TYN – Capítulo 293 – A Espécie Raph dos Raphs



De noite, eu me recuperei nas fontes termais e então voltei via portal enquanto ainda me sentindo quente. Eu não fui capaz de trabalhar por causa da maldição e eu até tomei um tempo do treino e fui visitar Rat no novo laboratório dela.

“Rafu~”

“Tali~”

Li-a~”

… Os monstros que eu remodelei quando eu estava louco vieram para me cumprimentar.

Por hora, nós estamos tratando eles como uma subespécie da espécie Raph e a sensação deles não é ruim. Ou aliás, é boa.

Os monstros baseado nas Lagarterras estavam muito felizes por terem sido remodelados na espécie Raph e estava trabalhando duro para aumentarem seus levels no grupo de combate.

Sua aparência era a de um Raph jumbo, e alguns traços permaneceram em sua cauda.

Para explicar esses traços, havia pernas de lagarterras ainda ligadas em sua cauda.

Em vez de uma cauda… parecia mais ser um abdômen de inseto.

Eu cumprimento Rat, que estava colocando algo num tablet. (NT: Digitando)

Hm? Sadina também está aqui.

“Como vão as coisas?” (Naofumi)

“Rafu~” (Mii-kun)

“Naofumi-chan. Hoje é uma boa noite. Você não beberá com Onee-san?” (Sadina)

“Não vou.” (Naofumi)

Mii-kun veio para me cumprimentar como um assistente, mas eu ignorei ele.

Isso pode ser preconceito, mas esse cara me deixa de algum jeito enojado.

“Ah, Marquês… como você pode vir tão calmamente… apesar que essa audácia é bem como o Marquês.” (Rat)

Rat diz amargamente.

Bem, eu entendo os sentimentos dela, mas eu não posso ficar chorando em culpa para sempre.

A batalha com Houou se aproxima.

Nós temos coisas que nós devemos fazer uma à uma.

Ainda mais… Melromarc não parece ter nenhum envolvimento direto, mas a Cidade do Castelo se tornou um pouco tensa.

As ondas também eram assim mas, como alguém esperaria, agora é uma hora cuidadosa.

“Aquele que modificou esse cara não fui eu. Foi algo que me possuiu.” (Naofumi)

“Eu sei disso.” (Rat)

“Você estava no meio do tratamento médico da Sadina?” (Naofumi)

“Não. Isso já foi resolvido… ou aliás, não vá bebendo com Mii-kun.” (Rat)

“Rafu~” (Mii-kun)

“Ahaha, mas essa criança tem uma resistência alta, então Onee-san estava aproveitando isso.” (Sadina)

… Agora que eu olho mais perto, o que Mii-kun conquistou era absurdo.

Ele parece um Raph mas algo está diferente.

“Mii-kun. Vá dormir cedo.” (Rat)

“Rafo~” (Mii-kun)

De algum jeito a intonação dele era estranha… ele derreteu!? (NT: Mudou a forma de escrita em japonês, só isso)

Dissolvendo numa forma estilo xarope, Mii-kun rastejou com um som doentio e saiu da sala.

Isso pode virar um trauma.

“Então, o que você quer, Marquês?” (Rat)

“Ah, eu só estava imaginando sobre o estado das coisas.” (Naofumi)

Eu estive preocupado por um tempo agora.

“Vejamos… é frustrante dizer, mas em toda honestidade, sua pesquisa quando você estava possuído merece elogios.” (Rat)

“…” (Naofumi)

“Eu entendo se isso lhe incomoda, e eu não quero reconhecer isso mas, como eu devo dizer, um gênio que pode fazer tudo isso não é ruim.” (Rat)

“O que há de tão genial sobre ela?” (Naofumi)

“Primeiro é que há quase nenhum efeito colateral. E com isso, os resultados são marcantes. Para as crianças em recuperação, e para os monstros.” (Rat)

“Efeitos colaterais, você diz…” (Naofumi)

“Antes do tratamento médico… haviam crianças que estavam passando por tratamento médico aqui, certo? Isso costumava em só resultar em vítimas como aquelas.” (Rat)

“E você está dizendo que eu consegui sem caras daquele jeito.” (Naofumi)

“Sim.” (Rat)

Eu também examino eles, os caras que receberam tratamento e agora me chamam de deus.

Eu estou feliz que é só até esse ponto, as modificações anteriores foram excessivas demais.

Até onde isso vai, parece que eles desejaram por isso eles mesmos, mas uma linha que não deve ser cruzada, não deve ser cruzada.

“Parece que você colocou seus dados na gema dentro do Mii-kun no caso de você estar em algum acidente. Uma quantia considerável de plantas para as coisas que eu queria fazer estavam incluídas também.” (Rat) (NT: Gema no sentido de pedra preciosa e tal; plantas daquelas de arquitetura, não Bioplanta)

Rat opera o tablet e projeta uma imagem… mas honestamente, eu não entendo nada dos conteúdos.

Nesse quesito, é bem de alto nível.

Mesmo que eu tenha sido dito que fui eu que fiz isso, eu não consigo acreditar nisso.

“Se eu seguir isto, a maioria das coisas que eu desejei fazer serão alcançadas, mas… bem, eu procurei pela maioria disso.” (Rat)

“E? Os resultados?” (Naofumi)

“Foi um fracasso. Foi tão frustrante que eu sinto vontade de chorar.” (Rat)

“Então isso mostrou como fazer uma arma que cresce?” (Naofumi) (NT: Sentido de evoluir)

“Isso era algo que não tinha. Se eu tivesse que dizer, parece que é porque você colocou seus esforços em criar a nova espécie.” (Rat)

“A espécie Raph, huh.” (Naofumi)

“Sim. Contudo, isso é só um apelido. O que você irá fazer sobre o nome oficial?” (Rat)

Só que a imagem deles já está marcada como a Espécie Raph.

Não importa do que você etiquete eles, é porque eles foram baseados na Raphtalia.

Apesar que é simples demais chamar eles de Raph e Tali e Ria e assim em diante só porque Raphtalia foi originalmente usada como a base.

Bem, também é problemático pensar em algo tão tarde assim.

“Espécie Raph não está bom como está?” (Naofumi)

“Há vários como a espécie Tali e espécie Ria. Então eles serão coletivamente conhecidos como a espécie Raph. Eu entendo. Similar com a espécie Philia dos Philorials, será a espécie Raph dos Raphs. (NT: E é daqui que brotou o título)

Uh… vamos pensar num nome para chamá-los.

Parece que eu levarei bronca se eu decidir em espécie Raph da Raphtalia ou algo assim.

De todo jeito, eu não darei para eles um nome assim.

“Apesar que eu não sei a diferença entre os Raphs de Sétima Geração e os Raphs de Primeira Geração.” (Naofumi)

Eles tem a mesma sensação quando eu acaricio eles, e eu não realmente entendo a diferença. Apesar que parece que eles diferem em habilidades.

“Há apenas alguns que parecem uma Raphtalia deformada, mas o que são eles?” (Naofumi)

“Eles são os sétimos… para fazer isso mais fácil para você entender, devo chamar eles um dos Raphs que você fez no sétimo dia, eu acho?” (Rat)

A contagem de dia, huh.

Então o híbrido entre Tanuki, Guaxinim e Panda Vermelho foi a fundação da Espécie Raph, e é provavelmente de boa pensar na Raphtalia deformada sendo uma de suas subespécies.

“Era Mii-kun, certo. Que geração de espécie de Raph ele é?” (Naofumi)

“Até onde isso vai, esse corpo foi feito no oitavo dia, eu acho? Eu não realmente entendo mas eles diferem entre dias, e você até tem upgrades com habilidades diferentes. As estruturas deles são muito diferentes.” (Rat)

“Upgrades… é como se eles fossem robôs.” (Naofumi)

“Robô?” (Rat)

“Como os Golems nesse mundo, esse seria o termo mais próximo.” (Naofumi)

“Entendo…” (Rat)

“Então, como ele se difere?” (Naofumi)

“Primeiramente, esse corpo foi derivado do conceito de Slimes. Ele usa um componente conhecido como ‘massa de carne’.” (Rat) (NT: Dá pra ler também como ‘bola de carne’, mas não é informal assim nem nada…)

Massa de carne…

Isso pega meu interesse um pouco. Essa expressão.

“Ele tem uma alta resistência contra choques, ataques de corte e até magia.” (Rat) (NT: Com choque, é pancada)

“Não há brechas…” (Naofumi)

Minha intuição me informa.

A fraqueza dele é provavelmente–.

“Contudo, uma falha com os componentes é que se ele for atingido com magia altamente condutiva enquanto preso em água, ele se torna paralisado e seu núcleo interno recebe dano.” (Rat)

“E se um impacto enorme abir a massa de carne, o núcleo será exposto, certo?” (Naofumi)

“De fato, como esperado de você, Marquês. O problema é que nós não podemos expor ele para uma força forte. Será o fim se ele for acertado por isso.” (Rat)

“Ele não tem um hábito de traição?” (Naofumi)

“Ah… Mii-kun? Se eu tivesse que dizer, é só que ele almeja por poder. Pensando ‘eu continuo a ser privado porque eu sou fraco’… mas eu acredito nele.” (Rat)

“Certo. Não é só você que pensa isso?” (Naofumi)

Acreditando na sua própria criança é bonito.

Rat de fato tem a posição de uma mãe se tratando aos monstros. (NT: Ele não especificou ‘pai’ ou ‘mãe’, mas usou a figura geral que ficaria ‘pai’ -> confuso, né?)

“Você está errado. Porque metade das torres foram destruídas pelo surto dessa criança.” (Rat)

“É assim que foi!?” (Naofumi)

“Isso mesmo. Depois que ele deixou a importante posição de defensor, ele fez um buraco e criou um atalho, destruiu o aparato de segurança e interferiu com as crianças que estavam tentando proteger as torres. Se ele fosse ruim ao fazer isso, ele teria sido descartado por você.” (Rat) (NT: Se ele fizesse nas coxas, fizesse um trabalho ruim; porque ruim ele foi – com o Naofumi)

“É bom que ele não foi descartado.” (Naofumi)

“Isso é… porque ele estava lutando e participando como o companheiro de um Herói… eu acho.” (Rat)

Surtando enquanto em posição… ele era esse tipo de sujeito?

Levando minhas habilidades em consideração, se controlar fosse possível então teria sido melhor e então ele foi deixado sozinho, huh. (NT: Tá estranho, eu sei, mas é isso)

“Marquês, você também foi num belo surto, nós não sabíamos o que fazer com você. Parece que você aumentou a segurança de qualquer coisa importante. Bem, apesar que aparentemente Mii-kun mexeu com esses logs.

Rat virou sua atenção em direção à tela do tablet.

“Mii-kun. De algum jeito ele conseguiu obter esse aparelho alquímico e operou ele para enfiar ele cheio de habilidades.” (Rat) (NT: Própria Kookie tá meio incerta, mas é isso)

Ugh… isso é tão complicado quanto.

Er, usando meu senso comum para simplificar coisas… para descrever o mundo da internet em termos de itens físicos, os logs são como usar uma borracha para apagar registros num caderno e rescrever eles… eu acho?

Enquanto eu estava operando o computador, mesmo que ele fosse aproximadamente capaz de adivinhar meu alvo na rede, ele poderia destruir meu alvo iminente com um dedo… pode ser perto disso.

Bem, mesmo que tenha um computador neste mundo de fantasia, eu conheço os limites do que pode ser feito. Não é como se o mundo inteiro é conectado através da internet.

Em outras palavras, ele olhou nos logs e tentou corrigir meu surto, mas ele só se esforçou e se tornou um empecilho ele mesmo.

Finalmente, depois que as modificações foram terminadas, ele traiu o eu louco e seguiu o lado da Rat.

O que ele fez foi o mesmo que Sadina ao menos.

“Por hora, eu tenho planos em fazer um upgrade no corpo Raph homunculus que foi feito.” (Rat)

“Por que?” (Naofumi)

“Parece que ainda é incompleto. E é por isso que tem problemas. Seja como seja, está quase completo.” (Rat)

“Entendo.” (Naofumi)

“Eu imagino, a conversa de vocês acabou~?” (Sadina)

“Basicamente. A propósito, como você está?” (Naofumi)

Eu pergunto sobre o corpo da Sadina.

“Ah, bem… eu fiquei consideravelmente melhor. Eu talvez perca todo o pelo amanhã.” (Sadina)

O pelo da Sadina estava lentamente caindo em pedaços e eu pude ver traços de preto e branco.

As presas de leão-marinho já se foram.

Bem, ela de fato animadamente disse que o que não te mata te deixa mais forte.

“Contudo…” (Sadina)

“Contudo?” (Naofumi)

“… Nada~” (Sadina)

“É mesmo?” (Naofumi)

Eu perderei se eu me preocupar com isso.

Além do que, assuntos triviais são o forte dessa garota.

“Que tipo de Onee-san o Naofumi-chan gosta? Ser felpuda é talvez melhor? Como os Raph-chans.” (Sadina)

“Bem…” (Naofumi)

Sua coloração marrom me dói quando eu olho para ela.

“A forma natural da Sadina é melhor. Eu sinto que aquele corpo delineado tem mais significado.” (Naofumi)

“Oh… e fui elogiada. Onee-san se sente embaraçada.” (Sadina)

“É, é.” (Naofumi)

E então eu retornei para casa depois de falar com duas das mulheres cujas idades estavam no lado mais alto até na vila.


Tradução: Thyros



Fontes
Cores