CC – Capítulo 259 – Marcha Súbita


— … já faz algum tempo Ichinojo-sama.

Vendo Shumei curvar sua cabeça, me endireitei e me curvei também.

— Há quanto tempo, estou honrado em te encontrar mais uma vez. Shumei-sama.

— Me lembro de pedir para você abandonar o tom cortês.

Shumei disse.

Mesmo assim, tenho permissão para falar sem reservas com uma princesa? Assim, dei uma olhada no Marquês.

Ele concordou com um sorriso.

Isso devia significar que eu poderia falar de modo casual.

— Desculpe. Mas está mesmo tudo bem? Só descobri após vir para esta cidade que você é uma princesa.

— Como esperado, minha identidade foi revelada. Contudo, provavelmente vou permanecer como uma princesa apenas por pouco tempo. Afinal, traí este país.

— Traiu? Você está planejando desertar para o Reino Shiraraki?

— Não, esse não é o caso. Este país… Sua Alteza deseja a paz com o Reino Shiraraki.

— Isso não é bom?

Se houvesse paz, não teria que me esforçar para virar um mercenário.

Poderia voltar para o Reino Shiraraki como um mercador e seguir para Mallegory no leste.

Hã? Mas paz? Em primeiro lugar, a guerra não começou de forma unilateral quando o Reino Shiraraki, ou melhor, a Igreja, classificou os Elfos-Negros como uma raça de demônios?

A nação não teve escolha além de lutar para proteger os Elfos-Negros.

Paz, nesse caso, isso significaria…

— Sem chances…

— Sim, este país irá entregar os corpos de todos os Elfos-Negros para a Igreja.

— !?

Em outras palavras, esta nação planejava trair os Elfos-Negros?

Não importava quanto eles quisessem evitar a guerra, não deveria existir a necessidade de sacrificar os Elfos-Negros, que não fizeram nada de errado.

— É claro que essa não é a intenção de meu pai. Afinal, este país prosperou com a coexistência com os Elfos-Negros. Entretanto, o rei não possui poder absoluto. O exército tem maior poder, especialmente durante a guerra. Todos os nobres da Facção Central do Exército decidiram de forma unânime abandonar os Elfos-Negros.

— Então Sua Alteza pediu que Shumei me consultasse. Para perguntar se eu lideraria os mercenários para ajudar os Elfos-Negros a fugir do país. No fim, a Guilda dos Mercenários deste país não é parte do exército e é gerenciada por mim.

No entanto, os guardas de Shumei pareciam ser pessoas da facção militar, já que eles a traíram e guiaram os bandidos de areia para atacá-la.

— Contudo, apesar de um mercenário ser capaz de se mover de modo livre, eles não têm a autoridade para comanda uma unidade. E há a necessidade de organizar todos os mercenários em uma unidade.

— Em outras palavras, ao me reprovar, mantenho meu direito de agir livremente e você espera que eu ajude os Elfos-Negros; é isso?

— Estou grato por você entender tudo tão rápido. É claro que vamos te dar uma generosa compensação.

Haa, então fracassei no teste devido a esse artifício.

Ainda estava chocado por falhar em minha entrevista de emprego… ou melhor, na entrevista de mercenário, mas eu poderia aceitar isso com um motivo como esse por trás.

— Sinto muito Ichinojo-sama. Por te envolver em algo como isto.

— Eu também tenho uma amiga Elfa-Negra. Não poderia suportar se ela morresse.

Eu falei para confortar Shumei, que se sentia culpada por mim.

Portanto, a pergunta sobre os Elfos-Negros durante a entrevista era para descobrir se tinha a vontade de ajudá-los.

Mesmo que só tenha encontrado Rarael uma vez, ela era minha amiga.

Apesar de não querer ser pego em uma situação problemática e da pressa para ir até Mallegory ajudar Miri, não podia abandonar uma amiga em necessidade.

Bom, embora eu tenha dito ajudar, nossa tarefa era provavelmente apenas informar os Elfos-Negros da atual situação e pedir que eles evacuassem. Se eles fugissem para as profundezas da floresta, o exército não seria capaz de capturá-los com tanta facilidade.

— Seria melhor se partíssemos o mais cedo possível. Quando podemos partir?

— Muitíssimo obrigada! Ichinojo-sama! Vou mudar minhas roupas depressa!

Shumei respondeu e seguiu para a sala nos fundos e, em apenas sete segundos, voltou vestida da mesma forma de quando a encontrei no deserto. Ela tinha a habilidade Mudança Rápida?

— Muito bem, vamos lá.

Assim que Shumei disse isso…

— Marquês-sama, notícias terríveis.

O mestre da guilda dos mercenários entrou na sala.

— O que aconteceu!?

— Recebemos uma ordem do Marechal-sama para avançar a unidade de mercenários para dentro da Grande Floresta. O Exército Real também vai começar seu ataque na Grande Floresta em três dias.

— Quê!?

— Sem chances…

Shumei caiu no chão.

Levaria uma semana para atravessar o deserto.

Nós com certeza não chegaríamos a tempo na Grande Floresta ao cruzar o deserto.

— Há ferramentas de transmissão de mensagens para a Guilda dos Aventureiros? Se tivermos isso, podemos conseguir fazer os outros colaboradores informarem aos Elfos-Negros sobre a atual situação…

— Todas as ferramentas de transmissões mágicas neste país são fiscalizadas pelo exército. Não podemos agir sem que eles nos descubram.

— Merda, não há outro jeito?

Tentei investigar os destinos de meu Retornar para Casa.

Se o nome de Rarael estivesse registrado, poderia me teleportar para a floresta dos Elfos-Negros em um instante.


Meu Mundo

Transferência Impossível (Miryuu)

Loja de Roupas de Margaret em Florence (Margaret)

Meu Mundo (Haurvatat)

Loja de Roupas de Margaret em Florence (Norn)

Meu Mundo (Carol)

Meu Mundo (Malina)

Cidade Capital de Koron (Shumei)


O nome de Rarael não estava lá, mas o de Shumei foi adicionado.

Parecia que eu poderia me transferir para a Cidade Capital de Koron.

Hã? O ponto de transferência de Miri mudou da Guilda dos Aventureiros de Deijima para Transferência Impossível.

Mas agora imagino que a escolha seria me transferir para o quarto de Shumei na Cidade Capital de Koron?

Se estivesse sozinho, poderia escapar usando Invisibilidade e Permanecer Oculto, mas isso poderia ser impossível com Shumei.

Bom, não temos nada a perder, então vamos experimentar isso.

— Shumei, não é uma certeza que não vamos chegar a tempo. Ao invés de perder tempo chorando, vamos partir agora.

— Sim… Ichinojo-sama.

Não queria que os outros soubessem sobre o Retornar para Casa, assim menti para o Marquês-sama e guiei Shumei par fora.

Então, me movi para um lugar onde outros não notariam e confidenciei a princesa o método em que pensei.

— Shumei, sou capaz de usar a Magia Cotidiana Retornar para Casa. Parece que sou capaz de me transferir para seu quarto instantaneamente se a usar. Para que você se transfira comigo, temos que parar na Guilda dos Aventureiros para formar um grupo.

— Retornar para Casa!? Então Ichinojo-sama era mesmo o Mago-sama que me salvou naquela vez!?

— Eh? Por que você chegou a essa conclusão? Espadachins também são capazes de usar Magia Cotidiana. Afinal, recebi isso como uma recompensa por conquistar o labirinto.

— Não, essa não é a razão… mas meu quarto, hum? Acho que escapar de meu quarto pode ser bastante difícil.

— Imaginei que sim, mas não há outro local para nos transferir… não, espere.

No fim das contas, eu tinha outro local.

— Há uma forma mais confiável!

Segui para os estábulos e busquei o Corredor do Deserto antes de montar nele e deixar a cidade.

Após correr com a carruagem por alguma distância…

— Shumei, por favor, cole isto em qualquer lugar de seu corpo.

Passei a Shumei o selo de aprovação para entrar no Meu Mundo.

Ela colou o selo em sua mão sem perguntar nada. Durante esse momento, também colei o selo no corredor do deserto.

Dessa forma, criei a porta para entrar no Meu Mundo.

— Por favor, entre aqui.

— Si-sim.

Ela estava surpresa, mas seguiu minhas instruções.

Senti que ela deveria estar um pouco mais desconfiada, mas no momento, isso ajudou a acelerar o processo, então fiquei muito agradecido.

— Que lugar é este…

Ela estava compreensivelmente surpresa.

Mesmo que não estivéssemos cruzando o deserto, estávamos em uma cidade no meio do deserto.

E agora, de repente aparecemos diante de uma praia.

— Por favor, não faça perguntas sobre este lugar. E por favor, não conte a ninguém sobre isso.

— En-entendido.

Shumei acenou com a cabeça.

Não estava preocupado, uma garota que agia de forma desesperada pelo bem dos Elfos-Negros era confiável.

Havia um enorme tanque de água de madeira colocado ao lado do mar e havia muitas tartarugas nela.

Elas pareciam estar usando camarão como alimento.

— Ó, Mestre, você conseguiu uma mulher nova?

Neete que estava no meio da tarefa de alimentar a tartaruga me notou e me chamou.

— Calada. Neete, vou deixar Shumei com você por um tempo. Vou reabrir a porta em breve, então faça Shumei e o corredor do deserto atravessá-la quando ela se abrir! Corredor do deserto, não coma a comida das tartarugas.

Eu avisei o monstro que enfiou sua boca na comida das tartarugas antes de começar a entoar meu feitiço sem esperar pelas respostas de Neete e Shumei.

— Magia Falsa: Retornar para Casa: Angela!

De repente, o cenário mudou.

Me transferi para o Esconderijo dos Piratas.

— Quê! Ele está de volta!

Os piratas amedrontados falaram em harmonia…

— Nó-nós não fizemos nada de ruim! Nós estivemos obedientemente imitando pescadores na costa! Por favor, não destrua nosso esconderijo.

Os piratas choraram enquanto se prostravam no chão.

Me senti mal, mas não tinha tempo para explicar a situação para eles enquanto deixava o esconderijo e seguia para um lugar onde os piratas não poderiam me ver.

— Meu Mundo!

Após abrir a porta, Shumei e o corredor do deserto saíram.

— Ichinojo-sama, que lugar é este?

Essa pergunta era esperada.

— Perto de um esconderijo de piratas a oeste da cidade de Hanmuno.

— Sem chances… em um instante!? Você usou Retornar para Casa?

— Algo parecido. Deixe-me esclarecer, não tenho nenhum amigo entre os piratas.

Nelson era um pirata também, mas ele só era, no máximo, um conhecido.

Como subordinados de Conde Paul, ele seria o superior, mas meu título nobiliárquico era maior, então seria difícil explicar nosso relacionamento.

— A Grande Floresta está mais longe daqui do que da Cidade Capital, mas devemos alcança-la amanhã. Vamos em frente.

Como o corredor do deserto era forte, sua velocidade não mudaria mesmo se ambos montássemos nele.

Eu o dei outra perna de lula para comer.

O monstro ficou mais animado depois disso e seguimos para o leste.


Tradutor:




Fontes
Cores