GADG – Capítulo 6 – Chocolate é Doce e Delicioso



Exército da Libertação da Capital Real, Depósito de Comida, Arredores do Acampamento.

O Exército de Libertação pôs mil soldados comuns para defender.
Além disso, eles investiram uma grande quantidade de dinheiro e contrataram uma força mercenária de três mil pessoas fortes. A disciplina deles era folgada, mas todos eles eram uma força de infantaria bem equipada.
O Estrategista Diener previu um ataque de antemão. Porém, ele não poderia mandar nenhuma outra força de luta para longe do campo de batalha principal, e ele mal conseguiu manter essa quantia de soldados na defesa.
No entanto, eles receberam o epítome do equipamento de defesa.

– Oficial Comandante, a escória do Reino está realmente chegando. O estrategista disse que era uma chance de cinquenta por cento.

– Bem. Vamos apenas fazer nosso trabalho. Quando eles chegarem, vamos matar cada um deles. Simples, não é?

– Vamos acabar com isso, então os cavaleiros poderão ser promovidos. E então, você também se juntará à nobreza, Oficial Comandante!

– Contanto que eu seja pago, já basta. Não tenho muito interesse na nobreza. O que há para se invejar sobre eles? Eu não entendo.

Disse o Oficial Comandante Mercenário, e o membro do grupo suspirou.

– Que desperdício, não? Oficial Comandante, com sua habilidade, aposto que você conseguiria.

– Ganância em excesso traz ruína para si mesmo. Pessoas têm seus limites. Já é bom o suficiente apenas se esforçar para não morrer.

– Pois é! Te entendo!

– Você realmente entendeu? Bem… tanto faz.

O Oficial Comandante Mercenário se levantou depois de limpar sua grande espada. A força militar deles era um pouco fraca para defender o depósito de comida, mas ele não estava tão preocupado. Fazedores de barulho foram colocados aos arredores e, além disso, a carta trunfo deles, Minas Terrestres Mágicas foram colocadas. Essas novas armas também seriam usadas para engajamento desta vez.
Feitas de ferro e do tamanho de uma criança, elas pareciam um barril de vinho. Comuns a primeira vista e lixo se julgadas.
Porém, o poder mágico embutido nelas era absurdo, e se explodissem, poderiam infligir um grande dano.

Havia manejadores de grande poder destrutivo, os chamados Feiticeiros, mas havia uma razão pela qual eles não eram frequentemente usados no campo de batalha. Não era possível reunir uma grande quantidade deles e eles precisavam tempo e dinheiro para treinar. A propósito, se criasse alguém sem talento, seria impossível para eles utilizar magia – isso era decidido pela Capacidade Mágica que eles tinham desde o nascimento. Nenhum exemplo existe até agora de pessoas que adquiriram isso após o nascimento.

Além disso, exigia um tempo considerável para o encantamento antes de usar a magia. O tempo para encanto aumentaria conforme aumentava o poder e não poderia ser utilizado continuamente. Havia também o problema fatal, que, quando o poder mágico fosse esgotado, a mágica se tornaria instável. Em outras palavras, para batalhas de grande escala, seria muito mais eficiente uma produção em massa de flechas e deixá-las voar.
Uma arma tendo o poder de um Feiticeiro havia sido fabricada com sucesso. Essa era a Mina Terrestre Mágica. Ela precisava de muito tempo para ser fabricada, colocar o poder mágico em um barril de metal especial, gravar o encantamento e ser cuidadoso.
E então, quando o Feiticeiro disse a palavra mágica, ou quando o barril de metal detectasse uma ação que o faria explodir, ele imediatamente explodiria.
De forma mais simples, ele também poderia ser simplesmente detonado ao ser pisado.

– Uma arma assustadora finalmente foi criada pelo homem. Haverá uma era em que não poderemos caminhar livremente.

– As pessoas armando elas também precisam ser cuidadosas, se não, estarão em perigo.

– Honestamente, que assunto chato. Nós também temos que limpá-las.

“Kabuum!”

–––– Espere, uou!

Uma explosão avassaladora ocorreu sob os soldados que estavam conversando.

– O, o quê!?

– Uma mina terrestre explodiu na floresta!

– Ei! Quem pisou? O inimigo, um aliado!?

Alguém detonou uma mina terrestre. Enquanto rezavam para que não fosse um companheiro, eles correram para verificar.

– A bandeira do Terceiro Exército do Reino! Um ataque da cavalaria inimiga está vindo!!

– Aí vem eles!

Os soldados mercenários se levantaram.

– O inimigo detonou as minas terrestres; os homens e soldados deles parecem estar em caos!

Uma primeira informação veio de um soldado de reconhecimento.

– Esta é nossa melhor chance! Todos já terminaram suas preparações!

– Vamos Oficial Comandante!

– Finalmente chegou a hora de fazer algum lucro!

– Tudo bem, os soldados fortalecem as defesas do depósito de comida!! Mercenários, sigam-me! Com o inimigo em caos, vamos derrubá-los em uma respiração!!

– Entendido!

O Oficial Comandante Mercenário montou em seu cavalo, desembainhou sua grande espada e deu um grito entusiasta para interceptá-los.

A cavalaria do Reino caíra em tumulto. Eles saíram do bosque e mergulharam em uma área de campo aberto, e no último momento em que iriam atacar o armazém, receberam algum tipo de ataque. O chão tinha irrompido, os cavalos foram jogados e havia muitas vítimas entre os soldados. Era como se tivessem recebido um ataque de feitiço. No entanto, não havia silhueta alguma de Feiticeiro.
O Oficial Comandante de Cavalaria levantou sua voz enquanto a cor sumia de seu rosto.

– Eeeiiiiii! Chegamos até aqui, não podemos mais voltar atrás! Se recomponham e avancem!! Ataquem!!

– Mas, mas Oficial Comandante, nossos c-cavalos ficaram em choque e não estão nos obedecendo!

– Seus desgraçados, vocês não conseguem nem mesmo lidar com um único cavalo direito!!? Qual o sentido de todo aquele treinamento diário!?

– M-mesmo que você diga isso, merda, suas ordens–
– Que se foda! Merda-, Flechas–
– Oficial Comandante, estamos sendo alvejados! Fomos descobertos!!

Muitas flechas perfuraram os corpos da unidade de soldados que estavam com dificuldade de puxar às rédeas. A guarnição do Exército de Libertação os havia notado. Os espíritos do Comandante de Cavalaria levantaram-se quando os soldados que montavam a cavalo chegaram da direção do armazém. Seus adversários não eram muitos. Eles deviam ser capazes de lidar com isso.
Ou era o que o Oficial Comandante de Cavalaria pensava.

– Nós seremos atingidos se ficarmos desse jeito!! Aqueles que podem se mover, me sigam!! Em frente-!!

Ele levantou sua lança, chutou o estômago do cavalo e começou um ataque. Mais explosões ressoaram novamente atrás dele, mas ele não se deu ao luxo de olhar para trás. Ele conseguia ouvir os sons de cascos, então eles provavelmente não foram aniquilados. Não importava o dano que eles sofressem, não seria um problema se eles pudessem apenas destruir o armazém. Atacar e então fugir, esse era o dever da cavalaria.
…. Cavalaria contra cavalaria, eles se bateram de frente, ambos com um impulso atrás deles.

– Sua cabeça é minha!

– Silêncio, escória rebelde! Se torne ferrugem em minha lança!

– Só tente, cão do Reino-!

– HAAAAA-!!

– IAAAAAAAHHHHH-!!!

O Oficial Comandante de Cavalaria e o Oficial Comandante Mercenário brandiram suas armas e se chocaram.
Aquele que perdeu a justa…. foi o Oficial Comandante de Cavalaria.
Os soldados mercenários correram até seu corpo que havia caído do cavalo. Eles também estavam frenéticos, pois, se eles pegassem a cabeça, eles conseguiriam uma recompensa monetária.

– O comandante inimigo foi morto! Assim como ele, massacrem o exército do Reino-!!

O Oficial Comandante Mercenário gritou com toda a sua força. A única razão disso era para aumentar a moral de seus companheiros e esmagar a vontade do inimigo. Enquanto sacudia os pingos de sangue de sua espada, ele influenciou sonoramente com sua espada.

– Isso-!!
– Se vencermos, podemos ganhar uma recompensa!
– Matem-nos!

A cavalaria, cujo comandante foi morto, estava completamente perdida. Indivíduos estavam cercados e feridos, e seus números diminuíam.

– M-merda-! Hahh, fique longe!

––– Uou, hehe – Como se aquela lança fosse me atingir!

– Você está cheio de aberturas! Morra-!!

Visando o espaço entre os golpes de lança, a espada de um mercenário se aproximou do corpo de um soldado do Reino. Naquele instante…

– Hum?

O rosto do soldado do Reino foi instantaneamente pintado de vermelho brilhante. O rosto do soldado inimigo que estava mirando nele foi cortado horrivelmente e removido. Foi o jorro de sangue que choveu sobre todo o seu corpo.

– Se seu cavalo não te ouve, desça e lute. Vamos, se você não quer morrer, se apresse!!

– S-Senhor!

– Agora estarei no comando!! Se nossos oponentes não têm um líder, eles são apenas mercenários comuns! Se acalme e mate-os!!

– En-entendido.

– Que voz miserável, eu serei aquele que te matará!!

– Entendido-!!

– Bom-! Não mostrem piedade e os massacrem-!!

Schera inspirou a cavalaria com uma voz heroica que não batia com sua fisionomia. Mesmo nesta situação, sua longa foice havia colhido as vidas de três mercenários.

– Me perguntou se aquele mercenário é o comandante. Seus movimentos são diferentes do dos outros.

Ela identificou um cavaleiro barbudo cortando a cavalaria do Reino com uma grande espada. Ela lambeu os lábios, virou seu amado cavalo em sua direção e correu. Decididos a obstruir o ataque de um cavaleiro, mercenários galantemente giraram suas espadas e lanças para ela.
Schera massacrou aquelas presas pequenas, girando sua foice como um moinho de vento. Os capacetes foram esmagados, as cabeças cortadas e jatos de sangue jorraram de membros esfolados. O caminho de avanço de Schera foi imediatamente manchado de vermelho.

– Você é o comandante do grupo mercenário-!? Sua cabeça, por favor!!

– Uma pirralha com uma maldita fala atrevida- !! Vá para o inferno-!!

– HAAA- !!

Quando Schera segurou a foice no ar resolutamente, o comandante mercenário sorriu e riu. Sua própria espada grande seria claramente mais rápida. Mais rápida do que a foice que descia, sua própria espada perfuraria o corpo dela.
Ele rapidamente visualizou o caminho de sua espada. Sua espada navegou com movimentos treinados. Um poder satisfatório entrou em seu braço. Foi um corte simples. Sua perícia de espadachim de combate o tirou de situações de vida e morte muitas vezes.

– Te peguei!

– Lento.

– ……!?

A espada brandida do Oficial Comandante Mercenário foi jogada para longe pelo cabo da foice e, com seu equilíbrio quebrado, Schera desceu sua arma valorizada com todo o seu poder.

O corpo do Oficial Comandante Mercenário foi cortado verticalmente em dois. Capacete, armadura e a cabeça do cavalo, tudo foi envolvido.
‘Inacreditável’, disseram seus olhos com sangue. Seu corpo se abriu e, enquanto sua respiração fraca vazava de sua boca cortada pela metade, ele morreu.

– Que cadáver artístico que eu fiz. Isso não será difícil de limpar?

Depois de olhar para o corpo morto e todo pintado de vermelho por causa do duelo deles, ela girou sua foice e a ergueu vigorosamente para os céus.

– O comandante inimigo foi morto!! Cavaleiros, continuem a exterminar os cães do exército rebelde-!!

Esta era uma força mercenária improvisada, afinal. Se o comandante deles que os unificou fosse morto, eles logo entrariam em colapso.

– O, o comandante foi morto-!
– Corram! Eu não vou morrer em um lugar como esse!
– Ahhhhhhh!

Mercenários absolutamente não trairiam contanto que recebessem, mas eles fugiriam. Com diz o ditado, ‘A Vida Vem Primeiro’, e eles começaram a fugir.

– Matem-nos, não deixem ninguém sair vivo!! Enviem até o último deles para o inferno-!!

– S-SIM-!!

– Sigam a Vice Comandante Schera!!

– Cavaleiros do Reino, ataquem!! Pisem neles-!! Esmaguem eles-!!

Com seu rosto pintado de sangue, Schera deu suas ordens com um olhar alegre. Os membros da cavalaria que tiveram sua moral aumentada à força correram pelos mercenários que mostravam suas costas e os esmagaram sob os pés.

O Comandante da Guarnição protegendo o armazém, vendo os mercenários com o rabo entre as pernas, decidiu evacuar. Ele pegou apenas alguns armamentos e escapou com segurança, sem lutar. As mercadorias ali também eram valiosas, mas ele considerou que não poderia perder suas preciosas tropas neste lugar. Além disso, este não era o único armazém de alimentos. Era só que esse era o mais usado. Portanto, seria melhor evitar o desperdício de mais de mil soldados regulares.
Tendo julgado isso, o comandante evacuou sem um único cruzamento de espadas.

A unidade de cavalaria sofreu pouco menos de quinhentas baixas no caos inicial. A companhia mercenária foi quase aniquilada e os sobreviventes escaparam para o Forte Salvador. Foi graças a Schera e a vitória do seu grupo, apesar de terem perdido o seu comandante.

Uma hora depois.

Ao ganharem o controle do depósito de comida, a unidade de cavalaria fez uma inspeção dos bens deixados para trás. Eles levaram documentos importantes e deixaram grandes quantidades de comida, armas e cavalos de guerra. Entre os bens, havia muitas Minas Terrestres Mágicas, as quais haviam torturado Schera e companhia mais cedo. Naturalmente, eles não sabiam o que eram, e eles iriam interrogar os mercenários que foram presos.

Havia dezenas de mercenários que foram apreendidos, com suas mãos amarradas atrás das costas, evitando que eles se movessem por aí, seus rostos miseráveis foram levados até Schera.
Cada rosto estava coberto de sujeira, mas parecia que nenhum deles sofrera ferimentos fatais. Eles tinham expressões rebeldes que mostravam que fugiriam se tivessem chance.

– Então, tenho algumas coisas que gostaria de perguntar a vocês, vocês se importam?

– Eh-, como se alguém fosse responder–

‘Nem fodendo’, disse o prisioneiro que cuspiu um bocado de catarro; sua cabeça saiu voando silenciosamente. Deixado para trás, o torso do pobre mercenário caiu para frente. Não apenas os prisioneiros, até mesmo os soldados do Reino ficaram chocados.
Como consequência de sua conduta excessivamente desafiadora, ele foi rapidamente silenciado. Eles ficaram chocados sobre como uma pessoa poderia morrer tão facilmente. Era como se ele não fosse um humano, mas sim um vegetal sendo colhido.

– Que pena. Então, próximo.

O gume torto brilhou e ficou diante do próximo sacrifício. O prisioneiro girou seu corpo, tentando escapar, mas um soldado do Reino segurou seus ombros firmemente.

– Hi, hiiiii-!

– Para que serve essa coisa? Você vai me dizer?

Schera apontou para o barril de metal que havia sido movido para trás dela.

– Uh, i-isso, é apenas um barril comum! É para preservarmos comid–

O homem não pôde continuar com suas palavras. Schera sorriu e cortou sua cabeça. Aquela coisa havia caído e estava no caminho, então ela chutou rapidamente para longe. Ele caiu ao longe enquanto espalhava fluido vermelho por toda parte.

– Mentir não é legal, tudo bem? Mentiras não são apenas um desperdício de tempo?

A grande quantidade de sangue que jorrou, banhou os corpos dos outros prisioneiros. Schera caminhou até à frente do próximo sacrifício.

– O que é… essa coisa?

– E-espere. Nós somos apenas mercenários comuns-não mate a gente! Nós lutaremos pelo Reino a partir de agora.

– Próximo!

Suas palavras foram interrompidas e a grande foice desceu. Ainda havia muitos outros sacrifícios. O homem que devia ter sido o próximo sacrifício, incapaz de suportar o terror, revelou a informação requerida.

– I-isso é, uma Mina Terrestre Mágica. É uma arma do Império que explode quando é pisada ou direcionada por um Feiticeiro. Eu não sei sobre os detalhes-. Sério! E-então, não me mate, por favor!

– H-hey! Porque caralhos você está contado a ela!? você não tem orgulho algum como mercen–

– Obrigado por me informar. Apenas você será poupado.

Depois de matar o prisioneiro que protestou, ela libertou das amarras o homem que a respondeu. Sua expressão era a de um sorriso de uma garota normal. Isso se seu corpo não estivesse sujo de sangue.

– Eu, eu estou livre? S-sério?

– Se apresse e vá. Você realmente é um homem abençoado, sabia? Aqui, comida e dinheiro. Também vou te dar um dos vários cavalos de lá. Tudo bem se você também quiser pegar uma arma que goste. –– Então, se cuide.

Schera entregou uma pequena sacola com dinheiro e comida e acenou para ele ir rapidamente.
O homem parecia não acreditar nisso, mas em seguida, derramando lágrimas e com a cabeça baixa, ele subiu em um cavalo e partiu rapidamente.

– Vice Comandante Schera! E quanto ao resto?

– Não podemos levá-los conosco. Mate todo mundo. Não tenho mais nada para perguntar. Não poupe ninguém e se livre deles.

Schera esfregou seu dedo indicador pelo pescoço. Vendo isso, o soldado do Reino tremeu e respondeu.

– En-entendido.

– Torne a execução rápida e serena. É muito ruim se você não cortar precisamente na base, sabe? Se você não fizer isso propriamente, é terrivelmente doloroso. Mate todos eles com certeza.

– Senhor-!

– Não, não! Me poupe!
– Eu vou dizer qualquer coisa! Então, por favor, espere!
– Eu não quero morrer!

– Cale-se! Ajam como adultos!

– Você sobreviveu tanto tempo, tenha alguma vergonha na cara!

Os soldados do Reino empunharam com suas armas enquanto gritavam e iniciavam o julgamento dos prisioneiros. Vozes raivosas, zombarias e gritos de agonia de morte ressoaram no armazém muitas vezes.
Schera parecia gostar de ouvi-los, enquanto olhava ao redor do armazém de alimentos e pegava comida até ficar completamente satisfeita. Era um buffet de ‘tudo o que você puder comer, tudo que você puder beber’ completo. “Este é o Paraíso”, pensou Schera. Ela colocou uma quantidade grande de comida em um saco de pano e prendeu-o ao cavalo.

– Nós devíamos recuar logo. Estou relutante, mas conforme o plano, vamos começar o fogo. Nós não temos tempo para comer tudo. Realmente triste, mas não há o que fazer.

Ela disse com uma expressão triste, olhando para a comida empilhada perto dela.

– Senhor-!

– Vocês também pegaram o máximo de comida que podiam? Seria um desperdício, então certifiquem-se de segurá-las corretamente. Não se pode lutar suficientemente com o estômago vazio, não é?

Schera viu os cavalos de todos os membros do grupo. Cada bolsa estava cheia.

– De acordo com as suas ordens, nós os enchemos.

– Não há problema então. Ahh, vamos pegar uma dessas Minas Terrestres Mágicas por precaução. É pesado, mas não o que fazer.

– Entendido!

Os membros do grupo espalharam óleo e começaram os preparativos para atear fogo. Schera respirou fundo e pulou em cima do cavalo. Corria até ela um cavaleiro com seu rosto de outra cor enquanto levantava uma nuvem de poeira.

– Hm?

– Vice Comandante Schera!! Más notícias-!!

Ele era uma cavaleiro realizando um reconhecimento da vizinhança. Seu rosto estavam tenso com a completa ansiedade e suor frio fluía como a chuva.

– O que te deixou tão confuso? Eu me pergunto, você parece tão faminto que você está prestes a morrer. Se você está bem com um pouco de pão, você pode comer este. Parece duro por fora, mas é muito bom. Ele é realmente duro.

Schera pegou um pedaço de pão duro como pedra, mas o cavaleiro levantou a voz, dizendo que não era a ocasião para isso.

– E-esta não é a ocasião para comer pão-!!

– Você não gosta de pão? Também temos carne seca se for esse o caso.

– Eu não estou com fome! Isso é sobre as Planícies Alucia. O exército do nosso Reino foi derrotado! O Terceiro Corpo do Exército sofreu baixas devastadoras. General Yalder está atualmente recuando!!

Toda a cavalaria entrou comoção. Eles não podiam acreditar nessa informação súbita.

– Ridículo. O terceiro exército tinha oitenta mil soldados fortes! Não há como perder para o exército rebelde!

– Eu não conheço os detalhes! No entanto, a realidade é que o exército do Reino está sendo perseguido!

O soldado relatou a derrota do exército do Reino e sua respiração estava violenta. Ele caiu de seu cavalo, esparramado e descansou seu corpo. Seu cavalo também estava à beira do colapso – tanto homens como cavalos provavelmente usaram toda a sua energia para correr até ali.

––– A informação que eles não quiseram acreditar não era falsa.

– Vice Comandante Schera, nós temos que nos apressar e recuar para o Castelo Ramo Antígua. Aquela força de perseguição inimiga virá a qualquer momento agora.

– Uma informação que seu armazém caiu deve ter chegado a eles, eu temo. É só uma questão de tempo até eles voltarem aqui!

– Acalme-se. Agir confuso também não é bom. Em tempos especialmente como esse, mantenha a calma.

Schera tirou um item de luxo, chocolate, da bolsa presa ao cavalo, e mordeu. O coração de Schera foi vitalizado pela doçura encantadora.

– Q-quietos!!
–E-ei. Alguém está vindo. E-estamos salvos!?

A cavalaria instruída com informações ainda mais urgentes apressou-se até eles. Sua armadura tinha muitas flechas projetando-se e o sangue deles fluía em seus rostos. Eles estavam cavalgando em direção ao quartel-general das tropas para relatar os resultados da batalha.
Tendo ouvido falar da derrota do Terceiro Exército, seu destino não era mais o Castelo Ramo Antígua.

– A-Antígua caiu e a bandeira do Exército de Libertação está erguida nele! Nossa unidade de cavalaria, está completamente, completamente isolada!

– R-ridículo…
– Ei. Isso é uma piada, certo?
– Se o lugar caiu, então, para onde vamos voltar?

Os membros da cavalaria tinham ido além da agitação e só podiam perder-se em palavras. Esta área era um território completamente controlado pelos inimigos. Perto ficava a sede do inimigo, o Forte Salvador. A base do Exército do Reino, Castelo Ramo Antígua, foi ocupada pelo inimigo. –– A cavalaria somava dois mil e quinhentos ao todo. Para eles, não havia mais lugar para voltar.

– Vice Comandante Schera, nós…
– O quê, o que devemos fazer?
– Vice Comandante Schera!

Avançar seria um inferno, voltar seria um inferno. A informação de que o depósito de comida deles foi atacado provavelmente já havia alcançado o inimigo.
Além disso, não havia dúvidas de que o Exército de Libertação que participou da batalha estava vindo para cercá-los. A situação deles estava mudando agora para a aniquilação total.

Eles largariam suas armas, desmontariam de seus cavalos e se renderiam humilhantemente? Ou, eles atacariam a fortaleza do inimigo e teriam a glória de morrer em batalha? Embora isso fosse difícil, eles abririam um meio de fuga e repatriariam para a região leste que era sua terra natal?
De qualquer forma, como o atual comandante desta unidade, a decisão de Schera decidiria seus destinos.

– ….. Quer um pouco de chocolate?

Em resposta aos olhares da unidade de cavalaria direcionados a ela, que pareciam gritar por ajuda, Schera, sem um sentimento de inquietação, sorria inocentemente como uma criança.
E então, depois de forçadamente quebrá-lo em pedaços pequenos, ela enfiou o chocolate na boca de todos os membros do grupo e deliciosamente lambeu a parte derretida e grudada nas mãos.
Na frente dos olhos de Schera estava um arsenal com muitos dos equipamentos do Exército de Libertação deixado para trás. Enquanto lentamente enviava sua nutrição cerebral, ela começou a ponderar se poderiam ou não fazer isso com o que tinham.

–––– O Corpo do Terceiro Exército do Reino foi derrotado nas Planícies Alucia. Atualmente, eles estavam recuando com o Exército de Libertação da Capital Real os perseguindo. O dano foi enorme e o Castelo Ramo Antígua havia caído.


Tradutor: Apollo  |   Revisor: Edge



Fontes
Cores