Arifureta – Capítulo 126 – O Pseudo-Treant


“Destruição Suprema”… é um poder que faz o que seu nome diz. Um poder digno de ser o trunfo de um Herói, uma magia do mais alto nível. Kouki chegou neste mundo como um iniciante, aumentou seu nível, ganhou experiência e foi capaz de massacrar todos os inimigos com sua técnica especial.

Contudo, o Treant emergiu ileso da poeira.

— Impossível…

O Herói foi incapaz de se mover devido a esse fato. Shizuku percebeu algo e ergueu sua voz.

— Kouki! Olhe aquilo! Não foi um golpe direto!

— Eh?

Quando Kouki olhou na mesma direção que Shizuku, ele viu uma enorme quantidade de árvores espalhadas, quebradas em pequenos fragmentos. Ao que tudo indicava, a “Destruição Suprema” de Kouki não atingiu o Treant diretamente. O ataque foi detido por uma enorme quantidade de árvores em sua frente.

Embora não devesse existir nenhuma árvore naquele local. De onde foi que tamanha quantidade apareceu? As perguntas do grupo do Herói foram respondidas pelo Treant.

Nesse momento, o Pseudo-Treant liberou uma luz pálida. Um enorme número de árvores se espalhou da base a cresceu com grande vigor.

— … Magia Única.

Suzu murmurou. Essa opinião estava correta. Essa era a magia única do Treant do “Mar de Árvores”. Ele era capaz de criar uma enorme quantidade de árvores e manipulá-las com liberdade.

— Isto-isto é ruim! Este é o solo sagrado, o inimigo de Deus não passará! “Virtude Absoluta”!

Suzu ficou momentaneamente perplexa, mas conseguiu invocar a “Virtude Absoluta” a tempo. Ataques surgiram de todas as direções, enquanto uma barreira brilhante foi criada ao redor do grupo de alunos.

Os galhos que tinham formatos parecidos com lanças criavam choques intensos na barreira um após o outro.

Não apenas o Treant, mas também as árvores ao redor produziam ataques similares. Parecia que eles seriam esmagados pela quase opressiva quantidade de recursos.

A “Virtude Absoluta” não seguraria muito tempo sem um encantamento. Ela já estava rachada em alguns lugares; ela não parecia capaz de suportar mais nenhum segundo. E quando a barreira de Suzu se partisse, os outros conseguiriam suportar até que a aluna criasse mais uma? Apenas um otimista julgaria isso possível.

— Nada bom… mais do que isso…

Suzu percebeu pelo consumo de magia que a barreira logo se quebraria e informou aos outros.

Kouki olhou para Suzu. — Então terei que usar “Superar Limite” para sobrevivermos! — Ele tomou sua decisão. Não havia escolha além de aceitar que eles precisavam usar dois de seus trunfos diretamente no primeiro estágio após entrarem em um Grande Calabouço.

Entretanto, após adivinhar as intenções de Kouki, ajuda veio da retaguarda.

— “Gravação Eterna”.

A magia de regeneração, “Gravação Eterna”, que Kaori invocou, independente da substância do objeto, podia regenerar tudo ao estado de um segundo atrás sempre que fosse usada.

A “Virtude Absoluta” de Suzu, que parecia a ponto de ser destruída, foi cercada por uma luz de prata. Após um segundo, a barreira recuperou sua aparição solene como se nada tivesse acontecido. Mesmo depois dos ataques do Treant, ela voltou a seu estado original. A “Virtude Absoluta” era reparada a cada segundo.

— Uou, Kao-rin! Obrigada!

Suzu, enquanto mantinha a barreira, olhou para trás e agradeceu Kaori. Kouki e os outros relaxaram um pouco seus corpos porque eles escaparam da crise e olharam para seu inimigo.

Os Treants cercaram o grupo de Hajime como fizeram com o do Herói. O Sinergista e seu grupo não pareciam se importar.

Quatro “Brocas de Cruz” estavam ao redor de Hajime e uma pirâmide triangular se espalhou como se fosse uma barreira. A interceptação do espaço produziu uma magia espacial: “Barreira de Quatro Pontos”.

A “Magia de Regeneração” nem mesmo foi usada, mesmo assim, não havia sinais de que a barreira foi abalada. Ela parecia ser a muralha inexpugnável de um castelo, sem permitir que qualquer ataque se aproximasse.

— Esse parece ser o limite. Pensei que eles fossem aguentar um pouco mais…

Hajime murmurou enquanto olhava com desprezo para Kouki, que tinha um olhar complicado.

— Uuuun, eles não vão ficar bem se o Herói-san usar seu “Superar Limite”?

— Tenho minhas dúvidas. Bem, se ele ultrapassar seus limites, talvez… contudo, o que irá acontecer após ele ficar enfraquecido? Não é como se ele pudesse recuperar a fadiga de seu “Superar Limite” com magia de cura.

“… isso pode ser possível com magia de regeneração.”

“Não quero usar isso porque o consumo de magia é alto. Ainda é muito cedo para isso.”

— Fumu. Muito bem, devemos limpar tudo por aqui antes do garoto Herói usar sua habilidade.

Hajime estava se perguntando se Kouki e os outros seriam reconhecidos pelo Grande Calabouço. O grupo do Herói devia obter a magia da era dos deuses porque — Se Nointos aparecerem em grandes quantidades, podemos usar a estratégia “jogue os heróis contra elas”.

Assim, eles deviam melhorar sua força militar no Grande Calabouço, apelando com — Devemos trabalhar duro! —, ou assim ele desejava…

Como não se sabia o que os aguardava após este ponto, não era preferível usar a magia da era dos deuses em sucessão devido a seu consumo de magia. Mesmo que eles tivessem pedras mágicas estocadas, eles não sabiam quando Yue e Tio voltariam ao normal e seriam capazes de lutar.

“Mestre, esta acha que você não deveria se preocupar muito sobre o desfecho da batalha.”

— Hmm? O que você quer dizer? É sobre o conceito do grande calabouço?

O goblin (Tio) aconselhou Hajime, que pensou profundamente sobre a atual situação. Apesar de ela ser uma pervertida, suas palavras e conhecimento eram muito fundamentados. No entanto, ela ainda era uma pervertida.

“Sim. O conceito deve ser ‘testar os laços’.”

— Laços… falando nisso, a palavra também estava no bloco de pedra da entrada.

“Isso mesmo. Não apenas testar os laços com os demi-humanos, mas também testar os laços quando capturados no calabouço. Não concorda? Ver através das imitações, aceitar os companheiros que mudaram. Isso é verdadeiramente testar os ‘profundos laços criados’.”

— Entendo… se há um objetivo após completar este desafio, você poderia chamar isto de “orientação”. Se for isso, então não devemos ter problemas se cuidarmos da batalha. Amanogawa e os outros só precisam lidar com o “teste dos laços” que virá depois disto.

“Isso mesmo. Bem, no fim, isso é apenas um palpite.”

Ainda assim, era um palpite muito confiável.

Com esse entendimento, Hajime tomou sua decisão e suspirou. Mesmo que ele fortalecesse Kouki e os outros com artefatos, o Grande Calabouço leria a memória após a conclusão e havia uma possibilidade de ele não os aceitar se o Sinergista os tornasse fortes demais, assim, ele esperou.

Hajime encarou o goblin (Tio) e suspirou de novo. Tio ocasionalmente dava ótimos conselhos e avisos sugestivos porque ela viveu muito mais do que ele. O garoto se lembrou que a raça dela deveria ser nobre e respeitável.

Originalmente, ela era atenciosa e solícita e tinha a natureza perfeita da raça dos Dragões que Yue tanto admirava. Todos os homens seriam capturados pela beleza dela, já que ela era muito atraente.

Embora também fosse uma pervertida…

“Sério, isso foi minha culpa?”, Hajime se preocupou em sua mente. E ele olhou para o goblin (Tio) e se arrependeu disso.

“Mu? O olhar de pena do Mestre por esta… haa, haa, apenas isto é… basta… esta não pode ficar sem o Mestre.”

— Haaaaa.

Tio se contorcendo com seu corpo de goblin causou sentimentos desagradáveis.

O Sinergista olhou para o Treant que atacava sem parar, mas ainda não podia superar a “Virtude Absoluta” de Suzu e a “Barreira de Quatro Pontos” de Hajime. Além disso, o monstro gerava mais árvores. A visão do ambiente já estava tomada por árvores.

— Taniguchi. Eu vou queimar tudo. Não desfaça a barreira se você não quiser morrer.

— Eh?

Hajime avisou Suzu antes de lançar um ataque enquanto ela defendia seu grupo dos golpes que vinham de todas as direções.

A garota respondeu pasmada com uma voz alta. Kouki e os outros se viraram com expressões de dúvida para Suzu. As expressões logo mudariam para perplexidade.

Fora da barreira, Hajime lançou um anel em forma de lua (Engetsu) no ar e pegou um controle remoto com um minério de indução de dentro da “Caixa do Tesouro”. Com o poder da “Garra do Vento” e “Detecção de Presença”, as árvores foram dissecadas com facilidade e jogadas no ar.

O número excedia 20. Era impossível para elas terem mobilidade de batalha, mas era fácil mudar a maré.

E, no momento seguinte, líquido preto foi espalhado ao redor do Treant como chuva com a ajuda do Engetsu. O líquido negro espalhado era um piche que queimava a 3.000ºC e até derretia o Minério das Chamas.

Hajime transferiu uma enorme quantidade de piche guardado na “Caixa do Tesouro” ao usar a função de portal dos anéis.

Enquanto tentava descobrir o que o garoto estava fazendo, Shia e os outros soltaram um — Uwaaaaa. — e seus olhos se voltaram para o Sinergista.

Com certeza, isso seria efetivo contra o Treant e todas as árvores que eram criadas com rapidez…

Enquanto as garotas olhavam para Hajime, ele jogou um pequeno carvão acesso em Engetsu.

Nesse momento…

Gooooooooo!!

Tudo à vista foi tomado instantaneamente pelo vermelho flamejante.

Os Treants, que nem se preocuparam quando o piche foi lançado, estavam agora cercados por uma prisão de chamas de 3.000ºC e queimaram em um instante. Apesar de não terem cordas vocais, parecia que eles estavam gritando em agonia.

O espetáculo podia ser confundido com o inferno se manifestando neste mundo. Agora, todos os objetos fora da barreira estavam carbonizados… não, até as cinzas deviam ter sido apagadas.

O piche não queimou por muito tempo, mas o calor era tremendo. O fogo infernal produzido por Hajime se extinguiu naturalmente após 15 minutos. Contudo, como os Treants tentaram fugir, o fogo se espalhou nas árvores normais, dessa forma, Kaori teve que extinguir as chamas com magia de água.

— Nós já nos juntamos com Yue e os outros, então não vi nenhum problema em queimar tudo…

— Hajime-kun… você sequer pensa antes de destruir tudo?

— Onde Hajime-san está, também há destruição… o pai e os outros podem pensar em mais dois nomes se verem isso.

“… Hajime sem se conter… magnífico.”

“Esta concorda Yue. Mestre impiedoso… esta ficou molhada.”

Hajime desfez a “Barreira de Quatro Pontos” e caminhou até Kouki e os outros, que estavam com expressões cansadas, enquanto Kaori se virava para o Sinergista com um olhar preocupado. Excluindo a Curandeira, os outros estavam dizendo: — Isso é a cara de Hajime. — e — Como esperado de Hajime. — Com satisfação em seu rosto, a garota acenou concordando.

— Nagumo-kun… um pouco mais cedo… não, não é nada. Um lança-foguetes já foi usado de forma aleatória e bombas de fragmentação se espalharam. Isto já deve ser normal para ele. Portanto, se acalme, eu…

Kouki e os outros estavam com olhares complicados, como se eles pensassem se estavam mesmo seguros. Ao mesmo tempo, o Herói encarou o Sinergista e mordeu seus lábios com força.

Kouki não foi capaz de derrubar o inimigo mesmo com seu último recurso e Hajime fez isso como se não fosse nada demais. Mesmo que ele fosse persuadido a ir até esse local para obter a magia da era dos deuses, ele iria mesmo obtê-la se fosse ajudado? Tal preocupação estava surgindo em sua mente.

Kouki desviou seu olhar de Hajime e tentou se livrar dos pensamentos negativos e olhou para trás em pânico enquanto ouvia sons de suas costas.

— Ele se regenerou?

Assim como o Herói disse, uma grande árvore cresceu rapidamente do solo carbonizado enquanto sacudia a terra. O Treant cresceu em um instante. Assim como a “Regeneração” iria fazer.

Kouki e os outros assumiram suas posturas, contudo, o Treant regenerado não mostrou sinais de atacar. Após ficar parado por um tempo, ele começou a criar uma caverna. O tronco se abriu, suas laterais se partiram e um espaço aberto foi criado.

— Pensei que ele fosse um subchefe, mas ele também é a porta que leva para o próximo estágio.

Hajime avançou na direção da caverna sem hesitar enquanto estava convencido. Yue e as outras o seguiram. Kouki e seu grupo, que estavam prontos para lutar, seguiram o garoto com pressa.

O interior da caverna não tinha nenhuma característica especial. Contudo, após todos entrarem, a entrada da caverna se fechou e seus pés começaram a brilhar ao mesmo tempo.

— Outro teletransporte…

Era a mesma magia que foi usada na entrada da grande árvore. Hajime segurou com força o goblin (Yue) e o goblin (Tio) enquanto murmurava.

Como essas duas não poderiam lutar agora, mesmo algo trivial seria fatal. Ele queria fazer algo, mesmo que fosse uma frivolidade. Após chegar tão longe, era impossível perder essas duas.

“… Hajime.”

“Mes-Mestre… uu, esta está apreensiva com sua gentileza.”

As preocupações do garoto foram transmitidas para elas? Era como se os dois goblins estivessem muito felizes, ao invés de assustados com o teletransporte. Tio mostrou um lado muito incomum de constrangimento.

Shia e Kaori pularam contra Hajime com as palavras: — Ah, eu tambéééém. —, e queriam abraçar ele…

Contudo, a tentativa foi um pouco atrasada. Quanto a visão de Hajime, a cena onde duas pessoas esticavam suas mãos foi tingida com enorme luz no fim.


Tradutor:




Fontes
Cores