Sevens – Capítulo 18 – A Ambição de Lyle


 A Ambição de Lyle

 

Mansão do lorde feudal de Daliem.

Era nossa segunda visita, mas a atmosfera ao redor dela era um pouco diferente dessa vez.

Da última vez eu estava me fazendo de idiota, mas já que nós estávamos vindo diretamente da guilda, eu estava vestido com roupas

Normalmente eu teria me trocado, mas a Zelphy-san mandou eu me apressar.

E enquanto nós entrávamos nos portões e passávamos pelo interior da propriedade junto com ela, Ventra-san nos aguardava.

(Entendo, então eles querem apressar o processo.)

Fazer o cliente esperar provavelmente colocou um pouco de estresse na mente da Zelphy-san.

Para o Ventra-san, que estava bebendo chá e nos cumprimentando com um sorriso, eu ofereci minhas saudações.

“Eu estou profundamente grato por nos oferecer esta audiência com…”

“Vamos fazer isso sem tais formalidades. No momento, eu estou me encontrando com Lyle-dono, o aventureiro.”

Eu me pergunto se isso significa que ele decidiu não aceitar meu retorno como o herdeiro.

(Por acaso ele ouviu da Zelphy-san?)

No momento que ela descobriu que eu era da Casa Walt, Zelphy-san provavelmente fez um relatório.

(Ela provavelmente ficou curiosa e investigou quando ela me viu usando mágica ou algo do tipo.)

O responsável de hoje, a Sétima Geração, ofereceu uma avaliação dele.

『Eu vejo. Parece que ele não é o que parece. Que esplêndido.』

Enquanto nos sentávamos no sofá, Ventra perguntou o que ele queria saber.

O verdadeiro objetivo dessa visita.

“Eu ouvi da Zelphy. Que vocês dois não estavam particularmente almejando retornar a nobreza e que vocês estavam verdadeiramente tentando viver como aventureiros. Mas você parecia estar se movendo de acordo com uma pretensão bastante diferente durante esse caso. Se vocês quisessem vender seus nomes, vocês deveriam ter se movido com um grupo de elites durante aquela missão. No momento, você está sendo chamado de 『O Pirralho, ex-Nobre Idiota』, sabia?”

Pelas minhas ações, eu já havia entendido que os arredores me veriam assim.

Eu usei várias vezes os seus números para subjugar uma única trupe de bandidos, e eu até paguei todos os salários para isso. Haviam muitas, muitas formas mais eficientes de se fazer isso.

Normalmente, eu estaria em grande déficit. Como um aventureiros, e como um filho de um nobre, não havia nada a se fazer se eles me chamassem de tolo.

Entretanto, eu cumpri meus próprios objetivos, e além disso, ao invés de ficar no vermelho, eu até ganhei sessenta moedas de ouro com isso.

É o bastante como lucro.

“Ah, isso foi a meu favor.”

“Então você quer dizer que houve ganho pessoal nessa subjugação?”

Ouvindo isso, o Sétimo deu um sussurro contido.

『Era para cumprir as condições para uma Skill. Entretanto, mesmo que você diga isso, eu duvido que ele entenda.』

Este era exatamente o caso.

Eu concordava com a opinião do Sétimo.

E de todas as coisas, Zelphy-san trouxe o nome da Lockwarde-san à conversa.

“Poderia ser que o pedido da Lady Lockwarde moveu seu coração? Não, talvez segundas intenções?”

“Eh? Não, algo desse tipo seria…”

Foi só por um momento, mas a Zelphy-san direcionou um encarar imenso à mim. Talvez ela estivesse me dizendo para seguir com essa linha.

A Sétima Geração deu grunhido de afirmação, antes de oferecer um conselho.

『Lyle, apenas siga com isso. Seria um saco se a Primeira Geração começasse a algazarra por causa da Aria de novo.』

Sem saber o que estava acontecendo, eu afirmei.

“B-bem… foi isso, você sabe… não é?”

Enquanto eu dava uma resposta vaga, eu dei um olhar fugaz a Novem.

Ela não estava nervosa ou nada assim. Ela estava apenas bebendo chá.

(Okay, Novem entende o fluxo disso! Não, espera, se alguém olhasse de fora, eles pensariam que eu me esforcei pelo bem da Lockwarde-san.)

Tendo pensado isso, eu condisse com a acusação da Zelphy-san, e ofereci uma resposta vaga ao Ventra-sama.

“Entendo, então eu acho que isso apenas significa que o Lyle-dono é um homem também. Não, com certeza é maravilhoso ser jovem. Se fiel aos desejos.”

Ele estava sorrindo, mas eu não me senti nem um pouco como se estivesse sendo elogiado.

Sem que eu fosse capaz de alterar o fluxo, o assunto acabou comigo tendo realizado a missão de subjugação pelo bem da Lockwarde-san, pela qual eu havia me apegado à primeira vista.

(Isso é meio desagradável por si só. Eu me pergunto o que a Novem está pensando.)

Eu dei uma outra olhada para ela, mas ela não parecia nenhum pouco nervosa.

Eu tinha medo dela estar realmente incomodada por dentro, mas não havia sinais disso também.

“Fumu. Se esse é o caso, então estaria tudo bem se a Lady Aria fosse estabelecida como a recompensa?”

“… Recompensa?”

Ventra-san assentiu.

“Neste assunto, por causa do Lyle-dono, eu fui capaz de me beneficiar. Se você deseja a Lady Aria, então eu deixo a decisão para você de como se livrar dela. Digo, de todas as coisa foi descoberto que o atual chefe da Casa Lockwarde tinha ligações com a trupe de bandidos.

Por suas ações até agora, o Ventra-sama assumiu que eles tinham conspiradores e investigou com base nisso pelo que parece.

Como resultado, eles descobriram algumas conexões levando à Casa Lockwarde.

Tendo descoberto isso, a Lockwarde-san estava em um bocado de choque.

“Uma gema carregando múltiplas skills verdadeiramente não é um item para a era atual. Entretanto, se eles vendessem esse tipo de coisa para uma trupe de bandidos, eles deveriam ser capazes de entender que tipo de coisas se resultariam. Se eles também os ajudassem… nós não teríamos escolha além de puni-los.”
Ele provavelmente tinha que mostrar um exemplo público do que exatamente aconteceria se você ajudasse inimigos do estado.

E espera…

『V-vendida, você diz… Lyle! Agora mesmo, vá surrar a porra daquele Chefe da Casa Lockwarde! Fazendo algo como vender a gema da Alice-san é o mesmo que seguir pelo caminho errado como um ser humano!』

E como sempre, o Segundo restringiu o Primeiro.

『E você seguiu o caminho errado como um Pai humano. E espera, escuta o que eles estão dizendo. É sobre o que vai acontecer com a sua toda importante Lady Aria, não é?』
『Ah, é mesmo!』

Os ancestrais se calaram, e eu olhei para o Ventra-san.

“Naturalmente, como parte da família, Lady Aria terá que assumir alguma responsabilidade também nesse assunto. Ainda mais agora que apenas o Pai e a filha restam. Puxa vida… até quando a Zelphy disse que ela só me ofereceria sua ajuda se eu permitisse que eles continuassem a viver aqui.”

“Se me permite a rudeza, exatamente o quê Casa Lockwarde fez?”

Quando a Novem perguntou isso, Zelphy-san cobriu sua face com a mão esquerda e explicou.

“Usaram seus status como oficiais, tiveram conexões com criminosos, e ignoraram seus crimes. Por causa disso, a reputação da Casa Lockwarde caiu ao chão. É claro, o uso de dinheiro do atual chefe sempre foi grosso. Meu pai foi expulso, e então nós tivemos que deixar a capital e vir para Daliem.”

Ventra-san assumiu a explicação.

“Um cavalheiro expulso traz um bocado de olhares de reprimenda, então provavelmente foi difícil viver em Centralle. Parece que a casa da Zelphy-san provavelmente passou por uma boa quantidade de problemas. Digo, uma cavalheira se tornou aventureira para sustentar a família.”

Dessa parte em diante, Zelphy-san tinha uma expressão que não podia ser descrita em palavras em sua face.

“Lady Aria assistiu a queda da Casa Lockwarde com seus próprios olhos. Além disso, ela descobriu que eles estavam conectados com a brigada de bandidos.”

“Isso…”

Novem interrompeu o que ia falar.

Se uma casa pode ser erguida em uma geração, ela pode ser esmagada em uma geração também.

(Apesar de eu não poder realmente falar disso.)

A Sétima Geração falou.

『As conquistas da Casa até agora foram o motivo pelo qual o clã ou pessoas relacionadas não foram executadas? Na minha geração, eles seriam todos enviados para a forca, sabia? Não, a Casa Lockwarde estava na Facção Real? Talvez tenha sido a benevolência do rei.』

Parece que haviam algumas circunstâncias para com a situação.

Até eu fui banido, e se o Zell e a Novem não estivessem lá, eu poderia ter sangrado até a morte nas ruas em alguém lugar.

Eu não consigo pensar nisso como problema de outra pessoa.

Foi pelo Zell ter me resgatado que eu obtive a Joia.

“… Então o que vai acontecer a Casa Lockwarde?”

Quando eu perguntei, a face do Ventra-san ficou séria.

Os problemas que eles causam foram tolerados até agora. Mas eles venderam um orbe que continha múltiplas skills para inimigos por uma ninharia.

Além disso, eles os ajudaram e até os ajudaram a se infiltrarem em Daliem.

Eu duvido que haja qualquer intenção de deixar eles escaparem.

“Por causa do pedido da Zelphy, eu deixei eles ficarem em Daliem, mas isso tem seus limites. Tendo perdido seu ranque e posição, já haviam deméritos o bastante só em manter aquelas presenças problemáticas.”

Quando eles foram expulsos de Centralle, a Casa Lockwarde se mudou para Daliem.

Era fácil viver em um território próximo a capital.

Mas um oficial que tinha ligações com criminosos, Daliem provavelmente não poderia aceita-los.

Zelphy-san era do tipo bem leal, eu vejo.

“É verdade que eles tinham conexões e trouxeram os bandidos para Daliem. Se nós investigarmos, eu me pergunto exatamente que outros atos surgiriam também…”

A gema que foi pensada como roubada foi simplesmente vendida.

E junto com a conspiração… Os pecados do Chefe dos Lockwarde eram pesados.

“O chefe será mandado para trabalhar na mina. Originalmente, Lady Aria seria deixada sozinha e sem nada mas com sua figura e idade, talvez ela tivesse que se tornar uma meretriz em outro território.”

Ser colocado para trabalhar nas minas como um escravo.

E o caminho de uma meretriz que aguardava a Lockwarde-san.

“Mas eu não gostaria de me livrar da brava filha dessa maneira. Não, se você a perseguir¹, Lyle-dono, eu deixarei ela para você.”

Olhando para o sorriso do Ventra-san, eu pendi minha cabeça.

“…Eh?”

Zelphy-san bateu no meu ombro energicamente.

“Isso não é ótimo, Lyle! Digo, você tem uma beldade como a Lady Aria. Verdadeiramente maravilhoso. Ahahahahah!”

“Eh, espera um segundo… eh?”

Ela encerrou a conversa a força, e não parece que ninguém aqui vá ouvir o que eu tenho a dizer.

Eu olhei em direção a Novem em um pedido de ajuda.

E ela…

“Você conseguiu, Lyle-sama. Com isso, você está um passo mais próximo de realizar o seu sonho.”

“Eh? Sonho? Eh? Eh!? O quê?”

Em minha confusão, as conversas prosseguiam.

『O-oy… qual o significado disso?』

O Primeiro estava perplexo.

O Segundo estava em um estado similar.

『Eh? Não… isso é a parte em que você deveria estar ajudando ele, não!? Ei, condiga com o passo, e ajude o Lyle a garantir que aquela garota Aria não acabe como uma prostituta!』

Mas o Terceiro discordou.

『Sério? Parece que cada um tem suas próprias razões aqui…』

O Quarto estava perturbado pela reação da Novem.

『Novem-chan, abra seus olhos! Esse resultado não é nada bom!』

O Quinto ofereceu uma reclamação ao Ventra-san.

『Esse Lorde, como retorno por ter sido enganado pelo Lyle, ele pretende empurrar a Aria pra cima dele. Esse espertalhão provavelmente está rugindo de rir dentro de sua cabeça depois de ver o Lyle tão incomodado.』

Parece que o Sexto se apegou a Zelphy-san.

『Até mesmo para aquela aventureira Zelphy, ela com certeza está desesperada. Mas ainda assim, a reação da Novem foi inesperada.』

A Sétima Geração não pareceu se importar muito com isso.

『É porque a Novem é uma filha da Casa Forxuz, então talvez ela realmente não se importe se ele tiver uma amante ou duas? E espera, do meu ponto de vista, não deveríamos estar mais preocupados com o Lyle?』

Eu entendi que não tenho aliado nenhum aqui.

De todas as coisas, quando meus olhos se encontraram com o do guarda de pé ao lado do Lorde, ele deixou escapar um riso.

(… A-armaram pra mim? M-mas por quê?)²

Eu não acho que hajam problemas com minha linha pensamento, na qual a Zelphy-san poderia simplesmente ter aceitado a Lockwarde-san como subordinada em um instante.

Ainda assim, isso acabou comigo recebendo-a.

 

 

 

 

Tendo retornado para a casa alugada pela primeira vez em algum tempo, eu confrontei a Novem.

Preparar comida seria um saco, então nós fizemos isso fora.

Eu já havia entrando no banho escovado os dentes.

(E-eu tenho que por meu espirito nisso!)

Eu regulei minha respiração e tentei passar meus sentimentos.

Isso não foi porque os ancestrais me mandaram.

Para com a garota que sempre me oferecia suporte, eu queria oferecer uma resposta aos seus sentimentos.

Mas que tudo… Eu gostava da Novem.

Eu estava começando a suar de nervosismo. As palavras não estavam saindo tão bem como eu queria.

“Novem…. Eu te amo. Tão inútil quanto eu sou, eu gostaria que você se casasse comigo.”

“Lyle-sama… Eu estou feliz.”

Novem cobriu sua boca com ambas as mãos. Suas bochechas estavam coradas, e seus olhos estavam húmidos.

“Y-yeah! Então você sabe… um… De quem eu gosto é da Novem, e eu não tenho nenhum sentimento romântico para com a Lockwarde-san ou algo do tipo. O assunto prévio era mais algo de salvá-la de alguma forma, eu acho.”

Eu me sentia como um daqueles caras incorrigíveis dando uma desculpa por ter traído, mas transmitir meus sentimentos para a Novem era minha prioridade número um.

Mas os ancestrais estavam fazendo barulho.

Eu acharia bom se eles pudessem ler o clima e que calassem as bocas.

O Primeiro e o Segundo disseram…

『Que fala de inútil… Você tem que resolver as coisas claramente.』
『De você, que não foi nem capaz de falar com o seu primeiro amor, você não têm um fragmento de poder de persuasão nisso.』

Novem, é o bastante se só houver você ao meu lado… Eu queria dizer isso.

“Então eu gostaria que você sempre ficasse ao meu lado. Juntos, eu acho que seria bom se nós vivêssemos assim, sabe…”

『Bem, sua confissão não foi realmente bem baseada. E espera, eu acho que seria melhor se você criasse um pouco mais de atmosfera para isso. Você tem que dar um presente, ou selecionar o local cuidadosamente, ou então…』

O Terceiro me julgou.

Eu sabia. Mas se eu não dissesse isso aqui e agora, eu tenho a sensação de que a situação se tornaria irreversível.

Removendo as lágrimas com um dedo, Novem falou.

“Obrigada, Lyle-sama… mas…”

(M-mas? Espera, isso significa que eu estou sendo rejeitado? E-ela disse que estava feliz, não disse?)

“Para aqueles que se chamam de homens; não é certo desistir de seus sonhos tão facilmente. Você queria se tornar um aventureiro, e viver uma vida de capricho enquanto é servido por mulheres… Para realizar tal sonho, você tem que firmemente aumentar sua influência. Para efetivar o sonho do Lyle-sama, como eu pensei você tem que se tornar um aventureiro de primeira classe.”

Enquanto a Novem dizia isso, eu era incapaz de compreender o que ela queria dizer.

Um aventureiro de primeira classe?

Eu só virei um aventureiros para garantir provisões necessárias para viver, e eu não havia realmente decidido meu futuro a tão longo prazo.

“… O quê?”

『Lyle! Então você tinha uma ambição dessas!?』

Eu ouvi a voz raivosa da Quarta Geração.

Mas eu não tinha memória de dizer algo assim. Em primeiro lugar, não era como se eu estivesse fixado em ser um aventureiro ou algo assim.

Novem continuou.

“Eu estou ciente dos Preceitos da Família. Certamente, Aria-san é alguém digna de ser uma mulher da Casa Walt. Então por favor a inclua em seu harém sem mais nenhum atraso.”

A declaração da Novem chocou o Primeiro.

『O-o que foi isso…』

“Pare. Novem, por favor pare.”

E espera, não era como se eu quisesse um harém ou…

Enquanto eu estava pensando isso, o Terceiro falou.

『Ah! Lyle, você disse isso! Parando pra pensar, você disse algo do tipo!』

(Diabos que eu disse! E correr atrás de outras mulheres na frente da Novem, que se mata de trabalhar por mim, eu não sou tão idiota!)

“Eu não disse isso. Eu nunca disse nada assim.”

“Lyle-sama?”

Enquanto a Novem pendia a cabeça, a Terceira Geração continuou.

『Vê, aquela vez bem no começo! Antes de você saber da nossa existência, você disse essas exatas palavras pra Novem em cima da carroça!』

Ouvindo isso, a Quarta Geração relembrou.

『Então foi lá!』

Em confissão, a Segunda Geração confirmou.

『M-mas isso foi apenas para fazer a Novem-chan voltar para a casa dela, certo? O quê? Não é estranho que a Novem-chan não tenha percebido isso?』

Após eles dizerem tanto, eu comecei a lembrar.

Eu tentei desiludi-la e a enviar de volta para a Casa dela.

【Eu não tenho tal vontade. Eu vou me tornar um aventureiro, e viverei uma vida caprichosa sendo servido por mulheres. Ser expulso da minha família na verdade fez eu me sentir aliviado.】

“Merda quente, eu disse!!”

Tendo me lembrado disso, eu soltei um grito confuso, e a Novem colocou sua mão em meu ombro em preocupação.

“Lyle-sama!? O que houve, Lyle-sama!?”

O Primeiro falou em uma voz baixa.

『S-seu… apesar de ser um banana, você tinha ambições como essas.』

Para com o Primeiro, o Segundo…

『Siga o fluxo da conversa! Ela se fez acreditar na mentira que o Lyle inventou!』

A Terceira Geração estava um pouco perdido em pensamentos.

『Mas ainda assim, eu não consigo pensar que a Novem-chan não percebeu algo assim, não?』

O Quarto me julgou ainda mais.

『Lyle! O que você vai fazer daqui em diante!? Mesmo quando você tem a Novem-chan, você vai dar as boas-vindas àquela garota Aria? É óbvio que você vai escolher uma!』

Para o Quarto, o Primeiro gritou.

『Você está fazendo pouco da imagem viva da Alice-san!? Seu quatro-olhos maldito, bora levar isso lá pra fora!』

O Quinto parecia ser da mesma opinião que o terceiro.

O Sexto deu a seguinte avaliação da Novem

『Então a Novem é aquilo… o tipo de mulher que se você der um passo fora do caminho, ela cria um perdedor de primeira classe.』

O Sétimo permaneceu despreocupado.

『Lyle é o ex-herdeiro de uma Casa de Condes. O que mais, ele é um tipo de existência escolhida que carrega sangue real em si, não é? Isso pode ser devido aos ensinamentos da Casa Forxuz, mas não façam barulho por causa de uma amante ou duas.』

Diante da resposta do Sétimo, o Sexto deu uma suave resposta.

『… Seu, você diz algo assim quando você só teve uma única esposa.』

O Sétimo contra atacou.

『Olhando pro meu pai (o Sexto) e meu avô (o Quinto), de jeito nenhum³ que eu iria querer um Harém. Bem, se for a Novem, ela vai provavelmente lidar com tais assuntos domésticos, então não há problema.』

(Mais importante, por que vocês não arrumam algumas boas ideias para me ajudar a resolver essa situação!?)

Para corrigir seu mal entendido, eu me levantei e agarrei ambos os seus ombros.

Eu ignoro aqueles caras não confiáveis e me resolvo.

“Novem!”
“S-sim!”

Eu ponho minha respiração em ordem.

E encaro seus olhos violetas.

“Eu não quero um harém. Desde que eu tenha você, é o bastante!”

“Lyle-sama… Eu me desculpo profundamente.”

Para poder evitar quaisquer mal-entendidos, eu tive certeza de dizer isso claramente.

Eu sabia que uma resposta vaga não me levaria a lugar nenhum.

Ainda assim…

“Eh?”

Novem ofereceu suas desculpas, e o sino amarrado a porta soou.

“Eu já chamei a Aria-san aqui. Ela estava sem um lugar para ficar, e a Zelphy-san estava vivendo com seu noivo, então ela não podia recebe-la.”

“E a minha opinião!?”

Essa foi a primeira vez que sequer ouvi do noivo da Zelphy-san, mas mais importante eu preciso lidar com a Lockwarde-san.

“E então, eu sinto muito mesmo. Ah, eu vou lá recebe-la.”

Enquanto ela se separava de mim, Novem parecia estar sorrindo um pouco.

Como uma criancinha travessa, esse tipo de felicidade.

(O-o que isso quer dizer?)

Eu me sento onde estou e me agacho, enquanto ponho ambas as mãos na minha cabeça.

Eu tenho uma mulher que tem estado ao meu lado por tanto tempo, e estou trazendo uma nova mulher para casa.

Olhando de fora, eu sou definitivamente um homem sem salvação. Não há nada que eu possa dizer sobre isso.

“Eu realmente não tenho salvação, tenho!!?”

E nisso, as palavras do Quarto me perfuraram.

『Ha? Não importa como se olhe, você é assim desde o começo.』


Tradutor: Batata Yacon   |   Revisora: Ana Paula



Notas:

1. Meio óbvio, mas é perseguir como interesse amoroso.

2. Talvez por você ter armado contra o lorde primeiro?

3. Eu queria colocar um “Nem fodendo que eu iria querer um harém”. Passa melhor os sentimentos que ele quer transmitir, mas o Sétimo não fala assim… normalmente.

Contribua com a Novel Mania!
Alterar fonte
Cores