Setes – Volume 2 – Capítulo 10 – O Crescimento de Lyle



 O Crescimento de Lyle

 

Dentro da carroça balançante, meu corpo era atormentado por uma imensa fadiga física.

Minha face provavelmente está pálida.

Na verdade, eu me foquei no cenário externo, enquanto pensava em nada além do quanto mais ainda faltava para Daliem.

As estradas não mantidas acabaram e o sacudir foi reduzido, mas o carro de bagagens ainda balançava violentamente.

Ele era feito de forma bastante firme e era mantido pela guilda, então ele era provavelmente bem cuidado.

“Eu não quero realmente ter que andar em um carro¹ de novo…”

Talvez pelo meu cansaço a viagem de retorno estava mais dura que a de ida.

Aquela que me assistia em espanto era a Aria.

Todos nós estávamos bastante fatigados, mas entre nós, o meu caso era o pior.

“Novem está usando o carro principal para propósitos de cura, então ela te deixou comigo…, mas você está realmente fazendo uma face e tanto aí. Por favor aguente, não falta muito.”

Ao seu tom, eu retruquei.

Já que eu estava fatigado, não foi muito uma resposta de bom gosto.
“Você estava ainda pior na ida. Parecia que ia vomitar de novo e de novo.”

“I-isso foi porque nós estávamos balançando demais! Eu já me acostumei com isso, então estou bem, entendeu?”

Olhando para sua face envergonhada, o único saudável entre nossos membros, Rahu-san, sorriu amargamente.

“Vocês dois certamente se dão bem.”

Para com essa afirmação, as respostas minha e da Aria coincidiram.

“Eu não acho.”
“Não nos damos bem!”

Enquanto invejando o vigor da Aria, eu me deitei e virei meus olhos para o Rondo-san, que estava ao lado da Rachel-san.

Mesmo quando seu estado também não era bom, Rachel-san continuou a direcionar olhares preocupados para ele.

Vendo isso, a Quarta Geração começou a importunar…

『Lyle, meio que, você sabe, não tem como você se portar com um pouco mais de dignidade? Você tem que ter certeza de tratar bem as mulheres. E espera, se você demonstrasse essa atitude de antes para a Novem, você seria definitivamente arrastado para a Sala de Conferências, e linchado.』

O Quarto, que era sempre barulhento sobre relações com mulheres, disse isso, mas no momento eu estou realmente cansado. É uma sensação de fadiga que eu nunca senti antes.
Eu não posso realmente reunir essa tal de dignidade agora.

O motorista do carro de bagagens não era a Zelphy-san, mas o cara do suporte.

Zelphy-san estava cuidando do transporte no qual os feridos foram colocados.

Novem estava cuidando dos cinco e apesar de sua exaustão, ela estava se conduzindo de modo firme.

A face cansada do Rondo-san se curvou em um sorriso.

“Talvez… esteja vindo.”

O quê? Enquanto eu pensava isso, o Segundo suplementou a informação.

『Lyle, antes de um Crescimento, fadiga, ou talvez uma sensação estranha pode ocasionalmente servir como uma premonição. Principalmente quando é após você receber uma larga quantidade de experiência de batalha. Em momentos como esses, diferente de quando se experimenta um Crescimento durante a vida normal, as mudanças no corpo são maiores, então você sente isso como uma sensação de extremo cansaço.』

Significando que após vir aqui, os sinais de 『Crescimento』 estavam finalmente começando a se mostrar.

Eu quero estar feliz, mas eu não estou no clima para isso.

Rahu-san estava um pouco desanimando.

“Eu queria ter me juntado. Então talvez eu experimentaria Crescimento também… e espera, é raro que todos estejam mostrando sinais como esse ao mesmo tempo.”

Mais ou menos, é natural que humanos mostrem diferenças individuais.

Mas todos os membros que participaram na batalha estavam mostrando tais sinais de cansaço.

Rondo-san parecia bastante drenado, mas ele permaneceu sorrindo. Pensando que ele talvez experimentasse um Crescimento, ele estava provavelmente feliz.

“Quando retornarmos, nós teremos que descansar por um tempo então. E o grupo de Lyle cedeu a recompensa para nós, então eu quero fazer algo para compensar.”

A câmara mais profunda do labirinto…

O metal raro que nós encontramos lá, o ferro banhado em magia foi passado para o grupo do Rondo-san.

Zelphy-san levou o que quer que fosse de valor que ela achou no aventureiro como sua recompensa e em troca pelo metal precioso, nós receberíamos a quantia total da recompensa do pedido.

Por receber um pedido urgente e reportar os resultados da nossa investigação, não seria uma soma pequena.

Apesar de termos pensado em derreter o metal em equipamentos, não pareceu necessário para o nosso atual grupo.

Digo, ambos eu e a Aria tínhamos gemas conosco. Mesmo se tivéssemos armas que pudessem nos garantir Skills, havia uma possibilidade das duas entrarem em conflito e nós não seríamos capazes de usá-las direito.

Talvez a Aria fosse capaz se ela se acostumasse, mas para mim a Joia era forte demais e seria impossível em meu estado atual.

Eu ponderei se deveríamos ter um cajado feito para a Novem, mas ela recusou, então as conversas procederam em uma direção na qual nós receberíamos a recompensa da guilda.

“Bem… quando essa fadiga passar. Eu conto com você.”

Enquanto eu punha toda minha força em dar uma resposta, Rondo-san sorriu.

“Certo.””

Em comparação, Rahu-san parecia estar alegremente considerando que tipo de arma ele queria e que Skills colocar nela.

(Já chegamos?)

Eu permaneci irritado na carroça balançante e decidi ficar deitado até o destino.

Aria pôs um cobertor sobre mim.

Incapaz de agradecer, eu ouvi o quarto estalar sua língua para mim.

『Tsc!!』

 

 

 

 

Após chegar em Daliem, nosso grupo reportou os detalhes à guilda.

Mas não havia uma necessidade de nós todos estarmos lá para falar, então após receber a recompensa, meu grupo ia voltar para casa.

A líder dessa vez, Zelphy-san, tinha que ficar e dar um relatório detalhado.

Na mesa de recepção do segundo andar da guilda, eu peguei os ombros do Rahu-san emprestados, enquanto nós respondíamos a alguns aventureiros que nos chamaram ao ver nosso retorno.

“Então cês pegaram eles? Bom trabáio, vocês todos!”
“Parece que jovizins tão dando seu melhor também.”
“Ainda assim, com isso, eu posse finalmente ficar aliviado.”

Haviam alguns que bateram palmas e nós recebemos um gosto dos sentimentos de heróis de guerra fazendo seu retorno triunfante.”

“Isso não é algo ruim. É o ponto bom de Daliem, eu acho.”

Rahu-san disse isso e eu me perguntei se ele quis dizer que outras guildas eram diferentes.

“Os outros lugares são diferentes?”

“É, na verdade isso realmente depende do lugar. Seu temperamento, ou como devo dizer cores locais… ainda assim, essa sensação não é ruim. Se eu pudesse viver aqui é uma cidade na qual eu não me importaria de me assentar.

De sua maneira de falar, parece que ele planejava deixar a cidade, cedo ou tarde.

Enquanto eu observava os arredores, eu descobri que as faces de sempre atendendo nas mesas haviam mudado.

A bela atendente não estava lá.

A mulher de meia idade estava explicando várias coisas para um jovem contratado.

(A atmosfera é um pouco estranha. É como se os jovens aventureiros tivessem olhares questionáveis em suas faces.)

Zelphy-san entregou o cartão do aventureiro morto para o Hawkins-san, antes de retornar a nós.

“Com certeza tá animado. Bem, em Daliem eu acho que é meio que uma visão rara de se ver… Nós vamos dispersar aqui, mas se seu grupo não puder superar a fadiga, Lyle, então descanse por alguns dias ou algo por aí. Já que no momento, vai ser perigoso te mandar trabalhar.”

Eu definitivamente não queria fazer trabalho nenhum nesse estado, então eu assenti em resposta.

O mesmo valia para a Novem.

Só a Aria pendeu sua cabeça, sem virar seus olhos para ver a Zelphy-san.

Rondo-san deu a Zelphy sua gratidão.

“Foi uma experiência bastante agradável. Digo, nós sobrevivemos e tudo mais. Se lhe servir, nos chame sempre que quiser.”

Ao Rondo-san, que era eloquente apesar de sua enervação², Zelphy-san assentiu.

“Apesar de que eu gostaria se você me deixasse em paz caso algo assim aconteça de novo. Mas eu me lembrarei de vocês.”

Ouvindo isso, os três deixaram a guilda.

“Olhe, vocês deveriam sair também. Você tá fazendo umas faces terríveis.”

Com Rahu-san tendo saído, eu peguei o ombro da Novem emprestado para sair da guilda.

 

 

 

… uma sala privada na guilda.

Hawkins estava face-à-face com a Zelphy, com uma mesa separando os dois.

Talvez devido a constituição larga do Hawkins, a sala parecia estreita e a mesa menor que o normal.

“… Bom trabalho. Eu vou relatar esse assunto para os superiores na Guilda também.”

Tendo terminado de reunir a informação necessária, Hawkins pegou os documentos caídos na mesa e bateu com o final deles na madeira duas vezes para alinhá-los bem.

“Eu estou realmente cansada. Não teve nenhuma parte boa nisso e as coisas acabaram comigo mostrando a eles meus lados sujos. Por favor me poupe de uma segunda vez.”

Hawkins-san deu um sorriso amargo.

Apesar da Zelphy dizer que ela estava tomando os tesouros do aventureiro para si, ele tinha um entendimento geral da situação.

“… você sabe aonde é a casa dele?”

Hawkins perguntou se a Zelphy conhecia sua… a casa do aventureiro falecido.

“Eu sei. A família dele consiste de sua esposa, e duas crianças. Isso é realmente detestável… eu não quero realmente ter que fazer esse tipo de coisa tão frequentemente.”

Ouvindo que ela até sabia da organização da família, a expressão de Hawkins ficou um pouco tristonha.

“Então você vai assumir esse papel detestável pessoalmente? O que mais, enquanto mantém silêncio do Lyle-kun e dos outros?”

“Eu farei meu trabalho de orientadora propriamente. Esse assunto está fora do escopo coberto pelas minhas taxas.”

Hawkins podia imaginar o que ela vai fazer com os itens que ela tomou como recompensa.

Os objetos de vale deixados para trás por um aventureiro morto geralmente vai para quem quer que fosse investigar, ou para seus companheiros.

Mas quando era um aventureiro bem reconhecido que falecesse, aqueles que foram cuidados pelo mesmo frequentemente os deixavam para a família enlutada.

“Então por que simplesmente não dizer a eles? É importante se você pensar em como eles se portarão daqui em diante.”

Talvez insatisfeita com a ideia, Zelphy desviou seus olhos.

“Meu trabalho é torná-los aventureiros de primeira classe. Eu fiz eles receberem a sensação do trabalho e nessa saída, eles aprenderam sobre transporte e acampamento. Eles até aprenderam sobre labirintos. Qualquer coisa a mais é desnecessária.”

Ela já havia ensinado a eles os fundamentos.

Então não havia problemas.

Zelphy-san encerrou a conversa nisso.

Apesar de o Hawkins estar levemente espantado, ele não tinha nada a dizer contra sua ética de trabalho como uma orientadora.

Ela estava definitivamente realizando seu trabalho.

Ela estava trabalhando até onde sua taxa cobria e não era o papel dela dizer nada sobre os detalhes menores do funcionamento da guilda.

“Eu acho que lhe cai bem. Mas dessa vez você não ganhou uma recompensa, então não foi nada além de trabalho não pago, não foi?”

A recompensa foi entregue ao Lyle e o que quer que tenha sido achado no Labirinto foi para o Rondo.

Ela estava apenas fazendo trabalho voluntário.

Você podia chamar isso de falha como uma aventureira.

“… bem, não faz sentido dizer isso a alguém que vai se aposentar. Isso é por mim. Eu tenho um noivo em mãos e a última coisa que eu gostaria é acabar como ele.³

O último trabalho da Zelphy era orientar o grupo do Lyle.

Ela acumulou uma grande quantidade de sucessos com uma aventureira e foi reconhecida pelo lorde feudal também.

Ela era capaz de realizar seu trabalho habilidosamente em ambos os lados.

Mas durante o caso da Aria, seu papel se desviou bastante.

“Parece que você foi bastante descuidada naquele assunto com a Aria-san. Você a empurrou para o Lyle-kun… se ele ficasse realmente incomodado com isso, você planejava recebe-la, não é?”

Zelphy soltou um profundo suspiro.

“Hah ~ minha nossa… se ele não pudesse lidar com a lady Aria, eu tinha toda uma fala de 『Se você quer salvar alguém, então tenha certeza de cuidar deles até o final!』preparada antes de recebê-la de volta. Mas aquele pirralho rico ingênuo parece ser capaz de superar o que quer que você jogue nele. Aquele ali vai subir muito mais alto do que eu jamais poderia.”

Zelphy começou a reclamar sobre como ela não tinha mais nada para ensinar.

Hawkins decidiu acompanhá-la com suas reclamações.

“Isso mesmo. Eu vi muitos aventureiros na minha época, mas o grupo do Lyle com certeza vai ascender. Talvez ele possa até se tornar um aventureiro cujo nome é conhecido por todos os lugares.”

Enquanto o Hawkins brincava, Zelphy sorriu.

Parece que ela não pensou tão longe assim.

“Isso parece interessante. Nesse caso, eu sou a mulher que ensinou o aventureiro proeminente do país! Isso é um título bastante esplêndido se eu devo dizer.”

E a conversa mudou para a bela membro da equipe.

“Isso de lado, chefe. O que acabou rolando com a beldade?”

O olhar nos olhos da Zelphy era bastante severo.

“… você fez sua jogada antes de partir, não fez? Uma ordem veio do lorde feudal para que nós déssemos uma explicação. Em Daliem, a posição da guilda está abaixo da posição daquele homem. Nós não tivemos escolha além de nos rendermos quando uma explicação foi exigida.”

A face de Hawkins empalideceu enquanto se lembrava da beldade.

Ao mesmo tempo, acabou que o pai dela teria que deixar a guilda dos aventureiros de Daliem.

Oficialmente, ele tinha que erguer um novo salão de guilda e se tornar o novo chefe de filial lá.

Mas aquele local era uma área na qual a terra tinha de ser reclamada e um novo vilarejo estava nos planos para ser construído.

Era basicamente uma notificação de exílio da cidade de Daliem.

“Como esperado do lorde. Ele se move bem rápido. As pessoas podem ter paz de mente.”

Zelphy era definitivamente apegada a guilda.

Mas ao mesmo tempo, ela era parte da cidade de Daliem.

Agora que ela estava considerando aposentadoria, que lado teria mais méritos para ela? Era, sem questionamento o do lorde feudal.

A guilda não tinha plano nenhum de se enfiar nesse assunto também.

“Por causa disso, vai ser como um inferno por um tempo.”

Dessa vez, foi a vez do Hawkins-san reclamar. Mas a Zelphy estava sorrindo.

“Bem, estou feliz em ouvir isso. Nós tivemos nossa parte de problemas, para que saiba. É hora da guilda passar por um inferno um pouco.”

‘Minha nossa’, Hawkins-san suspirou. Ele levantou os documentos ordenadamente e se levantou, antes de sair da sala.

 

 

 

 

A manhã dois dias após nosso retorno.

Eu estava me sentindo bastante revigorado.

“Que manhã estimulante……  É como se eu tivesse renascido completamente……  Então isso é Crescimento!”

Eu me levantei em cima da cama e abri meus braços, enquanto olhava ao alto para o teto.

O teto estava bem perto e eu podia ver as manchas nele bem claramente, mas eu não me importo.

Então, eu pulo da cama e faço uma magnífica aterrissagem de agachamento antes de me levantar relaxadamente.

Era como se meus sentidos houvessem se expandido e eu mesmo tivesse ficado maior.

“Tô sentindo… Minha Mana é maior que antes! Eu sou totalmente diferente do ‘eu’ que muito mal conseguia me virar antes! Eu fui… renascido!!”

Soltando um alto exclamar do quanto eu realmente me sentia bem.

Era como se eu estivesse prestes a fazer uma corrida a qualquer momento.

Eu era lerdo por até a noite passada, mas era como se aquela época fosse uma mentira.

“Se for agora, até mesmo voar pelos céus… impossível? Não, eu posso! Não há uma única coisa a temer no mundo! Celes quem!? Não, seria bom se eu pudesse vencer, mas…”

Enquanto eu me lembrava da Celes, eu de repente fiquei tímido.

Eu sacudi minha cabeça para esquecer dela e, por enquanto, eu só queria gritar.

“Eu CREEEEEEEEEEEEEESCIIIIIIIIII!!”

Nisso, eu ouvi o som de passos apressados e a porta para o meu quarto foi aberta com um bocado de força.

Lá, Aria, com uma face vermelho brilhante, estava de pé com olhos lacrimejante.

“Qual o problema, Aria? Fazendo uma face chorosa assim… Alguma coisa triste aconteceu, talvez? Você pode sempre encontrar um amigo em mim!”

Eu abri ambos meus braços, e cobri as bochechas dela com minhas mãos.

“Por favor, não causa mais confusão! Você está me fazendo lembrar de mim no passado!”

Ouvindo sobre seu eu passado, eu inclinei minha cabeça pro lado.

E eu percebi.

“O quê? Você fez alguma coisa quando você experimentou um Crescimento pela primeira vez? Não se preocupe sobre algo de quando você era pequena. Digo, nesse momento, eu estou começando a me perguntar porque eu me preocupei com algo tão pequeno. Eu quero pegar o eu do passado e encher ele de porrada!”

Eu soquei o ar e uma imagem de mim enchendo o meu eu passado de porrada flutuou na minha cabeça enquanto eu erguia meu braço esquerdo no ar. 4

“… não. Os meus não foram nenhum pouco assim. Eles eram normais.”

Para a Aria, que havia se sentado e sacudia a cabeça de um lado para o outro, eu dei uma alta risada.

“Cadê sua energia, Aria! Certo, vamos lá ver o Rondo-san hoje! Eu tenho que dar a ele meus agradecimentos por aquela vez. Além disso, vamos fazer um banquete com nossa recompensa! Por minha conta!”

Enquanto eu agia em alta tensão, os olhos da Aria pareciam não saber para onde ela deveria estar olhando.

Se você me olha com olhos sem vida assim, é embaraçoso, sabe.

“Não me encare tanto… você tá me fazendo corar.”

Enquanto eu sacudia meu cabelo com uma mão e fazia uma pose, Aria silenciosamente se levantou e saiu.

 

『Não me encare tanto; Você está me fazendo corar.』

Enquanto a Terceira Geração sacudia seu cabelo e fazia uma pose, era como se toda a mesa tivesse estourado em risadas.

Eu estava afundando minha cara na mesa e bati ambas as mãos contra ela numerosas vezes.

A seguir, o Terceiro fez um movimento de empurrão com seus punhos, como que para socar de mãos nuas.

『Eu quero pegar o eu do passado e encher ele de porrada!』

E mais uma vez, os ancestrais estouraram em risadas.

A Primeira Geração segurava sua barriga em risos e suas pernas sacudiam para cima e para baixo.

『Desde que eu vim pra cá, essa é a primeira vez que eu ri tanto! Meus estômago tá me matando~!』

O Segundo estava cobrindo sua boca e tremendo.

『Então você pode voar pelos céus, Lyle. Pff!』

Não ria! Enquanto eu pensava algo assim, o Quarto removeu seus óculos e começou a limpar as lágrimas que haviam se formado por causa das suas risadas.

『Você pode sempre encontrar um amigo em mim, ele disse… por que simplesmente você não solta coisas como essa normalmente?』

O Quinto me olhou com olhos tépidos.

『Não se preocupe com isso. É algo que todo mundo passa. Você se sente mais aberto no seu primeiro Crescimento. Olhe, a Novem te observou sem dizer nada, não foi? É isso que famílias normalmente fazem.』

Eu chorei.

“Eu quero pegar o eu de agora há pouco e encher ele de porrada!!”

Mas o Sexto continuou a perseguição.

『Não, ainda assim. Esse tipo de comoção não é algo que se vê frequentemente. Lyle, talvez você tenha o talento para trazer o riso às pessoas.』

Isso não tem poder de persuasão nenhum quando você diz isso rindo.

Em primeiro lugar, fazer as pessoas rirem e fazer as pessoas rirem de você são coisas completamente diferentes.

Os ancestrais estavam me provocando, mas meu avô, a Sétima Geração, estava desesperadamente tentando se conter.

『C-certo. É algo que todo mundo passa. Não a nada para se envergonhá5, Lyle… Bff…!!』

Incapaz de aguentar mais, ele estourou. Eu o encarei com olhos frios, enquanto inquiria sobre a razão pela qual eu fui chamado aqui em primeiro lugar.

“Então, por que razão vocês me chamaram aqui hoje? Se isso foi só para provocar, eu estou saindo.”

Enquanto eu dizia isso com uma voz irritada, os outros continuaram a rir enquanto me paravam.

O Quarto se recuperou primeiro e…

『Espera, é uma conversa importante na verdade. É só que o Crescimento dessa vez deixou um impacto forte demais e… nada bom. Relembrar disso está me levando às lágrimas.』

Olhando ele cobrindo sua boca, eu cocei minha face com ambas as mãos.

Por que eu fiz algo como aquilo?

Por que todas aquelas palavras idiotas saíram da minha boca?

Me arrepender não está fazendo nada.

O Terceiro sorriu, enquanto ele continuava de onde o Quarto parou.

『É sobre sua Skill, Lyle, mas diferente da nossa, ela é um tipo perpetuamente ativa, certo?』

“Isso mesmo.”

Enquanto eu encarava o terceiro me olhando intensamente, ele suspirou e continuou.

『Ela era, provavelmente, uma das razões do gasto de Mana ser tão alto, mas uma vez que tenha sido ativada, é do tipo que nunca vai parar de drenar sua Mana. Seus efeitos podem ser largos, mas assim como antes, nós teremos que colocar uma restrição na sua Mana usável.』

Já que eu havia passado por um Crescimento, eu tinha Mana o bastante para lidar com isso. Mas isso não muda o fato de que a Skill estava me acorrentando.

O Terceiro continuou.

『Ao mesmo tempo que isso, nós demos um pouco de atenção para a sua situação da nossa parte. E de acordo com o Segundo ali…』

Tendo chegado a ele, o Segundo abriu sua boca.

『Você é do tipo que precisa de uma quantidade de experiência ridiculamente larga. O estado que você estava antes do Crescimento era uma coisa, mas com aquilo como recuo, você foi capaz de crescer uma margem considerável. Você é do tipo que acumula uma larga quantidade de experiência e ‘Cresce’ tudo de uma vez, mas… Para colocar isso de forma direta, seu caso é extremo demais. Apenas pense nisso como você precisando várias vezes a experiência de uma pessoa normal.         』

Eu comecei a duvidar de minhas próprias orelhas.

Eu tinha Crescimentos massivos, mas em troca, eu precisava de muitas vezes a quantidade de experiência para crescer.

O que mais, mais que o dobro.

“Tem alguma coisa que possamos fazer sobre isso? Olhe, digo, minha Skill começou a demonstrar seu efeito, não é?”

Quando eu disse isso, o Segundo sacudiu sua cabeça.

『Mesmo que você esteja aumentando isso com uma Skill, em seu estado atual, não seria só por vinte a trinta por cento? Se você pensar sobre seu próximo Crescimento, você vai precisar de ainda mais experiência do que para essa.』

“… Significando?”

『Tenha a hora para deixar Daliem pra valer a vista. Se você ficar aqui, vários anos passarão antes que o seu próximo Crescimento aconteça. Se feito de forma errada, até mesmo dez anos não é um número irreal.』

Os olhos do Segundo estavam bastante sérios. Essa não era a face de um mentiroso.

Ele está honestamente recomendando que eu siga em frente.

“Nós ainda estamos no meio do contratar de um orientador.”

O Terceiro falou.

『Isso era só três meses, não é? Uma vez que você tiver terminado com isso diligentemente, você deve se separar de Daliem. Esse pode ser um lugar fácil de se proceder, mas você pretende ficar aqui sua vida toda, Lyle? Eu acho que isso é bem impossível.』

O Quinto suplementou.

『Eu aposto que o lorde feudal também que você fora. Se você planeja ficar aqui, você será colocado sob influência dele. Não tem como isso ser para o seu bem. Quando chegar a isso, aquele lorde pode simplesmente te jogar de lado… Pelo bem de vocês dois, seria melhor se você partisse.』

Para o Lorde Feudal de Daliem, Ventra-san, eu era uma bomba relógio, em que ninguém sabia quando a Casa Walt tomaria ação a meu respeito.

Só de eu estar aqui era problemático.

“Quando o período de orientação acabar eu deixarei Daliem. Até lá, eu devo considerar para onde ir a seguir, certo?”

Enquanto eu dizia isso, todos assentiram com faces sérias.

E no final, o Primeiro falou.

『Além disso. Tem algo que eu preciso dizer também. Amanhã ou por aí, venha aqui. Eu acho que vai levar tempo, então mantenha isso em mente.』

Aos seus honestos olhos, eu assenti em resposta.

A atmosfera ao redor dos outros ancestrais também havia se acalmada.

Como sempre, a Quarta Geração sinalizou o final da reunião.

『Vamos encerrar aqui. Ainda assim, parece que você abriu seu coração para o Lyle um bocado, Fundador.』

Pensando de novo no começo, isso era definitivamente inimaginável.

Digo, ele até me disse, bem claramente, que ele me odiava.

Eu mesmo nunca pensei que chegaria a isso.

O Primeiro parecia igual.

『Ainda assim, eu o reconheci de qualquer maneira. Lyle já provou sua força para mim. Ele salvou a Aria-chan por mim, então eu só estou respondendo a isso.』

Por alguma razão, eu fui estranhamente pego por suas palavras.


Tradutor: Batata Yacon   |   Revisora: Ana Paula



Notas:

1. Como mencionei antes, carro aqui não é com o sentido de automóvel.

2. Enervação: ato ou efeito de enervar(-se); perda das forças (físicas, morais ou mentais); enervamento, enervância.

3. “Ele” se referindo ao cara que morreu.

4. Shoryuuuken!!!

5. É proposital. Ele está tentando conter o riso.


Fontes
Cores