TYN – Capítulo 298 – Jornal do Herói



Nós começamos a olhar pelos relatórios do Houou dentro do castelo.

Havia alguns livros documentando o dano causado por ele.

Aparentemente, o número de casualidades não é nenhuma brincadeira.

Como um esforço de último caso, os Heróis foram invocados, e Houou foi selado.

“Ren, Motoyasu, Itsuki, pelo conhecimento de vocês, onde Houou estava selado?” (Naofumi)

“Naquela montanha.” (Itsuki)

Itsuki olha para fora da janela, e indica uma montanha… parece uma montanha oriental padrão.

Ele aponta seu dedo para ela.

“É, ali.” (Ren)

“Isso mesmo, Sogro, ali.” (Motoyasu)

“Fumu… em seus jogos, como exatamente o selo foi quebrado?” (Naofumi)

“Era durante uma quest, certo? Ele reviveu da estrutura de pedra agindo como seu selo.” (Ren) (NT: Quest -> Missão, mas muito mais bonito assim)

“Entendo.” (Naofumi)

No caso da Tartaruga Espiritual, as vibrações causadas pelos monstros destruíram muito dos murais mostrando ela.

Mas agora, nós podemos ir pela informação com toda calma. Que relaxante.

Hmm?

É um jornal deixado para trás por um dos Heróis que selou ele.

Da invocação até desafiar Houou, isso tem múltiplos volumes descrevendo cenas do começo da vida dele nesse mundo, até sua morte… aparentemente.

É desse jeito.

Usando a sabedoria de seus ancestrais.

Imitando algum herói antigo para derrotar ou selar um monstro.

Quero dizer, escola nos ensina a agir como grandes pessoas que já morreram faz tempo, certo?

O jornal detalhou ele sendo invocado, e escolhido como o Herói da Manopla das Sete Estrelas. Isso detalhou a vida diária dele de lutar. (NT: Manopla=Gauntlet, aquele equipamento de mãos e tal, que segundo o Ippo que comentou aqui, é a tradução usada nos RPGs mesmo; e eu odeio traduzir ‘Seven Star Hero’)

Eu não tenho ideia de como era o mundo passado dele.

Os relatos dizem nada de VRMMOs ou ESPers. Ele é de um mundo como o meu ou do Motoyasu?

Isso meio que é lido como uma Web Novel, apesar de ser baseado na experiência real dele. (NT: A quarta parede está trincando, cuidado)

Algo sobre espancar um cara que estava irritando ele. A maioria disso era só sobre o cara se achando.

Pare de falar sobre seu Harém. Isso é só nojento.

Eu realmente não me importo sobre as cenas tocantes com suas heroínas.

A esposa número um dele parece ser a princesa presente na invocação dele, mas mencionar princesas perto de nós é como pisar numa mina terrestre. O nome real da garota está incluso.

Incluindo eu, todos de outro mundo são assim?

De qualquer jeito, eu tentei pular isso, mas me preocupei sobre perder informação crucial, então eu comecei a ler isso cuidadosamente.

Quando eu acharei algo útil?

E espera, deixando algo assim para a futura geração, o que esse cara estava pensando…?

Isso era um simples diário?

Quero dizer, está escrito em japonês, então as pessoas desse mundo não conseguem ler isso. Essa possibilidade existe.

Isso significa que isso pode ter sido altamente dramatizado.

Ao menos, eu não acho que o indivíduo planejou para qualquer outra pessoa ler isso.

Caso contrario, só seria embaraçoso.

Ren tem uma expressão duvidosa.

Motoyasu está… fazendo Midori ler isso, e está brincando com as três penas dele.

Espera, Midori pode ler japonês?

Itsuki está indiferentemente lendo através disso. Mas se ele achar algo, eu acho que ele irá falar.

Só nos conte sobre Houou logo.

E… eu li através de cada e todo volume disso.

Os únicos livros faltando são aqueles pertencentes ao Houou, e aqueles pertencentes da onda.

Se ele apenas mostrasse seus métodos de fortalecimento, de como aumentar de classe, ou algo assim.

“Oy, as partes mais importantes estão faltando.” (Naofumi)

“Essa é toda a informação que nós temos em mão.” (Estudioso)

De novo.

Oy… por que eles só tem esse conjunto de livros finos, com a informação necessária omitida?

Será que alguém intencionalmente se livrou dela?

Eu realmente quero reclamar com alguém, mas é como é. Não tinha informação útil. (NT: Eu sei que o ‘mas é como é’ ficou meio estranho, mas é isso…)

“… No passado, uma guerra ocorreu nessa terra. Naquele tempo, muita da nossa informação se foi em chamas.” (Estudioso)

“A chama realmente foi precisa na informação que engoliu.” (Naofumi)

“M-me desculpe…” (Estudioso)

O estudioso se desculpa no que ele reorganiza os relatórios e olha por eles.

Uwah… isso é inútil.

Mas não é como se reclamar vá fazer qualquer coisa.

“Este é o último. Um único manuscrito sobrou.” (Estudioso)

Me foi entregue um conjunto de papel.

Isso é mais uma pilha de restos do que um livro. Ainda mais, ele está cheio de furos.

Ah, ele tem uma descrição mínima do Houou.

O objetivo do Houou é… para ganhar… é prevenido.

Você não pode selar ele durante o último conjunto de ondas.

E para derrotar ele, você precisa… ambos… ou senão…

Aqui seu padrão de ataque é…

Como esperado, a escrita foi incapaz de suportar os anos. Muito dele foi impossível de decifrar.

Quero dizer, o que está acima foi a única coisa que eu pude entender depois de consultar o resto dos Heróis.

Para ele se tornar ilegível bem antes de ir sobre padrões de ataque, eles estão tentando me insultar?

Quem foi? Quem foi tão negligente em tomar cuidado deste precioso manuscrito?

“Depois é um mural deixado pelos heróis passados. Vocês poderiam por favor olhar ele também?” (Estudioso)

“Claro.” (Naofumi)

Esperando murais como aquele na cidade da Tartaruga Espiritual, nós entramos num templo que parecia ser uma atração turística.

“Os exércitos estão alinhados estranhamente.” (Naofumi)

No portão da frente do templo, uma estrutura levemente separada do corpo principal, eu notei uma fila se formando.

Alguns mercadores estão andando em volta e vendendo para a fila… quando Houou está tão perto assim… o espírito comercial deles é admirável.

“Essa também é uma área que nós gostaríamos de ter os Heróis checando mais tarde.” (Estudioso)

“Hmmm.” (Naofumi)

Então eu não terei que perguntar sobre isso agora.

O que nós precisamos neste momento é informação sobre nosso inimigo.

Tem uma alta probabilidade que nós somos os únicos que podem entender o que está escrito no mural.

Isso pode só parecer um estranho padrão para aqueles deste mundo, mas para nós, eles devem se tornar letras.

Como com a Tartaruga Espiritual.

E desse jeito, nós entramos no prédio.

Parece que isso verdadeiramente era um ponto turístico dedicado aos heróis. Nós continuamos andando através da estrutura de pedra.

A atmosfera parece pesada.

E no que nós andamos, nossos passos ecoam na escuridão.

Uma pessoa estilo um padre budista veio nos cumprimentar… ainda assim, eu vejo algumas poucas pessoas estilo padres católicos também. O que está acontecendo com a religião desse mundo? (NT: Eu sei que eu devia colocar talvez monge para o budista, mas a palavra ‘priest’ é padre/pastor, ‘monk’ que seria monge mesmo…)

Velas cintilantes iluminam o templo escuro.

A parte independente dele era decorada por várias estátuas imitando a besta.

A atmosfera deprimente só parecia me deixar mais nevoso.

“E? Onde está o mural que os heróis supostamente deixaram?” (Naofumi)

Na parede haviam vários trabalhos com antiga escrita, e murais do que pareciam ser da civilização Maia. Eu não consigo dizer qual deles devia ser aquele.

Eu sinto que eu fui dado um tour numa estranha atração do que num monumento.

“É este aqui.” (Estudioso)

Nós fomos levados para a parte mais funda do templo, onde nós achamos um grande… afresco.

Mas… está escuro. Eu não consigo ver a pintura toda.

“Está escuro. 「Faust Brilhe Fogo」.” (Rainha)

A Rainha ilumina a sala escura.

O que estava diante de nós verdadeiramente era uma ilustração do Houou.

Eu não sei se ela foi feita pelos Heróis, mas o que está sendo mostrado são dois pássaros grandes, cercados por um mar de fogo.

Só pela sua aparência, eu acho que ele ataca usando suas asas, derrubando fogo, e usando suas garras.

Os pássaros em si parecem ser pavões, com escamas em seus corpos.

As penas da cauda se abrem como um leque para formar uma… cauda estilo de peixe?

Não era vermelho, mas uma colagem de várias cores. Era bem diferente do que eu imaginei.

Um ficou no centro demonstrando suas cores vibrantes, enquanto o outro circulou em volta dele com cores opositoras.

Mas talvez devido à sua idade, o dano no mural é severo.

Apesar que parece que ele foi bem preservado.

Seus métodos de ataque ficaram aparentes pelo mural.

O primeiro pássaro iria voar numa altitude alta, e bombardear o chão abaixo com magia e fogo. O segundo iria voar baixo, e atacar com garras, e sopros de chama. Eles coordenam ataques assim.

Claro, isso poderia ser só o trabalho de ficção, ou uma dramatização exagerada. Mas é isso que foi mostrado.

“Ele com certeza tem alguns ataques problemáticos.” (Naofumi)

Ele cobre tudo à sua volta em chamas, e transforma os corpos torrados em zumbis…

A Tartaruga Espiritual tinha uma habilidade parecida.

Também, as penas que são produzidas de suas asas podem dar à luz para familiares.

Só quão versátil é esse monstro?

Mas baseado na sua ilustração, e comparando com os prédios no fundo, eu não acho que seja tão grande quanto a Tartaruga Espiritual.

Apesar que é provavelmente de tamanho considerável.

Um era levemente maior que o Gaelion pai pré-morte.

E nós temos que lutar dois.

“Ren, seu Houou era parecido?” (Naofumi)

“Sim, na maioria… mas ele não tinha um ataque de sopro.” (Ren)

“Há alguns ataques que eu não conheço também. O meu nunca usou suas asas para agitar o vento. Mas este aqui parece criar redemoinhos, e invocar tornados.” (Itsuki)

“Sogro, a habilidade que eu não conheço é sua habilidade de invocar familiares.” (Motoyasu)

Então os jogos eram diferentes da realidade.

Ainda assim, eu penso isso toda vez, mas por que todas as ilustrações e as informações dos outros heróis são cheias de buracos?

Eles tem informação nas coxas, mas com isso, parece que qualquer um iria fazer o erro.

Se eu tivesse informação como eles, talvez eu iria também ter desafiado erroneamente a Tartaruga Espiritual.

…? Algo está me incomodando, mas… eu não consigo dizer o que é.

É como se algo estivesse preso na minha garganta.

Mas parece o tipo de coisa que eu não entenderei se eu continuar pensando nisso.


Tradução: Thyros



Fontes
Cores