Setes – Volume 5 – Capítulo 13 – O Chefe de Segunda Geração



O Chefe de Segunda Geração

 

Dentro da Joia.

Quando abri meus olhos, me encontrei sentado em minha cadeira, com a sala de conferências se estendendo diante de mim.

No local onde o Segundo uma vez sentou.

A cadeira havia desaparecido, e a porta atrás dela também.

O Primeiro deixou sua espada para mim.

E o Segundo, um arco prateado.

Na sala, havia apenas eu e o Terceiro. Os outros ancestrais não se mostraram.

『… Realmente se parece com o arco do pai. Eu não acho que era tão grande? Não, você pode mudar o tamanho dele? Que interessante.』

Dessa forma, ele me dirigiu um sorriso, mas eu fui incapaz de responder.

Quando baixei minha cabeça, ele riu:

『O que foi? Você ainda está se atormentando por isso?』

Eu expressei meus sentimentos em palavras, pouco a pouco.

“… Eu nunca ofereci uma despedida adequada. Mesmo podendo usar a Skill desde o começo.”

Será que ele está nervoso?

Será que se sentiu irritado?

Isso foi o que pensei, mas ainda com um sorriso em seu rosto, o Terceiro ofereceu um tom animado:

『Você está pensando demais. Ele deve ter ficado feliz no final. Eu também estou grato a você do meu lado. Digo, você me permitiu ver a cena do meu irmão sendo salvo. Eu fiquei feliz.』

Levantando seu rosto, o Terceiro se levantou da mesa.

『Eu era o segundo filho. Desde que meu irmão diligente fizesse seu melhor, pensei que estaria tudo bem fazer o que bem entendesse. Mas levei isso longe demais. Em um dia chuvoso, eu saí… usando o arco que tinha aprendido a usar com o meu pai, ele veio para me proteger.』

Para um Cavaleiro, um arco não era uma arma digna.

No mundo de nobres e magia, um ataque a longa distância e feitiços eram a mesma coisa.

Depender em mais coisas faria os outros pensarem que você próprio carecia de poder.

“Terceiro, o que você pensava do Segundo?”

Quando eu disse isso, ele manteve seu sorriso.

『Um pouco intrometido, talvez? Por mim, ele foi tão longe a ponto de preparar tanto uma esposa e um plano para desenvolvimento da terra, e isso porque pensava que eu era pouco confiável por conta própria.』

Parece que ele tinha alguns sentimentos complicados sobre isso, mas o Terceiro adicionou um ‘mas’.

『Mas, mesmo quando meu irmão morreu por minha causa, ele nunca me culpou. Mesmo quando teria sido melhor se meu irmão fosse o sucessor, ele sempre disse que foi tudo culpa dele… isso porque aquele homem era pessimista por natureza. Ah, eu acabei rindo quando ouvi que ele era o mais simples. Digo, eu vi ele trabalhando tão duro para construir a base.』

Impopular entre a população, a arma em sua mão imprópria a um nobre. Sem sequer uma avaliação adequada dada a ele, foi o homem simplesmente preso entre o Primeiro e o Terceiro.

“Eu nunca esquecerei o Chefe de Segunda Geração.”

『Hahaha, se ele transcendesse o tempo para receber uma avaliação de seus descendentes, então tenho certeza que ele ficaria feliz.』

Meus sentimentos ficaram só um pouquinho mais leves.

(… Sinto muito, Segundo. Te causando problemas até o final.)

Enquanto me desculpava internamente, meu campo de visão dirigiu-se a um espaço um pouco acima da mesa.

Eu olhei para o arco.

Ele brilhava em uma cor prateada, e lançava flechas de luz. O arco flutuou quietamente acima do espaço do Segundo.

Um naco de espada para o Primeiro, e ainda assim, um arco para o Segundo…

Parece que os dois não foram nem capazes de conversar por um longo tempo.

As armas que os dois usavam existiam como que para representar essa relação.

“A razão pela qual o Segundo escolheu o arco, uma rebelião contra o Primeiro?”

Quando eu disse isso, o Terceiro inclinou sua cabeça.

E após entender o que eu estava querendo dizer, ele estourou em risos.

『Nada disso. E mesmo entre pai e filho, somos todos humanos. Não há nada tão perfeito por aí. Eles podem ter suas reclamações, e estou certo que há coisas que não gostem um sobre o outro. E isso era particularmente forte com o Segundo e o Fundador. Mas veja…』

O que o Terceiro explicou foi a razão pela qual o Segundo escolheu o arco.

『Mesmo quando eu escolhi a espada, o pai nunca disse nada. Eu tinha certeza que ele me diria para continuar treinando com um arco, mas ele nunca forçou muito isso. Foi por isso que eu acabei perguntando.』

“O Segundo disse que você nunca fez nada desnecessário.”

O Terceiro assentiu.

『Digo, isso reduziria meu tempo livre. Eu realmente não gosto de empregar qualquer esforço desnecessário. Oh, é mesmo, a razão pela qual o Segundo escolheu o arco, não é? Aparentemente foi para seguir atrás do Primeiro.』

(Então por que não uma espada?)

Talvez sentindo meus pensamentos, o Terceiro falou:

『Soa estranho, certo? Mas veja, ele sempre quis ficar ao lado dele, e continuou falhando… foi por isso que ele quis oferecer suporte ao Primeiro por trás. Talvez ele o admirasse.』

Sacudindo aquela lâmina enorme dele, massacrando monstros, o Primeiro certamente era maneiro.

Seu jeito de viver que abriu caminho para a casa Walt com nada além de sua espada era, apesar de preenchido com problemas, algo que atraía pessoas para ele.

O Terceiro falou:

『O final foi meio duvidoso, mas ele disse o que queria, e conseguiu ver um garoto que se assemelhava a seu filho ser salvo. Não acha que tudo funcionou, olhando para o resultado?』

Sendo perguntado isso, meu peito começou a doer.

Eu tinha algum sentimento apologético.

Se eu tivesse sido mais confiável…

Se eu tivesse dado o golpe final pessoalmente…

Os rostos do Marcus-san e dos outros passaram pela minha cabeça.

O Terceiro me chamou:

『Lyle, você odeia o Marcus e os outros homens?』

Eu avaliei meus próprios sentimentos. Mesmo quando pensava muito sobre isso, eu só conseguia pensar com uma racionalidade infantil.

“… Eu odeio eles. Mas isso também foi responsabilidade minha. Não tenho ideia do que fazer.”

『Então só odiar eles, serve. De tudo mais, do nosso lado, o lado daqueles que usam outros, eles não são nada além de problemas. É por eles não serem nem capazes de realizar um trabalho adequadamente que isso foi deixado para eles. Tentar obter uma promoção dessa forma é realmente risível.』

A expressão do Terceiro tornou-se séria.

『Eles são o tipo que o Segundo odeia. Tenho certeza que se ele estivesse aqui, ele berraria com eles mesmo sabendo que eles não poderiam escutar. Quando você pensa nisso dessa forma, aquela Cavaleira Norma realmente é excelente. Se ela encontrasse um bom superior para seguir, tenho certeza que se tornaria uma boa Cavaleira.』

Eu perguntei ao Terceiro sobre como lidar com eles.

“Então, o que eu devo fazer?”

『Quanto ao tratamento deles? Nesse caso…』

Eu decidi adotar a proposta do Terceiro.

… Novem confirmou o relatório da Norma.

Ao lado do Portador, ela havia o revisado várias vezes. Em volta delas, a coleta de materiais de monstros, e tratamento dos feridos estava ficando bastante febril.

Reparar as paredes também era uma necessidade, e como punição por ignorar ordens, Marcus, Breid, e os outros foram ordenados a ajudar com essa tarefa.

Novem soltou um suspiro.

“Isso não é bom! Por que o seu nome aparece tantas vezes que parece um exagero? Quando se pensa que você estava no fronte leste, de repente está dando ordens no norte. E também, o número de monstros derrotados aqui está errado.”

Ouvindo isso, Norma objetou:

“Se eu não fizer pelo menos isso, não vou me destacar!”

Novem deu uma resposta clara:

“Este relatório não tem absolutamente nenhuma credibilidade. Se você não escrever algo com o qual eles ficarão satisfeitos, será rotulada como uma fraude.”

“M-mas…”

O papel do comandante não era lutar na cena.

Mesmo quando ela sabia disso, Norma submeteu-se a enfiar seu próprio serviço por todo o documento.

Descansando com uma bandagem em torno de sua cabeça, Clark suspirava enquanto tentava persuadi-la.

“Capitã, derrotar o Grifo é indubitavelmente uma conquista indisputável. E também, o vilarejo foi protegido com baixas mínimas… essa pode não ser a melhor forma de falar, mas três mortes é um número ridiculamente baixo. Não há dúvidas que você será promovida.”

De acordo com o plano, se ela não fosse promovida por derrotar um Grifo, haveria problemas para o lado imperial.

Porque dali em diante, se eles não mais esperassem uma recompensa por derrotar tais bestas, os Cavaleiros e soldados experimentariam uma queda enorme em motivação.

Tendo alcançado um resultado grandemente visível, Norma certamente irá ascender.

Não, se não ascendesse o critério futuro se tornaria uma bagunça, ou assim ele explicou.

E Clark olhou para Novem.

“Eu acho que está tudo bem se você planeja vender os cadáveres de monstros para repor as quinhentas moedas de ouro gastas, mas mesmo o Grifo estando em um bom estado, eu duvido que consiga uma soma dessas, sabe?”

Era sobre o dinheiro espalhado por aí nessa subjugação de monstros, mas ter Cavaleiros e soldados aceitar isso não era bom para a reputação deles.

O fato de que a autoridade de comando foi transferida também era um problema.

O dinheiro em si estava espalhado no meio de uma cidade, então não era algo que pudessem ocultar, mesmo se tentassem.

É por isso que, no papel, as tropas de Norma haviam pego dinheiro emprestado do Lyle, e pago suas dívidas com os cadáveres do Grifo e Hipogrifos.

Novem não havia perguntado demais sobre as circunstâncias em torno dessa área, mas foi algo que o Lyle fez, então não se podia fazer nada.

“Bem, são as ordens do Lyle-sama. Agora, Norma-san, você tem que escrever um relatório cobrindo os esforços de todos.”

Do trabalho de seus subordinados que numeravam mais de cem, e o quão duro aqueles falecidos haviam batalhado. Norma tinha que continuar produzindo relatórios.

Clark não estava em uma posição para escrevê-los, então a Norma teve que fazer isso sob a cerrada vigilância de Novem.

Ela havia completado os estágios preliminares de cura, então, como era bastante familiar com documentos, Novem foi escolhida como inspetora.

Norma continuou a resmungar reclamações.

“Todos eles… esses cinco são desnecessários, certo? Eles não finalizaram um Hipogrifo ferido, sabe. Um erro crítico. Eu acho que é algo merecedor de um rebaixamento, honestamente.”

A própria promoção da Norma estava dependendo disso, então não era estranho para ela tentar acabar como a única vencedora.

Por conta disso, próximo a ela…

“Olha, apenas escreve isso logo. Senão, vou ter certeza de relatar ao pai. Sobre o quão duro você trabalhou.”

Uma sorridente Shannon estava sentada bem na frente dela.

Enquanto sorvia uma bebida, ela parecia estar se divertindo com a tristeza da Norma.

“… Eu nunca ouvi que uma filha da Casa Circry estaria aqui!”

“Isso porque nós nunca te contamos. Por falar nisso, ela também tem uma irmã mais velha aqui, então se você não manter sua promessa, certamente enfrentará retribuição.”

Diante da ameaça de Novem, Norma confrontou a papelada mais uma vez.

Suas mãos estavam manchadas de tinta, e os documentos mal escritos estavam se acumulando impressionantemente.

“Eu só tenho que fazer isso, certo!? Certo!”

Enquanto soltava um grito irritado, Norma escreveu.

Vendo isso, Novem deu ordens.

“Não escreva seu próprio nome! Você estava comandando do posto central, então por que você de repente está dando instruções tão detalhadas no portão norte!? Se toca!”

Vendo quão frequentemente seus relatórios eram provavelmente lotados de mentiras, Clark começou a sentir uma dor diferente em sua cabeça além da ferida que havia sofrido lá…

Eu observei Luka fazer a mira no alvo e disparar sua flecha.

Ele estava puxando com toda força, e suor descia sobre sua sobrancelha.

Essa forma dele, de alguma forma se sobrepunha com a cena da memória do Segundo.

Quando a flecha acertou o alvo, Luka explodiu em alegria.

“Eu consegui! Com isso, me pergunto se algum dia serei como o Lyle-sama!”

Tendo me visto derrotar o Hipogrifo com o arco prateado, Luka seriamente submeteu-se a aprender o arco a fim de ser como eu.

Faz dois dias desde que o Grifo caiu, mas eu deixei o trabalho com a Novem e o resto do meu grupo, me devotando a instruir o Luka.

“Você superará alguém como eu em praticamente tempo nenhum. Essa não é nem minha especialidade… mas esse é um bom braço que você tem aí.”

Quando eu o elogiei, ele ficou radiante.

Por perto, Clara preparava alguns livros com sua Skill.

“Lyle-san, terminei de fazê-los.”

O que a Clara estava segurando, eram alguns livros copiados.

Ela havia decorado alguns livros direcionados a crianças a respeito de leitura, escrita e cálculo na mente, então fiz ela os reproduzir.

Já que estivemos sob os cuidados da família do Luka, o papel e tinta eram algo que nós havíamos preparado por conta própria, e dado.

“T-tem tantos assim?”

Luka olhou para Clara com uma expressão levemente entediada.

Posso apostar que ele é ruim em estudar, mas falei pra ele que ele precisava se quisesse ser como eu.

Clara sorriu enquanto dizia:

“As letras são impressas em tamanho grande, então é bem fácil de ler. Tem até ilustrações, então acho que você não terá problemas em entender. Talvez seja uma boa ideia conseguir a ajuda de alguém que possa ler.”

Ele estava prestes a me devolver o arco para pegar os livros, mas eu falei:

“Você pode ficar com esse aí.”

“Eh? Mas…”

Com uma corda trocada, eu entreguei o arco para ele com minhas flechas restantes.

Tenho a sensação que isso teria deixado o Segundo mais feliz.

“Eu já tenho um arco próprio. E esse daí é um pouco pequeno para mim, então vou deixar você usar.”

“Sim!”

Vendo ele segurar o arco no alto com alegria, Clara riu.

E eu tentei perguntar algo que estava me incomodando.

“Clara, quanto tempo vai levar para esses livros desaparecerem?”

Nisso, Clara respondeu com uma cara séria.

“… Lyle-san, há algumas coisas neste mundo que são melhores não se sabendo. Agora vamos apenas dizer que alguém soubesse como fazer um livro copiado durar pela eternidade. Não haveriam uma boa quantidade de pessoas incomodadas por isso?”

Ouvindo isso, eu fiquei surpreso por haver uma maneira de fazer um livro copiado via Skill nunca desaparecer.

Da Joia, o Terceiro soltou sua voz:

『… Minha nossa, essa garota só fica cada vez mais adorável.』

Para o amante de livros, Terceiro, Clara deve ser sua mulher ideal.

E ela riu, dizendo que isso era uma mentira.

“Então não é possível?”

“Não, não é, ou mais precisamente, um livro copiado vai desaparecer uma vez que aquele que usou a Skill morra. Por exemplo… se um documento importante fosse colocado sob o cuidado de tal possuidor de Skill e desaparecesse, isso não seria simplesmente terrível? E essa skill é normalmente uma que só emerge em amantes de livros. Caso seu uso leve a um futuro ruim para o livro, acho que a maioria nunca desejaria por isso.”

Nesse caso, não parece haver qualquer problema no lado da Clara.

A Skill não era onipotente ou nada assim.

“… Então aqueles que conseguem dominá-la são fortes…”

Quando murmurei as palavras que o Segundo me disse uma vez antes, Clara inclinou sua cabeça.

Enquanto olhava para o Luka alegremente erguendo seu arco, eu falei:

“Não, não é nada.”


Tradutor: Batata Yacon   |   Revisora: Ana Paula



Fontes
Cores