TER – Capítulo 104 – Eugene



Nós seguimos para o terceiro andar da Guilda depois de recebermos o pagamento.

Depois de vendermos os materiais, nós perguntamos a Guilda se eles conheciam algum Alquimista que poderia nos ajudar, e, aparentemente, eles conheciam uma pessoa. A filial da Guilda de |Barbola| tinha contratado um Alquimista bastante habilidoso para trabalhar com eles, e ele estava presente no momento, então nós decidimos fazer uma visita a ele na mesma hora.

Nós fomos guiados ao nosso destino por uma Elfa. Embora ela tivesse 50 anos de idade, ela parecia estar perto de seus vinte anos. A porta em que ela bateu tinha uma placa a descrevendo como o “Laboratório de Eugene”, e estava localizada em uma área que parecia conter instalações que seriam usadas para produzir todos os tipos de itens e materiais para consumo.

(???): “Entre”

(Elfa): “Por favor, desculpe nossa intrusão”

Dentro do quarto estava um único homem com seus braços esticados. Ele estava na idade em que seus cabelos começam a ficar grisalhos, mas, apesar disso, ele usava um penteado para trás e deixava seu cabelo crescer tanto que ele percorria todo o caminho até suas costas. Seu corpo magro, porém, alto, estava coberto por uma túnica folgada, e seu rosto tinha um sorriso gentil. Os óculos redondos no topo de seu nariz realmente combinavam bastante com o resto de sua figura e o auxiliavam a passar uma sensação de intelectual.

No entanto, seus olhos eram um pouco estranhos: o branco era preto e as íris eram verdes. Também parecia como se um tipo de antena crescesse de suas entradas no cabelo.

(Elfa): “Boa tarde Dr. Eugene, eu trouxe alguém que queria te ver”

(Eugene): “Oh? Que senhoritazinha fofa nós temos aqui. Você é uma Aventureira?”

(Fran): “Nn. Aventureira Rank D. Fran”

(Eugene): “Rank D? Isso é bem impressionante”

 

Nome: Eugene Idade: 62 anos
Raça: Meio Homem-Inseto Tribo das Abelhas
Classe: Instrutor de Alquimia Level: 55
Condição: Normal
HP: 209 MP: 596
Força Física: 101 Resistência: 108
Agilidade: 159 Inteligência: 359
Mágica: 220 Destreza: 333
HABILIDADES
‖Redução no Tempo de Encantamento‖ Lv3 ‖Magia do Vento‖ Lv2 ‖Avaliação‖ Lv8 ‖Colheita‖ Lv7 ‖Resistência a Bosques‖ Lv3 ‖Magia da Vida‖ Lv5 ‖Habilidades com Lança Curta‖ Lv5 ‖Técnicas com Lança Curta‖ Lv2 ‖Arremesso‖ Lv7 ‖Conhecimento de Venenos‖ Lv8 ‖Toxicologia‖1 Lv9 ‖Magia do Fogo‖ Lv3 ‖Magia de Água‖ Lv5 ‖Herbalismo2 Medicinal‖ Lv7 ‖Conhecimento de Ervas Medicinais‖ Lv5 ‖Resistência a Ferro fundido‖ Lv6 ‖Alquimia‖ LvMáx ‖Transmutação‖ Lv5 ‖Imunidade a Veneno‖ ‖Imunidade a Paralisia‖ ‖Manipulação de Magia‖ ‖Aumento Superior na Inteligência‖
HABILIDADES INERENTES
‖Detecção de Presença‖ Lv3 ‖Produção de Veneno‖ Lv4 ‖Spray de Veneno‖ Lv1
TÍTULOS
Especialista de Itens Mestre do Veneno Mestre das Poções Mestre Alquimista
EQUIPAMENTOS
[Bastão Lança de Pedra Mágica] [Túnica Costurada com a Liga do Deus das Trevas] [Sapatos para Caminhar na Água] [Bracelete da Destreza] [Bracelete do Armazenamento]

 

Ele era um Homem-Inseto, a versão inseto de um Homem-Fera. Sua aparência me levou a assumir que os Homens-Inseto provavelmente eram caracterizados por seus olhos e antenas. Mesmo assim, ele tecnicamente era apenas um meio-sangue, o que indicava que ele não exibia todos os traços que normalmente seriam associados com os Homens-Inseto. Mesmo assim, sua aparência exterior era única o suficiente para me deixar realmente curioso para ver um Homem-Inseto completo.

Mas, ah, bem, tanto faz. Sua aparência não era importante. O que importava era que ele realmente parecia ser tão habilidoso quanto a Guilda disse que era. Seus títulos eram evidentes, e, mais provas de suas capacidades foram fornecidas pelo fato de ele não apenas ter maximizado completamente a Alquimia, mas ele chegou até a aumentar o Level da Transmutação. Baseado no que eu li na descrição da habilidade, Transmutação era para a Alquimia o que a Esgrima Divina era para a Esgrima, uma clara melhoria. Também havia toda a caracterização dele. Ele praticamente gritava “Mestre Alquimista” o mais alto possível.

(Eugene): “Okay, por que eu não me apresento? Meu nome é Eugene, um Alquimista que teve a totalidade de seus serviços contrata pela Guilda dos Aventureiros

(Fran): “Não a Guilda dos Alquimistas?”

(Eugene): “Hahaha, eu costumava fazer parte dela, contudo, um dos meus discípulos acabou causando um escândalo, então eu tive que assumir a responsabilidade pelas ações dele e renunciei minha posição. Eu fui aceito pela Guilda dos Aventureiros pouco depois”

(Elfa): “Não foi culpa do Doutor. O aprendiz que causou o escândalo já deixou o seu lado”

(Eugene): “Isso não muda o fato de que ele cometeu um crime através da aplicação do conhecimento que obteve de meus ensinamentos”

(Elfa): “Eu ainda acho que a Guilda dos Alquimistas foi longe demais. Isso realmente não merecia terminar com a confiscação de sua filiação”

A Elfa respondeu a aceitação de Eugene de sua punição com um olhar triste em seu rosto.

(Fran): “Doutor. Deixar Guilda dos Alquimistas pela Guilda dos Aventureiros. Não causou ressentimento?”

A dúvida de Fran era uma bem sensível. A maioria das pessoas provavelmente não ficaria de uma forma que pudéssemos chamar de feliz se alguém que ela demitiu conseguisse logo após isso encontrar uma vaga em outra organização.

(Eugene): “Isso definitivamente aconteceu. O último Mestre da Guilda da Guilda dos Alquimistas me hostilizou todos os dias até ele se aposentar”

(Elfa): “Eu acho que o atual Mestre da Guilda assumiu a vaga dele há quase cinco anos atrás. Ele não é tão extremista quanto o último”

(Eugene): “No entanto, isso não quer dizer que não haja mais nenhum tipo de ressentimento remanescente. Muitos Alquimistas ainda sentem hostilidade contra Aventureiros”

Aparentemente, o recrutamento de Eugene até prejudicou a relação entre as duas Guildas.

(Fran): “Aventureiros não gostam de você?”

Se as duas Guildas começassem a se antagonizar, isso iria resultar nos Aventureiros tendo dificuldade para conseguirem muitos itens necessários para suas rotinas e seus trabalhos, o que, por sua vez, levaria os Aventureiros a implicarem com Eugene também.

(Elfa): “Eu acho que não. No entanto, eu acho que a maioria dos Aventureiros está feliz que o Doutor tenha se juntado a nós”

(Fran): “Por quê?”

(Elfa): “O Doutor tem ensinado Alquimia para alguns membros da Guilda, e, como resultado, nós ganhamos a capacidade de produzir nossos próprios produtos exclusivos. Em outras palavras, nós conseguimos eliminar o monopólio da Guilda dos Alquimistas, e assim, a habilidade deles de controlar o mercado. Muitos itens são até mais baratos do que eles costumavam ser, então é muito mais fácil para os Aventureiros colocarem suas mãos neles”

(Eugene): “Apesar de provavelmente esse ser o motivo para tantos Alquimistas ficarem amargurados com esse assunto”

Então é assim que é. Eu admito que eu realmente senti um pouco de pena de Eugene, mas eu não poderia dizer que a situação dele não era uma que nos beneficiava. Eu estava um pouco preocupado que a informação sobre nós acabaria vazando se nós fizéssemos nossas perguntas para a Guilda dos Alquimistas. Além disso, os itens que obtivemos vieram dos piratas, assim, também havia sempre a possibilidade de que eles nos pediriam para devolve-los. Ter alguém que era parte da Guilda dos Aventureiros fazendo tudo por nós reduzia muito ambos os riscos. Parecia que a Guilda realmente confiava no doutor, então as coisas estavam melhorando. Todo o conhecimento dos itens em nossa posse provavelmente continuaria secreto.

Nós fomos convidados a nos sentar logo após nossa guia deixar a sala e voltar para seus deveres regulares.

(Eugene): “O que você acharia de uma xícara de chá antes de seguirmos para os negócios?”

(Fran): “Nn. Obrigado”

A xícara que Fran recebeu estava cheia com um líquido escuro que tinha uma certa semelhança com o chá Oolong3.

(Fran): “Nn”

Fran imediatamente levantou a xícara e deu um pequeno gole. Parecia que ela queria continuar bebendo, mas ela era uma Mulher-Fera, uma Gata Negra, e assim, sua língua era muito sensível ao calor4.

(Eugene): “Oh? Você não vai nem reagir?”

Eugene olhou para Fran com uma expressão de curiosidade. Espere, por quê? O chá estava envenenado ou algo do tipo? Nah, sem chances. Avaliação disse que isso era apenas uma xícara de chá Oobow. O Status de Fran estava perfeitamente normal, então…

(Eugene): “Ah, é verdade, eu deveria explicar isso melhor. Eu realmente gosto do sabor desse chá, mas parece que a maioria que o experimentou o achou muito amargo, alguns até chegaram a cuspi-lo na mesma hora. Ultimamente, eu comecei a achar as reações das pessoas a seu sabor algo bem interessante. Contudo, parece que você não se incomodou com o sabor”

(Fran): “Nn. Saboroso”

(Eugene): “Estou feliz por ouvir isso! Poucas pessoas são capazes de apreciar seu sabor”

Oh, eu entendi. É parecido com o chá Senburi5. As pessoas que gostam dele, o amam, mas as pessoas que não gostam, não conseguem suportar seu sabor.

(Fran): “Amargo, mas saboroso”

(Eugene): “Yeah, exatamente! Estou feliz que você pense o mesmo. Você gostaria de levar algumas folhas de chá com você?”

(Fran): “Por favor”

Eugene alegremente entregou a Fran um saquinho com folhas de chá. Ele realmente parecia feliz por ser capaz de encontrar mais alguém que gostava do sabor do chá.

(Eugene): “Muito bem, por que não vamos direto aos negócios?”

(Fran): “Quero que você olhe para alguns itens”

(Eugene): “Oh?”

(Fran): “Mas não quero que diga a mais ninguém. Se possível”

(Eugene): “Está tudo bem. Muitas pessoas pediram o mesmo antes, e eu me orgulho em dizer que eu consegui manter tudo em segredo”

(Mestre): “O doutor não está mentindo. Parece que você pode confiar nele”

(Fran): “Nn. Examine essas”

Nós já sabíamos o bastante sobre as [Poções de Vida de Altíssimo Nível], as [Panaceias]6, e as [Poções de Mana de Alto Nível], então nós não nos incomodamos em fazê-lo falar sobre elas. Nós pretendíamos fazê-lo olhar o resto, então nós começamos com as que tinham aparência menos nociva.

(Eugene): “Isso é uma [Poção de Reparação de Alto Nível]? Que belo item você tem aí”

(Fran): “Quero saber seu valor”

(Eugene): “Hmmm… se você fosse comprar isso em uma loja, normalmente, isso lhe custaria cerca de vinte mil Gorudo”

Bem, isso é mais do que eu estava esperando.

(Eugene): “Ela é um pouco cara, mas seu efeito vale o preço. Ela te permite reparar seu equipamento, mesmo se você estiver no meio de uma aventura. Ela até tem a habilidade de reparar [Armas Mágicas], que tipicamente são conhecidas pela dificuldade em seu conserto”

Yeah, ela definitivamente era conveniente. Usar apenas uma poção para reparar uma [Espada Mágica] era definitivamente mais fácil do que o árduo processo de a levar para um Ferreiro, só para descobrir que eles estavam sem os materiais necessários, e você teria que coletá-los por conta própria.

(Fran): “Então. Esta?”

(Eugene): “Oh? Essa é outra raridade. Ela é chamada de [Poção de Aumento de Habilidade], e ela vale aproximadamente trezentos mil Gorudo, contudo, seu preço pode inflacionar até dez vezes mais como resultado do fato de que os nobres têm uma demanda extremamente alta por elas”

Dez vezes? Espere, então esta coisa pode valer até três milhões de Gorudo? Que merda, isso é ridiculamente caro! Entretanto, eu acho que poderia entender o motivo. Nobres provavelmente compravam isso para seus filhos, assim eles poderiam aumentar os Levels de suas habilidades sem arriscá-los a qualquer tipo de perigo. Eu realmente achei estranho isto não estar com uma alta demanda.

(Fran): “Em seguida. Tenho três dessas”

(Eugene): “Wow… um item incrível seguido de outro? Este aqui supera ambos os itens anteriores em muito”

Ele era ainda mais incrível do que uma poção que facilmente nos traria trezentos mil Gorudo?

(Eugene): “Você sabe o que [Poções de Alquimia] fazem?”

(Fran): “Não”

(Eugene): “Elas são poções usadas na Alquimia, como o nome sugere. Você pode misturá-las enquanto cria um produto alquímico com o objetivo de aumentar a qualidade e efeitos resultantes. As de mais alto nível que você tem são tão raras que nem mesmo eu vi tantas juntas em muito tempo. Misturar uma com alguns ingredientes que normalmente resultariam em uma poção mais fraca fariam com que você obtivesse uma poção de alto nível”

(Fran): “Então. Meio cara?”

(Eugene): “Muito. Elas custam cerca de um milhão de Gorudo a unidade”

(Fran): “De verdade?”

Puta merda! Elas eram ambas incrivelmente caras e efetivas. Se elas podem transformar poções simples em poções de alto nível, então o que aconteceria se você as misturasse com poções de altíssimo nível? Você poderia acabar criando algo capaz de ressuscitar os mortos?

Parecia que conseguimos acumular pelo menos três milhões e meio de Gorudo até o momento. Eu realmente queria realmente me parabenizar por escolher essa caixa.

(Mestre): “F-Fran, nós deveríamos mostrar a ele o resto do que conseguimos”

(Fran): “Nn. Que tal isto?”

A próxima poção que Fran pegou era a mais que me deixou mais curioso, o [Antídoto de Efeito Colateral].

(Eugene): “Que interessante. Elas devem valer cerca de trezentos mil Gorudo a unidade, mas elas são tão raras que eu nunca vi uma pessoalmente antes”

(Fran): “Quero saber os efeitos detalhados. Especialmente quando usadas em inorgânicos. E Feras Demoníacas

(Eugene): “Ela deve funcionar em Feras Demoníacas sem qualquer problema. Eu não posso dizer que tenho certeza quando se trata de inorgânicos… mas ela deve funcionar”

(Fran): “De verdade?”

(Eugene): “Yeah. Ela é parecida com a [Poção de Reparação] que você me mostrou mais cedo. Ambas são poções magicamente aprimoradas, então elas devem funcionar de forma parecida”

(Fran): “Entendido. Exemplo. Esta espada tem uma poderosa habilidade especial. Mas não pode usar por vários dias depois de ativá-la. Usar esta poção vai diminuir esse tempo?”

(Eugene): “Hmmm… para ser sincero, eu não posso dizer com certeza se isso funcionaria ou não. Mas poderia, teoricamente…”

É uma pena que não conseguimos confirmar a eficiência da poção, mas, que seja. Pelo menos nós descobrimos que isso poderia funcionar. Nós tínhamos três, então poderíamos simplesmente usar uma delas como um teste. Mesmo assim, o citado teste resultaria em uma perda de trezentos mil Gorudo.

(Eugene): “Eu tenho que admitir, eu estou achando tudo isto muito divertido. Por acaso você tem algo mais?”

(Fran): “Isto”

(Eugene): “Hmmm. Parece uma [Poção dos Atributos Reversos]7, e há uma bela quantidade dela também”

(Fran): “Nn? Só tenho uma”

(Eugene): “Você normalmente não usa mais do que apenas algumas gotas por vez”

Aparentemente, a [Poção dos Atributos Reversos] tem a habilidade de fazer exatamente o que seu nome sugere. Ela pode reverter elementos mágicos, purificar veneno, e até transformar uma maldição em uma bênção. Parecia que seria divertido brincar com isso.

(Eugene): “Você tem bastante dela. Se você a usar toda de uma vez, você provavelmente será capaz de eliminar uma maldição realmente poderosa, ou talvez até purificar um lago de veneno. Isso deve valer cerca de cem mil Gorudo. Essa é uma poção incrível, mas seu preço não é tão alto devido a suas aplicações limitadas”

Oh, então ela é barata porque não há demanda para ela. Bom, tecnicamente, ela não é realmente barata, mas, você sabe, comparando com as outras, ela é.

(Eugene): “Hmmm… você gostaria de ver o efeito dela? Nós podemos usar uma gota para realizar um pequeno experimento, se você quiser, é claro”

[Fran]: (“Mestre?”)

(Mestre): “Eu não ligo se for apenas uma gota ou duas. Eu estou bem curioso sobre o experimento que ele tem em mente”

(Fran): “Nn. Aprovado”

(Eugene): “Tudo bem. Me dê apenas um segundo”

Eugene pegou uma garrafa de vidro que parecia ser um tipo de béquer8. Era provavelmente uma das ferramentas que ele usava para a Alquimia.

(Eugene): “O frasco só está com água agora, mas eu vou colocar um pouco de veneno dentro”

O doutor usou uma habilidade e fez um pouco de líquido preto escorrer de sua mão aberta para dentro do béquer.

(Eugene): “Tudo bem, agora, você pode usar esta coisa para verificar que o frasco contém veneno”

(Fran): “Coisa?”

(Eugene): “Esses óculos te dão a habilidade de usar Avaliação, embora seus efeitos sejam apenas os mesmos da habilidade no Lv1″

Óculos que te deixam analisar coisas? Isso é bem engenhoso. Eu decidi participar dessa experiência e me juntar usando a minha Avaliação também. Verificar a água me informou que ela estava envenenada, exatamente como o doutor tinha descrito que estaria.

(Fran): “Verificado”

(Eugene): “E agora, tudo o que temos que fazer é derrubar apenas uma gota da [Poção dos Atributos Reversos] dentro do frasco”

(Fran): “Incrível. Água com veneno mortal se transformou. Água de rejuvenescimento”

(Eugene): “Fantástico, não é? O veneno desapareceu completamente. Você poderia até usar esta água para fazer chá”

(Fran): “Nn? Pode fazer chá com isso?”

(Eugene): “Yeah, e ela até deixaria o chá mais delicioso”

(Fran): “Delicioso?”

(Eugene): “Oh? Eu acho que você não deve estar consciente que a língua humana tem a capacidade de detectar magia. É por esse motivo que gostamos de comer Feras Demoníacas. O mesmo se aplica para água melhorada magicamente. Água magicamente aprimorada pode mudar completamente o sabor de uma xícara de chá ou uma tigela de sopa. Você gostaria de fazer um teste?”

(Fran): “Nn”

(Eugene): “Tudo bem, espere só um pouco”

O doutor levou quase três minutos para preparar outra xícara de chá Oobow para Fran. Não parecia ter qualquer diferença, mas, claramente, aparência não era tudo.

(Fran): “Gostoso!”

(Eugene): “Não é?”

Aparentemente, o sabor mudou tanto que até surpreendeu Fran.

(Mestre): “É mesmo tão bom?”

[Fran]: (“Sabor completamente diferente. Muito mais apetitoso”)

O chá tinha agora a habilidade para restaurar a energia e curar pequenas condições de Status. Me parecia que isto era algo que venderia muito bem, mas o doutor disse que esse não seria um negócio tão rentável porque a poção era muito mais difícil de ser produzida em grandes quantidades.

(Fran): “É possível fazer comida mais saborosa ao colocar |Poder Mágico?”

Ohhh, essa é uma boa ideia.

(Eugene): “Nah. Você teria que usar o tipo de magia mais compatível com seus ingredientes, do contrário, a comida acabaria com um gosto pior. Você poderia fazer isto com um ingrediente simples como a água, porém, você não pode apenas colocar |Poder Mágico em um prato finalizado para fazer seu gosto ficar melhor”

(Fran): “Que pena”

(Eugene): “Você também não vai querer colocar magia demais na comida”

(Fran): “De verdade?”

(Eugene): “Se você comer pratos com muito |Poder Mágico nele, você pode acabar gravando apenas o sabor da magia. Todos os outros ingredientes ficarão apagados”

Certo, faz sentido. Eu realmente me lembro de pessoas que sempre acabavam pensando que o que eles estavam comendo não estava picante o bastante. Do mesmo modo, também havia pessoas que colocavam açúcar em literalmente tudo. Magia provavelmente prejudicaria seu paladar da mesma forma.

(Eugene): “Por que não usamos Diabos como um exemplo? Eles nascem com muito |Poder Mágico, e assim, eles são muito sensíveis a ele. Eles tendem a gostar de comidas que contém isso e, como eles comem muito desse tipo de comida durante suas vidas, eles acabam desenvolvendo um paladar completamente diferente de todos no escopo mais humano. Na verdade, eles nem ligam para outros sabores. Tudo o que importa para eles é que a comida que eles comem tenha magia. Na realidade, um Diabo, um conhecido meu, cozinhou para mim no passado, e tudo o que eu posso dizer do sabor da comida dele era que ela, literalmente, saiu do inferno”

Hmm, então é assim que funciona. Eu tenho que ter cuidado para não prejudicar o paladar de Fran. Eu provavelmente devo tentar pensar em um prato que usa um tipo sutil de sabor como oposição ao |Poder Mágico.

(Eugene): “De qualquer forma, de volta ao assunto. Eu tenho que dizer, eu não posso usar minha Avaliação nessa [Poção dos Atributos Reversos]

Ah, sim, verdade, temos esse problema. Eu não podia me impedir de perguntar o motivo para ele trazer esse assunto tão de repente.

(Eugene): “É porque os ingredientes são um pouco especiais. Um dos produtos químicos usados para criar a poção contém propriedades que bloqueiam a Avaliação. Como resultado, o produto final também é difícil de analisar. Eu não posso ver nada além do nome do item. Pessoas com habilidades de avaliação com Level baixo provavelmente nem seriam capazes de ver nada, e assim, a maioria acabaria rotulando esses frascos apenas para não os perderem. Isso realmente faz eu me perguntar onde você obteve elas”

A última parte não foi nada além de um murmúrio, mas, independentemente, parecia que ele estava bem curioso quanto ao local onde conseguimos todas essas poções.

(Fran): “Em seguida. Esta aqui”

(Eugene): “Uma [Raiz das Almas Arcanas], e que interessante essa aqui é”

(Fran): “Parece vazia. Usada para quê?

(Eugene): “Não ligue para a invisibilidade, elas devem ser assim mesmo. Só pense nela como um frasco contendo muito |Poder Mágico. Você pode usá-la para fazer [Pedras Mágicas Artificiais]

(Fran):[Pedras Mágicas Artificiais]?”

(Eugene): “Você normalmente as utiliza quando obtém um familiar. Esta coisa basicamente acaba se tornando a parte mais importante da [Pedra Mágica] do citado familiar. Você pode usá-la para ajustar as habilidades e propriedades do familiar. Eu realmente não posso conseguir nada ao avaliá-la, portanto, eu direi que ela provavelmente é potente o suficiente para criar um produto final razoavelmente poderoso”

(Fran): “Preço?”

(Eugene): “Hmm… em algum lugar entre cinquenta mil a um milhão”

Essa é uma variação de preço enorme. No entanto, eu acho que é razoável, considerando o quão pouco sabemos sobre ela. Seu valor provavelmente pode mudar dependendo de para quem você está tentando vender. Bom, essa vai ficar guardada por um tempo.

(Fran): “Última”

O último item que pegamos era a que provavelmente traria mais problemas.

(Eugene): “Es-essa… que belo item você tem aí”

(Fran): “Ruim em ter?”

(Eugene): “Yeah. Ela é realmente perigosa, especialmente se você a carregar com você. Tenha certeza de não a derrubar. Okay?”

A expressão de Eugene permaneceu relativamente calma durante o processo, mas ver nosso último item fez seu rosto empalidecer. Aparentemente, a [Mistura de Veneno de Altíssimo Nível] era algo realmente perigoso.

(Eugene): “Essa é mais uma que eu não vejo há muito tempo”

(Fran): “Valor aproximado?”

(Eugene): “Bem, veja, isso não é algo que você pode apenas colocar um preço. Na verdade, vendê-la pode acabar te causando problemas com a lei, a menos que você siga um certo conjunto de procedimentos. Isso só mostra o quão perigosa ela é”

(Fran): “Tão ruim?”

(Eugene): “Bem… por que eu não te explico desta forma? Você provavelmente poderia vendê-la ao oferecê-la para alguma organização militar ou criminosa por cerca de um milhão de Gorudo. Eu mesmo usei uma dessas vinte anos atrás para subjugar um Dragão classificado como Nível de Ameaça B

(Fran): “Quão efetiva?”

(Eugene): “Uma única gota é potente o bastante para matar cem homens adultos, assim, usando essa métrica, você tem o suficiente para acabar com cerca de duas mil pessoas. Se você a usar toda de uma vez, você provavelmente mataria uma Fera Demoníaca Rank D com facilidade. Mesmo que ela não morra, ela provavelmente acabaria incapacitada e totalmente disfuncional”

Wow, isso é, uh, bem ruim. Eu não estava tão certo de que deveríamos guardar ela, especialmente considerando a forma como Eugene estava nos encarando com um olhar bem complicado em seu rosto.

(Eugene): “Eu não vou te forçar a concordar com isto, mas, eu gostaria de tirar isso de suas mãos. Para ser completamente honesto, esse veneno é tão mortal que eu realmente não quero que mais ninguém saiba de sua existência. Eu posso te pagar duzentos mil Gorudo”

(Fran): “Aceito”

O frasco na nossa frente era na verdade um de muitos. Nós originalmente tínhamos apenas um único frasco maior disso, mas eu fiz Urushi combinar sua Magia de Veneno com minha Telecinésia para dividir o conteúdo do frasco maior em várias porções menores. Na realidade, eu cheguei até a usar Magia de Espaço-Tempo para parar o tempo do veneno e tornar todo o processo mais seguro, porém, no fim, nós acabamos nos apressando porque eu só poderia segurar o tempo por um total de cinco segundos por vez.

Para ser sincero, nós só dividimos ele em vários frascos menores porque suspeitamos que ele seria confiscado.

(Eugene): “Mesmo assim, eu não sabia que havia Alquimistas por aí capazes de criar isto… onde exatamente você conseguiu isso?”

Era provavelmente melhor que nós o contássemos sobre tudo.

(Mestre): “Fran, mostre a ele o baú”

(Fran): “Nn. Isto”

(Eugene): “Esse não é um dos baús de transporte da Guilda dos Alquimistas?”

(Fran): “Encontrei na base dos piratas. Todas as poções vieram de dentro”

(Eugene): “Não pode ser… eu não acho que a Guilda dos Alquimistas tem alguém capaz de… espere…”

Ele começou a se inquietar em resposta a revelação.

(Fran): “Algo errado?”

(Eugene): “Desculpe, é só que algo parece errado”

(Fran): “Errado?”

(Eugene): “Bom, você é tanto a pessoa que descobriu o baú como também uma Aventureira, então eu acho que não haverá nenhum problema em te dizer. Normalmente, perder um baú como esse causaria uma grande agitação dado o valor das poções e produtos químicos perigosos dentro dela. Assim, seu dono deveria ter entrado em contato com a Guilda dos Aventureiros e emitido um pedido para sua recuperação”

(Fran): “Mas, sem pedidos?”

(Eugene): “Pelo menos nenhum que eu tenha ouvido. Manter o silêncio sobre a perda de uma [Mistura de Veneno de Altíssimo Nível] poderia levar a uma punição como traição. Nós também não sabemos para quem essas poções seriam enviadas, e nem o porquê. Em outras palavras, nós precisamos entrar em contato com a Guilda dos Alquimistas para descobrir o que está acontecendo”

Isso é bom, mas eu realmente não quero que o nome de Fran apareça, especialmente em uma situação como esta.

(Eugene): “Não se preocupe com isso. Eu juro que eu não vou revelar sua identidade”

Não parecia que ele estava mentindo. Bem, eu acho que não há o que fazer. Ele provavelmente suspeitaria de nós se fôssemos contra, então vamos apenas dizer que ele nos deve uma e vamos acabar com isso.

(Fran): “Okay”

(Eugene): “Obrigado. Tenha certeza de aparecer aqui de novo. Eu estou por aqui a maior parte do tempo, e eu vou garantir a você outra xícara de chá se você me visitar”

(Fran): “Nn”

Bem, eu já estava mesmo interessado em Alquimia, então, yeah, por que não?


Tradutor:



Notas

[1] A toxicologia é uma ciência multidisciplinar que tem como objeto de estudo os efeitos adversos das substâncias químicas sobre os organismos. Possui vários ramos, sendo os principais a toxicologia clínica, que trata dos pacientes intoxicados, diagnosticando-os e instituindo a terapia mais adequada; a toxicologia experimental, que utiliza animais para elucidar o mecanismo de ação, espectro de efeitos tóxicos e órgão alvos para cada agente tóxico, além de estipular doses tidas como não tóxicas para o homem através da extrapolação dos dados obtidos com os modelos experimentais; e a toxicologia analítica, que tem como objetivo identificar/quantificar toxicantes em diversas matrizes, sendo estas biológicas (sangue, urina, cabelo, saliva, vísceras, etc.) ou não (água, ar, solo).

[2] Herbalismo, ou fitoterapia, é o estudo e utilização de plantas para fins medicinais ou como suplemento alimentar. Ao longo de maior parte da História, as plantas têm sido a base de grande parte da medicina tradicional, cuja prática persiste em várias regiões do mundo. A medicina moderna considera o herbalismo uma forma de medicina alternativa e, em alguns casos, pseudociência, dado que a sua prática não é estritamente baseada em evidências segundo o método científico. Embora na produção de medicamentos modernos sejam usados muitos componentes derivados de plantas, a sua seleção e eficácia é assegurada por evidências científicas.

[3] Oolong é um chá chinês tradicional, situado entre o chá verde e o chá preto em termos de oxidação. Oolong possui um sabor mais próximo ao chá verde do que ao chá preto: ele não possui o aroma róseo adocicado do chá preto, mas por outro lado ele também não possui as notas vegetais marcantes típicas do chá verde. Ele é em geral preparado forte, com o amargo deixando um resquício de sabor adocicado.

[4] Os japoneses dizem que as línguas dos gatos são especialmente sensíveis ao calor, então eles não podem lidar com comida quente. Pessoas que não podem comer comida quente são chamadas de pessoas com língua de gato.

[5] Um tipo de chá muito amargo feito com uma planta da família do azevinho.

[6] Alterando “Cura Total” para “Panaceia”. Na mitologia grega, Panaceia (ou Panacea em latim) era a deusa da cura. O termo “panaceia” também é muito utilizado com o significado de remédio para todos os males. Asclépio (ou Esculápio para os romanos), o filho de Apolo que se tornara deus da medicina, teve duas filhas a quem ensinou a sua arte: Hígia (de onde deriva higiene) e Panaceia. O nome desta última formou-se com os termos pan (todo) e akos (remédio), em alusão ao fato de que Panaceia era capaz de curar todas as enfermidades.

[7] Alterando “Droga dos Atributos Reversos” para “Poção dos Atributos Reversos”.

[8] O béquer, becker, copo de precipitação ou beaker, é um recipiente simples utilizado em laboratório. Béqueres são geralmente de formato cilíndrico com fundo chato e um bico em sua parte superior. Eles são graduados, oferecendo medidas pouco precisas. Não há um tamanho padrão para esses materiais, podendo medir volumes muito pequenos, de poucos mililitros, até volumes maiores, com vários litros.



Fontes
Cores