TLK – Capítulo 14 – Vanagloria de Irritum


Parte 1: Não um Deus

Mantendo ranque e fila, aquelas asas brancas enlaçam o céu.
Da terra sobem aquelas incarnações de desejo, aqueles para virarem inimigo de Deus.

Céu já era um crisol de caos, de luz e escuridão se misturando.

Enquanto eles tinham uma absoluta escassez em número, e nunca seria originalmente capaz de formar uma larga força, as Legiões de Demônios já numeravam mais de mil.
Eles pegaram cada um nas costas de dragões voadores gigantes maiores em tamanho do que meu próprio corpo, e correram pelos céus que eles não haviam sido permitidos em pisar antes. Isso podia até ser pego como uma previsão do fim do mundo.
O ar que havia recebido a bênção de Deus estava violado com miasma, e nada disso dava um senso de realidade.
E não eram por apenas esses céus que os exércitos estavam voando.
Baseado nos sinais dos meus companheiros por toda a terra, os Demônios do submundo haviam formado facções para atacar tudo do nosso Céu

O meu numerava quinhentos. Mesmo com o exército de quinto ranque dentre essas terras sagradas…
Mesmo se nossas nos concedessem a vantagem territorial aqui…

Os Demônios vieram em números maiores do que nós do Céu podíamos sequer juntar.
Demônios eram almas perversas, mentes negras manchadas com avarícia.
Se você pensa em como corações humanos eram mais fáceis de ficarem ruim do que bom, é provavelmente só uma questão natural da vida.

É por isso que eu não aguento suportar isso.
Esses vermes criando esse fedor nauseante chegando até este Éden.

Asas são batidas. Um redemoinho ameaçante correu pelas frestas da luz. (NT: A tradução em inglês está estranha, fiz o que deu aqui)
Mas outros dos Demônios estacionados atrás de mim caíram até a terra.

O exército irregular numerando perto de mil, e ostentava uma quantia excepcionalmente alta de poder.
Um homem com cabelo muito preto sentado acima de uma serpe prateada.
Correndo para direita e esquerda pela guerra dos Demônios, um comandante. Eu por pouco podia capturar ele no meu campo de visão, e entre essas pilhas de lixo, ele era aquele com o maior poder.

“Hm… então isto é tudo que eles tem. Nós nem temos a necessidade de levar incômodo para as mãos do Leigie-sama.”
“……!?”

Pelos Anjos correndo até minhas costas, incontáveis luzes foram liberadas para tirar a escuridão. Para nós, que éramos como os agregados de Deus, isso era um ato tão simples quanto tomar um fôlego de ar. (NT: Agregado foi uma forma de dizer, a palavra é Household, que é como família, mas tem seus rolos aí para explicar)
Julgamento iluminando para purificar aquelas massas de energia negativa. Liberado sem um som, ele preencheu o céu, e engoliu aquele exército irregular.

… E, isso foi  jogado para o lado com nada além de um punho.

O exército tremeu. Por aquele orgulho absurdo. Em medo. Em reverência. (NT: Ou temor no lugar de reverência, mas enfim)
Era originalmente algo que nunca deveria ter ocorrido. Algo que era impossível.
Nossa missão era derrotar o mal. Para realizar nossa razão de existência, nós tivemos que deixar de lado nossas emoções.
Meu amigo jurado que ranqueava segundo no meu exército arregalou seus olhos, e chamou por mim numa voz severa.

“Gloria, aquele homem é…”

Eu recebi o nome de Glória pelo meu Deus. (NT: Até em inglês é meio idiota a explicação, mas fazer o que.)
Eu ergui minha mão para parar meu amigo, que parecia que ele ia correr para se juntar à batalha à qualquer momento.

O exército inimigo era numeroso demais. E aquele homem extraordinário…
Tendo sido criado por Deus, nós certamente ostentamos uma quantia maior de poder do que eles. Se isso fosse ser um contra um, não teria como nós perdermos.
Se apenas nós fossemos destruir aquela coisa correndo por aí e rasgando nossa luz em pedaços, o resto seria apenas uma questão de tempo.

Eu não tenho o tempo para ficar afundada em escuridão deste nível.
Eu aposto isso no meu nome de Gloria, e eu não posso deixar isto prosseguir mais adiante. Eu devo trazer Glória para o lado do meu Deus. (NT: Sem acento é nome, com acento é glória mesmo)

Um grito indescritível sacudiu os céus.
O exército inimigo tomou posição. Aqueles Demônios que originalmente deviam estar correndo até nós livremente estavam surpreendentemente quietos.
Se escondendo por trás das costas de seu líder, eles não eram nada além de um incômodo. Se apenas eles nos dessem o espaço, nós seríamos capazes de diminuir os números deles, e derrubar todos eles.

Mas isso significava que a força do exército, e comando todo ficou naquele único homem.
E então há apenas uma medida para se tomar. É simples.

Eu virei minha cabeça para meu companheiro três cabeças mais alto do que eu. Para o Anjo com olhos radiantes, e seis asas celestiais em suas costas.

“Meu amigo… eu deixo o comando com você. Eu derrubarei aquele lá.”
“Gloria… mas…”
“Não fale. Sua comandante é… eu.”

Eu sou a maior lâmina de Deus.
Não importa quão próximos nós possamos ser, eu terei ele obedecendo meu comando.
Mesmo se eu estou numa desvantagem, aquele nível de poder, e uma alma daquela extensão, o poder de um Anjo normal… nunca seria capaz de aguentar isso.

E nesse caso, eu, aquela trazida adiante por Deus para proteger o trono, governando Glória e Justiça, Gloria Seidthroan serei a oponente dele.

… No lugar do meu mísero exército sendo superado por algo como um Demônio.

Das dez asas abençoadas adornando minhas costas, eu liberei meu poder.

Sem esperar por uma resposta do homem, eu corri em frente. Não havia obstrução nos céus para essas asas. Num instante, eu havia chego diante dos olhos do homem.
O sol nascente. Um sentimento de catarse perto de onipotência refinou meu poder.

Agora receba ele por favor. (NT: Ela fala if you will, que é algo como se você quiser, mas também é uma forma de falar para pessoa fazer algo logo)
A virtude que eu governo… a autoridade da 『Iustitia』.

Eu não preciso de armas. Eu direciono a palma da minha mão para o lamentável Demônio masculino que nem tinha quaisquer asas.
Escuridão eterna, e a lama da destruição. Você pode apenas cair de volta para aquele lugar.

“『Chuva de Julgamento』”.

As lanças de luz entregues para mim por Deus preencheram o céu.
A expressão sombria do homem foi engolida inteira.

Uma Skill de Iustitia.
Entre as numerosas autoridades concedidas aos Anjos, era o poder mais especializado em trazer ruína à Demônios.

“Ahahahahahahahahahahahahahahahaha!”

Este sentimento catártico de transformar isso tudo em nada. Uma risada inacabável jorrou do meu coração.
Não há ninguém para balançar seu punho diante da Glória de Deus.
Não importa quão forte em poder ele possa ser, no fim, ele é apenas uma alma negativa. Um vira-lata imundo sem asas destinado à se rastejar pela terra.

Meu corpo inteiro estava coberto numa luz ainda mair do que antes. Isso em si era a prova do meu crescimento.
A prova que minha justiça havia sido reconhecida por Deus.

“Gloria… não abaixe sua guarda.”

Meu amigo atrás de mim fez um endereçamento com um rosto sério.
Ele era um homem heroico que havia lutado por um longo tempo como a vanguarda de Deus, mas ele se preocupava demais.

“… Esse aí é… forte.”
“Afirmativo. Entre aqueles vermes, ele… era decente pelo menos.”

Eu virei meus olhos para minha frente.
Não há necessidade em ficar tensa. Ele já se foi. Eu não sou negligente. Ele já se foi. (NT: E isto, crianças, se chama erguer uma deathflag)

Não tem como alguém que recebeu a graça de Deus como eu encarar derrota, e vitória absoluta estava em minhas mãos.

Eu parei no meio do ar.
Eu cruzei meus braços, e olhei pela área pela qual a luz havia desaparecido.

Minha Skill 『Campo Paradisíaco』 vividamente pegou a presença do homem que devia ter sido aniquilado.
Ele era um mero homem cuja quantidade e qualidade de poder ambos ficavam muito abaixo do meu. Mesm entre o sistema de ranque daqueles Demônios, ele não deveria nem ser classificado como um Lorde.
Mesmo quando comparado com os Lordes de Demônios que eu havia expedi para o esquecimento antes, ele deveria ser sem sombras de dúvida mais fraco.

Mas ele estava vivo.
Só levou um instante para a luz sumir. Aqueles de pé orgulhosos diante do enxame de Demõnios, minha família estava levemente perturbada.

“Então 『Chuva de Julgamento』 não funciona. Que homem irritante.”

Mesmo depois de levar a chuva de julgamento de Deus de frente, a expressão dele não demonstrava dor, e o corpo dele não levou dano.
O homem franziu um pouco, e deu um olhar condescendente. Uma cabeça mais alto que meu companheiro jurado, o olhar solto daquela alta estatura estava encharcado numa temperatura de absoluto zero, e não era algo que um Demônio do ranque deve deveria estar enviando para alguém como eu.
Aquele olhar e porte era algo de que eu tinha lembranças sobre. O pecado abraçado por um número de Demônios que eu havia purificado.

“Então você é um 『Superbia』.”

Eu cacei mais Demônios do que eu posso contar. Eu tenho ampla informação neles.

Uma habilidade para apagar a Skill de outro, 『Sobre-Governar』.
Que impudência dele em agir tão arrogantemente diante de uma emissária de Deus. Eles eram os mais difíceis de perdoar de todo aquele lixo de Demônios lá fora.

Mesmo quando o poder dele era apenas aquele que iria voar longe se eu assoprasse nele, seu corpo deu uma sensação de pressão superando longe a Mana dele.
Essa pressão era algo que eu tinha uma leve lembrança sobre, então eu franzi, e observei.
Sua identidade veio até minha mente num instante.
Ah, isso é uma forma tomada pela força de vontade dele.
No fim, aqueles insetos que não foram nem sequer abençoados irão se tornar uma larga calamidade se nós deixarmos eles sozinhos.

Que coisa triste isso é, para ter um Superbia fora para Sobre-Governar o Julgamento de Deus.

O homem parecia sofisticado. Mas ele tinha uma existência diminutiva que precisava emprestar o poder dos dragões para sequer colocar o pé no céu.

“… Hm. Isto é um conflito sem sentido, mas ao menos, eu terei você se tornando uma oferenda para meu lorde.”
“Ahahahahahahahahahahaha, você com certeza sabe como fazer alguém rir. Ninguém dê uma mão. Este homem é… minha presa.”

Pela minha risada, o exército inimigo sacudiu.
Eles tremiam com medo. Seu destino acabou aqui, neste mesmíssimo momento.

Eu destruí centenas, milhares de Demônios. Eu ativei uma Skill que eu usei centenas de vezes.
A luz se afia, e toma a forma da palma da minha mão.

O que se manifestou era uma espada branca-pura… para poder cortar Demônios, 『Quebradora de Pecado』. (NT: Me dói traduzir Sin Breaker, mas…)
Eu direcionei ela para aqueles insuportáveis soldados que pareciam estar sob o engano que eles podiam obter vitória contra Deus.

Velocidade. Manobrabilidade. Poder ofensivo. Vantagem territorial.
Nesses céus, tudo disso está comigo.

“Se você pensa que você pode Sobre-Governar o Poder de Deus, então…” (NT: Você está certo.)

Toda criação parou.
Numa fração de segundo, eu circulei ao redor para as costas do homem. Nem a serpe, ou o homem, nem qualquer dos meus homens podiam me seguir com seus olhos.

Recebendo minha 『Iustitia』, a espada soltou uma luz fosca.
Certo, se ele consegue superar a força de Deus, então eu mesma irei…

“… No lugar de Deus, eu entregarei retribuição celestial em você.”

*****

Oww…
As profundezas da minha cabeça doem. Meus sonhos do passado estavam comendo na minha realidade presente.
Eu lentamente abri meus olhos.
Não há som. Há quase nenhuma luz. Aquela escuridão como tinta fina era o que iluminou a sala.
Não importa quanto tenho se passou, a escuridão era a única coisa que eu nunca conseguia me acostumar.

“Maldito 『Kaiser』…”

Não importa quanto eu odeie ele, não é o suficiente. Não importa quanto eu me leve para matar ele, minhas emoções não se limpam.
O que ainda existia nas profundezas da minha memória era o que repudiava acima de todo o resto.

Pelo espaço de muitos anos, aquele nome que havia se recedido à um canto da minha memória ganhou cor, e flutuou como uma bolha de sabão. A razão era clara.

“Ranque Um… O Kaiser Orgulhoso, Heard Lauder, é…”

Que inútil.
É verdade que a parede entre General e Lorde é uma severa. Mas ficando como alguém da Classe General, ele era um Demônio que tinha poder rivalizando os Lordes do Céu.
Agora como um Lorde, eu seriamente imagino apenas quanto poder ele juntou.
Mesmo se Ranque Um era uma posição excessiva para ele, não há dúvida que ele é um Lorde Demônio superior.

Eu estava certa que eu já tinha passado e terminado com aquele assunto de muito tempo atrás.
Então por que é que o Núcleo de Alma no meu peito está agindo mais uma vez?

Não havia ninguém para escutar as palavras que eu joguei.
Eu me ergui da larga cama com dossel.
Era uma cama vasta, onde mesmo meu porte de dois metros podia deitar, mas no meu estado atual, ela pode ser um pouco larga demais.

Ao redor da cama estavam um número de formas humanoides.
Sem palavras, eles meramente olharam para mim com seus olhos estilo bolas de vidro. Incontáveis Demônios. Homens, mulheres, todas as idades. Uma variedade infinita. A batida deles era um pouco fraca, mas todo e cada um deles era um Demônio.

Eu não estou certa onde foi que eu errei.
Não, eu não ligo que algo tenha ido errado, mas eu não conseguia determinar o que fazer depois.

Minhas asas de luz que uma vez brilharam tão claras estavam agora tão negras e molhadas. Esta caída aqui não tinha mais aliados, e tudo que sobrou foi este corpo em si.

“Ku ku ku ku…”

Mas isto está bem. Este corpo é mais do que o suficiente para servir meu propósito.
Deus e amigos, e até seguidores são… desnecessários.

Meu corpo de lado, há apenas uma única coisa que eu preciso.

Eu direciono a palma da minha mão contra um dos Demônios de pé como bonecos.
Lá quando eu abracei 『Iustitia』, esta definitivamente não era uma Skill que eu desejava. Mas enquanto eu tenho ela…

Mesmo se… isso é os meios de um Demônio.
Eu espalho os cinco pares de asas embelezando minhas costas.

Não, eu não realmente ligo sobre a razão.
Eu já sou um Demônio. Então… não deve haver hesitação em mim para continuar meu desejo.

Agora, Heard Lauder. Não é a hora para nós resolvermos aquela disputa que nós nunca fomos capazes antes?
Eu ensinarei seu corpo o significado de derrota.

Respondendo à minha vontade, os olhos daqueles ao redor produziram uma luz fosca.
Os incontáveis subordinados me cercando todos se curvaram de uma vez com precisão mecânica.

A escuridão cobrindo eles era forte o suficiente para sobrescrever o Pecado deles, e levar embora o senso de si deles. Isso temporizou as almas deles.
Não de Deus, mas meu poder apenas…

“Oh perversos, pereçam pela minha justiça.”

Fora dos sete pecados contidos por Demônios.
No passado distante, quando eu fui arrastada para o mesmo nível daqueles que eu ridicularizei como vermes, meramente usar isso me deixou com náuseas. A autoridade do maior dos monstros.

Quando eu caí para a Demonidade sem nem entender a razão, era o que eu havia contido desde o começo.
E eu naturalmente vim à entender o nome daquela autoridade.

De 『Irritum』. (NT: Irritum é inválido, vazio, inútil, irrelevante. Com Vanity sempre complica, por mais que eu não queira nota sobre latim…)


Parte 2: A Glória Que Eu Uma Vez Abracei

Queda.
Ou assim meus instintos cochicharam para mim. Para pisotear sobre todos os aspectos da criação, e colocá-los abaixo de mim.
As emoções maiores do que eu nunca senti quando eu era um Lorde de Anjos frequentemente se pesavam, mas elas nunca ficariam quietas.
É exatamente por isso que eu estou aqui.

No que eu sentei com meus quadris no trono azeviche, um único homem se ajoelhou diante de mim.
Eu estou no ápice dos Lordes Demônio.
O Demônio de Inveja despachado pela Kanon da Ruína se ajoelhou no que ele direcionou um olhar afiado para mim.

“Vossa excelência, o que poderia estar lhe incomodando?”
“… É uma questão insignificante.”

Meu subordinado alinhado perfeitamente na sala do trono não soltou um som.

Entre eles havia apenas um que eu não podia abertamente colocar minhas mãos. O único capaz de falar.
Eu ouvi que o homem diante de mim que foi enviado para observar era um Demônio bem habilidoso.
Haviam cinco observadores enviados para mim ao todo. Deles, este homem era aquele que tinha mais oportunidades de entrar em contato comigo.

O vice chefe do corpo militar pessoal da Grande Maou conhecido como a Ordem do Preto. Eins Grayrol.
Ele tinha habilidades altas, mesmo quando comparado com meus subordinados, um Demônio da Classe General.

O significado por trás dela enviando um 『Invidia』 para me observar, eu só podia rir ao ver através da intenção daquela garotinha.

Grande Maou, Kanon Iralaude.
Mesmo se ela tivesse poder, ela era um Demônio que não tinha vivido nem dez mil anos, e ela estava faltando severamente em experiência. Havia vários jeitos de fazer isso.
Se você quer tentar me controlar, então não é de números que você precisa… envie um observador da Classe Lorde Demônio, ou nós não chegaremos à lugar algum.

Num tom sucinto, com considerável hostilidade amontoada nos olhos dele, ele direcionou seu olhar para mim.
Mas ele não prestou atenção para mais nada.
O que ele uma vez continha quando ele tinha acabado de ser despachado aqui, aquele desconforto que ele teve dos meus homens como bonecos havia desaparecido faz tempo de dentro dele.

“Vossa excelência, há uma única questão de que eu gostaria de inquerir sobre…”
“… Eu permitirei.”
“Sim. Recentemente, parece que o número de soldados na sua Legião tem diminuindo assim tão levemente, mas você está ciente desta questão?”

Uma pequena sombra ocasionalmente piscava através dos olhos deste homem. Essa era a luz da dúvida.
Não há nada que você pudesse chamar de sinceridade entre Demônios.

Uma questão tola. Meu exército existe para nenhum outro propósito além de responder à mim.
Eu já soltei ordens para aquelas forças estacionadas por todas minhas terras.

“Eu despachei o exército.”
“!? … Por quê? No momento, não deve haver uma força hostil em qualquer lugar ao redor do seu território.”

Correto. Eu não temo o poder daquele Heard Lauder, e qualquer um que ousasse pisar no meu solo é como se fosse nada.
Se há uma única possibilidade para eu temer, seria aquela donzela, circulando por aí e esmagando Lordes Demônio.

Mas isso não é o suficiente. Isso não é nem de perto o suficiente.

Eu conheço o poder de uma Valquíria. Mesmo que ela esteja no nível capaz de esmagar Lordes Demônio do Menor Nível, ela não será capaz de tocar aquele Kaiser Orgulhoso.
Não, mais como, eu duvido que ela será sequer capaz de ficar diante daquela Iralaude.
Os atributos dela eram baixos demais. Ranques Mais Baixos eram uma coisa, mas ela não era nada além de uma ninharia para nós.

Ainda assim, nesse caso isto nunca funcionaria.
Celebre, Valquíria. Eu lhe darei algumas conquistas.

“Ku ku ku, Anjos…”

Naquelas palavras, as feições de Eins se mudaram numa expressão questionadora.
Em silêncio, ele piscou algumas vezes. Com uma voz tingida com cuidado, ele prosseguiu.

“An… jos…? Eu me desculpo profundamente. Eu não realmente entendo o que você está tentando dizer…”
“Eu não duvido da sua ignorância. Agora não é a hora.”

Sim, você entenderá suficientemente logo.
Eu direciono a palma da minha mão.
Eu não tenho nem a necessidade de prendê-lo com Olhos Malignos. Vice chefe? Inútil. O cuidado de um Demônio deste nível não pode nem ser chamado assim.

Eu ativei uma Skill.
Uma sensação elevadora não diferente da exaltação que eu senti quando usando o poder de Deus que eu abracei correu pelo meu corpo como raio.
Nas costas do homem, uma névoa negra começou à se acumular.
Num estupor silencioso, a expressão dele se endureceu no que aquela escuridão se juntou diante dos olhos dele, e cobriu a metade de cima de sua face.

O homem não soltou um grito. Sua postura não mudou nem de leve, e apenas sua expressão facial tremeu suavemente em medo.
Como se ele percebeu que ele estava esquecendo algo importante.

“… Sim, eu imploro seu perdão por minha indelicadeza… Era sobre o incidente do ataque de Anjo, correto?”
“Correto. Você pode ir relatar para Kanon Iralaude agora.”

O Ataque de Anjo.
Um bando de Anjos havia repentinamente lançado um ataque na cidade de Rocha Cinza.
Rocha Cinza era uma cidade na borda das Prisões Negra e Carmesim.
A Prisão Negra. No passado, ela estava sob o controle do Grande Demônio da Preguiça, Leigie Slaughterdolls, e neste momento, aquela vasta terra estava colocada sob a jurisdição de Heard Lauder. Com três vezes a área da Prisão Carmesim, ela era excedentemente vasta, e isso era para uma extensão onde até a zona do Heard era incapaz de cobrir o negócio inteiro.

Os olhos de Eins se distorceram.

“… Para eu me esquecer de algo assim… parece que eu estou um pouco cansado… eu irei relatar… ligeiramente…”
“Ku ku, um homem tolo.”

Eu ergui minha palma de novo.
É desnecessário. Seu desconforto, e suas questões são desnecessárias.

Agora apenas esqueça tudo, e dê seu pequeno relato.
Eu ativei outra Skill. Terceira na Árvore de Skill de Irritum. Uma para cobrir por cima da verdade com fabricação.

“『Reescrita Externa』”

Aquela escuridão lamacenta comeu na memória do homem, e cobriu o motivo original dele.
Como uma parede de papel, a Skill de Anormalidade de Status dele foi facilmente ultrapassada.
Era tudo muito simples. Enquanto um Lorde Demônio pode ser capaz de colocar alguma resistência contra isso, um General só podia juntar um leve empurrão.

Sem mudar sua expressão uma vez, ele olhou pelo que havia sido sobrescrito sem emoção.

Eu não sei porque eu ganhei algo assim.
Eu não, mas se é para existir, então eu vou colocar isso em uso.
Para poder fazer aqueles Demônios que eu deveria desprezar em minhas ferramentas.

Eu esperei um pouco para a mente dele se estabilizar, antes de me endereçar à ele.

“É uma questão simples, não é? Agora vá adiante, apóstolo leal da Grande Maou.”
“Sim, eu irei… e relatarei.”

Eins saiu. Eu observei ele sair.
Mesmo quanto meus olhos estavam seguindo ele, minha mente estava ocupada por uma coisa apenas. Do meu inimigo jurado do passado.

Eu me levantei, e olhei para o teto.
A voz emocional que saiu das profundezas da minha alma foi liberada pela minha boca.

“HEARD LAUDEEEEEEEEERRR!!”

Nesta sala do trono sem outra pessoa capaz de pensamento, apenas meu lamento ressoou.

Por quê, por quê é isso? Por que meu sentimento se estende até esta extensão!?
Eu nunca senti isto pelas últimas algumas dezenas de milhares de anos, e ainda assim por que é que isso está explodindo por eu ter chego tão longe no tempo?

Se eu apenas quisesse destruir eu, se eu meramente lamentasse ter falhado em matá-lo, então tudo disto teria sido mais fácil se eu tivesse agido antes dele ter se tornado um Lorde Demônio, então por que agora!?

“Ku ku ku ku ku.”

Eu naturalmente soltei um escárnio.
Em resposta à isso, o exército sem pensamento sistematicamente alinhado ergueu uma ovação.

“Vanity! Vanity! Vanity!”

Isso não me fez feliz nem um pouco. Eu não tenho certeza se os arrepios que eu senti correndo através do meu corpo eram espírito de luta, ou medo.
Para poder descobrir isso, eu terei que fazê-lo encarar derrota.
Eu derrubarei o 『Orgulho』 dele com minha enganação.

Cinco pares de asas saltam das minhas costas.
No passado, elas estavam envoltas por uma fosforescência branca, mas agora lama preta moldou a forma delas.

Ao mesmo tempo, o corpo gasto que eu havia apressadamente feito por enquanto começou à se quebrar em neblina. Era a forma de um homem militarístico que eu havia satiricamente bolado.
Eu olhei para minha palma. Era meu corpo original, metade do tamanho do grande homem, de quando eu ainda era um Anjo.
Não se especializando em força física, mas magia, o corpo conhecido como a 『Aquela que Protege o Trono』 estava sempre disfarçado como Vanity que eu comecei à imaginar qual das minhas formas era o verdadeiro disfarce.

“Agora, se levantem diante de mim, meus amados vermes.”

Meus subordinados silenciosamente assumiram suas posições na linha. Para o enxame de Demônios que haviam perdido suas vontades, e tiveram seus desejos sobrescritos, eu direcionei minha palma.

Ele é forte. Eu sei disso.
Mesmo dentro deste Mundo Demônio, a força do Heard Lauder era heresia. Ir contra ele direto é perto de impossível.
A habilidade dele permitiu que ele escapasse minha mão quando ele ainda tinha até que se tornar um Lorde. Agora que ele alcançou o Nível Lorde Demônio, isso será tudo ainda mais difícil.
E é por isso que minha autoridade continua vivendo.

“… Eu concederei o céu à vocês.”

Irritum é para esconder a verdade, e deixá-la sem sentido.

Eu ativo uma Skill.
Os núcleos deles. Só os núcleos são o suficiente.
Esses Demônios de baixo ranque não tem uso mesmo. Então eu serei aquela que dará poder à eles.
A existência deles irá tomar o ar pelo meu bem.
Agora dancem pela minha música por favor. (NT: If you will)

“『Decoração Externa』”

No que eu invoquei a Skill, os corpos dos Demônios começaram à borbulhar.
Eles eram existências diminutivas. E para esconder esse fato, a escuridão se contorcendo tomou eles, e isso só levou alguns segundos para eles tomarem forma.
Dos bolos de lama, asas começaram à se formar.
Asas brancas puras.
As máscaras que estavam cobrindo seus olhos também se tornaram brancas, e expandiram para cobrir os rostos inteiros deles.

O que estava diante de mim eram Anjos.

Seus poderes era uma fabricação, e ainda assim uma realidade. Essa ostentação era grande o suficiente para enganar até o mundo.

Não havia diferença do que estava habitando no corpo deles do poder da luz.
Logo, aquele poder existia para eles trazerem ruína à Demônios.
O poder para jogar fora a escuridão que havia sido trazida adiante pela habilidade de um Demônio.
É por isso que eu não tinha necessidade de discutir com o poder que me foi concedido. Não tem como os seres nascidos de mim poderem ser qualquer outra coisa.

“Justiça… é…” (NT: No sentido de ah, fez merda é?)

O que residia no corpo deles era a autoridade da 『Iustitia』 que eu uma vez contive.
Mas neste ponto, isso era uma palavra sem sentido.

Ainda, para matar Demônios, não tinha habilidade melhor adequada.

Aquelas asas construídas da escuridão manchada de sangue começaram à brilhar como a luz em si.
Estranhamente o suficiente, as expressões daquelas formas inorgânicas endurecidas da minha vaidade eram quase nada diferente das daqueles subordinados que seguiram minha liderança quando eu uma vez tomei a vontade de Deus no coração sem questionar.

Entre Anjos e Demônios, não havia uma única diferença.
De quando eu era um Anjo em serviço para Deus, para agora com ninguém para seguir, tudo que eu tinha faltado era um absoluto senso de eu próprio.

Isso meramente se empilhou. A glória que eu uma vez abracei.
Isso meramente se empilhou. Os pecados que eu construí depois que eu caí.

Eu não ligo se isso é uma farsa ou uma mentira. A verdade é sem sentido diante do meu objetivo.

Poder requer uma compensação. Decorações requerem uma base.
Mana, poder, desejos, eles todos drenam toda vez que eu uso uma Skill. Mas até isso era algo que eu só experienciei como felicidade.
Em proporção à isso, minhas tropas se tornaram mais e mais bonitas. Com essa luz enganadora forjada de trevas.

Criar Anjos era o trabalho de Deus.
Então mesmo que isso seja transiente, para eu ser capaz de fazer isso, não há dúvida que eu estou mais próxima de Deus do que eu alguma vez fui com aquelas asas brancas nas minhas costas.

Quando eu era parte da vanguarda do céu, eu tinha poder. Poder esmagador, amor de Deus, justiça.
Que irônico. Mesmo depois de cair para Demonidade, esse poder não caiu nem de leve.

Não, mais do que isso…

Eu lambi meus lábios.

Tropas celestiais precisam de um líder. Para criar uma sensação de crise nesta terra de Demônios, uma quantia considerável de poder é necessária.
Eu selecionei um da fila, e coloquei ainda mais fabricação.
Antes de muito, um Anjo com luz o suficiente para ser chamado de excessivo foi completado.
Eu não posso ter meu poder se usar até acabar. Mesmo que ele possa ser de menor classe entre Lordes Santo, não deve haver empecilho para a destruição de Demônios.

A alma colorida por Irritum.
A luz brilhante que ele dava era a de um Anjo, e eu achei isso terrivelmente irritante.

Sem soltar uma única voz, o Anjo ficou lá.
Uma máscara branca para cobrir o rosto. Mas debaixo disso, nenhuma expressão existia.

Nessas terras, uma presença de luz se destaca. Com a Skill Zona Abismal, as naturezas deles seriam sentidas de uma longa distância. Se eu ficasse ao lado deles, eu podia eliminar a presença deles com Skills, mas isso se tornará difícil se nós nos separarmos.

Não, mesmo se esse não for o caso… esses Anjos não podem residir no céu. (NT: Ela está falando que eles não podem ir para o céu com Deus, não que não conseguem voar)

Assim como eu uma vez fiz para comandar minhas tropas, eu ergui minha mão para o céu fora da janela.
Aquele céu de caos manchado num vermelho sangrento.

“Conquistem.”

A fila de Anjos todos voaram de uma vez.
Mas no meu coração, nem um único sentimento de nostalgia emergiu.

Mesmo quando essa cena certamente lembrava de quando eu ainda era um Anjo, o mundo que eu vi lá trás.


Parte 3: Todo e Cada Desejo Deve Apenas ser Devorado

Ambos Demônios e Anjos tinham instintos.

Demônios e Anjos eram apenas almas certas e almas erradas. Entre eles, havia um instinto para eles rejeitarem a existência do outro.
Um sentimento incompreensível de impaciência que iria balançar a alma só por ter um do lado do outro.

Incapaz de aguentar um encontro sem tentar matar um ao outro, isso podia ser chamado de um segundo Desejo.

Diante dos meus olhos, 『Vanity』 foi jogado fora.
Eu vi o acumulo de meses e anos de treinamento por trás da velocidade daquele soco.
Até aquele corpo que eu modifiquei para ser capaz de aguentar o poder de um Lorde Demônio, aquela fortaleza impregnável de corpo foi rasgado sem ser dado uma chance para reagir.
Independentemente de sua verdade, nem seu Núcleo de Alma permaneceu.

Como eu pensei, a posição de Ranque Um não era decoração.
Droga, Heard Lauder.

Seu poder era maior do que eu havia antecipado. Ir contra ele de frente é… nada além de um movimento estúpido.
Eu não sou de forma alguma uma guerreira. Meu objetivo não é conflito, mas vitória.
Não o processo, mas a glória. Do começo, aquele homem era uma fera. Eu não tenho intenção de trocar golpes com um bruto desses.

É precisamente por causa do Orgulho deles, que Demônios de Orgulho são cheios de fraquezas. A fraqueza daquele cara era especialmente clara.
Eu já determinei meus pensamentos sobre a questão.

Mas antes disso…

Depois que Heard correu para perseguir Zebul, eu andei até a frente da garota perdida que ele deixou para trás.

Ela era uma jovem moça com cabelo dourado, e uma expressão impertinente em seu rosto.
Desatenta ao mundo, desconhecida para tragédia, e sem qualquer fundação ela era alguém que esnobava tudo na criação. Sua expressão condescendente me deu arrepios.
Enquanto assoviava uma canção feliz, ela calmamente andou pelas filas de soldados, e independentemente do fato que ela não havia feito uma única coisa ela mesma, eu não senti a menor gota de gratidão nela.

Eu acredito que Heard chamou ela de Hiero. Ela estava tremendo atrás de Heard durante a reunião também.
Ela era uma existência tão inutilmente fraca que eu não conseguia imaginar porquê aquele homem escolheu arrastar ela junto.

Eu odeio tolos e fracotes.
Sempre foi assim. Ambos Anjos e Demônios independentemente.
Para ambos aqueles Demônios que só perseguiam seus desejos, e pensavam que tudo podia ser resolvido através de uma troca de golpes, e aqueles bonecos sem mente que pensam que tudo que eles tinham que fazer era ouvir as ordens de Deus.
Por que é que eu… tenho que fazer parte de algo inútil como isso?
Eles são aqueles que deveriam conhecer seu lugar.

Pela hora que eu notei, eu estava encarando fixamente na forma dela.
Mesmo quando o poder dela era um que iria se apagar se eu assoprasse nele, sua ousadia em permanecer neste lugar era a mesmíssima coisa que eu odiava sobre Demônios de Orgulho.

Então, se é desse jeito… certo.
Que tal eu… lhe dar alguma sabedoria.

“Mm? O que foi…?”

Eu estendi o braço do Demônio mais perto dela.
Tendo seu ombro agarrado, Hiero virou com uma expressão vazia. Seu rosto indicava que ela acreditava que nem uma única coisa iria fazer mal à ela aqui.
Com nada além de pura curiosidade, ela olhou fundo na máscara do único Demônio.
Era um Demônio humanoide com um largo porte. A metade de cima de seu rosto estava coberta por uma máscara cinza.

Aquela máscara não era apenas algum acessório.
Cobrindo seus rostos, suas expressões, contendo significado.
A expressão de alguém era sua individualidade em si, e por esconder ela fora, eu podia trazer mudanças em seus psíquicos.
Era um meio para sobrescrever seus meros espíritos com uma imagem de força.
Era um único ritual.

Um jeito de pintar certo e errado e Anjos e Demônios com caos.

“Oh, poderia ser que vocês podem na verdade se mexer sem ordens? Kusu kusu kusu… eu tinha pensado de vocês todos como nada além de bonecos.”

Mesmo quando pega por alguém duas cabeças maior do que ela, a expressão de Hiero no que ela olhou para cima no rosto dele era um sorriso claro.
O braço dele soltou um som surdo no que ele quebrou. Mas o rosto da mulher que fez tal coisa não parecia conter o menor interesse no que ela havia feito.

Como alguém que também governava Orgulho, eu tinha um entendimento claro em que poder ela continha.
Não combinando com aquela alma dela, uma poderosa Skill de 『Sobre-Governar』.

Ah, que surpreendente é isso.

Sem um fragmento de entendimento sobre apenas de quem ela estava falando, Hiero alargou seu sorriso, e inclinou sua cabeça.

“E, o que é que você precisa?”

… Mas que interessante.
Uma alma afiada.
O poder oculto nisso já havia superado de longe o próprio poder dela mesma. Aquele 『Sobre-Governar』, a própria definição de orgulho… apenas com que base isso age?
E por que é que Heard está arrastando uma mulher inútil como esta por aí?

“Interessante…”
“!?”

O braço foi liberado, e Hiero instintivamente recuou uma distância.
O orgulho no rosto dela de antes sumiu, e uma expressão rígida olhou sobre mim.

“Q-quem é você!? O que é isto do nada!?”

Os olhos desta garota que não tinha através nem de um décimo da minha vida inspecionou meu corpo meio rudemente.
Enquanto ela de fato parecia desconfiada, ela nem se posicionou para batalha. Eu não tenho certeza se isso deveria ser o Orgulho dela ou não.
Ou talvez era do porte dela que nem via inimigos como inimigos que formou o molde para a mentalidade firme dela.

Eu toquei a máscara cobrindo meu próprio campo de visão.
Era uma sensação fria na minha mão… a máscara cinza afundou embora sem um som.

“… Hah…? O que você deveria ser… você é, do Vanity-san… um subordinado?” (NT: Fica horrível traduzir essas coisas que a dúvida fica no final)

… Tola.

A habilidade para até pintar sobre a presença da minha própria alma, e me ocultar de Skills de busca era a maior vantagem de Irritum. Até a Zona Abismal de um Lorde Demônio era incapaz de me pegar.

Ao invés de Superbia, cuja saída de força subia quanto mais alguém se exibia, a autoridade de Irritum era uma para esconder o próprio eu de alguém, mas ainda decorar ele. Verdadeiramente adequado para desenvoltura.

Eu ignorei o pânico da garota, e comecei a observar de novo.

Certo, não importa como eu olhe para ela, eu só consigo ver um Demônio frágil.
Enquanto ela tinha, mais ou menos, uma forte habilidade para 『Sobre-Governar』, aquele nível não estava na Classe Lorde Demônio, e se eu tivesse que dizer, o único ponto especial real dela era o próprio fato que Heard estava levando ela por aí. Mesmo se eu não fizesse absolutamente nada, ela era uma existência como uma formiga que podia ser facilmente esmagada pelo meu exército.

Aquela confiança contra inimigos que ela sabia que podia ganhar, e este assombro contra o desconhecido. O corpo dela estava inconscientemente se preparando para fugir… eu não acho que ela sequer é uma guerreira, esta aqui.

Um Demônio que eu estou surpresa em achar qualquer lugar próximo do lado do Heard. Apenas que parte dela tocou no coração dele?
Eu não consigo possivelmente ver ela como alguém por quem aquele entusiasta de batalha iria se apaixonar.

Qualquer que seja o caso, isso é tudo irrelevante para mim.
O que é importante é… se esta garota pode trabalhar como fraqueza do Heard Lauder.

Eu jogo fora os pensamentos emergindo de dentro de mim de uma vez.
Não, eu duvido que ela faria qualquer coisa assim. Não tem como ela fazer. Se ele pudesse ser destruído facilmente assim, ele teria sido morto num tempo à muito passado.

Meu interesse está começando à escapar de mim.

Enquanto ela certamente era uma mulher interessante, não importa que tipo de existência ela era, ela era irrelevante para a destruição iminente do Heard Lauder. Vendo o jeito que ela grudou no lado dele e seguiu, eu não consigo nem ver ela como uma assistente, mas mais do que qualquer coisa, esta garota… é jovem demais.
Ela não era nem um cascalho no acostamento. Um único Demônio cuja vida ou morte não traria nenhuma influência mesmo.

Eu ignorei Hiero, no que ela direcionou olhos assustados sem nem uma gota de espírito de luta, e usei uma Skill.

Uma luz cinza escura cobriu meu corpo inteiro.

As autoridades da Superbia e Irritum.

Minha Mana se torna minha armadura. Para passar por tudo da criação, e trazer um milagre.
Com minha alma na base, eu criei a forma de um herói.

Eu exibo. Meu próprio poder.
Eu acumulo ele. Apenas para algum dia exibir ele para o mundo.

… Para menosprezar os altos e distantes céus.

Irritum continha uma natureza contrária ao Orgulho, mas ao mesmo tempo, eles doistinham apenas um único lugar para se mirar.

… Mais alto, maior que qualquer um em todas as terras.
Superar Deus, e menosprezar ele.

Eu entendi. Do tempo quando eu ainda era aquela protegendo o trono dele.
Na verdade, eu sempre havia entendido isso. Apenas porquê é que eu virei um Demônio.

“Ku ku ku ku.”

A razão era que eu… sem contar subordinados, eu não consigo lembrar o nome do meu único amigo jurado no mundo.
Eu devo ter sido forte. Meus desejos haviam excedido minha lealdade ao meu Deus. Isso era tudo que era.

“Hah ha ha ha ha!!”

No que luz correu por todo meu corpo, uma sensação agradável parecida com intoxicação passou pela minha mente.
Ela cobriu toda e cada parte do meu corpo. Mesmo se fosse ser um corpo de ficção, ele de fato continha minha própria alma.
Eu já estava mais acostumada ao corpo que eu havia usado por muitos anos do que meu próprio corpo real.
Apenas quantos anos faz que eu sequer deixei minha própria forma nua? Já está além da minha memória. Eu duvido que tenha muitos lá fora que sequer lembram meu corpo original.

Minha pele branca fica preta.
Meus olhos dourados ficam prateados. Eu perco meu cabelo argento, e ganhei uma altura que excede até mesmo aquele homem.
Meus peitos não eram nada além de um empecilho foram cobertos com músculo, e as asas azeviches nas minhas costas foram escondidas.
Mais ameaçante, mais exagerado, e mais forte.

Um impulso como uma corrente elétrica correu através de mim.
Aquilo que eu nunca conseguia me acostumar não importa quantas vezes eu fiz era, para dizer de forma simples…

… Uma sensação toda poderosa.

“Hii…”

A expressão embasbacada de Hiero se distorceu junto com o entendimento aumentado dela da situação.
O rosto dela era um como se ela estivesse espiando nos caldeirões do inferno.

Agora, para você que possui nem o menor dos papéis nesta peça, me deixe lhe dar glória.
Glória para ficar contra seu próprio lorde.

Eu segurei o braço da garota, cuja expressão estava ainda meio rígida.
Aqueles braços eram tão finos, que eu senti que se eu segurasse neles pouco mais forte, eles quebrariam. Eu ergui ela no ar.

Como se lembrando de algo, medo coloriu o rosto dela, e seus membros se balançaram por aí, mas essa resistência é fútil.
Nenhum desses socos ou chutes podem fazer uma única coisa à este corpo. Essa era a diferença entre nossas habilidades. Minha construção de anos fez a diferença entre nós algo parecido com a de um adulto e uma criança. Eu não sou algo para quebrar sob o Sobre-Governo do seu tipo.

Com o corpo dela ainda em mão, eu empurrei ela contra uma parede caindo.
Eu ignorei as tentativas da mão dela de se libertarem balançando, e olhei nos olhos azuis dela.
Para poder escavar quaisquer emoções que ela tinha dentro deles.

“Guh… Por… por que você está vivo… N-não, aquela forma de antes era…” (NT: Como tá no corpo masculino, vou deixar pronomes no masculino)

Uma luz cinza circulou ao redor da minha mão.
Para embelezar a lama com dourado, e repintar a existência dela.
Seu corpo, sua alma, seu poder, seu significado, sua memória… seu ser.

A máscara era para denotar uma Persona.
Uma máscara da alma para exibir a personalidade de alguém, era facilmente capaz de cobrir qualquer máscara que ela vestia antes.

Eu não mudarei a forma dela.
Eu duvido que Heard Lauder alguma vez irá se conter, mas tem a chance de um em um milhão que ele possa ficar levemente perturbado.
Eu posso ser capaz de balançar as emoções dele.

Eu segurei a cabeça dela com a palma da minha mão.

“N-não, me solteeee! O que? Você está dizendo que eu fiz algo com você!?”

O corpo dela chutou ao redor mais um pouco para oferecer resistência sem sentido.
E pelo drama fútil dela, eu fui momentaneamente tomada em silêncio.
Seriamente, por que aquele homem estava mantendo esta garota ao seu lado? Não há uma gota de orgulho no comportamento lamentável dela.
Para alguém que prioriza arrogância sobre tudo, ela deve ser o tipo que ele mais odeia.

Talvez tenha sido meu erro afundar em silêncio, no que Hiero começou à soltar palavras como uma ventania turbulenta.

“E-em primeiro lugar, aquele que atacou você foi Heard-san, certo!? D-definitivamente não fui eu. Eu não fiz nada!! P-por favor me perdoe. Eu nem tive o tempo para parar ele nem nada! H-honestamente. Eu realmente pensei sobre parar ele… c-certo. Se você tentar relar mãos em mim, meu mestre não ficará quieto, sabia!?”

Vergonhoso. Era apenas tão vergonhoso que eu nem sinto qualquer desprezo.
Você está seriamente tentando me ameaçar aqui?
Seu medo pode realizar o desejo no seu coração?

“Isto é da minha… Irritum… 『Decoração Externa』!!”
“Kuh…”

Hiero arregalou seus olhos em medo. Seu corpo foi atacado por arrepios parecidos com convulsões.
Combinando com suas emoções de terror, seus olhos falaram comigo.

Medo, reverência, pânico, bajulação.
Dance nas minhas palmas. Se torne minha boneca.

A magra silhueta da jovem garota tremeu. Como se para rastejar nas profundezas do corpo dela, uma luz cinza profunda invadiu ela.
Não importa quanto de uma fracote sem esperanças ela possa ser, se eu decorar ela, ela será ao menos capaz de comprar algum tempo.

Eu não fiz uma máscara para ela. Isso iria se destacar demais. Também, se eu for tão longe quanto cobrir os olhos dela, então talvez Heard Lauder nem irá reconhecer ela como Hiero. Eu não mudo a personalidade ou memória dela também.

… O que eu planto nela é lealdade. Devoção absoluta para mim foi anexo à natureza dela.

Ao redor do dedo dela, luz se junta no lugar de uma máscara, e um único anel bruto tomou forma.
Não importa o que era. Não há dúvida que para trazer mudanças à personalidade de alguém, uma máscara para cobrir o rosto continha a maior eficiência, mas para um Demônio do nível dela, eu nem tenho que usar uma.
Ela deu uma última grande convulsão, antes dela cessar movimento.
Os braços abaixados largadamente dela não tinham vigor, e nas feições pálidas dela, seus olhos vagarosamente se fecharam.

Eu soltei minha mão. Eu ignorei a ex-Hiero no que ela caiu no chão, e virei para meu exército.
Sem vontade para se falar. Sobre uma quantia perpétua de tempo, as almas cujas glórias eu empilhei.

Agora, Heard Lauder. Você que me arrastou para baixo do Céu.
Algumas dezenas de anos se passaram, vamos ter outro encontro.

Uma vontade que eu nunca tive antes ofereceu poder ao meu corpo.
Eu observei minhas tropas reunidas ao redor.

Eu não tenho um homem braço direito.
No meu exército, todo mundo era todo mundo, e eles meu poder em si.
Isso quer dizer, que todos eram todos, e todos eram eu. Um indivíduo, mas ainda uma Legião.
Sentindo minha vontade, o corpo militar se enfileirou ao lado de suas montarias.

Independentemente de que forma eles possam estar, o que estava diante de mim era sem dúvidas a Legião de um Lorde Demônio. Eu acenei.
Os Demônios mascarados soltaram um grito de guerra quieto, sem palavras.

O corpo delicado prostrado no chão se levantou.
O que era uma vez uma existência conhecida como Hiero enviou um olhar oco em minha direção.

“O Kaiser Orgulho, e a Devoradora, eu engolirei todos vocês em meu pecado.”

Para a Lorde Devorante, que uma vez comeu um incontável número dos meus compatriotas.
Quem eu deixei escapar, e se tornou a minha queda, o Lorde de Orgulho.
Aqueles frágeis Anjos que protegeram o silêncio enquanto sabendo de Demônios.
Aquela lamentável Valquíria que esteve atacando esta área ultimamente por acaso.

Para inimigos… eles são dignos o suficiente.

Eu já tenho as preparações em ordem.
Agora, me deixe cobrir toda criação em minha enganação.

Tendo sido afetados por inconscientemente se encharcar em meu poder, os residentes de Rocha Cinza espiaram em mim pelas janelas com olhos sem cor.

Próxima de mim, um Demônio guiando junto um Dragão conspicuamente grande se ajoelhou.

“Vanity-sama, seu Dragão foi preparado.”
“… Huh?”

Normalmente, aquela voz não devia estar lá.

O que estava lá era o Demônio que eu havia acabado de decorar.
Eu encarei.
A voz dela no que ela se ajoelhou não continha o menor traço de endividamento, e seu casco e cabelo e olhos e vozes e poderes não haviam mudado nem o mínimo de antes. (NT: Esse endividamento é a ideia de dever algo, mas que acaba vindo com gratidão – aqueles eu te devo minha vida)

“O que você deveria ser?”
“Prazer em lhe encontrar, Vanity-san. Eu sou chamada Hiero.”

Eu não estava perguntando pelo seu nome.
Eu tenho certeza que eu sobrescrevi parte da personalidade dela. Eu não fiz uma máscara, então não era perfeito, mas eu de fato adicionei à natureza dela. Eu nunca pensei que ela seria capaz de conversação tão rapidamente.
O anel de Irritum que eu produzi estava inconfundivelmente enrolado ao redor do dedo indicador direito de Hiero.

Eu não tenho certeza do que ela estava pensando, mas o medo na expressão dela de antes havia desaparecido.
Ambos o rosto e postura dela eram o epítome da superficialidade. Era muito removido da forma que eu havia antecipado. A afinidade dela com a Skill era excepcionalmente boa?
Nas poucas dezenas de milhares de anos desde que eu comecei à usar Irritum, é uma cena que eu estou testemunhando pela primeira vez. Mesmo assim, enquanto eu ter forçado a lealdade dela, eu não acho que ela irá ir contra mim.
Foi uma reação inesperada. Devo apenas destruir ela agora, ou deixar quieta?

Não há nem a necessidade de pensar nisso. Este ponto de virada é uma oportunidade de uma-vez-na-vida. Eu não posso ficar prestando tanta atenção para uma bagatela desse nível.

“Seu mestre não é Heard Lauder?”
“Não, aquele que eu sirvo… certamente não é Heard Lauder.”

Eu olhei nela por cima no que ela disse isso sem hesitação.
Eu não senti a cobertura de falsidade sobre as palavras dela.

Hmm… mas isto é apenas outra parte de entretenimento, eu acho.

Quanto maiores as forças, melhor. Quanto mais forte a estrutura, mais estável.
Eu duvido que eu necessitarei de um escudo, mas ter um deve ser melhor do que não ter. De todo o resto, eu já dei uma porção dos meus poderes para ela de qualquer jeito.
Não importa quão grande meu poder possa ser, ele não é de forma alguma ilimitado.
De todo o resto, eu já trouxe adiante três Lordes Sagrados, e um incontável número de Anjos normais.
Eu devo manter o máximo de forças possível em mãos.

“Então que seja. Siga se quiser.” (NT: If you will)
“… Entendido.”

Meu exército montado acima de seus dragões ergueram um tremor no que correram adiante.
Eu já sei onde eles estão. Aqueles enormes poderes colidindo eram algo que eu podia sentir talvez mesmo se eu não usasse minha Zona Abismal. Seria mais difícil para eu ignorar aquelas presenças agitando minha alma.
No momento que eu me coloco sobre meu próprio dragão, Hiero chamou de novo.

“… O que?”
“… Vanity-sama, para seus propósitos, eu de fato acredito que ao invés de uma fera para correr através da terra, um voador seria para seu benefício. Bater com aquele homem de frente é uma escolha pobre de movimento. Mesmo que ele seja o Kaiser Orgulhoso, ele não tem a mais larga variedade de golpes para lançar através do céu.”
“… Foi você que trouxe este dragão não voador ao meu lado, não foi?”
“Não… quero dizer… eu nunca pensei que você me levaria junto, então…”
“…”

Eu senti minhas próprias sobrancelhas ficarem rígidas.

… Não, seriamente, por que aquele homem levou ela junto?
Depois que ela desapareceu do meu campo de visão com movimentos naturais como que para fugir, Hiero retornou com um dragão voador.
Era provavelmente aquele que ela havia usado para se transportar até aqui. Como esperado da posse do Ranque Um, ele tinha um porte esplêndido.

Com movimentos como que para tentar aumentar meus pontos de afeto para ela, ela se aproximou, e puxou no meu braço.
Aquela completa falta de qualquer coisa lembrando Orgulho fez minha pena inchou antes que minha raiva tivesse uma chance.
Não, talvez isso é algo que eu trouxe adiante com o poder das minhas Skills…? Se esse é o caso, então realmente, eu me desculpo. Não, não…

“Agora, agora, Vanity-san, por aqui.”
“… É, tá.”

Enquanto me sentindo de algum modo insatisfeito, eu me coloco sobre o dragão voador.
Seguindo isso, ela subiu num menor… Dragão Voador, provavelmente para seu próprio uso.
Estranhamente o suficiente, isso me fez associar a cena com a forma de Hiero se escondendo atrás do Heard.

Eu devia apenas ter matado ela sem usar qualquer poder…
Esta personalidade dela…
Eu comecei a imaginar um espetáculo do Heard esmagando esta garota sem um momento de hesitação, e minha própria expressão naturalmente se distorceu.

***

A cidade de Rocha Cinza era perto da Prisão Negra. Para dragões terrestres especializados em transporte em terra, e para dragões voadores que rivalizavam eles em velocidade, nós fomos capazes de pisar naquelas terras em pouco tempo.
Desde o começo, Rocha Cinza foi uma cidade estacionada numa borda nacional, e foi uma vez a linha de conflitos mais a frente entre os Demônios hostis de ambas as terras. Era também uma das poucas cidades assim que permaneceram depois que ambas as Prisões Carmesim e Negra foram tomadas sob o exército da Grande Maou.

Céu e o Mundo Demônio eram cara e coroa. Em contraste com o mundo ali em cima cuidadosamente governado por lei e ordem, este Mundo Demônio estava correndo com desordem.
Em contraste com a escassez de atividade deles, os grandes Demônios Heard Laudes, e o ex-mestre dele, Leigie Slaughterdolls dos 『Bonecos de Massacre』 eram Demônios de poder vasto demais.
Enquanto eu conseguia dizer a força dele parcialmente de como aquele Kaiser Orgulhoso que pensava nada de Deus serviu ele por tanto tempo, o que claramente demonstrava sua força era a extensividade de sua Zona, que era capaz de cobrir a integridade da Prisão Negra várias vezes maior do que minha Prisão Carmesim.

A extensão da 『Zona Abismal』 dele era provavelmente a maior dentro do Exército do Rei. A atual Grande Maou, e até mesmo aquele antes dela não podiam estender as deles em qualquer lugar perto do território dele, que já era digno de ser chamado um mundo único.
Era vasto demais, poderoso demais. Haviam até boatos que ela nunca havia sido quebrada por um Lorde Demônio hostil, e muitos suspeitavam que não era apenas através de pura Mana, mas através da natureza ainda-desconhecida das Skills de Acedia que concediam aumentos para ela, mas o único que sabe a verdade sobre a questão é o Rei Preguiçoso em si.

As Zonas eram basicamente o território de um Lorde Demônio. (NT: Território aqui como os de gangue)
Ao tocar ela, ou até se aproximar, a sensação opressiva que correu através do corpo inteiro de alguém era algo como uma ameaça trazida pelo governante da terra.
E o fato que o território do Leigie era absolutamente nada como isso era um dos poucos pedaços de informação que eu tinha sobre aquele Lorde de Preguiça, como o dono de um território vizinho.

Mas eu não devo esquecer. Isso não significa que ele não tem qualquer hostilidade.
Isso simplesmente significava… que ele não tinha interesse, e isso era tudo que era.

Quando eu entrei na Prisão Negra, eu senti uma presença diferente cobrindo meu corpo sem a menor resistência.

A prova que eu havia infiltrado uma Zona.
As presenças do Orgulho do Heard, e a Gula de Zebul, e na base dos dois deles, o ar característico de Preguiça do Leigie.
Na extensão deste deserto inacabável, eu não conseguia ver a forma de qualquer vida ainda.

“Ku ku ku… estamos perto.”

Mas eu entendi.
Mesmo se eu fechasse meus olhos, eu conseguia dizer.
A distância até Zebul. A distância até Heard.

Era algo que minha alma, meus instintos procuraram. O que eles estiveram buscando por muitos anos.

Era… a presença de um inimigo.
Aquela vontade que não permitia, mesmo para um Anjo Caído, definitivamente não era algo dos instintos de um Anjo, mas algo que existia porque eu era eu. (NT: Isso está estranho em inglês também, mas fazer o que)

A presença de Zebul parou. Independente de quão longe ela estava do Castelo das Sombras.
Parece que ela não trouxe junto aquele Demônio de Ganância de antes, e não pareciam ter quaisquer formas de vida ao redor dela.

Ela deve apenas ter se apressado até aqui enquanto o guardião desta terra estava fora numa reunião, mas ela realmente acreditou nas minhas palavras? Ou poderia ser que ela notou que a presença do Heard deixou a Prisão Negra?
Zebul não mais tinha uma opção de escape. Ela já estava dentro do alcance do Heard Lauder.
Uma  vez que você pisou na extensão da Zona daquele homem, você nunca será capaz de fugir do poder dele.
A distância entre eles era algo que aquele Lorde de Orgulho podia cruzar num número de segundos.

Naturalmente, o fato que ela parou diante daquela presença inconfundível era provavelmente porque ela entendeu esse fato também.
Seria difícil de interceptar ele na corrida. Ela planeja encontrar ele no meio.

Eu lembrei dos olhos de Zebul.

Aqueles olhos dela estavam encharcados num inferno sem fundo de desejo. Aquela cor não era algo que qualquer um podia largar tão facilmente.
Se fosse para satisfazer aquele anseio dela, então nenhum método no mundo estaria além dela.
Ranque não era simplesmente lincado com força. Especialmente com aquela fera Zebul… a predadora suprema que iria até chupar o mundo.

E enquanto eles estão se chocando assim, uma abertura é certa de ser criada.

Mesmo que eles sejam falsos… Anjos pintados à vida por minha Irritum ainda tinham a mesma velocidade de movimento do que os verdadeiros.
Enquanto ele está ocupado lidando com Zebul, meu exército irá invadir no Castelo das Sombras.

Essa era a fraqueza orgulhosa de Heard Lauder. A existência que foi uma vez o governante dele. A fonte dele. Mesmo com a personalidade dele, não era algo que ele seria capaz de permitir.

Montada no topo do meu dragão voador, Hiero, que estava montada atrás de mim ergueu uma voz ofuscada.

“Vanity-san, eu acho que é melhor se você parasse, sabia~?”

Mas ela realmente é uma mulher impudente. Esta atitude depois de receber minha autoridade, talvez esta seja apenas a personalidade base dela. Para eu ter sobrescrito o ego dela, cravando um senso absoluto de lealdade nela, e para ela não tem mudado nem de leve é simplesmente incrível.
Ela certamente é uma Superbia com uma natureza próxima da minha. Esse caráter dela é claramente diferente do de Heard.

Dado o tempo, talvez ela irá até pisar em Irritum. Mas honestamente, eu não realmente quero ser agrupado junto com ela.

“Vanity-sa~n, se você se acalmar e pensar sobre isso… nós estamos ferrados, estou te falando.”
“… Ferrados, você diz?”
“Sim.”

Eu espiei atrás de mim. O que está mulher está dizendo neste ponto no tempo?
Em primeiro lugar, mesmo que isso possa ser algo de uma Skill, o jeito que você naturalmente se deixa seguir atrás de mim basicamente significa que você não tem outro caminho na vida além de continuar como serva do Heard Lauder.

Eu deixo meus sentidos receberem o mundo, no que eu continuo olhando para minhas costas.
Minha condição física está ótima, e minha alma perfeita. Eu estive economizando Mana por bastante tempo. Se eu quisesse, eu podia até criar alguns Lordes Santo neste momento.
Eu devo até ser capaz de destruir a Grande Maou neste momento.
E você diz que eu estou ferrado!?

“Quero dizer, Vanity-san, você planeja lutar com Heard-san, certo?”
“…”
“E~ isso~ significa~…”

Por causa das batidas das asas do Dragão, era meio difícil de pegar o som.
Mas dentro disso, sem ela se esforçar mesmo, ela soltou suas palavras como se ela estivesse apenas vocalizando um fato natural da vida.

“Vanity-san, você planeja fazer do Leigie-sama um inimigo?”

O que escapou da boca dela era o nome de um Demônio completamente irrelevante.
Sama.
Leigie-sama, é?

“… Ku ku.”

Eu entendi.
Esta mulher não era do Heard Lauder, mas do Leigie Slaughterdolls… vassala dele, talvez.
Não é surpresa ela não agir muito como uma subordinada para Heard.

Ela provavelmente não estava esperando uma resposta, no que seus sussurros pareciam sumir pelo entardecer em algum lugar durante a fala.
Eles eram cochichos leves demais para até serem apagados pelo forte som do vento.

“Eu estou bem com ir contra o que quer que você queira, mas Leigie-sama sozinho é alguém que eu preferiria não opor.”

O tom dela, as emoções dela diferiram da atmosfera frívola que ela havia criado até agora, então eu me achei perguntando.

“… Por quê?”

Eu não estou certo se ela me ouviu ou não, mas não importava o quanto eu esperava, nenhuma resposta veio até mim.
Mas que seja.
Desde o começo, eu não planejo opor aquele homem, e mais importantemente, não havia motivo.
Se ele ficasse no meu caminho, então eu não teria piedade, mas para aquele Lorde que temperou sua Preguiça ao extremo me impedir, era em si uma história impossível.

… Certo, à não ser que algum milagre fosse acontecer.

Nós preservamos o silêncio no que nós continuamos voando. Não muito tarde, nós nos aproximamos do campo de batalha.
Nós devemos estar ainda alguns quilômetros de distância, mas o ar experienciou uma mudança clara.
O cheiro de uma batalha, que não podia ser apenas explicado por nós termos entrado numa Zona.
A melhor das presas que eu não encontrei em milhares de anos. Meu espírito de luta contra meu inimigo dançou.

O céu, a terra estava chorando.
Todo e cada golpe era fatal. Punhos que enviavam meus olhos em pânico raspavam fora na terra, e dividiam o ar vazio.
Os rugidos trovoantes que ecoaram através dos altos céus, e Mana que de longe transcendeu aquela de um Lorde Demônio normal subiu junto com isso. Era provavelmente algo que qualquer um poderia ter notado, mesmo se ele não possuísse o poder perceptivo de um Lorde Demônio.
Na verdade, mesmo sem colocar meus olhos nisso, eu podia dizer claramente que isto era um campo de batalha.

Parece que Zebul estava fazendo um amplo trabalho em atrasar ele.
Meu exército também estava realizando seu papel suficientemente.

Demônios da Classe Lorde Demônio eram uma forma de calamidade.
A fúria deles era para destruir o mundo, e matar Deus. O poder da alma liberada pelas duas feras era mais forte do que qualquer outro Lorde Demônio com que eu já lutei alguma vez antes.

Algo que no velho mundo dos humanos teria sido saudado como uma lenda, e mesmo no estado presente onde ninguém ousava penetrar mais no mundo da superfície, isso seria certamente passado adiante.
Esse nível de finalidade existia neste lugar. (NT: Não pergunte, tá isso em inglês)
Humanos, não, até Demônios jogariam fora seus desejos no momento em que seus olhos fossem capturar esta batalha de lenda.

Matem. Massacrem um ao outro. Meus maiores inimigos.
Além do meu próprio, todo e cada desejo deve apenas ser devorado.

Um choque de Lordes Demônio de alto nível.
O que ainda tinha até que entrar nos meus olhos até agora era, sem dúvida, bem repulsivo.

Mas no momento antes que eu pudesse claramente capturar a cena, o dragão seguiu minha vontade, e repentinamente, sua metade se contorceu.
Ele usou sua longa cauda para reganhar balanço, e começou à ascender no ar num ritmo assustador.
Dentre os numerosos gritos do vento, nós fomos coloridos com a lua vermelha sangue do alto sol. Era certamente uma vista que alguém nunca poderia ver nos céus banhados em luz. (NT: Juro que a tradução tá certa)

Se nós fossemos nos aproximar mais um pouco eles iriam notar. Isso eu entendi.
Meu poder está funcionando. Minhas Skills estão apagando completamente minha presença.
Mas mesmo se Irritum fosse esconder a presença de alguém, ela não podia enganar a intuição de alguém.
E aqueles dois Lordes Demônio por ali podiam provavelmente facilmente sentir uma existência ou duas sem presença.

Aqueles Lordes de Demônios eram seres que alcançaram perto dos Lordes dos céus sem nem sequer terem recebido a bênção do Deus deles.

Mesmo que eu possa conceder aos meus homens poder igual à Lordes Anjo, diante do poder de Heard Lauder, eles seriam obliterados num instante.
Mas ainda, não tem como aquele homem sem asas poder ser capaz de capturar um incontável número de Anjos flutuando pelo céu. Mesmo que ele possa se mover com o mundo parecendo estagnante para ele, o corpo dele era um que só podia cobiçar o chão.

Eu senti eles mais além, meus subordinados… me deixe conceder ainda maior glória para aquele bando de Anjo.

Eu darei à eles uma porção do meu poder, e adicionarei mais combustível para as chamas das almas deles. A velocidade do bando subiu ainda mais.

“Oh almas imundas. Ao menos, se queimem de forma radiante pelo nome da minha Vaidade!” (NT: Vanity>Vaidade)

Agora, persiga se quiser. Atrás daqueles invadindo as terras do seu lorde.
Me mostre as profundezas do seu desejo, Superbia!

Aquelas batalhas anciãs do céu passaram pela minha cabeça de novo.
Sem um único sorriso em seus rostos, para realizar a justiça deles, aquelas vastas legiões de branco, e aqueles que estavam sob o controle de poder absoluto para perseguirem seus desejos, as legiões pretas.
Mas eu notei um ponto que diferia da verdade da minha memória.

Eu livremente manipulei o dragão voador ao redor daquela massa mordedora de espírito de luta.

Sim, era verdadeiramente apenas uma diferença insignificante…
Que eu mesmo não era mais parte de nenhuma dessas Legiões.


Parte 4: É Por Isto Que Demônios São…

Demônios e Anjos eram entidades contrárias. Mas não é só as existências deles que eram contrabalanceadas uma pela a outra.
Contra a luz liberada por Anjos, a escuridão que um Demônio podia juntar era facilmente limpa.

Não importa quão poderosas as Skills de um Demônio possam ser, as desvantagens com que eles nasceram não era algo tão facilmente superado.

Minha memória soltou um rangido, e doeu.
Mesmo que eu estivesse indo contra um Demônio de Orgulho poderoso o suficiente para repelir minha 『Chuva de Julgamento』, no fim, não deveria ter qualquer razão do porquê de eu ter perdido para alguém que nem havia alcançado o Nível Lorde.

… Mas por alguma razão, a conclusão de nosso duelo havia sido claramente limpa de minhas lembranças.

“Vanity-san? Você finalmente está perdendo sua coragem neste ponto no tempo?”
“… Que tolice.”

Fielmente seguindo próxima das minhas costas, Hiero soprou com uma voz cochichante.
Eu aceitei aquelas palavras com um sorriso, e joguei elas foras.

Perdendo minha coragem?
Eu, aquele que uma vez era o mais perto nos céus à Deus, estou perdendo minha coragem para nada além de um único Lorde Demônio, você diz? (NT: Exatamente.)

Provocações inúteis.

Qualquer um que abraça uma emoção dessas não tem as qualificações para se tornar um Lorde.

Mas ao mesmo tempo, eu estava vigilante. Eu não tenho motivo pelo qual eu encarei derrota da última vez.
Eu estou certo que Chuva de Julgamento foi bloqueada. Repelida, dissipada.
Mas ainda, eu realmente não consigo pensar que algo daquela extensão podia triunfar sobre as habilidades que eu tinha na hora. Muito menos para alguém que não era um Lorde.

… E na realidade, eu ainda estou bem aqui sem ter perdido qualquer poder.

Usando os olhos dos meus subordinados, eu observei a cena abaixo. Seus olhos já haviam alcançado o campo de batalha. Sem perder tempo, eles correram direto por ela.

Heard Lauder e Zebul Glaucus eram aproximadamente iguais.
Heard com sua mobilidade quase divina, e Zebul com sua regeneração anormal, e alto poder ofensivo. Parece que a Devoradora é mais competente do que eu lhe dei crédito.
Entre eles, não havia tanta diferença quanto indicado pelo Ranque deles.

Neste momento, Heard Lauder está provavelmente lamentando sua decisão de cuidar de Zebul antes de seguir outros assuntos. Mesmo que ele só pudesse levar eles um de cada vez, ele deveria ter escolhido lidar com meus Anjos no céu.
A atual diferença em habilidade. Heard tinha a vantagem, mas se ele mostrasse a menor das aberturas, então a Devoradora, com a larga área de efeito da Gula dela iria imediatamente enviar Skills de alto nível nele. Se ele levasse um único desses ataques, então o dano que ele sofreria seria severo.

“Então eu terei que tomar uma ação… não.”

Enquanto eu ainda tenho que determinar que tipos de trunfos ele tem, negligência é proibida.
E de qualquer forma, eu não tenho motivo para ajudar Zebul. Tendo eles se eliminando é o resultado mais conveniente para mim, mas eu não acho que isso é possível… ainda, se eles estão indo duro assim, então até o vencedor deve ter uma considerável deficiência em poder. Eu apenas tenho que esperar pacientemente.

“… A~hn, eu não consigo ver nada que está acontecendo~…! Vanity-san, Vanity-san, vamos emboscá-los…! Está tudo bem, enquanto ele está lutando com Zebul, se você secretamente enviar um ataque por trás, então até aquele Heard-san irá…”
“…”

Apenas o que esta aqui está dizendo?
Eu decidi ignorar esta garota completamente.
De todas as coisas, Hiero parece estar tentando me provocar. Apenas o que Leigie estava pensando quando ele tomou ela como subordinada dele… não, talvez ela tenha arbitrariamente virado uma… (NT: Essa provocação não é de irritar, é de querer que faça algo)

Se ele pudesse ser lidado por um ataque surpresa, ele estaria faz tempo morto nessas horas!

Em primeiro lugar, não há garantia que Zebul é minha aliada.
Se eu mostrar a menor negligência, então eu não acho que aquela mulher teria quaisquer receios em me engolir por trás.

Eu dei aos meus subordinados mais algum poder. Eu aumento a velocidade de voo mais um pouco.
Eu sei. Entre Skills de Superbia, um ataque de longo alcance… não existe.

Heard Lauder não tem meios para parar um bando de Anjos, e se ele deixar ele passarem uma vez, então até eles alcançarem o Castelo das Sombras… até eles alcançarem a fortaleza do ex-mestre dele, não há nada para pará-los.
Seu Orgulho pode permitir algo assim? Não, não pode. Esse é o tipo de Demônio que ele é.

“… No fim, isso é tudo que há para o homem…”
“Vanity-san, apenas um acerto! Que tal você só colocar um golpe forte bacana! Apenas um tiro limpo no que você vai passando!”
“… Você por acaso tem algum tipo de rancor contra o homem ou algo assim?”
“… Não, não particularmente. Veja, eu sou sua leal, leal subordinada, então eu pensei…”

O tom indolente e figura dela no que ela evitou seus olhos estava, não importa como você olhasse para isso, completamente faltando em algo chamado sinceridade.
Heard… parece que você teve sua porção de problemas também.

Eu dei uma ordem para o Demônio egoísta abençoado com uma forma distorcida de força de vontade. Eu só meio que quero me livrar dela logo.

“Se você vai dizer tanto assim, então porquê você não vai adiante, Hiero.”
“… Fweh!? Eeeeeh, não não não, olha, eu… eu não tenho qualquer poder, e… é-é-é-é impossível. Heard-san é Ranque Um, sabia? Lorde Demônio Ranque Um. Eu serei morta numa única respirada. Aquela pessoa não conhece o significado de se segurar!”
“… Ku… ku ku… Poder… poder, é? Você diz que você não tem poder. Muito bem então… eu concederei ele para você!! Com este poder em mão, elimine Heard Lauder!! 『Decoração Externa』!”

Se você quer, então pegue! Agora vá, vá, vá logo!
Eu coloquei muito mais poder do que quando eu usei pela primeira vez nela. Eu ainda tinha um pouco sobrando. Eu darei tanto para ela que ela não será capaz de oferecer nem mais uma única desculpa. Eu irei te encher tanto, que seria um desperdício para uma fracote como você!
Eu lhe darei poder o quanto quiser. Eu aposto que  Classe General é insuficiente. Eu continuarei colocando até você ser uma esplêndida Lorde Demônio!
No fim, eu empoderei ela ao menos para o nível de um Lorde Demônio de Baixo Ranque. Entre aqueles em serviço para aquela Kanon Iralaude, ela provavelmente ficaria entre os top dez se ranqueada.
Talvez ela esteja por volta do mesmo nível daqueles que estão sendo mortos por aquela Valquíria, mas não há dúvidas que ela é uma Lorde Demônio. Se você fosse comprar isso com o nível anterior dela, é provavelmente mais de cem vezes.

Notando o poder que havia empilhado em seu próprio corpo, Hiero tremeu.

“Agora, eu dei isso para você, Hiero. Com isto, não deve haver um problema. Agora vá!”
“Ah… eh… sério… espera… n-não, por favor espere um minuto! A-a verdade é, eu não sou realmente uma soldada!”
“Droga… mesmo depois de tudo isso, você ainda planeja dar desculpas!?”
“Q-quero dizer, eu não sei como… usar minhas Skills mesmo, e… Ah, V-Vanity-san! Olha, esta presença é…!”

Honestamente eu estava bem irritado. Para alguém me irritar mais do que Heard, eu não tenho qualquer lembrança de algo assim pelos últimos alguns milênios.
Se é desse jeito, então mesmo que ela não coloque Heard fora de sua guarda, então tomar a personalidade dela, e dar uma nova Persona à ela pode ser minha melhor aposta.

Contudo, parece que eu não terei o tempo para fazer isso.

“… Qual é o sentido disto? Por que ela está num lugar como este…”

Um dos meus subordinados Anjos no meu alcance de percepção sumiu.
Chamas absolutas. Por aquele fogo proclamado como a força mais forte no Mundo Demônio, um número de corpos daqueles Anjos desapareceram num instante.
Chamas de destruição. Para restabelecer tudo, as chamas de Ira.

O fato dela não ter entrado em minha Zona estava ligado ao porquê do meu reconhecimento dela veio tarde.
Não, é porque eu nunca acreditei que ela estaria num lugar como este. Quero dizer, aquela lá é…

“Por que a Grande Maou está nessas terras!?”
“E-eu não sei, senhor. Talvez ela saiu para caminhar?”

Oh, mas claro!!

Isto é completamente inesperado.
Mas tendo chego perto assim, eu senti. Sem uma chance de ver errado, esta é a Mana da Grande Maou.

A geração atual de Grande Maou… apesar da Ira que aquela garotinha Kanon governava, ela tinha uma compostura bem calma, intelectual indo.
Ela não fez nada muito ilógico, e esses dias, ela raramente sai como Heard para resolver problemas se estendendo para além do território dela. Logo, ela é fácil de ler. Ela é certamente poderosa, mas aquela mente de não vagar abertamente em perigo era uma que eu estava certo que não ficaria no meu caminho.

E naquela reunião anterior, ela nem mostrou qualquer intenção de ir para as linhas de frente.

Os Anjos que eu criei caíram um após o outro. Kanon estava lançando ataques neles.
Pessoalmente… ela veio pessoalmente para essas terras só para eliminar um Exército de Anjo deste nível!?
Não, mesmo que esse seja o caso… eu não posso deixar minha ocultação de Irritum quebrar.

Meus planos estão desmoronando. É impossível. Contra alguém possuindo poder destrutivo topo de linha como ela, este exército de Anjos é perto de nada.
Eu disperso minhas forças. Para poder reduzir as chances de ser derrubado para o menor possível.
Mas um à um, ela começou à deletar aqueles Anjos divididos se movendo numa velocidade considerável.

“Isto não pode ser… isto é ruim…”
“Para tantos Lordes Demônio de alto ranque se juntarem em um lugar, que raro…”

Raro? É completamente inédito.
Talvez reganhando seu momento por causa da chegada de Kanon, ou porque ele perdeu a necessidade de prestar atenção nos Anjos acima, a magnitude dos tremores abaixo aumentaram em escala.

E no próximo instante, a Mana de Kanon inflou.

Era um flash.
Uma onda de fogo instantaneamente se espalhou pelo céu, e morreu num carmesim que previu o fim do mundo.
A onda de colar varreu sobre para queimar toda criação. Sua força digna do nome de Ruína.

Aquela garotinha… ela usou uma Skill de alto ranque contra oponentes de classe bem mais baixa…
Deve haver um limite para excessos. (NT: Foi, como diz em inglês, overkill.)

As reações que eu senti dos Anjos sumiram todas de uma vez.
Contra o fogo vindo até mim do topo para o chão, esquerda para direita, eu usei meu próprio 『Sobre-Governar』.

Era uma quantia enorme de pura energia, combinando pelo título dela.
ela deve estar estocando um bocadinho de fúria durante sua vida cotidiana.

“Ugwoooooooooooooooooooooooooh!!!!”

No máximo, faz dez mil anos e um pouco desde seu nascimento. Os anos acumulados de Kanon nem se equiparavam à um décimo dos meus.
Meu Sobre-Governar, a superioridade que eu senti como um líder, o sentimento de supremacia que eu uma vez senti como um Lorde de Anjos bloqueou as chamas inevitáveis, e começou à apagá-las.
Meu poder, minha Mana está me deixando. O poder que eu havia acumulado por tanto tempo, o poder que eu juntei, para poder evitar minha destruição absoluta, eu tenho que liberar ele.

Eu não sei se as chamas dela haviam continuado por alguns minutos, ou talvez apenas um número de segundos.

No fim, eu saí por cima.
O céu se limpou. Nada permaneceu dentro dele.
Nem um traço daquele calor foi deixado para trás. Era como se aquele fenômeno que havia me envolvido tinha sido parte de um sonho. Mas minha Mana gasta, e a continuada não-existência dos meus Anjos indicava a realidade da questão.

Droga.
Com isto, Heard havia perdido sua razão para lamento. Com dois Lordes Demônio de Alto Nível aqui, a derrota de Zebul é inevitável.

“Ku… 『Decoração Externa』!”

Do meu exército correndo pela terra… do meu estoque, eu converto três deles em Anjos.
Junto com uma luz branca pura, a ascensão de falsos Anjos foi disparada com flechas de fogo pelo lado, deixando para trás nem uma cinza no que eles foram queimados.
Isso não vai rolar, entendo.

Nossa afinidade é ruim demais. Se fosse Heard sozinho, isso seria uma coisa, mas mesmo sem asas, Kanon possuía a capacidade de destruir quaisquer tropas que eu empregava ao céu.
Eu tenho quinhentas unidades sobrando em estoque. Mas eu não posso apenas converter todas elas em Anos. Isso pareceria muito inatural.

“Tsk… maldita aquela garotinha. Ela veio para ficar no meu caminho na pior hora possível… meu poder… meu poder é insuficiente.”
“Vanity-san… você sabe, você podia ter apenas esquivado…”

Tendo calculadamente pulado do seu dragão voador para evitar o fogo no céu, Hiero gritou para mim do chão. A própria montaria dela queimou até a morte.

“CALA A PORRA DA BOCAAAAAA! MERDA, MERDAAAAAAAA!” (NT: Me uso de licença artística pelos palavrões.)

Eu não sou o suficiente. Eu não consigo alcançar.
Três deles. Três Lordes Demônios da mais alta classe. Não, mesmo que fosse apenas Heard e aquela pequena Kanon, eu não acho que eu seria capaz de destruí-los.
Eu olhei para baixo para Hiero. Aquela lá não presta. Aquilo ali é lixo. Em primeiro lugar, um Lorde Demônio de baixo ranque nem comprará tempo daqueles dois.

Minha sorte era que eu ainda consegui manter meu disfarce. Nem minha face ou estatura verdadeira foi revelada. Não, eu posso mudar ambos como quiser com meu poder.
Então devo fugir? Eu de todas as pessoas escolheria recuar? Eu posso permitir algo assim?

Não, não, não! Você está dizendo que eu, eu vou fugir diante de Kanon e Heard Lauder?

Permitir… não tem como eu poder fazer isso.

“Vanity-san, calma… se acalme! Por favor se acalme, e me dê mais algum poder!”
“… O que?”

De todas as coisas, aquele lixo estava dizendo algumas coisas incompreensíveis com uma expressão séria.

“O que você está tentando dizer?”
“Por favor ouça cuidadosamente, Vanity-san!”

Seus olhos azuis estavam brilhando.
Seus braços estavam forçadamente cruzados, e enquanto ela me encarava, eu não podia sentir qualquer sinceridade dela. Apenas o que é que lealdade deveria ser para aquela garota?

“Os inimigos numeram dois, ainda mais, contra Kanon-san e Heard-san, até você ficaria em nada além de um lugar apertado, Vanity-san. Porque seria dois contra um.”
“Como diz a razão. Agora tente continuar.”
“E então, é hora para sua leal, leal subordinada Hiero brilhar! Se eu estou ao seu lado, isso faz dois contra dois, e ao menos, nós teremos um empate em números. Mas com meus poderes atuais, seja contra Kanon-san ou Heard-san, eu não serei capaz de aguentar por nada mais do que um instante.”
“Entendo… significando que o que você está dizendo é que se eu colocar mais algum poder em você, você irá contra um dos dois. É isso o que você quer dizer, correto?”

Esta puta, como se alguém do seu nível pudesse ir contra qualquer um deles.
Mesmo se você tivesse uma esmagadora diferença em poder, você perderia em experiência de batalha.
Em primeiro lugar, você disse isso você mesma, não disse? Que você nem era uma soldada.
Não há nada sobrando para ouvir de você.

Ouvindo minhas palavras, Hiero parecia ter alguma dificuldade falando.

“Não… eu provavelmente não serei capaz de ficar de frente à nenhum deles… mas eu irei torcer por você, eu lhe asseguro. Aha.”
“ENTÃO VOCÊ NÃO PRECISA DE QUALQUER POOODEEEER, CERTO!!!? MALDITOOOOO LIIIIXXXOOOOOOO!! Você está talvez tentando me fazer de tolo!! Que tem isso?” (NT: E é assim que você acaba abraçando o pecado da Ira.)

Droga. Esta aqui só continua dizendo coisas para botar na pilha da minha animosidade!
Eu não ligo mais. Eu perdi meu tempo. Vamos apenas… confiscar meu poder de volta dela logo.
Se eu conseguir de volta o que quer que eu concedi à ela, não irá amontoar a nada grande. Mas é infinitamente melhor do que deixar isso para ela.

Eu desmontei o dragão. Qualquer que seja o caso, como eu me tornei incapaz de usar meus Anjos, minhas opções foram divididas em recuar, ou atacar.
Eu encarei Hiero, que estava de pé reta no solo. Parando para pensar nisso, eu tenho a impressão que o destino me abandonou no momento que eu peguei você como uma subordinada.

Então que seja. Como a maior simpatia que eu posso oferecer, eu lhe darei uma morte sem dor.
No momento que eu estendi meu braço para tentar pegar de volta meu poder, Hiero franziu.

“Ah, mas… aquilo é… eles parecem estar lutando um com o outro agora.”
“… O que?”

As Manas de Orgulho e Gula e Ira se misturaram para erguer um poderoso redemoinho.
Pelos olhos do meu exército parado uma distância longe, Hiero estava, com certeza o suficiente, dizendo a verdade.
O punho de Heard estava direcionado para as chamas cercando Kanon, e a Onda de Esfomeamento de Zebul expandiu explosivamente para engolir todos eles juntos. Esta malícia, este espírito, este cenário, eles verdadeiramente estava indo nas gargantas um do outro. (NT: Isso é na realidade uma expressão que eu esqueci se temos equivalente… que coisa.)

Por qual lógica Lordes Demônio sob a mesa bandeira começam à lutar um contra o outro?
Ainda mais, um dos três é a Grande Maou, sabia.
Esta medonha falta de cooperação. Nas dezenas de milhares de anos desde que eu caí para Demonidade, eu acho que eu cheguei à entender ela, mas… droga, é por isto que eu odeio Demônios!

“Isto está começando à parecer estúpido, então eu vou para casa, okay… Que tal você retornar também, Vanity-san? Não, não é como se eu fosse lhe parar se você quer participar naquela frente de batalha…”

Hiero arbitrariamente se montou no dragão de que eu tinha descido.

Sim, isto verdadeiramente está começando à parecer estúpido. É estúpido, e eu não consigo entender a razão também, mas esta mulher com certeza diz algumas coisas inacreditáveis.
Ainda, aquela disputa de três lados… não, participar daquele mata-mata será verdadeiramente uma perda sem sentido de poder.

Havia uma clara tendência quando haviam dois deles lutando, mas agora, está só começando à se tornar complicado. Originalmente, aqueles do mesmo lado deviam estar cooperando, mas parece que Kanon está mirando em Heard de sua própria vontade.
Por outro lado, Heard está colocando uma luta igualada, e eu não tenho certeza de onde aquela confiança dele vem, mas aprece que o nível atual de poder dele está ainda subindo. Todos os três deles contém os pecados com as maiores capacidades ofensivas, e não seria estranho para um deles sair por cima por um único incidente.

Enquanto eu estava preso hesitando, o dragão voador havia tomado os céus, e partiu. Eu falhei em pegar de volta meu poder.
… Mas, certo. Aquela garota era certamente bem esperta. Para ela ser capaz disso nesta situação… só vai para mostrar que eu tenho muito para aprender…

Eu suspirei. Sério, por que Kanon está aqui… além disso, esta luta parece inacabável.

O objetivo mínimo de eu enviar Anjos foi realizado, mas parece que eu terei que trabalhar no meu plano de novo.
De todo resto, eu devo começar buscando nas intenções da Kanon, e a personalidade dela… meu número de tropas também declinou consideravelmente. Eu terei que suplementar aqueles também.

Perfeitamente naquele momento, no próprio fim do fim, eu ouvi a voz de Hiero de lá de cima.

“Ah, Vanity-san. Mais uma coisa que eu possa adicionar… Você cortou fora sua 『Zona Abismal』 por enquanto, então talvez você não tenha notado, mas… parece que uma presença branca está seguindo em nossa direção, então se você não quiser ir contra ela, eu altamente recomendo que você mude sua localização. Porque baseado em onde você está ficando, você será o primeiro no caminho dela. Kusu kusu kusu, hoje certamente foi animado.”

Ela disse o que quer que ela queria, antes da sombra do dragão voador desaparecer no céu distante. Eu não tenho certeza para onde, mas certamente para que ela não se envolvesse. Na direção oposta do Castelo das Sombras.
O relato que ela deu no fim era a forma dela de lealdade? … Bem, eu acho que é algo melhor do que zero.

Uma presença branca… branca, é? Todos os Anjos que eu criei foram usados. E isso significa que o que sobrou é ou outro que vagou para baixo do Céu, ou talvez a verdadeira Valquíria.

Qualquer que seja o caso, ela não é minha inimiga, mas… se eu for descoberto, será realmente um saco. Mesmo se eu puder esconder minha própria presença, eu não posso fazer nada para aquele alguém branco se aproximando.
Mas eu estou duvidoso se aqueles três notarão ou não enquanto eles estão tão focados um no outro…

Então agora, o que eu devo fazer?
No que eu inclinei minha cabeça para pensar, eu de fato peguei aquela entidade na minha percepção. Estava surpreendentemente perto.
Independentemente do fato que eu havia ocultado minha presença, aquela entidade estava vindo direto na minha direção como uma flecha. A distância era algo por volta de um quilômetro. Uma velocidade considerável, e mesmo que eu recuasse, é provável que ela me alcançaria.

Eu ativei uma Skill de Orgulho. Era uma Skill para deixar para trás o fluxo de tempo. Faz um longo tempo desde a última vez que eu usei ela. Minha cognição se aperfeiçoou, e o tempo ao meu redor se desacelerou por vários níveis.

E eu usei os menores movimentos possíveis para esquivar da mulher envolta em luz descendo em mim pelo alto, esmaguei a espada de luz dela, e implantei meu punho na cabeça dela.


Tradução: Thyros



Fontes
Cores