TMID – Prólogo de Ponto de Vista – O encontro com o Deus da Lua, Tsukuyomi



Este é primeiro prólogo de ponto de vista.

Estes capítulos são como um compilado dos arcos na visão de alguém relacionado ao protagonista.

É altamente recomendável lê-los mesmo sendo uma compilação, pois alguns como esse acrescentam novas informações e além disso você vê a coisa toda por outros olhos.


Tinha uma deusa na qual as interações haviam morrido faz tempo.

Seu único contato com humanos foi a um mês atrás em um sentido humano.

O mundo que ela estava gerenciando estava causando problemas, nestes tempos humanos estão lá.

“Isto é impossível.” Eu não prestei muita atenção de primeira.

Isto porque todos que viviam neste mundo eram especiais de alguma forma.

Humanos.

Os seres vivos que estavam no topo, isto não era um exagero.

Dependendo das circunstancias até mesmo Deuses podiam ser derrubados por eles.

Estes caras eram aqueles que viviam desde de o começo do mundo no mundo original, nem mesmo chorando ou pedindo a proteção de um Deus transparente, eles faziam o seu trabalho com as próprias mãos. Um estrito mundo onde a vida era limitada.

Humanos provavelmente sabiam o quão duro era viver neste tipo de meio ambiente. Olhando do lado de fora deste mundo chamado Terra, eles iriam pensar que era algum tipo de local milagroso que eles foram levados, alguns humanos podem até mesmo ser gratos a Deus por nascerem em tal lugar.

Em um sentido eles estavam enganados nesta opinião.

Os Deuses que conheciam os outros mundos também sabiam que o mundo original, a Terra, era um meio ambiente incrivelmente duro.

Enquanto os seus corpos estavam notavelmente acima de seus limites, a coisa chamada poder magico era escassa em troca.

Este é o porque de ser natural para os humanos viverem somente cem anos ou algo próximo e o porque de a maioria deles ser incapaz de usar uma única magia.

Isto é horrível.

Somente por nascer neste mundo, não apenas o seu braço direito seria arrancado (magia) era também o mesmo que dizer que você não viveria muito.

Para uma pessoa de um outro mundo viver aqui, em termos humanos, seria como viver no topo das nuvens ou ter uma vida normal no fundo do oceano.

Sem ser afetados por tal meio ambiente, uma das razões pela qual os humanos estavam no topo era porque eles tinham a habilidade que eles poderiam desenvolver e fazer uso.

Possibilidade.

O maior, porém, pior poder.

Aprendendo os conceitos do mundo, criando ciência, humanos inventaram varias ferramentas que fizeram o mundo um local mais confortável para se viver.

Originalmente, humanos não deveriam ter obtido a ciência.

Neste meio ambiente natural não tinha como nenhuma criatura viva obter.

Um mundo onde a intervenção de Deuses era mínima, saberia era algo que deveria ser incrivelmente difícil de se conseguir.

Mas no mundo atual eles obtiveram tal coisa.

O que era originalmente pensado ser impossível de se conseguir foi obtido pelos humanos, ironicamente foi pelo mundo ser severo que eles conseguiram obter essa habilidade.

Em um mundo onde a intervenção de Deuses era difícil, no topo disso um mundo onde espíritos não eram capazes de viver propriamente.

Os fenômenos naturais ocorriam todos praticamente por um princípio.

Deuses e Espíritos, estes seres que possuíam incrível poder, eram incapazes de dobrar ou mudar as verdades e os fenômenos.

Está certo, se você tiver o interesse, qualquer um seria capaz de entender as logicas do mundo.

Uma vez os humanos criaram o fogo, usando esta logica eles abriram a porta do que é chamado ciência.

Até mesmo entre Deuses existiam opiniões divididas sobre os humanos usando a lógica(princípios), e com isso de estopim, diversas disputas começaram. Esta foi a maior luta que aconteceu entre os Deuses que gerenciavam este mundo;

Deixando de lado como esta luta terminou. No tempo atual, humanos mostraram uma assustadora quantidade de possibilidades para este mundo.

Agora mesmo está tudo bem, mas se eles forem interferir com outros mundos, aqueles chamados de Deuses iriam ter que enfrenta-los. Isto significa que humanos irão com o tempo encontrar divindades com a ajuda da tecnologia algum dia.

Quando esse dia chegar humanos vão ser humanos, ou talvez eles serão tratados como semideuses, agora mesmo alguns dos Deuses estão questionando isso.

Neste mundo, os humanos que poderiam se opor até mesmo aos Deuses, além disso obtiveram a coisa chamada ciência. Eles se prepararam para o que podia ser uma situação grave.

As naturezas anormais e únicas dos seres eram claras.

Por isso que os humanos estavam vivendo no mundo original pela eternidade.

De Deuses de outros mundos à Deuses da criação, eles almejaram convidar humanos, mas aqueles que eram capazes disso eram quase nenhum.

Porque os efeitos que isso causaria eram muito grandes.

Eles não sabem o que iria acontecer no mundo deles se eles invocassem um ser humano.

No mínimo, no futuro daquele mundo seriam criadas consideráveis quantidades de futuros que não deveriam existir originalmente.

Poderia ser dito que eles não poderiam ser preditos.

Algumas vezes o poder da possibilidade, especialmente os mais fracos, iriam cair por isso. Para outros mundos obter isso era uma ocorrência rara e apenas alguns deles eram capazes.

Em lugares que caíram, o Deus que está gerenciando o mundo e o que está gerenciando o original, um numero de problemas iriam ocorrer, mas por agora nenhum evento grande aconteceu.

Como procedimento padrão, eu recusei o pedido da Deusa.

Sem uma boa razão, e não era como se algum incidente estivesse ocorrendo ou coisa do tipo, mandar um humano para outro mundo? Não brinca comigo.

Mas.

A deusa me disse algo muito interessante.

Estava tudo bem se não fosse humano.

Isto foi o que ela disse.

Quando eu perguntei por detalhes para ela, a garota disse que no mundo em que ela estava gerenciando tinha uma raça chamada Hyumano.

Parece ser uma criação baseado nos humanos que a Deusa modificou para uma existência apropriada.

Quando eu chequei, certamente estava lá.

Acima de tudo, um moderno ou melhor dizendo “terra natal” Japão.

O enganoso nome Hyumano era um agravante, mas era mais como uma marca diferente da mesma coisa.

Seus corpos eram comparativamente mais fracos que os dos humanos, ao invés de ser aqueles monstros de possibilidades eles eram mais pro lado leniente.

E também comparado aos humanos, este lado estava mais inclinado a ter garotas, seu poder magico era mais fácil de usar deve ser o efeito de ter o seu corpo temperado com isso.

Em uma maneira fácil de entender, o gosto por garotas da Deusa fez elas serem mais fáceis de nascer, e também pode ser dito que eles eram mais fracos e eram humanos com baixas possibilidades.

Para ela poderia ser uma melhora, mas no ponto de vista de qualidade eles estavam degradados.

Especialmente, o que ela esteva pensando fazendo as garotas serem mais proeminentes?

Foi porque você é uma Deusa mulher?

Nah, sendo uma Deusa, criação era algo habitual. Este tipo de regulação era algo que eu nunca tinha visto ninguém fazer.

Ela esta fazendo algo que eu não entendo.

De qualquer forma, estes hyumanos estavam vivendo naquele tipo de mundo.

Morando no Japão, eles se estabeleceram com suas crianças, nos dias atuais e eles estão em boa saúde.

Parece que eles de alguma forma estão recebendo a proteção da Deusa.

É bem impressionante.

Ainda que a forma que faz as coisas, como dizer? Incrível pra dizer o mínimo.

Ao invés de inteligência era mais como sagacidade.

Ao invés de habilidoso era mais como astuto.

Eu era como esta garota operava.

No tempo em que ela estava gerenciando vários mundos, ela teve alguma mudança nela?

É claro que eu me opus nos tais acidentes.

Do mesmo jeito que o mundo original poderia derramar em outro mundo.

Outro mundo, mesmo que pouco, poderia ser capaz também.

Mas isto é algo que não seria tão interessante assim.

Porque isso?

Porque a maioria deles iria morrer.

Eles não se adaptariam ao mundo original.

Mesmo que alguns deles sobrevivessem, os casos em que eles afetariam o mundo era quase inexistente.

Os lobisomens, as yukionnas, daqueles exemplos famosos até mesmo aquelas formas de vida gigantescas que acabaram de ser descobertas.

Eles seriam capazes de causar confusões, mas no fim eles não são seres que criariam novas possibilidades.

É claro, em raras ocasiões que isso acontecia, Deuses iriam prover assistência aos humanos para poder ajuda-los.

Mesmo que eles sobrevivessem, eles não iriam causar nenhum tipo de problemas aos humanos. Recebendo a proteção de Deuses eles iriam normalmente viver em paz.

Mas bem, sobre os acordos e problemas, esta era a realidade.

A Deusa parecia estar usando isto como pretexto.

Se no mundo original eles puderam viver por se adaptar, então ao serem invocados pela Deusa eles fariam contribuições que valeriam a pena de se ver.

“Mas eles são pessoas que estão vivendo neste mundo certo? Se eles forem invocados, isto significaria jogar tudo fora. Você será capaz de prover condições que façam eles concordar?”

“Você é sempre assim certo? Para um Deus levar as circunstancias das pessoas em consideração, eu acho que isso seja preocupação desnecessária.”

“Eu vou te falar isso, se você fizer isso forçadamente você estará declarando guerra contra mim. Você nem mesmo obteve permissão para a transferência. Então eu não irei criar o portão.”

“Eu entendo. Não é como se eu estivesse dizendo que vou fazer isso forçadamente. Eu já discuti isso com os Misumi, quando eles foram transportados a um longo tempo atrás

“Fumu, entendo, eles já foram transportados uma vez. No caso quem vai ser transportado é uma das crianças certo?

Não existem muitos aí fora que tem um corpo capaz de aguentar transferências múltiplas para outros mundos.

Apesar de que se for um humano é uma história diferente.

“Yeah. Está tudo bem se você só me der sua ajuda e criar o portão. Eu não irei te incomodar, eu cuidarei do resto.”

“Nada bom. No máximo, para criar um portão apropriado eu teria que esperar até janeiro”

“!!? Você não está sendo realmente desconfiado?”

“É claro. Não há nenhuma mudança no fato de que nós iremos estar transferindo um ser vivo do mundo original, além dessas palavras de alguém que quer me fazer concordar com a realização de uma transferência por meios desonestos, eu não engolirei elas tão facilmente.”

“Este é o tipo de palavras que você deveria estar dizendo para alguém que irá cravar o nome no mundo das divindades de criação? Somente tendo feito trabalhos simples, sua mera divindade lunar.”

“Somente porque você tem a habilidade de criação você é boa? Eu retornarei estas palavras para você, parece que você se tornou bem convencida. Nossos trabalhos não têm tais coisas como ranks. Tudo é necessário, tudo que nós fazemos é algo que deveríamos respeitar. Você sendo uma Deusa de classe alta deveria se sentir envergonhada que outra pessoa tem que apontar isso para você.”

“Quem liga? Eu deixo para você a seleção. Bem, nos vemos em janeiro.”

Sentindo que ela iria receber um sermão, ela terminou a conversa e desapareceu.

Yarere.

No entanto, eu não tenho muito tempo livre.

Lembrando da conversa com ela eu deixo um suspiro escapar.

Hoje é o dia.

O dia propicio para se criar o portão para o outro mundo.

No outro dia eu fui ver as crianças dos Misumi que a Deusa disse.

Porque eu teria que escolher um deles para transferir.

Do mais velho ao mais novo tinha uma garota, um garoto e uma garota.

Tinham três crianças na casa dos Misumi.

A Resistencia da filha mais velha era baixa e sua habilidade física era normal, ela somente tinha experiência em judô, mas ela era incrivelmente boa nisso.

Do corpo dela, eu podia sentir o poder de um Deus.

Parece que graças ao poder da proteção divina as habilidades físicas dela estavam no mínimo. Sua habilidade no Judô vinha do treinamento dela, em um caso onde o talento floresceu.

Agora mesmo ela não estava no caminho das partidas profissionais. Ela estava indo para universidade almejando ser uma física.

O seu companheiro era uma pessoa com um vento favorável.

O corpo da segunda filha era levemente fraco, ela aprendeu caratê e parecia der talento nisso.

Eu não conseguia sentir o poder de um Deus vindo dela.

Ela tendo sido capaz de nascer saudável mesmo sem o poder da proteção deve significar que o corpo dos pais dela já estavam adaptados ao ambiente deste mundo.

Por ser a filha mais nova, ela estava acostumada a ser amada. Sua família e amigos normalmente mimavam ela.

Mesmo com o teste do ensino médio se aproximando e ela sendo pressionada para estudar, ela estava vendo isso de forma positiva.

Agora mesmo ela não tem nenhum parceiro, ela estava naquela idade em que ela iria sonhar com essas coisas.

Agora o filho mais velho.

Esta provavelmente era a pessoa que a Deusa estava se referindo.

Eu não sei da conversa da Deusa com os pais ou como ela conversou com eles.

Mas ele era claramente diferente das outras duas.

A filha mais velha que estava protegida pelo poder da Deusa e da segunda filha em que seus pais já haviam se adaptado ao ambiente.

Ele tinha a aparência de alguém que havia acabado de vir de outro mundo e parecia incrivelmente fraco.

Ao ponto em que não seria estranho para ele ter morrido algumas vezes. Ter passado pelo período da infância já é quase um milagre.

Em outras palavras, em um sentido ruim, ele era aquele que mais tinha herdado as características de seus pais.

Supostamente a probabilidade de ele ter uma aparência única é alta, mas ainda sim ele nasceu com a aparência de uma pessoa Japonesa comum.

No entanto, sua força física foi propriamente herdada pois ele era fraco assim como seus pais.

Ele não deve estar ciente de que ele esta tendo uma vida infortunada.

A informação que a Deusa do destino me proveu me fez facilmente levantar minha voz.

A filha mais velha, a segunda filha e também seus pais tinham uma aparência única que faziam as pessoas ao redor delas as invejarem, mas ele só tinha uma aparência medíocre.

Olhando para isso só pela escala, era um milagre digno de elogios, e se você olhasse só para os números ele tinha uma força normal.

Em um lugar onde não seria estranho ele nascer com talentos, ele estava no ponto de pedir desculpas por nascer uma pessoa normal que não recebeu nem um único deles.

Além disso desde que ele nasceu em um Japão pacifico, o talento que ele tinha não teria uma chance de despertar.

Em um sentido, o tamanho da desvantagem dele era impressionante.

Como resultado ele estava vivendo como um muito, muito ordinário garoto escolar japonês.

Isto é em geral uma avaliação válida.

Mesmo se ele se esforçar e se esforçar, ele ainda ficaria na mesma posição.

A configuração de irmãos era similar a minha, então eu senti uma conexão com ele.

A única similaridade era que nós estávamos no meio do topo e do fundo.

E a única habilidade de Misumi Makoto.

Diferente de talento, não, está correto chamar isto de talento?

Isso é algo que nem eu estou certo.

A arquearia que ele vem aprendendo desde a infância.

Era sua melhor habilidade.

Ao invés de um talento natural ele era mais como um prodígio.

Diferente de nascer com isso, é uma habilidade que floresceu de um lugar diferente.

A habilidade de acertar um alvo.

No entanto parecia ser um pouco diferente.

Mas em um curto período de tempo eu conclui que era a habilidade de acertar alvos.

Com sua concentração única, ele com seu arco nunca errava um alvo.

Era realmente esplendido, se no futuro ele usasse isso em um trabalho apropriado tinha uma chance de ele se tornar uma existência assustadora.

Mesmo que isto não aconteça, ele poderia olhar dentro de si mesmo com sua habilidade de concentração. No futuro isto se provaria útil para ele.

Das três crianças da família Misumi, ele era o único que tinha este tipo de habilidade estranha.

Resumindo, ele ouviu dos seus pais para somente usa-la em emergências, ou algo assim.

Este é o porquê de ele estar consciente desta habilidade.

Se tem um candidato para o transporte, este seria ele.

Se eu conversasse com ele eu entenderia mais a situação, mas para um Deus interagir com um humano existem muitas regulações estritas, neste caso seria somente na hora da transmissão.

Eu senti que eu me daria muito bem com ele, é realmente triste.

Mas.

A outra parte vai ter ansiedade de sobra.

Misumi neste mês tem vivido como se nada estivesse acontecendo e estava levando uma vida do ensino médio.

Ele não resolveu seus problemas pessoais, ele nem mesmo fez nenhum treino sobre a transferência.

Ele estava levando sua vida como qualquer outro dia.

Ele iria acordar, se era seu turno ele faria o café da manhã, ele levava seu bento para escola, dava duro nas atividades do clube, estudava, ficava com seus amigos, comia, treinava seu corpo, se enterrava nos seus hobbies, tomava banho, dormia.

Ele era um jovem homem em sua adolescência afinal.

Ele tinha gostos decentes, tinha um bom número de pessoas que tinham tomado gosto por ele na escola.

Qualquer um que o Misumi perguntasse, pelo menos se perguntando sobre aparência dele, diria que ele é um cara de sorte.

Para ele iria ser a primeira vez neste mundo que ele experimentaria a sua primavera.

As mais proeminentes em meus olhos seriam a sua kohai e a presidente do clube.

Se isso se tornar um triangulo amoroso, aqueles que assistirem de fora terão muita diversão.

Para o garoto que não experimentou uma única relação, não há como evitar esperar alguma coisa. Ver as relações amorosas dos mais jovens me traz um sorriso no rosto.

No entanto.

Isto não irá se tornar realidade.

Porque eu irei tirar dele todo o tempo que ele passou neste mundo e todo o tempo que ele passaria.

Ter sua vida inteira mudada por causa do egoísmo de um Deus é certamente um sentimento ruim.

Ele tem o direito de nos odiar.

Arrumando um tempo em meu cronograma ocupado, eu tenho que fazer o papel do odiado, eu realmente estou sem sorte.

Bem agora eu deveria chama-lo.

Arrastando o Misumi de dentro dos sonhos dele, ao mesmo tempo que crio um portão eu também criei um espaço para o qual eu o convidei.

◇◆◇◆◇◆◇◆

Que coisa estupida você fez!!!

Aquelas ações imprudentes daquela Deusa. Com uma face incrédula eu olho para o Makoto que desapareceu na minha frente. Eu estava sentindo uma raiva que eu nunca havia sentido antes.

Enquanto eu estava me perguntando porque a criação do portão de transferência demorou tanto não apenas a pessoa apontada, mas também dois humanos puros foram levados.

Eu queria falar com a pessoa que iria ser transferida, mas aquele garoto não sabia de nada.

Além do fato que ele não havia discutido com os pais dele sobre isso, ele também não sabia que era um humano.

Isto era razoável.

Mesmo se ele notar isto quando estiver no outro mundo eu não estaria ao lado dele. Eu rezo para que ele faça bons amigos.

Seu local de nascimento e ambiente, quando humanos começam a questionar isso, aqueles que serão o seu suporte não serão os Deuses.

O passado que ele caminhou, amigos que ele possa depender, uma figura para cuidar.

Estes tipos de coisa.

Subsequentemente, eu me arrependo de tentar cobrir aquela Deusa.

Por habito eu pedi para o Makoto tentar ignorar as ações da Deusa.

É claro que a relação dele com ela ir bem é o que eu desejo, mas no caso do garoto seguir ela imprudentemente, escutando tudo que ela diz o resultado será diferente do esperado.

Com este tipo de tratamento ele seria muito lamentável.

Neste tipo de situação não há outro remédio.

Eu perdi uma grande quantidade de poder com ele, mas eu ainda usei toda a minha força de vontade para mandar um pouco para o recipiente dele.

Era realmente difícil de aguentar com este velho corpo.

Mas em pensar que aquele garoto escolheria ser transportado no lugar das irmãs dele, eu não poderia dizer aquele tipo de palavras.

Com somente minha consciência eu irei ir para lá e rastrear aqueles dois que foram levados.

Levou seu tempo, mas parece que eles já entraram em contato com um campo humano.

Ambos tinham inúmeras benções da Deusa e até mesmo ganharam tesouros sagrados.

Parece que aqueles dois não terão problemas.

Deixando de lado a influencia das palavras, seus olhos não pareciam ter nenhuma inconveniência.

Talvez seja por causa das regras daquele estado, os transferidos devem concordar com isso. Aqueles dois, mesmo se estivessem confusos, eles não tinham nenhum sentimento de rejeição.

Agora sobre o Makoto.

Eu ouvi as reclamações daquela Deusa ao ponto de estragar meus ouvidos, mas eu imagino até que ponto ela estava séria.

O-Oquê?!

Makoto estava realmente no céu?!

Deixando de lado tesouros, eu mal podia sentir o poder da Deusa nele!

Eu posso sentir fracamente algo… Entendimento de linguagem?

Isto não é algo que você dá pra alguém, ainda mais em um estágio incompleto.

Mas em pensar que ela o jogaria na borda do mundo sem nada!

◇◆◇◆◇◆◇◆

Nos confins do mundo, uma estrela caindo no deserto, um corpo cai.

Haiku da minha estação.

NãoNãoNãoNãoNão

Por que eu estou pensando sobre Haiku?!

Com tal acontecimento irrealístico eu por um momento escapei da realidade.

Pelo chamado de um Deus ele foi transferido para este mundo e de repente ele está caindo no céu como a primeira coisa!

Esta garota estupida, mesmo se você for um Deus, o que você está fazendo!

Eu irei contatar o Makoto o mais cedo possível.

Do garoto que tinha um rosto como se tivesse desistido da vida enquanto caia, um pouco de vitalidade apareceu.

Antes de dizer que ele não morreria nem mesmo se ele caísse, eu disse a ele sobre as duas pessoas que haviam sido transferidas junto com ele.

Como esperado, Makoto perguntou preocupado se uma das irmãs dele estava entre as pessoas que foram transferidas. Eu disse a ele que este não era o caso.

Dizendo a ele que aqueles dois já haviam tido contato com pessoas, uma expressão complexa apareceu no rosto dele.

Mesmo assim, eu pedi a ele que tratasse bem aqueles dois se ele os encontrasse, ele me mostrou uma face impressionada e com uma expressão gentil ele assentiu.

Fufufu.

Como eu pensei, eu me dou bem com ele.

Finalmente, eu sinto como se meu poder estivesse acabando.

O tempo limite está próximo.

Eu queria falar com ele sobre um monte de coisas, mas parece que isto não será possível.

Aquela Deusa, eu espero que ela esteja preparada para uma punição.

Mesmo ela sendo uma divindade da criação com muita autoridade, eu não deixarei isso acabar sem ter uma repercussão.

“Este tipo de situação. Originalmente, a posição de herói que era supostamente sua foi retirada pela própria Deusa então você não deve se segurar. Pelo nome de Tsukuyomi eu permito você, Misumi Makoto. Eu lhe dou liberdade neste novo mundo. Faça o que quiser!”

Makoto não precisa ouvir a Deusa, e somente com minha palavra ele se sentiria inseguro, mas com meu nome em jogo eu prometi a ele liberdade.

O Makoto parecia feliz com minhas palavras.

Está certo, com este tipo de tratamento pobre, quem iria seguir qualquer coisa que aquela Deusa diz.

De qualquer forma que você quiser, pelo resto de sua vida, está tudo bem viver do jeito que você quiser!

“Pela vontade dos espíritos, eu rezo que nós nos encontremos novamente. Nesta hora eu espero que você me conte sobre a fortuna no futuro que está por vir.”

Já é impossível para nós nos encontrarmos neste mundo novamente. Com uma oração que nós iremos nos encontrar novamente, eu desapareci do mundo da Deusa.

Minha consciência se tornou nublada.

Ter usado tanto poder é a primeira vez para mim.

Foi o pior sentimento, horrível, é o que eu pensei.

Ultrapassando meus limites eu era quase incapaz de pedir ajudar a um numero de conhecidos. Finalmente, eu colapsei.

Por favor, deixe que Makoto tenha um futuro brilhante.


Tradutor: Michael | Revisor:BravoEd



Alterar fonte
Cores