SRVF – Volume 3 – Capítulo 5



Hoje era o meu primeiro encontro com Eliza e minhas roupas já haviam sido preparadas, apesar de ter sido uma escolha difícil, acredito ter feito a decisão correta. Lavei meu rosto tantas vezes que perdi a conta. O mesmo valia para o número de vezes que me olhei no espelho.

— Sim, está perfeito.

Combinamos de nos encontrar em frente à fonte, um ponto bem popular na escola. Como eu me sentia muito inquieto em casa, vim mais cedo para evitar de me atrasar e acalmar um pouco os ânimos. Eu olhei em volta e vi que Eliza ainda estava para chegar.

Enquanto esperava, notei alguém se aproximar. Duas pessoas estavam se chegando logo atrás de mim e chocantemente, os dois que vinham eram Arc e Iris, lado à lado. Perguntei-me então quando haviam feito as pazes, pois supostamente Iris não gostava do Príncipe.

Por alguma razão, quando aqueles dois vieram, eu me escondi atrás da fonte. Na praça, onde a fonte estava localizada, havia vários bancos e eles sentaram em um que ficava na borda, então fui até de atrás da árvore enquanto os espiava.

— Iris-san, já veio aqui antes?

— Hmm… Acho que uma vez.

Nenhum deles sorria enquanto conversavam. — Por quê!? Será que não estão se divertindo em seu encontro!?

—  Eu sou a pior pessoa na face da terra. — Disse o Príncipe.

O quê!? O que diabos o Príncipe acabou de dizer? Do nada ele acabou de dizer que era o ser humano mais baixo. Por que está dizendo isso, sobre o que estão conversando?

— Não, eu é que sou.

Uau, agora foi a Iris. O que diabos aconteceu para criar essa conversa anormal?

— Eu sou o ser mais baixo, não tenho conseguido fazer nada ultimamente. Tudo que faço termina em falha!

— Não, eu sou a única que não pode fazer nada, mesmo agora eu… Só de lembrar, isso me dá uma dor de cabeça.

— Não, eu sou o pior!

— Não, eu é que sou!

O que eles estão fazendo?! Competindo para ver quem é pior? Não, estão apenas se colocando para baixo. Esse é o encontro mais bizarro que eu já vi! Alguém, por favor, faça alguma coisa!!!

— Eu não tenho as qualificações para ser o próximo Rei, espero que o Lahsa assuma para mim. Ele é mais adequado que eu.

— Do que está falando, Arc-sama pode fazer quase tudo; Inteligente, forte e bonito. Como pode alguém como você se menosprezar tanto?

— Sabe, quando deixamos o Território Helan durante o verão, entramos em um pequeno acidente e a carruagem tombou. Lahsa caiu suavemente em uma almofada enquanto eu fui de cara no esterco dos cavalos.

— Bem, isso é uma história e tanto… Não é como se a minha fosse melhor. Eu perdi tudo aquilo que tinha. Não, isto está errado, nunca tive nada para começar, sou uma mulher vazia.

— Não, claro que não, Iris-san é uma mulher incrível. Seu sorriso é incrível, sua própria existência é algo incrível.

— Não, eu não sou. Eu não valho nada!

— Não, realmente, Iris-san é uma pessoa inestimável!

— Arc-sama também é. Tenho certeza que você terá grandes conquistas no futuro.

Oh, parece que eles estão indo bem. Acho que eu estava me preocupando demais.

Mas esterco de cavalo, huh? Ele é um Príncipe, mas enfiou a cara na bosta do cavalo, ahuahuahauhu!

— Ah, não é um bom passatempo ficar espiando os outros.

— Eliza!

Quando ela chegou aqui? Cara, quão embaraçoso.

— Por favor, avise se você já está aqui.

— Oh, mas parecia que Kururi-sama estava se divertindo.

— Que maldade, eu estava esperando por você.

— Ehehe. — Eliza riu.

Era a primeira vez que a via rir de perto. Foi bonito.

— Vamos indo, milady? — Me curvei e ofereci minha mão.

— Com todo prazer. — Ela a segurou sem hesitação.

Duas pessoas caminhando juntas, esse era o momento que eu tenho esperado.

— Para onde iremos?

— Qualquer lugar com você estaria ótimo.

Nós andamos e conversamos sobre nada em particular, apenas sobre o que gostávamos ou não. Eu não absorvia nada da conversa, mas estava feliz apenas por ter a companhia dela.

Acho que esse é o verdadeiro significado da felicidade.

— Eliza, estou muito contente de estar com você agora.

— Sim, eu também.

Nós andamos e depois que nos cansamos de caminhar, encontramos um banco para sentarmos. Nosso almoço foi algo comum e caseiro, mas tudo estava delicioso. Eu não entendia o porquê, mas estava realmente muito gostoso.

— Por favor, acalme-se e coma devagar, se for com tanta pressa, vai acabar engasgando.

— Não se preo–

Ó merda, eu realmente estou sufocando! Me perdoe por duvidar de você, Eliza! Eu estou morrendo!

O chá que Eliza me ofereceu chegou a tempo de salvar minha vida. Teria sido muito embaraçoso se estivesse escrito em minha lápide: “Asfixiado em seu primeiro encontro”.

Nós continuamos a conversar depois do almoço. Não me lembro o que ela disse ou o que eu disse, mas senti que estava tudo bem, passar o tempo com ela foi muito divertido.

Nós conversamos por um tempo, então notei que havia uma pessoa sentada no banco a minha frente. Aquela mulher vulgar estava com as mãos estendidas no banco e as pernas bem abertas. Em um dia tão quente de verão, ela estava usando um pesado casaco de peles que, só de olhar, parecia que me causaria uma insolação. Em outras palavras, era a Neko-sensei.

— O que você está olhando, nyaa?
Como a pessoa em questão era alguém com quem eu estava diretamente envolvido, desviei o olhar. Senti que seria ruim falar com essa pessoa agora.

— O que vocês dois gatinhos estão fazendo agora, nyaa?

— Hmm… Estamos em um encontro.

— Bem, o sol está se pondo, então é quase nyhora de ir embora e voltar para meu quarto, nyaa. — disse a sensei ao nos olhar com paixão.

— Sim, em breve nós também.

— Oh, nyão, no meu caso é totalmente diferente, nyaa. Eu tenho que voltar ao meu quarto e tomar um bom banho para tirar todo o suor, nyaa. Já vocês gatinhos-nyaa, será para ficarem suados, nyaa.

— …

Era por isso que evitava essa pessoa,  eu realmente não queria vê-la hoje. A Neko-sensei acabou com todo clima que tínhamos aqui.

Veja, o rosto de Eliza ficou azul! Pare de fazer isso na frente dela sua gata desmiolada!

— Suados e ofegantes, nyaahahahah!

Por que você precisa aumentar isso!? Pare de rir agora!

E assim, o meu primeiro encontro com a Eliza foi arruinado por um gato.

Ao longe, vi Arc e Iris voltando juntos enquanto sorriam. Que bom para vocês dois. Bem, eu me diverti hoje, mas na próxima vez, terei certeza de que tudo sairá perfeito.

 


Tradutor: Rudeus Greyrat | Revisor: Ma-chan


Se você gostou deste capítulo, CLIQUE AQUI, solucione o Captcha e aguarde

por 5 segundos, assim estará apoiando o tradutor e a equipe de revisores!



Fontes
Cores