TYN – Capítulo 282 – Bio Customização



“Fake~” (Raph)

“O q-que exatamente é isso…” (Raphtalia)

O espécime da raça Raph continua repetindo isso. A Fake está surpresa.

Hmph! Isto é uma função especial que eu coloquei nos Raph.

Isto é um truque psicológico contra a Fake.

Por outro lado, Eu não os ensinei mais nenhuma outra palavra.

“Fake~” (Raph)

“… Isto supostamente seria alguma forma de provocação?” (Raphtalia)

“Quem sabe? Parece que Naofumi estava tentando reviver Raphtalia-chan quando ele criou essas crianças.” (Sadina)

“Como…?” (Raphtalia)

“Com um pedaço de seu cabelo.” (Sadina)

“Naofumi-sama—–!” (Raphtalia)

Com um rosto de alguém que iria chorar a qualquer segundo, a Fake grita.

Fufufu, o ataque mental foi super efetivo.[1]

“E isto é uma mensagem do Naofumi-chan.” (Sadina)

Sadina mostra o vídeo cristal para a Fake e os presentes.

“Faz algumas horas, Fake e traidores. Bom trabalho em adivinhar a ordem das torres. Será que devo admirá-los por isso?” (Naofumi)

Após uma pequena pausa, minha imagem contina.

“Contudo, não achem que chegarão até aqui facilmente. Ao amanhecer, quando eu reviver Raphtalia, farei carne moída de vocês todos. Estejam preparados.” (Naofumi)

“Ah… Como devo reagir a isso…” (Raphtalia)

A Fake colocou as mãos na cabeça.

“Eu expliquei a situação para a Melty-chan, ela disse que iria acobertar a situação, porém…” (Sadina)

“Da próxima vez que tentarem invadir, eu irei com tudo também. Não achem que sempre será fácil como hoje. Então adeus, Fakes!” (Naofumi)

E meu vídeo encera.

“E assim, viemos entregar a mensagem. Se vocês tentarem atacar a fortaleza do Naofumi-chan de novo, iremos jogá-los pelo céu.” (Sadina)

“… Entendo. Então temos que enfrentar Sadina-oneechan aqui também?” (Raphtalia)

“É, se eu não lutar, Naofumi-chan ficará irritado comigo.” (Sadina)

“… Entendi. Então vamos lutar[2].” (Raphtalia)

A Fake aperta sua mão na arma e corre para Sadina.

Sadina está em desvantagem, no que ela luta enquanto defende os Raphs. Mesmo assim ela está lutando bem.

Mas por que será que ela não está usando magia?

Quando eu perguntei mais tarde, ela disse que se fizesse isso colocaria os Raphs em perigo. Eu aceitarei tal motivo.

Motoyasu está trocando golpes com Ren, Itsuki, Rishia e os Filo Rials inimigos.

“Tentar ganhar por número não vai levar vocês à lugar algumǃ” (Motoyasu)

「Windmill![3]

Motoyasu gira sua lança e cria um tornado.

Mas por causa do tempo de recarga da habilidade, e que o fato que ele estava lutando com os especialistas em longa distância, Itsuki e Rishia, ele gradualmente foi derrotado.

“Motoyasu-san, estamos em desvantagem! Vamos nos retirar.” (Midori)

Após receber golpes repetidamente, Midori fala para Motoyasu.

“Mas, eu não posso trair as expectativas do sogro.” (Motoyasu)

“Realizamos nosso objetivo. Se nós lutarmos aqui e perdemos, tudo será sem sentido!” (Midori)

“E-eu entendo. Mas eu ainda não convenci meus amáveis anjos à mudarem de lado.” (Motoyasu)

“Isto é impossível! Enquanto Piyo-chan estiver aqui, eles não escutaram nossos convites.” (Midori)

“Uu… me perdoe, sogro. Eu, Motoyasu, irei me retirar pelo bem estar de todos!” (Motoyasu)

“Ah, espere! Aonde está Gaelion? Precisamos desativar a barreira de Anti-teleportação…” (Midori)

“Rafu~!” (Raph)

O Raph usou sua magia ilusória para apagar sua própria presença. E ao mesmo tempo, ele criou cópias de Motoyasu e os outros.

A Fake percebeu quase imediatamente, mas a magia é somente para conseguir tempo.

Motoyasu, suas três e Sadina conseguiram pegar os Raphs e escaparam para fora da área de anti-teleportação.

“E foi isso que aconteceu, sogro. Eu ofereço minhas maiores desculpas.” (Motoyasu)

Eu vejo o que ocorreu no cristal de memória que fiz Motoyasu carregar.

“Os resultados foram satisfatórios. Parece que eles verdadeiramente intendem nos opor. Eles são um grupo que teremos que eliminar se nós desejarmos conquistar o mundo.” (Naofumi)

Levará algum tempo até que a barreira da segunda torre seja destruída… Eu aumentarei nossas forças enquanto isso.

E meu primeiro dia de construção de laboratório é concluído assim.

O segundo dia.

Eu começo meus preparativos para a produção em massa da raça Raph.

Eu ainda estou duvidoso se eles serão ou não um recurso tão bom assim, mas ter eles é melhor do que não ter.

Quem eu devo enviar para defender a segunda torre?

Motoyasu é confiável, mas ele ficará em desvantagem lutando contra todos ao mesmo tempo.

Eu provavelmente devo enviar Atlas, Firo e Fohl também.

Ainda assim… Eu tenho minha duvidas.

Mesmo que eles sejam podres, eles são heróis com seus grupos.

“Niichan! A árvore de crepe está pronta?” (Kiel)

“Ah, Kiel. Eu farei ela mais tarde. Eu ainda estou ocupado.” (Naofumi)

“Entendo…” (Kiel)

Kiel me acordou de quando eu estava tirando um cochilo curto no laboratório.

Sob meu braço, Atlas está dormindo alegremente.

Fohl também está dormindo.

“Que você fará hoje?” (Kiel)

“Ah, hoje, planejo fazer uma arma poderosa para me preparar para derrotar aquele exército fake.” (Naofumi)

“Ara? Você está planejando algumas coisas interessantes.” (Sadina)

Sadina, que dormia num canto da sala, acorda e entra na conversa.

“Que tipo de coisas você está planejando?” (Sadina)

“Eu modificarei os monstros e criarei um extremamente poderoso.” (Naofumi)

“Oh~! Incrível~!” (Kiel)

“Há até que alguns monstros por aqui, então tenho muito trabalho para fazer.” (Naofumi)

Para fazer um corpo para Raphtalia, o Escudo me contou que eu preciso estudar os corpos de vários monstros também.

Monstros possuem vitalidade transbordante, e há alguns que podem continuar funcionando como mortos-vivos mesmo após a morte[4].

Gaelion é um ótimo exemplo.

Se estudar aquilo, eu conseguiria melhorar meu Raphs. Eu serei capaz de chegar mais e mais próximo da original.

E também, eu prometi aos monstros. Que eu os tornaria fortes.

Enquanto eu pensava por essas linhas, o monstro que a Rat ligava tanto começou a bater nas paredes de seu tanque.

Eu acho que ela o chama de Mii-kun ou algo parecido.

Eu tomei o laboratório de pesquisa como estava, então eu acho que ele esteve aqui o tempo todo.

“Hmm? Que foi?” (Naofumi)

Eu não consigo realmente dizer o que ele pensa, mas posso ler as suas expressões.

“Você quer que eu lhe use?” (Naofumi)

O monstro de Rat acena com convicção.

“Fumu…” (Naofumi)

Ele é um monstro que desejava ser forte.

Acho que está tudo bem.

“Você tem a determinação para passar por todo tipo de experimentos… certo?” (Naofumi)

Ao ouvir minhas palavras o monstro acena.

Ótimo.

Eu pressiono meu Escudo no tanque de cultivação contendo o monstro, e viro uma chave.

O efeito que eu ativo é Habilidade Bônus: Bio Customização, Correção de Alquimia e também… Modificação de Genes.

Símbolos geométricos e letras voam, envolvendo o precioso monstro de Rat.

… Fortalecimento é tudo sobre imaginação.

Que tipo de fortalecimento ele busca? Isto é o mais importante.

Mesmo quando ele não é humano, eu não devo fazer quaisquer modificações que ele pessoalmente não deseje.

“Então agora, imagine o que você deseja se tornar. Eu lhe assistirei ao melhor da minha habilidade.” (Naofumi)

O monstro da Rat acena novamente, e sua imagem ideal entra minha mente[5].

… Muito bem.

Rat queria fazer um monstro como um dragão, com vitalidade esmagadora. Um que não morrerá facilmente.

Essa vontade em si foi transferida perfeitamente para seu espécime precioso.

Talvez os corações deles estejam ligados de alguma forma.

Contudo… isto é um pouco acima da capacidade física deste monstro.

Se as modificações excederem a capacidade de um monstro, então minhas capacidades de Experimentação Humana e Modificação de Genes não funcionam.

Neste aspecto, as bioplantas possuem uma capacidade extremamente larga.

Claro, para ativar isso, uma larga quantia de magia e SP é consumida. Mas com a habilidade de recuperação do Escudo, se eu descansar um pouco, isso será reabastecido sozinho.

Isso é só quão alto meu atual level é.

O que eu devo fazer…

“Desculpe, mas por favor diminua suas expectativas. Do contrário…” (Naofumi)

O monstro de Rat me encara e passa sua forte vontade.

Bem, se eu fizer uma modificação levemente inferior, ainda haverá outros meio de fortalecê-lo.

Eu edito a imagem que o monstro de Rat me enviou, abaixando ela um pouco, antes de apresentá-la de volta ao monstro.

Este tanto é bem possível.

Por sorte, eu já tenho todos os materiais necessários no meu Escudo. Apesar que alguns são um pouco raros.

“Entendo… Então está é a força que você sonha? Mostre-me que você pode aguentar qualquer dor, qualquer maldição, qualquer sofrimento para obter esta força!” (Naofumi)

Eu ativo a Modificação de Genes.

A modificação levará algum tempo.

Algo bate na parede do tanque de cultivação, e a água nele se mexe violentamente.

“Ah… espere, quanto tempo isso durará?” (Kiel)

“Vai levar algum tempo.” (Naofumi)

“Entendo…” (Kiel)

Eu tiro Água Mágica e Água de Espírito do meu Escudo para recuperar meu SP e Mana.

“Vamos para a próxima tarefa.” (Naofumi)

O monstro de Rat precisa de modificações adicionais… Eu começo o planejamento dos componentes.

Eu fiz com que esse monstro viva num tipo de núcleo e possa ser transplantado em corpos diferentes.

Para este primeiro corpo, eu fiz varias modificações num corpo da primeira geração de Raphs.

O corpo atual possui 3 metros de altura.

Um Raph ainda maior que Firo flutua no tanque diante de mim.

É o corpo que o monstro da Rat habitará.

Eventualmente as modificações foram finalizadas e o monstro de Rat monstra sua nova forma.

É um cristal… vermelho e redondo.

O monstro da Rat evoluiu para algo que controla um corpo por um núcleo.

Para poder agir como um recipiente para aquele núcleo, eu fiz este Raph gigante.

Eu peguei o monstro de Rat e transplantei ele no Raph.

O corpo tremeu um pouco, mas eventualmente, eles sincronizaram. O Raph abre seus olhos e move seus braços.

Fumu… Ele deve ser capaz de se mover assim.

Eu aperto um botão e dreno o fluído do tanque. Eu removo o monstro dele.

“Rafu~” (Mii-kun)

“Como está seu novo corpo? Quando minha pesquisa progredir mais, eu lhe concederei um em que será mais fácil de lutar.” (Naofumi)

“Rafu~!” (Mii-kun)

“Incrível! Niichan, você pode até fazer coisas como isso!” (Kiel)

“Não é óbvio.” (Naofumi)

“… Naofumi-chan é incrível. Ele é o alquimista do século.” (Sadina)

“Talvez eu seja desse calibre.” (Naofumi)

“Mestre, Boa dia~!” (Firo)

Firo trota para dentro do laboratório de bom humor.

Será que ela acordou e já foi para o refeitório? Seu estomago está um pouco inchado.

“Quem é esse?” (Firo)

Firo aponta para o Raph e olha para mim.

“Este é o monstro de Rat.” (Naofumi)

“Ah, então este e o Mii-kun?” (Firo)

“Rafu~” (Mii-kun)

No que Firo acena para ele, o monstro conhecido como Mii-kun retorna o aceno.

“Ele ficou grande e fofo agora. Firo não vai perder.” (Firo)

“Rafu~” (Mii-kun)

“Então agora, eu tenho uma missão importante para dar para você.” (Naofumi)

“O que~?” (Firo)

“Vá proteger a segunda torre com este aqui.” (Naofumi)

“Sim~!” (Firo)

“Bem, ainda tem um pouco de tempo. Vá acompanhar este monstro até ele se acostumar ao seu corpo novo.” (Naofumi)

“Entendido!” (Firo)

Não é como se eu fortaleci aquele corpo longe demais.

Ele é mais como uma casca descartável.

Precisarei fazer um upgrade nele para algo que se tornará seu corpo principal mais tarde.

Eu expliquei todas as funções do corpo, então… ele deve ficar bem.

 


Tradução: Thyros



  1.  Pokemon?
  2. Nessa cena pensei no Mortal Kombat, aquela voz épica dizendo Fight!!!
  3. Dói traduzir os nomes dos golpes joguei muito FF | Thyros: Eu te entendo, e até porque a tradução é “Moinho de Vento”, melhor deixar assim neste caso.
  4.  Resident Evil?
  5.  Lembra aquele filme do Arnold schwarzenegger, daquele filme de marte Abra sua mente.

Fontes
Cores