Arifureta – Capítulo 162 – Antes da batalha decisiva


Shizuku estava esperando para receber Hajime e os outros à frente do portal pelo qual eles passariam.

— Até que enfim vocês vieram. Todos estão esperando. Me acompanhem.

Shizuku disse só isso antes de girar em seus calcanhares e caminhar em direção à fortaleza grosseira bem na frente deles, da praça onde a abertura do portal estava instalada.

À primeira vista, era óbvio que era uma fortaleza de tijolos vermelhos que foi construída às pressas, no entanto, a escala da construção ostentava um grau de conclusão que era impensável para algo feito em apenas um ou dois dias. Com certeza este foi o resultado do uso excessivo de artefatos no nível da magia da era dos deuses que elevou a capacidade da trapaça de Kentaro Nomura e do poder dos magos da terra e os artesãos do reino e do império em várias vezes.

Aquela fortaleza e a grande planície em frente à capital do reino, onde várias centenas de milhares de forças de batalha estavam acampadas, foram iluminadas com artefatos de iluminação, a área estava luminosa como se fosse de tarde. A Capital do Reino Hairihi e a Montanha de Deus, que eram visíveis ao longe, pareciam diferentes do habitual pela forma que eram iluminadas com luz externa que criava uma sombra, fazendo qualquer que um as vissem sentissem uma emoção profunda e misteriosa.

As costas de Shizuku, que os liderava e foi iluminada por essa luz artificial, parecia extremamente mal-humorada por algum motivo.

— Yaegashi, algo aconteceu?

Shizuku parou quando Hajime fez essa pergunta a ela, logo depois, ela se virou de forma vigorosa, e com uma rápida caminhada, aproximou-se dele e agarrou o braço do Sinergista com força. Sem nenhuma pausa, ela enterrou o braço de Hajime entre o vale de seus peitos, era uma postura de “dar os braços”, por assim dizer. Enquanto isso, ela o incentivava a avançar.

Shia e os outros piscaram os olhos com a ousadia incomum do ato de Shizuku.

— Ei, ei, Yaegashi. Qual é o problema?

— É Shizuku. Parece que já é tarde demais agora, mas por favor, me chame de Shizuku. Eu também vou te chamar de Hajime.

— Hã?

A Espadachim suspirou cansada em direção ao perplexo Sinergista enquanto explicava sua verdadeira intenção.

— Sua Majestade, o imperador, é irritante, sabia? Ele tentou inventar uma desculpa esfarrapada para me colocar ao lado dele, ele tentou alguns avanços em mim… mesmo assim, todos os seus motivos eram lógicos e, além disso, ele fez o que precisava fazer com perfeição, então não pude reclamar.

Parecia que Shizuku estava irritada porque Gaharudo estava dando em cima dela.

— Eu disse a você que não havia problemas em dar meu nome nesse tipo de momento, não disse?

— Eu disse a ele. Que a pessoa que eu amo é Nagu-… Ha-Hajime.

— Você está agindo com muita timidez. Então? Se ele ainda está em cima de você, você poderia apenas entrar em contato comigo, não?

A expressão de Shizuku passou de desagrado para um olhar perturbado.

— … eu não queria te incomodar por um problema desses. Afinal, Ha-Hajime é a chave da vitória das forças aliadas. Além disso, para vencer Ehito, você precisava preparar várias contramedidas, não precisava?

— Está tudo bem, mesmo que você não seja tão atenciosa, entendeu? Isso acabaria apenas ao abrir um portal e eu enchendo-o de balas.

— Fufu, como pensei que você faria isso, me impedi de entrar em contato com você. Mesmo que sejam balas de borracha, você estaria atacando o líder de um país, não estaria? É por isso que, como compensação, nesse momento, me mime dessa forma. Sua Alteza, o imperador, também está na sala de conferências, assim sendo, isso também será uma provocação para ele.

— Entendo.

— Por isso, Shia e as outros também, permitam isso só um pouco, tudo bem?

Para Shizuku, que disse isso se sentindo um pouco culpada, Shia e as outras devolveram um sorriso dizendo para ela não se preocupar.

A propósito, Remia e Myuu não estavam com eles, mas havia os rangers demoníacos que acompanhavam as duas. Myuu e Remia também queriam acompanhá-los à fortaleza porque poderiam fazer suas tarefas lá, mas Hajime não permitiu isso. No entanto, nesse período perigoso que ameaçava o mundo em que um caso sério estava relacionado a Yue-oneechan, não poder fazer nada deprimiria muito o coração de Myuu, por isso o Sinergista atribuiu a habilidade de controle remoto ao golem-vivo.

Essa habilidade permitia que o controlador compartilhasse a visão e a audição do golem da zona segura que era o esconderijo de Orcus, além do controlador poder enviar suas instruções com precisão. Com isso, Myuu pôde aceitar ser deixada porque também tinha algo que poderia fazer. O Papai estava mesmo mimando sua filha.

Ao longo do caminho, os soldados estavam sussurrando: — Aquele é… — enquanto enviavam olhar cheio de reverência para o grupo. Mesmo sentindo vergonha dos olhares dos soldados, mas agindo de forma mimada com Hajime, Shizuku foi capaz de suportar e também reduziu o estresse que ela recebeu de Gaharudo, no momento em que ela conseguiu se curar até certo ponto, eles chegaram a um salão espaçoso dentro da fortaleza.

Uma grande mesa estava colocada lá dentro, nos lugares de honra estavam Liliana e Randell, Gaharudo e depois Alfrerick, Kam, Aiko. Eles eram o centro onde outras pessoas estavam sentadas ao seu redor. Aiko estava sentada se encolhendo e em silêncio com um olhar muito nervoso. Só de olhar para isso, estava óbvio que a “Deusa da Boa Colheita” foi forçada a entrar em cena.

Quando o olhar do Sinergista olhou mais ao redor, havia muitos rostos que ele conhecia. Randzi e Viz do Ducado de Ankaji, os mestres da guilda Barusu, Ilwa, Catherine, e por alguma razão o monst-… a dona da loja de roupas, Christabel. Os comandantes que ele viu nos respectivos países e os assessores de todos os representantes, além disso, havia também Nagayama e Sonobe como representantes dos colegas de classe. Além disso, embora Randell estivesse sentado ao lado de Liliana, como a presença da princesa era mais forte, parecia que ela estava servindo como a representante do Reino Hairihi.

No momento em que Hajime chegou, todos ficaram com expressões que diziam: ― Então ele chegou! ―, em seguida, suas bochechas se contraíram ao ver como Shizuku estava grudada nele. Olhando para o relógio, não era como se o Sinergista estivesse atrasado, mas para fazer os líderes mundiais esperarem por ele e quando o rapaz chegou ele veio com uma garota esperando por ele, que audácia… foi essa a impressão que a cena passou.

Embora os assessores que deixaram o assunto passar com suas expressões mostrando apenas uma leve reação, os líderes, com autoridade maior até do que todos os comandantes presentes, os representantes de cada força, estavam todos se levantando de suas cadeiras.

― Ei, ei, ei, Hajime Nagumo. Fazer Shizuku te esperar assim, isso é uma provocação para mim? Ããã?

― Nagumo-san!? Por que você está flertando com Shizuku!?

― Ya-Yaegashi-san? A Se-Sensei está pensando que esse tipo de comportamento não é saudável, entendeu? Mesmo que a Sensei tenha pensado que você fosse uma pessoa com um pouco mais de moderação com quem eu poderia me dar bem… isso é invejáv-… não é isso, isso é muito vergonhoso!

― Seu malditoooo, na frente de Kaori, você colocou a mão até na melhor amiga dela!? Kaori! É como pensei, não vou desistir de você! Vou te separar desse demônio sem falhaaaar!

― Como esperado do Chefe! Mesmo agora, quando sua amada foi sequestrada, você ainda tem a compostura para fazer uma nova mulher esperar por você! Você vai organizar uma orgia para se animar antes da batalha decisi- heboo!?

Colocando em ordem, os que falaram foram Gaharudo, Liliana, Aiko, Randell e Kam. Kam sentado em um assento de honra era uma clara prova de que o nome e a ação do coelho caçador de cabeças se espalharam por toda parte, mas olhando para a figura que foi baleada por Hajime e que se contorcia no chão, sua dignidade era inexistente. Shia, ao lado do rapaz, estava cobrindo o rosto com as duas mãos enquanto tremia por ter que suportar essa vergonha.

― Shizuku está assim por culpa de Gaharudo, isso é tudo. Façam suas reclamações para ele. Aliás, Gaharudo, escolha, você vai se tornar um homem-mulher ou vai parar de dar em cima de Shizuku?

― Ora, ora ♡, Hajime-chan, você vai aumentar minhas compatriotas por mim mais uma vez? Puxa, você não é mesquinho com seus presentes para mim! Eu te amo!

Christabel, com seu traje babado que parecia o de uma garota mágica, e parecia dolorosa de se observar em vários sentidos, estava contorcendo seu corpo com animação enquanto enviava olhares de canto de olho para o Sinergista.

Hajime estava restringindo seu impulso de sacar Donner enquanto transmitia a Gaharudo com seu olhar algo que dizia: ― Eu vou transformar você no camarada dessa coisa. ― Olhando para isso, o Imperador se encolheu de terror, algo que não era parecido com um governante majestoso de mente aberta. Para ele, parecia que a estranheza de Christabel era severa.

Essas atitudes do grupo superior, que eram impensáveis para serem vistas antes da batalha decisiva em que o destino da humanidade estava em jogo, fizeram com que as expressões das outras pessoas dentro da sala de conferência ficassem complicadas. Eles deveriam sentir-se encorajadores ou alegres por terem compostura (aparentemente) para agir assim, ou então se sentiriam desconfortáveis pela falta de tensão?

Hajime sentou em uma cadeira. Depois dele, Shia e os outros também se sentaram. Foi porque eles entenderam a importância do grupo de ataque dos Recintos Sagrados que os assentos também foram preparados para todos do grupo do Sinergista.

Dessa forma, eles se juntaram e começaram a última reunião. A localização e distribuição dos equipamentos e armas, a taxa de aprendizado dos soldados, as diretrizes de ação no momento da grande invasão, a confirmação da cadeia de comando, etc., eles confirmaram todos os assuntos do começo ao fim para todos agirem de forma apropriada. Parecia que, enquanto Hajime produzia artefatos em massa, o alto escalão já estava conversando entre si. Em primeiro lugar, o lado humano vinha dialogando há muitos anos e criou uma aliança na preparação para a batalha contra a raça dos demônios, de modo que não havia grandes problemas.

As forças de batalha de aventureiros e mercenários e assim por diante também foram coordenadas pelos mestres da guilda, de modo que eles pareciam poder se coordenar de forma correta com o exército. Isso também parecia acontecer devido ao fato de esse ser um dever dos aventureiros em épocas de guerra.

O problema eram as raças demi-humanas que foram adicionadas a esse sistema, elas tinham sua própria cadeia de comando característica, portanto, inseri-las à força no lado humano seria uma péssima jogada. E assim, parecia que os demi-humanos seriam movidos para preencher o buraco como uma equipe usando a tática de ataque e fuga1 ou apoio para a raça humana.

Atualmente, os colegas de classe pareciam ter se tornado o núcleo que ensinava a maneira de usar e o efeito dos artefatos de Hajime, mas como os artefatos não precisavam de um círculo mágico ou encantamento específico, e também com a conveniência característica da arma moderna onde todos poderiam usá-la, não parecia haver nenhum problema específico nesse aspecto. Mesmo agora, se eles focassem seus ouvidos, o som de explosões e o som seco de tiros poderiam ser ouvidos ressoando a distância de forma intermitente.

A fortaleza havia sido concluída, o trabalho que estava sendo feito atualmente era para construir o campo de batalha como escavar trincheiras e coisas do tipo. Uma fortaleza era útil como um lugar para instalar uma casamata2 e criar várias linhas de fogo e obstruir o campo de visão do inimigo, mas a fortaleza não tinha a capacidade de se opor à capacidade de desintegração das apóstolas, assim sendo, a construção era algo simples. A melhor aposta era fazer uso dos novos artefatos de Hajime e construir um campo de batalha vantajoso para eles.

― O cronograma está muito apertado, mas estamos conseguindo dar uma forma a ela. Esta também é a bênção da Deusa da Boa Colheita, eu acho.

Hajime voltou seu olhar para Aiko e os outros com um pouco de admiração. Na verdade, ele estava pensando que nem metade da situação que ele estava ouvindo no momento estaria em ordem até sua chegada. Mas a preparação progrediu para um nível que superou as expectativas do Sinergista, algo que devia ser unicamente por causa da existência de uma bandeira poderosa.

Este foi o resultado de um claro senso de perigo e justa indignação, e também de um sentimento de solidariedade que nasceu dentro da consciência das pessoas. Cada pessoa não estava se movendo porque “foi instruída a fazer isso”, mas porque estava pensando: “Eu também tenho que fazer isso.”, dessa forma, a preparação poderia ser concluída com rapidez.

— … não é verdade? De certa forma, senti que fui obrigada a aprender mais uma vez como a psicologia das massas é aterradora. Aiko-san é assustadora.

― Quê!? Liliana-san também, você estava incitando as pessoas de forma ousada, não estava!? Seus olhos estavam lacrimejantes, você apertou as mãos como se estivesse rezando, e então com muita heroicidade você disse algo como: “Eu lutarei. Mesmo que eu esteja sozinha!” Vi isso de forma clara! Quando as pessoas que estavam lá tiveram seu espírito levantado, dizendo que iriam lutar juntos, você riu em segredo, não riu!? Naquele momento, eu realmente senti que uma princesa é assustadora!

― Eu-eu não ri! Por favor, não diga algo estranho. Eu não estava pensando como: “Talvez eu receba elogios de Hajime-san com isso”, de jeito nenhum! Essa é a verdade, entendeu?

― Tanto a princesa quanto a deusa, qualquer uma delas é claramente sinistra. Quanto a mim, isso pode afetar o trono do imperador, então sou eu quem está mais assustado.

Ao lado da princesa e da deusa, que estavam tendo uma briga de baixo nível, estava sua majestade, o imperador, que nem sequer escondia sua atitude como se tivesse visto algo desagradável. Olhando com mais atenção, parecia que o ancião do mar de árvores, os mestres da guilda e o senhor do deserto também estavam com as mesmas expressões. Apenas o chefe do clã dos coelhos caçadores de cabeças estava com o polegar levantado para Hajime por algum motivo estranho.

Quando terminaram de falar sobre os pontos principais de vários assuntos, quando o final da reunião se aproximava, Randzi do Ducado de Ankaji abriu a boca com calma.

― No entanto, quanto ao herói do meu ducado, ele enfim será o herói do mundo… como esperado, parece que minha decisão naquele momento não estava errada.

A recepcionista da guilda dos aventureiros da Cidade de Brook, Catherine, assentiu como se concordasse com isso.

― Desde a primeira vez que ele veio até mim pensei que esse rapaz faria algo grande com certeza. Mas, nunca imaginei que, mesmo em meus sonhos, fosse algo tão grande que controlasse o destino do mundo… como esperado, nem mesmo eu poderia prever isso.

― É isso mesmo, não é? Naquela vez em que ele se descontrolou em Fhuren, pensei que ele com certeza faria algo ainda maior do que isso, pensei que ele poderia ser pego em uma disputa relacionada aos segredos do mundo, mas… para isso se tornar um batalha onde a existência do mundo estará em jogo. Haa, meu estômago dói. O título de “A Adaga de Ilwa, Diretor da Filial” já está vergonhosamente inutilizável com isso.

― Eu? Quanto a mim, eu já entendi desde o início. Se for Hajime-chan, algum dia ele derrotará até o rei demônio. Além disso, ele estava sempre me enviando mulheres viris, isso era para a preparação do dia vindouro, eu compreendi isso na mesma horaaaa. Uma boa mulher viril também tem bom senso, sabia?

Christabel piscou intensamente. Hajime com certeza não tentou aumentar essa força de batalha excessivamente perigosa. As bochechas do Sinergista estavam tremendo. No entanto, nos grandes líderes a partir de Randzi, ele viu seus olhos coloridos com apreensão que poderia ser tomada como simpatia ou tristeza, e ele adivinhou o motivo de Christabel agir de forma alegre como fez.

Dessa forma, Hajime encolheu os ombros como se não isso fosse nada e devolveu um sorriso destemido para os membros da fila que o fizeram se sentir nostálgico.

― Não é como se isso fosse estranho nem nada do tipo, vocês sabem? Um deus idiota que não consegue reconhecer a situação colocou as mãos em minha mulher. Por isso, ele vai morrer. É tudo o que há para dizer. Vocês também, essa é apenas uma luta desse nível, então sobrevivam com alguma compostura de sobra, tá legal? Quando eu trouxer Yue de volta, vamos visitar as cidades de vocês mais uma vez. Desta vez não será com nenhuma aventura, apenas um passeio despreocupado, é.

De forma natural, não seria uma luta fácil, assim como disse Hajime. Seria um combate mortal seguido por muitos outros combates mortais, uma batalha decisiva histórica e sem precedentes para toda a humanidade. Sem dúvidas, essa seria uma guerra santa que decoraria uma página das lendas. Mas, por esse exato motivo, a atitude orgulhosa do Sinergista encorajou Randzi e os outros, todos estavam pensando: “Ah, não há o que fazer se ele falar isso. Vamos vencer.” E todas as pessoas dentro da sala de conferências também compartilhavam do sentimento.

E, naquele momento, o exterior de repente ficou barulhento. As pessoas na sala de conferências estavam dizendo: ― Uua, a invasão está começando! ―, com os rostos borrados pela tensão.

Então, um soldado entrou correndo com um olhar confuso e relatou com uma voz alta que tinha esperança e reverência misturadas.

― Um-um grande número de dragões apareceu do círculo de teletransporte na praça! Eles são da raça dos dragões que vieram como reforço!

Parecia que os últimos aliados confiáveis haviam retornado.

Os cantos dos lábios de Hajime se ergueram e ele se levantou em silêncio, saindo da sala de conferências levando Shia e os outros com ele. As outras pessoas também, depois de se olharem por um momento, todos perseguiram as costas do Sinergista enquanto se sentiam abalados ao ouvir sobre a lendária raça dos dragões.

― Mestre! Tua amada serva voltou! Agora, deixe esta receber o amor!

Tio, que no mesmo instante retornou de sua forma de dragão negro para sua forma humana, ignorou seus compatriotas dragonificados e as pessoas ao redor que ficaram surpresas ao vê-los. Ela mergulhou em direção ao peito de Hajime.

E assim, de modo natural, o rapaz descarregou sua arma.

DOPAN!

Assim, o som familiar reverberou, a bala de borracha especial atingiu a testa de Tio que estava ofegante enquanto realizava seu Lupin Dive3 com um olhar de expectativa.

Depois de girar lindamente três vezes para trás no ar, a parte de trás de sua cabeça bateu forte no chão diante dos olhos de Hajime.

O lugar foi tomado pelo silêncio, onde até insetos hesitavam em se manifestar. Entre as pessoas perdidas e sem palavras por ficarem incapazes de entender a situação, a abatida Tio estava tremendo de embriaguez com uma expressão de êxtase enquanto suas costas se arqueavam como uma ponte, e então ela se levantou de forma suave sem nenhum movimento preliminar. Esse movimento repugnante e sua expressão desleixada aterrorizaram o ambiente.

― O-o castigo depois de três longos dias… haa, haa, aahn, como esta se segurou demais, a sensação foi excessiva… nn.

― Bem-vinda de volta Tio. É ótimo que você tenha chegado a tempo. Chegar no estado de dragonificação. Essa foi uma ótima demonstração, foi sim.

― Fufu, não és verdade? Esta é a raça lendária que se confinou por quinhentos anos. Esta pensou que, se iríeis fazer isso, poderíeis também desempenhar o papel de elevar a moral. Sim, é ótimo que conseguistes deixar a todos sem palavras.

Como esperado, as pessoas ao arredor não puderam acompanhar o ritmo de Hajime e Tio, que progrediram na conversa como se nada tivesse acontecido. Em vez de dizer que as pessoas ficaram impressionadas com a chegada da raça dos dragões, a discussão do Sinergista e da ryujin foi a principal razão pela qual elas ficaram impressionadas, mas Tio estufou o peito, pensando que seu plano tinha sido bem-sucedido.

— Tio-san, bem-vinda de volta. Mas, eu preciso dizer isso, acho que essa atmosfera difícil é porque a relação entre Hajime-san e Tio-san foi mostrada com muita naturalidade, mesmo ela sendo anormal, não é?

— Pois é. Eu já pensei nisso muitas vezes, mas Hajime-kun também está em harmonia com Tio-san, não está?

— De certa forma, parece que Hajime tem que ser o mestre de Tio-san, não importa o que aconteça, hum? Minha própria familiaridade que faz isso parecer natural, mesmo que isso devesse ser um espetáculo para ficar chocada, é assustadora.

Shia, Kaori, e Shizuku, que foram incapazes de ficar indiferentes (?), estavam fazendo uma contestação com caras exasperadas. Hajime e Tio estavam encarando em perplexidade. Parecia que, em vários sentidos, já era tarde demais para os dois serem tratados.

Foi nesse momento que os seis dragões que apareceram na praça brilharam, no momento seguinte seis silhuetas de humanos apareceram. Todos eram do sexo masculino. Suas figuras musculosas usavam roupas parecidas com as roupas japonesas de Tio. Cada um deles era um homem bonito. Mas, suas cores de cabelo eram diferentes, as cores lembravam a cor de suas escamas quando se transformavam em um dragão. Escarlate, azul índigo, âmbar, azul marinho, cinza, verde-escuro, as cores não tinham um padrão.

Entre eles, a pessoa de cabelos escarlate, um homem de meia-idade que emitia uma notável dignidade, avançou até a frente de Hajime e os outros. Liliana e o resto que estavam atrás do Sinergista ― os líderes de cada país também estavam ali. Passos certos que não eram tímidos nem mesmo na frente daqueles líderes e um “peso” que parecia uma árvore muito grande que se aproximava, esses fatores estavam fazendo todos entenderem de uma maneira natural, que “essa pessoa era o rei”.

Liliana, Gaharudo, Alfrerick e os outros, os líderes de cada nação estavam um pouco vacilantes devido a esse grande homem, no entanto, os olhos dele se estreitaram no momento em que viu Hajime, que repeliu sua pressão como um salgueiro flexível. Aqueles olhos não estavam com um olhar perigoso, mas era um olhar onde profundo interesse e admiração se misturavam.

― Liliana S. B. Hairihi-dono do Reino de Hairihi, Gaharudo D. Hoelscher-dono do Império Hoelscher, Alfrerick Hypist-dono, o ancião de Faea Belgaen. Este é o nosso primeiro encontro. Eu sou o líder da raça dos dragões, Adul Klarus. No perigo desta ocasião, nós, a raça dos dragões, também pediremos permissão para participar. Nossos compatriotas ainda estão esperando na aldeia e podem ser convocados através do portal a qualquer momento. Eles com certeza serão úteis na batalha contra as apóstolas. Por favor, tomem conta de nós.

Sua voz não era alta, de modo algum, e até fazia o ouvinte se sentir calmo, mesmo assim, as palavras puderam ser ouvidas até pelos soldados que estavam olhando de longe nos cantos da sala, eles começaram uma comoção: ― Óó. ―, ao ouvirem as palavras do homem. A raça que só fazia parte das lendas estava realmente sobrevivendo até hoje, e neste momento de crise, eles lutariam junto com os humanos. Com o modo como a raça dos dragões exibiu sua forma dragonificada desde o início, parecia que a moral dos soldados aumentou bastante.

Liliana e os outros responderam a saudação de forma unânime, onde Adul respondeu balançando a cabeça generosamente. Parecia que sua personalidade era gentil, ao contrário de sua aparência severa. Ele faria qualquer um sentir uma tolerância intelectual que poderia envolver tudo. Talvez devêssemos dizer que era algo esperado de uma raça que Yue uma vez tratou como exemplo. Esse homem era um excelente exemplo de homem-dragão.

Hajime e os outros encheram os olhos de decepção com força total e olharam para Tio. ― Hm? ― Tio inclinou sua cabeça em confusão. Era como se ela não entendesse por que a olhavam assim.

Para falar sobre as diretrizes de ação quando a invasão chegasse, Adul estava indo para a sala de conferências com Liliana e os outros. Isso não tinha relação com o grupo de invasores dos Recintos Sagrados, então Hajime e seu grupo ficaram para trás. Ele havia se reunido de novo com Shizuku e Tio, então era necessário entregar artefatos a elas e conversar sobre seu plano de ação quando todos entrassem nos Recintos Sagrados.

Mas, antes disso, um dragão com cabelo índigo estava caminhando na direção do Sinergista. Na verdade, no momento em que Hajime apareceu, este homem dirigiu um olhar feroz para o garoto, mas parecia que ele reconheceu o lugar e o momento e esperou até que a saudação de Adul terminasse. Ele era um homem bonito que parecia estar em seus vinte anos. Pensando sobre isso, todos os integrantes da raça dos dragões que apareceram eram homens incrivelmente bonitos.

― … seu *******. Mas que diabos você fez com a princesa?

O homem de cabelos índigos perguntou isso enquanto encarava Hajime com uma voz que parecia querer matar o garoto. Ao ouvir isso, o Sinergista expôs uma rara expressão confusa e olhou para a direção de Liliana. Não apenas Hajime, mas qualquer um pensaria em Liliana se ouvisse a palavra “princesa”.

Olhares se reuniram em Liliana se perguntando se ela tinha algum tipo de relacionamento com a raça dos dragões que se escondia de todos o tempo todo, mas a princesa não sabia nada de nada e balançou a cabeça em negação.

― Para onde você está olhando!? Se um homem-dragão diz a palavra princesa, então é claro que se trata de Tio-sama!

Essas palavras fizeram Hajime e companhia gelarem. Eles moveram seus olharam para Tio em um estado em que um som de “gi-gi-gi” quase podia ser ouvido com seus movimentos rígidos. Em resposta, as bochechas da ryujin se inflaram e ficaram carmesim e ela desviou o olhar, como se fosse um homem na puberdade que ficou tímido porque seus colegas de classe descobriram que sua família o chamava com “-chan”.

Hajime murmurou:

― Princesa?

Shia murmurou:

― Princesa?

Kaori murmurou:

― Princesa?

Shizuku murmurou:

― Princesa?

E então, todos sussurraram com suas vozes em uníssono.

― Sem chances!

― Sem chances!

― Sem chances!

― Sem chances!

― Sem chances!

Tio uivou.

― Qu-quê! Não é bom se esta for chamada de princesa! Esta é mais ou menos a neta do líder do clã, então não é estranho que seja chamada assim!

― Aaaa, ééé. Você está certa, princesa Tio. Não há nada de errado, princesa Tio.

― Me perdoe princesa Tio. Pareceu ruim por algum motivo, mas você está nos pedindo para chamá-la de princesa Tio a partir de agora, não está, princesa Tio?

― Si-sim, não há nada estranho, há? Princesa Tio? Sim, acho que isso soa bem, sabia, princesa Tio?

― A-acho que está tudo bem. Mesmo que, isso soe assim, uma princesa é uma princesa, não é? Princesa Tio.

Tio, cujo rosto estava pintado de vermelho pela vergonha, tremia enquanto uivava mais uma vez com olhos lacrimejantes.

― Nugaa! Parem já com isso! Esta se sente extremamente envergonhada! Esta implora a vós, chamem esta como fazíeis até agora! Esse tipo de vergonha não parece nem um pouco bom!

― O que há com você, isso não está bom, princesa Tio? Isso não é fofo, princesa Tio? Tem uma sonoridade incrível, sabia, princesa Tio? Fale-nos sobre este tipo de coisa mais cedo, princesa Tio. A partir de agora você será para sempre a princesa Tio.

― Pare já com issoooo!

Aproximando-se de Tio, que se agachava enquanto cobria o rosto e seu corpo se contorcia, Hajime a chamou de princesa várias vezes em seu ouvido. No rosto do rapaz, sadismo e carinho existiam em esplêndida harmonia, era um rosto de “S” que poderia ser chamado de soberbo. Como esperado, o mestre de Tio (a pervertida) não poderia ser outro senão Hajime. Todos estavam entendendo isso enquanto enviavam olhares exasperados para o Sinergista.

Assim, dentro da atmosfera que se tornou estranha, o homem de cabelo índigo levantou a voz para o aluno com um olhar que parecia diabólico.

― Seu malditoooo, que desgraça você está fazendo com a princesa… como eu pensava, você está usando algum tipo de artefato suspeito para fazer uma lavagem cerebral nela!

Por algum motivo, essa afirmação se assemelhava a de um certo herói (lol).

― Ei, Ristas. Não diga algo tão rude para o Mestre. Esta disse isso muitas vezes, mas ela anseia pelo Mestre em seu coração. Não importa se tu és alguém como um irmão mais novo, esta não vai ficar quieta se tu fores muito rude.

― … princesa! Você está sendo enganada! Por favor, abra seus olhos!

― Muu, alguém como tu. Com base no que tu estás dizendo isso?

O homem de cabelos índigos, chamado de Ristas por Tio, quando a mulher o observou com um olhar que parecia estar vendo uma criança fazendo birra, era como se sua reserva de paciência enfim acabasse, ele levantou uma voz zangada de seu coração, do coração que estava cheio de emoções extremamente ferozes.

― Não há como a princesa da raça dos dragões ser esse tipo de pervertida!!!

― Com certeza.

Todas as pessoas naquele lugar assentiram em uníssono. De fato, o que ele apontou estava correto.

― Antes de a princesa deixar a vila, ela era sábia e compassiva, sua força também superava a do líder do clã. Ela era uma grande dama a quem todos tinham carinho e reverência! De modo algum ela é uma pessoa que mostrará uma expressão de êxtase pela dor, ou alguém que mostraria um sorriso estranhamente alegre enquanto fica agachada de vergonha e se contorce com abuso verbal, ela não era esse tipo de pessoa! É natural pensar que aquele humano fez algo sinistro com ela!

― Com certeza.

Mais uma vez, todas as pessoas naquele lugar assentiram em uníssono. Na verdade, o que ele apontou era mais do que correto.

― Se-sem mencionar, que a princesa chama esse tipo de humano jovem, de Mes-Mestre ou-ou-ou-ou-ou-ou coisas do gênero! Impossível!

Tio, quando estava na vila oculta da raça dos dragões, era com certeza uma mulher encantadora, na qual ninguém podia encontrar defeitos como neta do líder do clã. Mas nesse momento, ela era uma pervertida sem esperança de poder ser salva, mas sua sabedoria e prudência que mostrava a cada passo e então sua profunda compaixão e coragem que não consideravam nem mesmo sua própria segurança quando se tratava de seus companheiros, tudo isso também era parte do encanto de Tio que havia sido transmitido o suficiente para Hajime e os outros.

Olhando do ponto de vista da raça dos dragões, as pessoas que só conheciam o lado bom da ryujin, Tio que se transformara em pervertida, parecia uma pessoa diferente. Provavelmente, quando ela retornou à sua aldeia, no processo de mostrar a imagem gravada e explicar sobre Hajime e os outros, ela exibiu sua natureza pervertida sem restrições ao seu clã.

Quando ela voltou, a princesa que era amada por todos se transformou em uma enorme pervertida… era fácil adivinhar o que eles pensariam em seus corações.

Mas, mesmo assim, também parecia que a fúria de Ristas estava um pouco grande demais. Os outros homens-dragão não enviaram um olhar tão hostil para Hajime. Pelo contrário, eles pareciam ter interesse em que tipo de humano era o homem que Tio escolheu.

Ristas parecia estar se enfurecendo ainda mais e estava prestes a discutir com mais veemência, mas, naquele momento uma voz estridente ecoou.

― Ristas, aja de forma apropriada.

― Lí-líder do clã… mas!

Embora Adul tenha protestado contra Ristas, a expressão do homem-dragão não estava aceitando isso. Para tal Ristas, Adul abriu a boca com os olhos se apertando em diversão.

― Isso é algo que a própria Tio escolheu. Se ela sofreu mesmo uma lavagem cerebral, não haveria como eu não perceber. O fato é que Tio anseia por ele em seu coração. Embora a mudança dela tenha me deixado louco, mesmo assim…

― Então!

― Mas se essa mudança, se isso faz Tio feliz, então eu não me importo. Essa criança estava cansada da vida na vila oculta. Ela protegeu fielmente a lei de seu próprio orgulho como dragão e de sua própria posição, mas… não há dúvida de que seu coração estava murchando por continuar abrigando sentimentos escuros e negativos sem outra saída. Daquela vez, ela partiu para a missão em parte pela força de seu subconsciente procurando por “algo”. Tio encontrou esse “algo”. E assim, ela está sorrindo de felicidade. Isso não é o bastante?

― Mas-mas é que…

― Avô…

Ristas Estava sem palavras. E então, a expressão de Tio também relaxou com o olhar cheio de carinho que Adul enviou a ela.

― Além disso, Ristas. Para um ryujin, mostrar seu ciúme em uma missão oficial e desabafar sua raiva, isso não é algo admirável, sabia?

― O qu-que você…

― Por que você está ficando agitado? Você treinou dia após dia seguindo as palavras de Tio, de que ela não aceitaria um esposo mais fraco que ela, esse assunto é conhecido por todas as pessoas da vila. Você achou que isso não seria conhecido depois de desafiar os candidatos a noivo de Tio para um duelo?

A expressão de Adul ficou um pouco exasperada com Ristas, que mostrou sua agitação. Quando Hajime voltou o olhar para Tio ao seu lado, ela olhou para ele com uma expressão que parecia perturbada. Parecia que a ryujin também conhecia os sentimentos de Ristas. Além disso, com uma voz baixa: ― Esses caras também são candidatos a noivos. ― ela voltou seu olhar para o resto dos dragonianos.

Eles estavam conversando em vozes baixas com profundo interesse, os rostos próximos um do outro e os olhos estreitando-se para Hajime e Tio. Os olhos de Ristas se levantaram mais uma vez. Resumindo, parecia que Tio, em sua vila, era uma garota popular. No mínimo, ela era idolatrada tanto que, mesmo quando os membros de seu clã a viram como uma pervertida, eles não ficaram desiludidos no mesmo instante.

Adul pediu a Liliana e aos outros: ― Por favor, me dê um pouco de tempo. ―, e então seu olhar se voltou para Hajime.

― Estou feliz em conhecê-lo, Hajime Nagumo-kun. Ouvi sobre você de Tio. Também assisti ao registro da batalha no castelo do rei dos demônios. Foi esplêndido como você massacrou um deus. Para nós, mesmo que enfrentássemos aquele oponente em um grupo, não teríamos a menor chance.

― Prazer em conhecê-lo Adul-dono. Eu sou o motivo pelo qual uma porta estranha se abriu para sua neta. A batalha decisiva será em breve, mas tenho a determinação de, pelo menos, receber um soco na cara.

O ambiente estava agitado. A razão foi principalmente por causa da linguagem respeitosa de Hajime. Aqui e ali, comentários como: ― Alguém lance uma magia de cura! ― ou ― O rei demônio enlouqueceu! ― ou ― Nesse tipo de momento o trunfo da humanidade está… o mundo já está acabado! ― podiam ser ouvidos.

Ao mesmo tempo, o corpo de Hajime estava envolto em luz. Era uma mágica de cura de Kaori. Shia estava preparando seu Wirr Drücken. Ela estava pensando que Hajime seria “consertado” com uma porrada. Shizuku Estava cobrindo seu rosto. Era como se ela estivesse testemunhando uma tragédia da qual não poderia se recuperar.

E então, Tio, ao lado do garoto, ficou assustada e se afastou dele.

As bochechas de Hajime estavam tremendo.

— Hmm. Parece que você é um pouco diferente da gravação das imagens e da história que ouvi, mas… pela reação ao nosso redor, parece que isso é diferente do seu habitual.

— Bem, você é a família de Tio. Se for contra o líder do clã da raça dos dragões, falarei normalmente, mas se for o avô dela, pelo menos prestarei atenção ao meu discurso.

— Hou! Então é porque eu sou o avô de Tio. Fufu, entendo, entendo.

Adul sorriu se sentindo um pouco feliz com as palavras do Sinergista. Sua aura digna se dispersou no mesmo instante e seu ar tornou-se o de um idoso de boa índole. Até a assustada Tio, quando ouviu o motivo da atitude anormal de Hajime, ficou com uma expressão brilhante e suave como se tivesse comido algo doce.

— Então, essa é uma grande oportunidade. Que tal eu te chamar de Hajime-kun? Hajime-kun, eu não tenho nenhum interesse de te dar um soco. Eu também disse isso agora, mas se Tio pode sorrir de forma sincera, isso é suficiente para mim. Em vez disso, estou feliz que você possa aceitar essa pessoa teimosa que, por causa de sua própria crença, permaneceu solteira por quinhentos anos.

— É-é mesmo?

— Sim. Se ela é feliz, coisas como um fetiche ou algo do tipo são triviais. Ao invés disso, o que quero perguntar é sobre sua amada princesa.

Hajime, cuja expressão ficou complicada com a declaração generosa de Adul, agora estava com uma expressão duvidosa com as palavras do homem mais velho. Se ele falava sobre sua amada princesa, o garoto não conseguia pensar em ninguém, exceto Yue.

— Eu vi a gravação da imagem. Fiquei surpreso que a jovem princesa vampira esteja viva. E então, para minha neta amar a mesma pessoa que ela, incrível, o destino é mesmo algo misterioso. Princesa Aletia… não, ela é Yue agora, não é? Essa garota é a sua amada, correta?

— Sim, é isso mesmo.

Adul não mostrou nenhuma mudança de expressão quando ouviu Hajime responder sem demora. Ele apenas assentiu com a cabeça. Em resposta, os outros dragonianos estreitaram os olhos de forma perigosa. Ristas também parecia querer gritar zangado. Com certeza, eles não podiam suportar que o Sinergista estivesse construindo um relacionamento que era mais do que amizade com Tio enquanto dizia que outra mulher era sua amada.

— Eu também sou um avô que está pensando em sua neta. Por ocasião da grande perseguição de quinhentos anos atrás, jurei aos pais desta garota que perderam a vida — para meu filho e sua esposa. Que eu a protegerei sem falhar. Portanto, se você está dizendo que não pode amar Tio, mesmo que ela diga que não se importa com isso, não posso apenas aceitar isso. O sentimento de querer confiar a amada neta é o que se chama amor paterno, isso não está correto?

— De fato.

O olhar de Adul apunhalou Hajime.

O velho ryujin queria saber. Qual era o verdadeiro sentimento de Hajime em relação a Tio? Como Adul entendeu que sua neta entraria nos Recintos Sagrados com o Sinergista, e também porque entendeu que se comprometeria a um combate mortal contra as apóstolas, neste momento em que era possível que ele se separasse para sempre de Tio, ele não podia deixar de querer saber sobre o parceiro que sua neta entregou seu coração.

Hajime lentamente olhou para os arredores. Para Ristas e outros integrantes da raça dos dragões, Shia e as outras, Adul. E por fim, para Tio.

Tio corou um pouco por ser encarada diretamente por Hajime e ela ia dar um passo para trás com a pressão que sentia.

Mas, o braço do Sinergista se estendeu antes que ela pudesse recuar. Quando esse braço pegou a cintura da ryujin, que estava recuando, ele puxou-o para perto dele com força. Parecia que Hajime estava dizendo que esta mulher lhe pertencia. Tio estava ficando cada vez mais vermelha. Ela parecia dócil ao ponto de fazer alguém querer perguntar o que diabos tinha acontecido com a tarada habitual.

O Sinergista encarou Adul mais uma vez com o braço ainda envolvendo Tio. E então, ele abriu a boca com uma voz calma, mas poderosa.

— Nos últimos tempos, todo mundo diz isso com muita frequência, que eu sou como um rei demônio.

— Hmm?

— É por isso que vou pegar tudo o que quiser e destruir tudo o que estiver no caminho.

As pessoas de fora ficaram barulhentas. Adul estava ouvindo em silêncio. Hajime declarou de forma clara para o velho homem-dragão.

— Eu quero Tio.

A ryujin, que foi abraçada pelo Sinergista, estremeceu visivelmente. Seus olhos se arregalaram enquanto ela encarava Hajime com entrega.

— Não importa o que Tio esteja pensando, isso é irrelevante. Não tenho intenção de deixá-la ir agora depois de tudo o que passamos. De fato, Yue é minha amada, mas… mesmo assim, sinto que Tio é adorável. É por isso…

— É por isso?

Adul perguntou. Hajime olhou para Ristas e os outros por um momento, depois mostrou um sorriso destemido para Adul enquanto declarava.

— Tio já me pertence. Se alguém não puder suportar isso, tente roubá-la de mim com todas as suas forças. Não importa quando, não importa quantas vezes, eu enfrentarei qualquer um.

Essas palavras irracionais, egoístas e absurdas fizeram com que todos que assistiam ao decorrer dos eventos, com os integrantes da raça dos dragões na liderança, ficassem sem palavras. Apenas Shia e as outras estavam com uma expressão que parecia dizer: ― Não há o que fazer.

E então, quanto a Adul, que estava curioso sobre o verdadeiro sentimento de Hajime…

— Com certeza você é uma encarnação da irracionalidade… exatamente como um rei demônio de um conto de fadas. Fufu, entendo. Então minha neta caiu nas garras do rei demônio, hum. Nas mãos do rei demônio que pode salvar o mundo. Kuhaha.

Ele soltou uma risada que parecia entretida. Depois de rir assim por um tempo, ele olhou para Tio e assentiu como se consentisse em alguma coisa.

— Esse é um belo rosto. Eu nunca vi sua expressão assim na aldeia. É como a sua explicação na vila, você é amada por todos e então você se apaixonou por eles.

— Avô. Exatamente. Não apenas o Mestre, esta também ama Yue e as outras. E então, agora, esta está convencida. Que todos também a amam. Esta está muito feliz porque parece que agora pode matar até um deus sozinha.

Adul, cujo sorriso se aprofundou ainda mais com a resposta de sua neta, endireitou sua postura com calma e voltou seu olhar para Hajime. E então ele abaixou sua cabeça.

— Assim sendo, rei demônio-dono. Peço-lhe junto com suas pessoas amadas, por favor, cuide de minha neta.

— … claro, recebi seu pedido. Vou protegê-la até o final desta minha vida.

O modo de falar de Hajime voltou à linguagem honorífica mais uma vez, a ponto de Adul parecer ter ficado com um peso a menos em seus ombros, o velho assentiu com uma expressão aliviada e depois se virou para Liliana e os outros. Ele pediu desculpas por dedicar um tempo com seus assuntos pessoais enquanto os instava em direção à sala de conferências. Ele também aproveitou a oportunidade para renovar o ânimo de Ristas e seus companheiros que haviam vacilado com a declaração do Sinergista e pediu que eles o seguissem.

Liliana e Aiko estavam dirigindo uma expressão que parecia muito ciumenta e talvez até gananciosa em direção a Hajime, mas instigadas pelos arredores, elas voltaram impotentes para dentro da fortaleza, mesmo enquanto continuavam enviando olhares com relutância.

Os espectadores estavam se dispersando aos poucos com o desaparecimento dos líderes, mas as pessoas restantes, em especial os colegas de classe que haviam se reunido despercebidos, estavam compartilhando fofocas como: — Droga, Nagumo é mesmo o prota de um eroge. — ou — Haa, haa, rei demônio-sama… haa, haa… — ou — Isso é irracional demais… porém, também quero que alguém aja de maneira tão irracional comigo! — ou — O harém de Hajime-sama… se eu me adicionar a ele de forma indiferente, é possível…

Em meio a essa atmosfera, Tio, que estava agarrada ao peito de Hajime com uma expressão desleixada, se separou do rapaz de forma suave.

— Mestre. Essas foram palavras verdadeiramente, verdadeiramente alegres. Contudo, há uma coisa que esta gostaria de confirmar. Para o Mestre expressar seu sentimento por esta com tanta clareza, com certeza não és porque o Mestre está pensando na possibilidade de um fim, és?

Se essas palavras surgiram de um sentimento dele querendo transmitir seu sentimento porque o rapaz pensava que todos poderiam morrer nessa batalha, então Tio tinha que avisar Hajime. Mas, com base no que o Sinergista viu na expressão da ryujin, parecia que, até o fim, isso não era nada além de ela querer confirmar sem de fato acreditar que o rapaz estava pensando dessa forma.

— O voto de estarmos juntos na hora da morte e pensar que poderíamos morrer são coisas diferentes. De forma natural, quem vai morrer são aqueles caras, não nós. Não há sequer uma chance de morrermos. Eu apenas não queria ter uma atitude meia-boca na frente de sua família.

— Kufufu, esta entende, esta entende. Então está tudo bem. Deus ou qualquer coisa que não seja digno de ser temido. Afinal, esta sente que pode derrotar até Ehito sozinha, se for o atual eu desta. Vamos pegar Yue de volta e depois fazer *** e *** com todas alegremente!

— … é por isso que, seja Shia ou você, no final, vocês apenas estragam todo o clima.

Atrás de Hajime, Shia estava rindo: — Ahaha, desuuuuu. — sem o menor pudor.

Por enquanto, eles mudaram de lugar porque queriam ser poupados de se tornarem um espetáculo maior do que esse. Foram apenas os membros do grupo de invasão que se reuniram em um canto do telhado da fortaleza e passaram seu tempo dominando os artefatos ou descansando. Ainda faltavam mais algumas horas até o nascer do sol, mas ninguém tentou tirar uma soneca. Nesta situação, onde não estava claro quando a grande invasão começaria, não importava o quanto relaxassem, a tensão subconsciente não podia deixar suas mentes adormecerem.

Nesse tipo de momento, até Hajime, que em geral exibia seus nervos de aço, teve sua sonolência espantada quando pensou em Yue. No momento, ele estava apenas polindo sua intenção assassina em direção a Ehito.

Em pouco tempo, o nascer do sol chegou. A face do sol brilhante espreitava do horizonte no leste, uma grande sombra estendida a oeste.

A quente luz do sol iluminava o mundo, quando o sol que brilhava em vermelho intenso revelou por completo sua aparência, Hajime abriu os olhos fechados e depois murmurou:

— Eles chegaram.

Foi nesse momento.

O mundo foi tingido de preto avermelhado e estremeceu.

E então, diante do olhar que Hajime e os outros dirigiram, uma rachadura percorreu o céu da Montanha de Deus, onde o abismo espiou por sua face.

Começou.

Para deus, este era seu brinquedo…

Para a humanidade, esta era sua história…

O início do fim.


Tradutor:



Notas

[1] Táticas de ataque e fuga (“hit-and-run” em inglês) é uma doutrina tática de usar ataques surpresa curtos, retirando-se antes que o inimigo possa responder em força, e constantemente manobrando para evitar o envolvimento total com o inimigo. O objetivo não é derrotar decisivamente o inimigo ou capturar território, mas sim enfraquecer lentamente as forças inimigas através de ataques, assédio e escaramuça, enquanto limita o risco às forças amigas. Tais táticas também podem expor fraquezas defensivas do inimigo e alcançar um efeito psicológico na moral do inimigo. As tácticas de ataque e fuga são usadas na guerra de guerrilha, nos movimentos de resistência militante e no terrorismo, onde o inimigo normalmente sobrepõe a força de ataque ao ponto em que o combate sustentado deve ser evitado.

[2] Em arquitetura militar, uma casamata é uma instalação fortificada fechada e abobadada, independente ou integrada numa fortificação maior, à prova dos projéteis inimigos. O termo é utilizado de um modo bastante genérico, podendo designar instalações de vários tipos e tamanhos, normalmente construídas em betão (concreto). Podemos dividir as casamatas em dois grandes tipos: as passivas – que apenas se destinam a abrigar pessoal ou material – e as ativas – que constituem postos de combate de infantaria ou de artilharia, podendo funcionar como abrigos de canhões ou de metralhadoras.

[3] Lupin Dive é um termo usado para se referir ao ato de um personagem pular em outro de forma pervertida. É um termo originado a partir do mangá Lupin III, onde o protagonista Arsène Lupin III repete essa ação muitas vezes como se ele fosse mergulhar em uma cama.



Fontes
Cores