TYN – Capítulo 305 – A Garota Que se Tornou um Escudo



“Pare de zoeira!” (Naofumi)

Eu entendo o que Atlas está tentando me dizer.

E eu balanço minha cabeça para isso.

“Você entende o significado por trás das suas palavras!?” (Naofumi)

“Sim… eu estou bem ciente. E ainda, eu lhe peço.” (Atlas)

O rosto dela não é o de alguém contando uma piada.

Eu olho para Fohl.

Ele… está de pé parado, e me encarando.

Mesmo quando eu quero que ele fale algo aqui, ele fica quieto.

Ele está apertando seus punhos tão fortemente que eles estão começando a sangrar, mas porque…

“E por favor me permita mais um fase de egoísmo.” (Atlas)

“O qu-” (Naofumi)

Eu retorno meu olhar do Fohl para Atlas, e vejo ela juntando o poder dela para se levantar. Ela me dá… um beijo nos meus lábios.

O primeiro beijo que eu já recebi de uma garota… tinha gosto de sangue.

Como se o poder dela tivesse acabado, Atlas cai no chão.

“Eu sempre quis isso. Meu desejo finalmente foi concedido.” (Atlas)

“Porque você está agindo apaixonada numa hora dessas…” (Naofumi)

“Raphtalia-san.” (Atlas)

“S-sim?” (Raphtalia)

Atlas chama Raphtalia, que esteve observando a troca silenciosamente o tempo todo.

“A batalha que eu prometi que iria definitivamente continuar para sempre… parece que ela finalmente acabou.” (Atlas)

“Não, ela ainda irá… continuar para sempre!” (Raphtalia)

“Ufufu… para Raphtalia-san de todas as pessoas dizer algo assim, eu estou meio que feliz. Eu acho que você entende, mas eu sempre tive ciumes de você. Não impota quão duro eu tentasse, eu nunca poderia me tornar a número um do Naofumi-sama. Eu sabia.” (Atlas)

“Isso não é certo ainda! Sua competição comigo ainda vai… continuar… e continuar…” (Raphtalia)

Atlas sorriu ao ver Raphtalia soltar grandes gotas de lágrimas.

E ela fez um discurso como se ela tivesse previsto esse final.

“Você com certeza é gentil, Raphtalia-san. Eu entendo porque ele gosta de você, mas por favor escute estas palavras.” (Atlas)

“Não apenas essas, eu irei escutar quaisquer palavras que você tenha para oferecer. Eu estou bem em ceder Naofumi-sama uma vez ou outra, então por favor continue.” (Raphtalia)

“Raphtalia-san, Naofumi-sama… gosta de garotas mais do que você pensa. Ele é um garoto normal. É por isso que está tudo bem se você… cuidar dele um pouco mais.” (Atlas) (NT: Ela fala ‘watch over’, que é tanto cuidar como observar; mas ia ficar estranho falar para Raphtalia só olhar o Naofumi, eu acho…)

“… Eu sei. Mas você é igual, não é? Você não pode desistir aqui!” (Raphtalia)

Raphtalia desesperadamente implora com ela, mas Atlas já está tão enfraquecida que ela não consegue nem dizer onde ela está mais. Ela não consegue mais sentir o chi no ar.

Isso é só quão pouco tempo ela tem sobrando… a fria realidade estava se aproximando.

Eventualmente, como se ela tivesse notado algo, Atlas solta palavras que não eram para ninguém em particular.

“Ah… isso mesmo. Talvez tivesse sido legal se eu pudesse passar meu tempo com Raphtalia-san e Naofumi-sama juntos. Por que eu não percebi uma coisa tão simples? … Pensando sobre isso, eu acho que eu consegui outro desejo que nunca será concedido.” (Atlas)

“Você viverá! Se é o Naofumi-sama, você pode definitivamente ser salva!” (Raphtalia)

“Obrigada.” (Atlas)

Atlas lentamente balança sua cabeça, mais fraca do que antes.

“Naofumi-sama… por favor note.” (Atlas)

“O que?” (Naofumi)

“Eu sempre estava fazendo o meu melhor para me tornar a número um no seu coração. Mas… esse desejo nunca foi concedido.” (Atlas)

“O que você está…” (Naofumi)

“Naofumi-sama, você mesmo… provavelmente não pensou sobre isso devido às feridas que você tem em seu coração. Mas se torne ciente disto. Raphtalia-san… gosta de você como um membro do sexo oposto. Assim como eu.” (Atlas)

“O que você está dizendo numa hora dessas!” (Raphtalia)

“Se essa… não fosse uma hora dessas, eu sei que Naofumi-sama nunca iria escutar. Por favor acredite… geho.” (Atlas)

Eu sinto Atlas ficando cada vez mais fraca.

Ku… se eu só usar mas Remédio Yggrasil, e magia Revelação, então…

“Por favor… prometa. Eu não faço nada além de pedir coisas de você, então deixe este sendo meu último pedido. Por favor… Naofumi-sama, por favor perceba que há pessoas que gostam de você. E por favor responda elas. Isto é uma… promessa.” (Atlas)

“É! Eu entendo! Eu entendo, então não force mais nenhum pouco!” (Naofumi)

Deus no céu… por favor! Por favor salve a pessoa que acreditou em mim.

Mesmo do momento em que eu nasci, eu nunca desejei por um milagre.

Eu nunca fiz um pedido, mesmo quando Witch me enganou, e eu não fui permitido a ter uma voz neste mundo.

“Isso é uma… promessa. Apesar de eu já ter pedido por bastantinho…” (Atlas)

“Eu entendo… eu irei pensar sobre isso, então…” (Naofumi)

“Ufufu… para eu ser preciosa assim para o Naofumi-sama… eu… era… feli…” (Atlas)

Atlas fica quieta.

“A… tlas…?” (Naofumi)

Eu freneticamente balanço ela, mas ela não se mexe mesmo. A expressão dela está congelada num sorriso gentil.

“Atlas-san!” (Raphtalia)

“ATLAAAAAAAAAASSS!” (Naofumi)

Meu grito… não acha resposta…

Eu não tenho ideia do quão pacífica a mente dela estava no fim.

Raphtalia está chorando lágrima após lágrima. Fohl só continua me encarando silenciosamente.

“…”

A vida da Atlas não está mais aqui.

O que está aqui é…

Eu murmuro para Fohl.

“Me… odeie.” (Naofumi)

A irmã que ele valorizava mais do que sua própria vida morreu me protegendo, e eu não pude nem salvar ela… ele tem razões o suficientes para me odiar.

Mas no segundo que as palavras saíram da minha boca, Fohl segurou meu colarinho, e parou o punho fechado dele na frente da minha cara.

“Como se eu pudesse te odiar! Como se eu pudesse colocar minha mente em paz por te odiar!” (Fohl)

“O qu…” (Naofumi)

“Atlas, você vê, até o fim, ela te amou! Pelo seu bem, ela escolheu se sacrificar! Então eu não posso… odiar ou ressentir você. Eu não fui capaz de salvar ela também. Se na hora, eu tivesse apenas parado ela, nunca teria chego nisso!” (Fohl)

“Mas…” (Naofumi)

Possibilidades hipotéticas flutuaram em minha mente.

Naquela hora, se eu tivesse parado ela, Atlas não teria morrido.

Naquela hora, por que eu não consegui responder os sentimentos dela?

“Naquela hora, se nós não tivéssemos nos encontrado, Atlas… não teria morrido.” (Naofumi)
Meu campo de visão deu uma virada de 90 graus, e eu fui jogado longe.

Foi só depois que eu cai no chão que eu percebi que Fohl tinha me acertado.

“Não diga coisas assim, mesmo por engano!” (Fohl)

“Mas essa é a verdade-” (Naofumi)

“Se ela não tivesse te encontrado naquela hora, Atlas estaria morta! Eu nunca fui capaz de conseguir o dinheiro necessário para o remédio para prolongar a vida dela. A próxima vez que ela tivesse um espasmo, ela teria morrido! E ainda… aquele que nós deixou andar livremente foi você! Eu não te permitirei dizer coisas assim.” (Fohl)

“Ainda assim… algo desse jeito…” (Naofumi)

“Não suje mais o orgulho da Atlas!” (Fohl)

Fohl virou suas costas para mim.

Sangue pinga de suas mãos penduradas.

Ele me acertou, e eu supostamente sou mais duro do que aço. Ele deve estar com dor.

O sangue lentamente pinga no chão.

“Atlas disse isso. Ela me disse para pensar nas crianças da vila como ela, e para proteger elas. Eu tenho que honrar a vontade dela! Você é… a pessoa que eu teria chamado de meu cunhado! Eu não me deixarei te odiiiiiiiiiiiaaaaaaaaaar!” (Fohl)

O desabafo do Fohl ecoa.

Essa voz… eu não tenho certeza de que poder ela continha, mas uma luz clara voou nele da direção do templo, e girou em volta dele.

Por um momento, um flash forte o suficiente para me fazer fechar meus olhos iluminou o quarto, mas ela sumiu num instante… nas mãos do Fohl havia um par de Manoplas.

“Estas são…” (Fohl)

Elas eram pedaços de equipamento familiares…

O que respondeu ao choro do Fohl foi a arma lendária. (NT: Duas coisas: o choro também podia ser grito, e eu sempre penso em escrever ‘legendária’, mas acho que ‘lendária’ é mais bonito)

Por armação, ou coincidência? O eu de ontem teria zombado desse desenvolvimento.

Mas o eu atual não tem o coração.

Já é tarde demais…

“Eu irei definitivamente manter minhas promessas com Atlas! Eu vou… eu vou proteger os aldeões!” (Fohl)

Fohl correu com lágrimas saindo dos olhos.

Para proteger aqueles no campo de batalha.

Eu vou… eu vou…

Eu tranquilizo a soluçante Raphtalia, e… eu penso sobre a vontade deixada pela jovem garota que me amou. (NT: Vontade ou testamento, é a mesma palavra, e como ela morreu, serve também)

“Por favor me deixem sozinhos por um momento.” (Naofumi)

Eu seguro o casco vazio que era Atlas, e eu… peço para Raphtalia, Rat e os curandeiros.

“… Entendido. Mas não esqueça que a batalha continua.” (Rat)

“É, eu sei.” (Naofumi)

Raphtalia e Rat acenam, e departem.

Com uma mente rala, eu penso sobre minhas memórias com esta garota. (NT: Eu ia usar ‘mente fraca’, no sentido de ‘luz fraca’, mas acho que isso serve também, sem passar a ideia de que ele vai quebrar)

Aquela noite quando ela veio pela primeira vez para meu quarto.

“Como eu sou o Herói do Escudo, a única coisa que esse mundo me deixa fazer é defender.” (Naofumi)

Eu zombei do meu papel no que eu falei para ela.

“… Eu sei. Quando eu olho para essa vila, eu vejo que todo mundo está sendo protegido debaixo das asas do Naofumi-sama.” (Atlas)

“Asas…” (Naofumi)

“Se tudo que você fizer for proteger, todo mundo irá algum dia deixar seu ninho.” (Atlas)

“Qualquer um que queira sair pode sair, e ainda eu quero proteger essa vila.” (Naofumi)

“Mas então… quem irá proteger o Naofumi-sama?” (Atlas)

“Mah?” (Naofumi)

“Isso é o que eu penso. Se Raphtalia é a espada do Naofumi-sama, então talvez eu poderia me tornar o escudo do Naofumi-sama.” (Atlas)

“Escudo… isso não é tão fácil quanto soa, sabe.” (Naofumi) (NT: Eu copiei todas essas falas do capítulo 173, que é a ideia e tal)

Esse desejo foi concedido pelo custo da vida dela.

Isso significa que eu tenho que honrar a última vontade dela.

Se eu, que não posso fazer nada além de proteger, não posso conceder um desejo tão simples quanto isso… eu nunca serei capaz de me perdoar.

Certo… não importa quem me zombe, não importa quem abuse de mim, eu, que fui incapaz de proteger esta garota irei honrar minha promessa com ela…!

“……!” (Naofumi)

Agora, eu irei cometer um tabu.

Eu comprei a vida desta garota, explorei ela, trabalhei ela até a morte, e agora eu ia atormentar ela até depois disso. Por que um criminoso como eu precisa se sentir tão culpado?

Eu olho para o corpo da Atlas.

Esta é uma garota que gostou de alguém como eu.

Ela incondicionalmente aceitou tudo em mim.

Eu vou absorver essa garota no meu escudo.

Pânico. Medo. Desespero. Lamentação.

Várias emoções giram pela minha cabeça.

Eu não consigo parar a tremedeira no meu corpo.

Ainda assim, isso é algo que eu preciso fazer.

Se rezar tudo aquilo não irá trazer um milagre, se ele vai ver essa irracionalidade e passar um olho gordo… então deus não deve existir.

Não, ele é uma existência que não pode existir.

Como se eu fosse deixar ele existir!

Se um deus que permite isto existe, eu nunca irei perdoar ele.

Não importa o que aconteça, eu irei matar ele.

Quero dizer, isso não é estranho!?

Tudo estava funcionando suavemente.

Eu dei amplo aviso.

Nós íamos voltar para casa sem nenhuma casualidade!

Se aquela luz não existisse, Atlas não teria morrido.

Pro inferno com Heróis.

Pro inferno com Deus.

Pro inferno com a Onda.

Pro inferno com…

Porque diabos eu devo… por esse mundo sem sentido…

“Atlas… eu acho que eu meio que entendo a razão pela qual você não queria retornar para a terra desse mundo.” (Naofumi)

O corpo da garota que não iria falar de novo era leve demais.

Mas eu irei honrar minhas promessas.

Mas eu irei honrar minhas promessas.

Eu nunca irei quebrar elas.

Eu não deixarei ela ir para o céu ou inferno deste mundo de merda.

“Ku…!” (Naofumi)

O corpo da garota desaparece no meu Escudo.

Era a exata mesma luz de quando o Escudo absorveu um monstro ou um objeto.

Serie Maldita. Escudo da Ira, Benção!

Seria Abençoada. Você desbloqueou o Escudo da Compaixão!

Você preencheu as condições para o Escudo de Alma!

Você desbloqueou a Serie Demi-Humana! Serie Completa!

Você completou a Serie Escravocrata!

Você desbloqueou a Serie Companheiro! Serie Completa!

Você dissipou a Maldição de Blutopfer!

『Serie Abençoada』

A Serie Abençoada é uma serie concedida apenas para aqueles que superaram suas maldições. Uma serie poderosa de armas.

Há uma forma padrão, e ela pode evoluir para outros formatos.

Os Bônus de Equipamento são baseados no Escudo que ela virar.

Serie Benção.

Escudo da Compaixão

Bônus de Habilidade:

Bônus de Equipamento: Skill 「Mudar Escudo (Ataque)」「Dama de Ferro」「Parede Meteoro」

Habilidade Especial:

Tentação Benevolente, Encantamento, Benção, Resistência à Tudo, Feitiço de Suporte

Junto com o desaparecimento da garota cega… o Escudo da Compaixão nasceu no meu coração.


Tradução: Thyros



Fontes
Cores