TYN – Capítulo 135 – Reprodução Artificial



Eu deixo Firo puxar a carruagem e nós marchamos no meio da noite; nós chegamos nos arredores da vila da Raphtalia pela manhã.

“Mestre, nós chegamos.” (Firo)

“Bom.” (Naofumi)

Enquanto eu estava dormindo, Kiel tentou fazer uma pegadinha comigo e foi repreendido duramente pela Raphtalia.

Claro que com com exceção da Raphtalia e Rishia, os escravos pegaram restrições duras e a marca de escravo foi armada para ativar imediatamente se eles tentassem me atacar.

Também, por causa do que Bitch fez antes, eu agora imediatamente acordo quando algo acontece.

No primeiro dia nós fomos trabalhar com os escravos para demolir os prédios quebrados.

“Essa casa é importante para mim!” (Kiel)

Kiel gritou em rejeição.

“É importante adorar sua casa, mas olhe, o teto caiu, a parede foi destruída. É uma pena, mas você vai ter que aceitar que há casas que podem ainda ser reparadas e aquelas que estão além de reparos.” (Naofumi)

Eu procurei por coisas que ou possuem valor monetário ou ainda podem ser usadas mas elas foram ou roubadas ou simplesmente não existiam, há ainda alguns itens deixados para trás mas eles já estão muito enferrujados para ser usados.

O poço de água parece salvável.

O campo… parece precisar alguma manutenção considerável.

“Eu entendo o sentimento de não querer jogar fora suas memórias, mas do ponto de vista de reconstrução, as coisas que estão no caminho precisam ser descartadas.” (Naofumi)

“Mas–” (Kiel)

“Kiel-kun! Pare de dizer coisas egoístas!” (Raphtalia)

Raphtalia avisa ele. Bem, não é realmente necessário parar ele.

Ainda assim…

“Essa é a casa que você vivia antes?” (Naofumi)

“É sim!” (Kiel)

“Então, a nova casa construída aqui será sua.” (Naofumi)

“Eh?” (Kiel)

O pirralho chamado Kiel olhou para mim com uma expressão confusa.

“Sob a condição que você irá se tornar aquele que irá administrar a casa comunal. Você se tornará responsável pelo lugar onde os outros estão se juntando.” (Naofumi)

“U-un.” (Kiel)

Kiel acena vagamente para minhas palavras.

“É por isso que — AGORA! Firo!” (Naofumi)

“HAI!” (Firo)

O momento que Kiel mostrou uma abertura, Firo correu até a casa vazia e prontamente deu uma voadora no fulcro da casa e destruiu ele.

“AaaaaAAAAAAAAAAAA!?” (Kiel)

Deixando o Kiel embasbacado de lado, eu fui para a próxima tarefa.

Antes do meio dia os materiais para construir casas e os soldados do castelo que a Rainha preparou chegaram.

Pedras, madeiras… e isso é argamassa?

“O objetivo do Herói do Escudo-sama é reconstruir esse lugar?” (Soldado)

O soldado parece ter ouvido a história da Rainha.

“Aa, pelo menos eu quero que o telhado seja construído antes do dia acabar. Eu estou ciente que isso é um pedido absurdo, mas eu estou contando com vocês.” (Naofumi)

“Nós podemos ser soldados, mas nós temos algum conhecimento sobre construção. Então por favor deixe isso conosco.” (Soldado)

“Por favor faça.” (Naofumi)

Construção e Alistamento… eles são sequer relacionados? (NT: Só lembrando, no Império Romano, os soldados construíam seus acampamentos e outros postos)

E então eu percebi que estava prestes à chegar ao meio dia.

“Pela hora que é, nós vamos deixar a construção para os soldados, Raphtalia, Firo e então Rishia.” (Raphtalia)

“O qu~e?” (Firo)

“O que é?” (Rishia)

Essas três responderam ao meu chamado.

“Depois disso eu irei começar a fazer o almoço, depois que vocês terminarem suas refeições, vocês três juntas com os escravos irão sair e começar a exterminação de demônios.” (Naofumi)

“Entendido.” (Raphtalia)

“É.” (Firo)

“Eu irei fazer meu melhor.” (Rishia)

“Eu irei deixar a composição de esquadrão com vocês. Ter muitas pessoas pode atrapalhar na EXP que será obtida, okay.” (Naofumi)

Eu não tentei fazer uma medição real, mas quanto é que a quantia é diminuída?

Aliás, como o sistema de distribuição funciona? Eu não tenho ideia alguma de como o sistema de distribuição de EXP funciona.

“Tem alguém que saiba os detalhes?” (Naofumi)

“Umm…” (Rishia)

Rishia levantou sua mão apologeticamente.

“O que?” (Naofumi)

“As pessoas que estão dentro do grupo recebem a mesma quantia de EXP. O limite máximo para isso é 6 pessoas. Qualquer à mais que isso irá causar a quantia de EXP obtida irá cair.” (Rishia)

Oh, então é por isso que você foi deixada de fora.

Apesar que se eu dissesse isso ela iria provavelmente chorar ‘Fueee’, então é melhor ficar quieto.

É irritante.

Numa expedição com uma grande quantidade de pessoas não parece ser um problema dividir em grupos.

Isso significa que é suficiente organizar 6 pessoas em 1 time.

Em vez de múltiplos times lutando contra um demônio, é melhor separar em áreas diferentes.

“Eu entendo a explicação.” (Naofumi)

“Certo. Então nós iremos nos dividir.” (Rishia)

“Deixe isso comigo.” (Raphtalia)

Eu dei autoridade para Raphtalia para fazer um grupo.

No momento nós temos 8 escravos, por isso Rishia levou 2 pessoas, e Raphtalia e Firo levaram 3 pessoas.

“Então eu irei começar a cozinhar, então me dê uma mão.” (Naofumi)

“Hai!” (Raphtalia)

Então as três começaram a ajudar o máximo que podiam.

“Raphtalia-chan irá ajudar?” (Kiel)

Kiel, que acabou de se recuperar do seu estado perdido começou a me encarar que estava no meio da preparação de cozinhar enquanto perguntava Raphtalia.

Ele se recuperou bem rápido. É por que ele ainda é uma criança?

“Raphtalia-chan sempre foi ruim em trabalhos domésticos.” (Kiel)

“Erm…” (Raphtalia)

Com uma aparência preocupada, Raphtalia me mandou um olhar.

O que? O que você espera que eu faça?

Ela parece querer mostrar para o amigo dela o lado bom dela, Raphtalia timidamente começou a abrir sua boca.

“Devo ajudar?” (Raphtalia)

“Devo só grelhar alguma carne aleatoriamente ou fazer alguma sopa? Eu iria preferir se fosse um prato que eu pudesse só deixar sob o fogo por um tempo.” (Naofumi)

A refeição que eu faço é tão gostosa que eu fui aquele que cozinhou.

Eu já me acostumei com isso. Ultimamente todo mundo tem deixado a culinária para mim.

“É o suficiente se você só me ajudar a limpar.” (Naofumi)

Eu começo a cortar os ingredientes em pedaços grandes. A carne era grande, então era meio difícil cortar com uma faca de cozinha.

Com isso dito, quando Raphtalia foi aquela que cozinhou, a comida não era tão gostosa e Firo disse para só deixar toda a culinária para mim…

Eu ignoro as reclamações deles e começo a cozinhar.

A propósito, é possível cozinhar a receita com o escudo, mas tem um grande problema nisso. Antes de lutar com a Tartaruga Espiritual, cozinhar já era fácil, eu tentei cozinhar com o escudo na ilha Cal Mira, mas…

“Comida está saindo do escudo!” (Firo)

Firo encarou meu escudo invejosamente com grande excitação.

“Ah, ela foi feita com a skill do escudo.” (Naofumi)

“Isso é incrível.” (Firo)

A comida que foi servida é uma comida estilo espaguete que é única desse mundo.

O nome da comida parece ser naporata.

Para ser honesto, isso soou com o tipo variado de macarrão do meu mundo, o escudo parece mudar o nome do item para que lembre o item do meu mundo.

“Isso tem um gosto meio… normal.” (Raphtalia)

“É… normal.” (Firo)

Parece que a qualidade da comida foi afetada, ele tinha um gosto normal e ela não contém os gostos delicados sutis.

Isso não está ruim. Mas isso também não está bom. É definitivamente normal.

“A culinária do Mestre é muito melhor.” (Firo)

“Isso é verdade. Mesmo quando está fria, a comida que Naofumi-sama faz é ainda deliciosa.” (Raphtalia)

“E-eu entendi.” (Naofumi)

Por algum motivo, aquelas duas me encaram com olhares reprovadores, e isso me fez lembrar que eu fui olhado com esses tipos de olhos.

Parando para pensar nisso, essas duas não estão mais satisfeitas com comida de restaurantes e só são agradadas pela comida que eu cozinho.

Eu não acho que é possível se tornar um gourmet depois de só comer minha comida uma vez. Mas ao menos elas parecem estar motivadas pela minha comida.

Parando para pensar nisso, e se a situação onde eu sou o cozinheiro é revertida?

Por enquanto, é melhor eu juntar um time de cozinha porque no momento não há restaurantes na área em volta.

“Aqui, a comida está pronta, depois que vocês acabarem de comer, saiam logo.” (Naofumi)

Eu distribui a carne que eu grelhei sobre um prato primitivo de ferro e a sopa que eu tinha cozinhado.

“Como eu pensei, isso é absolutamente delicioso.” (Escravo A)

“É! Isso é realmente bom!” (Escravo B)

Os escravos devoram a comida com um sorriso nos seus rostos.

Eu também dou para os soldados que fizeram a coisa alguma comida.

“Isso… eu nunca comi uma carne grelhada tão deliciosa antes!?” (Soldado A)

“Você está brincando? Eles fizeram algumas dessas no castelo e elas não eram gostosas nem um pouco.” (Soldado B)

A correção do escudo quando feito à mão é inacabável.

Vocês jogaram qualquer sal e tempero na carne com antecedência?

Os escravos devoraram a comida que eu cozinhei.

De qualquer jeito, não tem necessidade para comer tanto.

Será ruim se eu não preparar comida suficiente para depois que eles voltarem de upar.

“Então agora, povo, cada um de vocês irá carregar uma arma e então vocês irão lutar.” (Naofumi)

E com essa declaração os escravos ficaram assustados.

Assim como a antiga Raphtalia, a garota ficou pálida quando recebeu as ferramentas laminadas.

Eu passei as armas de segunda mão que eu ganhei do castelo para eles. A maioria são facas feitas para iniciantes.

“Se preparem que se não lutarem, vocês irão sentir uma dor no seu peito. E se você fizer isso, nem pensem em voltar para sua cidade natal.” (Naofumi)

“Gu…” (Kiel)

Kiel tentou reclamar para mim pelos outros.

Mas Raphtalia interrompeu ele e preveniu ele de dizer qualquer coisa.

“Eu não preciso exatamente de vocês para nada. Só para desenvolvimento do terreno. Mas, como Raphtalia esteve obedientemente seguindo minhas ordens, vocês serão o presente dela. Então não confundam nem nada.” (Naofumi)

Os escravos me encaram provocativamente.

Eu costumava usar o papel do cara mau nesse mundo. Além disso, eu não estou fazendo isso por caridade ou qualquer coisa. Não há necessidade para ansiosamente se preocupar com o futuro já que eu estou planejando voltar para meu próprio mundo de qualquer jeito. Eu preciso preparar um lugar para Raphtalia para que ela possa gastar seu tempo em paz.

“Então agora… Firo, eu quero que você coloque todos os monstros que vocês derrotarem no vagão. Terá um monte de usos para eles.” (Naofumi)

“Haaai!” (Firo)

Principalmente como comida.

Depois, assim como o que Ren fez, eu devo absorver essas coisas no escudo.

Neste momento aqueles heróis ainda estão bem na minha frente.

“Vamos lá, vocês vão embora agora. Até mais.” (Naofumi)

Eu aponto para a carruagem da Firo e ordeno eles.

Os escravos relutantemente subiram na carruagem. Firo começou a puxar a carruagem e foi caçar.

“Olhe a velocidade.” (Naofumi)

“Ha~i!” (Firo)

A carruagem fez um som gotogoto enquanto Firo puxava eles.

“Eu irei deixar as construções de casa para vocês então.” (Naofumi)

“E-entendido.” (Soldado)

Eu peço para os soldados começarem a construção, coloco o escudo para começar compor e depois é começar a cozinhar.

Só mais um pouco até o ovo de demônio rachar.

Antes da carne da Tartaruga Espiritual acabar, eu preciso achar um jeito de suprir a comida.

“Muito bem…” (Naofumi)

Os escravos que foram juntos com Raphtalia voltaram de noite.

Todo mundo está exausto. Os demônios que foram derrotados estão carregados em carros acorrentados. Neste momento nós precisamos de comida imediatamente, eles fizeram bem.

Mas neste momento, tem algo ainda mais horrível.

Guuuu…

Guu…

Kyururururu…

Gugyururururu…

O som parecia um rugido.

Eu imaginei o que iria acontecer se eles de repente aumentassem no level num ambiente onde comida é escarça? Eu estou levemente curioso.

Talvez eles não morram, mas eles irão definitivamente passar fome. Eu penso nisso enquanto olho para Raphtalia.

O corpo que está indo sob um crescimento rápido quer nutrição, logo eles se tornam famintos.

“Vocês finalmente voltaram, vocês lutaram propriamente?” (Naofumi)

“Erm, todo mundo fez seu melhor.” (Raphtalia)

Raphtalia respondeu com um sorriso.

Eu vi os rostos dos escravos e as expressões deles é difícil.

Eu não pedi por um tipo de coisa espartana, mas eles parecem estar insatisfeitos.

“Fuee… tão cansada.” (Rishia)

“Oh, Rishia, como estava sua condição?” (Naofumi)

“Parece mais fácil de mover do que antes.” (Rishia)

Certamente os stats dela estão mais altos que antes do level reset. Com isso batalhar deve ter se tornado um pouco mais fácil.

“Rishia-neechan. Por que você está usando a pelúcia?” (Escravo)

“Isso é porque Rishia é uma maníaca por pelúcia.” (Naofumi)

“Fuee!” (Rishia)

Rishia tentou negar isso enquanto balançava sua cabeça para esquerda e direita, mas não há erro sobre isso.

“Eu realmente tenho que aceitar no fim das contas.” (Kiel)

Kiel finalmente consentiu sobre a administração.

Ele me odeia então ele não pode confiar em mim.

“Se você trabalhar então estará bom. É hora do jantar agora.” (Naofumi)

Eu coloco o assado e o bife de Tartaruga Espiritual que eu preparei com antecedência na mesa.

Eu fiz isso porque eu estava esperando isso.

Eu fiz um monte deles mas eles irão definitivamente desaparecer imediatamente.

“”Waaaaa.”” (Escravos)

Os escravos começam a comer excitadamente.

Certo, certo…

“Mestre, onde está a parte da Firo?” (Firo)

“Aqui está.” (Naofumi)

Eu tiro a parte da Firo.

Ela é cerca de 1.5 vezes a parte dos escravos.

“Só isso? Eu quero comer mais.” (Firo)

“Se você quer mais, vá caçar você mesma.” (Naofumi)

“Buuu…” (Firo)

Firo fica emburrada.

Desculpa, mas eu fiz uma quantia bem grande. Eu não posso só dar ela para só uma pessoa.

“”Obrigado pela comida.”” (Escravos)

O que? Quando eu estava no meio de conversar com Firo eles já comeram tudo!?

Por enquanto eles estão satisfeitos.

“Certo crianças, vão para cama imediatamente para preparar para amanhã.” (Naofumi)

“… Ha~i.” (Escravos)

Eu espremi os escravos numa das casas que os soldados do castelo repararam por meio dia, e o resto de nós fomos para casa para dormir.

A janela da casa ainda está quebrada; ela pode ser usada para defender da chuva, mas o vento ainda está assoprando para dentro.

Eu imagino o que eu devo fazer para a comida de amanhã.

“Eu irei dormir no lugar onde todo mundo está.” (Raphtalia)

“Entendido, eu estou contando com você para fazer eles acostumados com isso mesmo que seja só um pouco.” (Naofumi)

“Sim.” (Raphtalia)

Raphtalia saiu para dormir com os velhos amigos dela.

Firo já estava meio dormindo. Ela começou a cochilar.

Rishia está lendo um livro que ela tirou do nada. Ela é uma pessoa trabalhadora.

Eu começo a compor para preparação do meu próximo plano. Enquanto isso, eu fui e chequei o level de todos os escravos. Parece que o level médio que eles subiram até é 15. Os stats todos subiram também. Julgando pelo padrão de crescimento da Raphtalia, eu quero aumentar o level deles, mesmo para aqueles que não são feitos para combate, ao menos para 30.


Tradução: Thyros




Fontes
Cores