Interlúdio III – Para cada um, os seus juramentos. (Parte 6/6)

 

parte-6

 

As emoções que se formaram em seu coração, talvez se tornaram demasiado impossíveis de suportar.

Com seus olhos redondos, Puck olhou profundamente Subaru, e com um [Entendo], ele estendeu seu corpo.

[Puck: Eu disse algo imprudente, desculpe, não devia ter dito isso. Em vez disso… Vamos falar um pouco sobre a “Gula”.]

 

[Subaru: …Falar? O que fará agora?]

 

[Puck: Se você aprender a natureza da coisa que comeu o “Nome” e “Memória” dessa garota, talvez haja esperança de satisfazer o seu desejo.]

 

Agarrando-se naquelas palavras, Subaru virou seu rosto rapidamente. Vendo esta reação, Puck assentiu, em seguida, levantou o seu pequeno nariz rosa como se à procura de uma memória.

[Puck: A autoridade da “Gula”, para colocá-la de forma simples, é comer. Quando ele come um “nome”, todas as memórias sobre essa pessoa são tomadas, e quando ele come a “Memória” de uma pessoa, as memórias da própria pessoa são tomadas. Se ambos forem tomados, então a pessoa torna-se uma concha vazia. Uma concha vazia não fará nada e não pode fazer nada. A condição desta menina, é somente isso.]

 

[Subaru: “Nome”… “Memória”…]

 

A memória de Crusch. A memória e o nome da Rem.

Tal é o efeito da autoridade da Gula.

[Subaru: Depois de matar o Arcebispo do Pecado da Gula… as memórias retornarão…]

 

[Puck: Ah, o que aconteceria? Vomitar tudo o que é comido… mesmo que eu não gosto de pensar nisso, é algo que pode ser feito? Você precisa perguntar ao próprio homem…]

 

[Subaru: Mas existe a possibilidade, não é?! As memórias da Rem, a possibilidade de recuperar as memórias da Rem…]

 

Virando-se… Rem ainda está profunda em seu sono.

Ainda respirando suavemente. O seu coração estava batendo. O corpo dela ainda está vivo, só a memória e o nome dela foram comidos por um demônio.

[Subaru: Arcebispo do Pecado da Gula— eu absolutamente aniquilarei você.]

 

[Puck: Mesmo que eu ainda ache que não é assim tão simples…]

 

As últimas palavras de Puck não penetraram a mente de Subaru.

Subaru, neste momento, está defendendo aquele fragmento final de esperança como o último amparo em seu coração.

—Quando ele chegou à Capital, ele encontrou Rem após o ataque, e quando ele soube que tudo estava perdido, sem um pingo de hesitação, Subaru esfaqueou um punhal em sua própria garganta.

O que ele sentia naquele momento, já não lembrava. Tudo tinha ocorrido tão perfeito, tão perfeito além de todos as expectativas — mas a verdade é, jogar tudo fora naquele instante, nada disso importava para ele.

Se ele perdeu Rem, se isso significasse caminhar para um futuro sem ela, não importa quantas vezes ele deve suportar a dor, ele irá — Somente isso, Subaru lembra claramente.

Penetrando a sua garganta, o sangue, a dor, o calor abrasador e a perda, ele perdeu toda a consciência.

Quando ele acordou, o que ele viu foi… Rem deitada numa cama.

O ponto salvo mudou para a frente. O lugar de retorno tinha mudado. Subaru viu o inferno e só o inferno.

Mais uma vez! Deve ser algum engano, ele deve se matar novamente… Mas Subaru hesitou. Ele não tinha medo da dor ou morte. Mas ele percebeu…

…Mesmo que ele volte a ponto de salvá-la, ele não pode salvá-la.

No ponto salvo antes da batalha com Betelgeuse, após a batalha com a baleia branca, Subaru e Rem já haviam se separado por várias horas. É tarde demais para alcançá-la antes da emboscada. Mas, mesmo se ele pudesse, Emilia seria abandonada. E mesmo que ele enviasse a expedição de Emilia com o plano e fosse às pressas para a emboscada, como ele iria derrotar dois Arcebispos do Pecado?

Para derrotar Betelgeuse, a presença de Subaru é indispensável, e a fuga de Emilia não pode ser gerenciada sem a proteção de Wilhelm.

Sacrificar Emilia para salvar Rem, ou sacrificar Rem para salvar Emilia — sem sacrificar uma ou outra ele não poderia salvar ninguém.

Confrontada com esta escolha impossível, Subaru baixou o punhal de sua garganta.

Ao contrário de ser apagado pela névoa da baleia branca, embora esquecido por todo o mundo, o corpo de Rem permanecia aqui. Ao lado dela, incapaz de fazer nada, apenas sentou-se lá confuso…

Mas o tempo gasto com futilidades cruéis termina aqui. Isso acaba agora.

Segurando a mão de Rem adormecida, Subaru confirmou a sua determinação. Uma coisa é certa,

—Eu vou.

[Subaru: Recuperar… Rem, eu prometo… Eu irei recuperar as suas memórias.]

 

Era uma promessa. Bem na sua frente, o homem pelo qual você se apaixonou, vai se tornar o maior herói que o mundo já viu.

Ainda estamos no meio caminho dessa rota, não é?

[Subaru: Eu prometo… Seu herói virá por você. Esperar um pouco mais.]

 

re_zero_volume_9_13

NOTA: Na imagem aparece Emilia junto com ele, devem ter adicionado ela nesta parte na Light Novel.

Levantando o rosto com os dentes à mostra. Foi uma declaração de guerra.

Os demônios devem lamentar-se pelo dia em que puseram as mãos sobre o que é sagrado e inviolável.

Pois eu, Natsuki Subaru, trarei a punição sobre você.

[Subaru: Eu vou, prometo que vou!]

 

No dia em que comecei do Zero, já não podia suportar um único dia sem pensar de ter você ao meu lado.

Portanto, eu devo recuperar…

Os dias que estão perdidos, os dias que caminhei contigo e todos os dias que andarei com você novamente… Com as minhas próprias mãos, juro que tomarei de volta mais uma vez!

 

 

-=Final do interlúdio III=-

-=Final do Arco 3=-

Contribua com a Novel Mania!