Setes – Volume 7 – Capítulo 5 – Lutando com Skills


Lutando com Skills

 

Com a partida terminada, fui chamado ao balcão por um funcionário da guilda para receber uma explicação simples.

Naturalmente, não fomos os primeiros aventureiros que causaram confusão em seus primeiros dias na filial leste.

Eu tinha minhas insatisfações, mas do ponto de vista da guilda, não havia a opção de não fazer nada comigo.

Como representante do grupo, me sentei à frente da recepcionista da guilda, 【Tanya】.

Minhas outras companheiras estavam aguardando em uma cafeteria na área de repouso da guilda. Duvido que haja algo importante o bastante para chamar todos nós oito.

A esbelta Tanya lançou-me alguns olhares irritados enquanto terminava os documentos de relatórios.

Escutei que Erhart foi carregado para as instalações médicas, e receberia uma severa reprimenda após descansar um pouco.

— Sim, parece que a culpa é do outro grupo. E o fato de você ter sido arrastado para a bagunça é algo que consegui confirmar.

Se é assim, então por que tenho que ser repreendido? Com esse sentimento, tentei protestar:

— Então a reprimenda severa que tenho que receber…

— Ainda vai acontecer.

Dizendo isso muito diretamente, Tanya-san terminou o relatório, o colocou de lado, e limpou o topo de sua mesa.

Parecia que ela era uma pessoa organizada. Levantando o lado direito de seus óculos para reajustar sua posição, ela começou a me advertir:

— Uma das membras de seu grupo está trajando vestes altamente conspícuas. Uma autômato, não é? É fato que a aparência dela atrai atenção. Há alguns que tentariam puxar briga dentro da guilda como o Erhart-kun, mas há sempre pelo menos uma quantidade fixa de aventureiros prontos para recorrer a meios desagradáveis. Além do mais, não estou me referindo a inexperientes, mas a veteranos competentes.

Parece que aventureiros mal-intencionados existiam em uma quantidade fixa.

Mas no pico matinal, não pude realmente sentir muitos dessa espécie.

Isso porque a maior parte de seus trabalhos ativos acontecia à noite, então esses tipos dormiam pela manhã, aparentemente.

Não que isso fosse um absoluto.

— O fato de que seu oponente está errado não resolve o problema fundamental. Na verdade, um grupo como o seu, Lyle-kun, é um que atrai problemas muito facilmente. Você deveria adverti-las como líder.

Mesmo se eu quisesse refutar essa, talvez fosse minha responsabilidade fazer isso, então assenti e deixei por isso mesmo.

Tanya confirmou a informação no meu cartão da guilda, e examinou as avaliações que recebemos até agora.

— … Houve algum tempo vago desde seus últimos registros em Arumsaas. Mas em quesito de avaliações, vocês obtiveram uma boa linha de altas notas. Se é assim, você será capaz de participar em uma força de supressão de labirintos em breve.

O que Tanya disse foi algo não coberto pela reunião explicatória, então inclinei minha cabeça.

Quando tentei perguntar, ela soou um pouco surpreendida:

— Você não sabia? A filial leste é renomada por ter vastas quantias de tempo desperdiçadas completamente em movimentação, então é claro que há alguns méritos nisso. Do contrário, aventureiros não viriam, não é? Um dos maiores prós é a subjugação de labirintos.

Para com o Labirinto administrado pela cidade livre de Beim, é claro que era proibido tentar completá-lo.

Parece que ainda há idiotas por aí tentando desafiar sua câmara mais profunda, mas tais aventureiros são imediatamente apagados por uma saudável companhia de limpeza conhecida como os 【Varredores】. Aparentemente.

Significando que aqueles desejando se enfiar nesta cidade tinham chances extremamente pequenas de alguma vez desafiar a câmara mais profunda. Eles nunca seriam capazes de obter o tesouro conhecido como metal raro.

De dentro da Joia, eu ouvi a voz do Terceiro:

『Então o mérito é o completar de calabouços? Verdade, você não pode sair fazendo isso com um labirinto administrado, então ser capaz de obter metais raros e outros tesouros é um enorme bônus.』

O Quarto soltou uma voz duvidosa:

『Mas nada disso apareceu na apresentação. Talvez haja alguma razão para isso.』

Ele tinha razão.

Então tentei perguntar:

— … Isso é algo que qualquer um pode participar?

Tanya-san sacudiu sua cabeça levemente para o lado.

— Não. Nós nos encarregamos de despachar um número de grupos aventureiros competentes quando aparecem. Nesses casos, é inevitável que grupos com altas avaliações sejam selecionados. Quando Labirintos são encontrados, esses pedidos são marcados para serem enviados a filial leste com a mais alta prioridade. Outras filiais só recebem esses tipos de pedidos uma ou duas vezes por ano?

(Uma ou duas vezes por ano? Tão pouco assim? Não, talvez seja melhor pensar que isso é alto? Não sou muito bem informado sobre essa área.)

Ouvindo isso, o Sétimo soou relutante:

『Significando que a menos que sua avaliação seja alta, você nunca terá a chance de desafiar um Labirinto. Tudo isso depende da guilda.』

Tanya-san fez um sorriso forçado enquanto continuava:

— Nós recebemos aventureiros muito bem avaliados de braços abertos. Por favor continuem a ser aventureiros competentes durante sua estada em nossa filial.

Então ela estava me dizendo para completar quaisquer que sejam os trabalhos que a guilda jogará para nós, e elevarmos nossas avaliações.

Nossos registros passados devem ter alguma influência nos trabalhos selecionados para nós.

Não acho que receberemos nada que sejamos incapazes de completar, mesmo assim, ponderei sobre o mérito de ser capaz de subjugar labirintos.

(Naturalmente, fazer isso pode te render tesouros e metais raros na câmara mais profunda. Grupos com pedidos da guilda, tais como subjugações são aquelas acima de um certo nível de avaliação. É um sistema confiável, mas ao mesmo tempo, significa que terei rivais competentes no trabalho.)

Com a natureza das Skills em minhas mãos, Labirintos são um lugar onde posso trazer resultados além de minhas próprias habilidades.

Talvez transferir para a filial leste não seja a melhor opção afinal de contas.

(Mesmo aqui, posso desafiar o Labirinto de Beim. Então ficar aqui por enquanto parece bom.)

Se eu fechar meus olhos para algumas inconveniências, essa realmente é uma guilda conveniente para mim.

Levantando-me de minha cadeira, me desculpei com a Tanya-san:

— Darei meu máximo para atender suas expectativas. E me desculpo pela confusão de hoje. Sinto muito.

Após conter umas risadas, Tanya-san removeu seus óculos e falou:

— Mesmo do ponto de vista de uma membra da guilda, foi uma série de eventos saída diretamente de uma novela.¹ Foi realmente interessante. Lyle-kun, você ficou bem famoso no seu primeiro dia aqui.

Enquanto ela sorria e dizia coisas como, “minhas profundas condolências”, e me dava um sorriso sarcástico em troca, me levantei e saí.

Naquele dia.

Após retornar à pousada, passei tempo até o jantar sozinho.

Lancei minha consciência dentro da Joia para receber algum treino do Sexto.

Em seu quarto de memórias, o enfrentei com minha arma erguida.

Pensando que era uma sala que havia visto antes, percebi que era a sala da mansão onde aprendi esgrima.

Para a militarista Casa Walt, uma sala de treino era uma instalação bastante essencial.

— Não mudou nada.

Olhei em volta e disse isso.

『É porque não há razão nenhuma para mudar o básico. A menos que uma enorme mudança ocorra no campo de batalha, tenho certeza que ficará assim por anos vindouros.』

Armas, táticas, e magias…

Desde que nada revolucionário venha para alterar o cenário do campo de batalha, o Sexto dizia que treinamento sempre seria o mesmo.

Um machado de batalha. Tomando postura com sua alabarda, ele olhava para mim e ria:

『Estranhamente, aquele pirralho Erhart é do mesmo tipo que eu. Agora, o que você fará!?』

Ele provavelmente queria dizer que era do tipo que usava força, mas o Sexto não estava usando nada para fortalecer seus músculos. Mesmo se estivesse, tenho certeza que ele podia usar apenas o primeiro estágio do Primeira Geração, 【Ao Máximo】.

A alabarda que se parecia mais com um machado enorme amarrado em uma lança, se especializava em ações de cortar e fatiar.

Seu cabo era ainda mais longo que a espada gigante, e diferente de Erhart, o Sexto tinha vasta experiência de combate.

Além do mais, quantas vezes exatamente ele havia enfrentado oponentes humanos?

Posicionado, nos movemos como se para traçar um círculo em volta do outro. Enquanto aguardava por uma chance de atacar, ou de aparar seu golpe, o Sexto começou seu assalto.

— Rápido!

Assim como o primeiro, o Sexto havia sido abençoado com uma larga compleição.

E esse homem estocava sua alabarda enquanto mergulhava avante.

Ar intimidante e força muito além de Erhart. Deveria eu tentar virar sua força para o lado… não, eu deveria desviar aqui.

『Ingênuo. Ingênuo demais!』

Eu tinha conseguido esquivar da ponta da lança, mas enquanto ele retirava sua arma, a parte do machado se afundou em meu ombro esquerdo.

Pensei que havia meramente me arranhado, mas havia goivado muito mais profundamente do que antecipei.

Sangue espirrou, e quando tentei recuar, ele agarrou a extremidade do cabo com uma mão, e o balançou em um arco.

— Força bruta assim é…!

『Eu falei, não foi!? Que sou do tipo de força!』

Quando a alabarda acertou o chão, uma nuvem de poeira subiu, e uma sensação como a da ocorrência de um terremoto me assolou.

Enquanto eu estava desnorteado, ele se aproximou segurando o cabo mais perto da ponta dessa vez.

Antes que pudesse bater lâminas comigo, senti uma abertura e imediatamente estoquei com meu sabre.

Ele virou sua cabeça para a esquerda a fim de evitar, e tentei usar meu movimento de estocada para virar a lâmina e cortar seu pescoço diagonalmente.

Mas…

— … Você pode fazer isso?

『Se eu te agarrar assim, você não pode escapar, não é? E algo assim acontece todo o tempo todo dia.』

Com a lâmina de meu sabre agarrada em sua mão esquerda, ele balançou a alabarda em sua direita.

Eu larguei o sabre e tentei me distanciar, mas o Sexto correu junto comigo, jogou o sabre para longe, e usou sua mão esquerda para estocar em meu peito e me levantar pelo colarinho.

Bastante apropriado à sua compleição… não, com poder ainda maior que isso, ele me levantou alto, e me bateu no chão.

『Eu não fui tão longe a ponto de te bater de cabeça, mas dói pra caramba, não é?』

Solto de seu agarro, vagarosamente me coloquei de pé.

Minhas costas haviam recebido um golpe e tanto, e eu não conseguia respirar. Não podia me igualar a ele em artes marciais.

Nossas compleições eram diferentes demais. Mesmo se meu nível de técnica estivessem além do nível dele, ele também tinha habilidade considerável, e conhecimento o bastante para compensar.

E ainda mais que tudo isso, ele não tinha hesitação nenhuma.

『Lyle, você ainda tem um pouco de hesitação contra inimigos humanos.』

Abri minha mão. O sabre se manifestou nela, então agarrei o cabo e entrei em posição.

A dor já havia me deixado, e os ferimentos revertidos como se nunca estivessem lá a princípio.

— Não é como se nossa relação estivesse apenas no nível de conhecidos. Não acho que estou todo entusiasmado em apontar uma arma a você.

O Sexto sorriu:

『Você está pensando demais. Eu não morrerei aqui mesmo se me matar, então fique tranquilo, e dê seu máximo. E veja… mesmo seu máximo não será capaz de me derrotar.』

Seu tom me irritou, e acabei recorrendo às Skills.

Com a 【Explosão total】 do Primeiro para elevar minhas habilidades por várias vezes, dei uma estocada com minha lâmina.

Mas dessa vez o Sexto sacrificou sua mão esquerda. Ele a utilizou para bloquear o sabre iminente, e naturalmente, a lâmina a perfurou.

E mesmo então, o Sexto sorriu. Ele agarrou a lâmina para não deixá-la escapar, e espalhou o sangue de sua mão esquerda em minha face.

Ele realizou sua ação muito propositalmente, e até aumentou seus ferimentos para isso.

— Meus olhos!

Com minha visão bloqueada, utilizei minhas Skills em busca dos movimentos de meu oponente.

No entanto, as Skills do Segundo, Quinto, Sexto…

Se tratando de seguir os movimentos do inimigo, não é como se o Sexto realmente fosse me dar tempo.

Agarrando meu momento de pânico…

『O Segundo falou, não foi!? Skills só tem significado se você puder dominá-las! Recorrer a elas na menor provocação é o que um idiota faria!』

O corpo da porção do machado foi abaixado sobre minha cabeça, e caí no chão.

Com sua arma sobre o ombro, o Sexto começou a me ensinar:

『Escuta aqui, você realmente deveria ter se distanciado um pouco e atacado com magia. É claro, eu teria lidado com isso de algum modo, mas você pode usar a Skill do Segundo até seu estágio final. Se você lutasse com alguma distância entre nós, a possibilidade ainda…』

Eu me levantei vacilante e olhei para ele.

『… O que foi?』

— Nada, só pensei que apesar de você raramente se destacar, é surpreendentemente forte, Sexto.

Talvez estivesse ciente disso, já que baixou o cabo de sua alabarda sobre minha cabeça.

『Não é que eu não me destaco! A personalidade dos outros são fortes demais! É por isso que alguém tão normal e sadio quanto eu não se destaca.』

Ele era muito simplesmente, forte.

(Não acho que ele seja normal, mas comparado ao resto…)

Ele não brincava com seus oponentes como o Terceiro.

Diferente dos outros que tinham algumas inclinações específicas em seus estilos de batalha, ele era apenas puramente forte.

Nunca lutei diretamente com o Primeiro ou o Segundo, mas eles tinham seus hábitos.

A arma do Segundo era um arco. Era duro a curta distância, mas com alguma distância a um inimigo, ou uma floresta em volta, poderia ser uma enorme ameaça.

O Primeiro balançava sua lâmina gigante aos próprios limites de sua força física, e isso era ao nível de agitar uma tempestade.

Como resultado, a avaliação que dei ao Sexto era “puramente forte”.

『Hah, isso é tudo por hoje.』

Ele falou isso com leve objeção, e antes que eu notasse, me encontrei sem sabre no espaço na frente de seu quarto.

Na sala de conferências com uma mesa redonda, o Quarto aguardava por mim.

『Lyle, é hora de jantar. A Novem-chan e as outras vieram te acordar.』

Ouvindo isso, comecei a retornar imediatamente, mas o Quarto me impediu. “Espera um pouco” ele disse, enquanto olhava para o teto.

— O que foi?

Olhei para cima, e me encontrei olhando para o rosto da Novem.

Ela encarava algo e tocava com sua mão.

— … Ela está me acordando. E espera, é assim que vocês olham para o mundo lá fora?

O Quarto sacudiu sua cabeça.

『Têm horas que podemos usar seu campo de visão também, e horas que podemos apenas ver assim da Joia. É claro, ambos usam sua Mana igualmente.』

Eu podia suportar agora, mas era realmente um saco quando eu mal havia recebido a Joia. Sempre que os ancestrais se agitavam, eu perderia toda minha Mana e desmaiaria.

— Então, o que estamos esperando?

O Quarto manteve seus olhos no teto.

『… A Novem-chan, veja, está olhando para o seu rosto e sorrindo. Talvez seja melhor você ficar assim um pouco mais.』

Olhando para cima, eu definitivamente podia vê-la sorrindo.

Ela estava acariciando meu rosto.

— Então eu não posso retornar e fingir dormir um pouco…

O Quarto…

『Você está certo, mas de algum modo, quando ela entrou no quarto, ela estava olhando para a Joia. É só um palpite, mas… tenho certeza que ainda há algumas coisas que a Novem-chan está escondendo. Eu só queria colocar isso pra fora aqui.』

Escutando sua opinião, olhei para as cenas acima da mesa.

Estudando o sorriso da garota projetada acima, me senti um pouco ansioso.


 

Tradução: Batata Yacon   | Revisão: Delongas


Ei, se estão gostando do projeto e desejarem ajudar um pouco, vocês podem fazer isso acessando o link abaixo, solucionando o Captcha e aguardando dez segundos para ir à nossa página de agradecimentos.

Podem acessar por aqui.

Não se esqueçam também que é possível ler diretamente no site do tradutor, que sempre se mantém alguns capítulos à frente daqui.


 


Fontes
Cores