TYN – Capítulo 223 – Aspiração e Dedicação



“Então eu irei perguntar mais algumas questões. Você sabe sobre o aumento de classe, certo?” (Naofumi)

“O que tem o aumento de classe?” (Ren)

“Aparentemente o limite de level para as pessoas deste mundo é level 100. Contudo, eu ouvi que um aumento de classe para superar esse limite existe, mas ele foi perdido.” (Naofumi)

“Ah… parece que é diferente do jogo no meu mundo. Não tinha algo como ser incapaz de passar dos 100, mesmo com trocas de profissão.” (Ren)

“Entendo…” (Naofumi)

“Só que o limite de level 40 estava lá.” (Ren)

O conhecimento do mundo do Ren também é bem duvidoso.

É muito provável que Motoyasu será o mesmo também.

Isso é tudo apenas informação inútil. Apesar que seria ótimo se nós pudéssemos estabelecer um método de aumento de classe para superar o limite assim.

E ainda, Gaelion não foi capaz disso

“A propósito, Sogro. Como o Sogro veio a possuir aquela pequena anja que está grudando nele?” (Motoyasu)

Eu ignorei Motoyasu e continuei a conversa.

“Eu pensei isso, mas você também não acha que esse mundo continua simplesmente deixando de fora informações importantes?” (Naofumi)

“Isso mesmo. Falando honestamente, normalmente nós não iríamos esquecer algo como um aumento de classe que supera o level 100.” (Ren)

Né… mesmo sobre o Hengen Musou Ryuu, porque uma arte marcial tão excelente se tornou algo que só a Obaa-san conhece.

Os conflitos passados também estão na minha mente, mas a investigação seria sem fim.

Eu não estou conseguindo a informação que eu quero, como se isso fosse intencional.

De algum jeito é uma atmosfera desagradável. Eu consigo sentir uma malícia invisível.

Eu sei que o mistério ainda está acontecendo, mas o problema está aumentando.

“Isso é só meu chute, mas tem algum problema?” (Naofumi)

“Nos conte.” (Ren)

“É a possibilidade que eles precisam de um herói para superar o limite. Isso pode não ter sido tentado então o método se perdeu.” (Naofumi)

“Ah, eu também inferi algo assim. É só que aparentemente Heróis algumas vezes são invocados e algumas vezes selecionados, então é de algum jeito duvidoso.” (Ren)

“É assim então… se eles fossem invocados periodicamente, então não teria como isso ser esquecido.” (Naofumi)

Isso não é um caso de discutir com o Ren e vir com uma resposta também.

Discutindo coisas que nós não sabemos, tem baixa chance de pensar numa solução.

“Sério, que diabos são as ondas.” (Naofumi)

“É…” (Ren)

“Sogro. Por favor me conte sobre a pequena anja.” (Motoyasu)

“Você tem alguma informação sobre campos de caça eficientes?” (Naofumi)

“Certo, nesse caso–” (Ren)

E então eu perguntei ao Ren sobre tudo e peguei informação.

Até onde isso vai, parece que Melromarc é um país com uma abundância de bons campos de caça de acordo com o conhecimento dos jogos que Ren conhece.

Eu fiz ele me dizer sobre os campos de caça para level 90~100, mas isso só confirmou os campos de caça marcados no Livro de Monstros. Se eu me lembro corretamente, devem ter cerca de 60 localidades.

Ele pode não estar levando em conta o efeito negativo na mudança em ecossistemas ou mudanças devido às ondas.

Parecia que os inimigos estavam se tornando mais forte com cada onda, e as modificações de emprego de jogos online está provavelmente ali.

Bem, só que esse mundo não é um jogo.

“Desculpe por não ajudar muito.” (Ren)

“Não se preocupe com isso. Eu não estava tanto assim nisso.” (Naofumi)

Desde o começo, foi o conhecimento desses caras que causaram tal debate.

Eu tinha perguntado com a assunção da falha, então é o mesmo que não levar dano algum.

“Naofumi não está realmente me questionando sobre ser responsável pela Tartaruga Espiritual, huh.” (Ren)

“Oh? Só que eu me lembro de você falando discordando?” (Naofumi)

“Não, eu pensei que você queria que eu compensasse com minha vida ou algo assim.” (Ren)

Só que você disse isso com todo seu coração… é porque ele estava corroído pela maldição.

Ah, bom. Eu estou tentando recrutar o Ren bom como um aliado.

“Para colocar isso diretamente, eu não gosto das pessoas desse mundo. Se eles morrem ou vivem não tem relação comigo. É o suficiente para só proteger aqueles que estão melhorando diante meus olhos.” (Naofumi)

“Isso é bem seco.” (Ren)

“Eu não preciso de você me dizendo isso.” (Naofumi)

“Esse tipo de direção… pode ser boa.” (Ren)

Ren me encarou com inveja.

Só que ele está entendendo algo errado.

“Hey–” (Naofumi)

“Huh?” (Ren)

“Você, eu acho que você é um sujeito bem ingênuo, então eu estou dizendo isso. Os monstros que você derrotou também tem famílias, e contudo você pode estar arruinando a felicidade delas?” (Naofumi)

Na minha questão, a expressão do Ren gradualmente ficou azul.

Ah, ele nunca sequer considerou esse tipo de coisa.

“Para aqueles caras, ‘aquele que matou sua família foi eu’. Você pode ir por aí dizendo que você é responsável por isso? Se você fazer uma separação, pensando monstros são monstros, então o que irá acontecer com as amadas Philorials do Motoyasu?” (Naofumi)

“Eh, ah… u…” (Ren)

*Sigh*… É uma idade problemática.

“Você pode estar confuso pelo porque eu estou dizendo isso, mas tem uma garota cuidando dos monstros na cabana de monstros, certo?” (Naofumi)

“S-sim.” (Ren)

“Ela é uma demi-humana que foi criada pelo dragão que você matou. É sua culpa que ela se tornou tão infeliz.” (Naofumi)

Ren rapidamente coloca sua mão na porta como se ele fosse sair da casa.

“Onde você está indo?” (Naofumi)

“Se eu não me desculpar rapidamente…” (Ren)

“O que você irá fazer para se desculpar? Dizer ‘me desculpe por ter matado seu pai. Eu irei morrer aqui em troca’?” (Naofumi)

Nessa situação, devo chamar Taniko?

Bem, mesmo que eu chame ela, ela irá provavelmente ficar muito embirrada.

Ren na verdade não sabe, mas ela já sabia.

Ela realmente disse que ela queria parar com essa corrente de ódio, e parecia que ela não queria ir tão longe quanto se vingar do Ren.

Porque animais selvagens, ou monstros nesse caso, viveram severamente.

Eles não sabem quando eles podem morrer, então eles não precisam de algo como vingança.

Ela tinha uma consciência firmemente plantada, graças aos ensinamentos do Gaelion.

Para não estar pensando em vingança merece algum mérito.

Eu realmente respeito isso, mas é algo que eu não consigo fazer na prática.

“M-mas–” (Ren)

“Você só vai estar acertando ela. É por isso que você deve deixar isso assim.” (Naofumi)

“Mesmo assim… eu…” (Ren)

“É o mesmo que comer carne e comer vegetais. No fim, você está vivendo por sacrificar alguma outra coisa. O mundo não irá virar só com a fala inteligente que a Knight Feminina disse. Ou aliás, é melhor se você tiver a resolução de sobreviver pisando em alguém e pagar pelos seus pecados.” (Naofumi)

“Isso não é uma contradição?” (Ren)

“Huh? O que é que você, um herói que mói monstros e se torna mais forte para salvar o mundo, está dizendo? É a sobrevivência dos mais adaptados, certo? Eu não iria preferir só matar como num jogo.” (Naofumi)

Esse é um mundo onde experiência pode ser ganha até por matar humanos.

Não diga besteira como humanos e monstros sendo diferentes.

“É por isso, Ren, se você quer se desculpar com ela, então quando você matar monstros, mate eles com a determinação apropriada.” (Naofumi)

“E-eu entendi.” (Ren)

Ele fez uma cara relutante.

É porque o Ren é parecido com a Knight Feminina. Ele provavelmente tem ideais altos.

“Mas ainda assim, eu… quero me desculpar, e proteger todo mundo.” (Ren)

“Entendo.” (Naofumi)

Isso já é uma doença.

Isso é só uma completa mudança da mentalidade de um jogador para aspirar ser um salvador com dedicação.

Ainda mais, tem até a adição de masoquismo.

“Sogro. Por favor me conte.” (Motoyasu)

“Calado. Vai logo e volte, estude e então durma!” (Naofumi)

Aquele Motoyasu, ele provavelmente não escutou o que eu disse.

Ignorando isso, eu virei para um problema diferente.

O que eu queria perguntar do Motoyasu?

Por hora tem aquilo.

“Isso mesmo. Motoyasu, aquela lança que você usou… Lança da Luxúria e Ciúmes, era isso. Que tipo de compensação ela precisa?” (Naofumi)

“?” (Motoyasu)

Motoyasu inclinou sua cabeça em confusão.

Hey, qual é desse ponto de interrogação.

“Eu usei algo?” (Motoyasu)

“A coisa da Tentação. O outro era Ressentimento, certo?” (Naofumi)

“Ah, aquela skill foi algo que apareceu quando eu alcancei IV.” (Motoyasu)

Que diabos!?

Em outras palavras, é uma skill superior ao Blutopfer?

Uma skill que pode ser invocada sem compensação, quão roubado é isso.

“Algo aconteceu quando você usou isso?” (Naofumi)

“Eu não realmente entendo, mas eu não senti ciúme do Sogro depois que eu usei Ressentimento. Eu não tinha vontade de trocar ela, mas aquela lança não podia ser trocada.” (Motoyasu) (NT: Eu acho que isso foi erro de tradução; mas sei lá, é o Motoyasu)

… Isso foi invocado com o custo do Ciúme?

Então e sobre Tentação?

Pensando sobre isso, ela provavelmente usa Luxúria.

Contudo…

“Motoyasu, o que você pretende fazer depois de ser casado com a Firo?” (Naofumi)

“Hahaha, Sogro é bem apressado. Claro, seria construir uma família feliz. Eu quero um monte de crianças.” (Motoyasu)

“”Muuu!”” (Philorials)

As seguidoras do Motoyasu começam a acertar ele repetidamente.

Não importa como eu interprete as palavras dele, eu sinto como se Motoyasu só quisesse fazer coisas obscenas com Firo.

Motoyasu tem tanta Luxúria que ela não pôde nem ser levada embora completamente pela Skill de Maldição. (NT: Ou como irei chamar seguindo minha lógica de preguiça/praticidade para o futuro – Skill Maldita)

Ou aliás, é aparente que a condição dele tem uma fundação de Luxúria, com Ciúme misturado no meio.

Logo, não tem problema pensar que o Ciúme incompleto do Motoyasu separou dele.

Como ele era enquanto humano?

“Sim, mas eu tenho algo que eu preciso me desculpar com a Firo-tan e Sogro.” (Motoyasu)

“Não é só uma coisa.” (Naofumi)

Você precisa de incontáveis desculpas.

O suficiente para se desculpar até para o submundo.

Porque você poderia ter se tornado um rei demônio ou algo assim.

“Na verdade, tem outra pessoa atraente além da Firo-tan.” (Motoyasu)

“Oh, sério, então vá para lá.” (Naofumi)

“Contudo, eu só encontrei ela uma vez, então eu não conheço ela. Ela parecia uma Philorial extremamente grande.” (Motoyasu)

Fitoria… então você tinha encontrado Motoyasu antes.

Você não foi você mesma daquela vez porque você tinha um motivo desses.

“Parece que ela veio porque essas crianças eram candidatas para a próxima rainha, mas quando eu percebi, elas já tinham perdido a candidatura delas.” (Motoyasu)

“… O que aconteceu?” (Naofumi)

“Quem sabe? Antes que eu percebesse, tudo que sobrou foi um monte de penas soltas.” (Motoyasu)

… Ele abraçou ela.

E então ela desesperadamente tirou ele e fugiu.

“Ah… ela era linda como Firo-tan, e então minha tolerância… com licença. Eu, Motoyasu, sou devoto à Firo-tan!” (Motoyasu)

“Não, está tudo bem porque ela é atraente.” (Naofumi) (NT: Termo usado é ‘eye-catching’, que é algo como ‘atraí os olhos)

Aquela Rainha Pássaro estúpida. No fim, ela jogou essa coisa problemática em mim.

Não era um Philorial desobediente, ela provavelmente queria Motoyasu se encontrando comigo.

… As vontades sexuais da Firo também eram suspeitos.

Nossa… depois de conversar, Ren e os outros voltaram cada um para suas próprias casas.

Depois disso, Atlas e Sadina vieram até minha casa para dormir.

Isso já se tornou rotina.

A propósito, Firo estava de castigo então ela dormiu com Melty.

Algumas vezes Gaelion vem, então eu peço para ele, mas recentemente Kiel ou Imya irá dormir na minha cama.

Aparentemente elas estão trocando porque é um ‘especial do dia’.

Até onde isso cabe, Kiel é uma veterana entre os escravos, então a amizade dela é espalhada, e Imya tem relacionamentos profundos com o time de produção.

Logo elas são pessoas perfeitas para perguntar sobre o status da vila.

E incidentalmente, elas também podem ser boas como uma contra medida contra Atlas.

“Nii-chan. Nós viemos juntas para dormir.” (Kiel)

“Por favor nos trate bem.” (Imya)

“Ah, vamos ir dormir mais cedo. Imya, como estão seus colegas?” (Naofumi)

“Certo. Todo mundo está trabalhando dia e noite para fazer produtos.” (Imya)

“… Tomem cuidado para não prejudicar sua saúde. Produção em massa é importante mas eu ficarei preocupado se vocês ficarem doentes.” (Naofumi)

“Sim, eu entendo.” (Imya)

Eu não sei se é porque aqueles Lumos cheios de destreza e escravos aquáticos gostaram disso, mas se eu não avisar eles, eles irão trabalhar a noite toda para manufaturar bens.

Apesar que tem sido lucrativo graças à eles…

Eu dei para eles uma porção dos lucros e quando eu pergunto o que eles gostariam como agradecimento, eles pedem que eu cozinha alguma comida.

Eu imagino se só isso está bom…

“Uuh, Naofumi-sama. Por que é que eu a única que não pode dormir junta com você?” (Atlas)

“Atlas, eu ganho tremedeiras quando durmo com você. É por isso que não é bom.” (Naofumi)

Principalmente, eu sinto que ela me mira como uma carnívora.

Se eu não tivesse a intenção de cuidar de uma casa, ficar nesse mundo seria impensável. (NT: Eu não sei uma tradução para ‘household’, mas seria algo entre casa e família)

Na manhã seguinte, Ren tentou duro cuidar da Taniko, que ela odiou.

Taniko também não fez nada sobre Gaelion, mas ela me encarou pela situação do Ren, apesar de eu não realmente me importar.

“Então agora, Gaelion, devo lhe fazer explicar o significado disto?” (Naofumi)

Enquanto Taniko e Ren tinham seu pequeno diálogo fora da cabana de monstros, eu cruzei meus braços e encarei Gaelion.

Firo, na sua forma de monstro, ficou esperando atrás dele.

Isso era para que eu pudesse ameaçar ele dependendo da resposta dele.

“O q- o que?” (Gaelion)

“Eu ouvi do Ren que os fragmentos irão formar um ser na mesma escala que a Tartaruga Espiritual – Ouryuu. Sobre o que é isso?” (Naofumi)

“Mah!? E-eu não sei!” (Gaelion)

Gaelion declarou, seus olhos dando voltas freneticamente.

“É melhor você não estar mentindo. Dependendo da sua resposta, eu posso lhe alimentar para Firo.” (Naofumi)

“Hmm? Você irá fazer isso com o Gaelion?” (Firo)

Eu sabia que ela não gostava dele, mas aquela Firo, ela abriu a boca dela satirizando dele.

Então você odeia ele tanto assim.

“Eu realmente não sei! Então esse tipo de coisa irá acontecer depois que eu juntar todos os fragmentos!?” (Gaelion)

Hmm… esse pânico, parece que ele realmente não sabe.

“Mesmo que isso aconteça, eu posso sempre explicar o pretexto e não lhe trairei!” (Gaelion)

“É possível que os fragmentos reunidos tomem controle.” (Naofumi)

“Neste caso, me derrote sem hesitação!” (Gaelion)

“Ah, sim, sim. Entendi, entendi.” (Naofumi)

“A propósito, o Herói da Espada parece estar tentando algo com Wyndia. Você irá por favor para o lado?” (Gaelion)

“Ele provavelmente quer tomar responsabilidade. Deixe ele fazer como ele quiser.” (Naofumi)

“Tu… se é assim, então explique.” (Gaelion)

“Por que é isso? Isso é porque só o senso de responsabilidade dele é forte. Eu tenho expectativas para a resposta da Taniko.” (Naofumi)

Ah, eu ouvi o som de um tapa.

Aquela Taniko ficou brava e acertou a bochecha do Ren.

“Mesmo que você se desculpe, Papai não voltará!! Então se você quer perdão, vá então salvar o mundo!” (Taniko)

Uma coisa dessas podia ser ouvida, dita numa voz alta.

Bem, não tinha nenhuma necessidade de se espiar.

Eu não sei os detalhes do que aconteceu, mas Ren começou a andar em volta da Taniko bastante depois disso.

Ou aliás, Taniko… mesmo que seu pai tenha mudado a forma dele, ele ainda está próximo.

Mesmo agora, eu não entendo o motivo do Gaelion para se esconder.


Tradução: Thyros



Fontes
Cores