TER – Capítulo 212 – Vs Fermus — A batalha começa


— Bom dia, senhoras e senhores, e bem-vindos aos eventos finais do Torneio de Artes Marciais. O clima está ótimo hoje, é um dia perfeito para enfim apertarmos o cinto e assistirmos as duas últimas partidas deste ano. A primeira que teremos hoje será um confronto pelo terceiro lugar!

Parecia que hoje seria a última vez que ouviríamos o narrador e seus comentários. Perceber isso quase me fez sentir uma sensação de solidão, o mesmo tipo que você sentiria quando um festival de que gostava chegava ao fim.

“Mestre. Se sentindo mal?”

“Nah, é que minha ficha ainda não caiu, não acredito que hoje é o último dia do torneio.”

“Jogarei todas as cartas.”

“Sim, vamos fazer isso.”

“Nn!”

Fran era diferente de mim no sentido de que ela não sentia nem um pouco de lamento. Ela estava muito ocupada ficando toda animada. A jovem gata-negra parecia não pensar em nada além do duelo em que estava prestes a se envolver.

Vê-la assim me fez sentir que ela era extremamente confiável.

— Entrando pelo oeste, temos uma aventureira rank C que usou este torneio para tornar seu nome famoso! Fran, a Princesa do Raio Negro! Não se deixem enganar, pessoal, porque ela é uma baita lutadora! Suas presas são tão afiadas que até lhe permitiram derrubar um rank A! Vamos torcer para que mais uma vez a vejamos desencadear aquele assustador raio preto na arena!

Ouvimos nosso último rugido de boas-vindas quando entramos no ringue. Imaginei que a maioria dos membros da plateia estivesse presente para assistir às finais, mas eles acabaram torcendo por Fran mesmo assim.

— Mmph. Aqui.

“Infelizmente, ele parece estar em ótimas condições hoje.”

Fermus caminhou em direção ao palco com um sorriso relaxado decorando seu rosto. Ele não parecia nem um pouco nervoso. Era algo que eu deveria ter imaginado, já que ele já ganhou três vezes seguidas esse campeonato.

“Infelizmente não.”

“Bem, tudo bem se é assim que você se sente, eu acho.”

Fran, ao contrário de mim, desejava vê-lo em perfeita forma. Sua natureza como maníaca por batalhas faria com que ela acabasse ficando bastante decepcionada se ele não estivesse.

— E do leste, Fermus, o Caçador de Dragões! Dizem que ele se aposentou, mas, para mim, não parece que a força dele tenha desaparecido nem um pouco! De forma lamentável, ele perdeu a última rodada, mas com certeza continua forte!

O equipamento de Fermus estava tão leve quanto de costume. Ele não parecia usar nada além de uma camisa branca e uma calça preta, se você o olhasse de longe. O homem mais velho e elegante tinha um ar um pouco áspero, mas profissional, como um mordomo que tirara a jaqueta e estava pronto para brigar. Mesmo assim, seu traje era na verdade composto de partes que ele havia conseguido de dragões e monstros tão fortes quanto. Olhá-lo mais de perto permitiria dizer que ele estava basicamente usando uma cota de escamas.

— Ei, há quanto tempo.

— Nn.

— Você ficaria brava se eu dissesse que nunca esperava competir com você pelo terceiro lugar?

— Penso o mesmo.

— Acho que o sentimento é mútuo.

Eu esperava lutar com Royce, mas Fermus havia se mostrado o mais forte dos dois. Eu tinha que admitir que as técnicas baseadas em fios do velhote eram uma ameaça real. Não sabíamos como eles funcionavam, nem o que ele poderia fazer com eles. Adivinhar suas táticas estava fora do escopo de nossas habilidades. O pior de tudo era que ele era muito mais experiente do que nós.

Nossos atributos eram mais altos do que os dele, então, se perdêssemos, seria com certeza devido à nossa falta de conhecimento ou experiência.

Lutar com Amanda havia provado que não éramos bons o suficiente para criar táticas funcionais, pois ela conseguiu destruir por completo nossa estratégia menos sensata de sacar nosso trunfo logo de cara.

— Esta partida será uma para aguardarmos com expectativa! Uma jovem aventureira no meio de seu crescimento será confrontada com um experiente rank A. Qual dos dois chegará ao topo!?

— Eu.

— Não, serei eu.

Fran adotou uma postura, que logo levou Fermus a fazer o mesmo. Ele parecia estar de mãos vazias, mas eu sabia que não havia como isso acontecer. Sua posição era, sem dúvida, uma da qual ele poderia implantar e manipular suas armas semelhantes a fios.

 

Nome: Fios de Batalha da Barba da Baleia-Monarca
Ataque: 100~489
MP: 500
Durabilidade: 500
Condutividade Mágica: C~A
Habilidades
Elemento do Espaço/Tempo Elemento da Luz Elemento Superior da Água Elemento do Gelo/Neve

 

Nome: Fios de Batalha da Aranha-Devoradora-de-Dragões
Ataque: 55~455
MP: 300
Durabilidade: 700
Condutividade Mágica: D~B+
Habilidades
Elemento das Chamas Elemento da Areia Elemento Superior da Terra Elemento da Tempestade Elemento da Lava Elemento do Relâmpago

 

Seus fios tinham um grande número de afinidades elementares ligadas a eles. Eu não tinha muita certeza de como eles funcionavam, mas se tivesse que chutar, assumiria que cada segmento individual poderia ter seu próprio elemento. Da mesma forma, cada fio individual parecia ter um valor diferente para seu ataque e condutividade mágica.

— Parece que eles estão prontos! Sem mais delongas, que a batalha pelo terceiro lugar… comece!

Criamos uma barreira e disparamos vários feitiços ofensivos no momento em que o narrador sinalizou para começarmos.

— Choque do Trovão.

“Ventania do Desastre. Onda de Chamas. Veneno Ácido.”

Lançar vários feitiços não funcionou com Amanda, mas achei que a tática ainda poderia ser eficaz contra alguém como Fermus.

Todos os nossos quatro feitiços tinham como alvo os fios dele. Queríamos que o feitiço baseado em relâmpagos passasse por seus fios e o chocasse, o feitiço baseado em fogo queimasse seus fios, o feitiço baseado em veneno foi usado para derretê-los e o feitiço baseado em vento para jogá-los para longe e impedi-lo de usá-los para atacar.

E isso funcionou. Nossos feitiços foram capazes de anular a primeira onda de ataques que ele lançou contra nós quando a partida começou.

Apesar disso, não tínhamos conseguido nenhum acerto, pois seus fios de modo súbito pulsaram com energia mágica e dispersaram nossos feitiços. A densidade da mana que fluía através de suas armas era tão alta que eu nem precisei olhar para entender o que havia acontecido.

Não parecia que poderíamos colocar muita pressão nele apenas com mágica.

“Parece que teremos que envolvê-lo em um combate a curta distância.”

— Nn.

Em circunstâncias normais, teríamos mantido a vantagem com a distância. Poderíamos simplesmente continuar a bombardeá-lo com magia a algumas centenas de metros até que o forçássemos a ceder. A arena, porém, era pequena demais para permitir a tática mencionada acima. A barreira fazia com que estivéssemos sempre ao alcance de seus fios e dos ataques em constante mudança que ele poderia usar para lançar de qualquer direção.

Foi por isso que decidimos lutar com ele de perto, onde seria um pouco mais difícil para manipular seus fios de acordo com sua vontade.

Aproveitamos a lição que Amanda nos ensinou e evitamos o uso da Anulação de Dano Físico, porque entendemos que Fermus era o tipo que usava golpes rápidos em e em rápida sucessão.

“Primeiro, aproximação.”

“Hã-hã.”

— Ímpeto do Relâmpago Brilhante!

Fran acelerou em direção a Fermus. Ele reagiu criando um muro com seus fios, mas acabou sendo incapaz de nos parar.

“Mestre! Executando plano!”

“Entendido! Deslocamento Dimensional! Pequeno Salto!”

Eu nos teletransportei e, desta vez, assumi que seríamos completamente vistos. A razão pela qual eu estava disposto a fazer essa mudança foi porque eu tinha eliminado o risco associado a ela através do uso do Deslocamento Dimensional, um feitiço que levava alguns segundos para ser ativado, mas poderia impedir todos os tipos de ataques diferentes. Era mais do que suficiente para nos proteger de sermos atropelados no momento em que reaparecêssemos.

E foi isso mesmo o que aconteceu — uma série de fios nos atacou de quatro direções diferentes no momento em que terminamos o teletransporte.

A aplicação de nossa contingência fez com que eles passassem através de nós sem causar nenhum tipo de dano.

— Hum! Eu sabia. Você realmente pode usar a Magia de Espaço/Tempo.

— Haaaaahhh!

Fran tentou me elevar acima de sua cabeça e bater minha lâmina no corpo de Fermus, mas não foi capaz. Ele já havia descoberto nosso objetivo e, assim, criou uma barreira com seus fios e me parou.

Cada fio individual era bastante fraco, mas ele foi capaz de fortalecê-los e transformá-los em um escudo, canalizando energia mágica através deles e usando algumas dúzias em conjunto.

Não poderíamos tirar proveito do nosso maior nível de habilidade com armas, porque ainda não tínhamos ideia do que os fios de Fermus poderiam fazer. Não havia como ver através de suas técnicas ou prever suas ações sem um conhecimento adicional de seu estilo de luta.

“Mas está tudo bem! Porque ainda não terminamos!”

Não precisávamos que eu entrasse em contato com a carne de Fermus para feri-lo. O raio preto que envolvia o corpo de Fran atingiria o que quer que ela atacasse.

Em outras palavras, atacar os fios de Fermus faria com que eles fossem atingidos por um raio. A energia elétrica conduziria seu caminho através de seus fios e, no fim, o machucaria.

Ou pelo menos, foi o que deveria ter acontecido.

— Isso não vai funcionar.

— Kuh!

O relâmpago negro começou a percorrer os fios de Fermus, mas, na sequência, diminuiu e perdeu seu poder enquanto se movia, para desaparecer por completo antes de alcançá-lo. Ele conseguiu usar o grande volume de seus fios para dispersar toda a energia elétrica antes que ela chegasse a ele.

Fran continuou atacando Fermus enquanto aparava os fios com os quais ele a contra-atacava, mas sem sucesso. Nenhum raio dela o alcançou; tudo se dispersou e fluiu para o solo ou para o ar.

Ele manipulava facilmente nossa técnica com um método que nunca imaginávamos ser possível.

“Deslocamento Dimensional. Pequeno Salto. Síntese Múltipla de Doppelganger!”

Eu nos teletransportei de novo, mas, desta vez, também invoquei alguns doppelgangers para distraí-lo. Era meio óbvio que Fermus conseguiria derrotar as cópias em um instante, mas não me importei com isso. O que importava era que os doppelgangers eram mais do que apenas ilusões. Suas formas físicas forçariam Fermus a investir seu tempo em lidar com eles.

Observar meus sósias morrerem era algo que costumava me fazer estremecer, mas aos poucos me acostumei e me tornei insensível por causa de toda a prática que passamos a ter em usá-los.

— Nn?

“Hum?”

Nenhum dos três doppelgangers que eu criei tinha assumido a forma que eu esperava que eles tivessem.

 

Nome: Doppelganger
Ataque: 100
MP: 50
Durabilidade: 100
Condutividade Mágica: C

 

Eles não tinham a forma que eu tinha quando ainda era humano, mas possuíam minha forma atual. Em relação a aparência, eles eram réplicas perfeitas de mim; era impossível diferenciar-nos de relance.

Por sorte, eles ainda poderiam fazer seu trabalho; os olhos de Fermus acabaram sendo puxados para as lâminas recém-formadas.

Eu estava muito curioso para saber por que meus doppelgangers de repente se transformaram em espadas, mas acabei arquivando o pensamento por ora. Eu precisava me concentrar na batalha.

“Vá!”

Lancei telecineticamente meus doppelgangers em direção ao caçador de dragões. Eu não tinha planejado que eles o ferissem, então só coloquei força suficiente para fazê-los avançar em sua direção na mesma velocidade em que teriam se estivessem em queda livre.

Nenhuma das réplicas realmente tinha muita durabilidade, então ele as destruiu em um instante. Mas, me repetindo, elas serviram ao seu propósito.

Tivemos muita sorte por Fermus ter acabado de lutar e perder para Forrund. A experiência que ele ganhou da batalha ainda estava fresca em sua mente, então ele acabou prestando muito mais atenção aos doppelgangers do que era necessário. Nós escapamos de sua atenção como resultado.

— Haaaaah!

— Quê!?

Aproveitamos a abertura e o atacamos. Embora o caçador de dragões tenha conseguido evitar um golpe direto, ele ainda acabou sangrando. Foi um resultado muito bom, considerando que eu havia ativado a Presa Venenosa Mágica e acrescentei veneno ao ataque.

O velho caçador de dragões tinha uma habilidade que o tornava resistente a condições anormais de status, mas eu não me importei. Meu objetivo era mais uma vez não causar nenhum dano direto a ele, mas prejudicar sua capacidade de se concentrar. Não havia como manipular essa enorme quantidade de fios não exigir uma quantidade incrível de concentração.

Fran continuou disparando e atacando. Feridas superficiais começaram a aparecer por todo o corpo dele enquanto a garota fazia isso.

Seus fios eram poderosos e difíceis de lidar, mas ainda seríamos capazes de derrotá-lo desde que ficássemos per-…

“Fran, cuidado!”

— Mmph!

Um pedaço de fio subiu sob os pés de Fran e tentou prendê-la e atacá-la.

Fermus nos atraiu para uma das armadilhas que ele preparara ao descobrir que queríamos envolvê-lo em um combate corpo a corpo.

Eu mal percebi a tempo de Fran evitar um golpe direto por causa da minha habilidade Detecção de Armadilhas. Foi extremamente difícil de perceber isso por causa do alto nível da habilidade Criação de Armadilha de Fermus. Ela era do tipo que ativava se tocássemos em um dos muitos fios que a formavam.

Precisávamos prestar atenção e ter mais cuidado para não sermos atraídos para uma armadilha.

Ele aproveitou a oportunidade causada por nós recuando da armadilha para recuar e ampliar o espaço entre nós.

Puta merda! Lidar com ele e seus malditos fios era uma enorme dor de cabeça!


Tradutor:




Fontes
Cores