Arifureta – Capítulo 148 – Retaliação infantil


O brilho todo branco tornou-se uma grande cachoeira que caía do alto.

Essa foi a cena que Hajime testemunhou ao passar pela parede de gelo enquanto carregava Shizuku, que dormia de forma agradável em suas costas.

Hajime entendeu o verdadeiro significado do que aconteceu. Porque se isso fosse apenas um mal-entendido por ele estar confuso com um monstro ou algo usando uma “Barreira Yaegashi”, então o ataque certamente seria interrompido de forma desesperada.

Mas não importava como ele olhasse para isso, não havia sanidade nos olhos do oponente, então, com relutância, ele realizou uma evasão usando Teletransporte.

Em seguida, o local em que Hajime estava foi destruído por um corte brutal, sendo criada uma fenda profunda no chão e na parede de gelo, seguida por um rugido estrondoso.

Embora a rachadura tenha sido reparada no mesmo instante, olhando para a marca de destruição, era fácil ver que o ataque não era uma piada – mas isso foi criado com a intenção de matar. E, acima de tudo, a intenção assassina de antes e a quantidade de poder mágico colocado no ataque mostraram a verdadeira seriedade.

Hajime lançou um olhar para a imagem falsa que sorria muito em um ponto um pouco afastado, depois fixou a posição de Shizuku em suas costas enquanto estreitava os olhos para o culpado do ato de violência.

Shizuku não sucumbiu nem ao estrondoso rugido do ataque e apenas se contraiu por um momento antes de continuar dormindo. Ela estava mesmo tão cansada? Ou talvez ela estivesse tão em paz que nem reagiria a um perigo desse nível? Havia também a possibilidade de que ela estava apenas agindo de forma descarada, no entanto…

— … então? O que você está fazendo, Amanogawa?

Sim, assim como o Sinergista disse, o culpado do ataque era o Herói. Não era a imagem falsa, mas a real, sem sombra de dúvidas.

Esse Kouki segurou com firmeza sua espada sagrada que ainda estava meio enterrada no chão meio esmagado enquanto resmungava alguma coisa. Sua franja pendia baixa, escondendo os olhos para que sua expressão não pudesse ser vista com clareza, mas ele obviamente não estava em um estado normal.

— … ga… da … de, u… ra.

— Haa? Não posso entender isso. Enfim, seu oponente não somos nós, ele está logo…

— … nós?

Hajime franziu o cenho porque não conseguiu ouvir o murmúrio de Kouki enquanto dirigia seu olhar para a imagem falsa. Ele fez isso enquanto dizia implicitamente ao Herói para atacar o inimigo sem erro da próxima vez.

No entanto, o colega mostrou uma reação excessiva a uma parte das palavras do Sinergista. Olhos penetrantes espiaram por entre sua franja, então sua espada sagrada esfaqueada foi puxada com força.

— A maneira como você diz isso é como se você e Shizuku fossem um casal, não é? Hã? Do jeito que você está falando, é como se ela pertencesse a você, não? Você está de sacanagem?

— … mas o que você está dizendo? Não diga uma coisa tão estúpida, acabe logo com isso.

Kouki dirigiu o ataque com um olhar injetado de sangue a Hajime enquanto arrastava a espada sagrada. O significado pouco claro das palavras do Herói fez o Sinergista sentir uma premonição desagradável enquanto ele instava Kouki a completar o julgamento.

Entretanto, como esperado, as palavras de Hajime não conseguiram chegar a seu colega no estado atual.

— … ah, eu vou acabar com isso agora. Mesmo sem você me dizer todos os detalhes, vou acabar com tudo!

No momento em que gritou, Kouki encarou seu colega com um olhar que emitia loucura pelas pupilas abertas enquanto avançava. Sua figura era nebulosa usando Teletransporte Superior, enquanto pressionava com força e então soltava um corte de luz cheio de enorme poder mágico.

— Tch, então você cedeu. Seu desgraçado estúpido.

— Cale a boca! Tudo voltará a ser como era antes se você morrer! MORRA AGORA MESMOOOOO!”

Hajime adivinhou a causa da excentricidade de Kouki. Certamente este foi o resultado de sua falsificação o encurralando. Assim, o Sinergista olhou por cima do ombro para a Espadachim, que estava confiando o corpo dela nas costas do garoto, — Então, eu sou o golpe final… —, ele murmurou em voz baixa enquanto franzia a testa sobre o seu péssimo sincronismo.

Kouki ignorou por completo o murmúrio do colega e apenas segurou sua espada sagrada com força total, com uma intenção assassina e ódio ferventes. De modo óbvio, ele estava tentando matar Hajime. Independentemente de Shizuku, que estava nas costas do Sinergista, o Herói atacou sem se segurar e seu colega concluiu que o outro rapaz não estava lúcido.

— Nn, nmuu, quê? Deixe-me dormir um pouco ma…

— Sua idiota! Como você pode falar dormindo nessa situação!? Se você não acordar agora, vou transformá-la em uma bala de canhão humana, só para você ficar sabendo!

Olhando para o rosto meio adormecido de Shizuku, que estava irritadiça como uma criança mimada, Hajime mostrou um olhar irritado e gritou com raiva. Se ela não acordasse em um segundo, ele estava pensando mesmo em dar socar Kouki.

O grito furioso do Sinergista, o rugido estrondoso e um clarão que parecia um canhão de luz, foi lançado logo depois disso, o que por fim fez a Espadachim abrir e arregalar os olhos em choque. Hajime ativou a barreira usando as brocas de cruz para que o ataque não os atingisse, mas o cenário diante de seus olhos enfim a fez notar que eles estavam no meio da batalha, e a garota desceu das costas do colega com desânimo.

— Você dormiu demais, parecia até uma pedra. Que garota sem vergonha.

— Eu não sou sem vergonha. É que as costas de Nagumo-kun pareciam tão…

— Bem, isso não importa agora Yaegashi. Deixando isso de lado, faça algo a respeito da situação atual.

— Não importa o que você diga… ou melhor, esta situação, o que aconteceu… eh?

Shizuku ficou com lágrimas nos olhos por causa do choque que recebeu pelas expressões e palavras exasperadas do Sinergista. Contudo, depois que o clarão desapareceu, ela viu a figura do oponente que parecia ser a pessoa que desencadeou esse ataque. Isso fez com que ela emitisse uma voz estupefata enquanto seu corpo ficava rígido.

Isso com certeza não poderia ser diferente, porque o oponente que desferiu o ataque com uma alta chance de causar mortes era um amigo de infância com quem ela estava familiarizada.

— Parece que ele sucumbiu, não é? Parece que ele está pensando que eu sou mesmo a raiz de todo mal.

— É que…

À frente de seu olhar estava a imagem falsa de Kouki. Ele estava enviando um olhar entretido para eles.

Shizuku, que adivinhou a situação geral, encheu seu olhar de força e depois ergueu a voz para o Herói, que estava olhando para eles com os olhos nublados.

— Kouki! Não faça isso! Você não deve perder para o seu outro eu! Volte aos seus sentidos, supere-se!

O olhar de Shizuku que estava voltado para Kouki estava colorido apenas com preocupação. Embora houvesse vários problemas com ele, o rapaz ainda era um bom amigo de infância dela que transbordava com boas intenções. Ele era conhecido dela, incluindo sua família, desde quando eram crianças até hoje. Ele era como um membro importante de sua família. E agora sua expressão estava distorcida com a intenção de matar e o ódio que ela nunca tinha visto antes.

Ela não podia olhar para ele assim. Ambas as mãos da garota se entrelaçaram como se estivesse rezando, tentando desesperadamente despertar o coração do Herói.

Entretanto, em relação a Shizuku, Kouki sorriu e disse algo ultrajante.

— … está tudo bem. Juro que salvarei Shizuku sem falha.

— Kouki? O que você está dizendo…?

— Você sofreu uma lavagem cerebral de Nagumo, não foi? Está tudo bem. Você será libertada se ele for derrotado… Nagumo, mesmo que você seja meu ex-colega de classe, não pense que pode escapar dessa depois de machucar minha importante amiga de infância. Vou derrotá-lo e desfazer toda a lavagem cerebral de Kaori e das outras garotas também! E então, eu vou salvar o mundo junto com elas!

Shizuku ficou impressionada com a declaração absurda de Kouki.

O Herói atual, por assim dizer, poderia ser considerado como o Kouki caso a Espadachim não tivesse falado com ele na noite em que Kaori partiu com o grupo de Hajime. Naquela noite, o peso preenchido pelas palavras da amiga de infância impediu o Herói de perder o controle.

Ele não pôde mudar no mesmo instante a maneira como pensava, uma vez que também havia muitos aspectos no Sinergista com os quais estava preocupado. Foi por isso que ele foi contrário à Hajime várias vezes, mas mesmo assim, como ele tinha as palavras de Shizuku, ele não disse nada sobre Kaori também, desde que não houvesse uma separação completa entre ela e o Sinergista.

Contudo, para colocar em outras palavras, também se podia dizer que o Herói poderia fazer isso apenas porque a Espadachim estava ao seu lado.

O senso de valor e pensamentos do garoto talvez pudessem ser considerados “infantilidade”. Ele continuou carregando a “justiça ideal”; que foi plantada em sua infância, sem nenhum muro da realidade em seu caminho, e continuou assim até a idade atual, então talvez esse fosse apenas o desenvolvimento lógico.

Para um Kouki tão infantil, se a última amiga de infância, alguém para quem ele dirigia seu desejo de monopolizar, fosse tomada, também pareceria natural que seu “temperamento” explodisse.

Embora, o temperamento do rapaz, que estava possuía o poder de um herói, não fosse algo para achar engraçado…

Além disso, Kouki, que mantinha sua “infantilidade” e que não estava ansioso para reconhecer sua própria culpa, foi encurralado por completo pela realidade que foi empurrada em seu rosto por sua imagem falsa. A emoção que não era adequada para um herói como ele estava transbordando de dentro de seu coração, o esculpindo como uma lâmina cortante.

Ele negou com desespero. Ele desviou os olhos. E quando ele mal se manteve firme, sua última fortaleza que era Shizuku, estava confiando seu corpo com uma expressão feliz que obviamente não seria mostrada a um homem que não significava nada para ela. Até o Herói cabeça-dura podia adivinhar qual era o significado disso. E então, porque ele poderia adivinhar isso… sua fortaleza desmoronou. O mau hábito de Kouki, junto a seu coração encurralado, se manifestou da pior maneira.

Ou seja, Hajime Nagumo foi a raiz de todo mal e fez uma lavagem cerebral em suas amigas de infância e em várias outras garotas, e depois se tornaram um obstáculo para ele, que estava tentando salvar o mundo. Essa foi a impressão em que seu coração acreditava. Uma interpretação realmente conveniente.

— Kouki! Se recomponha! Não sei o que lhe foi dito, mas não se perca!

— Shizuku…

— Escute Kouki. Enfrentar sua parte nojenta é muito doloroso. Eu entendo isso muito bem porque eu também quase morri com isso. Mas se você não aceitar e superar isso, não poderá seguir em frente. Se você quer se tornar forte e salvar muitas pessoas, não deve se apegar a um pensamento conveniente aqui. Seu inimigo é você mesmo. É aquele Kouki sorridente ali! Abra seus olhos!

A persuasão desesperada da Espadachim ecoou dentro do espaço. Parecia que a imagem falsa pretendia observar a situação atual em silêncio e se divertindo.

E então, Kouki, que estava ouvindo a amiga de infância usando palavras de seu coração, sorriu para a Espadachim. Esse foi um sorriso que foi exibido muitas vezes quando eles estavam no Japão, um sorriso que encantou muitas garotas. No entanto, isso agora parecia distorcido em algum lugar.

— Obrigado, Shizuku. Você sempre fica séria dessa forma por minha causa, não é?

— Kouki…

A expressão da Espadachim estava tingida de alegria, pensando que ele havia aberto os olhos.

Porém…

— Estou muito feliz. Mesmo que você sofra com uma lavagem cerebral, ainda assim pensa em mim.

— … Kouki?

— Está tudo bem. Vou derrotar aquele homem e aquele monstro com a mesma cara que eu, e também salvarei você de Nagumo. Você não precisa mais se aconchegar perto de um homem que nem gosta. Juro que deixarei Shizuku voltar ao lugar em que você deveria estar.

— …

A expressão de Shizuku ruiu ao ouvir as palavras de Kouki. Ela perguntou enquanto murmurava…

— … o lugar em que eu deveria estar? Você pode me dizer onde é esse lugar?

— Entendo. Então agora você não consegue nem entender isso. Que pena. O que Nagumo está fazendo é mesmo imperdoável.

— Kouki. Me responda.

— Aah, é claro que ao meu lado. Assim como tem sido até este momento, e daqui em diante também.

Shizuku deu um longo suspiro.

— … Kouki. Será que você se lembra daquela noite? Naquele dia em que Kaori partiu quando conversamos na ponte.

— Sim, claro, eu lembro. Aquela coisa de duvidar da minha justiça, certo? Está tudo bem. Eu pensei que Nagumo fosse um cara perigoso desde o início, mas por causa das palavras de Shizuku, eu o olhei com mais atenção até agora. Mas, como esperado, ele não passa do pior traidor.

— Kouki, pare…

— Não adianta discutir. Você não entende porque sofreu lavagem cerebral Shizuku, mas isso é algo “justo”.

O Herói cortou as palavras da Espadachim que continuaria discutindo veementemente sem hesitação. Ele estava colocando tudo sob a interpretação conveniente de “lavagem cerebral”, a fim de obter o futuro mais desejável para si.

Ao mesmo tempo, Kouki dirigiu aqueles olhos que estavam nublados como lodo e abandonou sua postura. O brilho do Superar Limite, que ele enfraqueceu de propósito enquanto conversava com Shizuku, recuperou sua forma radiante como se recuperasse sua força.

— Kouki. Pare com isso!

Shizuku levantou a voz para detê-lo com impaciência colorindo seu tom, mas… de forma natural, o Herói não parou.

Ele disparou com um impulso feroz, deixando um rastro de luz para trás. Seus olhos já não refletiam a Espadachim, ele estava apenas vendo a figura de seu odioso inimigo, Hajime.

Tendo uma intenção assassina feroz dirigida a ele, o Sinergista, que até agora estava olhando de lado, como se o que acontecesse não fosse uma preocupação dele, agora voltou seu olhar para seu colega. Seus olhos se estreitaram. O rosto de Shizuku ficou pálido porque ela acreditava que isso não terminaria bem para o oponente no caso de ele dirigir uma intenção assassina séria contra Hajime. Nesse ritmo, seu amigo de infância seria morto!

— Se eu não o parar…

Diante do disparo de Kouki, que estava com o Superar Limite ativado, pessoas como Shizuku eram como folhas ao vento. Mas mesmo assim, não havia como ela deixar isso de lado, e a Espadachim na mesma hora entrou no meio do Herói e o Sinergista para tentar detê-los.

Contudo…

— Yaegashi, a sua direita.

— Eh!?!?

Quase ao mesmo tempo que o aviso de Hajime surgiu, ela percebeu que, de modo súbito, a imagem falsa revestida com um poder mágico preto-avermelhado estava a atacando. Era literalmente como o arremessar uma lança, e a imagem falsa começou a atacar o lado da garota com uma energia terrível.

Na mesma hora, Shizuku ergueu sua katana negra e se preparou para o impacto. Ao mesmo tempo, o falso Kouki, que se aproximava com tanta velocidade que poderia ser confundido como um canhão preto-avermelhado, estava sorrindo de forma repugnante.

Mas, pouco antes da falsificação tocar a Espadachim, uma sombra de repente surgiu entre os dois…

Em outras palavras, uma cruz revestida de poder mágico semelhante ao da imagem falsa. Era uma broca de cruz que continha um brilho vermelho muito vívido. Ela ativou Vajra e se tornou um escudo improvisado.

Em seguida, Shizuku e a imagem falsa com a broca de cruz entre eles desapareceu do caminho de Hajime e Kouki. Era como se a imagem falsa tivesse sequestrado a Espadachim.

Os resíduos do poder da magia negra avermelhada flutuavam como uma nuvem persistente entre as duas pessoas que observavam.

“Eu serei o oponente de Shizuku. Você pode lutar contra o seu inimigo odioso até ficar satisfeito.”

— Guh, você! Me solte! Este não é o momento para isso…

“Calma, calma, este não é um assunto meu ou de Shizuku, não é? Vamos aproveitar um espetáculo secundário enquanto esses dois estão dançando. Em vez de se autodestruir, ser possuído por seu próprio desejo é mais adequado para o julgamento daquele sujeito.”

— Você só está fazendo o que quer…

Parecia que a imagem falsa deixou o desafio de Kouki semelhante ao de Ryutaro, onde incorporava o fator em que ele precisava vencer contra seu próprio desejo. Se Kouki poderia aceitar a realidade e voltar ao seu senso enquanto lutava com o Hajime ou não… essa era a provação. Era um verdadeiro incômodo para o Sinergista ser tratado como um examinador, conforme a vontade do labirinto.

— Está tudo bem? Sua importante amiga de infância está sendo atacada bem ali.

— … essa coisa também sou eu. Ele não a matará. Alguns machucados com certeza serão uma lição por ela sofrer lavagem cerebral com tanta facilidade de um homem como você.

— … agora há pouco, você não disse que aquilo era um monstro?

— Ele é um monstro mímico que copia minha emoção, certo? Então, mesmo que seja um monstro, ele não matará Shizuku.

— Isso é absurdo.

Essa foi uma interpretação muito conveniente. Enquanto ele concluía que isso era um monstro não relacionado a si mesmo, ele disse que a coisa não colocaria sua amiga em perigo porque era algo que copiou ele próprio. Foi mesmo um absurdo.

Era provável que, dentro de seu coração, Kouki já entendia que a imagem falsa era composta por sua emoção negativa. Foi por isso que ele subconscientemente entendeu que Shizuku estava segura, porque as emoções negativas não fariam dela um alvo.

Mas, se ele reconhecesse isso, isso significaria que ele reconhecia o que a imagem falsa dizia como a verdade. Por isso, para considerar tudo o que não era Shizuku como besteira, ele concluiu que isso não era sua imagem falsa, mas um monstro. Era uma lógica distorcida que era muito forte, mas parecia que havia se tornado uma verdade dentro do Herói.

Kouki deu uma olhada na imagem falsa, que demonstrou uma feroz esgrima com a Espadachim, enquanto sua intenção assassina estava aumentando.

— Se prepare! Não vou mais deixar você fazer o que quiser. Shizuku e Kaori, depois Yue e as outras também, libertarei todas de você!

Ao mesmo tempo que fez essa proclamação, o Herói liberou a energia que reuniu e avançou de forma explosiva. Ele desferiu um golpe como se estivesse cortando um pedaço de madeira pela frente sem hesitar.

GOU! Junto de um som terrível de vento sendo cortado, a espada sagrada que parecia ter sido feita a partir da luz atacou Hajime. No entanto, diante de um ataque tão letal, o Sinergista não deu um passo para trás e apenas levantou o braço.

Essa mão estava segurando Donner, GOKIN!, O som de metais se chocando surgiu e faíscas se espalharam, o ataque de força total de Kouki foi bloqueado com facilidade. Além disso, foi bloqueado por Donner já com seu alvo na mira.

— Quê!?

Kouki ficou chocado e soltou sua voz de forma reflexiva, Hajime dirigiu um olhar frio para o Herói e abriu sua boca.

— Não há nada mais sem sentido do que insultar um verdadeiro idiota o chamando de idiota… mas, vou dizer isso tudo… imbecil, quem permitiu que um desgraçado como você se referisse a minha mulher de forma tão casual? Hein?1

— !?

Logo a seguir, uma torrente de intenção assassina transbordou. A pressão era a mesma de uma grande cachoeira. Era algo vasto demais para ser chamado de humano, uma presença de “força” esmagadora que era aterrorizante demais. O corpo de Kouki, que foi atingido com a coerção do monstro de perto, estava enrijecido de forma involuntária.

DOPAN!

O gatilho de Donner foi puxado e uma bala acelerada por eletromagnetismo disparou contra a espada sagrada tapando seu cano; era como se o revólver estivesse insultado com a espada em seu caminho.

Incapaz de suportar o impacto feroz, a espada sagrada deslizou da mão de seu portador e dançou no ar em círculos.

E então, em direção a Kouki que parecia estar fazendo um gesto de banzai com apenas uma mão, uma sombra negra surgiu de sua região inferior… era o chute direto de morte certa do Sinergista.

— Gahah!?

O chute que atingiu o estômago do Herói com um som terrível de impacto fez com que o corpo dele se dobrasse em uma forma lateral de “V” enquanto o rapaz flutuava no ar dessa maneira.

Sem um momento de atraso, Hajime girou no local e acrescentou um chute giratório repleto de força centrífuga.

Um som de impacto ressoou mais uma vez. O corpo de Kouki foi jogado para longe, como se um enorme caminhão estivesse passando por cima dele. Kouki, que voou horizontalmente como um canhão, foi atingido por uma parede de gelo. Não havia o que fazer além de imaginar o quão grande foi o impacto. A parede de gelo em suas costas foi pulverizada em uma forma radial.

Kouki caiu no chão depois disso, ele estava de quatro enquanto tossia. Sangue espirrou de sua boca.

Com apenas um chute sem arma ou o Superar Limite, os órgãos internos do Herói, que estava vestindo uma armadura que era um artefato do nível de um tesouro nacional, foram danificados. Esse fato fez Kouki cerrar os dentes enquanto gemia com dor.

Porém, não havia como Hajime lhe dar tempo para ficar frustrado.

DOPAN! DOPAN! DOPAN!

Sons consecutivos de descarga de revólver rugiram e clarões vermelhos assaltaram o Kouki, que ainda estava agachado. Talvez ele tenha notado a intenção assassina do colega. O Herói pulou para o lado quase ao mesmo tempo em que o Sinergista puxou o gatilho, mas foi como se até sua direção de esquiva fosse lida, no momento em que Kouki pulou, a terceira bala atingiu seu ombro.

Além disso, uma das balas que o Herói escapou antes parecia ser uma bala normal que só estava revestida com poder mágico vermelho sem ser acelerada eletromagneticamente; quando ela atingiu a parede de gelo quebrada atrás de Kouki, ela ricocheteou e a luz vermelha atacou.

O aluno foi atingido atrás do joelho e a bala atravessou a fenda de sua armadura.

— Gua… ven-venha, espada sagrada…

Enquanto rolava por todo o chão com sangue escorrendo de seus ombro e perna, Kouki, caído no chão, estendeu a mão para a espada sagrada que estava um pouco distante. A espada respondeu à voz do Herói e voou para ele.

Contudo, ela não se instalou na mão do rapaz. Pouco antes de chegar, Hajime pisou na espada. A espada sagrada lutou para retornar ao seu mestre, mas essa resistência era sem sentido, já que o pé que pisava nela nem se mexia.

— Que desagradável. Se você pudesse usar essa nova habilidade com competência, você com certeza poderia lutar melhor.

Hajime murmurou com um tom frio. Ele estava apenas falando consigo mesmo sem intenção de Kouki ouvir, mas parecia que o colega o ouviu por completo. Ele olhou para o Sinergista com uma expressão distorcida pelo ódio, como se estivesse tentando matá-lo com o olhar.

Donner foi apontada para a têmpora de Kouki. A intenção assassina de Hajime ainda não estava resolvida. Ele estava mantendo a horrível espessura de sua intenção que poderia parar o coração de uma pessoa normal. Não importava quem visse isso, parecia que Hajime pretendia dar o golpe final.

Mas, uma voz desesperada ressoou naquele momento.

— Nagumo-kun! Por favor, pare! Vou convencer Kouki, então…

Era Shizuku. Enquanto estava presa em uma luta de espadas com a imagem falsa, ela implorou para que ele poupasse a vida do Herói com um olhar tingido pela inquietação. Mas isso tornou-se uma abertura fatal, e o desenvolvimento que a Espadachim desejava não era algo que a imagem falsa queria.

Dessa forma…

“Que tal Shizuku deixar o palco por um tempo?”

— Agh?!

A onda de choque da imagem falsa foi lançada e atacou a garota. Shizuku foi atingida em todo o seu corpo, e ela foi lançada para longe com sua consciência sendo roubada quando bateu na parede e desabou sem poder, deslizando para o chão.

Como uma broca de cruz interferiu entre os dois logo antes do ataque acertá-la e se tornou um escudo, parecia que Shizuku foi salva de um golpe direto, mas para a garota que tinha um baixo poder defensivo, mesmo nos melhores momentos, além do poder total de um herói, adicionado pela rejeição completa de Kouki à sua própria emoção negativa que fortaleceu a cópia em algo muito mais forte que o real, apenas um golpe superficial se transformou em um golpe poderoso o suficiente. Diferente de um ataque cortante, foi uma onda de choque que induziu uma concussão cerebral; portanto, sem tomar uma medida de recuperação, ela não abriria os olhos tão cedo.

A imagem falsa de Kouki exibiu um sorriso satisfeito por seu sucesso em fazer a Espadachim desmaiar, ele então se virou e encarou o Sinergista. E então, com um movimento natural, ele estendeu a espada sagrada negra e lançou um forte bombardeio de luz.

O clarão que se aproximava em espiral estava em um curso que com certeza também engoliria Kouki. A imagem falsa estava tentando enterrar os dois por completo… de qualquer forma, Hajime se retirou do local. Ele deixou seu colega para trás.

— UWAAAAH!

O Herói gritou e assumiu uma posição defensiva, mas pouco antes do bombardeio de luz o atingir, ele se curvou e começou a perseguir o Sinergista.

Hajime descobriu a cobertura do bombardeio com seu olho mágico e conseguiu atirar com precisão e facilidade no ponto certo para dispersar o ataque. Entretanto, a imagem falsa teve sucesso em distanciar Hajime de Kouki da maneira que planejou.

A falsificação andou até o lado do Herói e sussurrou algo no ouvido do rapaz deitado. Enquanto sua boca se abria em um sorriso que parecia uma lua crescente, sua figura que devia sussurrar palavras doces parecia a mesma de um demônio. Não havia mais como Kouki admitir que a figura era seu outro eu.

Em pouco tempo, o olhar injetado do Herói estava se alternando entre ara Hajime e sua cópia, e ele assentiu com relutância.

Logo depois disso, a figura da imagem falsa diminuiu como névoa e, em seguida, partículas de luz preta-avermelhada começaram a girar.

“Muito bem. Está na hora do herói. Vamos resgatar as heroínas do patife!”

— Calado. Eu não vou seguir suas instruções. Só estou te usando por enquanto! Depois de derrotar Nagumo, será a sua vez, não se esqueça disso.

Ao mesmo tempo em que essas palavras foram ditas, partículas negras avermelhadas estavam entrando no corpo do Herói e ele começou a pulsar. Dokun, dokun! Um som pulsante começou a ecoar dentro da sala e a luz branca pura com a qual Kouki estava revestido começou a se misturar com uma cor preta-avermelhada que parecia um vaso sanguíneo.

Ele se levantou lentamente. Olhando com atenção, as feridas no ombro e na perna também estavam cicatrizando. Parecia que a capacidade derivada de Kouki, Aumento na Taxa de Recuperação, foi aprimorada de forma explosiva.

DOPAN! DOPAN!

Então, um tiroteio sem perguntas foi feito. Algo como a gentileza por reconhecer o clima de um vilão enfrentando um herói, esperando a cena da transformação, isso era algo que Hajime não faria. E enquanto ele fazia nisso, o garoto também jogou várias granadas.

Clarões vermelhos arranharam o ombro e a perna de Kouki, deixando-o instável.

Além disso, as granadas rolantes explodiram em chamas e ele foi engolido.

— Isso é inútil.

Mas o que saiu das chamas não foi um Kouki em farrapos, mas essas palavras.

Aquela voz parecia incluir um pouco de alegria, como se estivesse tremendo de felicidade. Parecia que pouco dano foi infligido, o poder mágico que havia mudado de cor de branco puro para preto avermelhado explodiu e soprou as chamas para longe.

Assim, a figura do Herói que com olhos de cores diferentes, com um deles tingidos de preto avermelhado, apareceu. Até a cicatriz do tiro de agora havia sido quase que toda curada. A mudança em sua aparência não era apenas seus olhos, seu cabelo originalmente castanho estava misturado com fios brancos, sua armadura sagrada estava com vários detalhes que pareciam vasos sanguíneos. Além disso, em suas mãos, preta e branca, duas espadas sagradas eram seguradas.

— Vocês se combinaram?

— Não era minha intenção, mas sim. Se é para derrotar você, então eu me conformarei em aceitá-lo. Embora mais tarde eu também derrote esse cara.

— Por que você está agindo como um bom garoto? Você só está sendo derrotado pela tentação.

— Você pode me insultar o quanto quiser. Não importa o que você diga, você não pode mais me vencer. Se houver essa força surgindo em mim, posso recuperar tudo!

— Me pergunto por que você não consegue perceber que foi derrotado por causa desse pensamento.

— Chega de conversa. Se prepare Nagumo! Quebra Suprema!

O poder mágico explodiu de Kouki em uma escala várias vezes maior. O último derivado do Superar Limite, que elevou todo seu status em cinco vezes, Quebra Suprema… a força de Kouki, que aceitou sua imagem falsa, já havia atingido o total de dez mil. Era literalmente uma taxa de aumento no nível de monstros.

O Herói se posicionou com suas duas espadas sagradas. Em um instante, a figura dele tremulou.

— Haah!

Um grito energético pôde ser ouvido atrás do Sinergista. Kouki circulou as costas de Hajime em um instante. Duas espadas sagradas foram arrastadas com um poder mágico branco e preto avermelhado, enquanto esculpiam uma cruz nas costas de Hajime.

O Sinergista nem mesmo olhou para trás.

“Peguei ele!”

No momento em que o Herói se convenceu disso, um som familiar ressoou. Ao mesmo tempo, as duas espadas sagradas foram superadas por um impacto feroz, um clarão vermelho

atravessou seu torso, que ficou indefeso. O poder defensivo da armadura que foi drasticamente aumentada e a habilidade Resistência Física, bem como sua derivação Mitigação de Impacto, fizeram com que o ataque não fosse fatal, mas um impacto que uma pessoa normal que recebe um forte golpe de um boxeador peso-pesado atacou Kouki e o jogou para trás.

“Como? Ele não deveria ser capaz de reagir”, Mesmo com a respiração bloqueada, Kouki reorganizou sua posição no ar e aterrissou. À frente de seu olhar, havia a aparência do cano de Donner voltado para trás com apenas o pulso do Sinergista girando para trás.

Olhando para isso, Kouki percebeu que não era porque Hajime não conseguiu reagir, foi que ele nem precisou se virar. A expressão do Herói se distorceu em humilhação. Ele colocou força em seus pés, então abaixou suas duas espadas sagradas enquanto gritava, ignorando a dor no estômago.

— Tempestade da Lâmina Crescente Celestial!

Assim, o que ele lançou foram centenas de cortes espalhados em uma ampla extensão. Apenas as lâminas visíveis de luz já eram cem, e quase trezentas lâminas de vento estavam seguindo em frente, espreitando nas sombras. O ataque já estava em um nível de magia de obliteração.

Mas uma tempestade de centenas de ataques foi evitada por Hajime com um movimento oscilante, como uma folha flutuando ao vento, o que não podia ser evitado foi refletido ou desviado.

Além disso, enquanto esquivava, Hajime apontou Donner para Kouki com um movimento natural e lançou um contra-ataque que surgiu na brecha da tempestade.

A bala que atravessou a brecha como se fosse algo simples, atingiu os pés do Herói e espalhou grandes ondas de choque, derrubando Kouki.

E então o próprio Sinergista também escapou da tempestade de lâminas e se aproximou de Kouki com velocidade igual, não, era ainda mais rápido do que o colega, e ele chutou o Herói como se ele fosse uma bola de futebol.

— Guah!?

Kouki, que soltou um gemido enquanto era jogado no ar, virou alvo de Donner e Schlag.

Na mesma hora, Kouki chutou o ar usando Aerodinâmica para tentar escapar da linha de fogo, mas os canos dos dois Revólveres não saíram do garoto e apontaram para o seu futuro local. A expressão do Herói se apertou.

A cena ficou lenta como se os sentidos de Kouki e Hajime estivessem esticados. Dentro do mundo de cores opacas, pouco antes do Sinergista puxar o gatilho, ele viu a figura de Shizuku no canto dos olhos. Sua figura que tentava convencer Kouki e sua súplica para poupar a vida do amigo piscou no fundo da mente de Hajime. Ao mesmo tempo, ele também se lembrou da figura de Kaori, que também era amiga de infância desse cara.

O Sinergista estalou sua língua, desviou um pouco os canos das armas e puxou os gatilhos consecutivamente com a velocidade incomum.

DOPAAAAN!

O som de um único tiro, que pareceu um pouco esticado, foi a prova dos disparos simultâneos. Como se fossem meteoros, clarões vermelhos cortam o ar, atingindo Kouki no ar. Como uma marionete que era manipulada de forma inadequada por crianças, o corpo do Herói tremeu enquanto desenhava uma parábola.

Kouki estava espirrando sangue enquanto caía em um ponto afastado com um som de “dosha!” que ressoou. Olhando de lado, talvez o rapaz parecesse um cadáver que havia sido alvejado por muitas balas. Porém, esse palpite foi negado no mesmo instante pelo movimento que veio do Herói. Ele não perdeu tempo para se levantar, usando as espadas sagradas gêmeas como apoio.

O sangue escorria de seus ombros, braços e pernas, mas tudo foi curado em um momento. Seus olhos injetados de sangue estavam tomados pela loucura, tornando seu olhar ainda mais horrível. Não havia mais nem sequer um traço do herói que estava cheio de sonho e esperança.

— Você está se segurando? Você está tirando sarro de mim?

Todos os lugares em que ele foi baleado não eram pontos vitais. Esse foi um ataque feito para deixar o oponente impotente. Dessa forma, Kouki sentiu que nem sequer era visto como um oponente, embora estivesse lutando para matar. Dentro de seu peito, uma parte negra e enlameada ainda estava brotando.

Hajime bateu no ombro com Donner enquanto respondia com tranquilidade, como se isso não fosse nada.

— Bem, você que cedeu tanto é apenas problemático e seria melhor matá-lo, mas… se eu fizer isso, Yaegashi e Kaori vão chorar. Eu vou te espancar de forma apropriada e vou deixar o resto para suas amigas de infância.

— … não brinque comigo! Vou fazer você perder essa sua compostura agora mesmo!

Mais uma vez Kouki brandiu suas duas espadas sagradas enquanto se aproximava. Ódio e ciúmes estavam colados em seu rosto.

Parecia que Hajime pensava mais nas duas garotas do que em si mesmo, isso causava um grande desagrado no peito do outro rapaz.

A feroz esgrima atacou o Sinergista, mas tudo foi tratado por ele com uma expressão fria, sem pressa, vendo que a emoção negra estava cada vez mais fervente no Herói e ele gritou, incapaz de suportar.

— Você… alguém como você… não fale como se entendesse! Quem realmente entende Shizuku e Kaori sou eu. Quem valoriza as duas mais do que qualquer um sou eu. Eu sou o único que deveria estar junto das duas. Não pessoas como você! Nunca um cara como você!

— … você parece uma criancinha fazendo birra.

Deslizando pelas espadas sagradas gêmeas que Kouki brandia, Donner e Schlag de Hajime perfuraram o corpo do garoto à queima-roupa. Entretanto, o atual Herói não seria parado por algo assim. Mesmo que buracos fossem abertos em seu corpo, ele era curado com o poder que ultrapassava qualquer limite. Kouki ignorou o dano e disparou de modo irresponsável.

Essa figura era como Hajime descreveu, a figura de uma criança que estava fazendo birra porque a situação não estava indo como ele desejava.

Como se viesse da emoção negativa de Kouki, os atributos de sua carne, que haviam ultrapassado seu limite há muito tempo, estavam aumentando ainda mais. Era provável que a imagem falsa possuída fortalecida, e o próprio Kouki também, ficassem ainda mais fortes.

Olhando para seu status, o Herói já estava em um nível que se aproximava de Hajime sem o Superar Limite ativado. A tempestade de espadas que foi desencadeada possuía velocidade e força que se assemelhavam a apóstola de deus, Nointo, mesmo assim, seu poder ainda estava aumentando como se isso ainda não fosse suficiente.

— ÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓ!

— …

Um grito de espírito de luta surgiu da boca de Kouki. Por outro lado, Hajime estava… em silêncio. Mesmo com as especificações de Kouki aumentando para um nível que não era inferior ao de Nointo, embora também não fosse superior, o Sinergista não soltou seu rugido do espírito de luta como ele fez em sua luta contra a Apóstola. E então, como esperado, ele também não assumiu o risco de usar o Superar Limite.

O ataque de Kouki não atingiu seu alvo. Por mais rápido que ele se tornasse, por mais forte que ele ficasse, seus golpes nem sequer arranhavam Hajime.

O motivo era simples. A área mental do usuário era inexperiente, além disso, era monótona. O ataque era frenético e faltava calma, os golpes estavam apenas querendo esmagar o oponente e estavam mergulhados em uma alegria mórbida. Algo como isso, contra qualquer um, em qualquer tipo de lugar, com certeza não funcionaria.

E, naquele momento, uma parte da parede de gelo atrás de Kouki derreteu e a entrada de uma passagem se abriu. Hajime olhou para lá enquanto afastava o grito de guerra e a difamação do Herói, lá, Yue e as outras, todos os membros, apareceram.

Vendo a luta dos dois alunos, os olhos de todos se arregalaram e eles ficaram parados com um olhar estupefato. No entanto, Kouki nem sequer os notou, ele estava apenas espalhando seu ódio e intenção assassina com seriedade a fim de matar seu colega.

— Se ao menos… se ao menos você não estivesse aqui, tudo correria muito bem! Kaori, e Shizuku também, me pertenceriam para sempre! Eu teria salvo este mundo como um herói! Você, você é quem estragou tudo!

— …

— Mesmo que você seja um assassino. Mesmo que você abandone os outros com facilidade. Não há como alguém tão ruim ser apreciado por outras pessoas!

— … portanto, eu fiz uma lavagem cerebral neles?

— Isso mesmo! Não há outra explicação, exceto isso! Kaori e Shizuku, e Yue e Shia e Tio também, todas sofreram lavagem cerebral e seguiram você. Cedo ou tarde, você fará uma lavagem cerebral em Ryutaro e Suzu, não vai? Eu não permitirei. Eu sou um herói. Eu vou salvar todos de suas mãos, vou pegar de volta tudo, tudo! Você não é mais necessário!

Esse grito também foi audível para Yue e o resto do grupo. Os olhos da vampira e Shia se estreitaram perigosamente, e Tio franziu a testa com desgosto. Por outro lado, Kaori cobriu a boca com as duas mãos pelo choque que recebeu. Ela não tinha nenhuma palavra sobre a queixa absurda e muito egoísta de seu amigo de infância. Ryutaro e Suzu também estavam na mesma, eles olhavam atordoados para Kouki enquanto estavam rígidos.

Hajime deu um longo suspiro dentro de seu coração, pensando que esse era mesmo um cara problemático ao transmitir a Telepatia para Yue e as outras.

“Parece que todas também estão seguras.”

“… nn. Tudo certo. Em vez disso, o que há com esse idiota?”

“Isso mesmo. Ele está dizendo algo inadmissível.”

Yue e Shia responderam com um tom que transmitia raiva. A amada pessoa delas foi amaldiçoada e no final foi declarada como desnecessária. Além disso, elas também não aguentavam Kouki se referindo a elas sem um honorífico.

Hajime mostrou um pequeno sorriso para as duas.

“Para explicar de maneira simples, ele perdeu para sua imagem falsa e agora está no meio de desabafar sua raiva com sua conveniente interpretação a todo vapor. Ele aceitou sua cópia e sua força foi aumentada. Parece que ele pode concluir o julgamento se se recuperar, mas… isso parece impossível. Até Yaegashi tentou convencê-lo, mas no final, ela acabou assim.”

Hajime deu um chute no joelho de Kouki para fazê-lo recuar enquanto olhava na direção da Espadachim. Yue e as outras, cuja atenção foi atraída por Hajime, também olharam para lá e descobriram a inconsciente Shizuku.

“Shizuku-chan!”

“Ela não foi atingida diretamente. Ela não deve estar muito ferida, mas, por enquanto, cuide dela Kaori.”

“Ó, é claro! Conte comigo.

Kaori, que estava petrificada, recuperou os sentidos quando viu a figura de Shizuku e correu para ela em pânico.

Esse movimento por fim fez Kouki notar a existência de Yue e as outras. Ele se afastou de Hajime enquanto olhava para todas com os olhos arregalados, depois mostrou um sorriso.

— Todas, vocês vieram. Esperem um pouco por mim. Juro que vencerei esse cara e libertarei todas agora mesmo.

As palavras de Kouki fizeram Yue, Shia e Tio passarem do descontentamento e agora elas dirigiam um olhar de pena para ele. Em troca, Ryutaro e Suzu voltaram a si e gritaram com desespero.

— Mas o que você está dizendo Kouki? Que diabos! Recobre seus sentidos!

— Kouki-kun, se recomponha! O que você deve derrotar não é Nagumo-kun, é você mesmo!

Ao ouvir aqueles gritos sinceros dos dois colegas, em vez de ficar feliz, a expressão do Herói se transformou em raiva. Como esperado, o alvo dessa raiva era o Hajime.

— … Nagumo. Não me diga que você já fez lavagem cerebral em Ryutaro e Suzu? Quão podre você é? Até quando você pretende roubar de mim, até ficar satisfeito!?

Ah, entendi. Eu entendo agora. Até Eri… foi coisa sua, não foi? Eu pensei que era estranho que ela mudasse daquela forma. Mas, se isso foi por causa de sua lavagem cerebral, tudo faz sentido.

— Não faz o menor sentido, seu idiota.

— Dar desculpas tão tarde é apenas desagradável. Eu farei você expiar seu pecado, com certeza.

— Eu acho que idiotice do seu nível já é um pecado grande demais…

Kouki gritou e ergueu suas duas espadas sagradas. Uma torrente de poder mágico rodopiou de forma feroz. O chão ao redor foi lançado para longe apenas com as ondas e o teto foi obliterado. Parecia que ele planejava desencadear o Poder do Céu usando esse imenso poder mágico.

— Não há nenhuma maneira de eu ficar esperando por você, há?

Com uma expressão exasperada, Hajime pegou uma Boleadeira da Caixa do Tesouro e jogou no Herói. Como ele estava no meio de sua preparação, Kouki se atrasou para esquivar e ficou preso, ele estava fixo no lugar com as duas mãos amarradas e imóvel no ar.

— Ugh, seu covarde. Mas, se for só isso…

Parecia que um vilão que não conseguia ler o clima era um covarde. O Herói insultou o Sinergista enquanto aumentava ainda mais seu poder mágico na tentativa de escapar da Boleadeira. Mas, contanto que não fosse Nointo, não seria possível escapar dela em alguns segundos, nesse período de tempo, Hajime já havia terminado sua preparação.

Sim, na mão do garoto havia um rifle com uma forma que lembrava Schlagen, ele foi pego antes que qualquer um percebesse. O que era diferente de Schlagen era seu calibre. Seu cano, que podia ser preenchido com uma bola de basquete sem problemas, estava aberto.

Poder mágico vermelho brilhante foi convergido naquela grande boca ardente.

Canhão mágico Grenzen — um artefato de bombardeio de puro poder mágico. A partir de sua experiência nas Ruínas Submersas Merujiine, houve também uma situação em que um ataque de puro poder mágico seria útil, então Hajime aprendeu e criou isso. Embora até agora não houvesse chance de usá-lo, era algo que ele estava guardando.

O derivado da Manipulação de Poder Mágico que era a Emissão de Poder Mágico, Compressão de Poder Mágico, Controle Remoto, além da Recuperação de Magia de Alta Velocidade e seu derivado Absorção Mágica, todas essas habilidades foram usadas como base e foram incluídas no canhão mágico. A arma não se concentrava apenas no poder mágico de Hajime, mas também na magia do mundo exterior, combinado com a magia da gravidade para poder comprimir esse poder mágico. Quanto mais comprimido fosse o poder mágico, maior a quantidade de poder mágico roubado do alvo.

E então, no momento, a quantidade de poder mágico concentrado estava na quantidade que ultrapassaria com facilidade dez mil pontos se isso fosse convertido em um número. Não importava o quanto Kouki tivesse sido fortalecido por seu método não ortodoxo, o Herói consumia continuamente o poder mágico usando todas as suas forças. O resultado foi algo que poderia ser entendido sem dificuldades.

— Mesmo que você negue suas próprias palavras, pelo menos você deveria aceitar as palavras de Yaegashi.

Hajime disse isso e mirou o poder mágico focalizado em Kouki, que estava arregalando os olhos em pânico, e o gatilho foi pressionado.

— Você… se você não estivesse aqui… !?

O grito que estava preenchido com o ódio de Kouki ressoou. No momento seguinte, um clarão vermelho que lembrava Schlagen traçou uma espiral, transformando-se em um bombardeio que se precipitava contra o Herói, e sua figura foi toda engolida sem nenhum ponto sendo poupado.

Shizuku, que foi curada por Kaori, abriu os olhos, e então, Ryutaro e Suzu engoliram em seco de forma audível. O bombardeio silencioso que não produziu nenhum rugido ou destruição coloriu a sala espaçosa com um vermelho vivo, e a parede de gelo brilhava como uma granada. Em certo sentido, era um espetáculo que poderia ser chamado de fantástico.

Em pouco tempo, o clarão espesso diminuiu, derreteu no ar e se dispersou. Depois disso, era como esperado e não havia vestígios de destruição, e Kouki apareceu sem qualquer ferimento. A restrição causada pela Boleadeira havia sido liberada.

Karan! Karan!

O som rígido ressoou. Foi o som de Kouki soltando suas duas espadas sagradas. Ao mesmo tempo, a espada sagrada negra cintilou enquanto desaparecia. Olhando para ele, o olho do Herói que estava preto-avermelhado também voltou ao normal, seu cabelo também recuperou sua cor original. As veias preto-avermelhadas também desapareceram da armadura sagrada. Parecia que ele havia retornado ao normal por completo.

— Minha-minha força está desaparecendo… uu, de novo, mais uma vez… eu vou recuperar tudo…

O canhão mágico de Hajime havia destruído o fator da imagem falsa aninhada dentro de Kouki. Se adequando a seu retorno à sua aparência original, o poder mágico também parou de brotar dentro do rapaz. No momento, Kouki só podia sentir um leve poder pouco antes de ele secar.

O Herói estava assolando sua consciência com desespero, o que, mesmo agora, iria fazê-la afundar na escuridão enquanto repetia conversas em delírio. E então ele tentou pegar sua espada sagrada, mesmo enquanto cambaleava.

Assim, Hajime, que havia guardado Grenzen na Caixa do Tesouro, se aproximou, ele agarrou Kouki pelo colarinho e o levantou. — Me Solte! — O Herói gritou com raiva, mas a mão o apertando era forte demais para que ele pudesse fazer mais do que apenas gemer.

Vendo o olhar perigoso de Hajime, Ryutaro pensou que seu amigo de infância seria morto e estava prestes a pular para frente, mas ele foi parado por Tio. A ryujin sorriu como se para dizer que estava tudo bem.

O Sinergista ergue o Herói enquanto olhava para Kaori e Shizuku, que estavam abraçadas. As duas estavam dirigindo olhares dolorosos e suplicantes a Hajime. O rapaz suspirou olhando para as duas e encolheu os ombros com um ar de “Não há o que fazer”. A expressão das duas suavizou com gentileza.

Hajime, que se virou para Kouki mais uma vez, jogou palavras com um tom calmo, mas retumbante, enquanto todos estavam assistindo.

— Recomece sua vida desde o início, seu idiota estúpido e tolo.

Logo depois, a mão direita do Sinergista, seu punho nu, se chocou com o rosto do Herói. Foi apenas um punho cerrado.

GOGA! Esse som ressoou, e assim, Kouki foi jogado contra o chão e sua consciência se foi, mas o branco de seus olhos estava visível.

Kaori e Shizuku correram para perto, e os outros membros também.

Hajime olhou para Kouki desmaiado enquanto se perguntava se a sua ” Estratégia de Vamos Aumentar os Escudos de Carne na Preparação do Pior Caso Possível de Existirem Muitas Nointos” estava na realidade amaldiçoada. Ele coçou a bochecha enquanto suspirava profundamente pela forma problemática com que a situação se desenvolveu.


Tradutor:



Notas

[1] Aqui Kouki se referiu a Yue sem o uso de honoríficos, o que indica familiaridade e intimidade no Japão.



Fontes
Cores