. Além do mais, aquele cara é o Herói mais familiarizado com jogos. Mesmo que o que ele jogava era um produto de ficção científica chamado VRMMO.
Pode ser dito que é difícil dizer a diferença entre um jogo e a vida real; esse resultado parece ter sido inevitável.

“Santo-sama, o que você irá fazer?” (Mestre de Tratamento)
“Você reportou isso para o país?” (Naofumi)
“Sim. Medicina está agendada para chegar brevemente.” (Mestre de Tratamento)
“… E quanto aos heróis?” (Naofumi)
“Tem pouca possibilidade deles aparecerem porque eles estão ocupados.” (Mestre de Tratamento)

Ele parece estar se referindo ao Motoyasu e Ren.
Isso é incontrolavelmente provocante.

“A taxa do pedido ao país já foi paga?” (Naofumi)
“Sim…” (Mestre de Tratamento)
“Você consegue pegar ela de volta se você cancelar ela?” (Naofumi)

O Mestre de Tratamento me olhou com olhos esbugalhados.

“O santo-sama irá lá?” (Mestre de Tratamento)
“Quanto tempo até você terminar o remédio de qualquer jeito?” (Naofumi)
“Uhm… deve ficar pronto em meio dia.” (Mestre de Tratamento)
“Certo, eu vou me livrar do corpo do dragão. Dê a taxa do pedido para o país para mim no lugar.” (Naofumi)
“En-entendido.” (Mestre de Tratamento)

Então, nós fomos nos livrarmos de um corpo de dragão nas montanhas.


Tradução: Thyros




Fontes
Cores