AS – Livro 2 – Epígrafo


… Sobre os campos desolados de Mazandaran,
Frente às bandeiras esvoaçantes de Kai Khosrow,
Os hospedeiros do mal de Zahhak não podiam deixar de fugir
Como ovelhas assustadas pelo som do trovão.

Sua valorizada espada Ruknabad cortava mesmo o ferro em dois
Como se forjada a partir de um fragmento do sol.
Seu amado corcel Rakhsh foi agraciado com asas invisíveis;
A célebre montaria, o mais adequado para um Jahangir.

Como o sol nos céus que não tem rival
Na terra há apenas o Shah!
Esse herói inigualável Kai Khosrow–
Quem com a espada na mão assumiria seu mandato divino? …

– Anônimo, “As Crônicas de Kai Khosrow”. –


Contribua com a Novel Mania!