Arifureta – Capítulo 102 – A Apóstola de Deus, Nointo


Asas prateadas batiam sob a luz do luar.

Entretanto, não era para voar. Era para disparar projéteis mágicos feitos de penas de prata que transmitiam a intenção assassina de suas asas. Os projéteis mágicos de prata possuíam um incrível poder, além da capacidade de serem continuamente disparados, a escuridão foi rasgada no céu a oito mil metros acima do solo, e um grande número de clarões caiu sobre seu alvo.

O que se levantou contra o ataque foi uma arma de aço que se iluminava com luz vermelha brilhante. Sempre que o monstro que esmagava todos seus inimigos soltava um rugido, as penas de prata que voavam se espalhariam de forma trágica e se dispersariam. Apesar de elas terem uma trajetória bem calculada, era inútil se todas fossem derrubadas em um único ataque, um buraco foi criado na barragem que poderia até ser confundida com uma muralha. O que era preciso para prosseguir era coragem. Era assim que a evasão perfeita era realizada.

— Hiyaaaaa!

Uma voz adorável, que não combinava com a cena, ressoou na situação onde eles apostavam suas vidas. Era Hatayama Aiko-sensei, que não poderia suportar mais e soltou uma voz imprópria. Hajime usou Metsurai para disparar uma enorme barragem contra as penas de prata que a Apóstola de Deus Nointo lançava; Aiko estava sendo segurada por seu braço direito e o garoto continuava a desviar no último segundo possível. A professora experimentou sua primeira dogfight de sua vida (ao vivo e em cores).

— Sensei! Mantenha sua boca fechada! Você vai sangrar demais se se morder!

— Mesmo que você me dig-aa!? Eu, eu me mordi…

O aviso de Hajime foi em vão, Aiko imediatamente ficou com lágrimas nos olhos. Na verdade, não, ela já estava com lágrimas nos olhos desde o começo da batalha aérea, então não foi apenas por ela ter se mordido.

Hajime também, como Aiko particularmente não tinha muita força física, para protegê-la usando movimentos intensos, ele usou a Velocidade da Luz, derrotando a barragem iminente e desviando com movimentos mínimos, contudo, essa movimentação ainda era mais intensa do que uma montanha-russa; Aiko já estava em um estado grogue.

No entanto, ele não poderia seguir apenas descartando ela. Os ataques impiedosos de Nointo não davam espaço para Hajime, que estava segurando Aiko, além disso, assim que ele jogasse a professora para longe, os ataques certamente seriam mirados nela. Lutar com Aiko atrás dele poderia funcionar, contudo, se moverem juntos enquanto o garoto segurava a mulher seria a melhor escolha.

Aliás, esta situação não continuaria para sempre. Uma companheira confiável devia estar indo ao resgate deles. Hajime usou Schlag para derrubar as penas de prata que os cercavam de todas as direções enquanto desviava, ele falou com Aiko, que estava com os olhos fechados com força e se agarrava ao garoto com firmeza.

— Sensei, só aguente mais um pouco. Agora mesmo, minha companheira estava vindo para cá. Quando essa pessoa chegar aqui, você será capaz de voltar para o chão.

— Tu-tudo bem! Mas, e quanto a você!?

— É claro que eu vou matar aquela pessoa arrogante.

— Uuuuu, eu sinto muito por estar te atrapalhando…

Enquanto cerrava seus dentes, ela estava consciente que era literalmente bagagem extra. Hajime abraçou Aiko com força e deu uma cambalhota. No mundo invertido, o bombardeio prateado passou sobre a cabeça de Hajime. O raio de luz apagou a parte superior da torre de isolamento em que Aiko estava sendo mantida em cativeiro anteriormente.

Mais uma vez, um grito foi ouvido, contudo, ele foi apagado pelas ondas de choque. Enquanto era pressionada no peito de Hajime, o batimento cardíaco do garoto podia ser ouvido, e ele não estava nenhum pouco irregular, Aiko entendeu e obteve um estranho senso de segurança ao escutar esse coração. Sério, no que eu estou pensando nesta situação, ela se contestou, entretanto, Aiko aceitou e se agarrou em Hajime com ainda mais força.

— Não se preocupe com isso. Eu já esperava uma situação irracional desde o início.

— !!! Wa, você iria tão longe… só por mim…

É claro que Hajime estava se referindo a luta contra a Igreja pela Magia da Era dos Deuses, não a parte em que ele ajudava Aiko… no entanto, a professora, que estava embriagada com a situação, cometeu um belíssimo equívoco no significado das palavras do garoto. E, em uma situação onde ela estava sendo abraçada e protegida, o mal-entendido aumentou ainda mais. Era necessário que a mulher rapidamente despertasse disso.

— … então você ainda tem espaço para conversar, irregular.

— Nuguooooo!?

Logo após o bombardeio prateado e a barragem de penas de prata, uma voz fria e mecânica soou de uma distância surpreendente ao lado de Hajime. Ao mesmo tempo, ele usou seu braço artificial para disparar para trás usando seu cotovelo, ele também usou o coice para se virar. O que apareceu em seus olhos foi uma enorme espada usada para defender o ataque, e a outra grande espada foi desferida de lado.

As duas espadas grandes tinham dois metros de comprimento, 30 centímetros de largura e estavam envoltas em luz prateada, só isso seria o bastante para fazer qualquer um sentir a intimidação esmagadora transmitida pelas armas. E a habilidade que elas possuíam também era muito impiedosa. Afinal, elas estavam cobertas pela magia inerente prateada, Decomposição, que Nointo usava. Não seria recomendado nem mesmo tocá-las.

Contudo, mesmo que ele soubesse disso, Hajime não poderia realizar nenhum movimento insensato porque Aiko ainda estava com ele, o garoto assim usou Schlag para atingir o centro da enorme espada para desviar sua trajetória e se permitir recuar, com isso, ele mal conseguiu desviar. A grande espada passou e raspou suas franjas, o que o fez começar a suar frio.

Ele instantaneamente usou seu braço artificial, Schlag e Vajra; o Azantium conseguia adiar a Decomposição, porém, era inevitável que ele recebesse dano todas as vezes que os dois entrassem em contato. Desta vez, a superfície de Schlag foi raspada de leve. Se a mesma coisa fosse feita repetidas vezes, a arma seria destruída bem rápido.

Nointo não deteve a força centrífuga causada pela enorme espada, enquanto rodava, a luz do luar era refletida e fazia seus cabelos prateados brilharem lindamente, ela então se virou para Hajime e desceu sua espada que era usada para bloquear as balas. Com imenso poder, a velocidade da espada já excedia em muito o senso comum.

Mais uma vez, Hajime disparou um cartucho de seu braço artificial para repelir a grande espada e usou o recuo para girar, ele então apontou o cano de Schlag em Nointo e puxou o gatilho três vezes. Três clarões surgiram enquanto seguiam em direção ao coração de Nointo, mas as balas foram precisamente miradas contra o abdômen dela.

Contudo, a velocidade de reação de Nointo também não era normal. Ela já estava segurando a enorme espada para proteger seu estômago no momento que Hajime mirou sua arma de fogo.

Hajime então usou a Broca de Cruz para perseguir Nointo, que foi afastada devido ao poder do canhão eletromagnético. As balas sólidas explosivas liberaram uma onda de luz vermelha brilhante no céu noturno e criaram uma onda de choque terrível. Embora Nointo conseguisse facilmente negar o ataque com suas asas de prata, assim como Hajime planejou, eles acabaram se afastando.

— Hawa, hawawa… que, como foi…

— … Sensei. Eu estou te implorando, enquanto ainda estivermos tentando matar um ao outro, por favor, não solte esses sons fofos. É como se você estivesse arruinando o clima.

— Fo-fofo… Nagumo-kun! O qu-que você está dizendo para sua sensei…

Eles estavam no meio de uma batalha de nível altíssimo onde a vitória ou derrota poderia ser decidida em questão de segundos, contudo, os gritos fofos de Aiko seriam ouvidos em intervalos, o vigor de Hajime seria impactado em todas as ocasiões. — Você está surpreendentemente confortável enquanto está sendo protegida. — Foi dito enquanto a Apóstola olhava os dois com suspeita, na realidade, metade disso estava correto, Aiko nunca pensou, nem em seu sonho mais louco, que ela se sentiria tão segura ao ser abraçada por Hajime.

— … mesmo segurando uma bagagem extra, para poder sobrepujar você… como imaginado, você é forte demais. Você não é uma peça adequada para meus mestres.

— Bom, fico feliz. Finalmente ofendendo os Neets1, ser chamado de incômodo desnecessário e peça desqualificada é uma excelente avaliação para mim. Muito obrigado.

— … é inútil tentar me irritar. Eu não tenho emoções.

— Ha? O que você está dizendo? Esses são meus verdadeiros sentimentos.

— …

Nointo expandiu suas asas e concentrou seus olhos, então posicionou suas espadas gêmeas formando uma cruz. Como ela disse, não havia mesmo nenhum sentimento, isso era apenas uma conversa inútil… nos olhos de Hajime, raiva começou a se acumular, seus pensamentos inúteis foram então omitidos. Em todo o caso, ele ainda a mataria. Não importava o que ele pensava de Nointo, no fim, isso era algo trivial.

As asas de prata da Apóstola começaram a bater de novo, as penas de prata foram lançadas e se espalharam no céu. Contudo, desta vez, elas não seguiram contra Hajime. Ao invés disso, elas se reuniram ao redor de Nointo em um instante; várias penas de prata foram empilhadas uma em cima da outra e formaram um desenho. Correto, era uma formação mágica. A formação mágica brilhou com luzes prateadas e Nointo encarou Hajime.

E…

— Onda de Chamas do Desastre.

A magia que foi usada criou um enorme tsunami de fogo que queimou o céu.

Parecia que ela não era capaz apenas de usar projéteis mágicos, mas também magias de atributos. Ela não usou isso até o momento porque julgou que seus projéteis mágicos de prata seriam o suficiente. Em outras palavras, ela decidiu levar a luta a sério.

A enorme onda de chamas cresceu e desceu contra a cabeça de seus alvos, contra as extraordinárias ondas de chamas, Aiko momentaneamente viu uma ilusão em que ela era engolida pelo enorme fogo. Ela encarou Hajime de seu peito, ele estava procurando por algo e suor podia ser visto em suas bochechas.

O que o garoto estava procurando era o núcleo da magia. Se ele pudesse encontrá-lo com seu Olho Mágico, ele poderia fazer todo o ataque desaparecer assim que atingisse seu núcleo. É claro que seria necessária uma precisão divina para atingir algo equivalente ao buraco de uma agulha, mas para Hajime, isso já era uma habilidade normal.

Entretanto, a magia que Nointo usou tinha um alcance gigantesco, ela era grande o bastante para iluminar por completo a Montanha de Deus, e podia até ser comparada ao nascer do Sol. Era como procurar por uma agulha em um palheiro, a posição do núcleo era desconhecida.

E o limite de tempo acabou sem piedade.

O tsunami de chamas que chegava a centenas de metros engoliu por completo Hajime e Aiko, sem dar chance para eles escaparem. Era um xeque-mate, não importava como você olhasse para a situação. Seria normal assumir que as duas pessoas foram completamente carbonizadas sem deixar vestígios para trás.

Contudo, Nointo não desviou seus olhos do centro das grandes chamas que queimavam vivamente.

— … você também vai superar isto.

Logo após Nointo murmurar isso, os efeitos do ataque terminaram, no meio das enormes chamas, Hajime e Aiko estavam perfeitamente cercados por quatro Brocas de Cruz.

Com os dois no centro, as quatro Brocas de Cruz criaram uma pirâmide e se conectaram uma com a outra através de fios. Uma película de luz vermelha brilhante se esticava entre o campo onde os fios se conectavam.

— Ainda está apenas em um estágio experimental, porém… parece que ainda funciona muito bem.

— Is-isto é…

A expressão um pouco aliviada de Hajime podia ser vista. Isto foi possível porque o fio e o minério que possuíam Magia Espacial, atribuída através da Magia da Criação, foram adicionados as Brocas de Cruz, assim, quando quatro pontos se uniam, uma barreira seria formada. No entanto, não era uma simples barreira, ela era do tipo que isolava o próprio espaço, teoricamente, seu poder defensivo era garantido. Entretanto, isto ainda estava em seus estágios experimentais, porque não havia prova sólida de quanto ela poderia suportar, Hajime ficou um pouco inquieto por um momento.

Nointo olhou para a barreira com surpresa e viu Aiko, que ainda estava sendo abraçada e estava agitada, mais uma vez, ela compôs outra formação mágica.

Porém, havia mais do que 20 formações mágicas desta vez, suas formas foram reveladas enquanto, ao mesmo tempo, penas de prata eram lançadas contra Hajime.

Era exatamente como o ataque de ondas furiosas. Muito provavelmente, apesar da barreira de quatro pontos demonstrar considerável força, seria um problema para as pessoas que estavam dentro desse espaço. Além disso, não era certo que a barreira poderia aguentar as ondas de ataques de Nointo.

O lado ruim desta barreira era que Hajime não poderia atacar enquanto estava confinado porque o espaço em si estava isolado. Dessa forma, o garoto rapidamente desfez a barreira e se distanciou de Nointo, ele planejou se devotar na esquiva até Tio chegar.

Então, de repente nesse momento, um som começou a soar através da Montanha de Deus.

Hajime olhou para o local onde a cantoria estava vindo enquanto desviava das penas de prata, então, ele viu uma reunião dos Sacerdotes da Igreja, suas mãos estavam cruzadas em uma pose de oração e eles cantavam continuamente. O coro, que consistia de cem Sacerdotes, transmitia a sensação de solenidade, exatamente como os que você seria capaz de ver na Terra.

Mas o que…, na mesma hora que Hajime se questionou…

— … !?!?!? O que é isto? Meu corpo está…

— Nagumo-kun!? Auuuu, o qu-que é isto…

Os corpos de Hajime e Aiko ficaram esquisitos.

Força não poderia ser encontrada e seus Poderes mágicos estavam rapidamente enfraquecendo. Era como se todas suas energias estivessem sendo roubadas de seus corpos. Ademais, partículas de luz começaram a se agarrar a eles e seus movimentos ficaram prejudicados.

— Ku, uma magia que causa uma condição anormal… como esperado do templo principal. As medidas deles contra inimigos são perfeitas.

O palpite de Hajime estava correto.

Ishtar e os Sacerdotes notaram que Nointo, a “Verdadeira Apóstola de Deus”, estava lutando e a ajudaram com a magia Hino da Degeneração Suprema. Esta era uma magia brutal que enfraquecia os inimigos e os restringia também, era uma magia irregular que só poderia ser mantida se fosse continuamente cantada por múltiplos Sacerdotes ao mesmo tempo.

— Ishtar, huh. Ele parece entender bem seus deveres. Um belíssimo trabalho.

Ishtar estava olhando para Nointo com uma expressão eufórica do solo, e a Apóstola o olhou de volta com olhos que não mostravam nenhum sentimento. Se você olhasse a expressão de Ishtar, você entenderia na mesma hora que ele queria cooperar com Nointo e esse parecia ser o auge de sua vida. Certamente, ele era uma existência conveniente que se movia conforme a vontade de Deus.

Deixando Ishtar e os outros Sacerdotes de lado, neste momento, a magia invocada era mesmo problemática.

Hajime gradualmente perdeu seus poderes, enquanto gastava uma enorme quantidade de Poder Mágico, ele conseguiu desviar do ataque de Nointo. Entretanto, era óbvio que seu tempo de reação foi reduzido drasticamente. E enquanto continuava com seu corpo nesse estado, os ataques de Nointo não diminuíam.

Várias formações mágicas apareceram ao redor de Nointo e relâmpagos surgiram, eles dispararam na direção de Hajime enquanto realizavam movimentos irregulares no céu. Hajime atirou nos núcleos dos relâmpagos com Schlag e eles se dispersaram, contudo, ele não poderia se livrar do ar eletrificado causado pelos raios e eles receberam um pouco do choque.

Rigidez momentânea. Contudo, isso era uma abertura fatal contra Nointo.

— !?!?!?

Nointo se moveu com uma super velocidade e cruzou suas espadas gêmeas. Devido a rigidez momentânea do choque elétrico, a reação de Hajime foi levemente atrasada; ele conseguiu repelir o primeiro golpe usando Schlag, mas a segunda espada não poderia ser evitada e afundou em seu ombro.

— Guuuuuu!

Enquanto soltava uma voz de dor, ele girou seu corpo ao usar a explosão de seu braço artificial, usando Aerodinâmica, ele tentou fugir da alcance da espada de Nointo. Naturalmente, os ataques severos dela não o davam muito tempo livre, então ele fez as Brocas de Cruz se autodestruírem e conseguiu se distanciar dela.

— Nagumo-kun!?!?!?

— Eu estou bem, então fique quieta!

Sangue escorria do ombro de Hajime e caía nas bochechas de Aiko. Com a onda de choque que as Brocas de Cruz criaram, Vajra foi usada para defender os dois, apesar de Aiko não receber muito dano com o impacto, ela tentou manter sua consciência e soltou um grito preocupado com Hajime.

Mas o garoto não tinha tempo para se preocupar com a professora. Enquanto respondia com frieza, Nointo começou a disparar penas de prata. Hajime usou Vajra, Garra do Vento e Schlag para derrubá-las. Graças as partículas de luz, seu corpo ficou lento, no fim, não era possível desviar de tudo.

Para esse Hajime, Nointo disparou contra a frente dele… não, foi uma finta e ela esticou suas asas de prata! Uma luz foi emitida. As luzes brilhantes cegaram Hajime.

No entanto, suas habilidades de percepção eram de primeira. Logo a seguir, ele sentiu a presença de Nointo em suas costas e virou Schlag para disparar rapidamente. Explosões consecutivas foram ouvidas, se virando… o garoto viu várias penas de prata espalhadas. Certo, era uma distração que Nointo fez com um embrulho de suas penas de prata.

— !?!?!?

A espinha de Hajime ficou ereta. Seus instintos estavam disparando, o avisando. Hajime se lamentou por ter se virado, ele só poderia puxar o gatilho sem mirar corretamente com seu braço para trás.

Balas foram disparadas e, por sorte, elas voaram na direção da cabeça de Nointo, mas ela facilmente desviou ao se abaixar. E uma das enormes espadas cortaram as costas de Hajime. Hajime usou a derivação de Vajra, Atribuir Força, com o melhor de suas capacidades, ele se concentrou em preparação.

Apesar da força grande espada de Nointo ser igual a Vajra de Hajime por um instante, a proteção foi logo despedaçada, as pontas das espadas foram desferidas contra o corpo de Hajime.

— Gaaaaaa!!

— Nagumo-kun!

Ele sentiu dor queimando suas costas. Para Hajime que instintivamente soltou sua voz, a expressão e a voz de Aiko estavam impacientes. Contudo, Hajime contra-atacou Nointo ao dar um mortal para a frente usando o impacto do corte.

Nointo imediatamente os perseguiu com sua espada segurada no alto.

Hajime, cujo corpo estava lento, colocou Vajra em uma Broca de Cruz para torná-la um escudo, outras Brocas de Cruz foram enviadas para a esquerda e para a direita de Nointo e dispararam suas balas explosivas.

Assim que Nointo disparou, ela usou suas asas de prata para repelir as balas das Brocas de Cruz e usou sua enorme espada para cortar a Broca de Cruz atuando como escudo de Hajime, além disso, ela lançou sua segunda espada na primeira para destruir a Broca de Cruz; ela facilmente atravessou o alvo.

Os olhos de Hajime se arregalaram; os olhos de Nointo estavam literalmente diante dos dele. Os olhos dela mostravam que esta era a diferença entre os dois. Em outras palavras, — Este é o fim.

Os olhos de Hajime não mostraram sinais de desistência. No entanto, para não deixar Aiko morrer nesta situação, ele precisava considerar várias coisas. Se fosse preciso, Hajime decidiu que ele seria ferido no lugar dela. Em tal situação, se ele ficasse enfraquecido demais, teria que usar Superar Limite sem esperar pela chegada de Tio, assim, ele se preparou para sacrificar seu braço esquerdo primeiro.

E, contra a grande espada de Nointo, Hajime ergueu seu braço esquerdo artificial para ser cortado. No momento em que ele estava a ponto de ser quebrado e ele sofreria um ferimento fatal…

— Guugaaaaaaaaaaaaa!!!

Junto com o rugido de um Dragão, uma luz negra se aproximou vindo embaixo deles com incrível poder. Era um Sopro escaldante que eliminaria tudo. A violenta tempestade negra foi precisamente mirada em Nointo.

Na mesma hora, as asas de prata de Nointo se enrolaram em seu corpo em uma posição defensiva.

Logo após isso, o Sopro negro atingiu diretamente as asas de Nointo, e apesar do ataque estar sendo decomposto, a força do golpe a empurrou para longe. As magias negra e prateada colidiram uma com a outra e criaram partículas escuras e prateadas que se espalharam no ar, Nointo foi lançada para uma das torres da Igreja. Com o som do impacto, a torre começou a se abalar e desmoronou.

Os gritos dos Sacerdotes liderados por Ishtar podiam ser ouvidos. Eles pareciam irritados ao ver uma Apóstola de Deus sendo derrubada.

Hajime pegou Orkan da Caixa do Tesouro e sem olhar, disparou todos os doze foguetes contra o grupo de Ishtar. Desta vez, ele ignorou o tipo diferente de gritos que ele escutou. Porque outra voz ecoou e abafou as outras.

Mestre. Tu estás bem?

Ouvindo a voz, as bochechas de Hajime relaxaram, embora ele ainda estivesse atento com Nointo. A chegada do Dragão que ele estava esperando aconteceu.

— Você me salvou Tio. Estava um pouco perigoso até agora.

Enquanto ficava feliz com as palavras de Hajime, o Dragão Negro, que era Tio, estava recuperando altitude depois de derrubar a poderosa inimiga e foi até o lado de Hajime enquanto batia suas asas.

Esta está feliz acima de tudo por ter chegado a tempo. Castigo mais tarde… esta quer uma recompensa.

— … vou pensar sobre isso se você conseguir proteger a Sensei.

Verdade!? Não vá se esquecer dessas palavras de agora! Saaaaa, Sensei-dono, tu deves subir nas costas desta.

Hajime, em tal situação onde Tio ainda era fiel a seus próprios desejos (Em retrospecto, Yue, Shia e Kaori também eram), ficou com uma expressão impressionada, Aiko, que estava sendo abraçada com força, foi posta nas costas do Dragão.

A professora sentiu uma sensação estranha com a conversa dos dois, ela obedientemente se agarrou nas costas de Tio porque agora não seria mais um peso para o garoto.

— Eh, Tio-san. Boa sorte.

Umu. Conte comigo. Afinal, a Sensei é uma pessoa importante para o Mestre (no sentido de uma professora), esta não permitirá que caias nas mãos do inimigo.

Aiko aumentou ainda mais seu mal-entendido com as palavras “pessoa importante” que Tio disse, e ansiosamente olhou para Hajime. Não importava como você olhasse para isso, essa não era uma expressão que uma professora mostraria para um estudante, era como uma donzela apaixonada, contudo, não havia ninguém presente para apontar isto.

E nesse momento, a torre em que Nointo foi atirada explodiu no chão com um som estrondoso. Uma espessa nuvem de poeira dançou, e com a pressão do vento das asas de prata de Nointo, ela foi soprada e a Apóstola mostrou sua figura ilesa. O Sopro de Tio não parecia ser capaz de penetrar a defesa de suas asas de prata.

— …Tio, vá.

Aye. Porém, está voltará para ajudar depois que a segurança da Sensei-dono estiver garantida? No mínimo, esta irá fazer algo sobre as pessoas da Igreja.

Para Hajime, que já estava encarando Nointo com intensa sede de sangue, Tio conseguiu adivinhar há pouco a causa da magia que estava enfraquecendo Hajime, ela declarou com confiança enquanto encarava o grupo de Ishtar. Hajime continuou a focar em Nointo.

Quando essas palavras foram ouvidas, o garoto simplesmente acenou com a cabeça e então disparou com ferocidade contra a Apóstola pelo ar.

— Nagumo-kun! Tome cuidado! Por favor…

… fumu? Hoooo… ora, ora…

Para Aiko, que estava com ambas as mãos na frente de seu peito orando, Tio parecia imaginar o que estava acontecendo e ficou interessada, em outras palavras, ela pensou, Isto vai ser interessante.

Sensei-dono. Embora esta entenda que tu estás preocupada com o Mestre, esta está com um pouco de pressa. Eu vou te levar para o chão, então esta irá espancar o grupo de velhotes logo ali. As coisas serão difíceis se o Mestre for atrapalhado por eles.

Aiko disse — Espere —, assim que Tio começou a se virar. Pelo quê?, pensou Tio enquanto encarava Aiko em suas costas ao arquear seu pescoço. A professora devolveu o olhar com um rosto determinado.

— Tio-san. Se você percorrer todo o caminho até o solo, ter que voltar até aqui após me descer não vai tomar muito tempo? Estamos a 8.000 metros no céu. Ir e voltar vai ser bem severo…

Mu? Certamente, isso está absolutamente correto, porém… Sensei-dono, tu não estarias pensando em..

— Sim. Se Tio-san pretende lutar pelo bem de Nagumo-kun, então, por favor, me permita ajudar. Se você não fizer algo logo com o grupo de Ishtar-san, Nagumo-kun será rapidamente enfraquecido. Seria uma perda de tempo me levar até o chão.

O que Aiko disse era possível, contudo, Tio estava bastante relutante.

Apesar de muitas pessoas parecerem ter sido feridas com o ataque de Orkan, se você observasse, veria Ishtar se preparando para cantar seu hino mais uma vez enquanto também construía uma barreira, Tio queria se livrar de todos eles. Porém, se por acaso Aiko se ferisse, a promessa com Hajime seria quebrada.

Pode ser ruim para esta dizer isto para a Sensei-dono, mas, o que tu podes fazer? Sem formações mágicas nem experiência de combate? Tu podes lutar contra os Sacerdotes e seus Cavaleiros?

A opinião de Tio foi severa e fez Aiko apertar seus dentes com força, então a professora lentamente moveu seu dedo em direção a sua boca. E com seus olhos fechados, ela o mordeu e fez um corte, o sangue que escorreu da ponta de seu dedo foi usado para desenhar formações mágicas ao esfregá-lo nas costas da mão oposta.

— Eu posso não parecer, mas em termos de Poder Mágico, eu sou igual a Amanogawa-kun, que é o Herói. Embora eu não tenha nenhuma experiência de batalha… eu mostrarei que posso te ajudar de forma adequada! Lutar contra outra pessoa… honestamente, eu estou assustada, mas eu não tenho escolha além de fazer isso. A partir de agora, com o objetivo de garantir que todos sobrevivam e voltem para o Japão, acima de qualquer um, eu não posso fugir!

O Reino estava cético com a invasão, até o Rei virou um fanático como os Sacerdotes. Confiar em Deus, que planejou tudo desde o início, já não era mais uma opção. Para sobreviver neste mundo, Aiko e seus alunos deveriam continuar seguindo em frente.

Se era assim, como a professora, mesmo que ela fosse criticada por isso, o que tinha que ser feito, deveria ser feito. Tio entendeu com a determinação nos olhos de Aiko, e, apesar de ainda hesitante, ela decidiu permitir que a professora a acompanhasse porque não havia outra escolha.

É inevitável se tu já fizeste tua decisão final. Se esse é o desejo da Sensei-dono, então o Mestre não terá nenhuma queixa. Como tu desejas. Devemos explodir esses tolos juntas!

— Sim!

A tensão, o medo e a resposta de Aiko que confirmou a decisão foram o sinal para seus movimentos começarem. Tio voou contra a grande Igreja que simbolizava os Sacerdotes com rapidez. Seus inimigos eram os Sacerdotes e Cavaleiros Templários que somavam centenas de pessoas.

Assim, um grupo diferente composto por Tio e Aiko desafiou o principal templo da maior religião deste mundo.


Tradutor:



Notas

[1] O termo “nem-nem” (de “nem trabalha, nem estuda”) refere-se à população jovem fora do mercado de trabalho e de instituições educacionais. Equivale em espanhol ao termo “nini” (ni estudia, ni trabaja) e à sigla em inglês NEET para a expressão “not in education, employment, or training“, algo como “fora da educação, emprego e formação profissional”. Esta é uma classificação do governo, usada primeiramente no Reino Unido e que logo depois passou a ser utilizada em outros países, inclusive o Japão. No Reino Unido, o termo compreende pessoas com faixa etária entre 16 e 18 anos. No Japão, o termo compreende pessoas de idade entre 15 e 34 anos que são desempregadas, solteiras, não registradas na escola, não procuram trabalho ou o treinamento profissional necessário para trabalhar.



Fontes
Cores