TER – Capítulo 316 – Ponto de vista: Kuina


Meu nome é Kuina, sirvo a Nação dos Homens-Fera como camareira do palácio.

Quando eu tinha dois anos, fui levada ao berçário para as empregadas domésticas no palácio, mas não me lembro de nada antes disso. No berçário, as órfãs reuniam-se para a educação; as qualificadas seriam escolhidas como camareiras, enquanto as que não conseguissem se qualificar até uma certa idade seriam designadas para outros departamentos.

O treinamento era tão duro que mortes não eram incomuns, mas mesmo com baixo desempenho, desde que você permanecesse vivo, não seria abandonado. Se fosse um abrigo para órfãos, seria considerado gentil.

O qualificador para se tornar uma camareira era o poder de combate e, graças ao meu talento para lutas, fui escolhida para me tornar uma. Treinei com minhas antecessoras até os 14 anos de idade, quando fui apresentada a Minha Senhora. Sempre me lembrarei da primeira vez em que fui apresentada à senhora recém-nascida.

A sensação que senti foi indescritível. Não era apenas a beleza dela nem o sentimento de nervosismo que eu sentia, embora isso estivesse presente.

Era sabido que as crianças da Tribo dos Gatos-Vermelhos tinham cabelos dourados ou ruivos e pele amarela, e seus olhos eram principalmente dourados, prateados, cianos ou marrons, isso incluía membros da Família Real.

No entanto, os cabelos e a pele de minha senhora eram brancos como a neve e os olhos eram vermelhos. Quando nos conhecemos, eu não pude dizer qual era a raça dela por um momento. Foi surreal.

Eu não sabia na época, mas Minha Senhora era uma variante rara chamada Donzela Branca do Santuário.

Todos os presentes estavam felizes enquanto contemplavam a menina recém-nascida. Aquelas que nasciam como Donzelas Brancas do Santuário adquiriam habilidades ou técnicas especiais ao nascerem, e a chama branca possuída por minha senhora era uma forte habilidade única conferida pelos deuses. Segundo os estudiosos que vieram estudar a habilidade, ela superava a chama dourada em poder.

Com esse poder vieram grandes expectativas e pessoas irritantes. Havia aqueles que queriam que ela usasse esse poder para destruir o Reino de Bashar e outros que queriam que Minha Senhora usasse o poder para benefícios pessoais.

Aqueles com intenções maliciosas começaram a espalhar boatos ruins sobre o Reino de Bashar, na esperança de infectar minha dama, mas o Senhor das Feras, apesar de ser um cérebro de músculo, pensou na felicidade de minha senhora e apresentou um plano para não esmagá-la com expectativas.

Em resposta, Meu Senhor providenciou guarda-costas para minha dama e também concedeu sua liberdade fora do palácio. Fui a única encarregada de acompanhá-la no exterior e, apesar dos perigos, Minha Senhora ganhou liberdade e uma vida melhor do que ficar presa dentro do palácio.

Aqui, ela cresceu saudável e Minha Senhora, que foi mimada quando nasceu, acabou se tornando uma lutadora excepcional. Quando ela completou 13 anos, ela se tornou forte o suficiente para esmagar um calabouço.

Quando isso aconteceu, fiquei surpresa. Minha Senhora ainda não era proficiente no controle de sua habilidade e acidentalmente ficou fora de controle. Aquela dungeon rank E, em pouco tempo, foi aniquilada.

Tudo isso aconteceu em um calabouço perto de uma cidade pequena. A guilda dos aventureiros local descobriu Feras Demoníacas se preparando para fugir, e minha senhora, que havia aprendido que era o dever dos nobres proteger seu país, correu para ajudar.

Ao entrar na dungeon, encontramos um fluxo de monstros correndo para a saída, então minha dama desencadeou sua habilidade. Eu disse a ela que poderia se retirar e deixar para os aventureiros, eles poderiam lidar com isso, mas ela ainda estava em uma fase rebelde na época.

Foi apenas uma bravata, Minha Senhora desencadeou sua habilidade, que se espalhou e engoliu o calabouço inteiro. Da entrada, todas as feras demoníacas de nível intermediário lá dentro foram engolidas pela chama branca, e o tamanho da dungeon funcionou como uma vantagem para minha senhora, pois os corredores eram apertados. Em face da Chama Branca, mesmo os monstros rank E e D não podiam fazer nada para detê-la.

Embora todos os aventureiros tenham sobrevivido no final, o núcleo do calabouço foi arruinado, completamente destruído, então tudo foi em vão.

Com esse evento, Minha Senhora ganhou muita experiência e adquiriu sua evolução, e com isso, um novo título; não era Exploradora de Calabouços, mas Tirana de Calabouços. Você poderia sentir a influência dos deuses nisso.

A ânsia de Minha Senhora em ajudar às vezes causava problemas para as pessoas, mas no final, as coisas acabaram bem.

O único problema que pude ver foi que ela não tinha amigos da idade dela. Bem, para começar, ela era muito poderosa quando comparada às pessoas de sua idade, e seu status real faria com que aqueles ao seu redor a tratassem com um senso de dignidade.

Apesar de tudo, Minha Senhora enfim encontrou alguém que poderia ser sua amiga.

Nos deparamos com a Princesa do Raio Negro dos rumores em nossas viagens. Desde que ouvi o boato, fiquei pensando se ela se tornaria amiga da minha senhora. Ah, mas de repente elas começaram a brigar… minha ilusão de minha dama com uma amiga começou a desmoronar e foi um pouco difícil de entender.

Fran gostava de brigar tanto quanto a minha dama e elas se deram bem, mas quando eu disse que elas eram amigas, as duas ficaram com raiva e se chamaram de rivais. Para ser honesta, era difícil saber o que se passava dentro do cérebro de uma pessoa tão estúpida.

Depois de nos separarmos de Fran, fomos para o sul para participar da guerra contra o Reino de Bashar, mas fomos rejeitadas. Bem, isso era de se esperar, com a ausência dos Lordes das Feras, eles não podiam enviar alguém da família real para as linhas de frente, quanto mais estarem preparados para assumir total responsabilidade.

Como não podíamos entrar nas linhas de frente, acabamos ajudando em uma base de suprimentos perto da retaguarda.

O humor de Minha Senhora se deteriorou aos poucos e eu fiz o meu melhor para apaziguá-la, mas no momento em que trouxe o assunto de segui Fran, ela se iluminou. Que garota simples, talvez eu pudesse usar isso no futuro?

Embora nós seguíssemos para o norte no mesmo instante, não havia sinais de alcançar Fran. Foi durante a nossa jornada que descobrimos que ela havia se envolvido em uma confusão por razões desconhecidas, mas quando chegamos, ouvimos apenas que ela já havia saído.

Enfim, assim que tivemos uma ideia clara de onde eles estariam, aceleramos e até acionamos o Despertar, no entanto, a velocidade do Lobo Demoníaco de Fran superava o que esperávamos, e quando estávamos nos aproximando…

Encontramos algo terrível no local.

O local, Greengoat, estava em pânico, com o pessoal correndo para sair. Segundo o lorde, um grande número de Feras Demoníacas se aproximava do norte.

Poderia ser uma rebelião? Nesse caso, talvez o Reino de Bashar estivesse envolvido, parecia que Fran e outros aventureiros foram atacados por assassinos, então talvez os dois eventos estivessem ligados. Eu não imaginaria que eles mandariam assassinos, mas se fosse esse o caso, os aventureiros não deveriam estar indo para o sul, e não para o norte?

A maioria dos aventureiros deste país tinha fome de batalha e pagaria o dobro para o inimigo. Como resultado, a maioria deles estava indo para o Reino de Bashar, deixando a retaguarda desprotegida.

Bem, isso não importava, Minha Senhora estava animada e depois que descobrimos que os aventureiros restantes seguiam para o norte, partimos para lá.

Ao longo do caminho, descobrimos mais dois grupos além do que conhecíamos.

Um dos grupos já havia sido interceptado, parecia que havia alguns inimigos poderosos, mas os aventureiros também eram bons. Nós poderíamos participar, mas isso não seria um exagero? Em vez disso, Minha Senhora e eu fomos em direção ao último grupo que era um pouco menor.

A coisa mais chocante que encontramos foi o grande número de feras malignas e seres malignos, todos eles usavam equipamentos semelhantes e eram liderados por seu comandante, um Dullahan. Eles eram capazes de seguir ordens e formar táticas de batalha, no entanto, mesmo com tudo isso, não eram páreos para nós. Depois que tiramos o Dullahan deles, o resto das forças foi facilmente derrotado.

Depois que terminamos de exterminar as feras demoníacas restantes, continuamos para o norte, tentando investigar a fonte e, conforme prosseguimos, Minha Senhora cresceu junto com Llinde, e as coisas ficaram mais fáceis.

No entanto, o que deveria ser uma simples investigação acabou sendo algo mais urgente. O que descobrimos foi Fran cercada por um grande número de Seres Malignos, segurando-os por conta própria.

É claro que Minha Senhora não se contentaria apenas em investigar, e ela não deixaria Fran lutar sozinha, então nos juntamos à batalha.

Mas, por que meu oponente tinha que ser o Dullahan fortemente armado? Para ser sincera, era difícil vencer esse tipo de inimigo com minhas habilidades. O principal problema é que não tinha como acabar com a luta. Meu estilo de luta girava em torno do assassinato e da fraqueza dos inimigos, mas isso não funcionaria com um fantasma tão bem equipado.

No entanto, como Minha Senhora me disse para fazer isso, não havia razão para recusar.

— Minha senhora pediu que eu parasse você.

— …

— Tá, tudo bem. Esse fantasma silencioso é tão chato.

— …

— Seja como for, acho que não há o que fazer, talvez eu aproveite essa chance para aprender a lutar em silêncio.

O lema da minha vida era evitar a fadiga sempre que possível, mas, a fim de corresponder às expectativas de minha sama, pensei em me esforçar.


Tradutor:




Fontes
Cores