CC – Capítulo 264 – Uma enxurrada de Martelo Pico Pico


Essa era uma habilidade combinada entre Criação de Espada e Martelo Pico Pico.

Após confirmar que o general desmaiou, tirei minha máscara.

— Desculpe, mas não sou um Elfo-Negro. Você não conquistaria nada mesmo se obtivesse minha cabeça.

Imaginei que estava tudo bem agora.

Pensei que sim, porém, as coisas não eram tão simples assim.

— Ichinojo, péssimas notícias.

Rarael apareceu.

— Qual o problema!?

— Uma enorme força está vindo do deserto do noroeste da floresta. Temo que eles sejam a força principal com o objetivo de atacar os Elfos-Negros fugindo do fogo.

Entendo, o exército queria capturar os Elfos vivos na medida do possível.

O fogo só foi usado para assustá-los para longe.

— Eles não recuariam assim que soubessem que o plano de colocar fogo foi frustrado?

— Não saberemos a menos que perguntemos ao inimigo.

Acho que isso era verdade.

Não tínhamos escolha, teria que seguir para esse lado.

Fizemos Ririana voltar para o assentamento à frente de nós e Rarael e eu seguimos para o noroeste da floresta juntos.

— Esse é um número incrível de pessoas…

Me parecia que havia cerca de 50.000 soldados?

Não havia rumores de que havia uma falta de soldados… eh?

Aquilo é uma cruz?

Soldados da Igreja?

“Ei ei, a Igreja não estava em guerra com este país? Eles assinaram um acordo por trás das cenas?”

Nesse caso, o Exército do Reino Shiraraki podia estar misturado lá.

Eu era um Quase-Nobre desse reino, então seria ruim se eu lutasse contra os soldados da mesma nação.

Bom, devo ser capaz de fazer algo se estiver tentando apenas ganhar tempo.

— Deixando isso de lado, estou impressionado que eles cruzaram o deserto com um exército tão grande. Eles não se encontrariam com algo parecido com os Wyrms de Areia?

— Eles devem ter pessoas com a habilidade de afastar monstros. Ouvi que havia pessoas na Igreja que possuem habilidades únicas para manter monstros afastados contanto que exista luz do sol.

— Manter monstros afastados com a luz do sol… então existe esse tipo de habilidade também.

Era o exato oposto de Carol.

Estava pensando se eles poderiam ser distraídos ao fazer monstros aparecerem.

Que tal ameaça-los ao liberar magia no ar como fiz com os piratas? Isso seria impossível. Além de um desperdício de poder mágico.

O oponente era um exército com uma cadeia de comando competente.

Talvez fosse viável se eu pelo menos os fizesse sentir um pouco de dor… vou fazer um teste.

— Aumentar Poder Físico!

Com isso, meu poder de ataque físico aumentaria de forma significante por um certo período de tempo.

Com isso…

— Corte Tornado!

Liberei a habilidade com minha espada de aço.

Um tornado gigantesco com 50 metros apareceu e viajou na direção do exército.

O tornado colheu a areia e se tornou uma tempestade de areia.

— Ei, o que é esse tornado insanamente gigante… você fez isso?

— É… eu criei o tornado para atravessar o oponente. Na realidade, queria criar um tornado muito menor, mas ele ficou tão grande devido a minha força. Os ventos parecem um cortador a vácuo.

— Incontáveis pessoas morrerão se você usar algo como isso!

Rarael era tão gentil.

Ela estava preocupada com a morte de seus oponentes.

— Mas, está tudo bem.

Os soldados começaram a se retirar diante do tornado, mas eles estavam muito atrasados e foram pegos pelo tornado.

Na mesma hora, após o tornado colidir com o exército, esse som pôde ser ouvido:

Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico Pico

Incrível, os sons estavam se sobrepondo e podiam ser ouvidos de muito longe.

Eu sobrepus o efeito do Martelo Pico Pico no Corte Tornado.

Isso infligiria dano, mas o oponente definitivamente não morreria. Mas após receber uma certa quantidade de dano, eles ficariam inconscientes. E quando eles recebiam dano, um som de “Pico” seria ouvido.

— Um tornado que causará dano e os fará desmaiar… mas ninguém morrerá! Além disso, ele é barulhento ao extremo, então as vozes dos oficiais comandantes não serão ouvidas, resultando no exército cedendo ao caos. É perfeito para ganhar tempo.

— Que… que força…

— Muito bem, mais um…

Usei o Corte Tornado mais duas vezes.

E quando quis soltar o quarto Corte Tornado…

A espada de aço quebrou com um estalo.

Ach… ela quebrou?

Mas eu gostava dela.

Acho que vou ter que fazer uma pessoalmente da próxima vez.

Muito bem, devo ter conseguido bastante tempo.

Não matei ninguém e os soldados só estavam inconscientes. Contudo, devia ser impossível para eles avançarem.

Pela minha experiência, levaria algumas horas até que eles recuperassem a consciência.

Torci para conseguirmos transferir a Árvore Dourada nesse intervalo de tempo.

Quando chegamos na Árvore Dourada, vi as Elfas-Negras cavando as raízes em um ritmo alucinante.

— Tivemos sucesso em obstruir o exército. Cavem depressa.

Sob o comando de Rarael, as Elfas-Negras cavaram ainda mais.

Abri a porta para o Meu Mundo perto do local da escavação.

Tentei abrir a maior porta que poderia e fui capaz de criar uma porta com cerca de dez metros de altura.

Foi então que Neete apareceu.

Todas ficaram atentas com a garota que de repente apareceu, mas Rarael:

— Não se preocupem, ela é a gerente do novo mundo para onde estamos seguindo.

E todas se acalmaram após ela dizer isso.

— Mestre, as preparações para receber a Árvore Dourada estão completas! Eu vim ajudar deste lado.

Neete disse enquanto transformava suas mãos em pás.

A velocidade da escavação ficou ainda mais rápida.

Escavar a terra…? Ó, eu poderia usar aquilo.

Coloquei minha mão na superfície e:

— Cavar!

Invoquei a habilidade. A terra foi soprada para longe de uma vez. No entanto, as raízes da árvore sob o solo estavam intocadas.

Certo, a escavação estava prosseguindo com um bom ritmo.

Todas cavaram com vigor com o ganho recente na velocidade.


Tradutor:




Fontes
Cores