TYN – Capítulo 41 – Xogum-Sama



No nosso caminho para o norte, nós passamos por uma cidade.

“O que? Tem uma taxa de pedágio?” (Naofumi)

Os guardas nos pararam quando estávamos para entrar na cidade e pediram por uma taxa, então eu mostrei para eles a nota que eu recebi do senhor feudal da vila Riyuuto… (NT: Na realidade, tá ‘Forest village’, que é algo como ‘vila da Floresta’, mas que eu saiba, ele só recebeu do cara lá de Riyuuto)

“Esse tipo de coisas não são aceitas! Pague rápido!” (Guarda)
“Mas-” (Raphtalia)

O guarda nem respondeu quando Raphtalia tentou negociar, só pedindo por ouro.
Apesar de todas as negociações, o guarda se manteve inalterado.

“Que cretino teimoso!” (Naofumi)

Mesmo parecendo que o guarda queria nos deixar passar, ele ficou lá e só nos encarava com hostilidade.
Hmm… alguma coisa deve ter acontecido aqui.
Depois que eu comecei a vender e viajar nesse mundo, eu aprendi algumas coisas. Ninguém faria uma extorsão irracional à não ser que eles tivessem um forte apoio. Parece que a seja lá quem for o chefe desse cara, é alguém poderoso.
Parece que nós temos que chamar o parceiro desse cara para negociar sobre relações humanas. Só que só vai funcionar se o parceiro dele não for hostil.
Agora porque o parceiro desse cara não está aqui, tem algumas razões…

“O senhor Feudal aqui deve ser um imenso cretino.” (Naofumi)

Eu murmurei enquanto olhava para a cidade. A expressão do guarda mudou ao ouvir isso.

“Não ouse falar mal do senhor! Ou então eu irei punir você!” (Guarda)

Ah, entendo. Então é um problema com o chefão. Nesse caso, nem ameaças ou negociações serão efetivas.
A estrada está fechada então eu não posso passar. Vai ter punição se pego.
Talvez se eu fazer um pouco de escândalo o senhor apareça.
Contudo, tem pouca coisa para ser ganha para tamanho risco.

“Eu entendo. Também não tá fácil para vocês.” (Naofumi)

Eu dei a quantia pedida ao guarda.
O guarda pareceu um pouco chocado.

“É… isso é bom.” (Guarda)

O guarda cochichou para mim.

“Me desculpe…” (Guarda)
“Não tem o que fazer.” (Naofumi)

Isso ainda é a jurisdição daquele lixo de rei? Ou o senhor feudal desse país também é podre.
Eu intendia vender a comida carregada nas minhas carroças, mas eu parei quando eles coletaram taxas.
O hotel parece ser de classe bem elevada, ao menos quando comparado com a vizinhança.
Tudo nessa cidade parecia ter imposto: necessidades básicas, comida, armas, armaduras, bens craftados, e até a taxa do hotel. Tudo é caro. (NT: Ele veio para o Brasil!)
Viver aqui deve ser difícil.
O comércio está totalmente declinando e os mercados não estão nem um pouco agitados.
A taxação irracionalmente pesada deve ter pago seu preço.

“Colete informação na vila que está com pouca comida.” (Naofumi)
“Entendido.” (Raphtalia)
“Okay~! Mestre, eu quero uma lembrancinha~” (Firo)
“Você come tanta comida e ainda quer mais?” (Naofumi)

Essa Firo, exigindo uma lembrancinha apesar dos preços altos…
Nós fomos para o bar com Firo na sua forma humana.
A propósito, eu mudei meu escudo para o Escudo de Livro.
Lá, eu vi um sujeito que eu preferia não ter encontrado.

“Parece isso mesmo.” (‘Sujeito’) (NT: Olha o suspense)
Apesar dele ter um arco, também havia uma espada na sua cintura, e o equipamento dele também parecia de baixa qualidade.
Parecido com meu Escudo de Livro como camuflagem, o arco era pequeno e simples.
Se esse fosse nosso primeiro encontro e ele usasse uma luva, eu não teria reconhecido ele. (NT: Eu não tenho a menor ideia do que a luva tem haver, mas o encontro NÃO é no sentido romântico, isso eu garanto)
Mas, seus companheiros estavam vestidos em cores muito conspícuas. Parecia que ele estava tentando se esconder. Provavelmente.
Isso mesmo, o herói do Arco está tendo uma discussão no canto do bar.
Ele não parece ter me notado.
Sobre o que eles estão falando? Eu vou tentar chegar mais perto e concentrar em ouvir…

“O senhor daqui…” (Aldeão)

Aparentemente, eles estavam juntando informações sobre a notoriedade do senhor.
De acordo com a história, ele enche o próprio bolso com o dinheiro do imposto elevado, aceita subornos de mercadores, e contrata seguranças para punirem severamente qualquer um que reclama.
Parece que esse senhor feudal também é lixo.

“Isso é um exagero, eu devo punir ele.” (Itsuki) (NT: Eu odeio a personalidade desse cara…)

Whoops!
Eu quase caí quando eu ouvi a linha perigosa do Itsuki.
Primeiro, como eu deveria reagir à isso…?
O que você tentando fazer ficando escondido de qualquer jeito, que tipo de xogum é você? Você vai sair logo após da revolução? (NT: Descobri agora que em português, se escreve assim, pra mim sempre foi ‘shogun’)
Eu não ouvi um boato parecido com isso sobre o Herói do Arco?
Em retrospectiva, boatos não são realmente confiáveis já que eu sou conhecido como o santo do pássaro sagrado. Mas eu também sou conhecido como o nefasto Herói do Escudo.
Como ninguém sabe minha verdadeira identidade, eu ainda posso viver pretendendo ser um santo.
Agora a razão pela qual o Itsuki está se escondendo, eu não sei.
Por exemplo… o país está pedindo para ele se esconder? Eu realmente não posso especular por falta de informação sobre o Itsuki. Tem pouco para nada sobre o Herói do Arco também.
Você está se escondendo intencionalmente…?

“Pessoal, vamos lá.” (Itsuki)

Itsuki terminou sua conversa, deixou o bar e desapareceu na noite.
Na manhã seguinte, o senhor feudal foi removido…
Depois de fazer uma zona da mansão do senhor feudal, os subordinados do Itsuki se revelaram para começar a pregar.
O rei lixo ouviu sobre isso, e no final, o Senhorio foi transferido para outra pessoa.
Eu sou lembrando de novelas sobre tempos antigos e uma jornada de revoluções.
Eles são retardados…?
Isso é muito problemático para se envolver.
Eu voltei para o hotel depois de olhar pelo que eu originalmente vim fazer, informação sobre a vila que quer comprar comida.
Lembrancinha da Firo? Não tem chance que eu vou comprar algo como isso em uma cidade tão cara.
Eu só li meu livro de magia e ignorei Firo que parecia estar reclamando comigo sobre alguma coisa.
Eu aprendi outro feitiço.
O que a tia da loja de magia me disse sobre o Herói do Escudo ser bom em usar magia de suporte e cura parece ser verdade…

Manhã seguinte.
Como eu esperava, aventureiros contratados pelo país estão secretamente investigando a cidade, histórias sobre como o senhor perdeu o poder estão por todo lugar.
No meio da cidade, eu vejo Itsuki conversando com uma bela garota.

“Realmente, muito obrigada.” (Garota)
“Não tem nada disso. É segredo, você sabe.” (Itsuki)

Minha bunda que isso é segredo.
Yup.
Minhas suspeitas foram confirmadas.
Agora eu sei porque não há boatos sobre Itsuki. Esse cara está pretendendo se esconder e criando a imagem de ser humilde, então comemora quando pessoas ‘descobrem’ e confrontam ele sobre isso. Que hobby ruim.
Esse cara é retardado.
Escondendo sua verdadeira identidade para satisfazer seus desejos de ‘super herói desmascarando pelo público’, realmente besta.
De outro jeito, você não estaria falando num lugar tão visível.
Pelo menos eu entendo a razão dela estar em débito com um cara assim.
Parece que ela quase foi levada embora por ser incapaz de pagar a taxa e ela tinha que cuidar de um velho homem que estava de cama.
Isso é ridículo. Nós deixamos a cidade num passo rápido.

Depois de viajar por meio dia, nós chegamos na vila na borda de um país vizinho.
Parece que toda a comida que não foi vendida ontem está em alta demanda. Aparentemente, a região inteira está passando fome.
Contudo, parece que tem vários caras que não são residentes dessa vila. As roupas deles não parecem ser desse país.

“Hey. Você aí…” (Naofumi)

Parecia que eles são do país vizinho onde seu tirano de um rei foi exterminado.
Eles estão aqui para vender?
Depois de olhar para minha carruagem, eles vieram falar sobre negócios.
Eles não parecem ter dinheiro então talvez eles vão tentar escambo. As ervas medicinais deles parecem boas e talvez um pouco de lenha para marcenaria.
Eu saí da carruagem e perguntei pelas circunstâncias deles.

“Obrigado por salvar nosso dinheiro.” (Aldeão) (NT: Eu sei que ele falou que eles não parecem ser, mas ‘refugiado’ é uma palavra forte para eles e não tenho outra ideia)

Mesmo que eu receba fio ou carvão, contanto que eu adquira o suficiente, vai ser útil. Só que eu só troquei porque eles tinham uma boa quantia de ervas medicinais.

“Me desculpe. Por um tempo agora, teve pouco para vender…..” (Aldeão)

Se eu olhar mais de perto, ele parece um graveto, parece que ele vai morrer a qualquer momento.

“… Aqui está um pequeno presente. Apesar de não ser muito, coma poupando.” (Naofumi) (NT: Ficou estranho, mas é só para não comer tudo de uma vez)

Porque não tinha o que fazer, eu emprestei uma grande panela do grupo de aldeões.
A vila sofrendo de fome cooperou voluntariamente.
Tinha muitas coisas que estavam para apodrecer. Coloque aí 4 dias até elas estragarem.
Isso mesmo depois que eu consegui a skill ‘Anti-Corrupção’ que atrasa apodrecimento.

“Muito obrigado!” (Aldeão)

Eles esfomeadamente devoraram tudo que eu fiz na panela.
Enquanto isso, eu pergunto o motivo disso estar acontecendo.
Parece que independentemente do rei ser ou não um tirano, a vida estava bem.
Taxas não eram muito altas, e algumas pessoas até tinham uma vida fácil.
Mas parece que isso iria acabar rápido.
Parece que o grupo conhecido por Resistência assumiu, e eles aumentaram as taxas.

“O que? Vocês não derrubaram o rei do mal?” (Naofumi)
“….. Dinheiro é necessário para administrar propriamente um país, logo as taxas foram elevadas, e o poder militar também foi reduzido devido ao custo.” (Aldeão)

De fato, em vez do rei ser ruim, era besteira não manter nem uma quantia mínima de poder militar para defender o país.
É dito que não é um país sem seu povo, mas o que você diz de um país que não consegue proteger seu povo?
Parece que só boatos ruins do rei foram espalhados.
Eu não sei o que o rei estava pensando, mas eu sinto um senso estranho de camaradagem com o rei que foi marcado como um tirano.
Alguma coisa podia ser feita se negociassem com o rei em vez de exterminar ele.
Já pelo rei lixo desse país, ele tem sido maligno desde o começo.

“Só a cabeça mudou e se tornou impossível de viver. Então nós trouxemos a pouca riqueza que temos nesse país Melromarc e tentamos viver.” (Aldeão)
“Eu sinto muito pelo sei rei~! Eu desejo para todos o meu melhor. De qualquer jeito, eu estou faminta, então quem eu culpo?” (Firo)
“Calada seu pássaro! Meu espírito como dono será duvidado!” (Naofumi)
“Okay~” (Firo)

Eu dei bronca na Firo por abrir as feridas dos outros.
Parece que recentemente ela tem se tornado incapaz de ler a atmosfera, e se tornou boca suja. (NT: Em vez de xingar, eu acho que é mais de falar asneira)

“Eu imagino de quem ela está aprendendo isso…” (Raphtalia)

Raphtalia observou e comentou debaixo do seu fôlego. (NT: Baixo, disfarçado)

“Você disse alguma coisa?” (Naofumi)
“Nem, absolutamente nada…” (Raphtalia)

Parece que Itsuki tomou parte na Resistência. Ele deve estar por trás disso desde o começo.
De qualquer jeito, essas pessoas estão entrando nesse país para comprar comida no mercado negro?
Parece que os preços de comida decolaram nessa área. E eu posso só fazer a farra aqui.
Se eu não estou enganado, Itsuki… Xogum-sama tem feito algumas reformas por essa área.
Apesar que o pós-serviço é uma droga…
Porque o senso de justiça dele foi satisfeito, ele se mudou.

“Apesar dessa nação poder atacar nosso país já que ele está enfraquecendo, é simplesmente impossível viver durante uma crise de fome…” (Aldeão)
“Hmm, entendo…” (Naofumi)

A onda pode também estar influenciando as crises de fome.

“Isso é?” (Aldeão)
“Isso é uma planta remodelada que estava causando problemas lá no sul desse país. Eu modifiquei ela com uma técnica especial para que cresça quando plantada. Provavelmente não terá problemas, mas preste atenção ao cuidar dela. Se foi lidada sem cuidado, pode ser perigosa.” (Naofumi)
“O-okay…..” (Aldeão)
“Eu vou ficar por essa vizinhança de novo no futuro. Você pode me agradecer depois.” (Naofumi)

Como as três carroças foram completamente vendidas, eu dei duas sementes como um bônus.
Já pelo que vai acontecer com a vila? Isso é outra história.
Parece que minha identidade verdadeira foi revelada, mas como o país vizinho pequeno foi salvo da fome, os residentes não se incomodaram por isso.
Adicionalmente, devido à larga quantia de ervas medicinais adquiridas aqui, parece que uma epidemia foi prevenida no distrito leste depois que nós decidimos vender ali.


Tradução: Thyros




Fontes
Cores