Setes – Volume 2 – Capítulo 11 – O Início da Casa Walt


O Início da Casa Walt

 

Tendo experimentado Crescimento e tendo mostrado um doloroso de mim para Novem e Aria… assim como para todos os ancestrais, eu parei pela sala de conferências da Joia como prometido a Primeira Geração.

Diferente do usual, o Primeiro estava de pé em frente ao seu próprio quarto.

E hoje, o Segundo estava sentado à mesa.

“Que raro, Segundo.”

Quando eu disse isso, ele deu uma curta resposta.

『Yeah.』

O Primeiro estava sorrindo.

Eles brigaram como sempre? Com isso em mente, eu perguntei o que havia acontecido.

“Vocês se meteram em outra briga? Foi sobre o que dessa vez?”

O Primeiro sacudiu sua cabeça.

『Como se tudo o que fizéssemos sempre fosse brigar. Nós só conversamos sobre uma historinha do passado e dissemos o que queríamos dizer. Agora vamos indo, Lyle. Oh, certo.』

O Primeiro abriu a porta para seu próprio quarto, mas antes de entrar, ele chamou o Segundo.

『Eu deixo o resto pra você, Crassel.』

O Segundo meramente o dispensou com sua mão. Esse tipo de interação entre esses caras era bastante rara, eu pensei.

(Eles normalmente não fazem nada além de lutar. Que raro.)

Enquanto pensava isso, eu passei através da porta com a Primeira Geração para encontrar uma velha paisagem urbana se estendendo diante de mim.

Haviam até alguns lugares nos quais os pavimentos de pedra estavam se desfazendo.

O estilo era bem velho, e o Território Weihs da Casa Walt era muito desenvolvido.

E lá haviam até mesmo pessoas caminhando por aí, seguindo com suas vidas diárias.

Mas…

“Eu não posso tocar neles?”

Quando eu, de repente, tentei esquivar de uma pessoa que veio em minha direção, meu ombro foi empurrado contra uma parede.

Mas eu não senti nada.

『Isso são minhas lembranças, ou talvez o interior das minhas memórias. A quantidade de coisas que você pode tocar aqui são limitadas, e é inútil não importando quantas vezes você tente falar com esses caras. Hey, colé, vamos indo logo.』

Enquanto eu assistia através da rua principal que dava uma sensação crua, o Primeiro caminhou adiante.

Isso era certamente algum lugar que eu nunca havia visto antes, mas não havia dúvidas sobre isso.

(Esse é o passado do território? Não, pela memória do Primeiro, a escala está errada. Isso pode parecer meio cru, mas a escala da área está no nível de uma vila ou cidade.)

Se você pensar na extensão do território, o território da Casa não deveria ter avançado a esse ponto na época do Primeiro.

Seguindo o Primeiro, nós colocamos o pé para fora da estrada principal para um caminho levemente mais estreito.

Ali, edifícios de quatro a cinco andares se alinhavam, como que para fazerem o céu pequeno e a estrada era estreita.

Eu não podia cheirar nada, mas o caminho parecia sujo.

“Exatamente aonde é isso?”

『Ah? É Capital Imperial Centralle. Cerca de duzentos anos atrás, eu acho?』

Ouvindo isso, eu estava um pouco surpreso.

“Duzentos anos!”

『Não fique tão chocado, garoto. Eu nasci cerca de cinquenta anos na história do reino, você sabe. Agora, nós estamos a cerca de trezentos anos nela, certo? Algo assim não é nada chocante.』

“C-certo.”

Eu nunca estive tão fundo em Centralle, mas eu me perguntei se ela era este tipo de lugar enquanto eu continuava.

E quando nós saímos do beco, chegamos a uma área residencial, onde casas se alinhavam.

“Isso é?”

『A casa dos meus pais. Aquilo ali atrás era um atalho, então nós o pegamos.』

Ouvindo isso, eu…

(Então isso era onde Casa Nobre Walt da Capital Imperial ficava… bem, nós não estamos mais relacionados a eles nenhum pouco, ou assim eu ouvi.)

Eu ouvi que nós nos tornamos independentes e cortamos todos os laços.

É claro, com eles sendo Nobres Imperiais, não era como se eles pudessem agir amigavelmente demais com a Casa de Condes provincial, a Casa Walt.

Digo, eu acho que essa Casa Walt era uma casa de cavalheiros na capital.

Mesmo que você chame eles de nobres, eles eram a ponta do iceberg, sem nem posições administrativas.

“Então para que nós estamos aqui? Ou espera, você tem algo para me mostrar?”

Quando eu disse isso, o Primeiro silenciosamente assentiu.

E seus olhos se direcionaram a frente.

Lá, observando uma mulher de cabelos vermelhos… Aria, ao longe estava um jovem rapaz carregando uma larga peça de bagagem em sua mão.

Sua idade estava provavelmente no início dos seus vinte.

『… Aquele sou eu.』

“D-de jeito nenhum!”

Eu não acho que era errado eu estar surpreso. Digo, o seu eu jovem parecia com um jovem rapaz amigável. Seu cabelo estava arrumado e sua face estava limpamente barbeada.

Não havia nada para apontar seu característico estilo bárbaro.

『N-não é mentira! Desse jeito, eu iria ocasionalmente olhar a Alice-san. Eu jurei um dia ascender de ser o terceiro filho de uma casa de cavalheiros e me decidi a vir por ela um dia!』

Parece que ele era surpreendentemente puro.

E a cena mudou.

Lá, um jovem Primeira Geração estava encarando um panfleto de recrutamento para grupos de pioneiros postado em uma parede.

E o jovem Primeiro gritou.

『É isso! Com isso, eu posso ser promovido e eu posso finalmente ir para o lado da Alice-san!』

Ele, de forma deleitada, arrancou em disparada.

『Foi naquela hora. Eu fui e comprei uma gema azul em uma barganha. Os outros tipos eram caros, mas essas não tinham nenhuma popularidade, então elas eram baratas. E espera, não havia nada como Ferramentas Mágicas na minha época, então se você quisesse Skills, não havia nada que você pudesse fazer além de comprar uma gema. Se não se gravasse nada nela depois, não havia sentido. Eu não sabia disso na época.』

A razão pela qual a Joia foi comprada era porque não era popular e era barata…

Como sempre, essa é uma razão e tanto.

『É melhor que não ter nada, certo? Ainda assim, eu realmente queria uma vermelha, sabe.』

Pegando a barata gema azul em mãos, o Jovem Primeiro encarou desejosamente as vermelhas e amarelas que estavam etiquetadas com um preço muito além do seu alcance.

O Primeiro olhou para sua própria forma. E a achou repugnante.

『Talvez isso tenha sido um erro. É claro, não é como se eu tivesse escolha. Para uma modesta Casa de Cavalheiros sem posições administrativas, nós éramos uma casa de baixo retorno vivendo de pensão. Eu odiava uma casa dessas. Eu queria me tornar independente um dia e crescer… isso foi o que eu pensei.』

A cena mudou mais uma vez e dessa vez, parecia que alguns anos haviam passado.

Em um bar em Centralle, um jovem Primeiro, que parecia um pouco mais selvagem que antes, estava chorando na sua bebida.

“… O que aconteceu?”

『… Eu voltei para Centralle por um tempo. O vilarejo estava meio que começando a tomar forma, então eu pensei que iria oferecer uma proposta de casamento à Alice-san.』

O resultado era bem como eu já sabia.

A ancestral da Aria, Alice-san, foi casada à Família Lockwarde.

『Eu estava simplesmente começando a odiar tudo e qualquer coisa.』

“Eu estou tendo essa sensação de você”.

O jovem bebendo licor diante de mim, continuou derramar lágrimas, enquanto ele pedia mais, de novo e de novo.

No lugar do seu dinheiro de noivado, ele havia convertido ele todo em dinheiro de bebida. Eu ouvi o Primeiro sussurrar enquanto ele segurava sua cabeça em suas mãos.

(Isso não é nada bom, não é? Esse tipo de coisa tão de repente. Ele deveria ter trazido as conversas primeiro, ou ter ficado em contato… e espera, a diferença em seus status ainda era grande demais, então ele teria sido recusado no portão.)

Amor entre níveis.

Sem o destino oferecendo a menor das ajudas, o amor do Primeiro chegou a um fim.

E nessa hora a cena se distorceu, uma paisagem tranquila se estendeu diante de mim. Ela se estendeu, mas nela, uma batalha aquecida estava sendo realizada.

Um Jovem Primeira Geração em estilo bárbaro estava trocando golpes com outra pessoa, usando peles similares.

“… O que isso deveria significar?”

『Hmmm? Ah, é aquilo. O território daqueles que não seguiam o governo do reino desde o começo e o meu território se cruzaram. Nesse caso, você tem que decidir a quem ele pertence, não é?』

“Não, mesmo que você chame ‘conversar com seus punhos’ a maneira natural de resolver esses assuntos… ah, você venceu.”

O Primeiro esmurrou seu caminho para a vitória e dessa forma, ele ergueu grito de guerra, enquanto os bárbaros ao redor dele caíam de joelhos.

Até o homem com o qual ele estava lutando se ajoelhou diante dele

『Que nostálgico. Na época, até pensar se tornou detestável, então eu só segui o meu trabalho.』

Assim, o tempo avançou de novo, e uma Primeira Geração um pouco mais robusta que antes estava tendo uma competição de bebidas ao ar livre.

Nisso, ele exclamou.

『Cês vejam, a esposa que eu tomar tem que ser uma beldade! Saudável! E ela tem que ter uma boa cabeça, e pele boa! Eu não tenho interesse em nada mais! Esses são os Preceitos da Casa Walt, cês ouviram!』

Com a bebida como seu combustível, ele soltou algumas coisas chocantes.

Vendo sua própria forma, o Primeiro suspirou

『Dessa vez foi aquilo, cê sabe… Eu não queria ter que lidar mais com algo como casamento. Digo, eu não podia pensar que haveria uma mulher lá fora melhor que a Alice-san.』

“Você realmente é cruel. Por causa disso, todos os chefes futuros passaram através do inferno para se casarem, sabe.

『… Oy, você seriamente acha que eu pensei que aquela lengalenga bêbada seria levada a sério?』

Isso foi o que o homem disse, mas as pessoas sentadas ao redor que ouviram essa lengalenga bêbada parecem ter levado suas palavras bem seriamente.

Hey, a filha de quem que se adequa a essas condições?
Ah, a filha na minha casa não é muito esperta.
Minha irmã é um pouco doente.

Eles começaram uma discussão séria.

E entre eles, havia um único homem de aparência decente. Ele era mais velho que o Primeiro e pôs sua mão na testa com uma expressão pensativa em sua face.

Suas vestes eram mais esplêndidas que dos civis nos arredores e ele tinha alguma dignidade em si.

『Ah, aquela pessoa ali é o velhote. Ele tinha um território perto e ele me ensinou um bocado. No final, essa pessoa usou sua influência pra trazer uma esposa Nobre pra mim.』

Por 『velhote』, ele provavelmente quis dizer o Chefe Forxuz dessa geração.

Ele parecia com uma pessoa bastante decente pra mim, então vê-lo passando por problemas pela Primeira Geração me fez sentir um pouco com vontade de me desculpar.

“Então você dependeu da Casa Forxuz daquela época também. Me pergunto quão funda a dívida da nossa Casa Walt é com eles.”

『Ele era uma boa pessoa, sabe.』

Tendo meu sarcasmo ignorado, eu suspirei.

Quando a cena mudou, um vilarejo expandido estava queimando.

A Primeira Geração dessa memória manuseava uma larga espada enquanto ele confrontava o monstro diante de si… com pele cinzenta, mandíbulas poderosas e membros anteriores largos, uma subespécie de Dragão.

A espada em sua mão, só de comprimento, era maior do que uma pessoa.

“Aquela espada é…”

Eu fui capaz de reconhecer instantaneamente as similaridades que ela tinha com a espada que apareceu quando eu agarrei a Joia.

『Um monstro grande assim veio ao vilarejo. Mesmo se reuníssemos todos os homens, parecia impossível. Foi por isso que eu fui na frente.』

Com a larga espada em mãos, a Primeira Geração gritou o nome de sua Skill enquanto ele começava a lutar contra o monstro.

Contra a besta de várias vezes o seu tamanho, ele dependeu do ímpeto e peso da lâmina e cortava com ela.

Sua imagem era verdadeiramente aquela de um herói.

『Explosão total… essa era minha carta trunfo. Eu podia elevar minhas próprias habilidades de duas a cinco vezes mais.』

“Eh? Isso tudo? Eu tenho a sensação de que não foi tão alta quando eu usei? Mas se você elevar suas habilidades tanto assim, não há uma repercussão ou nada assim?”

『Hah? Como se eu soubesse! Simplesmente ignore os efeitos colaterais! Ignore-os!』

Frente à opinião Primeiresca, eu dei um sorriso tenso.

『Eu geralmente acumulava minha Mana, e explodia ela toda de uma vez quando eu usava a Skill. Ela elevava minhas habilidades em proporção com o que quer que eu tivesse acumulado. Pra mim, seria cerca de duas a três vezes a minha habilidade em um mês, mas provavelmente isso vai ser mais rápido pra você.』

Entre nós dois, a quantidade de Mana que possuíamos era muito diferente.

Com a Quinta Geração em diante recebendo as linhagem de magos, nós nos tornamos capazes de usar magia no verdadeiro sentido da palavra.

Enquanto falávamos, o Primeiro finalmente conseguiu decepar a cabeça da subespécie de Dragão e emergiu vitorioso.

E uma única criança correu para ele.

… Era provavelmente o Segundo.

『… Acho que foi mais ou menos nessa época. ‘Papa é incrível’, ou algo assim, era o que ele ficava dizendo. Até então, eu não pude fazer nada paternal por ele e isso não foi fácil para minha esposa. Então eu queria ser capaz de deixar algo pra trás para os dois.』

A criança Segunda Geração parecia ser um garoto que admirava a figura galante de seu pai.

E os tempos mudaram de novo.

O vilarejo havia se expandido ainda mais, mas minha impressão era…

“Isso não é completamente irresponsável?”

『…』

O Primeiro ficou quieto.

Enquanto o Primeira Geração em sua memória estava realizando trabalho nos campos, um crescido Segunda Geração gritava com ele.

『Por favor me dá logo um descanso! Você está irresponsavelmente expandindo os campos tanto assim… por causa disso, tem algumas brigas acontecendo entre a população! Por que você não pensa por um segundo!?』

E dessa cena, o tempo passou ainda mais e nós nos encontramos dentro do Solar.

A propriedade na qual a Primeira Geração vivia era ridiculamente modesta em comparação com a atual da Casa Walt.

O Primeiro estava prestes a sair com uma enxada de jardinagem em mãos e passou por um silencioso Segunda Geração.

Os dois deles eram incapazes de olharem um para o outro nos olhos.

『… Foi um erro, não foi? Eu só queria deixar algo pra trás, mas no final, tudo que eu deixei pro garoto foram problemas com o território.』

Sua expansão indiscriminada dos campos causou problemas entre as pessoas, mas o Primeiro os calava com seu próprio carisma e força.

Aquele que trabalhava mais que qualquer um era o Lorde Feudal, a Primeira Geração… Basil Walt. E ninguém iria se opor ao herói que salvou o vilarejo de novo e de novo.

Mas parece que suas insatisfações seriam direcionadas ao Segundo.

『Eu só queria deixá-los comer um pouco mais. Eu cortei as florestas, e expandi os campos… quando eu fui perceber, eu não havia deixado nada além de problemas. Ninguém vinha reclamar comigo. Mas essas reclamações foram direcionadas pra ele.』

“Fundador…”

『Naquela época, ele me ignorou até o final. Tendo vindo pra cá, quando ele começou a reclamar comigo… Eu estava honestamente feliz. Eu só fui capaz de ter uma briga entre pai e filho quando ele era um pirralho, sabe.』

Parece que suas atitudes agressivas usuais eram mais decentes do que como os dois se tratavam antes.

Ambos devem ter sido pessoas desajeitadas.

E o cenário voltou para a briga do primeiro com o Dragão, e congelou ali.

『Na minha época, nós estávamos nos recuperando do caos e nós iríamos fazer os tempos por vir mais abundantes. Houveram muitos vilarejos esmagados pela guerra, então nós partirmos para explorar. Reclamando a terra. Entretanto, comida era escassa e não era raro haver problemas com inanição.』

Eu tinha ouvido que foram tempos difíceis.

Isso foi quando a Casa Walt estava reclamando terras para si, foi uma época impiedosa. Quando meu pai ainda era bondoso comigo, ele me contou histórias assim.

Ele também falou da grandeza da Primeira Geração que ergueu um vilarejo dessa forma.

Razões de lado, ele verdadeiramente foi uma grande pessoa.

『Lyle, você alguma vez já teve problemas com comida?』

Para ser honesto, não.

Mesmo quando eu estava distanciado do resto da Casa, eu ainda era alimentado.

Mesmo após eu ser expulso, Zell e Novem estavam lá, então eu nunca passei por inanição.

(Ele definitivamente vai ficar com raiva.)

Se você quisesse chamar isso de luxo, definitivamente era.

Do ponto de vista do Primeira Geração cheio de problemas com comida, eu, que não tive problemas de inanição apesar de ser jogado nas ruas, não devo ser algo agradável de se ver.

Ainda assim, olhando minha fraqueza e o meu remoer por nada, ele deve estar furioso.

“… Nunca. Eu nunca passei fome. Eu experimentei fome, é claro, mas até em momentos assim, eu fui capaz de arrumar uma refeição.”

Eu me preparei para o que quer que ele fosse dizer, mas quando ele se virou para mim, o Primeiro estava sorrindo.

『Entendo. Então tudo está bom. Meus descendentes nunca tiveram problemas a respeito de ter o suficiente para comer. Então tudo que eu fiz não foi um completo desperdício! Eu ouvi algo bom no final!』

O sorridente Primeira Geração produziu uma larga espada de algum lugar e a apresentou para mim.

Era a prateada que dava uma luz pálida daquela vez…

A espada que cortou o orc vermelho em um golpe.

『Deixe-me te ensinar minha última Skill. Você só estava sacudindo ela de um lado para o outro quando você usou antes, então eu tenho que te ensinar direito. O nome da Skill é 【Explosão Total】. Ela libera toda a Mana que você acumula normalmente de uma vez só, e eleva suas habilidades explosivamente. Tente lutar com aquele ali.』

O Primeiro apontou para a subespécie de Dragão.

Ele não era capaz de voar. E era mais como um monstro que só parecia com um, mas um dragão ainda era um dragão.

Eles são oponentes perigosos.

“Eh? Mas eu não acumulei Mana ou nada assim.”

Quando eu disse isso, o Primeiro pôs sua mão em cima da minha cabeça. Após minha cabeça ser violentamente agitada, poder começou a ser despejado no meu corpo.

『Até eu fui capaz de fazer isso. Se for você, então você fará ainda melhor… Vai lá!』

Dizendo isso, a Primeira Geração bateu mas minhas costas com a palma de sua mão.

Enquanto eu vacilantemente andava para frente, o dragão, que havia sido congelado em memórias até agora, começou a se mover. Antes que eu percebesse, o Primeiro das memórias dele havia desaparecido.

“Puxa vida, porque ele tem que começar essas coisas tão de repente. Por favor pense em como eu me sinto sendo jogado de um lado para o outro assim!”

Enquanto eu corria adiante com a espada em mãos, eu a balancei.

Não importava como eu visse isso, era uma espada que eu não deveria ser capaz de balançar, mas talvez pelos efeitos de sua Skill, eu podia manuseá-la facilmente.

(Pra ele ser capaz de usar isso sem efeitos colaterais, eu não posso chamar isso de nada além de trapaça.)

Enquanto o dragão tentava me esmagar com sua pata dianteira, eu recuei e usei magia.

『Bala de Fogo!』

Da ponta do meu dedo, bolas de fogo dispararam uma após a outra, mas todo e cada tiro foi extremamente poderoso.

Quando atingem o Dragão, elas explodem e aquele largo corpo vacila e é até empurrado para trás.

Assim, eu me levei a segunda magia.

Eu também queria confirmar a minha saída de poder. Já que minhas habilidades estavam sendo elevadas por uma Skill, exatamente o quão poderosas elas se tornarão…

“Relâmpago!”

Enquanto um clarão roxo de relâmpago assaltava o dragão, os arredores foram iluminados de repente.

Era luz da magia, mas seu poder elevado surpreendeu até mesmo eu.

Era maior do que eu havia imaginado.

“Isso é… Eu terei que me acostumar a usar isso.”

Se feito de forma errada, até meus aliados podem ser arrastados nisso. Diante desse pensamento, eu comecei a suar frio. E após correr para frente, eu dei um salto.

O dragão preto de queimado virou sua cabeça de um lado para o outro para me encontrar.

Mas naquele momento, eu estava acima de sua cabeça… Bem em cima dela.

Eu baixei a larga espada, e estourei seu pescoço.

O mesmo método que o Primeiro usou para acabar com ele.

E os efeitos da Skill passaram, a espada começou a parecer extraordinariamente pesada e perfurou o chão. Enquanto ainda segurava o cabo, eu tentei levantar seu peso.

“Como eu pensei… é difícil.”

Enquanto eu dizia isso, o Primeiro caminhou até mim. Me olhando, ele sorriu.

『Se você pode fazer tanto assim, então não haverá problemas! Como esperado do meu descendente.』

Pondo minha respiração em ordem, eu levantei a espada que havia recuperado seu peso original em meus ombros.

O Primeiro levantou sua mão direita.

Sentindo algo, eu levantei minha mão direita também. Com minha mão esquerda, eu enfiei a espada no chão.

E nessa forma, a Primeira Geração me deu um ‘toca aqui’ com toda sua força.

Minha mão pinicava, mas a sensação não era ruim

『Lyle… você já decidiu o seu objetivo?』

Tendo isso dito a mim, eu lembrei minhas conversas tidas com o Primeiro até agora. Enquanto eu estava lá, incapaz de responder, o Primeiro sorriu, e murmurou, ‘então que seja.’

『Você terá que decidir o que quer fazer. Você pode até sair e se tornar independente em algum lugar se você quiser. Você pode erguer um vilarejo e se tornar um senhor feudal se você quiser. Viver uma vida quieta com a Novem-chan não soa ruim também. Apesar que pessoalmente, eu gostaria que você cuidasse da Aria-chan também. E também… você pode desafiar aquela Celes se você quiser, sabe.』

Ouvindo a Celes ser trazida ao assunto, eu senti como se algo houvesse agarrado meu coração apertadamente.

Meu medo estava sendo revivido.

Mas para alguém como eu, o Primeiro falou com um tom cheio de expectativas.

『Se tem alguém por aí que pode parar ela, só pode ser você. Bem, apenas faça o que quiser. Pergunte aos outros para o que quer que venha a seguir.』

“Eh?”

『Meu papel acaba aqui. Eu disse o que queria e provavelmente vai ficar tudo bem se eu simplesmente deixar o resto com você. Ao invés de alguém como eu, você será muito mais confiável.』

Eu não era capaz de compreender o que ele estava dizendo.

Não, talvez eu apenas não quisesse aceitar isso. O fato de que a Primeira Geração iria desaparecer da minha vida.

E eu tentei pará-lo.

“Por favor espere. Eu ainda preciso da Primeira Geração… eu ainda preciso dos conselhos de Basil Walt! Por que não me salvar com seus instintos como sempre? Seus instintos são incrivelmente afiados, sabe!”

Minha voz soava como se estivesse falhando.

Mas até eu não era capaz de entender porque era que eu queria chorar.

『Eu não tenho sabedoria nenhuma, ou técnica. E também… se forem instintos, o Segundo não deve ser subestimado. Digo, aquele cara é meu filho. Oh, é mesmo, você também é meu descendente!』

Gahahaha. A maneira que ele ria dava uma impressão de que ele não havia deixados arrependimentos para trás.

『Afinal de contas, nós somos apenas memórias deixadas para trás pelas Skills. Os verdadeiros morreram há muito tempo atrás. Nós somos as próprias Skills na Joia… uma vez que tenhamos transmitido todo o nosso conhecimento, esse é o fim para nós.』

Uma vez que sejam transmitidas, eles desaparecerão. Eles vão sumir.

“Então você… sabia?”

Minha voz estava tremendo.

A Primeira Geração sacode a cabeça.

『Não, era só um palpite. Eu entendo… parece que aqueles caras também tem uma vaga ideia disso, então é melhor você perguntar a eles pelos detalhes.』

Eu estendi minha mão para o Primeiro, e ele falou.

『Minha Skill já é sua agora. Use-a como você quiser Lyle… e não perca.』

Não perder para o quê?

Eu estava prestes a perguntar isso. Mas antes que eu pudesse soltar minha voz, o cenário ao meu redor mudou.

 

 

 

Na mesma sala de sempre na Joia, eu pus minha mão no lugar em que a porta do Primeiro uma vez esteve.

Com seu pé descansando na mesa, o Segundo me chamou.

『Não chore, é desagradável.』

“Eh?”

Tendo isso dito a mim, eu toquei minha face e descobri que estava chorando.

『Ele te ensinou tudo. O papel dele nisso acabou.』

“A-Ainda assim! Isso é uma Joia, não é? Então por que isso está em uma forma dessas!? Se for só para ensinar, uma gema funciona bem o bastante. Eu não consigo entender o significado de vocês virem apenas para desaparecer!”

Ao meu grito, o Segundo deu uma resposta desinteressada.

『… Uma gema não pode passar tudo. Incapaz de compreender a totalidade da Skill, tudo que ela te deixa usar é uma pequena porção. Nós estamos aqui para poder te ensinar as Skills. É por isso que nós existimos neste espaço. Você sabe? Nossas memórias acabam no último momento em que os verdadeiros de nós tocaram a gema. Significando que nós apenas lembramos até o momento em que a passamos para a próxima geração.』

Ouvindo isso, eu fiquei chocado.

Os ancestrais existiam aqui para nada mais que me ensinarem suas Skills. Não, as Skills estavam imitando suas formas.

『Também é estranho que nós podemos ao menos falar com você sem problemas. As palavras que nós deveríamos estar usando podem ser traçadas a duzentos anos atrás, sabe. Você disse que aquele livro velho era difícil de se ler, e ainda assim, você é capaz de manter uma conversa normal conosco. Por que você acha que é assim?』

Com os pensamentos do Segundo, eu cheguei a uma resposta.

Porque não haveria sentido de outra forma.

Para transmitir as Skills para mim, os ancestrais combinavam suas palavras com as minhas. Quando as épocas mudam, a maneira de falar também muda sutilmente.

Isso era mais do que claro ao ver as escritas do passado. Palavras que uma vez foram populares… palavras que mudam de significado, mas ainda assim, eu era capaz de conversar sem problemas.

E isso era unicamente porque a Joia tinha uma mensagem que queria passar para mim.

… Esse era o papel da Joia.

『Você percebeu? Isso mesmo. Nós existimos com nenhum outro propósito além de transmitir a você as Skills. Nós te ensinamos como usá-las e até seus métodos efetivos.』

Eu percebi que a larga espada havia deixado minha mão.

E ela estava flutuando no espaço em que o Primeiro uma vez sentou.

Sua cadeira havia desaparecido, e sua porta sumido… acima da mesa, no espaço que ele uma vez sentou, ela simplesmente flutuava.

Uma larga espada prateada, com uma Joia azul embutida em seu cabo.

Aquela espada era a prova de que o Primeiro havia me reconhecido.

“Por que… nesse caso, por que vocês…. se é só para me ensinar, então por que não fazer só isso!? Por que ele se envolveu tanto comigo, e fez isso de modo que eu tivesse que passar por essas emoções tão tristes!?”

A princípio, eu odiei isso.

Ele era barulhento. E houveram vezes que eu pensei nele como nada mais que um incômodo.

Mas… ele me ensinou várias coisas.

Ele me reconheceu.

Ainda assim…

Enquanto eu caía aonde estava, o Segundo falou.

『Isso era o que nós teríamos desejado fazer também. Mas… com nossas memórias, a coisa maldita até gravou nossos corações. Nós não podíamos simplesmente te deixar sozinho.  E a Primeira Geração… Basil Walt deixou você conosco agora.』

Não podiam me abandonar, o Segundo disse. Eu não sabia como eu deveria responder.

Era lamentável.

No final, eu não pude nem dizer a ele o meu objetivo e eu dei a ele uma despedida lamentável.

“… Nós nos encontraremos de novo?”

『… Se alguém vier a possuir a Joia depois de você, então talvez um encontro seja possível. Apesar de que naquele ponto, você estará no nosso lado. Ainda assim, eu duvido que nós teremos uma lembrança das memórias que estamos fazendo com você agora. Os méritos de retê-las são baixos. É porque nós todos existimos para passar o uso e os nomes das Skills』

No final, eu não me encontrarei com a Primeira Geração de novo.

O que quer que seja gravado na Joia será minha Skill e não o meu eu verdadeiro.

O Segundo falou.

『Em primeiro lugar, é um milagre que vocês sejam capazes de se encontrar assim. A Joia azul foi passada de novo e de novo. E fez o caminho até suas mãos. Lyle, isso não é o lugar de você ficar triste… na verdade, se orgulhe. Aquela pessoa… meu velho te reconheceu. Estufe seu peito.』

Ouvindo isso, eu abri meus olhos no mundo da realidade.

 

 

 

 

“Lyle-sama, você está bem?”

“… Novem?”

Enquanto eu estava deitado em minha cama, Novem me olhou com uma expressão preocupada em sua face.

Ela deveria estar dormindo em um quarto diferente, mas, por alguma razão, ela veio até o meu.

“Parecia que você estava tendo um pesadelo. Não, bem… Eu ouvi você chorando, então eu vim.”

Enquanto eu esfregava minha face, eu descobri que ela estava coberta em lágrimas.

Eu fiz um sorriso a força, e o direcionei a ela.

“Eu estou bem. Eu só tive um sonho meio que triste. No momento, eu me sinto revigorado.”

“Um sonho triste?”

Novem curvou sua cabeça para o lado, enquanto ela me entregava uma toalha banhada em água que ela havia preparado. Eu aceitei e limpei minha face enquanto pensava para mim mesmo.

(Se eu continuar chorando pra sempre, o Primeiro ficaria nervoso comigo. Eu sou um homem que Basil Walt… o pai da Casa Nobre Provincial Walt reconheceu.)

Agora que eu olho para trás, ele tinha alguns lados bárbaros e violentos para si.

Mas não havia dúvidas de que ele era uma pessoa confiável.

E ironicamente, enquanto ele era o que mais me odiava, ele foi o primeiro a me aceitar no verdadeiro sentido da palavra.

(Eu fui reconhecido por aquela pessoa.)

“Devo preparar uma bebida quente para você?”

Novem parecia preocupada, então eu assenti e deixei as coisas por isso mesmo.

“Certo. Vamos pegar algo para beber juntos.”

“Sim.”

Novem saiu para preparar algo e eu a chamei.

“Novem… obrigado.”

Novem parecia um pouco perplexa, mas ela assentiu com um sorriso.

“O que aconteceu com você hoje, Lyle-sama?”

“Não, é só algo que eu senti vontade de transmitir. Não há nenhum significado mais profundo.”

Eu me levantei da cama e fui em direção a cozinha com ela.


Tradutor: Batata Yacon   |   Revisora: Ana Paula


Contribua com a Novel Mania!
Alterar fonte
Cores