TMID – Capítulo 7 – O sonho que o Dragão me mostra



“N? Este é… o dojo do clube de arquearia?” (Makoto)

O interior da minha mente não está claro. Por que eu estou aqui?

De repente… não, certo?

Se eu estou dentro do dojo então são atividades do clube. A estranha inquietação despareceu enquanto eu reorganizava os meus pensamentos.

Eu ainda estou vestindo o meu dogi (Nota: dogi é um uniforme usado para treino no Japão).

Nas minhas mãos eu tenho um arco.

É o lugar que eu era suposto para estar huh. Certamente, após todos irem embora, eu treino o arco sozinho.

Não é nada bom, minha mente foi a algum lugar no pouco tempo que eu posso ficar aqui.

“Eu sinto que a capitã vai ficar brava novamente.” (Makoto)

Pra mudar o meu humor eu sento e decido ‘acertar o meio’.

Disparar. Acertar.

Não há nenhum oponente.

Continuando, outra flecha, Acertar.

O alvo na minha frente é acertado pela minha flecha. Eu tiro uma flecha de bambu e a flecha atirada ainda está lá.

“Um, minha condição está boa.” (Makoto)

Agora que eu penso nisso, logo vai ser a hora de trocar de posição huh.

“A capitã provavelmente vai ser a Higashi. Eu imagino quem vai se tornar o vice capitão.” (Makoto)

Mu. Novamente. Meu coração está barulhento.

Para o meu ‘acertar no meio’ ir tão longe não é algo que acontece frequentemente.

Por que isso?

Eu coloco meu arco de lado e agora sento em seiza.

“Vice capitão. Vice capitão… era, eu?” (Makoto)

Eu encontro razão na minha inquietação.

Que coisa incoerente.

Eu não lembro de querer ser um. Eu era inesperadamente uma pessoa ambiciosa?

Então eu deveria ter almejado por capitão no mínimo. Eu sou tão pequeno.

Parece mais que a mudança de posição ‘ainda’ não ocorreu.

Os senpais todos os anos antes do festival das boas férias, anunciariam o capitão e o vice capitão. Provavelmente dentro do grupo que eles haviam decidido a um bom tempo atrás.

Isto é supostamente um costume.

Eu olho ao redor do dojo.

Eu vejo uma sombra que parecia ter se movido levemente. Mas, quando eu tento olhar novamente não parecer ter ninguém. Uma ilusão de ótica?

Bem, se ninguém ouviu sobre isso, então está bem.

“Fu…” (Makoto)

Meus sentimentos se acalmam.

O terceiro tiro foi bem no meio. Ele perfurou a flecha de antes. De algum jeito, no entanto.

Vamos acabar por hoje.

Inesperadamente decidindo terminar antes do tempo, eu saio com um leve arrependimento. Se minha condição estava boa eu deveria continuar.

No meu campo de visão eu vejo o receptáculo das minhas ferramentas.

Eu acho lá um arco pessoal que eu estou acostumado a ver.

Está certo, antes de finalizar eu sempre usaria esse aqui. Por que é que eu quase esqueci até mesmo disso?

Uma ansiedade me leva a insegurança.

Segurando o arco eu puxo a corda. Comparado ao anterior, este aqui oferece mais resistência. No entanto, para mim é mais confortável.

“Fu!!” (Makoto)

Eu sem querer deixo uma voz de sensação que eu não senti por um bom tempo. Eu tenho feito isso todos os dias então por que eu me sinto assim?

A flecha que eu atirei em um local consideravelmente longe do alvo, atravessa ela.

Droga. Mesmo que eu sempre tente errar.

“Sem escolha. No entanto, tirar ela é bastante trabalhoso.” (Makoto)

Suspirando eu vou recuperar a flecha, então depois de terminar a trabalhosa tarefa eu coloco tudo em ordem e termino de me trocar.

Colocando meu uniforme novamente eu termino de inspecionar tudo e vou a caminho da saída.

Naquele local, uma única garota estava lá.

“Senpai, otsukaresama.” (Nota: obrigado pelo seu bom trabalho hoje)

Aquela que disse isso foi uma kohai minha.

Eu lembro que ela é a garota que se juntou tarde ao nosso clube. Ela é uma pessoa realmente zelosa que já tinha atingido o nível dos novos recrutas. Mais que isso, ela ultrapassou eles.

Depois de tudo, não tem muitos que têm experiência com arquearia antes do ensino fundamental. Aquele com experiência que está dizendo.

“Ah, Hasegawa huh. O que houve? Você ficou aqui até agora?” (Makoto)

Se eu não estou errado, ela me disse que tinha um objetivo.

Mas se eu me lembro bem, ela disse que já tinha alcançado a meta dela em julho, quando ela acertou a cabeça do alvo.

Aos meus olhos foi um golpe de sorte e não foi no meio, foi só um acerto.

No entanto, mesmo que foi por sorte, significa que ela chegou a um nível em que ela poderá conseguir isso. A melhora dela era rápida. Pelo menos ela era bem mais rápida que eu.

“Não, não é isso, a~… Você não sabia?!” (Hasegawa)

Hasegawa derrama algumas lagrimas em seus ombros após ouvir minhas palavras.

A garota abaixou a cabeça dela, seu cabelo preto que estava tingido de vermelho pela luz estava voando com o vento. Igual quando eu ensinei sobre postura pra ela, o cabelo dela estava junto em um rabo de cavalo colocado para o lado.

Um rabo de cavalo sempre será um romance para nós homens, mas um rabo de cavalo para o lado também tem seu significado.

Vendo a garota com um estilo diferente de cabelo, e me ajudando em uma nova coisa que eu havia pensado, eu inconscientemente disse a ela ‘ele combina com você’.

Que ela mais tarde sempre veio com o mesmo estilo de cabelo me fez lembrar o nome dela.

O eu que tinha cabelo curto não tinha tentado antes, mas com aquele cabelo dela, não dói quando ela o coloca daquele jeito?

“Misumi-senpai.” (Hasegawa)

A voz da garota me tira do meu modo de desilusão;

“Un? O que foi?” (Makoto)

Se for algum tipo de problema eu posso ajudar a resolver. É claro, se estiver no limite das minhas capacidades. Como um senpai eu quero mostrar serviço a ela.

“Eu te admiro faz um bom tempo. Eu gosto de você. Por favor saia comigo.” (Hasegawa)

“??”

“??”

“??”

Um silencio inacreditável. Mesmo que devesse ter sons diversos. Eu não conseguia sentir nem achar nenhum desses.

…sim?

O que essa garota disse?

Eu sempre te admirei?

Eu gosto de você?

Por favor saia comigo?

O que eu estou dizendo? Eu nem mesmo sou atrativo. Eu gostaria de dizer que o interior é, mas com o gosto das pessoas seria mais fácil, seria mais fácil conta-los de trás pra frente. Este tipo de nível.

Estudando, bem somente nas matérias que eu gosto, mas eu sou regular nelas.

Além da arquearia, em educação física. Eu estou no meio pra cima, não, eu estou exatamente no meio,

Além disso, a Kohai na minha frente está me admirando, um pouco, um pouco!

Um pouco está bom?!

No entanto, no clube, especialmente esta garota, não deveria ter esse tipo de sentimentos por mim certo?

“Senpai?” (Hasegawa)

Timidamente após se confessar ela levanta sua cabeça. Hasegawa estava olhando para mim ferventemente.

Você tem que olhar um pouco mais pra mim, te! Agora não é hora pra isso.

“Nãonãonão, espere por favor.” (Makoto)

Eu imagino a situação. Para ser capaz de compreender o atual cenário eu tenho que perguntar algumas coisas para esta garota. Primeiro, o ponto mais importante.

“Você, o que você disse no primeiro dia quando você registrou no clube, o que foi aquilo?” (Makoto)

“Aquilo?”

“Você certamente declarou que tinha um namorado mesmo que eu não tivesse perguntado não foi? O que foi aquilo? Você está me dizendo que já terminou com ele?!”

“Isso foi, antes de eu entrar no clube, minhas amigas me disseram sobre o Ibuki-senpai. Eu pensei que eu tinha que ter alguma proteção então eu sem querer…” (Hasegawa)

“Foi uma mentira?” (Makoto)

“Sim.” (Hasegawa)

Que palavras encorajadoras! Digo, e pensar que os amigos dela estariam preocupadas ao ponto de serem cuidadosas quando ela decidiu entrar, tudo por causa desse mau amigo meu, Ibuki(lagrimas).

“Mas você, quando eu tentei corrigir a sua postura você tentou me bater com o arco dizendo ‘Hiaaaa!!!’ ou algo assim e gritou bem alto.” (Makoto)

Foi por isso que para que ela não me entendesse errado, eu mantive o mínimo de contato de pele com ela.

Primeiro eu tentei usar o método de pedir para uma das garotas do clube ensinar a ela o que eu disse, mas isso tomaria o dobro de pessoas então eu decidi que isso era extremamente sem sentido e parei.

Se apaixonar por causa disso?! Não, isso é impossível! Se fosse assim eu já teria uma namorada!

O quão impopular eu sou? Bem, é ao ponto que eu quero selar isso como uma história sombria. Este é o meu nível de impopularidade.

Se eu dissesse um por um ficaríamos de pé aqui o dia todo então eu quero evitar isso!

“Isto é, por que você me encostou de repente? Eu reagi sem querer. Senpai veio por trás e meu coração não estava preparado ainda então…” (Hasegawa)

“A~ entendo, me desculpa. Hey, Hasegawa.” (Makoto)

“Sim?” (Hasegawa)

“Me desculpe, mas eu não tenho intenção de sair com você. Isso pode ser velho, mas eu quero namorar com alguém que eu me apaixonei. É por isso que se você me contar isso de repente eu não posso aceitar.” (Makoto)

Esta é uma oportunidade que pode não vir novamente, mas ‘eu vou gostar dela depois de namorar’, eu tenho uma oposição a este tipo de pensamento.

Se eu amo alguém eu vou me confessar e então se ela aceitar eu irei namorar. É assim que eu me sinto.

Eu realmente penso que isso é estupido.  Ibuki também me diz isso bastante. Então se tiver uma garota que gosta de você e ela se confessar, você vai esperar ter os mesmos sentimentos que ela para se confessar e então rejeitar todas aquelas garotas? Isso é que ele disse.

‘O que está errado em se apaixonar namorando?’ Aquelas palavras que ele me disse, eu pensei que elas estavam corretas e entendi elas, mas não importa o que, meus sentimentos só não aceitam isso. Eu sou um tolo.

“Eu não quero isso!” (Hasegawa)

“Eeee?!” (Makoto)

O que há com essa virada de eventos?

Isso não está no meu dicionário.

“Então está tudo bem se for somente um período de testes! Depois disso por favor se apaixone por mim! Isso não está bom senpai? Ma… Makoto-san!” (Hasegawa)

Bufuwu!!!

Que tipo de desenvolvimento divino é este? Um jogo? Que tipo de jogo de romance é esse?

Mesmo com oportunismo isso é demais! Isso é conveniente demais para este garoto. Com o que foi levado em conta como as coisas chegaram a esse ponto?!

Eu levemente entro em pânico.

“H-hey Hasegawa! Você, está tudo vem com você?!” (Makoto)

“Por favor me chame de Nukumi! Ou será que você… você já tem outra garota no seu coração?!” (Hasegawa)

“Não há nada assim, mas…” (Makoto)

Era um tom um pouco violento. Ser pressionado o tempo todo é algo desse jeito huh.

Além disso quando eu tento pensar um pouco e abaixo minha cabeça, um corpo que estava se desenvolvendo tão bem que eu poderia dizer até mesmo com o uniforme dela nele, eu não podia rudemente olha-lo.

Minha visão estava mudando para os seios dela!

No fim eu tinha que olhar pra ela enquanto encarava diretamente o rosto dela.

“Está bem certo?! Um teste, depois disso se você me rejeitar, eu não vou chorar!” (Hasegawa)

Isso é uma mentira! Você definitivamente vai chorar com o atual andar das coisas.

Uuhh…

Eu não posso rejeita-la.

“Bem, se você está realmente bem com isso. Mas eu quero ouvir uma coisa antes, por que eu? É triste eu ter que dizer isso, mas pelo que você se apaixonou?” (Makoto)

“A aparência do senpai usando o arco igual agora pouco.” (Hasegawa)

“Você estava assistindo?!” (Makoto)

Acena.

“Na primeira vez que eu vi, quando você ficava por último eu sempre te assisti.” (Hasegawa)

“… Então?” (Makoto)

“Eu achei que era incrivelmente bonito. Naquele momento, não apenas no clube, sem ter interesse em mais nada, eu pratiquei o arco todos os dias. Para entrar aqui eu tentei o meu melhor e quando eu passei meu objetivo de repente sumiu.” (Hasegawa)

“??” (Makoto)

“Então, vendo a figura do senpai várias vezes eu…” (Hasegawa)

“Você estava me assistindo várias vezes?!” (Makoto)

Eu nem mesmo notei. Que erro.

“Eu comecei a pensar que queria saber mais sobre essa pessoa. É por isso que eu entrei no clube de arquearia.” (Hasegawa)

Então foi desde o começo. E pensar que meu divertimento privado após treinar foi visto e além disso por alguém que nem era um membro. Agora eu não posso parar. Vamos só prestar mais atenção nos meus arredores de agora em diante.

“Dizer isso depois de entrar era… nada bom então.” (Hasegawa)

“Eu, eu entendo. Obrigado Hasegawa. Eu estou um pouco feliz.” (Makoto)

Eu paro a garota que tentou continuar, com uma palavra de gratidão. Ela sentiu algo por mim após me ver usando o arco, está é a primeira vez que eu ouvi isso de uma garota da minha geração depois de tudo.

“Nu-ku-mi des!” (Hasegawa)

“Me desculpe. Isso não é algo que possa ser consertado com esforço. Por agora por favor me desculpe. E por hoje só vá para casa. Já é tarde afinal. A estação é perto daqui então você deve ficar bem certo?” (Makoto)

Seria bom se eu pudesse dizer que eu acompanharia ela até lá, mas como esperado eu não pude dizer.

“A, sim! De algum jeito após dizer isso eu me sinto revigorada. Senpai, nas férias de verão vamos brincar bastante certo?” (Hasegawa)

“Sim. Eu mal posso esperar por isso.” (Makoto)

Eu me despeço dela. De repente eu sinto um sentimento inconfortável. Eu sinto como se algo dentro de mim estivesse gritando.

Alguém se confessou para mim pela primeira vez na minha vida, um evento incrivelmente importante depois de tudo. Ver ela indo embora, me fez sentir um pouco esquisito não é estranho?

Bem eu não fiz isso por mim mesmo. Até agora.

“Wa~ eu estava surpreso. E pensar que algo assim aconteceria na minha vida.” (Makoto)

Colocando meus sapatos eu decido finalmente sair do dojo.

“Você está saindo bem tarde Misumi.”

Neste lugar.

“Higashi.” (Makoto)

A colega de classe que eu acho que vai virar a capitã.

Com as suas costas na parede de fora ela me olhou uma expressão bem estranha.

—-

“É um pouco surpreendente. Misumi começou a andar também.” (Higashi)

“S, sim” (Makoto)

Eu e Higashi Azuma. Do portão da escola eu acompanhei ela até o caminho de casa.

Sem dúvidas ela viu o evento impressionante que acabou de acontecer.

Eu senti que Higashi estava estranhamente nervosa, sem dúvidas sobre isso.

“Eu não pensei que eu iria testemunhar tal cena. Quando eu estou assistindo os garotos do clube não é algo impossível, mas…” (Higashi)

Soltando um sorriso amargo Higashi olha pra mim. Os olhos dela são da mesma altura que os meus, mas ainda assim eu senti que eram um pouco mais altos agora. Eu ainda estou na adolescência então eu ainda tenho espaço certo?!

“Mas, me desculpe! Eu não achei que tal situação aconteceria com você! Não é como se eu tivesse vindo aqui achando que isso aconteceria então realmente me desculpa!” (Higashi)

“O que está te incomodando é incrivelmente rude. Mesmo que doa eu não posso dizer nada contra isso!” (Makoto)

Mu~ eu solto um gemido.

Agora que eu penso sobre isso.

Higashi deve ter algo realmente importante para falar comigo se ela estava esperando por mim aqui. Ela não é o tipo que espia a conversa dos outros também.

Ela tem uma personalidade franca e honesta. Não é só por isso, mas isso faz ser mais fácil falar com ela.

É um tipo de dar inveja que a faz popular entre ambos homens e mulheres.

Mesmo se eu dissesse isso, o corpo dela não é magro, mas tem um estilo que parece ser saudável e me faz pensar que ela parece feminina. Deixando a precoce Hasegawa de lado. Eu imploro a você, por favor dívida alguma altura comigo.

Bem, não é como se maior fosse melhor.

O estilo excelente dela e suas proporções estando nos lugares próprios dá a ela uma sim é o que eu penso.

Dentro de mim, Higashi é vista como uma garota atrativa. Se tivesse um ranking de amigas ideais, dentro da escola ela certamente estaria no top.

A propósito, existe um ranking secreto de ane-sama (Nota: Irmã mais velha) e ela está em segundo. O que é assustador é que tinham bastante terceiranistas participando.

Para fazer as sêniores perderem pra ela, hehe, vamos nos conter aqui.

“Bem, está bom. Então? Você não tem nenhum assunto comigo?” (Makoto)

Umu? Espere um pouco. Ela também tem um assunto comigo, poderia ser?

Eu mais uma vez encontro a situação. Entretanto, eu não posso ver através dela.

“Bem, sim.” (Higashi)

A voz de Higashi parecia ter alguma hesitação. O tom dela também estava um nível mais baixo. Então é o que eu pensei?!

“Você também me viu enquanto eu estava me dedicando a ‘acertar o meio’?!” (Makoto)

“Hã? O que é isso de repente? Bem, eu vi sim.” (Higashi)

“Gupooo, eu pensava que ninguém tinha visto.” (Makoto)

Eu estava em agonia. Eu estava segurando minha cabeça com as duas mãos.

Era o meu tempo secreto. Por essa razão eu aceitei limpar tudo depois que todos saíssem!!

Que situação!!

Higashi está fazendo um rosto de ‘o que é isso depois de tanto tempo’.

Eu contorço ainda mais!! Eu vou desmaiar de agonia!

“Bem, ocasionalmente. E não é como se você tivesse fechado o dojo, então isso não era segredo nenhum pra começo de conversa.” (Higashi)

“Mas o clube de arquearia está nos fundos da escola sabia? Quando as atividades do clube se encerram e todos vão pra casa, não deveria sobrar ninguém?!” (Makoto)

“Se alguém se esquecesse de alguma coisa você seria pego.” (Higashi)

“Eu propriamente checo se alguém esqueceu algo antes de começar então é impossível.” (Makoto)

“Por que você está falando como uma criança mimada? Mesmo que não existam tais coisas, tem pessoas que viriam mesmo assim certo? Além disso, foi isso que aconteceu comigo.” (Higashi)

“Sua memória está funcionando bem?!” (Makoto)

“Bem, eu sou humana final.” (Higashi)

Wu wu, parece que eu fui completamente derrotado.

“Eu vou continuar a conversa, tudo bem?” (Higashi)

Higashi-san está olhando pra mim como se sentisse pena.

Está bem, só continue o que você queria falar.

Desistindo, eu aceno. Quando eu chegar em casa eu vou começar um novo jogo, será bom se ele me curar.

“Hoje você vê, antes do começo das atividades do clube. Os senpais me chamaram e me perguntaram se eu queria ser a próxima capitã.” (Higashi)

“E?” (Makoto)

O que ela está tentando me dizer? É mais como, todo mundo pensa que você é a candidata número um sabia?

“E?! Você não pode ter um pouco mais de reação que isso?!” (Higashi)

“Em?” (Makoto)

Desta vez foi a vez da Higashi ficar triste. Eu não estava tentando mexer com ela enquanto eu honestamente respondi. Porque eu podia dizer que ela estava falando sério.

Em proporção ao quão ruim meu rosto é (Eu estar dizendo isso me fez sentir realmente triste) eu sou horrível em ler o momento.

“Me deixe te perguntar de outra forma. Além de você, quem mais poderia ser?” (Makoto)

“E, a, bem isso, um, você talvez?” (Higashi)

E então ela atira isso em mim que está fora de alcance.

“Você sabe, eu não vou participar de torneios. Eu não farei nenhuma partida externa, então o que aconteceria com as melhores pessoas de nosso clube? Além disso, este clube sempre foi sucedido por mulheres.” (Makoto)

Está certo. Além do fato de que eu não vou participar de partidas, no nosso clube por alguma razão sempre tivemos capitãs e nunca um capitão.

“Você diz isso, mas eu acho que você tem a habilidade para mudar isso.” (Higashi)

“Hey, hey!” (Makoto)

“Além disso, aquele mais respeitado em nosso clube é provavelmente você.” (Higashi)

“Hey, hey, hey!” (Makoto)

O que é isso, a Higashi de hoje está estranhamente negativa.

Por alguma razão a pessoa que iria alegremente quebrar um bambu em dois, para aquela garota, isso é realmente estranho.

“É porque aqueles senpais não sabem sobre habilidade de verdade. Eu tentei te recomendar, mas no fim eles disseram que queriam que eu fizesse isso.” (Higashi)

Que tipo de recomendação perigosa você está fazendo? Aquele tipo de discussão não deve ser levado para as outras ane-samas então eu tinha certeza que não iria acontecer.

E pensar que era uma chance fina igual a um papel. Viva preguiçosamente, preguiçosamente.

É a minha imaginação, ou eu podia ouvir o meu suor frio caindo?

Nós dois que estávamos andando juntos agora estamos no meio de uma ladeira. Quando nós finalmente cruzarmos isso nós chegaremos a área do mercado. Tinham muitas pessoas passando por lá, mas nós éramos os únicos que estavam voltando da escola a esta hora.

“Hey” (Higashi)

Higashi, dizendo isso vira seu rosto para mim.

Quando eu viro pra responder ela, ela fortemente segura ambos os meus braços ao redor do ombro com as duas mãos dela e Higashi vira meu corpo para encarar ela.

E é claro, nós nos encaramos.

Eu senti que a força das duas mãos que me seguravam diminuírem um pouco.

“Misumi. Você poderia por favor ser o capitão?” (Higashi)

“Higashi, eu não posso fazer isso. Assim como eu pensei, todos no clube também pensam que você deveria ser a capitã, nós achamos que você é capaz.” (Makoto)

“Isso, se Misumi mostrar um round na frente de todo mundo deve ser o bastante! Se você mostrar a eles que você pode perfurar a flecha anterior com outra então eles todos vão ficar obedientes!”

“Higashi!” (Makoto)

Eu estava confuso sobre o que eu deveria fazer, mas eu balanço as mãos da garota que me segurava e agora inversamente eu que segurava os ombros dela.

O corpo da garota que estava levemente tremendo, no momento em que eu a segurei ela estremeceu, mas rapidamente parou. Os olhos dela pareciam ter ficado um pouco enevoados.

Tristemente, eu não posso escolher as palavras que ela quer ouvir. Que Higashi tem a capacidade de ser a capitã está claro afinal. É por isso que eu tenho que dar confiança pra ela.

“Isso pode soar medíocre, mas eu sei que você pode fazer isso. As pessoas ao seu redor com certeza vão cooperar também. Não, eu vou fazer elas cooperarem! De qualquer jeito, você, tente fazer isso tudo bem?” (Makoto)

“Sério?” (Higashi)

Ela está assustada? Eu não gritei com ela nenhuma vez. Mais como, ela é tão excelente que eu nunca precisei. Uma pessoa como ela é divertida de se ficar junto.

Está certo, esta garota nunca me mostrou o lado frágil dela. É por isso que ver a Higashi assim na minha frente é um pouco difícil pra mim.

“Sim, eu te prometo. É claro, eu vou te ajudar também.” (Makoto)

“Então, você vai ser o vice capitão?” (Higashi)

“A~ é claro que eu vo- Hã?!” (Makoto)

“Você vai certo?” (Higashi)

Eu fui enganado?

Eu fui… usado?

Não, nós estamos falando da Higashi. É assim que ela deve realmente se sentir.

Eu sinto que eu não posso recusar. Recusar aqui é como tentar recusar um pedido do Rei e cair em um loop infinito, este nível de impossibilidade!

“Isso é baixo~ Sim, sim, eu farei, vice capitão. Nestes longos anos que virão, por favor cuide de mim, futura líder.” (Makoto)

“Heee~ então está bem se eu perguntar mais uma coisa?” (Higashi)

Com seus olhos ainda enevoados ela me mostra um sorriso.

Um estalo. Novamente algo está…

Um alarme está tocando. E é ainda mais forte que antes. O que é isso?

“Hey, saia comigo.” (Higashi)

“A~ Sim, Sim. Espera, o queeeeee?!” (Makoto)

“Aha! É bom tentar. Por favor cuide de mim, namorado~♫” (Higashi)

“Wa, Wa, Wa, Wa” (Makoto)

“O quê~ foi~?” (Higashi)

“Não venha com um ‘O que foi’ pra cima de mim! Você estava vendo certo?!” (Makoto)

O evento em que confessaram pra mim.

A resposta embaraçosa e o ‘resultado’ dela.

“Sim.” (Higashi)

Ela me deu uma resposta realmente desinteressante.

Eu não sei, este tipo de Higashi nunca foi visto antes. Este tipo de Higashi com rosto de ‘mocinha’.

“Mas você está em um período de testes com a Hasegawa certo? Eu não ligo pra isso sabia?” (Higashi)

“O quê?!” (Makoto)

É como me dizer que eu posso sair com as duas.

Esta Higashi está? Para a Kohai que também se confessou e é do mesmo clube?

Quebra, quebra.

Eu senti uma dor que era como se um parafuso fosse apertado dentro da minha mente e os alarmes continuaram como se o acompanhassem.

Está errado. Esta não é a Higashi.

“Este tipo de coisa nunca aconteceu de verdade!” (Makoto)

De novo. O mesmo sentimento de ser visto que eu senti no dojo. Mas tem algo completamente diferente!

“Não pense muito sobre isso. Eu e aquela garota estamos bem em somente sermos testadas. Você pode livremente nos provar e escolher a que você gostar. Eu, se for pelo Misumi estaria bem sendo a segunda sabia?” (Higashi)

Com um rosto refrescante Higashi gentilmente anda para frente. Para onde eu estou. As mãos dela são colocados no topo do meu peito. Ela dobrou um pouco os joelhos, o rosto dela agora está perto da minha bochecha.

Quebra! Quebra! Quebra! Quebra!

Sim, está errado!

O cheiro do cabelo da Higashi ainda instiga desejo em mim, mas!!

Isso está errado! Não foi ‘desse’ jeito!

Na verdade.

Nas memorias dentro de mim!

Foi algo que deixou um gosto muito pior.

Quebra. A dor do alarme diminui. Em droga, os arredores começam a desaparecer. Isso é culpa das lagrimas? Não, não é!

Foi uma memória pesada, mas um importante! Não, não foi algo estupido como isso!!

Hasegawa e Higashi.

Elas eram teimosas, mas elas não eram tão resilientes sobre isso! As duas pessoas que eu machuquei!

É por isso que…

Minha cabeça começa a doer. O alarme continua. Mas está fraco. Está certo, aquele alarme é a minha realidade.

“Esta não é a minha realidade.” (Makoto)

Que frágil, eu estou envergonhado de ter sido enganado até este ponto.

Para o eu que ter de ter desejado que essas duas fizessem esse tipo de coisa idiota, eu estou envergonhado.

As lagrimas que caiam dos meus arrependimentos eu as limpei com minhas mangas.

O mundo estava se desfazendo.

E pensar que isso era uma ilusão.

Eu que já tinha entendido a situação geral agora estou olhando para o mundo a minha volta mais uma vez.

Aqui estou eu, bem dentro de uma profunda, muito profunda nevoa.

“Isso não estava no nível de uma miragem. Droga, droga!!” (Makoto)

Se eu for um pouco descuidado eu vou ser com certeza sugado por aquela ilusão novamente. Na próxima vez que tipo de desejo carnal, que outra pessoa que eu não posso mais encontrar eu irei manchar?

Este tipo de coisa, eu não quero ver novamente. Eu não vou ser capaz de aguentar.

Mas antes disso eu preciso limpar o caminho para sair daqui. Eu tenho que acertar as paredes desse pequeno mundo de uma vez ou meu coração não irá se acalmar.

Eu tenho que acabar com esse arrependimento e essa lastima. Não, eu não posso seguir em frente sem fazer isso.

“Shen, obrigado por me lembrar que eu era tão lastimável.” (Makoto)

Sem esforço eu acho a parede. As paredes que me trancaram nessa profunda nevoa.

Me desculpa Ibuki. Meu importante amigo ruim. Eu sempre quis dizer pra você uma coisa, mas por causa da minha timidez eu não fui capaz de te contar.

Mas isso é um outro mundo. Nas palavras de um outro país para comprar isso com um poço ou a cavidade de uma arvore não seria um problema certo?

O amigo meu no mundo anterior, as ações dele depois de ver meus lados vergonhosos, flutuável na minha mente.

É claro eu que estava muito envergonhado para dizer alguma coisa fiz ele parecer errado, o rosto que eu queria acertar ‘também’ apareceu dentro de mim.

“De qualquer forma, você…!” (Makoto)

Minha paixão estava se acalmando então eu sussurrei a aria de brid múltiplas vezes.

“Chamando uma garota após a outra pra sair!!” (Makoto)

Uma luz vermelha envolve minha mão direita e forma um formato esférico. Pode ser minha imaginação, mas eu senti como se o poder fosse muito maior que o da última vez que eu usei.

Provavelmente é por causa da tensão!!

Eu fico de pé firme na superfície com meu pé esquerdo como se tentasse derrubar algo.

Usando o caminho de atirar reto eu que eu vi em um mangá de boxe como referência!

Na minha mão eu carrego uma bola de fogo!

“Eu já estou cansado das suas merdas Ibukiii!!!” (Makoto)

Para o meu amigo do clube, para o meu amigo Ibuki que recebeu sabe-se lá quantos talentos dos céus, junto com toda a minha insatisfação, e com toda a minha força eu acerto a parede!!

——–

Nota: Esse capítulo é um tanto confuso e não retrata muito da realidade, a parte das duas estarem apaixonadas por ele é verdade, mas o que aconteceu aqui não é como aconteceu de verdade elas se confessaram, mas nós nunca saberemos como foi então a não ser que o autor faça um capítulo mostrando a verdade nunca saberemos.


Tradutor:Michael| Revisor:BravoEd



Alterar fonte
Cores