Arifureta – Capítulo 170 – A jovem garota com orelhas de coelho está se superando


— UryaA!!

Com uma voz fofa e corajosa, Shia saltou.

Fortalecimento Corporal Nível IV — para ser mais preciso, essa habilidade estava um nível acima da derivação operada magicamente, Aumento na Eficiência da Conversão III. Essa habilidade, que poderia transformar poder mágico em força física com uma proporção de 1:3, foi evoluída para o Aumento na Eficiência da Conversão IV com a magia de sublimação, aumentando a proporção para 1:4.

Ao mesmo tempo…

— Fogo!

Tio emitiu seu comando.

— GoAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!

Os arredores de Shia e Tio estavam tomados pelo enxame de monstros. Ao redor do enxame de monstros estavam os dragões negros armados invocados pelo artefato da ryujin, que dispararam seus sopros ao mesmo tempo.

Foi um ataque surpresa perfeito contra os monstros que foram atingidos pela retaguarda por uma série de sopros mágicos.

Os pobres monstros parecidos com prisioneiros presos em donzelas de ferro foram penetrados de forma impiedosa e mortos por clarões negros que se assemelhavam ao ataque de Tio.

O poder era mais do que o suficiente. Estava no mesmo nível da aurora do dragão branco em seu primeiro encontro. Em outras palavras, estava acima do poder dos dragões de cinzas reforçados.

Na realidade, o sopro disparado dos dragões negros, que eram cerca de cem, pulverizaram em um instante mais de duzentos monstros. Ou seja, cada ataque foi capaz de atravessar pelo menos dois monstros que ostentavam um nível de defesa bastante alto.

“De onde vieram esses dragões poderosíssimos?” Freed resmungou enquanto dirigia o bombardeio de platina em direção a Tio. Apesar de ele ter melhorado o nível dos dragões de cinzas em pessoa para o nível da primeira versão do dragão branco, mesmo que tivesse recebido a ajuda de deus… quanto esforço e treinamento seriam necessários para enfrentar isso?

Mesmo que Tio tivesse uma alta aptidão com a magia da metamorfose, se você comparasse sua habilidade atual com a dela no castelo do rei demônio, esse foi de fato um desenvolvimento impossível. Não importava como você pensasse nisso, o nível atual dela não poderia ser alcançado em apenas alguns dias.

“Nesse caso, como esperado, a causa disso é o equipamento conectado aos dragões negros. Algo como equipar monstros com artefatos… que absurdo. Isso deve mais uma vez ser trabalho daquele cara. Que irritante!”

Freed chegou a essa conclusão e xingou o garoto de cabelos brancos que não estava presente. Vendo que seu bombardeio foi repelido pela ryujin, ele deu instruções aos monstros enquanto preparava seu próximo ataque. Ou seja, eliminar os dragões negros circundantes.

Seguindo a ordem principal, o grande número de monstros subordinados se virou e seus novos alvos mudaram de Tio para os dragões negros.

Assim como a mulher planejou. Já era ruim o suficiente que elas tivessem que enfrentar as apóstolas de platina, Freed e o dragão divino branco, mas se elas também tivessem que tomar cuidado com os ataques da imensidão de monstros enquanto enfrentavam os outros oponentes, isso se tornaria insuportável.

“Números contra números.” Ela estava feliz por ter antecipado tal situação e estar se preparando para isso.

Esses dragões armados eram de uma espécie que habitava uma vila oculta, a cidade natal de Tio ― localizada em uma ilha que podia ser alcançada indo para o norte do continente até chegar a uma área montanhosa, percorrendo as montanhas até o litoral e depois navegando pelo mar por várias centenas de quilômetros. Originalmente, seu nível de poder não era menor que o de monstros no nível superior do abismo.

Com o fortalecimento obtido com a magia da metamorfose, seu poder se tornou equivalente ao dos monstros dos andares médios. Acrescente a isso os artefatos concedidos a eles pela magia de sublimação de Hajime, por mais sujo que essa técnica fosse, e seu poder rivalizava com o dos monstros dos andares inferiores. Por fim, levando o “Cheatmate” em conta, poderia se dizer que seu poder rivaliza com o dos monstros das partes mais profundas do abismo.

Aliás, mesmo que os dragões tivessem uma cor diferente, o fato de haver apenas dragões negros era porque Tio havia usado a magia da metamorfose. O motivo era algo tão estúpido quanto: ― A esposa do rei demônio deve ser acompanhada por dragões malignos. Quem disse que a cor preta significa maldade, certo? ―. A própria pessoa mostrou um olhar satisfeito.

Os monstros de Freed atacaram simultaneamente os dragões negros armados. O número deles ainda era dez vezes maior. Em termos de especificações, eles eram quase iguais. Portanto, era de se esperar que os dragões negros fossem esmagados pelos números dos inimigos.

No entanto, essa expectativa logo seria traída em seu sentido mais verdadeiro.

Primeiro, como se para dizer que o céu lhes pertencia, os dragões de cinzas desencadearam uma série de sopros expressando sua raiva. Incontáveis vestígios de luz brilhavam no ar. Totalizando mais de três vezes o número de dragões negros, a série de sopros parecia uma parede contra eles.

No entanto, contra a imensidão de ataques que se esperava que atingissem os alvos diretamente, os dragões negros realizaram manobras evasivas que pareciam barrel rolls1 e evitaram com êxito a série de golpes, como uma pessoa encontrando lacunas e abrindo caminho entre uma multidão.

Esses movimentos pareciam os de Shia, que conhecia as zonas seguras, como ela fez um pouco antes.

A origem era o capacete que os dragões negros estavam usando.

Esse capacete cobria toda a cabeça do monstro, até a ponta do nariz, e tinha a habilidade Precognição. Diferentemente da premonição de Shia, essa habilidade não podia mostrar uma imagem distinta do perigo de antemão, mas uma vez que um ataque era disparado, ela teria a capacidade de detectar a trajetória do golpe. Os dragões negros tomaram medidas evasivas precisas de acordo com essa habilidade.

Os dragões negros contra-atacaram com sopros e abateram os monstros alarmados. Um monstro com cabeça de cavalo que conseguiu deslizar através da luz negra mergulhou em direção ao peito de um dragão negro e desferiu seu braço forte. O punho que foi lançado na parte da armadura que cobria o dragão negro de suas partes inferiores até o estômago fez contato e uma onda vermelha escura se espalhou quando o poder mágico do monstro se transformou em uma onda de choque.

Contudo, naquele momento, uma onda semelhante foi causada pela armadura, e quem foi lançado para longe foi o monstro com cabeça de cavalo. Sem dúvidas, esse era o efeito da Conversão de Impacto. No momento em que a armadura que o dragão negro usava percebeu um choque, ela a devolveu. Era uma armadura reativa, por assim dizer.

Além disso, um lobo de três cabeças e uma quimera-pantera-negra lançaram um ataque contra o dragão negro, apenas para serem contra-atacados por suas garras e cauda. Os dois monstros examinaram o contra-ataque, como se estivessem zombando de sua monotonia, e logo se esquivaram. Ou assim eles pensaram, mas no momento seguinte, os dois caíram no chão com sangue jorrando.

Mesmo que eles devessem ter evitado o golpe, seus corpos foram divididos em dois. A causa para isso foi a ativação da Garra do Vento, que havia sido instalada nas garras do dragão e na ponta da cauda.

Embora igual em termos de atributos, comparar a força apenas com base em números era presunçoso. Os artefatos equipados poderiam superar a diferença na força de combate de ambos os lados!

— Fufu, este és o resultado do trabalho desta com o Mestre. Nada mal, tu não achas?

— Uranus! Abata todos eles!

Ignorando o momento de orgulho de Tio, Freed torceu as sobrancelhas e deu a ordem ao dragão divino. Uma enorme torrente de aurora foi disparada na direção da ryujin.

“Quantas vezes esta terá que lidar com isso?” Tio pensou enquanto rapidamente saía do caminho da encarnação da morte que arrasou tudo em seu caminho. Ao mesmo tempo, ela fez uma comunicação telepática com os dragões negros que estavam no caminho do ataque para instá-los a fugir.

Os dragões negros deram uma guinada e realizaram uma fuga de emergência, mas como era de se esperar, era impossível escapar do raio da morte com perfeição, um ataque que fez Tio sentir que suas escamas estavam sendo destruídas apenas pelo tremor secundário, e vários de seus dragões sofreram ferimentos.

Então, sem demora…

― Dádiva do Rei Dragão.

Tio cantou para si mesma.

Então, uma onda negra se espalhou através da mulher. Os dragões negros que perderam suas asas e membros e caíram no chão, se recuperaram num piscar de olhos, permitindo que continuassem a voar.

Magia espiritual e magia de regeneração combinadas: Dádiva do Rei Dragão. Essa magia era uma combinação de magia de regeneração e magia espiritual, usada para selecionar apenas os dragões negros como o escopo do efeito.

Assim como o nome da magia sugeria, os dragões negros receberam cura de seu próprio rei. Eles soltaram um grito de grande alegria quando retomaram a luta. O rei dragão os protegeu. Não importava o quão feridos estivessem, eles não demonstravam medo. Mesmo se eles estivessem em uma situação em que devessem priorizar a evasão, os dragões avançaram e balançaram suas garras e apresentaram suas presas aos inimigos. Como resultado, isso colocou os dragões negros em uma posição superior mais uma vez.

E Tio balançou o chicote preto que estava segurando na mão. Embora seu comprimento parecesse ter cinco ou seis metros no máximo, uma vez balançado, ele se expandiu para um grau impossível e seguiu uma trajetória irregular ao subir no ar. A velocidade da ponta do chicote estava um pouco acima da velocidade do som.

Era um corte horizontal destinado a Freed.

Tsk!

Freed estalou a língua e tentou usar suas asas de platina como defesa. No entanto, a trajetória do chicote preto mudou de modo súbito e sua ponta atingiu o globo ocular do dragão divino branco.

— GuluaAAAAAAAAAA!

Normalmente, mesmo que o globo ocular do dragão divino recebesse um golpe direto, sua resistência enorme não permitiria que houvesse sequer um único traço de ferimento. Mas, no momento em que a ponta do chicote preto entrou em contato com o alvo, ela seguiu a superfície do globo ocular, criando uma lacuna no espaço, rasgando com facilidade através do globo ocular.

De forma natural, esse chicote negro era um artefato feito por Hajime, e seu nome era Chicote Negro da Escravidão. Em uma parte de seu desenho, estava anexado uma pequena Caixa do Tesouro. Armazenado em seu interior havia o maior chicote existente, com três quilômetros de comprimento. Derramando poder mágico, o portador poderia aumentar ou diminuir o comprimento com liberdade, alterando o tamanho do chicote de forma efetiva. À primeira vista, era um chicote que podia se esticar infinitamente.

Além disso, incontáveis pequenos pedaços de metal foram presos ao longo do chicote, portanto, se alguém concentrasse os olhos na arma, veria algo semelhante à língua de um gato, ou talvez à pele de um tubarão, que arranharia seu alvo.

E uma magia espacial, Fios Decapitadores, estava embutida nessas peças de metal. Pela vontade do usuário, ele poderia cortar o espaço circundante.

Embora o dragão divino tenha evitado por pouco outro ataque seguindo para o outro olho, seu orgulho foi danificado. Ele ficou furioso com o fato de ter recebido uma ferida. Em sua raiva, o monstro começou a cortar o campo de batalha com sua aurora.

Inúmeros aliados foram engolidos pelo ataque, mas isso não atingiu Tio, o que só deixou o dragão divino mais irritado.

— Vencido por emoções no campo de batalha? Que inexperiente.

Mesmo que tivesse mudado e seu poder aumentado, ainda havia um longo caminho a percorrer no que dizia respeito à experiência de combate. Parecia que o dragão divino branco havia perdido a compostura.

De certo modo, contra o dragão divino branco deixando muitas aberturas em seus ataques, a ryujin, mostrando a dignidade de uma veterana, balançou seu chicote preto da escravidão.

No entanto, desta vez, a arma foi apontada para o lobo de três cabeças que ainda estava impressionado com os efeitos posteriores da aurora anterior.

— GuGaaa!?

O lobo de três cabeças soltou uma voz surpresa com o repentino chicote preto da escravidão que se enrolou em seu pescoço e se apertou.

— Vens à vida, junto com o primeiro choro do nascimento, Autoridade do Rei Dragão!!

A voz que carregava a dignidade de Tio ressoou.

Ao mesmo tempo, o lobo de três cabeças gritou:

— GiiiaAAAAAAAAAAAAAAA!

Foi um grito estranho que você nunca esperaria deste tipo de monstro.

A causa seria óbvia para qualquer um que visse a cena.

— O-o que, o que você está fazendo!?

Freed disse com uma voz involuntariamente abalada.

Não havia como evitar isso. Afinal, o lobo de três cabeças, cujo pescoço fora enrolado pelo chicote negro da escravidão, passou por uma súbita transformação enquanto gritava.

Em termos de tempo, isso demorou cerca de três segundos.

Nesse curto espaço de tempo, o lobo de três cabeças se transformou em um monstro coberto de escamas negras. Membros grossos e fortes e um rabo cresceram, além de garras afiadas e asas duras mostrando esplendor — ele se transformou em um dragão.

Autoridade do Rei Dragão, uma magia combinada feita de magia espiritual e magia da metamorfose. Uma magia espiritual que pegava as informações da transformação de dragão de sua própria alma da raça dos dragões e a copiava: Reprodução da Alma do Dragão, e uma magia da metamorfose: Transformação Demoníaca do Sexto Céu. Essa magia combinada forçou o monstro a se transformar em um dragão preto.

Normalmente, não importava quão altas as aptidões de Tio eram na magia da metamorfose, seria impossível transformar um monstro, controlado por outra pessoa, em seu próprio subordinado em poucos segundos.

O que tornou isso possível foi o Chicote Negro da Escravidão. Seu verdadeiro valor não estava na liberdade do controle de sua elasticidade, nem em sua capacidade de atravessar o espaço circundante, mas em sua capacidade de agir como um dispositivo que auxiliava uma mudança obrigatória em um dragão. Usando esse chicote como intermediário, Tio era capaz de forçar os monstros comuns a se transformarem em dragões negros.

Ela poderia fazer com que os monstros que ela chicoteasse a obedecessem.

Talvez pudesse ser dito que não era algo adequado para um pervertido extremamente *********, ou talvez pudesse ser dito que isso era algo adequado demais para os objetivos mais selvagens de um pervertido. Não havia o que fazer se Shia e as outras olhassem para Hajime incrédulas por vários motivos quando ele entregou o chicote preto a Tio.

Enquanto Freed ficava chocado com o fato de um de seus subordinados ter sido roubado, mais dois de seus monstros foram transformados em dragões negros.

— Como se eu fosse deixar você fazer mais do que isso!

Um ataque mágico como uma onda foi disparado por Freed. A magia, que continha todos os atributos, disparou na direção da ryujin para envolvê-la. Ao mesmo tempo, penas de platina foram disparadas para cobrir as lacunas restantes. E, para selar qualquer meio de fuga, o dragão divino branco lançou sua aurora.

Tio, sem um momento de hesitação, pulou dentro da tempestade de ataques desencadeada por Freed sem temer danos.

Se ela não seria capaz de evitá-lo, ela também poderia pular no ataque do demônio, foi essa a conclusão que ela chegou. Essa ação de evasão, que poderia ser considerada imprudente, foi na realidade um sucesso, levando em consideração o poder da aurora e seus efeitos posteriores.

Contudo, embora a maior parte do ataque de Freed tenha sido repelida por suas escamas negras, a magia dele e, acima de tudo, a capacidade de decomposição, estavam fluindo de forma constante e a mulher não estava sofrendo apenas danos leves.

À medida que as escamas de dragão negro pulverizadas refletiam a luz, o sangue começou a cair lentamente no chão e, em pouco tempo, transformou-se em um borrifo.

— Que desagradável. Agora que você não pode confiar na restauração teimosa de vocês dragões e em sua magia, você está mostrando uma maneira tão vergonhosa de lutar.

— Esta não colocarias assim. Essas também são táticas legítimas.

— Tolice. Você apenas não entende o conceito de habilidades. Fiquei surpreso com a sua capacidade de arrebatar meus monstros, mas parece que você mesma vai encontrar seu fim logo.

Freed tirou sarro do estilo de luta de Tio, que estava ignorando o dano que recebia. E, mais uma vez, ela foi confrontada com uma enxurrada de ataques e magia de decomposição, enquanto o dragão branco divino soltava sua aurora.

Tio mais uma vez avaliou o sopro da aurora e o ataque de Freed, escolhendo o último e se expôs à tempestade do ataque.

Naquele momento, ela expandiu o comprimento de seu chicote negro da escravidão para transformar mais monstros em dragões negros. Vendo esse comportamento, Freed pensou que ela estava agindo com desespero tentando inverter a maré da batalha ao aumentar seu potencial de guerra, porque seu próprio poder deveria estar atingindo seus limites. Seu rosto zombeteiro ficou ainda mais acentuado ao ver isso.

“Se você gosta tanto de ser bombardeada, deixarei você ter o quanto quiser.”, pensou Freed enquanto dirigia um olhar sádico para a ryujin. A densidade da barragem de ataques aumentou ainda mais.

Do outro lado, Shia saltou. Uma batalha feroz estava acontecendo com as apóstolas de platina daquele lado. Porém, de maneira alguma essa poderia ser considerado uma batalha justa.

Apenas por pouco, sim, por muito pouco, Shia conseguia resistir.

Se ela não tivesse o Nível IV de fortalecimento corporal e sua magia nativa, a Visão da Revelação Divina, era provável que ela tivesse sido morta pelas apóstolas. Com uma estimativa rápida, podia-se dizer que as especificações das apóstolas de platina eram várias vezes maiores do que a da garota-coelho. Ela esperava que essas inimigas fossem mais fortes do que a apóstola comum, mas não esperava que fossem tão poderosas.

— Que tal desistir? Shia Haulia.

Erst, que segurava uma espada grande e estava envolvida em uma competição de força com a garota-coelho, olhou para ela e disse isso.

Por um momento, um pensamento improvável como: “Talvez seja melhor fazer isso…” surgiu em sua cabeça. Quando ela percebeu que ficou surpresa pela sugestão anterior, uma longa espada surgiu em um movimento lateral por trás.

Ao mesmo tempo, usando sua arma que estava presa com a espada como suporte, Shia usou a Aerodinâmica para executar um pino e chutar o ar. A trajetória da espada a errou pela largura de um fio de cabelo.

— Não me subestime, desu!

Enquanto executava seu movimento com o corpo torcido, ela também puxou o gatilho de Wirr Drücken, disparando um projétil sólido à queima-roupa. Era uma bala especial que havia sido melhorada e cujo poder havia aumentado, causando um choque violento. Shia esperou pelo momento em que as duas apóstolas estavam se recuperando do choque e fez uso desse tempo para pular para trás.

Na sequência, um clarão prateado passou pelo lugar em que Shia estava antes. Sem um momento para se tranquilizar, a garota-coelho usou Aerodinâmica mais uma vez e pulou. Como esperado, outro clarão prateado veio de outro ângulo e roçou os pés de Shia.

Rolando no céu, ela se endureceu no ar e desceu em direção ao chão. Isso mesmo, se ela estivesse no chão, não teria que lidar com ataques vindos de baixo, além de todas as outras direções.

Então, uma vez que ela se afastou com sucesso dos inimigos, ela mostrou uma expressão azeda e iniciou um monólogo, mantendo-se alerta e com Wirr Drücken preparado.

— Sentir desconforto causado por Charme depois de tanto tempo… isso é um fracasso de minha parte. Ou melhor, fiquei surpresa quando me livrei do feitiço? Mesmo que eu tenha me fortalecido contra efeitos parecidos com Charme.

As apóstolas, que também desceram ao chão, cercaram Shia dos cinco lados.

Enfrentando a perseverante garota-coelho, Erst lançou lhe um olhar um pouco espantado. Mesmo assim, o fato de a primeira apóstola não mostrar nenhum sinal de impaciência não se devia apenas ao fato de ela ser desumana, mas sobretudo pelo fato de estar convencida de que superariam a demi-humana.

Erst e as outras apóstolas sabiam que a razão pela qual Shia era capaz de resistir a elas era por causa de sua habilidade inerente. E que isso também consumiria uma quantidade não desprezível de poder mágico a cada uso. Mesmo que ela estivesse na posse de um artefato que fornecia poder mágico, ele seria esgotado depois de algum tempo.

— Originalmente, você não deveria ter durado nem alguns momentos. Minha nossa, até eu estou impressionada com o seu grau de fortalecimento… essa é a magia de Yue-san, não é?

Shia estreitou os olhos de forma perigosa.

A cor original da luz da magia das apóstolas, platina, agora havia laranja misturada nela, tornando-a um tom de platina. E Shia tinha chegado a ver e sentir essa mágica dourada inúmeras vezes durante sua viagem, dessa forma, ela não poderia estar enganada. Era uma parte preciosa da irmã mais velha com quem ela havia feito amizade… era a magia de Yue.

Claro, ela sabia que isso era um ato de Ehitorujue, que estava ocupando o corpo da vampira.

Mas, pensar que o poder de sua pessoa especial estava sendo usado de forma arbitrária, e usado contra eles como uma arma… a raiva subindo de seu peito não era mediana.

Sentindo que poderia se perder devido à sua ira fervendo como magma, Shia conteve seu humor com desespero.

Então, pretendendo transformar todo o calor que ela gerou de sua raiva em poder e deixando seus pensamentos para mais tarde, ela tentou fazer como Yue, sua mestra de batalhas, ensinou a ela, ou seja, manter a calma como o frio do gelo.

Em troca, Erst respondeu com uma voz desprovida de emoção:

— Mais precisamente, isso deveria ser chamado de magia do nosso mestre, Ehitorujue-sama. Aquele corpo, assim como sua mágica. Tudo já pertence ao mestre.

— …

A raiva de Shia disparou quando Erst calmamente deu uma resposta que considerava natural.

A garota-coelho pegou um frasco na Caixa do Tesouro II. Ela o colocou diante da boca aberta e bebeu o conteúdo de uma só vez, como se fosse um alimento instantâneo. Para torná-la ainda mais impressionante. Para romper seus limites.

Então, ela exalou como Tio e jogou o recipiente fora. Ela balançou Wirr Drücken uma vez.

Então ela falou em um tom frio e usou palavras que nunca deixaria sua família, ou Hajime e seus amigos, ouvirem.

— Sua ****! Já ouvi o suficiente. O corpo e a magia de Yue-san, e todo o resto, é óbvio quem é o dono de tudo isso. É isso mesmo, tudo é de Hajime-san. Aqueles que vocês chamam de irregular. Eu, aquela com o título de Especialista em Adivinhação, que pode olhar para o futuro, certifico isso. Para pessoas como você e seu mestre, posso fazer a seguinte previsão: não há futuro!

— … absurdo. O que você, uma existência diminuta cujas mãos ou pés não podem alcançar o mestre, pode fazer? Aceite a realidade Shia Haulia. Tio Klarus nem se compara a Freed-sama. E como você está mais uma vez sobrecarregada por nós, o melhor que você pode fazer é tentar perseverar. Você não pode entender? Ou você está tentando escapar da realidade? Os que não têm futuro são vocês.

Erst foi dominada por um calafrio estranho e sua voz vacilou. Ela analisou objetivamente a situação e refutou com precisão a garota-coelho.

Sem dúvidas, embora Tio visasse mudar a maré aumentando o número de dragões negros, as feridas que ela havia sofrido não eram pequenas, e ela devia estar planejando usar toda a sua força para frustrar o plano deles antes os inimigos tivessem sucesso. E, deste lado, Shia também foi sobrecarregada até este ponto.

Não havia nada que pudesse provar que Erst estava errado.

Pelo menos até o momento…

Shia, que negou de forma ousada, começou a rir com um rosto atroz parecido com o de um animal.

— “Esse é o limite do meu poder”. Quando você me ouviu dizer uma coisa dessas?

— ??? O que você…

Intrigada, Erst tentou entender isso com uma voz questionadora…

No entanto, sua boca parou de repente…

O poder de Shia aumentou. Junto com um grito de guerra furioso.

― Nível V!!

A atmosfera tremeu com um baque. Magia azul clara surgiu desenhando uma trajetória em forma de parafuso e subiu para o alto.

Originalmente, com a magia de sublimação, ela poderia melhorar sua magia um nível acima. Era por isso que, usando essa magia, o limite do fortalecimento corporal de Shia deveria ter sido o Nível IV. Contudo, o que lhe permitiu superar esse limite foi a poção mágica especial de Hajime, Dr. Cheatmate.

O que a garota-coelho bebeu mais cedo não foi um medicamento restaurador, mas uma dessas poções especiais. Uma versão especializada que continha um excesso de ingredientes com o uso da magia de sublimação. Se não fosse Shia, a especialista em fortalecimento corporal, não seria estranho que o corpo do usuário se desintegrasse em segundos. Era esse o tipo de fortalecimento corporal que o item fornecia.

A garota-coelho, que havia ultrapassado seu limite, pulou no mesmo instante, quebrando o chão embaixo dela.

― Hum, mais uma vez, mais poder… contudo, mesmo com isso, você ainda não é páreo para nós!

Erst deteve Wirr Drücken, que foi desferido contra ela de frente, usando sua grande espada. Com um rugido estrondoso, o chão ao redor rachou, mas a grande espada não fez nenhum barulho.

Então, usando mera força física, Erst repeliu Shia, como se estivesse provando suas palavras anteriores.

Na verdade, se alguém comparasse o status da garota-coelho e o das apóstolas de platina, a diferença seria clara.

Quanta diferença havia entre as duas.

Só para deixar claro, se as apóstolas de platina tivessem uma placa de status, as estatísticas indicadas seriam algo parecido com isso:

 

Força Física: 22.000 ⇒ [Fortalecida: 66.000]
Vitalidade: 22.000 ⇒ [Fortalecida: 66.000]
Resistência: 22.000 ⇒ [Fortalecida: 66.000]
Agilidade: 22.000 ⇒ [Fortalecida: 66.000]
Poder Mágico: 22.000 ⇒ [Fortalecida: 66.000]
Resistência Mágica: 22.000 ⇒ [Fortalecida: 66.000]

 

Para apóstolas normais, suas estatísticas estariam todas em 12.000 pontos e em 36.000 após serem fortalecidas. Ou seja, essas apóstolas de platina tinham quase o dobro de seus atributos.

E o Nível V de fortalecimento do corpo de Shia era:

 

Força Física: 100 ⇒ [CM2: 200] ⇒ [MS3: 400] ⇒ [FC4 V: 38.400]
Vitalidade: 120 ⇒ [CM: 240] ⇒ [MS: 480] ⇒ [FC V: 38.480]
Resistência: 100 ⇒ [CM: 200] ⇒ [MS: 400] ⇒ [FC V: 38.400]
Agilidade: 130 ⇒ [CM: 260] ⇒ [MS: 520] ⇒ [FC V: 38.520]
Poder Mágico: 3.800 ⇒ [CM: 7.6005]
Resistência Mágica: 4.000 ⇒ [CM: 8.000]

 

Esses números representavam a situação atual da garota-coelho. Essas eram especificações que lhe permitiriam superar as apóstolas normais, mas ficavam muito aquém das apóstolas de platina contra as quais ela estava lutando.

Shia, que foi lançada para longe por Erst, voou horizontalmente pelo chão. Contudo, não havia um único sinal dela perdendo a compostura e o sorriso feroz e ousado ainda estava lá.

Raios de luz das apóstolas de platina se aproximavam dela da esquerda e da direita. Usando Wirr Drücken, ela impulsionou seu corpo e evadiu. Assim, ela se virou para Zweit, que a esperava por trás, rolou e usou sua força propulsora para fazer um golpe completo com seu martelo de guerra.

A segunda apóstola, de forma involuntária, a encarou maravilhada depois de suas próximas palavras, que foram acompanhadas por um grito de guerra.

― Nível VI!!

— !?

O impacto que se seguiu… Se alguém descrevesse essa cena com uma pintura, o impacto físico seria o mesmo que o impacto facial entre o rosto de Erst momentos antes e agora.

No entanto, pouco antes do golpe com a força da propulsão de Shia, ela operou a magia da gravidade de Wirr Drücken e seu peso aumentou. A apóstola de platina não podia ignorar o poder destrutivo que foi criado.

Com um rugido terrível, uma onda de choque foi criada entre as duas que entraram em conflito. A poeira subiu e, em seu interior, um par de espadas grandes capturou o golpe de Wirr Drücken e estava presa com o martelo.

O golpe não pôde mais ser detido com apenas uma mão. Os pés de Zweit, que haviam sido empurrados um pouco para trás, eram testemunhas disso.

Fortalecimento Corporal Nível VI de Shia. Seus valores eram:

 

Força Física: 100 ⇒ [CM: 200] ⇒ [MS: 400] ⇒ [FC VI: 46.000]
Vitalidade: 120 ⇒ [CM: 240] ⇒ [MS: 480] ⇒ [FC VI: 46.080]
Resistência: 100 ⇒ [CM: 200] ⇒ [MS: 400] ⇒ [FC VI: 46.000]
Agilidade: 130 ⇒ [CM: 260] ⇒ [MS: 520] ⇒ [FC VI: 46.120]
Poder Mágico: 3.800 ⇒ [CM: 7.600]
Resistência Mágica: 4.000 ⇒ [CM: 8.000]

 

Mas ela ainda estava longe de ser páreo para as adversárias.

Entretanto, o artefato feito por Hajime e sua magias da era dos deuses compensavam essa lacuna.

Shia derramou magia em Wirr Drücken, que estava envolvido em uma competição de força com as duas espadas grandes no centro, ativando assim um truque.

KASHUN! Uma parte do centro da superfície danificada escorregou e, no interior, a estaca preta que foi carregada começou a emitir faíscas azuis claras e girou em alta velocidade.

― Perfure!

Após a palavra de Shia, seu dedo puxou o gatilho.

GoOOON!

Um rugido estrondoso reverberou.

― Hã!?

A voz surpresa de Zweit surgiu.

O bate-bunker instalado em Wirr Drücken pulverizou de forma impiedosa o par de espadas grandes em mil pedaços e se aproximou da cabeça da apóstola.

Zweit, surpresa, mal conseguiu afastar a cabeça, mas a estaca preta que roçou sua bochecha infligiu uma ferida significativa no belo rosto que lembrava uma obra de arte e rasgou a maioria de seus belos cabelos platinados.

Do céu, Dritte atirou penas de platina. Assim como Vierte e Funfte da esquerda e da direita.

Além disso, Zweit, que estava à queima-roupa, moveu-se para evitar o clarão prateado, e Erst balançou suas espadas gêmeas de platina.

Não havia escapatória.

Elas haviam reavaliado o aumento de especificações no fortalecimento corporal de Shia, e talvez estivessem tentando derrubá-la depressa. Talvez ela fosse forte o suficiente para derrubar Zweit se as apóstolas não fossem cuidadosas.

Qualquer meio de fuga era praticamente inexistente para a garota-coelho.

De repente, Shia fechou os olhos.

― Você desistiu?

A voz de Erst surgiu.

Ela não conseguia pensar em nenhuma outra razão para Shia fechar os olhos nessas circunstâncias. Qualquer pessoa pensaria da mesma maneira que a primeira apóstola.

Mas não havia como o monstro em forma de coelho ficar ali e aceitar a derrota.

E no momento seguinte, todos os ataques erraram o alvo.

― !?

― !?

― !?

― !?

― !?

Suas expressões desumanas perderam a perfeição.

Em vez disso, seus rostos foram pintados com confusão e surpresa.

Não havia como evitar isso. Porque, afinal, Shia ainda estava de pé. Ela estava lá e, mesmo assim, todos os ataques passaram pela garota.

Não era como se pessoa tivesse sido dividida em duas com tanta habilidade que não havia percebido, nem que ela tivesse sido obliterada pelas penas e pelo clarão.

A causa foi a visão estranha exibida diante dos olhos das apóstolas. Aquela visão estranha era a de uma Shia que se tornara semitransparente.

Magia espacial, Meia Transição ― uma magia que mudava metade do corpo da pessoa para um espaço diferente. Toda interferência do espaço de origem não chegaria ao corpo. Em outras palavras, era uma magia de defesa absoluta.

Esta era, por assim dizer, uma magia de transição falha que conectava dois espaços. Se alguém que não fosse Shia fizesse isso, não seria improvável que seu corpo se desfizesse em pedaços, por isso era uma magia defeituosa para emergências e que era bastante perigosa. De nenhuma maneira as aptidões mágicas da garota-coelho eram ruins, apesar de ser uma especialista em fortalecimento corporal, e como ela estava em um estado em que rompeu seus limites graças ao Cheatmate que usou, Shia podia usar a magia espacial como uma habilidade física.

Claro, essa era uma magia que ela não podia usar sempre que quisesse. Pois isso consumia uma enorme quantidade de poder mágico. E além de Shia não poder interferir no espaço de origem na meia transição, ela não conseguia nem se mexer. Portanto, esse era um trunfo que só poderia ser usado uma vez em uma batalha.

Por esse motivo, a garota-coelho não perderia essa chance.

Assim que o ataque passou por seu corpo, ela desfez a meia transição e retornou ao espaço de origem para mergulhar para a frente enquanto disparava projéteis sólidos explosivos ao seu redor.

Ela se aproximou de Zweit, que havia perdido seu par de espadas grandes e só estava disparando seu bombardeio de platina. Então, a garota passou pelas mãos esticadas da apóstola em um movimento semelhante ao de uma cobra e suas mãos agarraram a cabeça de Zweit.

Colocando a palma da mão para cobrir os olhos da segunda apóstola, Shia usou suas unhas na testa de Zweit para travar seu aperto.

Então…

― Nível VII!!

Um fortalecimento corporal adicional.

 

Força Física: 100 ⇒ [CM: 200] ⇒ [MS: 400] ⇒ [FC VII: 53.600]
Vitalidade: 120 ⇒ [CM: 240] ⇒ [MS: 480] ⇒ [FC VII: 53.680]
Resistência: 100 ⇒ [CM: 200] ⇒ [MS: 400] ⇒ [FC VII: 53.600]
Agilidade: 130 ⇒ [CM: 260] ⇒ [MS: 520] ⇒ [FC VII: 53.720]
Poder Mágico: 3.800 ⇒ [CM: 7.600]
Resistência Mágica: 4.000 ⇒ [CM: 8.000]

 

Possuindo estatísticas muito superiores às das apóstolas normais fortalecidas, ela correu para a frente enquanto ainda segurava a cabeça de Zweit, escapando do cerco em que estivera.

Em instantes, ela excedeu a velocidade do som, atravessou a parede da atmosfera e bateu a parte de trás da cabeça da segunda apóstola com essa força insana contra uma pedra que se projetava do chão.

Levando em consideração a vitalidade das apóstolas de platina, não havia como esmagar a cabeça delas como um tomate. Por outro lado, a pedra foi pulverizada. Contudo, Shia não parou por aí e continuou pressionando a cabeça de Zweit no chão, antes de disparar uma bala explosiva à queima-roupa.

Além disso, enquanto pulava daquele local, ela continuava puxando o gatilho várias vezes. Contra a bala explosiva, criando ondas de choque brutais, mesmo que Zweit não sofresse ferimentos graves, não havia sinal de que ela pudesse se mover, e ela estava sendo crucificada no chão como se fosse apenas uma boneca.

Percebendo isso, Erst e as outras começaram uma perseguição, a garota-coelho retirou um grande pedaço de metal da Caixa do Tesouro II. Era uma forma retangular, com vinte metros de comprimento e dez metros de largura.

Em uma das faces havia um pequeno buraco. Shia mudou o formato de Wirr Drücken e o enfiou no buraco.

Então o item se tornou óbvio. O enorme objeto retangular era um equipamento externo conectado ao martelo para causar danos.

Mesmo se o portador estivesse usando a magia da gravidade, havia um limite para a redução de peso. Um humano não seria capaz de suportar cem toneladas, mesmo com o uso dessa magia.

Sim, este martelo realmente pesava cem toneladas.

― Que a terra seja desfigurada, desu!

Shia soltou um grito.

Usando sua força física que havia sido fortalecida além do reino dos humanos e estava em plena aceleração, ela balançou o martelo para baixo, preparando-se para causar um impacto que não era menos comparável ao de um asteroide colidindo com uma estrela.

Quando Zweit enfim conseguiu levantar seu corpo da tempestade dos projéteis explosivos, toda a sua visão já estava coberta com uma parede fria de metal.

― !!!

Ao mesmo tempo, ela entrou em seu modo de defesa usando suas penas prateadas para cobrir seu corpo com uma malha. Mas, na superfície do ataque, havia uma pedra seladora, e no momento do impacto, ela desfez as penas que desapareceram por completo sob o peso que desafiava o bom senso.

Então, um forte terremoto ocorreu.

A ilha artificial que foi vítima do terremoto não natural ribombou. O chão desabou onde a cabeça do martelo bateu como a lápide de uma sepultura. E, como se quisesse confirmar o efeito de sua ação, o martelo começou a girar.

Nesse momento, na superfície do martelo que tocava Zweit, incontáveis arestas afiadas cresceram, e sons de trituração ressoaram quando foram feitos buracos na apóstola. Na verdade, uma série de brocas foi anexada à cabeça deste martelo. Para pulverizar em milhões de pedaços o inimigo que havia sido esmagado por ele.

Além disso, pedras seladoras também foram colocadas nas arestas afiadas para negar a resistência do inimigo. Mesmo que Zweit usasse suas penas de platina para proteger seu corpo, seria inútil. Realmente, os homens gostavam de furadeiras.

Olhando para o martelo de cem toneladas que continuava cavando o chão aos poucos, Erst e as outras apóstolas, com uma atitude disciplinada que parecia indiferente à situação de sua companheira, avançaram em direção a Shia.

A garota-coelho acabara de abaixar verdadeiras cem toneladas. Ela iniciou o processo de desmontar Wirr Drücken da cabeça do martelo ao encolhê-lo. Era certo que ela não faria isso a tempo, e ela não poderia usar sua Meia Transição mais uma vez. Se ela o fizesse, o consumo de energia mágica da pedra de cristal se tornaria desequilibrado e o fortalecimento de seu corpo seria desfeito.

Se isso acontecesse, se ela fosse atingida apenas uma vez, não haveria uma segunda chance.

Assim, Shia teria que usar outro de seus trunfos.

― Este é o fim!

A sentença de Erst penetrou seus ouvidos.

Ao mesmo tempo…

Gakin!

Um som duro ressoou.

De Shia, que havia recebido e parado o par de espadas grandes.

Ela não usou um equipamento que dependesse de um artefato para bloquear as espadas, nem usou o cabo de Wirr Drücken.

Ela tinha apenas seu corpo à disposição, e foi assim que ela interrompeu o golpe do par de grandes espadas.

― Roupas de Aço… vai ser preciso mais do que ataques normais para me derrubar, sabia?

A voz destemida de Shia ecoou.

Era literalmente como se ela usasse roupas de aço: essa era uma magia da metamorfose que fortalecia seu corpo.

Seu pescoço, ombros, braços, pés. A espada que obviamente visava cortar a garota-coelho em vários pedaços, embora tenha conseguido morder um pouco de seu corpo por causa da capacidade de desintegração, foi impedida de infligir uma ferida grave.

As apóstolas congelaram de forma involuntária. Elas começaram a procurar em seus dados em alta velocidade por uma explicação, mas não importava o quanto elas buscassem, não havia registro de dados de Shia tendo uma habilidade defensiva tão avançada quanto as de Hajime. O fato de que ela se tornou impenetrável usando magia da metamorfose indicava que sua maneira de a usar tinha que ser muito única.

A Transformação Demoníaca do Sexto Céu era única no uso de uma pedra mágica, algo que era semelhante ao que Ryutaro fez. Isso fazia com que o corpo do usuário passasse por uma metamorfose. Não era muito diferente da Dragonificação de Tio. Era uma Transformação de Aço, por assim dizer. Embora seu consumo de poder mágico não estivesse no nível da Meia Transição, ainda era significativo, então seu uso tinha que ser pensado com cautela.

As apóstolas começaram a tremer um pouco. Mas esta mera ação causaria uma lacuna fatal nesta batalha que era tudo menos usual.

Gashun! O processo de encolhimento de Wirr Drücken foi concluído. O rosto de Shia mostrou um leve sorriso com o retorno de seu parceiro para suas mãos.

Então ela soltou aquele grito de guerra mais uma vez.

― Nível VIII!!

― Hã!?

Um poder mágico azul claro surgiu. Os atributos de Shia aumentaram mais uma vez!

 

Força Física: 100 ⇒ [CM: 200] ⇒ [MS: 400] ⇒ [FC VIII: 61.200]
Vitalidade: 120 ⇒ [CM: 240] ⇒ [MS: 480] ⇒ [FC VIII: 61.280]
Resistência: 100 ⇒ [CM: 200] ⇒ [MS: 400] ⇒ [FC VII: 61.200]
Agilidade: 130 ⇒ [CM: 260] ⇒ [MS: 520] ⇒ [FC VIII: 61.320]
Poder Mágico: 3.800 ⇒ [CM: 7.600]
Resistência Mágica: 4.000 ⇒ [CM: 8.000]

 

Sua habilidade física estava se aproximando da das apóstolas de platina.

O rosto de Erst se contorceu.

Logo em seguida, o par de espadas prateadas que estavam tentando cortar as Roupas de Aço da garota-coelho foi repelido. Então, com os dois braços de Erst levantados devido a força de repulsão, seu estômago foi deixado exposto, e um Wirr Drücken giratório foi empurrado nesse ponto com poder total.

― Gaha!?

O corpo de Erst estava dobrado para frente. Uma pequena exalação, junto com vômito cheio de sangue, escapou de sua boca, e uma de suas espadas caiu de seu braço que perdeu a força após o choque. E ela saiu voando com força incrível, como a bola de um jogo de pinball.

Dritte, que estava atordoada com a defesa absurda diante de seus olhos, de repente voltou a si e brandiu suas espadas gêmeas. Shia desviou ao simplesmente deixar-se entrar em queda livre em direção ao chão. Vierte e Funfte a perseguiram usando seu bombardeio de platina e penas.

Usando a Visão da Revelação Divina e a Aerodinâmica, a garota-coelho escapou por um triz. Ela aterrissou perto do grande buraco vazio feito na ilha flutuante pela broca extragrande. Olhando em seu interior, ela confirmou que Zweit havia sido eliminada. Além disso, ela confirmou os rostos severos das apóstolas depois que Erst, a primeira apóstola, havia recebido danos sérios quando foi lançada para longe.

Mesmo tendo a convicção de que estavam dominando a inimiga, elas perceberam que restavam apenas três delas.

Aproximando-se de Shia, de repente, a declaração anterior dela passou por suas mentes.

“Para pessoas como vocês e seu ****** mestre, posso fazer a seguinte previsão: não há futuro!”

Dritte, que estava na liderança, cerrou os dentes.

Ela estava pensando em algo insignificante, isso era tudo bobagem.

Assim, ela sacudiu a sensação ameaçadora que estava grudando em sua pele e balançou seu par de espadas grandes com toda sua força.

Aquele golpe de espada, ao qual foi acrescentado o poder de sua queda, só poderia ser descrito com uma palavra: poderoso.

Em resposta, Shia preparou a parte inferior de Wirr Drücken e adotou uma postura de interceptação.

“Que tola.”, pensou Dritte. De forma surpreendente, seu corpo fortalecido merecia crédito. Sem dúvidas, esse foi um impulso extraordinário que lhe permitiu chegar ao nível delas, as apóstolas de platina.

Mas, mesmo com isso, ela não podia alcançá-las. Este ataque, que também usava a velocidade de sua queda, era algo que excedia o poder das estatísticas de Shia. Portanto, não havia como ela se defender. Quanto mais interceptar o golpe!

Contudo…

“… por que sua boca está se movendo!? Que diabos você pretende dizer!?”

Na verdade, ela sabia. Nesta cena em câmera lenta, o movimento nos lábios de Shia era algo familiar, algo que ela havia visto muitas vezes nessa batalha. Cada vez que essas palavras poderosas eram desencadeadas neste mundo, pouco a pouco, ela se aproximava. Do nível delas. Era como um espírito maligno à espreita no abismo, cujas mãos estavam ficando mais longas para arrastá-las para dentro.

Os músculos de Dritte congelaram.

Dessa forma, mesmo sem perceber, ela fez um pedido.

“Por favor, pare!”

Mas, de forma natural, não havia como esse desejo se tornar realidade…

― Nível IX!!

 

Força Física: 100 ⇒ [CM: 200] ⇒ [MS: 400] ⇒ [FC IX: 68.800]
Vitalidade: 120 ⇒ [CM: 240] ⇒ [MS: 480] ⇒ [FC IX: 68.880]
Resistência: 100 ⇒ [CM: 200] ⇒ [MS: 400] ⇒ [FC IX: 68.800]
Agilidade: 130 ⇒ [CM: 260] ⇒ [MS: 520] ⇒ [FC IX: 68.920]
Poder Mágico: 3.800 ⇒ [CM: 7.600]
Resistência Mágica: 4.000 ⇒ [CM: 8.000]

 

Shia Hauria estava agora excedendo as apóstolas de platina. O par de grandes espadas que Dritte havia abaixado e Wirr Drücken, que Shia havia erguido, colidiram.

O choque semelhante a uma explosão se espalhou pelos arredores, e o chão ao redor da garota-coelho explodiu, criando uma cratera.

Mesmo com a velocidade da queda adicionada, as duas potências concorrentes eram iguais.

Faíscas espalhavam-se de forma esplêndida do choque do par de grandes espadas e Wirr Drücken que estavam travadas uma contra a outra.

― Para se opor as apóstolas de deus, que arrogância! Coloque-se em seu lugar! Shia Haulia!

As apóstolas não tinham coisas como emoções. Isso era mentira.

Dritte, que se tornou agressiva e traiu a calma habitual das servas de deus, agitou as asas em suas costas na tentativa de esmagar a garota-coelho.

Afinal, como ela declarou, era imperdoável resistir a um ser como ela que merecia o título de apóstola de deus. Mas, o mais imperdoável era o fato de ela abrigar o sentimento de “medo” causado por Shia, alguém que havia entrado em seu próprio território.

Para negar isso, ela derramou mais poder em seu par de grandes espadas com desespero.

Shia, que avistou Vierte e Funfte esgueirando-se por trás para tentar um ataque de pinça da esquerda e da direita, falo:

― Rá, eu não fazia ideia! Lá se foram as suas regras.

Shia envolveu o pescoço de Dritte.

Usando seus cabelos.

― Isto é…

― Você está no caminho!

Seu cabelo, como se fosse um ser vivo, apertou o pescoço de Dritte e jogou-a com força tremenda contra Vierte, que se aproximava da esquerda. Nem Dritte, nem Vierte, jamais poderiam esperar que os cabelos de Shia se movessem como um ser vivo. Elas foram pegas de surpresa e jogadas no chão.

E então, a expressão no rosto de Funfte, que estava se aproximando da direita… congelou.

Sim, ao ver aquele rosto…

― Impossível, isso não pode estar acontecendo! Essa coisa está nos ultrapassando!

― Muito bem, este é o último… Nível X!!!

Funfte gritou em negação quando Shia, cuja mágica azul celeste se refletia nas paredes, deu um passo à frente.

 

Força Física: 100 ⇒ [CM: 200] ⇒ [MS: 400] ⇒ [FC X: 76.400]
Vitalidade: 120 ⇒ [CM: 240] ⇒ [MS: 480] ⇒ [FC X: 76.480]
Resistência: 100 ⇒ [CM: 200] ⇒ [MS: 400] ⇒ [FC X: 76.400]
Agilidade: 130 ⇒ [CM: 260] ⇒ [MS: 520] ⇒ [FC X: 76.520]
Poder Mágico: 3.800 ⇒ [CM: 7.600]
Resistência Mágica: 4.000 ⇒ [CM: 8.000]

 

Essa era uma capacidade física avassaladora que superava as estatísticas das apóstolas de platina em mais de 10.000 pontos.

Do ponto de vista de Funfte, tudo o que ela podia ver era Shia desaparecendo de repente de seu campo de visão. A velocidade de movimento da garota-coelho enfim excedeu a capacidade de percepção das apóstolas.

Funfte arregalou os olhos, aterrorizada, diante da situação impossível em que ela, uma apóstola de deus, havia perdido de vista o inimigo que estava enfrentando, quando sentiu uma figura em suas costas.

Mal tendo tempo para direcionar sua linha de visão sobre os ombros, tudo o que refletia em seus olhos era um martelo de guerra se espalhando por todo o seu campo de visão.

― Ku, uma coisa dessas…

Veio a voz extremamente trêmula de Dritte quando ela retomou a sua posição depois de ter sido jogada no chão junto com Vierte. No fim de sua visão havia a cena surreal da cabeça de Funfte pulverizada, com apenas uma mancha no chão.

― Dritte… neste ritmo…

Do lado de Dritte, Vierte, que preparou seu par de espadas grandes, dirigiu-se a sua companheira apóstola enquanto mantinha os olhos trêmulos em Shia. No entanto, não houve palavras de acompanhamento. Era óbvio que ela não queria dizer o que viria a seguir com franqueza.

Dritte não poderia responder. Entretanto, naquele momento, ela viu um fenômeno incomum em torno da garota-coelho. Não, para ser mais preciso, era um fenômeno incomum em torno daquilo que merecia o título de parceiro de Shia, o martelo de guerra.

— Isto é…

Se elas focassem seus olhos, poderiam ver incontáveis rachaduras em Wirr Drücken.

Isso não era coincidência.

Afinal, ele encarou incontáveis ataques de frente, cada um dos quais com capacidade de decomposição e um alto e incomum impacto, e, além disso, agora tinha que lidar com a força física insana de Shia que superava a razão. Em vez disso, o que era mais surpreendente foi como ele resistiu a tudo isso até agora.

— Vierte, mire a arma.

— … entendi.

Ela entendeu a intenção por trás dessas palavras.

Logo depois disso, a forma da garota-coelho desapareceu.

No momento em que Dritte percebeu isso, Shia já havia aparecido atrás dela. Uma velocidade verdadeiramente avassaladora. Se fosse apenas habilidade física, ela estaria superando até um Hajime usando a Quebra Suprema.

No entanto, as apóstolas teriam agora o objetivo de evitar o contato físico a todo custo, mesmo que muito pouco, depois de ver o que aconteceu com Funfte.

No momento em que viu Shia desaparecer, ela cobriu o corpo com as asas e apontou suas enormes espadas para o alto.

Suas penas foram pulverizadas em um instante, mas elas conseguiram reduzir a força do golpe da garota-coelho até certa ponto, permitindo que o par de espadas grandes parasse por completo o golpe.

— GuUUUUUUUUU!?

Mesmo assim, Dritte sem querer soltou um grito angustiado com o tremendo choque que resultou. Os dois braços dela emitiram um som desagradável que parecia revelar que haviam atingido seu limite. Então, Vierte usou sua capacidade de decomposição ao máximo.

O alvo não era Shia, mas as rachaduras se espalhando por Wirr Drücken. Ela estimou que, se a garota-coelho perdesse a arma, as apóstolas apenas enfrentariam sua carne e, portanto, teriam uma chance de ganhar.

No entanto…

— Eu previ isso, sabia?

A derivação de sua magia nativa, Visão do Futuro: Visão Hipotética. Shia ficou desconfiada da discussão de Dritte e Vierte. “E se eu atacar Dritte?” Ela deu uma olhada para o futuro para essa eventualidade com sua capacidade.

Portanto, ela sabia onde a quarta apóstola pretendia atacar.

As belas pernas de Shia desapareceram. Suas pernas esbeltas, longas e tonificadas foram fixadas no pescoço de Vierte.

Gokin!

Ressoou o som de algo sendo esmagado.

O pescoço de Vierte estava dobrado na direção errada. A seguir, disparando em um instante, veio a explosão de um chute giratório elegante e poderosíssimo que fez o corpo de Vierte voar com força assustadora.

— Ku, que monstro maldito.

— Por favor, não comece a me elogiar tão de repente.

Dritte disparou seu bombardeio de platina. Em termos de distância, o alcance estava à queima-roupa.

Contudo, como se fosse natural, ele não atingiu Shia. Sua forma desapareceu em um instante e, no momento seguinte, ela se esgueirou pelo espaço pessoal de Dritte.

Sem sequer ter tempo para respirar, a terceira apóstola recebeu um golpe de cotovelo na boca do estômago. — Gohaa! — Com isto, Dritte, que estava reduzida a um estado lamentável onde estava vomitando sangue, recebeu um chute que parecia perfurar o céu. Diante da bela forma que se curvava 180 graus de cima para baixo, Dritte, cujas mandíbulas haviam sido pulverizadas, saiu voando pelo ar em um estado sem esperança.

— Exploda, desu!

Um grito, depois uma explosão.

Ao voltar para sua posição, erguido acima da cabeça, para sua posição original, Wirr Drücken já havia acelerado muito e não era mais visível.

Naquele momento, ele quebrou a velocidade do som, causando uma explosão no ar, e no momento seguinte, seu movimento completo foi realizado.

E Dritte, que recebeu esse golpe…

Sua forma não estava mais em lugar algum em que pudesse ser vista.

Tudo o que restava eram manchas vermelhas no chão.

Então, um grito de guerra ressoou:

— HaaaAAA!!

Era Vierte. Parecia que ela não morreu mesmo com o osso de seu pescoço pulverizado. Ela criou uma onda de chamas em torno de um quadrado mágico usando suas asas de platina, adentrou a magia e começou a se aproximar de Shia.

— Tal coisa não vai funcionar contra o meu eu atual!

Balançando as orelhas de coelho, ela sentiu a presença de Vierte dentro do grande incêndio, e balançou Wirr Drücken com uma sincronia esplêndida no local onde a apóstola estava se cobrindo com as chamas.

Então, o que surgiu pulando… foram duas sombras.

— !!!

Shia estava surpresa. A garota arregalou os olhos com o fato de que ela, que era excelente na percepção de presenças, havia sido enganada.

Pela presença de Vierte, o grande incêndio, assim como toda a estratégia resultante.

— Seja destruída!

A grande espada que foi desferida contra Wirr Drücken, no momento em que o martelo atingiu Vierte, era de Erst.

Como se trocasse a vida da quarta apóstola por mais poder, os membros de Vierte foram pulverizados juntos com Wirr Drücken. Dentro das chamas começando a se dispersar por causa da morte de sua invocadora, Erst passou correndo por Shia para encarar suas costas. Então, ela se virou e desferiu sua espada grande para perfurar a garota-coelho, que acabara de perder seu parceiro.

Realizando uma rotação que parecia uma dança, ela adotou uma postura marcante e sua grande espada se aproximava de Shia para tirar sua vida.

Do outro lado, Shia, que estava de costas para Erst, virou-se como um espelho.

Então, por um momento, seus olhares se encontraram. Nesse espaço em câmera lenta, ambos os sentimentos foram transmitidos uma a outra.

“As apóstolas não podem perder!”

“Eu serei aquela que vai vencer!”

O brilho das grandes espadas aumentou. Era um brilho que mostrava que, mesmo contra as Roupas de Aço, elas estariam prontas para cortar o pescoço de Shia. Essa era a irradiação de uma vontade forte o suficiente para questionar sua emanação de uma marionete.

Ou talvez, naquele momento, ela estivesse apostando em seu orgulho como apóstola, que não queria perder e iria cumprir a missão de deus e das servas de deus.

Mas “Eu não quero perder” e “Eu quero vencer”. Havia uma lacuna de força entre essas duas vontades. Quando elas entraram em conflito, aquela com mais pressão foi sem dúvidas… a última.

Como se para provar esse fato, dentro do espaço em câmera lenta, algo começou a se formar na mão de Shia, que deveria estar vazia. Líquido vermelho, como se estivesse vivo, começou a convergir.

Erst arregalou os olhos de surpresa.

Isso aconteceu porque… Shia estava segurando um martelo de guerra feito de sangue que se formou do corte que ela infligiu em seu próprio braço.

Martelo de Guerra Carmesim ― essa era uma mágica que usava magia da metamorfose no próprio corpo, assim como as Roupas de Aço. Algo que lhe permitia manipular com liberdade seu sangue.

Deixando o espaço em câmera lenta e retornando ao mundo original, no momento seguinte, ambas entraram em choque…

Mais uma vez, elas estavam de costas uma para a outra.

O martelo da guerra vermelho estava caindo e espalhando sangue como se fosse uma flor de cerejeira.

Pushu! Sangue jorrou do pescoço da alerta Shia.

Então, uma voz surgiu:

― … eu me pergunto o que essa coisa surgindo dentro de mim. Essa coisa apertando que me faz querer gritar. Shia Haulia. Você sabe o que é isso?

― … não é frustração?

Ouvindo a resposta de Shia, Erst assentiu: ― Entendo.

Depois disso, algo caiu do céu e grudou no chão, separando as duas.

Era a grande espada que havia sido quebrada no meio.

Olhando mais de perto a posição da primeira apóstola, não foi apenas sua espada que havia sido quebrada. Em seu peito, havia um grande buraco. Era óbvio que o que havia dentro havia sido pulverizado.

Erst enfim relaxou seu estado de alerta e jogou fora sua espada quebrada. Então, ela olhou por cima dos ombros para Shia, que também havia relaxado, e murmurou suas últimas palavras com um rosto inexpressivo.

― Eu te odeio.

Assim como a garota-coelho disse, esse foi o resultado do considerável nível de frustração que ela estava contendo…

Erst disse apenas isso, depois caiu como um boneco cujas cordas haviam sido cortadas.

Com esse som, Shia agitou as orelhas de coelho e seu cabelo e se virou. Então, ela murmurou algo. Como se dissesse que essa foi a causa de sua vitória. Com um sorriso largo e sem medo.

― Eu te odeio muito mais.

Então, ela caiu.

― Ahh, como esperado, o Nível X cobra um preço altoooo. E como eu também usei o Martelo de Guerra Carmesim, estou ficando com anemia…

Enquanto tomava um medicamento restaurador da Caixa do Tesouro II, Shia murmurou um monólogo e conseguiu manter sua consciência que parecia pronta para desaparecer a qualquer momento.

― Muito bem, lidei com as apóstolas, mas… o que está acontecendo do lado de Tio-san…

Shia redirecionou sua consciência para Tio de quem ela havia sido separada enquanto lutava com as apóstolas de platina. Buscando em sua memória, quando as duas se separaram, os dragões negros armados estavam cercados por inúmeros monstros e pareciam estar lutando sem perder.

Os clarões em preto e branco que voavam no céu eram dignos de uma batalha espacial entre duas frotas em um filme de ficção científica.

Como os dragões negros não pareciam estar perdendo terreno, e que a mestra deles, Tio, parecia estar bem, Shia deu um suspiro de alívio.

Mas, no momento seguinte…

― OoOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!

Incontáveis gritos violentos surgiram, o que causava a sensação de que o céu ia cair. E, ao mesmo tempo, um grande exército de monstros apareceu, deixando clara a proporção anterior.

Shia achou que isso era ruim e que tinha que tentar se levantar, mas o efeito adverso do Nível X foi esmagador, e não parecia que ela seria capaz de se levantar tão cedo.

Enquanto isso, algo mais ocorreu. Ela se perguntou se eram os terríveis clarões no céu…

ZuDooOOOON!!

Um tremor de terra se espalhou, e algo veio com força tremenda para o lado da garota-coelho, que estava deitada no chão. Ela foi balançada pelas oscilações.

Pensando no que era isso, Shia virou seu olhar à frente enquanto levantava a parte superior de seu corpo. Naquele local, estava…

― Eh… Tio… -san?

Deitada no chão completamente destruído, com feridas por todo o corpo, estava a figura de Tio.


Tradutor:



Notas

[1] Barrel roll é uma acrobacia aérea em que uma aeronave faz um giro completo como se estivesse rolando sobre seu eixo longitudinal.

[2] CM significa “Cheatmate”.

[3] MS significa “Magia de Sublimação”.

[4] FC significa “Fortalecimento Corporal”.

[5] Para quem não se lembra, o Fortalecimento Corporal da Shia multiplica a quantidade de Poder Mágico do usuário pelo número do Nível atual de Fortalecimento Corporal que está sendo usando. Ex.: Nível V ⇒ 7.600 x 5 = 38.000 pontos para somar com os atributos bases. Se a Força Física é 400, então no FC V ela fica com 38.000 + 400 = 38.400.



Fontes
Cores