Cantinho das Perguntas de Setes – 1 –



Nota do tradutor:

Esse é uma das sessões de perguntas e respostas que existem no final de cada volume. Eu planejo traduzir todos os disponíveis em inglês, pois eles respondem muitas das perguntas que alguns entre vocês possam estar tendo no momento, e algumas perguntas que podem vir a aparecer no futuro.


Canto de questões de Sevens 1

 

P: Sobre a Skill do Lyle…

R:Lyle ( ´・ω・`):”… Apesar da minha Skill ter se manifestado, ela não se estabeleceu completamente por si só. Isso é o porquê dela permanecer desconhecida. É só que a Skill de fato começou a tomar forma, então eu acho que ela deve se estabelecer em um futuro próximo.”

 

 

P: Por que você não joga a Joia fora?

R: Primeira Geração ( ゜Д゜): “… Que desperdício isso seria. (Mesmo que nós estejamos separados, nós ainda sugamos a mana dele. A distância extra só faz com que leve mais tempo para que a Mana chegue a nós.)

 

 

P: As memórias da Joia são resetadas? Não parece haver um entendimento mútuo entre os ancestrais.

R: Terceira Geração (ヾノ・ω・`): “Foi só quando o Lyle se tornou o dono da Joia que nós, Skills despertamos para ter nossas próprias vontades. Significando que até então, não havia absolutamente nada. Se nós realmente soubéssemos, então aqueles preceitos que o Primeiro inventou nunca teriam sobrevivido até a época do Lyle. Então os donos precedentes nunca ouviram as vozes dos donos passados, ou até mesmo tiveram suas Manas gastas como o Lyle.”

Lyle ( ・д・): “E vocês ainda me tratam como se eu fosse frágil?”

 

 

P: Por que que eu não consigo imaginar que o Lyle tenha recebido uma educação própria como um nobre?

R: Segunda Geração  ( ・∀・) : “Já que ele foi isolado com cerca de dez anos, não é assim que as coisas seguem?  E espera… O Lyle também esteve sob a influência da Celes, então mesmo quando ele não tinha intenções de partir, ele continuou a ler histórias, e é estranho pensar que ele realmente se prepararia para viver por conta própria. Novem é a segunda filha de uma Casa de Barões, então não é estranho ela ter pego algo da esperteza das ruas.”

 

 

P: Eu não consigo entender por que a Novem se apaixonou pelo Lyle.

R: Quarta Geração ([email protected]∀@): É porque ele é do tipo bonito? Mesmo que o Lyle seja bastante alheio sobre como o mundo gira, ele é bem tesudo¹, sabia.”

 

 

P: A segunda e terceira cláusulas dos preceitos não se sobrepõem?

R: Sexta Geração (・A ・): “Eu também pensei nisso. Mas a pessoa que as criou foi nosso fundador, então nós não podíamos realmente pôr as mãos nelas. Olhe, digo, com o cara que as criou… um corpo robusto provavelmente tem algo a ver com habilidade física. Algo como, elas não se machucam facilmente? Saudável é resistência a doenças, ou foi assim que eu entendi isso até agora. Elas têm alguma história para si, então fazer alterações é difícil.

Primeira Geração (屮゜Д゜)屮: “Okay, já entendi! Se cê tem algum problemas com as minhas preferências, cai pra cima, mano²!”

 

 

P: A tag de harém significa que as ancestrais femininas vão aparecer?

R:
Primeira Geração (;゜Д゜): “Isso parece que… não vai rolar, eu acho? Não vai, né?”
Segunda Geração  (; ・`д・´) : “E-Eu não vejo a necessidade!”
Terceira Geração: (;゛゜’ω゜’) “Pahrah!… Para…”
Quarta Geração  AWA((゜゜дд゜゜ ))WAWA!! : “Aha, ahahahah!”
Quinta Geração (;゜д゜): “Oy, Parem com isso, seus tolos!”
Sexta Geração  (;><) : “E-Eu não tô com medo ou nada do tipo!”
Sétima Geração  (;・∀・) : “Elas nunca seguraram a gema, então eu não acho que nós as veremos (Se ela descobrir que nós fizemos o Lyle desmaiar, eu tô morto).”

Lyle  Σ(・∀・;) : “Por que vocês estão todos tão assustados caras!?”

 

 

P: E sobre aquele padrão em que se o seu corpo não estiver completamente maduro, a quantidade de mana no seu corpo aumenta quanto mais você usa?³

R: Primeira Geração  (;゜Д゜): “I-Isso mesmo! (Merda, isso não é uma situação onde ou posso dizer que não pensei tão longe assim.)”
Quinta Geração  (´・ω・`) : “… Esse cara não parece entender nenhum pouco disso.”

 

 

P: Seria bom se houvesse uma heroína do tipo moleca, ou do tipo irmã mais velha, ou do tipo guerreira, não?

R: Quinta Geração  ( ・∀・): “Em Dragoon, há uma heroína do tipo guerreira, então não parecem haver planos para colocar uma em Sevens.”4

 

 

P: “Se a Zelphy-san estava conectada ao lorde feudal, ele deveria saber sobre o Lyle, então porque ele teve que ir tão longe e fazer aquela atuação? O lorde deveria ser capaz de compreender se ele acumulasse seus grandes números, mas há algum tipo de motivo por trás disso?”

R: Sétima Geração  ( ー`дー´)*Snap* : “A razão pela qual a Zelphy se aproximou do Lyle foi porque um duo com claras circunstâncias por detrás veio a Daliem, e ela só estava mantendo um olho neles. Foi o lorde feudal que descobriu que ele era um filho nobre expulso alguns dias antes do ato. E também, se ele encontrasse o verdadeiro após os relatórios da Zelphy, ele ainda seria enganado. E espera… personalidade e coisas assim de lado, não há como mudar o fato do Lyle ser uma bomba relógio em contagem regressiva estando em Daliem. Se as coisas fossem de acordo com as expectativas do Lyle ou não, o lorde feudal ainda pensaria nele como uma existência perigosa, e suas contramedidas não teriam mudado.”

 

 

P: A subjugação de bandidos não teve nenhum mérito pro Lyle.

R: Terceira Geração  (・∀・) : “… A habilidade de usar a Skill da Primeira Geração era mérito o bastante pro Lyle. Digo, ela permite que ele use as outras Skills temporariamente.”

 

 

P: Após a herança roubada ser devolvida, não dar um agradecimento próprio é geralmente uma falha como nobre, em questão de orgulho, não é? Com ele passando muito mal pelos bens recuperados e os convertendo em fundos, o único mérito era o pouco trabalho requerido. Já que ele ficou bem à beira da morte, seu senso de crise é baixo demais. Os ancestrais estão sempre falando demais, e criando tal farsa, existe alguma configuração oculta em algum lugar da história em que há um defeito cerebral em cada geração que se sucede?

R: Quinta Geração: “… Certo. Mesmo tendo o Lyle devolvido a gema para a Aria de graça, ele deveria ter usado a oportunidade para arrancar um alto preço dos outros bens roubados. Digo, a Aria nem fez um pedido, e ela basicamente participou na subjugação mesmo que só assistindo, então ela é diferente dos outros pedintes que pagaram largas somas para pôr um pedido de retorno dos seus tesouros inestimáveis para os habilidosos e caros aventureiros após ter suas riquezas tomadas por ditos bandidos. Você só deveria ter tirado um monte de dinheiro dessas pessoas, né! Oh, que bom argumento!”


Tradutor: Batata Yacon   |   Revisora: Ana Paula


Prosseguir a leitura


Notas:

1: Bom partido seria melhor aqui, mas tesudo também se encaixa e ganhou por maioria de votos.

2: Pode não parecer, mas essa parte com as gírias foi bem literal.

3: Essa pergunta é sobre algo comum em web novelas com fantasia, em que isso normalmente acontece.

4: Dragoon é uma obra anterior do autor.


Fontes
Cores