Arifureta – Capítulo 95 – Subjugação da comida nojenta



Uma luz fraca brilhou na superfície do oceano, e isso fez das ondas um teto.

Nesse espaço, uma construção que era parecida com um templo existia no centro, e era sustentada por quatro enormes colunas. Não havia paredes entre as colunas. Uma formação mágica delicada e complexa estava desenhada no local que parecia ser um altar no meio do templo. Entretanto, do templo, cujos arredores estavam cheios com a água do mar, o caminho que flutuava na superfície da água do oceano se estendia em quatro direções, e no fim havia um círculo. E uma formação mágica também estava desenhada na base desse círculo.

Uma das quatro formações mágicas começou a brilhar subitamente. Então, depois que a luz momentânea, que parecia uma explosão, sumiu, as sombras de algumas pessoas estavam lá. Eram Hajime e Kaori.

(Hajime): “… aqui é… aquilo é uma formação mágica? Inesperadamente, nós já o completamos?”

(Kaori): “Um, há algum problema?”

(Hajime): “Não, eu não pensei que o |Calabouço| já tinha terminado… embora eu sinta que foi um pouco fácil se compararmos com os outros |Calabouços|… pelo menos, eu esperava que aquele 〈Clione fosse aparecer no fim…”

Aparentemente, entendendo que eles tinham chegado na moradia de Meiru Merujiine, Hajime ficou com uma expressão que indicava que ele estava um pouco decepcionado. Ao contrário disso, Kaori, espiando o rosto dele por sobre seu ombro, respondeu enquanto sorria ironicamente.

(Kaori): “Sabe Hajime-kun. Este lugar foi bem difícil. O início é uma caverna submersa afinal, e como normalmente você não possuiria algo como um [Submarino], você iria continuamente consumir muito |Poder Mágico até que completasse os desafios, e, se feito de forma insuficiente, você iria se afogar. Aquela coisa em forma de clione era quase um inimigo invencível, e como ataques físicos são ineficazes contra as coisas que pareciam fantasmas, você irá de novo confiar em seu |Poder Mágico. Graças a isso, atravessar todo esse caminho não pode ser feito sem enfrentar um enorme exército. Esse é um nível de dificuldade ridiculamente alto”

(Hajime): “Yeah, eu acho que podemos dizer isso considerando o que você citou”

(Kaori): “Sem mencionar que, para as pessoas deste mundo, onde a devoção parece ser forte… mostrar tamanha loucura…”

(Hajime): “Intensidade mental alta demais?”

O ponto de Kaori era, em resumo, que Hajime era forte demais. Ao dizer tudo isso, certamente, Hajime concordava que o |Grande Vulcão Guryuuen| também poderia ser facilmente e perfeitamente completado se não fosse pelo ataque de Freed no final.

E, pensando nisso, eles chegaram antes de se reunirem com Yue e as outras, mas, no momento que ele pensou sobre o que elas estariam fazendo, a formação mágica que estava no fim do caminho da direita começou a brilhar como se tivesse lido os pensamentos de Hajime.

Quando a explosão de luz desapareceu, as figuras de três pessoas, Yue, Shia e Tio, estavam ali. Foi uma sincronia excelente.

(Hajime): “Ótimo momento. Foi tudo bem com vocês?”

(Yue): “Nn… com vocês… não foi seguro?”

(Shia): “Ah, Kaori-san você está bem!?”

(Tio): “Mu? Tu estás ferida? O que aconteceu com a ‖Magia de Cura?”

Para a pergunta de Hajime, embora cada uma delas mostrasse uma aparência energética, elas enviaram olhares de preocupação a Kaori, que estava sendo carregada nas costas de Hajime. A resposta de Kaori a respeito disso foi…

(Kaori): “Obrigado por se preocuparem. Mas, eu estou bem. Porque metade disso sou eu sendo apenas mimada”

Para Kaori que declarou isso ousadamente enquanto mostrava um sorriso genuinamente animado, Yue apertou seus olhos, Shia implorou com, “Estou com inveja. Por favor, troque de lugar comigoooo”, e Tio mostrou um largo sorriso com um, “Hohoo”, parecendo divertir-se.

(Hajime): “Hey, Kaori. Por acaso você já pode se levantar?”

(Kaori): “Ehehe, na realidade, desde o início não havia nenhum problema para eu caminhar… eu sinto muito?”

(Hajime): “Haa, se apresse e desça”

Para Kaori, que ria como um se fosse uma diabinha, Hajime a desceu enquanto mostrava uma expressão impressionada. E então, eles se juntaram com Yue e as outras e encararam o templo.

(Tio): “E? O que aconteceu? Hey, diga logo Mestre. Parece que algo aconteceu com Kaori? Hey, hey, o que aconteceu? Diga sem esconder nad… hebuu!?”

Como Tio começou a questioná-lo com uma atitude absolutamente irritante enquanto sorria, Hajime, que ficou irritado, desferiu uma bofetada nela. Enquanto ela se sentava com facilidade, Tio, que caiu com uma fascinante postura inclinada, ficou com suas bochechas vermelhas enquanto respirava com dificuldade.

(Tio): “Im-impacto depois de tanto tempoooo, haa, haa, nn, Mestre, não está tudo bem punir esta mais? Dar um chute não seria melhor?”

Na atmosfera que era esperada, ignorando Tio, que disse tais coisas satisfeita, Hajime e as outras seguiram para o interior do altar. Atrás dele, “Mais uma vez, está tudo bem fazer mais uma vez! Por favor, acerte estaaaa”, as palavras repugnantes que foram ditas foram ignoradas por todos com todas as suas forças.

(Yue): “… e? O que aconteceu?”

Yue perguntou a mesma coisa que Tio. Entretanto, seu olhar não estava em Hajime, ele estava focado em Kaori. Kaori, sorrindo meigamente de bom humor enquanto enfrentava o olhar de Yue, jogou uma bomba verbal mais uma vez.

(Kaori): “Eu só beijei Hajime-kun um pouco”

(Yue): “… hou”

(Shia): “Eh!? Isso é verdade!? De quem partiu!? Quem tomou a iniciativa!? Não pode ser, foi Hajime-san!?”

Para as palavras de Kaori, a voz de Yue diminuiu uma nota, e Shia se aproximou como se estivesse animada.

(Kaori): “Foi de mim. Hajime-kun estava nervoso por minha causa… eu roubei um beijo porque não consegui me segurar”

(Shia): “Waa, foi o mesmo comigo! Eu também roubei um porque não consegui me segurar. Nós somos companheiras! Kaori-san!”

(Kaori): “Ufufu, isso mesmo Shia. Da próxima vez, devemos roubar um beijo duplo?”

(Shia): “Nesse caso, devemos fazer disso um fato consumado?”

Bem ao lado de Hajime, as duas garotas começaram a refinar o plano de ataque contra ele. Suor frio escorreu no rosto do rapaz. Embora parecesse que elas estavam animadas e parecessem estar brincando, na verdade, os olhos de Kaori e Shia estavam sérios. Antigamente, ele nunca teria imaginado que Kaori miraria olhos tão carnívoros em sua direção.

(Yue): “… eu pensei que você iria fugir com seu rabo entre as pernas”

Yue mirou um olhar escrutinador para Kaori. Yue notou que a garota estava atormentando seu coração enquanto sentia um complexo de inferioridade. Dessa forma, esta se tornou a primeira vez que Kaori desafiava um |Grande Calabouço|, possivelmente, ela pensou se a aluna iria fugir para casa ao fracassar. Logicamente, ela não tinha intenção de confortar o outro lado, que proclamou uma declaração de guerra a ela. Se Kaori recuasse aqui, era como se ela estivesse declarando sua derrota, considerando a extensão da situação.

Contudo, parecia que Kaori conseguiu se recuperar, ou melhor, havia até mesmo um ar de determinação ao redor dela. Yue estava preocupada com o que tinha acontecido.

(Kaori): “… isso mesmo. Hajime-kun também me disse que fazer isso antes seria melhor. Porém, as várias diferenças entre ue… eu vou mostrar agora”

(Yue): “… você ficou provocadora?”

(Kaori): “Certamente, você pode dizer isso. Ou talvez eu deva dizer, apesar de vir com todas vocês tentando ser provocadora desde o início, vendo a diferença, eu certamente deixei isso de lado. Eu te mostrei um lado vergonhoso”

(Yue): “… embora estivesse tudo bem se você apenas desistisse”

(Kaori): “Fufu, você está assustada? Em competir comigo?”

(Yue): “… não se deixe levar tão facilmente. Causadora de problemas”

(Kaori): “Isso, foi isso o que Hajime-kun disse antes. … eu, eu realmente tenho uma disposição para causar problemas?”

Para as palavras afiadas de Yue, o rosto de Kaori endureceu. Mesmo ela se sentindo um pouco triste por ser chamada de causadora de problemas tanto por sua rival amorosa quanto pela pessoa que ela amava, Kaori imediatamente se recompôs. A propósito, Yue também, ou quem sabe você deveria dizer que Hajime e as outras também, já que todos tinham uma relativa disposição para causar problemas, embora as palavras certamente tenham voltado para eles, a autoconsciência desse fato não estava presente em Yue.

(Kaori): “Bem, mesmo que seja como Yue disse… como eu sou ao menos ‘importante’ para Hajime-kun, eu decidi mirar em ser ‘especial’ dando o meu melhor. Não importa o que digam, entendeu?”

(Yue): “… entendo. Nesse caso, eu vou aceitar seu desafio da mesma forma que antes”

(Kaori): “Sim! Ah, mesmo assim, eu não odeio Yue, sabia? Uma rival ou algo desse tipo, algo que eu desejava um pouco”

(Yue): “… amigas? Kaori e eu somos?”

(Kaori): “Isso mesmo, amigas. No Japão, há algo como uma pessoa que representa ‘amigo’ se escrevendo a palavra ‘rival’. Nesse caso, não estaria tudo bem se referir a uma ‘amiga’ ao escrever ‘rival do amor’?”

(Yue): “… Japão… local de nascimento de Hajime… é um pais mais misterioso do que eu imaginei. Mas… eu acho que faz sentido”

(Kaori): “Isso. Ufufu, portanto, por favor, tome conta de mim também?”

(Yue): “… nn”

Apesar de Yue e Kaori estarem emitindo uma atmosfera de bons sentimentos, ao lado delas, Hajime, que escutou a conversa das duas, estava terrivelmente desconfortável. Era o sentimento de um jovem homem sozinho, mesmo que ele inapropriadamente se esgueirasse no meio das garotas que estavam no meio de uma conversa de garotas. Coisas como Kaori conhecendo as palavras para se referir a uma pessoa do século passado chamada de forte, apesar de ele não poder evitar seu desejo para retorqui-la, como Yue respondeu com as palavras de um certo mercenário amante de caixas de papelão, ele se controlou porque conseguiu reconhecer a situação.

Hajime e as outras chegaram no altar e colocaram seus pés na formação mágica juntos. Seguindo o habitual, ela cuidadosamente examinou o interior de suas mentes e suas memórias foram lidas. Entretanto, não foi apenas isso desta vez, era como se eles estivessem vivenciando as experiências de outras pessoas ao mesmo tempo. Em outras palavras, o que Yue e as outras passaram foi compartilhado com Hajime e Kaori.

De alguma forma, parecia que Yue e as outras finalmente chegaram em uma metrópole abandonada que poderia até ser chamada de cidade submarina em um enorme espaço subterrâneo. Logo, o espaço se distorceu como aconteceu com Hajime e Kaori, e uma guerra surgiu na área metropolitana com os exércitos de dois países. Essa metrópole parecia ser um local sendo invadido pelo exército da raça dos Demônios na capital humana, e, no fim, parecia que elas foram atacadas por ambos os lados, assim como Hajime e Kaori.

Havia uma enorme arquitetura que parecia ser o castelo real no interior da capital, e Yue e as outras, que avançaram enquanto destruíam os exércitos, ouviram o discurso dos líderes do castelo sendo invadido.

Certamente, o incidente onde a raça dos Demônios destruiu um vilarejo humano foi o estopim para isso, no entanto, o país dos humanos, que fez desta metrópole a capital, começou a guerra com a raça dos Demônios usando esse incidente que, na realidade, parecia ser uma conspiração dos humanos que não desejavam a paz e ansiavam pelo extermínio da outra raça. No momento em que eles perceberam, a guerra já tinha saído de controle e se expandiu, e, finalmente, isso se tornou uma situação onde o lado humano viu o jogo virar e foi invadido até sua |Capital Real|… essa parecia ser a situação.

E a pessoa que tramou a conspiração era o Sumo Sacerdote da ⟦Igreja da Luz, que tinha uma ligação profunda com o país, e esta ⟦Igreja da Luz, aparentemente, era a antecessora da ⟦Igreja dos Santos. Além disso, eles pareciam estar encurralados como se estivessem entretendo uma deidade em tempos difíceis, eles tentaram obter o apoio de Deus ao oferecer sacrifícios. Como resultado, várias centenas de mulheres e crianças foram reunidas na área metropolitana, e essa se tornou uma situação sinistra de uma execução em massa feita na catedral da Igreja.

Até para Yue e as outras, que viram essa cena, o choque foi bem intenso, como era de se esperar. Como a formação mágica as obrigou a se lembrarem dessas memórias, elas ficaram com rostos pálidos. Especialmente Shia, ela parecia que iria vomitar a qualquer momento.

Finalmente, com o fim da confirmação das memórias, todos pareciam ter sido reconhecidos como pessoas que conquistaram o |Calabouço| com sucesso. A nova ‖Magia da Era dos Deuses foi gravada dentro das mentes de Hajime e as outras.

(Hajime): “Esta magia estava aqui? Nós não acabamos de cruzar o continente para obtê-la? Malditos Libertadores

(Yue): “… encontramos, o ‘poder da regeneração’”

Hajime soltou algumas palavras abusivas. Isso aconteceu porque a ‖Magia da Era dos Deuses das |Ruínas Submersas Merujiine| que eles obtiveram era a ‖Magia de Regeneração.

Ele se lembrou das palavras na litografia debaixo da |Grande Árvore| no |Mar de Árvores Haltina|. Ele estava certo que estava escrito que o “poder da regeneração” era necessário para prosseguir. Em outras palavras, para capturar o |Grande Calabouço| que estava no extremo leste do continente, você seria obrigado a ir até o extremo Oeste, e isso seria absurdamente problemático para uma pessoa que chegou primeiro no |Mar de Árvores Haltina|. Embora não tivesse sido tão ruim assim, já que Hajime e as outras possuíam uma forma de se moverem em alta velocidade com os [Veículos Mágicos].

Quando Hajime apertou suas sobrancelhas em repulsa aos Libertadores, e, simultaneamente, com a luz pálida da formação mágica, um paralelepípedo apareceu do chão e se aproximou. Parecia ser um pequeno altar. Enquanto pensavam que o altar brilhava fracamente, no momento seguinte, a luz assumiu a forma de um humano. De certo modo, isso parecia ser uma mensagem deixada para trás, de forma parecida com a de Oscar Orcus.

A forma humana claramente mudou sua silhueta gradualmente, e ela se tornou uma mulher. A mulher, que se sentou no altar, estava usando um vestido branco de peça única que era um pouco folgado, e ela possuía orelhas em forma de leque e cabelos longos verde-esmeralda. Parecia que essa representante dos Libertadores, Meiru Merujiine, era uma mulher que pertencia a Tribo dos Habitantes do Mar.

Ela, da mesma forma que Oscar, disse a verdade sobre os Libertadores depois de se apresentar. Ela parecia ser uma mulher gentil, cercada por uma atmosfera amistosa, apesar de carregar pesar. Pouco depois, quando ela terminou de falar o mesmo que Oscar relatou, ela falou algumas palavras no fim.

(Meiru): “… por favor, não se apegue aos Deuses. Não confie neles. Não use os presentes que eles concederem. Lute para que você possa ser independente. Decida por vontade própria e avance com seus próprios pés. Qualquer problema difícil, a resposta sempre estará dentro de cada um. Ela só está dentro de você. Não seja iludido pelas palavras doces desses Deuses que só querem enganá-lo. Com o livre-arbítrio, com absoluta certeza, haverá felicidade. Para você, eu estou rezando que uma chuva de felicidade caia”

Concluindo isso, Meiru Merujiine desapareceu, se tornando a luz pálida novamente. Logo a seguir, uma pequena formação mágica brilhou assim que apareceu no local onde ela estava sentada, e quando a luz sumiu, uma moeda, onde o brasão de Merujiine estava gravado, apareceu ali.

(Shia): “O número de provas é quatro Hajime-san. Com isto, nós certamente seremos capazes de desafiar o |Calabouço| do |Mar de Árvores|. Eu me pergunto como o Pai e os outro estãoooo?”

Shia foi rápida em pesar sobre sua família e sua terra natal que ela realmente sentia falta. Contudo, como o que veio a sua mente foi seu pai e os outros gritando, “Hyahhaaaa!”, ela dispersou essa cena ao sacudir sua cabeça. Assim que Hajime guardou a moeda que era a prova em sua [Caixa do Tesouro], ele se lembrou dos Haulia gritando, “Hyahaaaaa!”, da mesma forma que Shia, e apagou essa cena ao sacudir sua cabeça.

E, assim que a prova foi guardada, o templo começou a estremecer. E então, a água do oceano dos arredores subitamente começou a subir.

(Hajime): “Uo!? Tch, expulsão forçada, huh? Todas, se segurem!”

(Yue): “… nn”

(Kaori): “Wahwah, isso é irracional demais!”

(Shia): “É como no |Grande Calabouço Raisen|, chegaaaa”

(Tio): “Tortura aquática… está sendo feita”

Para a água do mar que aumentava fantasticamente, Hajime e as outras, que não tiveram nem mesmo tempo de pegar o [Submarino], foram submergidos em um piscar de olhos. Imediatamente, eles mais uma vez não eram páreo contra a correnteza, e todos se agarraram firmemente nas roupas um do outro e equiparam um cilindro de oxigênio comprimido em suas bocas que foi tirado de dentro da [Caixa do Tesouro].

E então, logo após isso, uma parte do teto se abriu como aconteceu com o atalho do |Grande Vulcão Guryuuen|, e a água do oceano derramou-se com violenta força. Hajime e as garotas, fluindo para dentro do poço, foram lançados para as regiões mais acima com a intensa força, como se estivessem sendo empurrados por uma fonte de água vindo de baixo.

Quem sabe, embora esse pudesse ser o atalho das |Ruínas Submersas Merujiine|, diferente da Meiru Merujiine com a atmosfera de uma onee-san gentil, esse era um caminho absurdamente violento. Além disso, era quase como uma coação. Inesperadamente, ela poderia ter sido uma pessoa extrema.

Hajime e as garotas, que foram empurrados à força para cima, finalmente notaram que acima havia um beco sem saída. Contudo, no momento que eles colidiram com ele, o teto deslizou de novo, e eles foram despejados dentro do vasto mar no exterior das |Ruínas| vigorosamente. Hajime estava convencido. Meiru Merujiine era absolutamente uma pessoa extremamente violenta, contrária à sua aparência.

Hajime e as outras, que foram atirados no mar, apressadamente pegaram o [Submarino] da [Caixa do Tesouro]. E assim, embora eles tentassem embarcar pela escotilha, esse plano foi obstruído. Principalmente por culpa de um oponente que eles não queriam encontrar.

] Zubaaaaaaaa!!! [

Um tentáculo semitransparente passou diante dos olhos dele com uma força tremenda, e o [Submarino] saiu voando.

[Hajime]: (“Yue”)

[Yue]: (“‖Caixão de Gelo!”)

No olhar que Hajime mirou à frente, apesar de ele supostamente ter uma aparência parecida com a de uma fada, fazendo tudo derreter, era a criatura brutal que se regenerava infinitamente, o 〈Clione gigante. Enquanto apertava ser dentes ao ver a coisa que apareceu, especialmente depois que a captura do |Calabouço| foi concluída, Hajime chamou Yue invocando a ‖Telepatia.

O enorme 〈Clione mais uma vez disparou incontáveis números de tentáculos com uma impetuosa força, como se eles não sofressem a resistência da água. Por outro lado, Yue congelou a água do oceano dos arredores em um formato esférico em resposta à chamada de Hajime, e formou uma barreira de gelo.

A barreira de gelo foi ferozmente jogada para longe no mar com a força dos tentáculos que a atingiram diretamente, com Hajime e as garotas lá dentro. Todos sacudiram dentro da barreira com o violento impacto.

[Tio]: (“O que devemos fazer!? Mestre!”)

Para Tio, que se comunicou usando o [Minério da Telepatia], Hajime respondeu.

[Hajime]: (“Todas, mirem no mar. Nós vamos ser torturados até a morte debaixo da água. Eu vou nos conseguir um pouco de tempo!)”

Hajime manipulou remotamente o [Submarino] ao operar o anel feito com [Minério de Indução] enquanto dizia isso. Atrás deles, o [Submarino] que deveria estar longe, mergulhou para a frente com extrema velocidade e desviou dos incontáveis tentáculos que apareceram para atacar enquanto girava seu casco. E então, o [Submarino] disparou vários torpedos de sua parte inferior.

O número de torpedos que poderia ser disparado de uma única vez era doze. Se você pensasse sobre isso normalmente, seria poder destrutivo mais do que suficiente. Contudo, Hajime, julgando que a situação gradualmente pioraria se ele não fizesse uma certa escolha agora, não afrouxou sua mão e disparou todos os torpedos que estavam carregados no [Submarino] consecutivamente. O fazendo navegar como se fizesse o casco deslizar, ele fez um círculo com o enorme 〈Clione como centro. Enquanto executava movimentos impossíveis para um navio comum, o número de torpedos que eram disparados sucessivamente chegou a 48.

Eles avançaram enquanto traçavam uma linha de bolhas trazendo violenta destruição, atingindo diretamente o enorme 〈Clione sem desviar sua mira.

] Doou! Doou! Doou! Doou! [

Tais sons abafados de impacto reverberaram, e a água do oceano subiu e inchou como se estivesse se expandindo. Do mar, se você olhasse acima do 〈Clione gigante, o nível do mar instantaneamente subiu, e, em seguida, você veria uma enorme coluna de água irrompendo.

Hajime e as garotas tentaram ir para a superfície ao manipular a corrente de água logo após todos os torpedos explodirem. Entretanto, parecia que, para um monstro que possuía tamanho poder regenerativo, essa ação não foi capaz de conseguir muito tempo. O absurdo do 〈Clione gigante parecia facilmente exceder as previsões deles.

[Hajime]: (“Yue, em cima!”)

[Yue]: (“Tsk… nada bom, não vou conseguir!”)

Uma geleia semitransparente estava à deriva acima de Hajime e as outras, que tentavam ir para a superfície enquanto recuperavam o [Submarino] movido remotamente, e isso se tornou um 〈Clione de três metros quando ela se reuniu e se solidificou em poucos segundos. E assim, quando a coisa abriu sua enorme cabeça com um som de ] Gapa! [, o monstro engoliu a barreira de gelo de uma vez. Naturalmente, Hajime e as garotas estavam dentro da barriga do 〈Clione juntos da barreira.

[Hajime]: (“Merda, a regeneração é rápida demais!”)

[Kaori]: (“Parece que ele se regenerou de um tentáculo que foi despedaçado!”)

[Shia]: (“Isto é ruim Hajime-san. Os arredores estão repletos de geleia!”)

Aparentemente, não foi apenas do tentáculo que foi despedaçado, a geleia semitransparente parecia ter sido distribuída em vários locais ao seguir a correnteza do oceano desde o início da batalha.

[Yue]: (“… Hajime. Não há muito para manter a barreira! Eu não posso reforçá-la porque não há água dentro da barriga do monstro!”)

[Hajime]: (“Tch, todas, se preparem para o impacto!”)

Yue desesperadamente resistiu ao derretimento da barreira de gelo com incrível força. Hajime, enquanto fortalecia seu poder defensivo ao envolver a barreira com ‖Vajra, pegou uma enorme quantidade de foguetes e torpedos da [Caixa do Tesouro] e os colocou do lado de fora da barreira, mais especificamente, na barriga do 〈Clione.

Mais uma vez, o corpo do 〈Clione explodiu e se espalhou junto de um rugido estrondoso. Como ela começou a derreter rapidamente, mesmo com a ajuda de ‖Vajra, Hajime e as garotas, que receberam o choque da explosão, foram lançados para longe, e a barreira de gelo também foi esmagada.

Eles foram jogados para o mar. Hajime controlou remotamente e moveu o [Submarino] no oceano assim que ele pegou Kaori e Shia, que não poderiam lutar diretamente debaixo da água.

Contudo, desta vez, o [Submarino] foi capturado. Uma parte do enorme 〈Clione se agarrou no fundo do [Submarino] antes que qualquer um percebesse e abriu um buraco nele. No intervalo onde a velocidade de cruzeiro caiu conforme a água do oceano entrava no interior do [Submarino], a geleia semitransparente que tinha se espalhado, se reuniu de novo e envolveu o [Submarino].

Além disso, Hajime e as outras notaram, quando eles estavam emergindo, que uma enorme quantidade de geleia semitransparente estava se expandindo e os cobrindo de cima. Julgando pela velocidade de recuperação anormal do 〈Clione gigante, não era possível superá-lo sem muito esforço.

Enquanto praguejava usando linguagem abusiva em sua mente por seu orgulhado [Submarino] estar sendo derretido, Hajime chamou Yue com a ‖Telepatia.

[Hajime]: (“Yue. Vou contar com o seu ‖Transcender Fronteiras“)

[Yue]: (“… vai levar quarenta segundos”)

[Hajime]: (“Os estorvos não vão nos abandonar. Para escapar do mar, nós não temos escolha além de fazer isso”)

[Yue]: (“Nn… conte comigo”)

Yue fechou seus olhos para se concentrar e não se moveu. Kaori e Shia a seguraram para que ela não fosse arrastada pela correnteza. O ‖Transcender Fronteiras que Yue estava tentando usar era uma das ‖Magias Espaciais que eles adquiriram no |Grande Vulcão Guryuuen|. Criando um buraco entre dois pontos, o espaço entre eles era conectado. Em resumo, essa era uma magia que criava um portal dimensional. Mesmo assim, como fazia pouco tempo desde que ela aprendeu isso, para Yue a utilizar, seria preciso todo esse tempo.

Os tentáculos que atacavam foram destruídos por Tio com um ataque rápido da versão reduzida de seu ‖Sopro. Porém, como o consumo de |Poder Mágico do ‖Sopro era intenso, e como o poder e alcance caíam consideravelmente debaixo da água, era difícil atingir os tentáculos devido a linha reta do ataque e o baixo poder de destruição. O monstro iria alcança-los em mais alguns segundos.

Hajime, pegando minérios sucessivamente da [Caixa do Tesouro], prosseguiu usando continuamente a ‖Transmutação, e como a barreira de gelo que Yue formou pouco tempo atrás, ele criou uma barreira física na forma de uma esfera.

[Tio]: (“Mestre! Ele já atravessou!”)

[Hajime]: (“Eu consegui fazer o que queria, então entrem todas!”)

A barreira metálica grande o bastante para cinco pessoas estava completa, e, simultaneamente, com Tio entrando por último, o buraco se fechou e o objeto se tornou uma esfera de metal perfeita. Além disso, essa esfera de metal foi coberta por |Poder Mágico vermelho. Ela estava sendo fortalecida por ‖Vajra. Temporariamente, como [Pedras de Gravidade] também estavam incluídas, ela não iria afundar.

Logo após isso, os tentáculos dispararam contra a esfera de metal, e começaram a se enrolar nela rapidamente.

A geleia semitransparente, que derretia até |Poder Mágico, imediatamente destruiu e consumiu ‖Vajra. E então, até a superfície da esfera metálica foi derretida em um instante. Entretanto, enquanto faíscas vermelhas percorriam a esfera metálica, o metal derretido de suas beiradas e a parede protetora se sustentavam por muito pouco.

Isso acontecia porque Hajime continuava a constantemente usar ‖Transmutação de dentro da esfera. Felizmente, havia tantos minérios guardados dentro da [Caixa do Tesouro] que eles estavam literalmente apodrecendo. Enquanto Hajime usava ‖Transmutação repetidamente para combater o derretimento, o momento que ele impacientemente esperava finalmente chegou.

[Yue]: (“‖Transcender Fronteiras!”)

A ‖Magia Espacial de Yue foi invocada. Dentro da esfera de metal, uma membrana brilhante de formato elíptico apareceu na imediata vizinhança de Hajime e as garotas. Era o portal que se conectava a outro local.

[Hajime]: (“Todas, pulem nele!”)

De acordo com o comando de Hajime, que continuava a usar ‖Transmutação ao apoiar sua mão na esfera metálica, todas pularam dentro do portal juntas. Hajime pulou a seguir. Depois que Hajime o atravessou, o portal imediatamente se fechou, e vários segundos mais tarde, um incontável número de tentáculos perfurou a esfera metálica e a derreteu.

Hajime e as garotas, que passaram pelo portal, foram atingidos pela terrível sensação de flutuar. Era porque o movimento feito antes os levou para o céu. Para se separar do mar, mesmo que só um pouco, Yue estabilizou a saída a cem metros de altura.

Na mesma hora, Tio usou ‖Dragonificação1 e voou enquanto colocava Hajime e as outras em suas costas. Nas costas de Tio, Yue começou a cair, e Kaori e Shia a ajudaram de ambos os lados. Era um estado onde seu |Poder Mágico estava completamente esgotado. Apressadamente, ela recarregou seu |Poder Mágico com o [Conjunto de Cristais Mágicos].

(Hajime): “Yue, você nos salvou. Como esperado de você. Transferência espacial é proporcional em dificuldade”

(Yue): “… haa, haa, nn. Eu fiz o meu melhor. Mas ainda não é possível usar em combate”

Como Yue disse, a manipulação da ‖Magia Espacial era tão difícil que não poderia nem ser comparada com a ‖Magia da Gravidade, e, na visão de Yue, ela ainda não estava em um nível em que poderia ser usada em um combate. Muito tempo era consumido para construir a imagem da formação mágica, mesmo com a ‖Composição por Imaginação, e a eficiência do |Poder Mágico ainda era muito ruim, mesmo sendo uma transição espacial de apenas cem metros, ela consumiu tanto |Poder Mágico que chegava a duas vezes o consumo de uma magia de alto nível.

No entanto, como Yue era habilidosa, ela foi capaz de realizar isso e coloca-la em uso em um curto período, e a fuga deles se tornou possível. Admiração era enviada por Kaori e as outras, e, até certo ponto, Yue corou envergonhada.

Embora todos tenham relaxado com essa situação, no momento seguinte, suas expressões congelaram.

] Doogoooooooo!!! [

] Zabaaaaaaaa!!! [

Junto de um som estrondoso, subitamente, um enorme tsunami surgiu atrás de Hajime e as garotas para arrastá-los para baixo. Não, chamá-la de enorme seria presunçoso. Ela já era um muro que chegava aos céus. O tsunami, que parecia facilmente ultrapassar quinhentos metros de altura, apareceu para atacá-los enquanto erguia cristas de ondas no distante céu onde Tio voava a cem metros do nível do mar. E o diâmetro parecia ser de cerca de um quilômetro.

(Hajime): “Tsk, Tio!”

[Tio]: (“Entendido!”)

Tio se recuperou com o grito de Hajime, acelerando de uma vez enquanto batia suas asas. Não havia como escapar. A ‖Magia Espacial demoraria demais. Se fosse assim, não havia nada a pensar além de seguir para o outro lado. Ela voou com uma velocidade que rivalizava com a vez em que escapou do |Grande Vulcão Guryuuen|.

(Kaori): “… ‖Selo de Contenção, ‖Sábio do Além!”

(Yue):‖Sábio do Além

Kaori produziu uma corda de luz que conectou todos para se prepararem quando fossem engolidos, enquanto ao mesmo tempo, ela expandia sua magia defensiva de alto nível com Yue. Shia deu um aviso no instante seguinte enquanto ela arregalava seus olhos e se concentrava em algo.

(Shia): “Tio-san, cuidado! De dentro do tsunami! Tentáculos estão vindo!”

Ela parecia relatar a cena que viu com sua magia característica, ‖Suposição do Futuro, uma derivação de sua ‖Premonição. Tio, sem nem mesmo confirmar as palavras de Shia, girou seu corpo instantaneamente. Em seguida, incontáveis tentáculos surgiram de dentro do tsunami e perfuraram o espaço onde Tio estava até um momento atrás.

Ela foi capaz de desviar deles com sucesso. Contudo, a distância com o tsunami diminuiu por essa razão. Os tentáculos ainda continuaram a atacar, mas Hajime os interceptou e os queimou até virarem cinzas com o [Lança-Chamas]

(Hajime): “Droga! Todas, se juntem!”

Hajime, que estava nas costas de Tio, cobriu Yue, Shia e Kaori como se estivesse as abraçando, e então, logo depois disso, o enorme tsunami, que poderia ser chamado de desastre natural, os engoliu.

Como havia o ‖Sábio do Além usado tanto por Yue quanto por Kaori, e embora eles não tenham recebido o impacto do tsunami diretamente, mesmo assim, eles foram violentamente atingidos pela feroz torrente e voltaram para dentro do mar.

Uma parte do ‖Sábio do Além foi completamente esmagada, e a outra parte já estava rachando. Supondo que eles não tivessem expandido a barreira em mais uma parte, neste momento, eles poderiam estar rumo a seus túmulos marinhos. Hajime e as outras sacudiram suas cabeças com o choque de serem jogados dentro do oceano e ergueram seus rostos enquanto mostravam expressões sombrias mais uma vez.

(Hajime): “Ele realmente não vai deixar sua presa escapar, vai?”

O enorme 〈Clione já estava diante de Hajime e as garotas, que estavam protegidos pelo ‖Sábio do Além. Além disso, sua figura estava ficando ainda maior e já tinha excedido vinte metros. Isso ainda era insuficiente? Enquanto reunia geleia semitransparente dos arredores, a coisa continuava a crescer ainda mais.

(Kaori): “Nã-não pode ser… ele não morre, derrete qualquer coisa e manipula até o mar… o que devemos fazer?”

(Shia): “… Hajime-san. Você pode me dar um beijo sério? Eu quero fazer isso com Hajime-san pelo menos no final”

(Tio): “… fuu, Mestre. Esta também, esta deseja um beijo no fim”

Kaori ficou com uma expressão sombria com o desespero, e Shia implorou a Hajime com um sorriso como se estivesse constrangida. Tio fez o mesmo.

Entretanto, as garotas que viraram seus olhares para Hajime sacudiram seus corpos com um “Biku”. O motivo eram os olhos de Hajime brilhando com chamas. O brilho em seus olhos era feroz, carregando intenção assassina que chegava a um nível de insanidade, e ele estava encarando o 〈Clione que se tornava maior enquanto mostrava seus dentes.

Hajime não faria algo como desistir. Não havia nem mesmo uma minúscula evidência de tal pensamento. O que estava em sua cabeça era: o que eles deviam fazer para matar o inimigo diante de seus olhos e como eles poderiam sobreviver, era apenas isso. Confrontado por um inimigo formidável de um nível impossível, se isso fosse o bastante para fazê-lo desistir, Hajime não poderia estar agora neste local. Ele certamente teria perecido no Abismo muito tempo atrás.

E entendendo isso, como eles escaparam da beira da morte no Abismo juntos, Yue também ainda pensava em uma solução desesperadamente sem carregar nenhum vestígio de resignação.

Com os olhos de Hajime que brilhavam, Kaori, Shia e Tio, embora paralisadas enquanto o encaravam com expressões que ressaltavam o fato de que seus corações tinham sido roubados, recuperaram suas consciências porque o 〈Clione gigante começou seu ataque quando finalmente chegou a trinta metros.

Em pânico, Kaori formou o ‖Sábio do Além mais uma vez. Shia buscou possibilidades de vitória com a ‖Suposição do Futuro. Tio disparou seu ‖Sopro. Nos olhos das garotas, não havia nenhum indício de elas estarem desistindo. Elas eram mulheres corajosas, caso contrário não estariam ao lado de Hajime.

Yue também, apesar de ela ainda não ter pensado em um plano para escapar, no momento, ela estava agindo tanto ofensiva quanto defensivamente em nome da sobrevivência.

Hajime não fez nada em particular e apenas trabalhou intensamente em seus pensamentos. No pouco tempo que Yue e as outras ganharam, ele continuou a buscar um caminho para a vitória com pensamentos em alta velocidade enquanto invocava a ‖Velocidade da Luz. Ele se obrigou a se lembrar de toda a informação que adquiriu até o momento. Com uma força incrível no cérebro de Hajime, as cenas de até agora foram repassadas.

E então, ele se lembrou. Ele e as garotas tinham escapado do 〈Clione gigante antes. Isso se tornou uma pergunta. “Apesar de possuir tanto poder, por que ele nos ignorou daquela vez?”. Naquele momento, o que estava diferente em relação a batalha atual? Será que…

(Hajime): “Não estamos usando fogo o bastante”

Correto, na última vez, Tio e Yue usaram ‖Magia do Fogo com grande ímpeto. Daquela vez, os tentáculos viraram cinzas e não poderiam mais ser usados para ele se regenerar.

Hajime encontrou esperança nisso. Embora fosse apenas um palpite sem nenhuma prova, provavelmente, a regeneração do 〈Clione não era infinita. A geleia semitransparente que compunha seu corpo e parecia ser infinita, na verdade, possuía uma quantidade finita.

Aliás, a coisa parecia ser capaz de criar a geleia por conta própria, julgando pelo que ele viu até agora. No entanto, se o monstro fosse aniquilado de uma vez, ele precisaria de tempo para repor a geleia. Portanto, como na última vez ele teve que repor uma enorme quantidade de seu corpo danificado, ele priorizou sua regeneração ao invés da perseguição, e Hajime e as garotas foram capazes de fugir por esse motivo.

Nesse caso, a situação era a mesma. Estaria tudo bem se eles pudessem aniquila-lo mais rápido do que a criação ou regeneração da geleia semitransparente que formava o 〈Clione. Entretanto, este lugar era o oceano. Podia se dizer que ‖Magia do Fogo não poderia ser usada de forma muito efetiva. Apesar do ‖Sopro de Tio possuir uma grande temperatura, isso não parecia o bastante para destruir o monstro. Não havia outro método. Não havia nenhuma arma disponível que poderia destruí-lo. Nesse caso…

(Hajime): “Está tudo bem se eu apenas criar uma”

Hajime, retirando torpedos e minérios sucessivamente da [Caixa do Tesouro], começou a produzir algo com força incrível.

(Yue): “… Hajime? Você pensou em algo?”

(Hajime): “Yeah. Para usar fogo dentro do mar não há outra escolha além disto. Devemos derrota-lo se tudo correr bem”

(Kaori): “Hajime-kun, isso é verdade!?”

(Shia): “Como esperado de Hajime-san! Eu acreditei em você desde o início!”

(Tio): “… Shia, você, tu não pediste um beijo como se já tivesses desistido? Não, deixando isso de lado, esse é o nosso Mestre!”

(Hajime): “Contudo, vai levar tempo. Todas, eu vou deixar isso com vocês”

Para Hajime, que disse isso enquanto mostrava um sorriso destemido, Kaori, Shia e Tio imediatamente concordaram com suas cabeças veementemente, e elas confrontaram o enorme 〈Clione enquanto aumentavam suas concentrações.

Hajime expandiu suas capacidades de percepção ao máximo usando a ‖Velocidade da Luz, além disso, ele demonstrou seu poder de concentração que excedia sua limitação ao usar o ‖Superar Limite ao mesmo tempo, enquanto colocava todo o seu poder na criação da arma.

Apesar de ele completar uma bala, a produção em massa da munição não chegaria no nível das balas comuns, dado o nível de extrema dificuldade na criação delas. Entretanto, se elas fossem usadas esporadicamente, o 〈Clione gigante poderia conseguir se regenerar ou criar a geleia semitransparente. A situação iria piorar imensamente se isso acontecesse. Se ele fosse atacar, ele teria que fazer isso para exterminar o alvo instantaneamente. Enquanto era envolvido em |Poder Mágico vermelho, a prova do ‖Superar Limite, a ‖Transmutação frenética de Hajime se repetiu.

Contudo, a realidade era cruel. Enquanto o enorme 〈Clione estivesse no mar, ele possuía uma vantagem esmagadora, e mesmo que Yue e as garotas que formavam esse grupo de trapaceiras continuassem lutando, elas não seriam capazes de rivalizar com a coisa por muito tempo.

Embora Yue, Kaori, Shia e Tio estivessem lutando desesperadamente com expressões tensas, não parecia que elas seriam capazes de aguentar até que a preparação de Hajime estivesse completa.

[Hajime]: (“Três minutos, e tudo isto acaba, se eu conseguir três minutos!”)

Enquanto invocava a ‖Telepatia instintivamente, Hajime gritou isso. Finalmente, o 〈Clione gigante, cujos ataques ferozes elas não podiam conter, se aproximou de seus olhos e se moveu para engolir Hajime e as garotas assim que sua cabeça se dividiu com um ] Gapa! [.

Hajime relutantemente decidiu atirar, mesmo que fosse apenas uma forma de tentar sobreviver.

Porém, nesse momento, não foi nem Yue, Shia, Tio ou Kaori, mas a voz de um refinado velhote que respondeu ao grito de Hajime com ‖Telepatia.

[???]: (“Yo, Menino Ha. Isso não parece perigoso? Occhan2 vai ajudar”)

[Hajime]: (“!?!?!? Es-esta voz, não pode ser, Lee-san?”)

[Leeman]: (“Yeah. O amigo do Menino Ha, é o Lee-san”)

Sim, quem apareceu foi aquele que estava preso no aquário de |Fhuren|, era o monstro-peixe com cara humana, Leeman, quem Hajime chamava de Lee-san. Hajime, quando olhou ao redor enquanto arregalava seus olhos pela surpresa, subitamente viu uma enorme sombra prateada atingindo o corpo gigante do 〈Clione do lado. O enorme 〈Clione, que estava a ponto de abater suas presas assim que abriu sua boca, foi atirado para longe assim que recebeu o perfeito ataque surpresa e foi empurrado.

Nesse intervalo, o peixe com rosto humano nadou nas imediações da barreira do ‖Sábio do Além. Com a abrupta situação, Yue e as outras foram completamente incapazes de entender o que estava acontecendo. Vendo a figura de Leeman, Yue e Tio começaram a se questionar, Shia arregalou seus olhos surpresa dizendo, “O daquela vez!”, e, finalmente, Kaori estava gritando com um “Hii!?”.

[Leeman]: (“Shia jou-chan3 também está bem?”)

(Shia): “Fue!? Um, si-sim! Eu estou sadia”

[Leeman]: (“Isso é esplêndido. Então, Menino Ha, o que você está aprontando? Se você tiver mais três minutos, você vai ser capaz de lidar com o 〈Akujiki4? Se você tem que fazer algo, faça isso depressa. Você não tem muito tempo, tem?”)

[Hajime]: (“Y-yeah. Embora eu não tenha entendido muito bem, de qualquer forma, você nos salvou. Obrigado Lee-san”)

Hajime moveu a mão que ele parou com a súbita aparição de Leeman, e voltou a se concentrar na criação da arma com pressa.

Enquanto isso, a enorme sombra prateada realizava um ataque suicida contra o 〈Clione gigante, conquistando tempo ao trocar golpes com o monstro. Na realidade, a verdadeira identidade da sombra prateada parecia ser um grupo de peixes. Eles não eram nem mesmo Feras Mágicas, eram apenas peixes comuns. Embora eles fossem apenas peixes, dezenas de milhares, não, seu número era de centenas de milhares, e parecia que eles eram capazes até de segurar esse monstro. Mas como seu número diminuía a cada ataque, com toda certeza, eles não seriam capazes de continuar assim por muito tempo.

Por que Leeman estava no local? Shia, que foi escolhida à força como a representante porque ela parecia ser uma conhecida dele, fez essa pergunta.

[Shia]: (“U-um, Lee-san? Está tudo bem? Uh, o que diabos está acontecendo?”)

[Leeman]: (“Hmph, não é nada de importante. Como eu estava perto desta área, uma comunicação telepática foi ouvida acompanhada por um enorme e familiar |Poder Mágico. O que eu vi quando disparei para cá, não foi o Menino Ha sendo atacado pelo 〈Akujiki? Apesar de haver muitas perguntas, essa é uma crise envolvendo meu amigo. Seria vergonhoso para um homem não fazer nada”)

(Shia): “Uh, aquele grupo de peixes… o 〈Akujiki está nele?”

[Leeman]: (“O 〈Akujiki é aquela coisa. Há muito tempo, um monstro que assombra o mar desde tempos antigos… não, aquela coisa é um desastre natural. Ele também pode ser chamado de um ancestral das Feras Mágicas. Aquela multidão de peixes está sendo guiada por minha habilidade. Para nossa espécie que usa ‖Telepatia, a habilidade nos permite manipular as criaturas do mar comuns até certo nível”)

Um fato surpreendente surgiu. O peixe com rosto humano, Leeman, parecia ser capaz de manipular peixes. O grupo de peixes quase foi destruído no momento que a conversa de Leeman terminou, e o 〈Clione gigante mais uma vez atacou enquanto abria sua boca e seguia na direção de Hajime e as outras.

Contudo, o tempo adquirido pelo nobre sacrifício… foi precisamente três minutos.

Um grupo de torpedos maior do que os comuns se espalhou ao redor do ‖Sábio do Além que cercava Hajime e as outras. O número era de aproximadamente 120. E o mesmo número de anéis flutuava ao redor de Hajime, que sorria audazmente.

Quando ele ativou o [Minério de Indução] em sua mão, o grupo de torpedos foi lançado de uma vez. 120 torpedos dispararam em alta velocidade enquanto desenhavam uma linha de bolhas contra o 〈Clione gigante que abria sua boca. Contudo, se fossem apenas os torpedos, como eles seriam capazes apenas de dispersar o corpo do 〈Clione mesmo com suas explosões, não haveria dano considerável e ele provavelmente iria se regenerar imediatamente.

O enorme 〈Clione tentou interceptar o grupo de torpedos, enviando um enorme número de tentáculos como se estivesse aborrecido com o estorvo que atrapalhava sua refeição, e todos encararam a cena se perguntando o que iria acontecer. Hajime, que excedeu o limite de torpedos manipulados com o máximo de seu poder de concentração, mal foi capaz de desviar dos ataques.

(Hajime): “Você não vai desviar deles? Então, eu vou te fazer engoli-los até ficar cheio”

O murmúrio de Hajime ressoou. O enorme 〈Clione, que parecia ser conhecido como 〈Akujiki em razão de sua capacidade de absorver qualquer coisa, fez Hajime pensar que esse era o motivo para ele não desviar dos ataques.

E assim, a expectativa se provou correta. O grupo de torpedos que desviou da barragem de tentáculos, atingiu diretamente e penetrou o 〈Clione gigante uniformemente, sem nem mesmo mostrar vontade de desviar.

Contudo, uma explosão não aconteceu. Enterrados no corpo gigante do 〈Clione, apesar de eles estarem derretendo, não houve nenhuma explosão. O 〈Clione que estava absorvendo o grupo de torpedos negros em seu corpo estava ficando com um padrão de cores como se veneno estivesse invadindo deu corpo.

Hajime, antes do grupo de torpedos derreter completamente, seguiu com o próximo movimento. Ele pegou uma quantidade imensa de líquido negro dentro do espaço vazio da [Caixa do Tesouro]. Era o piche formado pela forma líquida do [Minério das Chamas]. O interior dos anéis flutuantes era como uma cachoeira derramando o líquido.

Então, ao mesmo tempo, todo o gigante corpo do 〈Clione começou a ser manchado de preto. Como água encharcando um papel e mudando sua cor inteira, o líquido negro estava invadindo o enorme e semitransparente 〈Clione. O culpado era o piche do [Minério das Chamas] em forma líquida que foi colocado dentro dos anéis.

Os anéis e o grupo de torpedos, todos estavam conectados por um pequeno portal. O que passou pelo interior do anel atravessou o espaço e chegou ao mesmo tempo no anel usado como saída e que foi construído no interior dos torpedos. Em outras palavras, os torpedos não eram explosivos, eles eram formas de carregar os anéis, e, ao mesmo tempo, eles também eram uma barreira física que servia para enviar o piche.

Naturalmente, embora o piche também estivesse derretido, com o total de 120 portais, a velocidade de derretimento da enorme quantidade de piche que era derramada sem pausa não poderia acompanhar a invasão de todo o corpo do 〈Clione.

Em um instante, o 〈Clione gigante, embora tentasse fugir da invasão ao separar seu corpo, foi impedido por Yue e as garotas. A separação foi minuciosamente detida por uma barreira, ‖Magia de Gelo e o ‖Sopro. Ainda assim, o portal de Yue não poderia ser usado porque ela não era capaz de abri-lo com precisão em um alvo em movimento. Para ser capaz de fazer isso, dois pontos no espaço tinham que ser conectados.

O 〈Clione gigante, por ter ficado sério e pensado em acabar com Hajime e as outras ao usar seu potencial de batalha com o volume máximo de geleia semitransparente que ele conseguiu reunir dos arredores, viu seu plano se voltando contra si. O piche que Hajime derramou nele terminou de tingir o enorme 〈Clione de preto sem deixar nenhum ponto para trás.

Hajime, enquanto curvava seus lábios, perfurou o monstro com olhos brilhantes e ferozes. Em sua mão, uma pequena brasa estava acesa.

(Hajime): “Queime no fogo do inferno e morra”

A brasa que foi lançada pelo polegar de Hajime, enquanto desenhava um arco, atingiu diretamente o piche, como se estivesse sendo sugada. Nesse momento, um calor escaldante de 3.000 °C surgiu e se espalhou pelo portal instantaneamente.

Em pouco tempo, ele foi tingido de preto e o enorme 〈Clione tentou absorver o piche dentro de seu corpo com uma aura que transmitia seu desespero, e, desta vez, ele foi tingido por uma vermelho ardente. Como Hajime disse, de dentro de seu corpo, o fogo infernal que não era capaz de ser detido, não permitiu nem mesmo um momento de resistência, e o corpo do monstro foi completamente queimado.

Uma enorme flor carmesim floresceu no mar, finalmente aparecendo de dentro do corpo do enorme 〈Clione, acompanhada por uma massa de bolhas e o monstro foi destruído, fritando até mesmo seu exterior. E então, as chamas de altíssima temperatura criaram uma violenta explosão de vapor enquanto evaporavam a água do mar em um instante.

] Goobaaaaaaa!!! [

Um impacto tremendo surgiu, e o distante mar queimou. Na água, que ainda estava em fúria, era como se uma tempestade estivesse passando. Dentro do mar agitado, Hajime e as outras, que se protegeram do impacto com uma barreira, procuraram pela forma do enorme 〈Clione.

Seus olhares percorreram o oceano sem negligência, e a água estava se acalmando aos poucos… a forma do 〈Clione, que era como um pesadelo, não podia ser vista em lugar algum. Hajime investigou o local cuidadosamente usando o [Olho Mágico] e a ‖Visão de Longo Alcance, mas, como esperado, os traços do 〈Clione gigante não foram refletidos.

Hajime e as garotas estavam convencidos. O monstro de tempos antigos… a subjugação do 〈Akujiki foi completada.

(Hajime): “Guh… de alguma forma, conseguimos?”

Os anéis que flutuaram pelos arredores se espalharam e afundaram enquanto perdiam seu poder, e o |Poder Mágico vermelho que cobria o corpo de Hajime rapidamente se dispersou e desapareceu. Ao mesmo tempo, Hajime, que cambaleou com o efeito colateral do ‖Superar Limite, se ajoelhou dentro da barreira do ‖Sábio do Além, e ficou com uma expressão distorcida pela intensa dor de cabeça pelo excesso de trabalho.

Contudo, seus olhos diziam, “Eu o matei!”, grande alegria transbordava por sua sobrevivência e vitória.

(Yue): “… Hajime, você está bem?”

(Kaori): “Hajime-kun, eu vou te curar imediatamente!”

Yue rapidamente se aproximou do lado de Hajime e apoiou seu corpo. Kaori também foi cura-lo assim que ela invocou sua ‖Magia de Cura com pressa. Shia e Tio também se aproximaram de seus lados e abraçaram o garoto.

(Shia): “Você conseguiu! Hajime-san!”

(Tio): “Como esperado do Mestre… tu fizeste uma cena de assassinato extrema. Esta sentiu arrepios”

Com a cura de Kaori, enquanto sentia sua dor de cabeça diminuindo com o tempo, Hajime também relaxou sua expressão com suas companheiras que se reuniram a seu redor. Enquanto estavam absorvidos pelas reverberações da vitória, quando as coisas ficaram calmas, a voz de um homem velho parecendo um pouco indignado ressoou.

[Leeman]: (“Yoo, Menino Ha. Por favor, me diga se você for explodir algo. Você não considerou que eu poderia morrer?”)

[Hajime]: (“Ah, Lee-san. Desculpe. Eu não pensei em nada além de matar aquela coisa”)

Aparentemente, Leeman foi atirado para muito longe com a última explosão. Como Hajime usou todo o seu poder para matar o 〈Clione gigante, sua consciência não se dirigiu para Leeman. Além disso, a última explosão não era algo que Hajime tinha planejado. Por um momento, Hajime também ficou surpreso.

[Leeman]: (“Bom, não havia o que fazer já que você estava enfrentando o 〈Akujiki, não é? Independentemente do que foi feito, isso foi esplêndido”)

[Hajime]: (“Se Lee-san não tivesse aparecido, as coisas teriam ficado realmente terríveis. Obrigado”)

[Leeman]: (“De nada. Bom, eu só segui o meu código moral. Não se preocupe com isso”)

[Hajime]: (“Você é um homem honrado como sempre. Como esperado de Lee-san. Eu também sou grato pela coincidência de você estar aqui”)

[Leeman]: (“Menino Ha, quando as coincidências se acumulam, não podemos chamar isso de inevitável? Esse Occhan sendo capaz de ajudar você também foi inevitável, e o fato de você sobreviver também é uma inevitabilidade”)

Hajime relaxou sua boca com um, “hah”, o mesmo feito pelo peixe com cara de velhote, que sorria amplamente. Para as duas pessoas que estavam se comunicando, o grupo feminino no plano de fundo estava discutindo com sussurros.

(Tio): “… o que é isso? Eles não estão conversando excessivamente?”

(Yue): “… amizade honorável entre homens?”

(Kaori): “Hajime-kun… o amigo que ele conseguiu fazer no outro mundo foi o Seaman5? Até no Japão a cena dele se dando tão bem com alguém assim não poderia ser vista!”

(Shia): “Esse sentimento já existia desde a última vez. Conversa de garotas não pode se tornar outra coisa além de conversa de garotos se for entre homens, não é? Bom, no entanto, o outro lado é um velhote…”

Para elas, a atmosfera de intimidade entre Hajime e Leeman tinha um certo significado, quando Yue e as outras ficaram com expressões complicadas e os observaram, sem demonstrarem sua perplexidade, a conversa dos dois também parecia ter terminado.

[Leeman]: (“Portanto, Occhan já está indo. Menino Ha. Vamos nos encontrar de novo se o destino permitir”)

[Hajime]: (“Yeah. Lee-san, cuide-se”)

Com um aceno mútuo, Leeman se virou. Entretanto, quando olhou para trás enquanto avançava um pouco, ele falou com Shia.

[Leeman]: (“Jou-chan. Parece que há muitas rivais, mas dê o seu melhor. Quando você estiver com seus filhos, vamos deixá-los brincar com as minhas crianças. Eu também vou te apresentar minha esposa. Até breve”)

Quando ele partiu deixando apenas essas palavras, desta vez sem olhar para trás, ele desapareceu no oceano.

Aqueles que ficaram para trás…

(Todos): “Você é casado!?!?!?”

Foi um grande choque para Hajime e seu grupo. Embora ele tivesse um ar de um andarilho, quando se pensava que ele tinha uma família, nada além de um velhote inútil podia ser visto. Por um tempo, o grito deles ecoou pelo mar.


Tradutor:



Notas

[1] Alterando “Forma de Dragão” para “Dragonificação”.

[2] Occhan é uma forma informal de se referir a um tio ou a um homem mais velho que não faz parte de sua família.

[3] Ojou-chan significa “pequena senhorita” em japonês e é uma forma respeitosa e carinhosa de se referir a uma mulher mais jovem.

[4] Akujiki, no budismo, é uma expressão que pode ser traduzida como “comer algo proibido”.

[5] Seaman é um jogo para Dreamcast que simula uma mascote virtual. É um dos poucos jogos de Dreamcast que utiliza o microfone que vem como acessório no console. A narração é feita por Toshiyuki Hosokawa, no original em japonês, e por Leonard Nimoy, na versão em inglês. O rosto da criatura Seaman é na verdade o produtor do jogo, Yoot Saito.



Fontes
Cores