TYN – Capítulo 337 – Assimilação Mundial



“E? Eu estou certo em assumir que sua arma é essa carruagem?” (Naofumi)

“Kweh.” (Fitoria)

Fitoria firmemente acena. (NT: Agora imaginem, com vontade, o Tact orgulhoso em ter uma carruagem presa nele)

“Última vez que nos encontramos, você foi capaz de tirar ela, certo?” (Naofumi)

“Kweh, kweh.” (Fitoria)

“Se você usar sua arma por tempo o suficiente, você será eventualmente capaz de tirar ela temporariamente, ela diz.” (Midori)

Que inveja.

Eu quero aprender a fazer isso também, mas talvez os Vassalos e Heróis funcionem em sistemas diferentes…

O Escudo realmente ficou em dormência por um tempo, mas seria legal se eu pudesse fazer isso conscientemente.

“Você copiou o corpo de tipo Tanque que Rat fez? Isso também é contado como uma carruagem?” (Naofumi)

“Kweh.” (Fitoria)

“Sim. Eu tive a impressão que podia ser copiado, então eu fui e fiz uso disso, aparentemente.” (Midori)

“Entendo.” (Naofumi)

Eu não sei se tem uma diferença na saída de poder, mas é incrível que ela pôde copiar o monstro tipo Tanque da Rat.

Com isso, nós podemos ser capazes de avançar os planos da Rat em fazer monstros em formato de armas.

Bem, isso não realmente importa agora.

Mas… um Tanque é realmente uma carruagem?

É mais como um veículo, ou algo assim.

“Para resumir, originalmente, haviam quatro armas que podiam ser chamadas de lendárias. Cada uma era capaz de selecionar duas vassalas, fazendo um total de oito. Todas juntas, isso significa que há 12 armas sagradas circulando neste mundo. Glass, como era no seu mundo?” (Naofumi)

“Vejamos. No nosso mundo, também existiram doze armas. Delas, eu fui selecionada como a vassala do 『Leque』.” (Glass)

“Entendo.” (Naofumi)

“Este mundo… não experienciou nenhum dano em particular. O que aconteceu com suas bestas guardiãs?” (Glass)

“Bestas Guardiãs?” (Lixo)

Quando a conversa tinha acabado de voltar na linha, Lixo fez uma questão para Glass.

Eu acabei de aprender sobre o dever delas do Gaelion agora pouco.

Mas pessoas perceptivas como Lixo podem ter já pego isso.

“Para poder prevenir a onda… a assimilação de mundos, existem certas bestas. Para poder proteger o mundo, elas coletam as almas de seus habitantes. Isso pode ser um método cruel, mas…” (Glass)

“Então você quer dizer os quatro espíritos.” (Lixo)

“Isso mesmo. Neste mundo, três já foram eliminados. Parece que as descrições da natureza deles e outras explicações passadas pelos heróis passados foram todas destruídas pela mão de alguém.” (Naofumi)

“… Meu mundo teve todos já eliminados. O único método restante para mim era… matar todos os heróis deste mundo.” (Glass)

Glass coloca a mão dela no peito com uma expressão aliviada.

Não é como se ela estivesse atacando porque ela quer.

Ao menos, é isso que eu percebo ao observar ela.

Isso pode ser egoísta pelo nosso ponto de vista, mas o mesmo pode ser dito ao contrário.

Quero dizer, se nós não usarmos o poder das Quatro Bestas, nós teremos que eliminar o mundo da Glass.

“Pode ser só um pouco, mas os mundos assimilaram em algumas partes. No momento, os habitantes do meu mundo estão agora levemente mais próximos de virar seus, ou algo assim.” (Glass)

“Eu acho que é assim que é. E o que seu povo deseja?” (Naofumi)

“Suprimir a assimilação o quanto for possível. Se possível, nós também não desejamos por mais nenhum sacrifícios do nosso lado.” (Glass)

Sacrifícios…

Então o mundo da Glass não se foi completamente, mas a assimilação tomou a maior parte dela embora.

Por  causa disso, Glass veio buscar ajuda de nós.

“Nós esperamos que vocês ofereçam ao menos metade de suas vidas para suas bestas guardiãs.” (Glass)

“… Você é sana?” (Naofumi)

Como Glass está no lado que pede, não tem o que fazer, mas pedir para nós sacrificarmos metade da nossa população…

Ela não parece muito feliz por propor isso também.

É fácil de imaginar quão dura de uma escolha é para ela.

É aquilo. Numa novel Sci-Fi antiga, eu li alguma coisa desse jeito.

O mundo se tornou poluído demais para habitação humana, então uma pequena fração da população partiu para as estrelas para achar um novo lugar para chamar de casa. Eu acho.

Apesar de que eu realmente acredito que isso é estranho que a atual situação de fantasia se sobrepõe com Sci-Fi.

Mas, o mundo da Glass parece ter sido encurralado bem longe.

Claro, a situação é a mesma para nós.

Se nós só ficarmos parados e assistir, nosso mundo irá definitivamente cair em ruína.

Para salvar os muitos ou os poucos. Tal escolha foi imposta para nós…

Nesse sentido, aqueles do mundo da Glass, que já chegaram em sua decisão, possuem um entendimento melhor da situação do que nós.

“Eu sei. É nossa opção final. Mas como parte deste mundo já foi devorado, para poder garantir a sobrevivência das raças que vivem no seu mundo, essa não é a pior opção. Claro, se você tem uma melhor, então isso é outra história.” (Glass)

Se nós fizermos algo assim, nós estaríamos já trabalhando nisso.

Mas aqueles sacrifícios não irão só dizer “vá em frente” e se deixarão ser mortos.

-mas isso pode ser algo que nós temos que fazer.

Eu posso dizer já que eu sobrevivi até agora.

Neste mundo, palavras bonitas não são o suficiente para trazer um fim para nada.

Toda vez que alguém ganha, alguém perde.

Ter todos os envolvidos se beneficiarem raramente sequer acontece.

Para poder garantir que um terço sobreviva, nós matamos os outros dois terços.

Este verdadeiramente é… um mundo de merda.

Ainda assim, nós temos que fazer uma escolha.

Claro, essa verdadeiramente é uma opção final.

“… E quanto seu mundo?” (Naofumi)

Glass evita seu olhar.

“A vanguarda das forças inimigas, aqueles com memórias de outro mundo, deixaram nosso mundo em caos. Suspeitas correram sobre quem era o reencarnado, e quando o mundo estava em perigo grave, meus companheiros começaram a matar uns aos outros… você pode rir se você quiser.” (Glass)

Parece que um reencarnado como Tact causou a morte dos Quatro Heróis e todos, exceto um, dos vassalos deles.

É assustador que com um passo errado, o mesmo podia ter acontecido com a gente.

“Eu de fato sinto vontade de estourar rindo, mas nós estamos no mesmo barco. Que tal você dar um sorriso?” (Naofumi)

As Sete Estrelas foram assassinadas.

Tact tramou.

Faubley foi para guerra.

Sério, ele fez um trabalho perfeito em fazer uma bagunça de coisas.

Um idiota como aquele pensou que ele podia salvar o mundo? Esse é demais até para uma piada.

“Então agora, vamos deixar isso para trás, e ver que informação nós temos sobrando.” (Naofumi)

Informação no mundo que nós estamos opondo.

Olhando para a atitude da Glass, nós não somos muito diferentes.

“Nosso mundo foi deixado com a informação do que a onda era, mas todo o resto foi perdido com o tempo… só quantas vezes… nós lutamos com outros mundos para salvar o nosso?” (Glass)

“Entendo… Glass, a onda do seu mundo… que número ela é?” (Naofumi)

Essa era a pior possibilidade que eu podia pensar.

Mesmo que o mundo dela chegasse num fim, a batalha deles algum dia acabará?

Se isso fosse em cem anos, estaria bem.

Se isso fosse em décadas, nós ainda estaríamos preparados para tomar uma decisão amarga.

Mas e se isso fosse em alguns anos, alguns meses, algumas semanas?

Nós estaremos simplesmente lutando uma batalha inacabável?

Não, se isso for continuar não importa o que…

“Nós lutamos um incontável número de batalhas. No começo, nós lutamos seu mundo, mas algumas vezes um mundo diferente iria aparecer no nosso céu. Talvez fosse por causa do poder das Bestas Guardiãs do seu mundo.” (Glass)

“Ah, entendo… nosso primeiro encontro foi… quatro meses atrás.” (Naofumi)

“Naquela hora, a única coisa que eu sabia era a natureza da onda. Tem um mundo de diferença entre a eu de lá e a eu de agora.” (Glass)

Sim, nós de agora seríamos facilmente capazes de derrotar Glass quando ela lutou conosco lá trás.

E o mesmo vai para Glass agora.

Na nossa batalha conjunta, ela demonstrou até que um pouco de força.

“Hum, Naofumi-san, por que é que nós não podemos deixar os mundos se assimilarem mais?” (Itsuki)

Itsuki faz uma pergunta.

Ah, isso mesmo. Eu expliquei o que a onda era, mas nunca o porque dela precisar ser parada a qualquer custo.

“Para colocar isso de maneira simples… pense no mundo como uma bolha de sabão flutuando no vento.” (Naofumi)

“Eu… entendo…” (Itsuki)

“Essa bolha flutua, colide com e fica presa com outras quatro de tamanho parecido. Mas ela tem seus limites. A próxima bolha que acertar ela vai fazer ela estourar. Você entende?” (Naofumi)

“… De algum modo…” (Itsuki)

“Entendo… a onda é um fenômeno onde mundos se assimilam, e enquanto os outros Heróis foram capazes de sobreviver através dela, eles foram incapazes de prevenir o fenômeno em si. Isso encaixa com as notas da minha esposa.” (Lixo)

Lixo pega o que eu realmente queria discutir.

“Do começo, o mundo só tinha uma arma sagrada e dois vassalas. Outro mundo se prendeu nele, e se tornaram dois e quatro… e na onda passada-” (Lixo)

“É, nós agora temos quatro armas sagradas e oito vassalas.” (Itsuki)

“Para resumir, as histórias do passado onde demi-humanos não pareciam existir que são as que eram passadas antes da onda, e pela colisão de mundos, nós nos tornamos ligados no mundo demi-humano? O Escudo e Arco do Naofumi-dono e Kawasumi-dono são… aqueles do lado demi-humano. É por isso que eles são menosprezados dentro do meu país.” (Lixo)

“Eu também? Eu não senti que eu tive uma recepção tão ruim comparado com Naofumi-san.” (Itsuki)

“Em nossa longa história, talvez o Arco realizou alguns feitos e foi aceitado pela igreja. Mas o Escudo…” (Lixo)

“Eu aposto que a arma original do mundo dos demi-humanos era o Escudo. A arma provavelmente tinha laços próximos com a terra deles, então ele provavelmente não trabalhou perto de Melromarc.” (Itsuki)

Essas pessoas são ligeiras.

Mesmo sem eu dizer nada, eles chegaram em suas próprias conclusões.

Você é incomparável de como você era no começo, Lixo.

“Os detalhes são incertos, mas nas ondas antes destas, nosso mundo se tornou ligado ao dos demi-humanos, e desta vez, nós estabelecemos uma ligação com o da Glass. Isso está correto?” (Lixo)

“Sim, sua hipótese não está errada.” (Glass)

“Mas… por que a onda requer tanto tempo? Apesar da minha esposa não ter escrito disso, eu tenho minhas próprias teorias.” (Lixo)

“Fale.” (Naofumi)

“Fumu… primeiro, é por causa daquele controlando aqueles com memórias de uma vida passada. O chefe deste incidente.” (Lixo)

Lixo cruza seus braços e se perde em pensamentos.

Outra possibilidade é que… as medidas de prevenção da assimilação que as quatro bestas realizam acontece toda vez que uma onda chega, e como se esperando por um fruto amadurecer, o chefe espera para eles coletarem… mas isso iria fazer este chefe vivido por tempo demais.” (Lixo)

“Não, você pode estar em algo. Tente expandir seus pensamentos.” (Naofumi)

“… Entendido. Aquele por trás disto deve colher algum tipo de lucro por mandar o mundo em ruína. É por isso que ele causa ondas acontecerem e mundos irem em guerra, eventualmente destruindo eles… claro, os Quatro Espíritos previnem tais coisas, então ele reencarna alguém para ir se livrar deles. Mas… esta linha de pensamento deixa coisas demais confusas.” (Lixo)

“Isso mesmo.” (Naofumi)

Por que este chefe não se envolve ele mesmo?

É seguro considera que ele tem alguma razão para não fazer isso.

Mesmo que essas deduções estejam corretas, o que elas nos levam para é…

“O chefe não pode vir para este mundo, ou talvez… é um fenômeno mágico ou espiritual. Como um sistema automático para controlar a população mundial…” (Lixo)

“Itsuki, você tem qualquer ideia? Você foi capaz de dizer que Tact era reencarnado, certo?” (Naofumi)

“Isso mesmo, mas no meu mundo, isso seria explicado como um poder que eles foram incapazes de despertar em vida, ou alguma coisa… eu não tenho nada.” (Itsuki)

No meu mundo, os livros que eu li com este tema foram bem variados.

Então meus pensamentos podem estar muito fora do alvo.

Mas eu vi uma situação similar com isso.

“Nas histórias do meu mundo, há um certo alguém que media reencarnações como essas.” (Naofumi)


Tradução: Thyros



Fontes
Cores