TYN – Capítulo 299 – A Última das Sete Estrelas



E bem, ele foi preservado decentemente, mas a parte de baixo do mural tinha sido completamente desgastada.

Eles provavelmente pensarem que era só um padrão na pintura, mas era o sincero japonês.

Simples assim… lá…

Há quase nada que eu consiga ler. De novo, qual é o significado disso?

Mas tinha algo incrível na lista de ataques do Houou…

A imagem ilustrou o primeiro caindo, e o segundo inchando.

Depois disso, o próximo pictograma ilustrou o que sobrou explodindo, não deixando nada além de terra torrada.

Depois de tomar este ataque, os heróis recuaram.

Ao menos, de acordo com esse registro.

Eles não derrotaram ele?

Eu pensei por um segundo, mas olhando de perto o pássaro explodindo, eu vejo que ele estava se dividindo em dois.

Eu acho que esse ataque acontece toda vez que você derrota um deles.

E depois que o que sobrou explodir, ambos revivem, e o ciclo se repete.

… Isso é como a Tartaruga Espiritual.

Só por parar o coração, você não consegue derrotar ela. Só por separar a cabeça, ela vive.

Mas desta vez, se você derrotar um individualmente, o outro solta um poderoso contra-ataque.

Alguém foi legal de rascunhar algumas estrelas em volta de Houou.

Parece que essas foram adicionadas depois.

Depois disso, os desenhos sobrando estavam trincados demais para nós conseguirmos entender mais alguma coisa. Mas eu realmente aprendi que nós temos que derrotar eles ao mesmo tempo.

“Com a Tartaruga Espiritual, você tinha que destruir a cabeça e o coração para derrotar ela. Muito provavelmente, nós teremos que fazer o mesmo com os dois pássaros. Ao falhar, o que sobrar usará um poderoso ataque de auto-destruição, e ambos são revividos.” (Naofumi)

“Como eu pensei… o jogo era diferente. No jogo, ambos Houous dividiam uma barra de HP, e se você derrotar um, ambos caiam.” (Ren)

“Auto-destruição… Enquanto revivendo ao mesmo tempo. Que problemático.” (Itsuki)

Mais uma vez, Itsuki lê de forma monótona com um rosto inexpressivo. Eu não sinto motivação dele.

Mas pelas palavras dele, ele está analisando bem o afresco.

“Ainda mais, no que um voa mais alto, nós teríamos que naturalmente concentrar nossos ataques no mais baixo.” (Ren)

“O que significa que uma bomba irá explodir de cima…” (Naofumi)

Adicionando ressuscitação.

De acordo com Ren e os outros, Houou era bem forte, mas parece que alguém aumentou a dificuldade.

“Então que tal eu e Itsuki-kun atacarmos o mais alto, e o Sogro e Ren-kun se concentrarem no mais baixo?” (Motoyasu)

“Bem, eu acho que é assim que vai acabar sendo. Pelas propriedades da arma dela, Rishia deve ajudar Itsuki com o mais alto.” (Naofumi)

“O que devo ter o exército fazendo?” (Rainha)

Seria legal se nós pudéssemos derrotar ele apenas com os Heróis, mas eu não tenho realmente certeza.

Se os exércitos aliados querem participar, então eu devo fazer uso deles.

Isso significa…

“Pegue todos que podem usar magia de longo alcance. Eu acho que os outros estarão usando arcos. As pessoas habilidosas em magia devem mirar no mais alto, e todo o resto, no mais baixo. Eu lhe deixarei encarregada da organização precisa e estratégia.” (Naofumi)

Bem, nós temos quatro heróis fortalecidos no máximo aqui. Eu quero acabar com esse aqui com o mínimo de dano possível.

Eu não quero topar com algum fator desconhecido mais tarde.

E dessa vez, nós temos um leve entendimento do padrão de ataque deles, então criar contra-medidas não deve ser muito difícil.

Claro, não é certeza que as palavras do passado são completamente verdade, então nós devemos prosseguir com cuidado.

“Entendido. Como devemos pedir para eles treinarem até o dia?” (Rainha)

“Vejamos… se nós tivermos um alvo voador, deve funcionar bem se eles só praticarem nele.” (Naofumi)

Devo deixar isso para os knights dragões? (NT: Os cavaleiros montados em dragões)

Não, tanto Firo quanto Gaelion podem voar, então nós podemos ter eles imitando o suposto padrão de ataque, e treinar nisso.

As chamas e sopros podem provavelmente ser reproduzidos com magia, eu aposto.

“Eu entendo. Então daqui em diante, o exército das forças aliadas irá começar a treinar para combater Houou. Eu espero que os Heróis ajudem também.” (Rainha)

“É.” (Naofumi)

“Deixa comigo.” (Ren)

“Eu irei tentar meu melhor.” (Itsuki)

Quero dizer, não é por isso que nós estamos aqui?

Nosso objetivo principal é deixar o contador de casualidades o mais próximo de zero quanto for possível.

Eu gostaria de evitar batalhas como as que nós tivemos até agora Batalhas sem preparação.

Eu colocarei tudo de mim nisso.

“Então devemos olhar o outro templo que nós passamos mais uma vez.” (Rainha)

Depois que nós terminamos de olhar o Mural do Houou, a Rainha e o homem deste país nos guiaram.

“Tem alguma coisa lá?” (Naofumi)

“No momento, aquela é a única arma das Armas das Sete Estrelas que ainda tem que selecionar um wielder.” (Rainha) (NT: Wielder = Manejador… que coisa horrível traduzir alguns termos)

“Hmm…” (Naofumi)

Isso pegou meu interesse.

Honestamente, nós temos absolutamente nenhuma ideia de que tipos de armas as sete estrelas são.

Parece que a arma estranha nas mãos da Rishia é alguma outra coisa, e eu nunca vi Lixo segurando um bastão. (NT: Pessoal não gostava do Herói da Bengala, então…)

“Por que tem uma fila assim atrás dele?” (Naofumi)

“Os Heróis não conseguem entender?” (Estudioso)

Bem… não é tão difícil assim.

As lendárias armas podem ser usadas por aqueles deste mundo também.

Claro, pelo jornal anterior, parece que os de outro mundo podem usar elas também.

Pensando que eles eram dignos dela, eles se alinharam para ver se eles seriam escolhidos pela arma.

Com tantas pessoas assim, eu acho que essa seria uma boa chance para negócios.

Algo como uma moeda de prata para testar seu valor, ou algo assim.

… Esse mundo parece cultuar Heróis, então eu acho que tais práticas irão criar animosidade.

A longa fila se parte para nós, e nós entramos no templo.

Na frente da linha estava… o centro do templo, no qual havia uma única parede. Não, esse caso, era um bloco de pedra com a arma imbuída nela.

Parece que as pessoas estão testando se elas conseguem ou não tirar ela.

“Gununu…”

O rosto de um soldado do exército fica vermelho no que ele desesperadamente puxa ela.

“Sim, próxima pessoa vá em frente.”

O soldado abaixa seus ombros, e vaga pelo caminho que ele veio.

… Ser escolhido é um evento tão feliz assim?

Ser selecionado como o Herói do Escudo não foi nada além de sofrimento para mim.

Esses caras não são sortudos? Se eu dissesse isso, esses caras podem me achar orgulhoso e egoísta.

Eu penso, no que eu olho para a arma.

… É uma manopla.

O Herói que selou Houou aparentemente tinha uma manopla. Não é estranho para a arma estar aqui… ou é?

Por essa lógica, uma devia estar na vila da Tartaruga Espiritual também.

“Hey, Rainha, por que essa manopla está aqui? Tem uma razão pela qual Faubley não veio coletar ela?” (Naofumi)

“A muito tempo atrás, este país experienciou grande prosperidade. Pela lenda do Herói da Manopla. Isto é um dos tesouros deste país.” (Rainha)

“Então e a Tartaruga Espiritual?” (Naofumi)

“Parece que ela foi selada por um herói de um país estrangeiro.” (Rainha)

“Então é desse jeito.” (Naofumi)

Isso faz do Houou uma lenda mais nova?

Não é como se eu tivesse que investigar isso minunciosamente. Quero dizer, isso soa um pé no saco.

… Pelo que eu vejo, é de um design bem simples. Você também poderia só chamar ela de luva.

É uma forma básica como aquela do Escudo Pequeno.

No meio da manopla, tem uma úncia gema imbuída.

Tem uma dessas em todas as armas de Heróis?

Eu acho que esta é a primeira forma da arma.

“Esta é a última das Sete Estrelas?” (Naofumi)

“Sim.” (Rainha)

Essa é a primeira vez que eu vejo uma real… mas eu acho que eu já vi algo parecido, em algum lugar. Eu imagino o porque.

A arma da Rishia continua semi-transparente, e eu recebo uma sensação diferente dela.

Quando eu olho para esta aqui de perto, eu sinto… um poder maior.

“Então ela está esperando por um novo wielder aqui?” (Naofumi)

“Isso mesmo. Maioria das pessoas que visitam este país vieram para testar seu ardor, e obter esta arma.” (Rainha)

“Hmm…” (Naofumi)

Eu terei os escravos do meu lugar tentar por ela também.

Seria legal se Atlas obtiver ela.

O talento dela é alto, então isso realmente soa muito provável…

Mas essa fila é longa demais.

“Quando você acha que essa fila vai acabar?” (Naofumi)

“Eu acho que ela permanecerá durante o dia.” (Rainha)

Wow… só quão popular é essa atração?

“Bem, com os tempos do jeito que estão, muitos aventureiros estão desafiando a arma também.” (Rainha)

“Bem, então, isso pode ser um pedido não razoável, mas você poderia deixar os lutadores do meu lugar tentarem também?” (Naofumi)

“Eu tentarei negociar por isso. Até o treinamento começar, os Heróis e os membros de seu grupo são livres para agirem como quiserem.” (Rainha)

Seguindo o estudioso do país, a Rainha foi em direção ao castelo.

O resultado: quando a noite caiu, meus escravos foram dados permissão especial para desafiar a Manopla.

Eu gostaria de ver esses resultados.


Tradução: Thyros



Fontes
Cores