TMID – Capítulo 14 – Estreia. Minhas dores de cabeça alcançaram o nível 2



Na manhã seguinte depois da noite de nomeação.

Quando eu sai da tenda eu vi todos os orcs reunidos e as costas das minhas duas seguidoras que estavam de pé lá.

O que está acontecendo nesta manhã?

“Tudo certo, vocês caras. Ontem à noite eu recebi meu nome do mestre. Como eu disse a vocês, de agora em diante tenham certeza de me chamar de Tomoe.” (Shen>Tomoe)

“Eu também recebi um nome também. Me chamem de Mio de agora em diante,” (Aranha> Mio)

Wa…

Eles começaram a comemorar por algo que eu não sei.

O que, isso é um evento grande?

Eu estraguei algo novamente?

“Sobre o mestre ser o lorde feudal deste lugar. Não é nada bom se vocês o chamarem de mestre como eu.” (Tomoe)

“E também eu irei odiar quem chamar ele de mestre-sama ou danna-sama. É claro que eu não perdoarei quem chamar ele pelo nome.” (Mio)

Não, está tudo bem se vocês me chamarem pelo nome sabia? Isso somente vai fazer com que eu me sinta estranho! Me poupe disso!

No entanto, todos os orcs somente acenaram concordando todas as vezes.

Eu, o quão grande eu sou como pessoa?

“Então!”

Ambas gritaram. Mais como, esta animação e escolha de palavras, que habilidosas.

Isso parece que foi feito para se desenrolar desse jeito?

“Todos!”

Sim, sim. O que foi?

“Tono-sama, Waka-sama, anciões, escolha qualquer um! Vamos decidir pela maioria de votos!” (Tomoe)¹

“S-sim? Simmm?”

O que há com isso?! Sabe… O que há com isso?!

“A…e…esp…” (Makoto)

Eu não consigo colocar em palavras propriamente!

Mais como, o que é aquela terceira escolha?

Não há nenhum decente!

“Então, aqueles que querem Tono-sama!” (Tomoe)

Oqu…

Tem tão poucos?!

“Agora, aqueles que querem ser Waka-sama!” (Tomoe)

O que…?!

Está ultrapassando o último?!

“Por último! Aqueles que querem ser ancião!!” (Tomoe)

Oq…

Eu não sou um velho ainda!

As duas seguidoras se viram e então encaram a direita.

“Então é assim que vai ser.” (Tomoe)

“Então é assim que vai ser.” (Mio)

O que foi?!

“Por favor seja o Waka-sama.” (Tomoe)

“Você é estupida? Você é estupida?! Ou talvez uma idiota?!” (Makoto)

“Eu decidi democraticamente. Você gosta desse jeito certo? Democraticamente.” (Tomoe)

“Eu também voto para Waka-sama, depois de tudo, não importa como você veja, você é o Waka-sama.” (Mio)

Eu não posso aceitar isso!

Do jeito que as coisas estão indo, isso foi tudo planejado de antemão!

“Não, não, eu sou o mestre certo? Por que isso ficou desse jeito?” (Makoto)

“Você pediu que nós decidíssemos depois da conversa da noite anterior, então nós decidimos isso com todos.” (Tomoe)

“Por que é que sempre tem uma terceira escolha estranha?!” (Makoto)

“Está é a Terceira escolha que nós conseguimos depois de decidir com eles na última noite-desu! Definitivamente não é uma escolha estranha!” (Tomoe)

Uma virada de noite?!

Tomoe-san o que é que você está fazendo?!

Isso significa que aqueles que estão de pé aqui tem estado acordados a noite inteira para participar desta farsa?

Esta definitivamente é uma terceira escolha que Tomoe iria surgir com.

Uuh, me desculpa.

Os orcs e o par estavam me olhando com olhos de expectativa e esperando pelo meu discurso.

Uuh.

No entanto eu não tenho problemas com vocês caras me chamando pelo nome.

‘Va em frente, vá em frente’ é o que os olhos deles me pressionam.

Para acordar com isso.

Isso é levemente uma forma de bullying certo?

“Está tudo bem com Waka-sama.” (Makoto)

Grandes vivas de alegria que me fizeram querer plugar minhas orelhas estavam soando.

Eu não queria que ela fizesse uma lavagem cerebral com todos fazendo uma terceira escolha.

—-

Depois disso, cada pessoa se juntou, de adultos a crianças me chamando de waka-sama, waka-sama.

Sinceramente.

Eu não ligava mais e continuei a minha viagem. No momento em que eu vi a cidade minha tensão aumentou.

Eles me falaram para esperar um momento.

De novo?1

Já está me dando nos nervos.

Bem, não tem o que fazer.

Vamos deixar a chegada para amanhã.

Eu lenientemente desisti e decidi descansar em Asora.

Bem, amanhã eles devem certamente ter terminado o processo de migração.

Quando isso acontecer, está tudo bem deixar o clone da Shen guia-los.

Por alguma razão.

Eles me disseram que os dwarfs iriam me saudar amanhã no meio-dia, então eu dormi enquanto assistia eles com um olhar duvidoso.

Esta virada de eventos, não vai ser ruim certo?

—-

Na próxima manhã.

Foi esplendidamente ruim. Eu tive uma dor de cabeça.

Ontem só tinha um grupo de orcs, mas.

Hoje eu posso ver os dwarfs do lado esquerdo. Na liderança, o Beren-san. Pareciam que eles estavam perto de 50.

No centro tinha uma coisa que eu acho que eram homens lagartos com escamas azuis. Na liderança, Tomoe-san. Neste lado tinham mais de cem deles.

Na direita tinha algo que tinha a parte inferior de uma aranha e a superior de um humano. Na liderança, Mio-san. Neste lado tinham cinco contando com a Mio-san.

O que é isso?! Tem mais?! Eeeeeh?!

“Vamos fazer então. Você disse a ele que seria no meio-dia afinal.” (Tomoe)

Tomoe-san que elogia o Beren-san.

“Não, não, se for sobre a estreia dos dependentes então eu acho que nós podíamos saudá-los e nos dar bem com todo mundo! Afinal, teria um impacto diferente!” (Beren)

“…”

“Geez, vocês são realmente taciturnos~ eu direi isso a vocês, se vocês desrespeitarem o waka-sama de qualquer maneira, eu irei comer vocês.” (Mio)

“!!! (*concorda* *concorda*)”

Umm, caos.

Depois de tudo eu não entendo a situação.

Dependentes, é o que o Beren-san disse.

Se você diz dependentes isso tem um sentimento mais de subordinados. Ou talvez, crianças?

No entanto, o número de pessoas está espalhado por todo o lugar.

Se isso é toda a vila dos dwarfs então eles são bem poucos.

Uma família normalmente tem dois ou mais, organizados como casal e filho. Se nós pensarmos sobre tendo um pai, uma mãe e uma criança dá um total de três pessoas, então teríamos 16 famílias.

Se existem avós nessa equação então seriam 10 famílias no total.

Você pode formar uma vila com isso?

Talvez minha forma de pensar sobre vilas é grande demais? É possível, afinal, este é o pensamento de alguém que veio do pacifico Japão.

E então sobre os lindos homens lagartos com escama azul. Julgando pelas preparações deles, eu suponho que eles são da raça da família da Tomoe-san.

Com uma espada fincada no chão na qual ela estava com as mãos em cima. Os ombros dela estavam levemente abaixados. Aquela aparência me fez pensar em um cavaleiro.

Não parece que tem uma bainha. Eu acho que seria conveniente se você tivesse uma. Eu sou da cultura da katana, então ver uma espada desembainhada é bem perigoso.

Eu realmente não consigo pensar que aquela Shen tem tal família apropriada. Ela deve ser o tipo que foi abençoada por seus subordinados.

Atrás da aranha da calamidade, Mio, tinha quatro meios humanos meio aranha.

Este definitivamente não são os números de uma vila. Então isso faz com que eles sejam os subordinados dela?

Entretanto na luta eles não apareceram. Também, como eu posso dizer, é difícil imagina-los vivendo em grupos.

É mais como, eles passam um sentimento de personagens chefões.

Com o corpo ereto, mão direita no peito e as cabeças abaixadas.

E, provavelmente taciturnos. As bocas deles não abriram nenhuma vez.

Nos olhos deles eu podia sentir inteligência e alguma outra cor que eu não entendi.

Agora mesmo eles estavam com suas cabeças abaixadas então eu não podia ver claramente.

“Você entende certo? Ouça bem, aquela grande pessoa, Waka-sama me salvou e salvou vocês da fome. Devotem tudo de vocês a ele, vocês crianças.” (Mio)

Eles são crianças huh. Ha~ para eles, o quão delicioso eu sou como jantar?

Entendo. Além da inteligência, o outro interesse que eles descobriram era algo sobre ‘então esta é a origem da delicadeza?’

Falando sobre aquele clã, eu acho que em tempos de emergência eles iriam aparecer e devorar tudo.

Umm, parece que mesmo depois da Mio compartilhar aquele poder mágico com os 4 deles, ela não perdeu a racionalidade.

Não, vamos parar de pensar sobre o meu poder magico por agora.

“Um, vocês caras.” (Makoto)

Tomoe me percebeu e as duas me encararam.

Quando as duas me olharam, ambas endireitaram a postura.

“Ah, bom dia a todos?” (Makoto)

Foi bom dizer todo mundo? Eu me senti um pouco nervoso.

“Bom dia waka-sama!”

Oh? Eu podia entender as palavras de todos aqui. E também, que eles eram capazes de entender minhas palavras deve significar que minhas palavras alcançaram eles. Inseto, obrigado pelo poder útil.

Beren pediu permissão a ambas e então deu um passo à frente.

Os dwarfs que estavam de joelhos levantaram, derem um passo à frente e saudaram. Como esperado, eles têm intensidade.

“Makoto-sama, por favor perdoe minha indelicadeza usando seu nome. Os dwarfs mais velhos que estão aqui são 54, de hoje em diante vão estar morando nestas terras. Eu estou ansioso para trabalhar com você!” (Beren)

“Yeah, eu estou ansioso também. Eu sou Makoto. Eu não ligo se vocês me chamarem pelo meu nome sabia?” (Makoto)

“Então, eu vou trazer o chefe da vila e ele vai te saudar também!!” (Beren)

Yeah, eu não tenho resposta pra isso. Está tudo bem relaxar um pouco sabia. Beren-san está seriamente tenso agora.

Beren-san dá alguns passos para trás e os outros dwarfs também retornam para os seus lugares. E então, um dwarf com um bigode majestoso deu um passo em frente. Ele me olha com olhos avaliadores, mas eu não sinto que foi rude.

É uma pessoa que parece estar acima das outras. Ele é claramente mais velho que o Beren-san. Que o Beren-san é um mais novo parece ser verdade.

Para discernir alguém que você encontrou pela primeira vez eu não sei o que dizer sobre isso, mas. Para fazer diplomacia neste tipo de lugar é apenas…

Uma reverencia. Vendo isso eu faço uma também. Então também existe a cultura de abaixar a cabeça neste mundo.

“Eu sou aquele que lidera os dwarfs anciões, meu nome é Ancio. Para nós que temos vivido nos escondendo na extremidade do mundo, por nos dar a chance de viver nesta terra maravilhosa eu estou agradecido de verdade.” (Ancio)

“Ah, sem problemas. Meu nome é Makoto. Se existe algo te incomodando ou algo que você queira perguntar, não se segure.” (Makoto)

“Obrigado. Então está tudo bem fazer agora?” (Ancio)

“Sim?” (Makoto)

“Waka-sama mal parece ser da raça hyumana. Mas os seguidores que você fez pacto, o Dragão Supremo Governador das Ilusões Shen-sama e o outro que era temido que ele devorasse o planeta inteiro, a Aranha Negra da Calamidade. Não importa como eu veja, não tem como eles serem existências que um hyumano possa comandar.” (Ancio)

“Bem, sim…” (Makoto)

Agora que ele diz, as duas também estão surpresas. Talvez seja por causa da minha disposição roubada. Também, o que há com ‘mal parece hyumano’?

“Eu vou te perguntar francamente. Você recebeu uma missão da Deusa que governa esse mundo, recebeu a proteção divina dela e saiu para estas terras devastadas certo?” (Ancio)

Os olhos do chefe-san começam a brilhar. Mas eu tenho uma objeção a isso!

“C-como se eu fosse querer receber proteção divina daquele inseto! É verdade que por causa dela eu fui jogado nestas terras, mas eu estou tendo tempos difíceis aqui!” (Makoto)

Inseto?!” (Ancio)

“Sim, aquela mulher é o suficiente para ser chamada de inseto! ‘Vá viver sua vida nos confins do mundo com os mamonos é o que ela disse e então me jogou nesse lugar!!!” (Makoto)

“Então, não há missão alguma? Você não tem nenhum objetivo?” (Ancio)

“Exatamente, eu não tenho nenhum! Nem mesmo um! Eu sou a vítima aqui sabia?! Bem, ela realmente me fez ser capaz de falar com mamonos e bestas demoníacas então eu sou um pouco grato a isso, mas…” (Makoto)

Minhas palavras estão ficando mais baixas.

“O fato de você ser capaz de falar conosco não é proteção divina por si só?” (Ancio)

“Isto é ‘compreensão’. Ela me disse que seria indecente me dar proteção divina!” (Makoto)

Eu realmente não quero lembrar disso.

O dwarf chefe parece estar pensando em alguma coisa.

“Então, Waka-sama é um hyumano que não está ligado a nenhum poder influenciador certo?” (Ancio)

“É claro. E também, você poderia para com o hyumano, hyumano? Eu me sinto melhor sendo chamado de humano.” (Makoto)

“Humano huh. É o nome dos residentes antigos. Alguns chamam eles de antepassados dos hyumanos.” (Ancio)

“Tanto faz, mas eu sou um humano. Bem, por causa de circunstancias eu tenho uma quantidade considerável de poder magico e força física.” (Makoto)

Tomoe disse, “não tem como uma pessoa que pode socar um dragão ser ‘consideravelmente poderosa’’, e virou para o lado.

E Mio, “aquele poder magico, sua carne e sangue são uma guloseima suprema-de gozai masu!” ela disse com uma expressão vigorosa.

Eu não posso te ouvir, eu não posso te ouvir.

“Eu estou aliviado. Nós somos existências que descordam com a Deusa. Entretanto, nós não somos hostis com ela. E também, nós não temos nenhuma raça humana ou demoníaca que nós podemos chamar de companheiros.” (Ancio)

“Isto é. Vocês caras são independentes huh~” (Makoto)

“Ma você é interessante. A ideia de uma cidade miragem. A habilidade de falar conosco, e aquele poder magico impressionante.” (Ancio)

Seria interessante seguir você.

É o que ele disse.

“Awawa. Eu não sou tão bom asism.” (Makoto)

“Fufufu, então, me desculpe por esta longa conversa. Depois nós traremos produtos como presente.” (Ancio)

O chefe dá um passo para trás. Ele deve ter levado isso como humildade. E, um poder magico impressionante ele diz.

Seria poder magico algo que pode ser visto?

“Então, parece que a próxima sou eu.” (Tomoe)

É a Tomoe. Como sempre ela parece estar de bom humor.

Os homens lagarto de escama azul todos ficaram em formação. Que vista maravilhosa. Isso me faz pensar que eles são um exército treinado.

“Waka! Aqueles atrás de mim são meu clã. Homens Lagarto da Neve. Agua e Vento, é uma raça bem forte que pode controlar ambos esses elementos. O traço especial deles, não importa como você veja, é a linda escama azul deles.” (Tomoe)

“É a primeira vez que eu escuto que você tem um clã.” (Makoto)

“Levando em conta aqueles que me veneram por si mesmos, tem muitos sabia? E também levando em conta aqueles que me chamam de Deus e boom. Mas estes aqui são aqueles mais diretamente relacionados a mim, é o que você chamaria de clã. Os guerreiros aqui seriam capazes de ir contra um dragão de baixo nível.” (Tomoe)

“Isso é bem impressionante. Além disso, esta presença, a especialidade deles deve ser batalhas em grupo. Eles estão praticamente no nível de armas.” (Makoto)

“É incomum você dizer isso. Também, é surpreendente que você seja capaz de ver através da qualidade deles. Bem, de hoje em diante estes 108 camaradas estarão migrando para cá, por favor cuide da gente.” (Tomoe)

Tomoe levemente abaixa a cabeça. Combinando com ela, os homens lagarto também expressaram os seus agradecimentos com movimentos que pareciam ter sido treinados antes.

Realmente, estes caras são bons demais para a Tomoe. Se um deles pode ir contra um dragão inferior, então no momento em que eles trabalharem em grupo. Dependendo da aplicação, eles podem se tornar incríveis.

Mesmo que eles sejam chamados de guerreiros, eles me dão uma impressão mais de cavaleiros então pode ser que eles sejam capazes de se mover como corpos especiais, mas eles com certeza são existências de elite.

A próxima é a Mio.

“Waka-sama, aqueles atrás de mim são o meu clã, Arke-de gozai masu. Esses caras são o mesmo que eu, sem ser capaz de escapar da fome, mas graças a ter recebido a energia do waka-sama eles retornaram aos seus sentidos então eu os trouxe aqui.” (Mio)

Arke. Eu não sei nada sobre eles.

Como esperado, o clã da Mio é uma existência que eu nunca ouvi e não tem relação com meu mundo anterior.

Eh, este não é o ponto.

Energia? O que ela quer dizer com energia?

Ela provavelmente só deu um pouco do meu poder magico, mas para chamar de energia, eu não gosto disso. (Nota: Ela chama de 精 = sei, o que também significa sêmen)

Além disso, como ela compartilha isso?

“Como é que você compartilha algo que não pode nem mesmo ser visto?” (Makoto)

Eu falo honorificamente. Como esperado se tornou algo pegajoso?

“Bem é claro, foi desse jeito-desu wa!” (Mio)

Foi mais rápido que a Mio explicando então ela chamou um Arke que estava perto e em algum lugar perto do ombro, perfurou ele com a mão. Perfurou.

“~~♫”

Mas o Arke perfurado parecia estar se sentindo bem.

Eh, o que?!

Todos esses caras são do mesmo tipo?!

Então eles aumentaram para mini-mio e filhote-mio?! A, minha dor de cabeça…

Da parte perfurada que a Mio está alimentando o familiar com algo que estava fluindo dela. Então é isso que ela disse sobre compartilhar.

Quão violento.

“Yeah´~ eu entendo agora, não, eu entendi. Está tudo bem Mio.” (Makoto)

“Sim. Obrigado pelo seu tempo.” (Mio)

Ela tira a mão dela. Sem nem mesmo sangrar, a ferida se fecha. Aquele método misterioso também foi herdado. Esses caras também são bem roubados.

“Nós, chamados, Arke. Nome, não temos. Por favor, tome conta, de nós.”

Parece que eles não são muito bons falando.

Mas eles estão lentamente e certamente falando comigo. Eles parecem ser pessoas bem diligentes.

E também, eu acho que eles estão vivendo por si só e não tinham ninguém com quem conversar nos seus arredores. É por isso que eu acho que eles não tinham ninguém para falar.

E Mio também estava faminta como eles. Não, ela estava.

“Vocês esqueceram o ‘de agora em diante’ sabiam? Vocês querem ser comidos huh?! Na?!” (Mio)

De que grupo Yakuza você é?!

“Mio, está tudo bem! Eles foram capazes de falar bem. Em ordem, eles devem somente ser capazes de lentamente se acostumar a viver aqui.” (Makoto)

Quando Mio lentamente dá uns passos para trás, os Arke se sentem aliviados e concordam comigo.

Este time me preocupa sobre o futuro…

“Eu e os Arke podemos produzir um material especial dentro de nossos corpos. E também, nós temos conhecimento da alquimia dos tempos antigos-de gozai masu. Eu espero que isso ajude você de alguma forma. Então, nós podemos ser um clã indigno, mas por favor tome conta da gente de agora em diante waka-sama.” (Mio)

Para ferreiros nós temos os dwarfs, para costureiros os Arke, em batalhas nós temos os homens lagartos, e para os trabalhos básicos nós temos orcs tenazes e nós podemos também contar com os homens lagarto.

Fumu, parece que está tomando um formato apropriado. Entretanto existe um número pequeno de pessoas.

E então, as introduções foram todas feitas, e por causa disso eu atrasei minha visita à cidade.

De qualquer forma, agora eu sou capaz de ir. Depois de uma hora ou mais de caminhada, tem a mais antecipada, cidade hyumana.

Finalmente eu posso encontrar seres humanos!

“Yeah, então todo mundo, eu espero trabalhar com vocês. Se vocês querem ouvir qualquer detalhe pergunte aos meus seguidores. Tomoe, Mio, instruam o Eldo-san por favor. O lugar que vocês vão viver agora pode ser livremente escolhido, mas tenham certeza de não lutar. Eu estou seguindo para a cidade. É perto então eu estou indo sozinho.” (Makoto)

“Não é perigoso ir sozinho?” (Tomoe)

“Está certo, eu vou acompanhar você.” (Mio)

“Não, deve ficar tudo bem. Comparado a antes, é definitivamente mais seguro. E também, todas essas pessoas, se não tiver ninguém que vai instruir propriamente eles, então esse não seria um ambiente controlado propriamente. Não se preocupem, se tudo der certo eu ficarei lá esta noite e voltarei amanhã. Então.” (Makoto)

Dizendo isso, eu deixo os portões sem mesmo comer café da manhã.

Tomoe e Mio parecem ter consentido. Elas não estão me seguindo então é isso que eu acho.

Se uma confusão acontecer em Asora eu somente terei que resolver depois!

Agora mesmo eu deveria ir para a cidade.

Já é hora de eu encontrar alguns seres humanos!


Nota: Waka-sama = Jovem mestre


Tradutor: Michael | Revisor: BravoEd



Fontes
Cores