Arifureta – Capítulo 118 – Boas-vindas e festa de noivado



O Sol se pôs por completo, os cantos do castelo imperial foram embalados pela escuridão. Dois Soldados Imperiais estavam patrulhando o perímetro do prédio que levava para as masmorras. Algumas magias do fogo parecidas com tochas estavam queimando com força em suas mãos, eles estavam prestando muita atenção com a escuridão, procurando por intrusos.

— Hããããã, a festa dos superiores deve estar começando… aposto que eles estão comendo comidas deliciosas…

— Oi, não fale sobre coisas sem sentido. Se isso for descoberto, nós dois vamos ser responsabilizados.

O suspiro do Soldado estava misturado com seus resmungos enquanto ele olhava na direção da luz de outro Soldado muito à frente. Embora os dois estivessem franzindo o cenho, suas expressões tinham motivos diferentes. No entanto, o clima era o mesmo que a sensação de “ficar com ainda mais calor porque você está reclamando sobre o excesso de calor”. No fundo de suas mentes, os dois se queixaram.

— Contudo, você também acordou cedo, você queria participar desse tipo de coisa?

— … bom, é. Porém, se tivéssemos permissão para participar, haveria o problema de não ter dinheiro nem mulher…

— Tem razãoooo. Após comer e ficar bêbado na festa, eles vão se divertir com as senhoritas até a manhã. É como o paraíso. Ahhhh, ao invés dessa patrulha inútil, eu queria agarrar uma mulheeeer. As Mulheres-Coelho seriam o bastanteeee.

— Você gosta de Mulheres-Coelho, não gosta? Embora todas as outras Demi-Humanas tenham ótimos corpos, a única coisa que você procura nos bordeis são Mulheres-Coelho.

— É porque elas são as melhores quando você quer intimidar alguém. Elas gritam com vozes incríveis.

— Esse é um hobby bastante desagradável…

— Do que você está falando? Você não acha que as Mulher-Coelho te passam essa aura de “Por favor, me abuse”? Eu só estou concedendo esse pedido. Até você gosta de esmagar algumas pessoas quando tem oportunidade.

— Mas que escolha eu teria? Elas gritam com vozes incríveis.

Os dois Soldados em patrulha olharam um para o outro com interesse e começaram a rir de forma vulgar.

No Império, o fato de que os Demi-Humanos eram considerados ferramentas não mudaria. Com o objetivo de liberar seu estresse e desejos sexuais, havia uma grande variedade de ferramentas que eles poderiam usar. Dessa forma, esses dois eram especiais, não no caso de suas personalidades sádicas, podia se dizer que esse era o senso comum de todos os Soldados do Império, que tinham tendência de gostar de abusar de suas parceiras.

Então, nesse momento, um dos Soldados soltou sua voz e sua expressão mostrava que ele viu algo desconhecido nas sombras dos prédios.

— Nn? Oi, agora mesmo, alguma coisa…

— Ah? O que foi?

Enquanto empunhava a tocha em sua frente, o Soldado se moveu na direção das sombras do edifício. O outro Soldado o seguiu enquanto expressava suas dúvidas.

O primeiro prosseguiu e disse: — Tem alguém aí? —, mas havia um espaço entre os prédios que mal tinha o tamanho para que uma pessoa passasse! Ele virou a tocha na direção dessa passagem.

No entanto, a sombra de antes não foi encontrada, — Eu não enxerguei direito… —, ele murmurou enquanto suspirava aliviado. Assim, ele se virou para olhar seu companheiro enquanto sorria sem graça…

— Foi mal, eu não enxer… ? Oi, Maul? Onde está você? Maul?

Seu companheiro não estava ali, apenas a tocha que ele segurava estava no chão onde o Soldado estava de pé. “Para onde ele foi?”, o Soldado olhou pela vizinhança incansavelmente, entretanto, não havia sinal de nenhuma pessoa. Então ele sentiu uma sensação fria percorrendo sua espinha.

Ele começou a sentir medo se acumulando, o Soldado pegou a tocha que caiu de repente no chão e chamou por seu companheiro com a tensão elevada…

— Oi, Maul. Pare de ficar brinc… gu!?

Nesse momento, dois braços apareceram sem fazer som do espaço entre os prédios em que não tinha ninguém mais cedo.

Uma faca preta fosca que absorvia até a luz estava em uma das mãos que parecia ter crescido diretamente da escuridão, ao mesmo tempo, uma mão cobriu a boca do Soldado, e com a outra, esfaqueou seu bulbo1.

Em um instante, o corpo do Soldado que estava convulsionando começou a relaxar enquanto a força deixava seu corpo e ele desaparecia dentro da escuridão, arrastado pelos dois braços.

E antes que alguém notasse, a tocha que ele estava tentando pegar desapareceu, e nada mais restava, apenas o vento brando do anoitecer.

Um curto sussurro podia ser ouvido do vento na escuridão.

— QG, aqui é Alpha2. A supressão do Ponto C está completa.

— Alpha, aqui é o QG. Entendido. Mova-se para o Ponto E. Há quatro sentinelas. Se infiltre pelo Leste.

— QG, aqui é Alpha. Entendido.

Após sussurrar isso, mais pessoas vestidas com roupas pretas da cabeça aos pés começaram a se mover uma após a outra.

Embora eles escondessem seus rostos com panos pretos, apenas seus olhos estavam visíveis para não prejudicar a visão, um olhar afiado espreitava por essa abertura, além disso, eles tinham duas espadas curtas em suas costas. Se eles fossem vistos por um japonês, eles iriam dizer: — Ahhhh, um Ninja!

Porém, mesmo que você não pudesse identificar o indivíduo, infelizmente, suas identidades reais podiam ser descobertas com facilidade. Era porque acima de seus trajes, você poderia ver duas orelhas de coelho de pé. Não importava como você olhasse para a cena, eles eram Homens-Coelho da Tribo Haulia.

Eles estavam se escondendo sob a escuridão e as sombras dos prédios. Em silêncio, eles espiaram de sua cobertura e viram os quatro sentinelas relatados que se dividiam em duas duplas. Um sinal de mão foi enviado para as três pessoas que estavam atrás do membro da tribo Haulia que falou com o QG mais cedo.

As três pessoas concordaram em uníssono e recuaram com discrição, eles desapareceram dentro do escuro, como se se fundissem por completo.

Após esperar por alguns segundos. No lugar que foi indicado, o olhar de uma das sentinelas desviou-se! E luzes cintilaram. Eles não entraram na visão do sentinela, um dos Haulia abriu a tampa de um recipiente do tamanho de um isqueiro por um instante. Ele tinha uma Pedra de Luz Verde em seu interior que imitava uma lanterna.

O Haulia que viu o sinal, começou a se mover enquanto dava ordens com sinais de mão na direção dos dois atrás dele.

No momento que os dois sentinelas ficaram fora da vista um do outro, eles diminuíram suas presenças ao limite e rapidamente se aproximaram, uma pessoa cobriu a boca e o nariz do Soldado, enquanto o outro o esfaqueava no bulbo, outro enfiou sua arma no rim do soldado seguinte enquanto o prendia com uma mão e o derrubava no chão.

A última pessoa estava pegando as tochas que os sentinelas derrubavam e apagava seu fogo e confirmava que não havia vestígios. Então eles arrastavam os corpos para as sombras dos prédios depressa.

Contudo, como esperado do longo silêncio do outro par, os dois sentinelas restantes, — Hmm? —, viraram seus olhares.

As figuras de seus companheiros que eles viram mais cedo não estavam mais ali. Não havia nem mesmo a luz das tochas, apenas a escuridão. — Para onde aqueles caras foram? —, os sentinelas procuraram com expressões de dúvida, eles conseguiram ver uma sombra que se movia levemente na escuridão. Era a imagem de algo grande sendo arrastado.

— Isto é ruim! —, o sentinela esticou sua mão para alcançar o apito de alarme que estava pendurado em seu pescoço…

No instante seguinte, uma faca penetrou seu pescoço, não houve tempo para gritar, nem tempo para sentir dor, sua consciência foi arrastada para a escuridão eterna.

Ao lado do sentinela que segurava seu apito, de forma parecida, seu companheiro também foi esfaqueado por uma faca e morreu. Ao mesmo tempo, as tochas foram apagadas e os corpos foram arrastados para dentro das sombras dos prédios.

No momento, risadas parecidas estavam aparecendo por toda a parte no castelo imperial.

Muitos dos Soldados destacados, que estavam em grupos de dois ou mais homens, já tinham passado pela separação eterna de seus corpos, Soldados que estavam dormindo no quartel foram drogados com soníferos feitos no Mar de Árvores, o que os colou em um sono profundo. Mesmo que o alarme soasse, eles ainda estariam dormindo até a manhã do outro dia, mas suas fadigas estariam recuperadas.

A lua crescente estava flutuando no céu noturno.

E ela era tão fina que você às vezes podia vê-la e em outras não.

Era exatamente como o sorriso de um demônio.

As pessoas que elogiavam o princípio de que a força reinava suprema e atormentavam os fracos, pareciam estar sendo ridicularizadas sob essa lua.


“QG, aqui é Alpha. A supressão do Ponto H4 está completa.”

“QG, aqui é Bravo. A supressão de todo o Ponto J está completa.”

“QG, aqui é Charlie. A dispersão dos soníferos no quartel está completa.”

“QG, Aqui é Echo. O Príncipe, o neto mais velho do Imperador e duas Princesas foram capturados.”

No resplandecente salão de festas, Hajime estava com um incomum sorriso em seu rosto, algo normalmente impossível, e estava conversando com os aristocratas do Império, enquanto ele ouvia os relatórios dos Haulia entrando em sua cabeça um após o outro.

O salão era enorme, e muitos locais eram deslumbrantes e bem decorados. Era um bufê onde você podia comer o que quisesse, havia centenas de pratos e doces sendo exibidos na toalha branca como a neve colocada por cima da mesa, e garçons habilidosos na etiqueta distribuíam copos enquanto caminhavam de forma galante.

Todas as pessoas participando eram VIPs do Império. Havia pessoas vestindo roupas chamativas com uma atmosfera de entendimento mutual entre oficiais civis e oficiais militares; os militares tinham personalidades convencidas devido aos princípios em que acreditavam; os civis estavam aliviados e percebiam que os militares estavam em um posto mais alto.

A voz de Hajime foi ouvida falando positivamente com esses oficiais militares.

Afinal, ele era um “Apóstolo de Deus” e fazia parte do “Grupo do Herói”. Para as pessoas em geral, ele era um homem forte que participou da conquista do Grande Calabouço Orcus, uma força indispensável para o mundo, “Força” era a existência por qual todos eles se interessavam. É claro que também havia desejos secretos de criar boas conexões pessoais com ele.

Em primeiro lugar, neste momento, as pessoas falando com Hajime tinham segundas intenções e pareciam mostrar mais interesse nas belas mulheres que estavam ao lado do garoto o tempo todo desde que a festa começou. Era óbvio, já que seus olhares sempre se voltavam para Yue e as garotas, que esperavam atrás do Sinergista enquanto eles conversavam.

Porém, isso não era completamente inexplicável. A festa era uma forma de receber a Princesa Liliana, assim como sua festa de noivado, a existência de Yue e das outras garotas era mais do que uma agitação de flores decoradas em exibição, era mais como se elas fossem as protagonistas do salão.

Shia vestia um vestido curto com a cor do luar que exibia suas pernas delgadas e lindas.

Contudo, não era algo vulgar, da saia que se prolongava com suavidade, uma atmosfera única era criada, o que fortalecia todo o encanto da garota. A roupa também combinava com seu lindo cabelo liso que se estendia por suas costas, esses fatores eram o que a davam tanta meiguice e gentileza.

Ao lado dela, Tio, que estava bebendo seu vinho com elegância, vestia um vestido preto longo, que era parecido com seu usual quimono negro. Contudo, como o vertido era do tipo que destacava seus traços corporais, ela tinha um intenso porte físico sem qualquer irregularidade, além disso, como as costas e seu peito tinham grandes aberturas, a roupa revelava belas colinas que não poderiam ser chamadas de nada além de surpreendentes, já que elas pareciam a ponto de explodir a qualquer momento. Os olhares dos homens no salão sempre eram atraídos nessa direção! Eles eram atraídos na direção das armas letais, uma após a outra, suas parceiras os davam olhares cheios de desgosto.

Kaori estava vestida com um vestido elegante que exibia por completo seus ombros. Apesar de seu corpo não ser tão intenso quanto o de Tio, seu balanço foi com certeza moldado por Deus. Suas belas pernas momentaneamente espreitavam pelo vestido que tinha um profundo corte como os vestidos chineses chamados de qípáo3, junto com o brilho de seu cabelo prateado, isso fazia seu sex appeal aparecer e os olhos se voltavam para ela de forma involuntária.

E a favorita de Hajime, sua amada princesa chupadora de sangue, usava um vestido de noiva branco.

A roupa era brilhante, seus ombros estavam expostos, e a bainha de seu vestido tinha babados magníficos. Seu cabelo estava preso em um rabo de cavalo com um ornamento em forma de flor branca para segurá-lo. Sua exposição era… pequena em número, havia apenas seu pescoço branco e brilhante, seus lábios vermelhos atraíam muita atenção, e seus olhos, que estavam um pouco umedecidos, transmitiam um ardor que provocava os desejos dos homens. Como sempre, os encantos de Yue vinham da diferença entre sua aparência infantil e sua atmosfera provocante que foi fortalecida em muitas vezes.

Dentro do quarto, Hajime e os outros homens estavam esperando que as garotas terminassem de se trocar, porém, no momento em que elas entraram, era inevitável que eles ficassem surpresos pelo charme transbordante e ficassem congelados.

Especialmente Hajime, cujos olhos estavam colados em Yue, qualquer um que visse isso, notaria que seu coração estava tomado por completo. A Vampira também entendia isso. Ela encarou o Sinergista com um sorriso alegre.

Apesar das outras mulheres ficarem irritadas com Hajime por não olhar para elas e estarem a ponto de começar a reclamar, o garoto foi mais rápido e abraçou Yue com força e a deu um beijo profundo, assim, os homens sem parceiras ficaram rígidos por motivos diferentes, posteriormente, as garotas começaram a separar Hajime e Yue, que permaneceriam juntos para sempre, o que mais tarde ficou conhecido como o “Incidente em que a razão de Hajime desapareceu”…

De qualquer forma, — Você entende de quem esta festa de noivado é? Hein? Você entende? —, os outros estudantes começaram a argumentar com as garotas que estavam fora de controle.

A propósito, Shizuku e Suzu também estavam bem vestidas, apesar de elas estarem deslumbrantes o bastante para não perderem para as filhas dos nobres do Império… como esperado, elas não estavam no nível para roubar o coração de Hajime como Yue e as outras, ou melhor, elas não tinham motivos para fazer isso, em primeiro lugar, elas transmitiam uma impressão madura muito menor quando comparadas ao grupo do garoto.

— Mesmo assim, as companheiras de Nagumo-dono são todas lindas.

— Com toda certeza. Eu gostaria que uma delas me acompanhasse na dança após a festa.

“QG, aqui é Delta. A preparação dos pontos de explosão está pronta.”

“QG, aqui é India. A supressão do Ponto M está completa.”

Para as palavras meio-sérias dos nobres do Império, Hajime conversou com eles com um sorriso enquanto ouvia o relatório através da Telepatia, a entrada do salão ficou ainda mais barulhenta. Parecia que era hora da Princesa Liliana e Sua Alteza Bias assumirem o papel principal da festa. Um homem que parecia ser um oficial civil comunicou a chegada das duas pessoas em voz alta.

Zawaaaa

A figura de Liliana em um vestido emergiu da porta que foi aberta de forma exagerada, as pessoas no salão ergueram suas vozes misturadas com surpresa e perplexidade.

Era porque Liliana vestia um vestido completamente negro que parecia roubar todas as luzes. Normalmente, se você considerasse a figura de Liliana e o significado da festa de noivado, um vestido mais brilhante seria muito mais adequado. Assim, “Estou aqui por obrigação”, era esse o tipo de sentimento que ela transmitia com um rosto puro; o vestido da cor do azeviche parecia uma parede que Liliana ergueu.

Seu parceiro, Sua Alteza Bias também estava estranho; com uma expressão amarga como se tivesse engolido um inseto, não importava como você olhasse para isso, não era a cena de um casal feliz, por ora, o salão começou a ser preenchido por aplausos; essa era uma atmosfera muito delicada.

Dessa forma, os dois seguiram para a plataforma.

O responsável pela festa permitiu seu progresso apesar de sua confusão. Olhando para os estados de Liliana e Bias, Gaharudo estava a ponto de gargalhar enquanto os cumprimentava; música começou a fluir pelo salão. Era hora de o círculo de convidados dançarem com Liliana e as outras nobres. Música elegante ressoou pelo salão, o que apagou o clima delicado.

No centro do salão, homens que escolheram suas parceiras começaram a dançar livremente. Embora fosse completamente mecânico, Bias e Liliana também dançavam. A expressão de Liliana estava rígida devido a atmosfera.

Mesmo que Bias se aproximasse a força, uma ligeira distância seria notada, apesar da melodia. Dessa forma, uma peça musical por fim terminou, Liliana logo avançou para a próxima pessoa esperando no círculo de nobres.

Bias estava com uma expressão irritada, contudo, ele precisava continuar a dançar com as convidadas, em um estado em que ele parecia um pouco preocupado com sua virilha. Na verdade, após acordar alguns minutos atrás, ele não teve tempo para confrontar Liliana sobre o que tinha acontecido antes da festa começar, então ninguém mais sabia disso. Por alguma razão desconhecida, seu “filho” estava incapaz de “reviver”, se sentindo impaciente e irritado com a situação, ele não podia fazer nada além de seguir Liliana, pois mais ninguém sabia o que tinha acontecido.

“QG, aqui é Romeo. A supressão do Ponto P está completa.”

“QG, aqui é Tango. A supressão do Ponto R está completa.”

— Como posso dizer, essa não parece nada com a Lili de sempre. Em geral, ela esconde suas reais intenções…

Kaori murmurou enquanto olhava Liliana trocando cumprimentos de forma indiferente sem um sorriso.

— … bem, esse tipo de coisa é impossível, huh. A Princesa também deve ter muito sobre o que pensar.

— … muitas coisas para pensar?

Yue e as garotas ficaram confusas com as palavras de Hajime.

— Nagumo-kun, algo aconteceu com Lili?

— Oi, Yaegashi. Por favor, o que você quer dizer com isso?

Shizuku usava um vestido longo vermelho como vinho e olhou para o Sinergista com suspeita.

— Bem, Lili está mostrando esse tipo de atitude em um local público… se algo insano aconteceu, então deve ter sido culpa de Nagumo-kun, não é? Essa tem sido a regra até agora. Na verdade, você parece saber de alguma coisa.

— Chi, isso é difícil de negar… mas desta vez eu realmente não fiz nada. É só que, enquanto eu estava passando, ajudei a Princesa que estava a ponto de ser estuprada pelo Príncipe herdeiro.

— Certo, Lili estava sendo estu… o que foi que você disse!?

— Espere um segundo Hajime-kun!? O que foi que você acabou de dizer!?

Lideradas por Shizuku e Kaori, todas se viraram com olhares surpresos na direção de Hajime.

Desde o início da dança, muitos homens perturbadores apareceram para pedir a companhia de Yue e as outras garotas, apesar de elas não terem intenções de dançarem com qualquer outro homem que não fosse Hajime, neste momento, todos estavam sendo afastados pela Pressão do garoto, então apenas as garotas e Shizuku estavam por perto.

Kouki foi levado a força por algumas senhoritas e estava dançando com desespero, já que não estava acostumado a isso, enquanto Ryutaro apenas comia. Suzu estava dançando com um velhote almofadinha em um clima que parecia divertido.

Portanto, as únicas pessoas que ouviram sobre Liliana quase sendo estuprada por Bias foram Yue e as garotas. Inesperadamente, Kaori e Shizuku exigiram com ímpeto uma explicação de Hajime, atenção começou a se reunir neles.

— Ahhhh, certo, já que é assim… Yue, você quer dançar?

— Nnnn… será um prazer.

— Ah, espere um segundo Nagumo-kun! Não fuja só porque isso ficou problemático! Nos explique isso de forma apropriada!

— Is-isso mesmo! É um assunto importante! Explique isso direito!

Assim como as palavras de Shizuku indicavam, Hajime, que pensava que uma explicação seria problemática demais, pegou a mão de Yue e planejou uma fuga pelo salão de dança. Por outro lado, a atenção estava focada na garota com um lindo rosto que parecia um objeto de arte muito mais notável do que Liliana, que tinha o papel principal, e o garoto que era seu parceiro (versão smoking) com cabelo branco e um tapa-olho.

Na maior parte das vezes, com o objetivo de acompanhar Yue, que estava acostumada a dançar com a realeza e estava conduzindo, Hajime decidiu usar a “Velocidade da Luz” enquanto dançava. Como a dança estava sendo observada, ele queria se sair bem. A expressão de Yue era a de alguém que estava tomada pela felicidade, e os olhos de Hajime estavam relaxando ao ver isso, combinado com suas roupas e os olhares das outras pessoas, era como se a festa de noivado fosse para esses dois.

Apesar dos músicos tentarem animar o ambiente enquanto ele se tornava desconfortável, eles usaram a atmosfera de Hajime e Yue e começaram a tocar com alegria. Agora, a posição de destaque no salão pertencia ao casal, todos prestavam atenção aos dois que estavam dançando e girando e girando alegremente.

Vendo a cena, Liliana os observou com um sorriso. Havia um pouco de inveja também.

Por um lado, havia um grupo de mulheres desejando Hajime, e mais poderiam aparecer no futuro, Liliana empurrou os eventos que acabaram de acontecer para o canto de sua mente, — Quem é a próxima? —, uma batalha pela próxima dança começou.

A apresentação acabaria logo, grandes aplausos surgiram para as duas pessoas que estavam se beijando enquanto os aristocratas do Império os observavam com sorrisos. Em seus olhos, sentimentos de pura admiração e louvor foram vistos. As filhas dos nobres também soltaram suspiros quente sem perceberem.

Hajime e Yue graciosamente se curvaram em resposta aos aplausos e voltaram para suas amigas enquanto seguravam as mãos. Ao que parecia, Tio venceu a competição e ficaria com a próxima dança, ela olhou para o Sinergista com olhos cheios de expectativa.

Contudo, a expectativa da pervertida foi traída.

— Hajime Nagumo-sama, você me acompanharia nesta dança, por favor?

Correto, foi porque outra pessoa já tinha o chamado.

A outra pessoa era Liliana.

— Princesa… para a protagonista se separar de seu parceiro, o que aconteceu?

— Ara, essa posição de destaque acabou de ser tomada de nós, então essas palavras não são cruéis?

— Isso não aconteceu porque você ficou com essa cara o tempo todo? Na verdade, está mesmo tudo bem deixar o Príncipe herdeiro sozinho?

— Se é sobre o cumprimento aos convidados, isso já está praticamente terminado, agora é hora de aproveitar a festa. Em primeiro lugar, nós deveríamos dançar com várias pessoas. Veja, o Príncipe herdeiro também está dançando com uma de suas amantes.

— Uma amante… você não parece nada preocupada, huh.

— Fufu. Ao invés disso, eu gostaria que você aceitasse minha mão logo… você não sabe dançar?

Hajime notou que Liliana não apenas queria dançar como também dizer algo, ele podia imaginar sobre o que ela queria conversar, com um: — O que eu deveria fazer? —, ele coçou sua bochecha. Para ser sincero, ele queria aproveitar os benefícios de sua dança com Yue…

Então, para o hesitante Hajime, a Vampira que estava ao lado dele disse: — Meh! — Parecia que ela disse isso para indicar que ele não deveria envergonhar Liliana em um local público. Yue entendia que Hajime não poderia se decidir sobre o que fazer, por isso o “Meh!” foi dito para decidir a ação por ele.

— Ahhhh, entendi. Ficarei feliz em ser seu parceiro Princesa.

— … sim.

Eles atraíram atenção? Houve uma ação atípica de Hajime pegando a mão de Liliana de forma respeitosa e a levando para o centro do salão de dança. A dança com Yue ainda devia estar nas mentes dos convidados. Liliana estava um pouco envergonhada e o nível de atenção atraído era alto.

A propósito, durante a interação com Liliana, ninguém se importou com Tio, que congelou enquanto sua mão ficava esticada por um longo período. — Es-este momento, por fim chegou! O que quer que você faça, eu entendi mestre! Haaaaa, haaaaa… nnnn. —, com bochechas vermelhas e coradas, mas ninguém se incomodou em retorqui-la.

A melodia da música começou a fluir com calma. Liliana e Hajime estavam perto um do outro enquanto seus corpos giravam de forma graciosa. A Princesa sussurrou enquanto seu rosto se aproximava do ombro do rapaz.

— … muito obrigada pelo que você fez mais cedo.

— Como imaginei, era isso… então você sabia.

— Tal situação insana, não poderia ser ninguém além de você, não é? Aliás, seu “vermelho profundo” é muito lindo… eu não me enganaria vendo aquilo.

— É mesmo? Bom, o primeiro Príncipe do Império também está limitado com isso, mas essa é apenas uma medida temporária. Cedo ou tarde…

— Você só está falando isso descaradamente, huh. Porém, mesmo que isso seja apenas um exemplo, estou contente. Eu ouvi de Kaori quando vocês os salvou, eu desejei um pouco por algo parecido.

Ela falou enquanto se separava do ombro de Hajime com um pequeno sorriso em seu rosto. Esse sorriso era o encanto original de Liliana que não poderia ser comparado com o que ela mostrava quando estava com Bias há pouco, os aristocratas que estavam prestando atenção ficaram um pouco agitados quando notaram isso.

— E há muitas coisas resolvidas em sua atitude com esse vestido, não é?

— Ele não ficou bem em mim?

— Ele combina com você. Mas, como esperado, o vestido rosa combinaria muito mais. Você planejou insinuar a verdade para todos?

— Sim, porque isto é o suficiente para um marido que ataca sua esposa… mais que isso… como imaginei, você viu tudo através de sua aranha, huh. Minha figura imprópria… aaaaa, não sou mais digna de ser uma esposa.

Yoyoyo! Dessa forma, Liliana, que enterrou seu rosto no ombro de Hajime mais uma vez enquanto fingia estar abalada, — Do que você está falando… —, o Sinergista olhou para ela com uma expressão ridícula.

— Apesar de dizer em voz baixa, não use frases tão perigosas em um lugar desses. Ou melhor, você não está fazendo muito contato físico comigo há algum tempo? O Príncipe herdeiro está com uma bela expressão, não está?

— Está tudo, não? Assim que esta noite acabar, eu serei a Princesa real. Por ora, permita-me ser apenas uma garota. Aliás, eu vou ser atacada algum dia, você não pode atender o egoísmo de uma triste Princesa maltratada?

— Ter sido atacada não garante que você será maltratada…

— Isso já é um fato.

Então, Liliana, enquanto escondia sua expressão ao se agarrar com força em Hajime, subitamente murmurou algo como se fosse uma brincadeira.

— … se… se, eu falar “Me ajude” o que você irá fazer?

A própria Liliana não planejava ouvir sobre isso. Era necessário dar uma conclusão ao matrimônio com o Príncipe do Império em nome do futuro. Ambos os países receberam danos de ataques surpresa feitos por Feras Mágicas que os Demônios controlavam, era necessário mostrar força ao unir os humanos para estabilizar tudo agora que o líder do templo central desapareceu. Como uma pessoa da família real, ela tinha que assumir esse papel. Mesmo que isso envolvesse um casamento doloroso repleto com a perda de sua dignidade que a aguardava em um futuro próximo.

Mas ainda fazendo esse tipo de pergunta a Hajime, a voz dela tremeu com o medo do fundo de seu coração no caso da ajuda que ela estava esperando não aparecer, vendo Yue parecendo tão feliz enquanto era abraçada por Hajime, ela pensou que com certeza o garoto diria: — Eu recuso. — E ela se preparou para essa possibilidade. Foi porque ela pensou que estaria tudo bem ser egoísta só desta vez.

Porém, a resposta do garoto foi completamente além de sua expectativa.

— Bom, antes que eu tenha que fazer isso, você já estará salva. Neste caso, o Império pode chegar a seu fim esta noite… no mínimo, o Príncipe herdeiro já é um caso perdido.

— … quê?

“QG, aqui é Victor. A supressão do Ponto S está completa.”

“QG, aqui é Raio-X. A supressão do Ponto Y está completa.”

Para Liliana, que estava olhando para cima inconscientemente, a boca de Hajime formou um sorriso.

Sua expressão foi vista e uma sensação ruim surgiu na mente de Liliana. Não havia um clima tocante como o de antes, a Princesa sentiu suas bochechas se contraindo. Com calma, o Sinergista aproximou sua boca do ouvido de Liliana.

— E aliás, eu vou explicar as coisas de uma forma que seja mais fácil de entender. Eu sou insensível, então posso acabar fazendo algo descuidado.

— …

O corpo da Princesa sacudiu com um choque. Apesar de haver a respiração e a voz entrando em seu ouvido, era porque ela entendia o que Hajime estava querendo dizer.

Em outras palavras: “Eu irei te ajudar”. O coração da garota bateu intensamente. A Princesa dentro de Liliana começou a gritar. “Este casamento é uma obrigação que deve ser realizada. Portanto, eu quero que você descarte essa garota que ainda se apega a esses sonhos”. Então…

— Por quê? — Talvez fosse pelo tratamento cruel, ou talvez fosse devido a sua alegria, mas os olhos que olhavam o Sinergista estavam marejados, Hajime agiu como se isso não fosse nada demais, ele respondeu sem ler o clima e deu a pior resposta possível.

— A Princesa é infeliz por se sentir mal por essas pessoas.

Hajime falou e olhou para Kaori e as outras garotas. Em resumo, o propósito deles não era ajudar Liliana, apesar do que Hajime disse, a Princesa estava infeliz, ele também parecia implicar que suas pessoas “importantes” não seriam feridas. Liliana imaginou isso e encarou Hajime.

— Essa não é uma mentira grande demais vindo de você? Nós vamos mesmo cair?

— O que você vai fazer se isso acontecer? Bem, por enquanto, só é necessário pensar que o pior que você imaginou não irá acontecer. Contanto que você seja uma importante amiga daquelas garotas, é isso.

— … a determinação de Nagumo-san não se abala, huh… realmente, tenho inveja de Yue-san.

Liliana observou Hajime com uma expressão odiosa. O garoto estava indiferente a isso e encarou de volta. Então, o fim da música estava se aproximando. Hajime parecia imperturbável, Liliana, que eventualmente desistiu, — Fuuuuu. —, suspirou e inclinou seu corpo no garoto; ela decidiu pelo menos aproveitar a dança.

E enquanto deixava um breve eco, a música parou, Liliana afastou seu corpo com relutância, e por um tempo, continuou segurando suas mãos com as de Hajime enquanto o observava… — Obrigada. —, ela murmurou. Com um sorriso adorável como uma flor que desabrochou.

Era simplesmente o sorriso de uma garota de 14 anos de idade. Um sorriso que era tão puro que não continha nenhuma impureza, ele atravessou todos os corações das pessoas que o viram. Um suspiro repleto de ardor pôde ser ouvido em algum lugar. E, após um tempo, um grande aplauso, que não perdeu para a dança com Yue, ressoou. Parecia que Liliana só dançou com as outras pessoas porque era sua obrigação, Hajime se separou dela e voltou sozinho, e as damas que o cumprimentaram…

— Hajime-kun é um galanteador…

— … Hajime-san, quando foi que você… não posso mais baixar minha guarda.

— Nãããão Mestre. Eu fiquei um pouco molhada com o jogo de negligência, está tudo bem se eu trocar minha roupa íntima?

— Isto deve ter relação com aquela declaração de violência de antes. Você disse algo sobre ajudar Lili durante um momento de perigo, você planejou dar o golpe final durante a dança? Ei, o que exatamente você sussurrou para ela? Em primeiro lugar, Lili não é uma mulher casada agora? Você entende? Hein, você entende? Nagumo-kun?

— Uauaua, Nagumo-kun, você enfim obteve o atributo Netori4… você é adulto demais. Você supera em muito a capacidade de Suzu.

Várias frases pervertidas estavam misturadas nas reclamações, para o grupo de garotas que estava criticando a ele e Liliana, — Do que vocês estão falando? —, o garoto disse com uma expressão impressionada.

Hajime começou a falar; ele ajudou apenas por estar passando por perto, e a dança só aconteceu por ela pediu. Depois disso, como Kaori e as outras ainda estavam preocupadas, ele só as informou o mínimo de detalhes sobre sua ajuda.

Não havia intenção de persuadi-las de forma alguma. E, se por acaso, para a possibilidade de 0,000000001% de Liliana ter se apaixonado por Hajime, o próprio Sinergista transmitia um ar de: “Como se eu me importasse”.

Por ora, só por garantia, ele voltou seus olhos para Yue não ter um mal-entendido, a Vampira entendia e segurou as mãos do garoto em aprovação enquanto acenava com a cabeça. Como esperado de Yue, ela era diferente das outras, o amor dele pela Vampira não tinha limites e estava além do universo. Deve ter sido imaginação dele que o aperto dela foi mais forte do que o normal.

“QG, aqui é Zulu. A supressão do Ponto Z está completa.”

“Notifiquem toda a força, aqui é o QG, todos os procedimentos foram completos. Comecem a contagem regressiva.”

A expressão de Shia enrijeceu um pouco assim que ela ouviu a comunicação. Kaori estava com uma expressão um pouco tensa. Shizuku e os outros que não receberam o Minério da Telepatia (versão aprimorada) só olharam para os dois com suspeita. Aliás, Gaharudo subia com frequência no palco e continuava a olhar a direção de Hajime e suas companheiras. Desta vez, parecia que ele ia fazer um discurso e pedir um brinde em celebração.

— Muito bem, primeiramente, me deixem expressar nossa gratidão por terem se juntado a nós nesta festa que serve como uma celebração pela visita da Princesa Liliana a nosso país, assim como seu noivado com meu filho. Houve muitas surpresas e esse se tornou de fato um evento interessante.

Então, o Imperador mirou um olhar profundo para Hajime. O garoto estava fingindo não perceber. A expressão de Gaharudo parecia dizer que isso deixou as coisas ainda mais interessantes.

Ao mesmo tempo, uma voz determinada foi ouvida no Minério da Telepatia de Hajime.

“Para todas as tropas. Aqui é Alpha Um. A partir deste momento, vamos colocar um fim nesta perseguição que sofremos por centenas de anos, vamos gravar nossos nomes na história deste mundo. Nossos nomes serão usados como a pronúncia do medo. Este lugar é a interseção do destino. Vamos cair no inferno ou avançar em direção ao futuro, tudo depende desta batalha. Não é preciso se segurar. Ahhhh, vamos mostrar a eles o quão fracas nossas garras e presas são.”

“10, 9, 8…”

“Chefe. Por nos liderar nesta batalha, nós apreciamos profundamente.”

Hajime e as garotas ouviram a contagem regressiva dos Homens-Coelho que dizia respeito a seus destinos.

Os aristocratas do Império não suspeitavam de nada.

Os discursos das duas raças diferentes se sobrepuseram.

— Esta festa é apenas o início. Hoje à noite, comam muito, bebam muito e dancem até satisfazerem seus corações. Essa será a melhor bênção para meu filho e nora. Uffff, ergam seus copos!

Assim que Gaharudo confirmou que todos no salão ergueram seus copos, ele se serviu de vinho até a borda de seu copo. E, com sua respiração tomando a iniciativa, ele inspirou com ambição.

Do outro lado da Telepatia, algo parecido acontecia.

“Se preparem! Vamos lá!!!

— Ouuuu!!!

“Ouuuu!!!”

“4, 3, 2, 1…”

E a contagem regressiva finalmente…

— A unidade da humanidade vai ficar mais forte com este casamento! Não há nada a temer! Nós somos a gloriosa raça humana!

— Pela glória!!

“0. Eu os desejo boa sorte na guerra.”

Nesse momento…

Todas as luzes sumiram e o salão foi engolido pela escuridão.


Tradutor: Zé   |   Revisor: SrDrumond



Notas

[1] Bulbo raquidiano, medula oblonga ou simplesmente bulbo, é a porção inferior do tronco encefálico, juntamente com outros órgãos como o mesencéfalo e a ponte, estabelece comunicação entre o cérebro e a medula espinhal. A forma do bulbo lembra um cone cortado, no qual a substância branca é externa e a cinzenta interna. Fica na região da nuca em uma altura próxima da do maxilar. É um órgão condutor de impulsos nervosos. Uma pancada nesta área ou sua compressão por parte do cerebelo, que se encontra posterior a ela, pode causar morte instantânea, pois paralisa os movimentos respiratórios e cardíacos.

[2] O alfabeto fonético da OTAN é o alfabeto de soletração mais utilizado no mundo. Embora chamados de “alfabetos fonéticos”, alfabetos de soletração não têm conexão com sistemas de transcrição fonética como o alfabeto fonético internacional. Ao invés disso, o alfabeto da OTAN define palavras-chave para letras do alfabeto inglês por meio de um princípio acrofônico (Alpha para A, Bravo para B, etc.) para que combinações críticas de letras (e números) possam ser pronunciadas e entendidas por aqueles que transmitem e recebem mensagens de voz por rádio ou telefone, independente de seu idioma nativo, especialmente quando a segurança de navegação ou de indivíduos é essencial. É informalmente conhecido como “alfabeto Zulu” na aeronáutica brasileira.

[3] O cheongsam é um vestido justo típico, tradicional e feminino com características chinesas distintas de origem Manchu (uma pequena etnia da China). Também é conhecido como qípáo, e era o vestido usado pelas mulheres mandarim (título que se dava a altos funcionários públicos na antiga China). Ele foi popularizado pelas socialites chinesas e mulheres da alta sociedade de Shanghai nos anos 1920 e 1930.

[4] Netori é um gênero de história onde, geralmente, o protagonista força uma personagem que já está em um relacionamento a ter uma relação física com ele, resultando em traição ou término com o parceiro original. Há ocasiões em que o protagonista apresenta uma nova personagem para criar o cenário de adultério sem participar diretamente da traição.



Fontes
Cores