TYN – Capítulo 316 – O Verdadeiro Inimigo



“… Como esperado do Herói escolhido pelo Espírito do Escudo. Os outros espíritos estão elogiando ele.” (Atlas)

“Sim, sim, isso está tudo bem e legal. Agora em troca, me reembolse com informação.” (Naofumi)

Eu irei bombardear esse espírito com todas as questões que estiveram circulando minha mente.

É como se este mundo em si está intencionalmente escondendo informação de mim.

“Primeiro é… certo. Por que eu fui invocado?” (Naofumi)

“Isso é provavelmente porque Naofumi-sama tinha as qualificações para ser um Herói. 『Não importa o problema, mesmo que você esteja vomitando sangue, você ainda irá prosseguir em frente. Escolher você não foi erro da minha parte.』 diz o Espírito do Escudo em retrospectiva.” (Atlas)

Os quatro espírito estão tentando apelar para mim.

E entre eles, o Espírito do Escudo parece estar se enchendo, e agindo orgulhoso. (NT: Não no sentido bom, ele tá se achando)

“Vomitando sangue… de quem você acha que é a culpa disso!?” (Naofumi)

Droga…

Ainda assim, as qualificações para um Herói…

Colocando desse jeito não me deixa me sentindo mal, mas ainda, eu definitivamente acho que tem alguns motivos ocultos aqui. Com esse tipo de mentalidade, eu realmente sou qualificado para ser um Herói?

“Os espíritos da Espada, Lança e Arco estão reclamando. 『Por que diabos é que você sempre é o que escolhe o melhor candidato de Herói, seu cretino glorioso』.” (Atlas)

“Por esse jeito de formular, o que são os outros?” (Naofumi)

O que você quer dizer com melhor?

É como se isso fosse algum tipo de exame.

“Fumufumu… os outros três possuem seus altos e baixos.” (Atlas)

Ren, Motoyasu e Itsuki estão… ainda fazendo a prova.

Eu não posso levar isso para os humanos.

E espera, o maior problema é eu sendo selecionado como o melhor. Estes espíritos estão bem na cabeça?

Não, talvez as expectativas deles não sejam tão altas assim para começar.

E isso não é problema deles, de qualquer jeito.

“Ainda que ele frequentemente invoca aquele com o maior potencial, eles normalmente morrem rapidamente. Então não tem realmente motivo no título.” (Atlas)

Oh, certo. Tinha a possibilidade de eu me envolver numa disputa política em Silt Welt.

Eu não realmente tenho nenhuma expectativa deles, e como há Heróis que caíram mortos logo de cara, eu acho que não tem sentido real no ranking de candidatos.

Nesse aspecto, Ren de fato viveu até esse ponto, então talvez eles não sejam muito ruins.

“Os outros três possuem amplas qualificações para serem heróis, mas cada um tem seus próprios conjuntos de problemas.” (Atlas)

“Ah, entendo… e?” (Naofumi)

“Como uma recompensa obrigatória, eles serão ao menos capazes de escapar morte desta vez.” (Atlas)

Bem, aqueles caras realmente morreram antes de vir aqui, então eu acho que essa condição é essencial.

Mesmo que eles sofram para salvar esse mundo, não seria piada se eles fossem morrer no segundo que eles voltassem.

“Por essa lógica, eu também tenho minha porção de problemas.” (Naofumi)

Na minha resposta, o Espírito do Escudo balança para cima e para baixo de novo.

O que é isso? Por algum motivo, eu acho que ele está me zoando.

“『Não tem como o Espírito do Escudo, cujo dever é defender os outros, fosse permitir qualquer mal vir até você. Interferência estava fora de questão.』 Ele diz.” (Atlas)

Interferência?

Ele está falando como se ele soubesse a fonte disso.

Eu preciso perguntar isso também.

“Parece que você não entende, mas Naofumi-sama foi especialmente selecionado para ser o Herói do Escudo. Você pode se orgulhar disso.” (Atlas)

“Não, eu entendo isso. Eu tenho outra coisa que eu preciso saber. Me conte.” (Naofumi)

“De qualquer jeito, as Armas Lendárias não parecem saber muito sobre coisas que não pertencem aos deveres delas, mas você ainda irá perguntar? Ele diz.” (Atlas)

“Sim, não tem problema. O que você quer dizer por interferência?” (Naofumi)

“Interferência do inimigo que as Armas Lendárias deveriam opor.” (Atlas)

“E quem é esse?” (Naofumi)

“Desconhecido. No mínimo, é alguém que está tentando destruir o mundo por fora, aparentemente.” (Atlas)

Alguém que está tentando trazer um fim ao mundo.

Tem definitivamente alguns planos e conspirações agindo aqui.

Mas só quem poderia ser?

A primeira que veio em mente era aquela mulher nascida da onda, Glass.

“Era… Glass, o inimigo em forma de humano da onda?” (Naofumi)

O Espírito do Escudo começa a girar verticalmente.

“Parece que esse não é o caso. Ela veio para lutar e completar um dever parecido com o deles: proteger o mundo. Ela é alguém que trouxe poder para este mundo.” (Atlas)

Atlas não devia saber sobre Glass.

Mas talvez o Espírito do Escudo ensinou ela.

Ainda assim, para proteger o mundo…

Isso faz lutar com ela mais difícil.

“Próximo. O que… é a onda, exatamente?” (Naofumi)

“A onda é _______________…” (Atlas)

O que!?… As palavras do Espírito do Escudo, traduzidas através da Atlas, me colocam numa perda de palavras.

“I-isso é verdade? Não é um mal entendido ou algo assim?” (Naofumi)

“Não houve engano.” (Atlas)

Como pode ser isso.

Então é por isso… as Quatro Armas Lendárias… é por isso que as pessoas vieram a chamar e revenerar elas assim.

Talvez esta seja a teoria que a Rainha ia apresentar.

Lá, eu lembrei a conversa entre Glass e Raphtalia.

Glass… apesar de ser uma inimiga, ela era surpreendentemente honesta.

Então é por isso.

“Me desculpe, mas você não pode estar mais incorreta sobre ela sendo minha companheira.” (Naofumi)

“Não importa, o que você está fazendo é injusto.” (Glass)

“Falando de injusto, essa puta fez de longe atos mais cruéis. Eu tenho um certo rancor.” (Naofumi)

“Mestre é como um vilão~” (Firo)

“Calada.” (Naofumi)

“Eu não tenho um argumento justo para o inimigo…” (Raphtalia) (NT: Capítulo 52, eu só copiei)

Por que Raphtalia era capaz de entender as palavras da Glass?

Eu era capaz porque meu Escudo agiu como um tradutor.

Mas Raphtalia é diferente.

Nós já provamos que as línguas diferem pelo mundo.

Raphtalia não consegue nem entender a língua de Silt Welt.

Mas ela pôde entender aquela mulher tranquilamente.

Isso significa que o que o Espírito do Escudo está dizendo não está errado.

… Por que algo assim está acontecendo?

Isto é definitivamente relacionado com aquele causando interferência.

“Os inimigos que vocês lutaram até agora foram apenas a vanguarda. Os Heróis do passado usaram a tecnologia daqueles que a muito se fora, para garantir que esses poderes iriam esgotar um dia, alguém planejou. Tempo era sem sentido para ele. Ele continuou mandando inimigos, não importa quantas décadas, ou séculos…” (Atlas)

Como eu pensei.

Neste mundo, gênios são os apóstolos de crescimento e queda social, mas na verdade, alguém estava realmente reincarnando pessoas de outro mundo, e controlando eles. Para levar embora os meios de lutar contra a onda.

Eu de fato achei isso estranho.

O jeito de lutar Houou e a Tartaruga Espiritual. Como superar o limite de level. A destruição da Escola Hengen Musou.

Também, vários pedaços de informação foram convenientemente comidas pelos anos.

Pensando de volta, a inutilidade da informação que Ren, Motoyasu e Itsuki trouxeram para este mundo todo leva de volta para isso.

Isso quer dizer, nosso verdadeiro 『Inimigo』 é…

“Próxima questão. Meu escudo se foi. O que eu devo fazer?” (Naofumi)

“Não há problema. A única coisa que ele conseguiu levar foi a camada externa.” (Atlas)

“Entendo…” (Naofumi)

O Espírito do Escudo balança para frente e para trás no ar.

“O último ataque dele foi capaz de te incapacitar por um tempo, mas se você desejasse por isso… o Espírito do Escudo seria capaz de responder pela sua determinação. Um ataque daquele não seria um problema. Não, um fracote como ele não seria capaz de relar uma mão em você.” (Atlas)

“Mesmo que você me diga isso…” (Naofumi)

Na frente do Espírito do Escudo, outro Espírito asserta sua presença.

“Naofumi-sama, se tratando daquele fake, você quer lidar com ele pessoalmente?” (Atlas)

“Bem, se estiver dentro da minha habilidade.” (Naofumi)

“Este espírito diz que ele deseja lhe emprestar seu poder temporariamente. Nesse caso, as funções do Espírito do Escudo serão colocadas em pausa até você chamar por ele de novo.” (Atlas)

“Significando… eu posso lutar com uma arma além do Escudo?” (Naofumi)

“Sim, mas você pode chamar de volta o Escudo quando você desejar. Até lá, enquanto o Naofumi-sama tiver a permissão do Usuário, você deve ser capaz de usar qualquer das Armas das Sete Estrelas.” (Atlas)

“É só que para poder usar o poder total delas, você terá que recuperar as partes roubadas daquele ladrão.” (Atlas)

As outras oito bolas de luz começam a brilhar mais claro, e uma delas voa em mim.

Depois de ser envolvido pelo seu poder, eu fui capaz de entender que tipo de arma ela era.

E aquele Herói do Chicote… não.

Aquele invasor estrangeiro. Eu sei como eu posso derrotá-lo.

Entendo. Então é assim que eu posso espancar ele de cabeça.

É, eu posso ganhar com isso.

Não, era porque a perda da Atlas havia me cegado que eu fui incapaz de fazer nada antes.

Mas agora…

“Ela está lhe pedindo para 『Colocar seu Usuário de volta na corrida』.” (Atlas)

“… Eu sei. Mas eu só serei capaz de fazer isso do meu jeito. Não espere nada grande.” (Naofumi)

“Elas não são mais as Quatro Divinas, e Sete Estrelas. Por favor recupere os cinco irmãos delas das garras daquele fracote.” (Atlas)

“Eu entendo. E eu sei como. Por último é… o que é o Manual das Quatro Armas Divinas que eu li antes de eu ser transportado para este mundo?” (Naofumi)

“Um vago registro de um futuro previsto, e o portal para outro mundo, aparentemente. Apesar de suas previsões estarem bem fora do alvo.” (Atlas)

Atlas começa a subir no ar com os Espíritos. Ela sorri.

“Se lembre que eu estou sempre com você, Naofumi-sama.” (Atlas)

“Atlas… eu não pude te proteger.” (Naofumi)

“Está tudo bem. Eu estou sempre com Naofumi-sama. E Onii-sama, e Raphtalia-san, e todo mundo na vila. Por favor guarde todos eles queridos.” (Atlas)

“Claro.” (Naofumi)

Eu ergo minha mão… e nossos dedos se prendem uns aos outros.

Ao sentir a pele dele, lágrimas começam a formar nos meus olhos. Eu não estou nem triste, então por que?

“Nós nos encontraremos de novo?” (Naofumi)

“Nós nunca partimos.” (Atlas)

“… Isso mesmo.” (Naofumi)

O corpo da Atlas muda para luz, e se dispersa.

Eu observo a cena, e sigo para realidade.


Tradução: Thyros



Fontes
Cores